OVNI gigante sobre Manaus – Brasil (1974): Novos relatos

Tempo de leitura: 5 min.

Por PREDADOR
Considero um dos maiores casos do Brasil mas, infelizmente, esquecido nas brumas do tempo (e desconfio, também, intencionalmente pelo acobertamento dos militares como também pensam algumas testemunhas deste evento que, para quem viu, lá nos idos de 1974, foi assombroso e nunca mais saiu da memória como se verá nos relatos que transcrevo).

Imagem meramente ilustrativa.

Foi graças a uma das testemunhas, o Pastor Caio Fabio, conhecido nacionalmente e com muitos vídeos onde fala de temas diversos, principalmente religião, no Youtube, é que tomei conhecimento desse caso.

Para podermos entender o que se passou, torno a transcrever (como já fiz em uma outra matéria postada aqui no OH) o relato detalhado do Pastor Caio Fabio que consta no livro onde conta a história da sua vida.

Resumo do Caso

Entre os dias 27 e 30 de outubro de 1974, um fenômeno extraordinário foi testemunhado por milhares de pessoas na cidade de Manaus, Amazonas. Um gigantesco objeto foi avistado em diversas partes da cidade. O OVNI também emanava várias luzes. No dia seguinte, o evento foi tema de várias notícias de jornais. Neste artigo, iremos ver alguns relatos de testemunhas desse estranho acontecimento.

Os relatos

Caio Fábio: O pastor Caio Fábio foi uma das várias testemunhas deste evento. Aliás, a experiência foi tão marcante para Caio que até mesmo foi citada em sua autobiografia, que a seguir transcrevo na integra:

“A aula de física estava acontecendo. O relógio marcava aproximadamente nove e meia da noite.

— Meu Deus, o que é aquilo ali no céu? — perguntou em tom de total estupefação um rapaz sentado próximo à janela da sala.

Todos nós, inclusive o professor, corremos para uma das janelas, de onde vimos que no pátio em frente à escola já havia uma pequena multidão, olhando para o céu, em silêncio e perplexidade.

— O que é aquilo Jesus? Será um sinal de Tua vinda? Como é que eu posso entender esse espetáculo à luz de Tua existência como Senhor de tudo e todos? — perguntei a Deus em choque com aquilo que estava ali, bem em frente a todos nós e para cuja realidade não tínhamos nenhuma explicação plausível.

— Não é avião, nem helicóptero, e muito menos balão meteorológico — disse o professor.

A coisa que pairava no céu, como se fosse uma imensa rocha cheia de luz, não era lisa nem uniforme em sua aparência. Na verdade, parecia uma imensa traça de parede, só que porosa e com irregularidades em seu corpo, como se fosse o dorso de um animal pré-histórico.

A luz saía de dentro da coisa como se vazasse de seus poros. O movimento era lento, porém visivelmente determinado. O objeto passou bem devagar no céu em frente à escola. Sua distância em relação a nós parecia ser de uns três mil metros, mas a sensação de tamanho que aquilo passava era esmagadora. Lembrava alguns dos aparelhos estranhos dos filmes Star Trek. Era como se uma enorme base interplanetária, do tamanho de uns três Jumbos colados um ao outro, estivesse cruzando lentamente o céu de Manaus”.

Relatos de pessoas sobre o caso encontrados na Internet

José Carlos:

“Gostaria de saber informações sobre o OVNI imenso que cruzou o céu de Manaus em outubro de 1974 visto por mim e milhares de pessoas na época. O mesmo foi tema de notícias de todos os jornais na época por vários dias e hoje pouco se consegue informações sobre o fato até mesmo um vídeo que falaria sobre o assunto não está mais disponível?”

Desconhecido (relato sobre seu pai):

“Meu pai trabalhava de canoeiro nessa época na beira da Manaus moderna. Ele disse ter visto um OVNI gigante cruzando o Rio Negro. Ele achou que só ele tinha visto, pois não soube de nenhuma notícia na época. Isso foi por volta das 17h30 para as 18 hs”.

BRA_ALEX_123 (relato sobre seu pai):

“Meu pai era aluno da escola técnica e viu este fenômeno nesta noite relatada pelo Caio.”

Roberto Ariel:

“Tinha 6 anos de idade e morava no Bairro da Matinha no Beco São Domingos e da janela da minha casa, junto com a minha vó e meu tio vimos isso acontecer nos céus de Manaus.”

MARCONHA4i20 (relato sobre sua avó):

“Minha avó lembra desse objeto avistado aqui em Manaus. Ela disse que era muito grande e que se movia lentamente de uma forma estranha.”

Oreste neves (relato de pesquisa):

“Já fiz essa pesquisa dos jornais e não encontrei nada….vi que todos os jornais da época e sumiram com 8 meses desse ano……. acredito que foram apagados dos arquivos.”

Evandro Tavares:

“Esse acontecimento muitos aqui no Conjunto Castelo Branco, no Bairro do Parque Dez de Novembro viram. Como disse o sabá Rocha, o objeto voador fez esse sentido, do norte para o sul. Eu e um irmão meu, mais velho que eu dois anos, estávamos voltando para casa quando aconteceu o fato. Éramos moleques e como bons moleques e medrosos, corremos para casa e chegando lá, quem estava na área estava relatando o fato !”

Sabá Rocha:

“Realmente aconteceu. Era por volta de oito da noite quando uma enorme bola de fogo apareceu no céu no sentido norte para o sul. Deu pra ver nitidamente, porque era muito lenta.”

Márcio Carvalho (relato de uma testemunha):

“Já ouvi de uma testemunha desse evento. Me falou que toda cidade viu.”

Bandas Do Norte:

“Era menino nesse tempo, mas lembro até hoje. Está na minha mente até hoje…e sempre! Estava próximo a ponte da 7 de Setembro. Lembro perfeitamente como se fosse hoje.”

José Roberto Fonseca (relato de militares):

“Boa noite. Servi em Manaus na década de 80. Fui sargento em dois batalhões sediados em Manaus. Esse relato é verídico. Ouvi essa história no batalhão. Esse OVNI pairou sobre o batalhão por mais de uma hora, e pairou baixo. Houve um registro no livro de serviço feito pelo oficial de dia. A cidade toda realmente testemunhou”.

Ele também disse:

“Acredito que não houve acobertamento, porque todo mundo contava essa história. Não sei se alguém registrou. Naquele tempo não tínhamos celulares e câmeras como hoje.

Luz… falavam em muita luz.”

Naldo Arruda (relato sobre seu pai):

“Sou de Manaus e meu pai também confirma ter visto esse mesmo objeto em 74. Só se falava nisso direto, todos ficaram apavorados.”

Tripa Seca e Quase Nada:

“Tinha luzes pequenas saindo e entrando de dentro dela e levou uma hora e pouca para ela sumir. Foi tipo subindo devagar e indo embora bem devagar. Foi foda ! Lembro até hoje”.

Aline Dávila Semencio (relato sobre sua avó):

“Caio, a minha vó, que era inclusive amiga da sua mãe, também viram esse fenômeno em Manaus no mesmo ano.”

Gabriela Lessa (relato sobre seu pai):

“Meu pai viu esse gigantesco aparelho nesse período 1974. Ficou pairando há 30 minutos na cidade. Meu pai tinha 5 a 6 anos. Era menino. Ele morava em um interior na selva virgem que hoje é um bairro na cidade. Inclusive, essa nave ficou por quase 3 minutos em cima deles e de seus amiguinhos. Ele sempre conta esse fato. O aparelho não fazia barulho de absolutamente nada. Milhares de pessoas na época viram esse objeto aqui em Manaus.”

José Carlos:

“Vi muitos comentários de pessoas duvidando desse fato, mas como o próprio cidadão fala, não foi só ele que viu, e sim milhares de pessoas na época, e eu fui um deles. Se eu tivesse que relatar a coisa mais extraordinária que já vi na vida com certeza seria isso. Os comentários questionam muito sobre fotos, filmagens, etc. Eu também tenho esses mesmos questionamentos, mas foi notícias durante vários dias. Quem pesquisar direitinho vai encontrar esse assunto e um suposto vídeo, mas quando você tenta abrir diz que o vídeo não está mais  disponível. Posso afirmar que  o que vi naquela noite foi lindo, inexplicável, nunca visto antes, magnífico, arrepiante… aquela imagem que observei por uns 10 a 15 minutos ficaram gravadas em minha memória pra sempre. Tinha 10 anos na época. Hoje tenho 58. Hoje vendo imagens de cometas acho bem coerente a possibilidade de ter sido um, e de coração se foi um e algum dia voltar a passar novamente, gostaria que todos vissem, principalmente meus netos que já contei com detalhes e ficaram maravilhados. Obrigado pra quem leu e torço que se algum dia voltar, quem leu possa ver e se maravilhar com o fenômeno. Grato”.

Edmilson Simões:

“Eu sou testemunha viva desse acontecimento em Manaus.” 

Ele também disse:

“Teve sim fotografia. Jornal A Notícia.

Morava em Petrópolis, bairro próximo ao quartel PM, rua Benjamin Constant.”

Dan Nobre:

“Eu era menino (entre 10 ou 11 anos). Me lembro perfeitamente deste episódio. Foi cedo da noite, por volta das 20h00.”

Pastor Márcio Silva (relato sobre seu pai):

“Meu pai disse que essa história é real. Ele já tem mais de 60 anos”.

Thiago Rafael:

“Meu Deus ! No meu bairro ! Esse fato todos contam aqui”.

Alex Lee:

“Sou de Manaus e já me confirmaram essa história.”

Jimmy Albuquerque (Developer):

“Esse mesmo fenômeno aconteceu exatamente nessa mesma data em Manaus ! Foi visto pela minha sogra, minha mãe e meu pai ! Um OVNI gigantesco também ficou parado uns 30 minutos nos céus da cidade ! Emitia rajadas de luzes e era negro. Existem reportagens e várias testemunhas ainda vivas!”

João Dantas Cigano:

“Tinha 14 anos e na época foi muito comentado no bairro em que eu morava. Depois disso, houve outro fato: desta vez de uma nave de cerca de 1 metro de envergadura com seres minúsculos no interior, semelhantes a bonecos, mas vivos. Alguns vizinhos que trabalhavam na Feira da Banana testemunharam que viram. O que vi, aliás, todos viram, foram halos de luz que se alongavam e diminuíam, como se estivessem pulsando, ao redor do sol”.

Carlos Alberto Ferreira Caboclo: 

“Eu também vi. Uma tarde eu estava saindo do trabalho na Getúlio Vargas às 16 horas.”

Ele também disse:

“73 ou 74, não lembro bem.

Era grande que não deu pra ver o formato, mas deixava uma cauda de luz alaranjada e esverdeada e não passou tão alto. As pessoas que estavam nas imediações da Getúlio Vargas e J Nabuco. Todos viram às 4 ou 5 da tarde.”

Aline Dávila Semencio (relato sobre sua avó):

“Tia Irismar, foi em 74 que a vovó e o vovô também viram em Manaus?”

Thiago Henrique da Silva (relato sobre sua avó): 

“Nesse avistamento em massa, minha avó morava na beira mar em uma palafita. Conta ela que ao escutar gritos de desespero da vizinha, foi averiguar e havia alguma coisa sobre o rio o qual assustou a vizinha. Foi no mesmo dia e um pouco antes do avistamento de um OVNI pelos alunos da Escola Técnica na avenida Sete de Setembro.”

Agradeço a importante contribuição de DANIEL SILVA que me passou grande parte desses relatos e com o qual tenho contato no facebook.

Fica aqui mais essa matéria… continuamos buscando dar visibilidade a esse importantíssimo caso. Se alguém mais tem testemunho para dar comente, contribua. Se tiver relatos e experiências pessoais que não quer expor, mande para meu e-mail:

guyana.luis@hotmail.com

hobes777@gmail.com

PREDADOR


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
AmazonasManausovniOVNI Hojeufo
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.