O desenvolvimento da ciência é um caminho para o contato com ETs

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 4 min.

Os seres humanos estão sob constante vigilância por alienígenas. Esta declaração sensacional foi feita por cientistas escoceses da Universidade de Edimburgo.

Primeiro contato.

De acordo com cientistas britânicos, espaçonaves alienígenas brincam no espaço há muitos anos. A velocidade desses dispositivos é de aproximadamente trinta mil quilômetros por hora segundo, o que é apenas dez vezes menor que a velocidade da luz.

Graças a essa velocidade, os alienígenas podem explorar com relativa rapidez em escala cósmica – em apenas cerca de dez milhões de anos – todos os sistemas estelares da Via Láctea, uma galáxia que inclui o sistema solar.

Quando questionados sobre como as naves alienígenas podem desenvolver velocidades tão altas, os britânicos respondem que esses dispositivos são equipados com os chamados estilingues gravitacionais. O princípio de seu trabalho é bastante conhecido na ciência: para o movimento de naves alienígenas, é usada a atração de corpos cósmicos.

Assim, em particular, o mesmo princípio foi usado no movimento dos veículos Voyager 1 e Voyager 2, lançados pela NASA em 1977. Esses dispositivos usavam a força de atração dos planetas do sistema solar.

Quanto aos alienígenas, eles usam a gravidade das estrelas, não dos planetas, para acelerar suas naves. Existem muitas dessas naves, uma esquadrilha inteira. Eles são capazes de produzir suas cópias de forma independente e também desenvolver proteção contra poeira cósmica e gás quente.

Os cientistas ainda não conseguiram encontrar um único aparelho desse tipo, por isso é difícil acreditar que a humanidade tenha sido objeto de pesquisas minuciosas por alienígenas por milhões de anos.

Mas pesquisadores como Avi Loeb acreditam nessa teoria. E existem muitos desses cientistas.

À primeira vista, pode parecer estranho porque as pessoas não percebem a vigilância. E por que os observadores alienígenas ainda não fizeram contato direto com os humanos? Cientistas britânicos estão prontos para responder a essas perguntas.

Eles têm certeza de que a humanidade moderna está em um nível de desenvolvimento tão baixo, até primitivo, que simplesmente não consegue perceber a vigilância, porque não possui o equipamento necessário. Além disso, os alienígenas provavelmente estão tomando certas medidas para que as pessoas não os percebam.

Também, os alienígenas poderão fazer contato apenas com as civilizações que atingiram um alto nível de desenvolvimento intelectual. Assim, antes do momento do contato dos alienígenas com a humanidade, ainda falta muito, muito tempo.

Além disso, os cientistas têm certeza de que os veículos espaciais alienígenas são programados para movimentos imperceptíveis e movimentos no espaço, a fim de evitar o pânico e gerar rumores sobre uma invasão alienígena. Esta versão, no entanto, contradiz um pouco os argumentos dos ovniólogos de que os alienígenas há muito se estabeleceram em nosso planeta.

Com frequência, alienígenas apareceram na Terra na antiguidade, durante a existência das civilizações maia e suméria. Essas civilizações antigas diferiam das outras no nível de desenvolvimento, de modo que os convidados alienígenas até compartilhavam com eles alguns de seus conhecimentos secretos de astronomia e matemática.

Esse conhecimento foi preservado até hoje entre os descendentes das tribos, embora eles não tenham uma língua escrita própria. Além disso, uma das visitas de alienígenas à tribo maia se refletiu nas pinturas rupestres, que retratavam pessoas em trajes espaciais, foguetes, pistas para naves espaciais, pirâmides para armazenar informações, calendários astrológicos de pedra.

Os cientistas ainda não sabem como e porque esses desenhos apareceram nas rochas, então alguns deles sugerem que civilizações antigas estiveram em contato com alienígenas.

Para tentar encontrar vida alienígena no espaço, cientistas britânicos pediram ao governo britânico que lhes fornecesse fundos. Eles já prepararam um projeto que os ajudará significativamente no processo de exploração espacial.

A essência do projeto é utilizar os sete principais telescópios disponíveis no país e conectá-los por meio de um cabo de fibra ótica feito especialmente para o projeto.

Todas as informações que serão obtidas no projeto serão repassadas aos cientistas do observatório Jodrell Bank, que decifrarão os sinais recebidos e, com base nos resultados, concluirão sobre a presença ou ausência de vida alienígena.

Os britânicos dizem que não faz sentido lançar um grande ônibus espacial ao espaço, porque as buscas cegas não darão resultados. Além disso, os cientistas agora aprenderam a trabalhar com um amplo espectro de ondas de rádio.

Assim, eles têm certeza de que será muito fácil encontrar vida alienígena no espaço, então todo o dinheiro gasto sem dúvida valerá a pena.

Há também um interesse considerável no desenvolvimento da inteligência artificial. Uma verdadeira corrida para criar um cérebro artificial começou no Vale do Silício. Os cientistas estão tentando com todas as suas forças e meios criar um computador que seja capaz de pensar como uma pessoa.

Vale ressaltar que os cientistas não vão construir robôs humanoides; eles estão apenas se esforçando para criar um sistema de computador que possa entender o que uma pessoa deseja antes mesmo de começar a desejá-lo.

Atualmente, os programas de inteligência artificial estão tão avançados que são capazes de reconhecer imagens gráficas e sintetizar a fala humana. Mas isso parece não ser suficiente para os cientistas: eles estão se esforçando para criar um sistema que seja capaz de processar e resolver tarefas muito mais complexas no nível da atividade do cérebro humano, em particular, assumir intuitivamente as condições de tráfego para veículos automatizados e não tripulados, reconhecer e compreender mensagens faladas e escritas. E com base neles para prever que tipo de informação o usuário precisa.

A cada dia a competição entre as empresas-criadoras fica mais acirrada. Google, Yahoo, Microsoft, Apple e até Facebook estão investindo bilhões em seus projetos de inteligência artificial. Algumas empresas usam as chamadas tecnologias de aprendizado profundo, nas quais uma rede de computadores aprende a si mesma no processo de processamento de grandes quantidades de informações.

As próprias redes resolvem problemas dividindo-os em várias etapas, como acontece no cérebro humano em camadas de neurônios. Essa abordagem foi inventada na década de 1980, mas a maioria dos cientistas está confiante de que o potencial dessa tecnologia foi revelado de forma mais completa no momento, uma vez que os cientistas têm sistemas de computação poderosos e grandes quantidades de dados à sua disposição.

Os cientistas estão confiantes de que essa inteligência artificial será muito popular e será incorporada à maioria dos aparelhos modernos. Se os cientistas fizerem tudo certo e conseguirem criar inteligência artificial de nível tão alto, quem sabe – talvez os alienígenas considerem a humanidade inteligente e desenvolvida o suficiente para fazer um novo contato novamente ou pela primeira vez.

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Edward Vaz Jr. ❤️ Silas Raposo ❤️ Franklin Viana ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️ Jessica Luana de Souza ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:


alienígenasciênciacontato extraterrestreOVNI Hoje
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.