Alerta: mensagens emergência de dissuasão nuclear dos EUA

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
Ouça este artigo...

Em 7 de novembro de 2022, radioamadores de todo o mundo começaram a receber um fluxo quase contínuo de EAMs (sigla em inglês para Mensagens de Ação de Emergência).

Testes de armas nucleares táticas, EUA. Esta arma de 280 mm foi batizada de ‘Atomic Annie’ Foto: © Wikimedia Commons

Estas são mensagens formalizadas, de acordo com o Plano Operacional Integrado Unificado, transmitidas pelo comando das Forças Armadas dos Estados Unidos às unidades e subunidades de tropas equipadas com armas nucleares, caso seja tomada uma decisão sobre seu uso em combate.

A transmissão ocorre nas frequências: 4724,0 kHz, 6739,0 kHz, 8992,0 kHz, 11175,0 kHz, 13200,0 kHz e 15016,0 kHz, através do sistema de comunicações de ondas curtas da Força Aérea.

Os EAMs são a norma na operação das forças de dissuasão nuclear dos EUA e os radioamadores só prestam atenção a elas quando as mensagens são extraordinariamente longas, mais de 100 caracteres, ou quando são muitas.

Na noite de 7 para 8 de novembro, aconteceu exatamente isso: no momento, as EAMs estão em torno de 20, que é o dobro da diária máxima. E elas estão constantemente sendo adicionados.

Ninguém pode ter certeza do que causou essa atividade, no entanto, o seguinte aconteceu de forma síncrona com tudo isso:

O primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, foi levado às pressas para fora do palco em um evento da COP27 no Egito na tarde de segunda-feira. Um vídeo mostrando a saída do primeiro-ministro foi postado nas redes sociais por Leo Hickman, jornalista e diretor/editor do site britânico de mudanças climáticas Carbon Brief.

Sunak estava no palco com outros líderes mundiais em um evento de mudança climática quando seus assessores o interromperam. Não está confirmado quais informações ele recebeu de seus assistentes.

É relatado que dois minutos antes dele desaparecer do palco, um assistente falou com ele, que posteriormente deixou o palco, mas Rishi Sunak permaneceu sentado. No entanto, outro assessor logo se aproximou dele, e nesse momento o primeiro-ministro saiu correndo do palco em direção a uma das saídas no final do corredor.

Downing Street não emitiu uma declaração oficial explicando a dramática saída do primeiro-ministro, mas acredita-se que ele tenha saído mais cedo para se preparar para um discurso sobre mudanças climáticas que fará mais tarde.

Como todos sabemos, nenhum discurso de abertura fará o presidente ou primeiro-ministro de um país pular e sair correndo do salão durante o evento. Há apenas raras exceções à regra.

O vídeo abaixo foi capturado em 11 de setembro de 2001, momento em que o presidente dos EUA foi informado pela primeira vez sobre o ataque aos prédios do Pentágono e do World Trade Center. Considerando a pressa com que o primeiro-ministro da Inglaterra fugiu do salão após o segundo pedido, a situação era urgente e grave. E então de alguma forma coincidiu que um fluxo de EAMs foi sobreposto a ele.

[Para instruções de como ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora esta não seja precisa, clique aqui.]

Pode-se apenas adivinhar o que aconteceu durante essas circunstâncias questionáveis, mas circulam rumores de que houve um incidente com um dos submarinos britânicos. Por exemplo, o barco foi atacado por russos no Mar Negro ou um avião britânico foi atacado na mesma região.

(Fonte)

Colaboração: Eduardo Brito


ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Apoie o OVNI Hoje: Cada Doação é Essencial!

Agradecimentos aos colaboradores do mês: ❤️Eneias Vieira ❤️Silas Raposo ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️Cristina Vilas Boas

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

EUAmensagens de emergêncianuclearOVNI HojeReino Unido
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.