Astrofísico diz que cientistas precisam parar de procurar por ETs

Tempo de leitura: 2 min.

Pode ser a hora de cientistas entusiastas por alienígenas “pendurarem as chuteiras”.

É o que diz o astrofísico Paul Sutter, que em uma nova coluna do site Space.com insiste que a busca por vida inteligente entre as estrelas chegou ao fim – embora, ele argumenta, isso também não significa que estejamos sozinhos no universo.

Sutter escreveu:

“Os humanos escanearam e vasculharam os céus em busca de sinais de outras civilizações avançadas do universo e não encontramos nada. Absolutamente nada. Então, talvez não devêssemos estar tão focados na vida inteligente, mas em qualquer tipo de vida.”

A ideia principal por trás da busca por inteligência extraterrestre (SETI), Sutter agued, baseia-se na teoria de que “a vida inteligente deveria ser mais fácil de detectar do que a vida normal, não inteligente, porque criaturas inteligentes são capazes de realmente fazer sua presença conhecida”.

Sutter disse:

“Mas algo neste argumento está errado. Ou a vida inteligente não é tão comum quanto esperávamos ou não é tão detectável quanto poderíamos esperar. De qualquer forma, não parece que o SETI dará frutos tão cedo.”

Resta, disse ele, tornar mais ampla a busca por sinais de vida no céu, levando em conta bioassinaturas que poderiam sugerir vida menos avançada em mundos distantes.

Ele continuou:

“Nossa primeira evidência de vida fora da Terra assumirá a forma de um movimento em uma linha em uma trama, nos dizendo que as criaturas vivas alteraram dramaticamente o equilíbrio de seu planeta natal. A vida não inteligente pode não ser tão comum quanto a vida inteligente (embora, verdade seja dita, não temos ideia de como qualquer uma delas é), mas criaturas simples ainda são capazes de se fazer notar.”

E afinal, um alienígena é um alienígena, não importa o quão pequeno seja.

(Fonte)


Mas nem todos os cientistas dizem que não encontramos vida lá fora – bem, neste caso vida microbiana. Lembre-se que cientistas da própria NASA insistem que vida microbiana já foi encontrada em Marte.

E quanto à procura por vida inteligente, realmente é muito difícil enquanto os cientistas se limitarem a procurar por ela através da escuta de ondas de rádio vindas de outras civilização, como o SETI tem feito por meio século.

Porém, ainda há esperança para a ciência, com iniciativas tais como o Projeto Galileo, que irá estudar o fenômeno OVNI aqui mesmo no nosso planeta.

Assim, Sr. Paul Sutter, discordo que devemos parar nossa procura por vida extraterrestre inteligente. Ela está lá, e possivelmente também ao nosso redor aqui mesmo no nosso planeta.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

USE O CUPOM OVH10 E GANHE 10% DE DESCONTO!

ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.