O mistério dos crânios de cristal de Atlântida

Tempo de leitura: 3 min.

Uma das lendas mais famosas que se ouviu é sobre treze crânios esculpidos que os maias herdaram.

Captura de tela de vídeo (YouTube)

A lenda diz que eles originalmente pertenceram aos habitantes da antiga Atlântida.

Os crânios teriam sido espalhados por todo o mundo depois que todo o continente acabou completamente submerso no mar.

Eventos extraordinários narrados pela lenda

Segundo a lenda, quando conseguirem encontrar os crânios e uni-los todos no mesmo lugar, o conhecimento dos atlantes será transmitido à humanidade.

Mas esta não é a única versão que existe nesta história. Diz-se também que cada crânio pertence aos treze mundos anteriormente habitados por humanos, e parece que o último é o nosso planeta. Por esta razão, na narração é mencionado que os crânios foram trazidos e distribuídos por toda a Terra. O objetivo foi transmitir um aprendizado que não obtivemos.

Os 8 crânios exibidos

Até agora, oito crânios foram encontrados dos 13 que existem, de acordo com aqueles que acreditam na lenda. Alguns dos crânios estão expostos nas prateleiras de vários museus. Cada um deles foi descoberto por pessoas diferentes e são apelidados com nomes que seus donos escolheram.

Crânio de cristal exposto no Musée du Quai Branly em Paris, França. (Domínio público)

A descoberta da ‘Crânio do Destino’

Este é um dos crânios mais conhecidos, e é chamado de ‘o Crânio do Destino’, foi descoberto em 1924 por Frederick Mitchel.

Tudo começou no ano de 1919, quando o aventureiro quis coletar evidências de que a Atlântida realmente existiu. No aniversário de 17 anos de sua filha Anna, eles fizeram a descoberta.

Em 1º de janeiro, eles estavam investigando as ruínas de um antigo templo, quando uma luz chamou a atenção da jovem. Intrigada, Anna foi ver do que se tratava a luz que saía daquelas pedras. Cavando e removendo algumas rochas encontraram o extraordinário crânio brilhante.

Outros crânios encontrados

Em um museu de Londres, foi exibido um crânio semelhante ao crânio do destino, conhecido como ‘crânio britânico’. Na verdade, eles são considerados ‘gêmeos’ e acredita-se que ambos foram obra da mesma pessoa, devido às semelhanças que compartilham.

Crânio de cristal exposto no Museu Britânico em Londres. (Wikimedia Commons/Gryffindor)

O maior crânio

O maior crânio de cristal esculpido é chamado de ‘Crânio Max’, foi encontrado na Guatemala. Segundo os estudiosos, parece que era usado para realizar rituais de cura. Na verdade, estava nas mãos de um espiritualista texano chamado Joann Parks.

Um dos crânios mais misteriosos já encontrados

O crânio conhecido como ‘SHA-NA-RA’ tem uma das histórias mais surpreendentes. Ele foi descoberto em 1991, no México.

Nick Nocerino a encontrou e, segundo sua versão, devem ter usado técnicas psíquicas para chegar ao local onde ele estava enterrado. A partir desse momento Nocerino desenvolveu estudos para coletar informações.

Nick Nocerino ao lado do crânio de cristal encontrado no México em 1995. (Youtube)

O famoso crânio maia

Este crânio é conhecido por este nome porque supostamente pertenceu a um sacerdote maia, mas foi encontrado na Guatemala em 1912. Esta escultura também era feita de quartzo, e tem sido um dos crânios mais estudados pelos cientistas.

O crânio maia compartilha certas semelhanças com o crânio de Baby Luv, que também foi esculpido em quartzo, mas na cor rosa. Ele foi descoberto por um monge ucraniano no ano de 1700.

Informações coletadas sobre os crânios

Toda vez que um dos crânios foi encontrado, os cientistas fizeram muitas pesquisas. De fato, eles concluíram que dois dos crânios de cristal são femininos, porque suas mandíbulas são articuladas e sem falhas.

Como eles fizeram tal trabalho?

Quanto mais os cristais lapidados são estudados, mais difícil é entender como eles poderiam fazer uma escultura tão perfeita. Acredita-se que eles começaram a partir de um único bloco de cristal e, gradualmente, deram-lhe a forma de um crânio. Mas que ferramentas eles usaram?

Até agora é um enigma completo que tipo de ferramentas eles usaram, pois não há vestígios ou evidências no cristal. Até os estudiosos mencionaram que atualmente não poderíamos realizar esse tipo de escultura extraordinária. Esta é uma das razões pelas quais muitas pessoas concluíram que os crânios eram obra de alienígenas. Ou talvez, de alguma civilização avançada que não conhecemos. Além disso, existem muitas questões que até agora permanecem um mistério.

[Para instruções de como ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora esta não seja precisa, clique aqui.]

(Fonte)


Acho improvável que mesmo com ferramentas rudimentares não se consiga esculpir no quartzo crânios similares. Mas, como a raça humana sempre tenta manter uma cortina de mistério em muitas coisas para assim aguçar o interesse do público, por que não sonhar?

Seja como for, para mim o maior mistério não é como esses crânios foram produzidos, mas sim porque eles estavam espalhados por diferentes regiões do planeta. Certamente, trata-se de um interessante mistério arqueológico.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Participe dos comentários mais abaixo… e (importante) se puder, colabore na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo, ou use a chave PIX “OVNIHoje” (sem as aspas):

Agradecimentos aos colaboradores dos últimos meses: Edward de Lima, José de Castro, Teogenis de Oliveira, Egídia dos Santos, Silas Raposo, Reinaldo Galhardo, Luiz Buria, Silas Raposo, Maria Dorotea Soares.

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
Atlântidacrânios de cristalmistérioOVNI Hoje
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.