Meteoro cruzou o céu de Goiás na noite de sábado (9)

Tempo de leitura: < 1 min.

Um meteoro cruzou o céu do estado de Goiás, Brasil, na noite de sábado (9). De acordo com o site G1 de notícias da região, clarões, explosão e tremores foram registrados em cidades como Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis…

Captura de vídeo do momento que o meteoro cruzava o céu em Goiás.

Ainda de acordo com o G1, o diretor do grupo de astronomia Plêiades do Sul, Ary Martins, disse que o meteoro passou pelo céu de forma lenta e a cerca de 80 ou 90 km de altura.

“Foi um meteoro acima da média de brilho. Ele gerou dois flashes de luz e foi seguido de um estrondo. Ainda não é possível afirmar, mas pelas características, há uma possibilidade de meteoritos, que são pedaços menores dele, terem sobrevivido e atingido o solo.”

Veja abaixo um tuíte do usuário @Astronomiaum, mostrando o meteoro ao cruzar o céu sobre o estado de Goiás:

Feliz da pessoa que encontrar um grande pedaço deste meteoro, pois poderá render para ela um bom dinheiro.

Colaboração: Lênio

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
astronomiaBrasilGoiásmeteoroOVNI Hoje
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.