Passatempo perigoso: procurar evidências de ETs no lado oculto da Lua

Tempo de leitura: 3 min.

Dizem que no lado oculto da Lua, que nunca é visível da Terra, ocorrem constantemente alguns processos incomuns, que não são explicados por causas naturais, mas pela atividade de uma mente alienígena.

[ATENÇÃO: Não há comprovação da veracidade de alguma ou todas as informações constantes neste artigo, o qual é publicado aqui meramente para cumprir a missão do OH.]

A pirâmide é claramente artificial. (Veracidade não comprovada.)

Os astronautas ocasionalmente encontram fenômenos difíceis de explicar quando se trata da Lua.

O astronauta Buzz Aldrin disse uma vez que viu “algo não identificado”. Quando ele junto com Armstrong e Collins se aproximaram pela primeira vez do satélite da Terra, eles viram um brilho incompreensível na vigia. Aldrin acredita que isso era apenas a luz do Sol refletida. No entanto, os teóricos da conspiração afirmam unanimemente que ele viu um OVNI! Aldrin falou de forma enigmática porque ele não podia falar diretamente sobre alienígenas – a NASA proíbe tais discussões e os próprios governos supostamente já estão se comunicando secretamente com alienígenas.

Nas imagens de satélite da superfície do lado oculto da Lua, os ovniólogos veem tudo: as bases lunares dos humanoides e até seus cemitérios.

Vale a pena notar que se vê de tudo no espaço, inclusive coisas incompreensíveis. Mas, na verdade, essas coisas muitas vezes são lixo, fragmentos de foguetes, satélites – em geral, vestígios de atividade humana, e de forma alguma alienígenas.

Os astronautas em órbita terrestre muitas vezes relatam à Terra que veem objetos não identificados, mas isso não significa que estamos falando de naves alienígenas. No entanto, os ovniólogos aproveitam essas mensagens e provam fervorosamente que isso é exatamente o que são.

O caso de George Graham

Em meados de 2018, o famoso ovniólogo George Graham morreu de parada cardíaca. Ele dedicou os últimos 35 anos de sua vida tentando trazer a liderança da NASA para “água limpa”. Um estudo escrupuloso de imagens da Lua e de Marte permitiu ao pesquisador escocês coletar toda uma coleção de fotografias com objetos óbvios feitos pelo homem.

Em 2014, ele publicou um arquivo de 130 imagens de Marte, que incluíam, entre outros, restos de edifícios antigos, ruínas, objetos semelhantes a fósseis e entradas para a cavidade interna do planeta. Após a publicação, o ovniólogo recebeu várias ameaças anônimas contra ele, mas continuou seu passatempo favorito, a Lua.

Objeto feito pelo homem na lua.

Seu colega, Jerome Clark, compartilhou uma foto tirada enquanto observava a Lua. Ele capturou um objeto longo (cerca de 200 metros) em forma de charuto que literalmente voou para o satélite da Terra. Mais tarde, depois de comparar as datas e horários, Graham ficou surpreso ao encontrar uma imagem da NASA, que provavelmente era o mesmo OVNI.

Grande OVNI em forma de charuto.

Em 2016, George Graham anunciou que em breve publicaria um novo lote de imagens que provariam que ele estava certo sobre a liderança da NASA. Em maio do mesmo ano, o ovniólogo sobreviveu a uma tentativa de assassinato. Depois disso, ele constantemente alugou acomodações em diferentes cidades e até países. Ele não conseguiu publicar as fotos.

No entanto, ele divulgou pequenos artigos nos sites de seus colegas, onde era possível ver estranhos objetos feitos pelo homem na superfície da Lua. Além disso, esses dispositivos apenas apareciam periodicamente na superfície do satélite e depois desapareciam novamente. Muito provavelmente, essas instalações pertencem a uma civilização que existe nas profundezas da Lua.

O solo no satélite da Terra é poroso e fácil de cavar para ir fundo e construir um abrigo lá. Talvez até cidades inteiras! Em meados da década de 1970, astrônomos americanos e soviéticos avançaram a teoria sobre a estrutura oca da Lua. Se isso for verdade, então George Graham pode estar certo – a Lua é habitada por alguém.

Em junho de 2018, pouco antes de sua morte, o ovniólogo gravou uma mensagem dizendo que estava sendo seguido, e todo o seu arquivo estava em um local isolado. Quando for encontrado, o público entenderá que a NASA não é confiável.

É difícil comentar de alguma forma sobre tais declarações. É difícil dizer se o pesquisador estava realmente na sombra ou se isso foi um movimento para chamar a atenção.

Seus colegas acreditam que ele foi liquidado, pois chegou perto de algum tipo de pista sensacional. Além disso, os conhecidos de George ainda tentam em vão recriar seus movimentos ao redor do planeta nos últimos anos de sua vida para encontrar o arquivo coletado pelo pesquisador. Há uma opinião de que os agentes da NASA ou da CIA conseguiram, o que significa que não será publicado ao público.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

alienígenasconspiraçãoGeorge GrahamNASAOVNIsUFOs
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.