Lua: Indícios de construções e complexos industriais

Tempo de leitura: < 1 min.

De acordo com muitos pesquisadores e com base em fotos publicadas pela NASA, nossa Lua parece abrigar várias estruturas anômalas, que podem muito bem ser de origem artificial.

Um desses pesquisadores é Isaías Balthazar da Silva, que já publicou um livro quanto a este respeito e possui um blog onde ele constantemente posta fotos que podem estar mostrando essas “anomalias”. Ele tem pesquisado essas fotos por 11 anos e diz que não para de se surpreender com o que ele encontra.

Em seu blog você poderá encontrar inúmeras fotos mostrando essas anomalias em potencial.

É uma pena que as fotos disponibilizadas pela NASA estão em baixa resolução, mas ainda assim em muitas delas pode-se ver possíveis estruturas artificiais. Provavelmente a agência espacial possui fotos em resolução muito mais alta do que a que ela libera ao público.

De qualquer forma, contra a corrente principal que declara tudo ser pareidolia, seguimos em busca da verdade.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

estruturas artificiais na LuaIsaías Balthazar da SilvaLuaOVNI Hoje
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.