“OVNI vivo” disse a piloto que ele veio desta galáxia e com boas intenções

Tempo de leitura: 3 min.

O estranho incidente ocorreu em 4 de novembro de 1968, em uma rota de Londres a Alicante, e foi testemunhado pelo piloto, o copiloto, um mecânico de voo e uma comissária de bordo.

Recriação do avistamento. Crédito: MysteryPlanet.com.ar.

O comandante da tripulação Juan Ignacio Lorenzo Torres foi oficial da Força Aérea Espanhola durante 40 anos, pilotou o avião do rei Juan Carlos de Borbón, foi piloto de caça no Saara e diretor de uma escola de aviação. Em suma, foi um piloto muito experiente com experiência em combate e que pode ser classificado como um profissional de alto nível que voou mais de 28.000 horas.

No entanto, o que ele iria vivenciar naquele dia a bordo de um Iberia Caravelle (IB 0249) superaria tudo o que havia visto no ar até então.

Quando voava perto de Sagunto (Valência), ele baixou sua altitude, esbarrou numa crista de nuvens e notou alguma turbulência. Nesse momento, uma enorme luz se aproximou em grande velocidade e em rota de colisão, causando o medo lógico na cabine do avião. Mas parou a cerca de dez metros do nariz do Caravelle.

O objeto permaneceu ali por alguns minutos, preservando tal distância, mas fazendo voltas e movimentos de um lado para o outro.

OVNI vivo

Nesse momento, o experiente Torres pegou o microfone para falar com o controle do canal de emergência e disse ao controle de Barcelona que havia tráfego não identificado à vista. Segundo sua descrição, “a luz parecia um olho humano muito grande, com duas luzes laterais de cor acinzentada“. Da mesma forma, tinha algo como “veias” por onde circulava e pulsava “uma espécie de líquido”, como se fosse um organismo vivo.

Aparência do OVNI, segundo Torres.

Depois de chamar a comissária de bordo para ter outra testemunha do que estavam presenciando, o piloto tentou algo com a intenção de se comunicar com aquele estranho objeto… ou coisa. Ele estabeleceu um código simples de luzes onde uma mudança significava resposta positiva e duas, negativa.

Ele disse:

“Toda vez que trocávamos a luz, ele fazia a mesma coisa. Se acendemos as luzes, ela acendia também. Ficou claro que ele estava falando com a gente.”

Segundo o comandante, ele fez cerca de 20 perguntas, sendo as três primeiras:

  • “Você é desta galáxia?”;
  • “Você tem intenções amigáveis?”; e
  • “Você é uma nave tripulada?”

O OVNI respondeu afirmativamente a essas primeiras perguntas, com um único flash de luzes.

Após esse tipo de endereçamento telepático, o objeto desapareceu em direção ao continente africano na mesma velocidade impossível em que apareceu.

Acobertamento

Um dia depois de pousar e fazer um pacto de silêncio com sua tripulação para que não fossem tratados como loucos, o piloto foi convocado pelo Tenente Coronel Aleu Padreni, que naquele momento estava encarregado da rede de alerta e controle na área de Barcelona.

Torres disse:

“O tenente-coronel me perguntou muito sobre o encontro com o OVNI. Naquela época, os militares eram muito abertos e me informaram que o comandante da Força Aérea estava ciente do que havia acontecido e que os radares de vigilância aérea de Siesta, Samba, Kansas, Embargo e até Sevilha haviam detectado três objetos desconhecidos que estavam se movendo em uníssono com meu avião por algum tempo.”

Comandante Juan Ignacio Lorenzo Torres.

Torres continuou:

“Eles me mostraram os dados do radar e eu até pedi para receber esta cópia em papel dos dados – incluindo a conversa com o objeto – e eles me deram com a condição de que essa informação não fosse divulgada.”

No entanto, depois que o incidente começou a vazar para a imprensa, o tenente-coronel Ugarte, junto com outro soldado, apareceu na casa do piloto em Madri e exigiu que ele lhe desse imediatamente “o que ele tinha e não era dele“. Mas já era tarde demais e o incidente foi além do sigilo, e a imprensa finalmente descobriu.

O caso foi oficializado. Um investigador foi nomeado neste caso, e a imprensa foi informada (em uma nota oficial) que a tripulação do vôo IB 0249 havia simplesmente visto “o planeta Vênus“.

Naves de outros mundos

Mas se nos atermos ao que as testemunhas relataram para este caso, Vênus não sobe, desce, se aproxima, se afasta ou realiza manobras diretas ou parabólicas, movimentos que esse “olho” voador fazia antes de estabelecer uma comunicação com os sinais luminosos.

Torres disse:

“Voo desde os dezessete anos e sei que o corpo humano não suporta forças G superiores a 5. Se esse limite for ultrapassado, ocorre perda de consciência. Não importa o traje antigravidade que você estiver vestindo.

Este objeto violou todas as leis da física. Ele voava em ângulos retos e desenhava hipérboles, parábolas, e de repente pulava de um ponto para outro. Foi algo louco.”

Em declarações subsequentes, o comandante admitiu que não acreditava em OVNIs até ter essa experiência, agora assegurando que “eles” estão aqui, em nossos céus.

Ele finalizou:

“Considerando o que são, as capacidades tecnológicas inatingíveis e incompreensíveis que possuem, não tenho dúvidas de que são naves espaciais de outros mundos. Chegará o dia em que nossa civilização perceberá que estamos sendo visitados por seres inteligentes e supertecnológicos? Espero que um dia possamos colocar nossas cabeças para fora do buraco e abandonar a atual política de avestruz.”

Referências:

IB 0249 UFO (com Comandante Juan Ignacio Lorenzo Torres) [V-25-2011] – Arquivo Akashic.

OVNIs na Espanha. 50 avistamentos e encontros inéditos com tripulantes (p.130-131), de Javier Pavón Neira.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

avistamento de OVNIEspanhaJuan Ignacio Lorenzo TorresovniOVNI HojeOVNI vivoufo
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.