7 lugares no nosso sistema solar onde a vida pode existir

COMPARTILHE COM A GALÁXIA:
Tempo de leitura: 2 min.

A presença de formas de vida alienígena preocupa a humanidade há muitos séculos. Atualmente, há também uma busca ativa por formas de vida biológica em outros corpos cósmicos.

Encélado, uma das luas de Saturno, é forte candidato a conter vida. Ilustração: NASA.

Um grupo de cientistas estadunidenses conduziu um estudo durante o qual identificaram sete locais no sistema solar nos quais a vida pode existir. Os cientistas publicaram os detalhes do trabalho científico no portal arXiv.org.

Lá é relatado que os astrônomos desenvolveram um critério pelo qual identificaram os objetos espaciais do sistema solar como sendo adequados para a existência de formas biológicas.

Os cientistas chamaram a escala condicional de Índice de Habitabilidade Microbiana (de sigla em inglês, MHI). Nele, os cientistas levaram em consideração alguns processos físicos, cujas características são aproximadamente semelhantes às da Terra.

No total, seis parâmetros foram incluídos no critério, a saber: pressão, acidez, temperatura, salinidade ionizante e radiação ultravioleta. Em seguida, os cientistas analisaram os tipos de ambientes semelhantes aos da Terra.

De acordo com as características obtidas, os cientistas estudaram objetos e corpos espaciais no sistema solar.

Os planetas Marte e Plutão se enquadram nos requisitos descritos, assim como a presença de vida é presumida nas luas de Saturno Encélado e Titã, e nas luas de Júpiter Europa, Ganímedes e Calisto.

Os cientistas observaram que Encélado tem mais “chance” para o desenvolvimento da vida. Os próximos no “topo” são Marte e Europa.

(Fonte)


E eu aposto que se realmente forem investigar a fundo, irão encontrar vida (mesmo que sendo somente microbiana) em muitos outros locais do nosso sistema solar. Por exemplo, o planeta Saturno possui 82 luas e somente um punhado delas foi “levemente” examinado.

A vida em todo o Universo pode ser regra e não exceção.

…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar. Cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

As doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Edward Vaz Jr. ||| Silas Raposo ||| Franklin Viana ||| Karin Gottert ||| Leopoldo Della Rocca

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portante aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
COMPARTILHE COM A GALÁXIA:
CalistoEncéladoEuropaGanímedesMarteOVNI HojePlutãosistema solarTitãvida extraterrestre
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.