Mais esclarecimentos sobre a suposta testemunha do Caso Varginha

Tempo de leitura: < 1 min.

Ontem, foi publicado aqui no OH um vídeo do canal João Marcelo onde o próprio fala sua descoberta de que a suposta testemunha do Caso Varginha não teria servido o exército durante o período daquele misterioso evento.

depositphotos

Como era de se esperar, o artigo causou reações a favor e contra as declarações de João Marcelo, com pessoas até dizendo que o exército teria forjado o registro do recruta para acobertar o caso.

Assim, João Marcelo decidiu fazer um segundo vídeo esclarecendo ainda mais a questão.

Veja:

Para mim, após assistir o vídeo, me parece ainda mais comprovado que a suposta testemunha realmente não serviu o exército naquela data, até devido à sua data de nascimento.

Vale notar que se fosse apresentado aqui ou no vídeo de João Marcelo qualquer documento com informações pessoais a respeito do cidadão que alega ter sido testemunha, pela nova lei geral de proteção de dados, estaríamos cometendo crime.

Mas é claro, se alguém tiver informações contraditórias ao que João Marcelo declara em seu vídeo, será muito bem-vindo a comentar aqui e até mesmo mostrar as provas ao contrário. Aliás, até mesmo o próprio João Marcelo me disse que se coloca à disposição para debater a questão, seja com quem for.

Em tempo: Obviamente o OH está aberto para um posicionamento do Edison Boaventura Jr., caso ele queira.

Enquanto isso, seguimos em busca da verdade, seja ela qual for…

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
Caso VarginhaJoão MarceloOVNI Hojetestemunha militar
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.