NASA: “Humanos assentarão nas luas de Saturno e Júpiter”

Tempo de leitura: 2 min.

Cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, na Califórnia, estão prevendo que a humanidade poderia se tornar uma espécie de múltiplos mundos em um período de tempo muito mais curto do que se poderia imaginar.

Crédito da imagem ilustrativa: depositphotos

E o tempo está passando, como argumenta a equipe em um artigo publicado em julho.

O artigo diz:

“Começando com o desenvolvimento e implantação das primeiras armas nucleares perto do final da Segunda Guerra Mundial, a humanidade entrou em uma ‘Janela do Perigo’ que não será fechada com segurança até que colônias robustas fora do mundo se tornem uma realidade.”

Os cientistas ainda argumentam:

“Nossas descobertas sugerem que as primeiras missões tripuladas por humanos a pousar em Marte, em objetos selecionados do Cinturão de Asteroides e nas luas selecionadas de Júpiter e Saturno podem ocorrer antes do final do século XXI.”

No século XXIII, poderíamos chegar ao fim do Sistema Solar e, no final do século XXIV, poderíamos começar a viajar para outros sistemas estelares. É um experimento mental inovador que ilustra a importância dos humanos encontrarem um lar longe de casa – um sentimento mantido por muito tempo pelo CEO da SpaceX, Elon Musk.

E sem um forte impulso para o espaço profundo, eles argumentam, a humanidade poderia estar condenada.

Eles escrevem:

“Um programa de exploração espacial agressivo e sustentável, que inclui a colonização, é, portanto, visto como crítico para a sobrevivência a longo prazo da raça humana.”

Os cientistas muitas vezes levantam a hipótese de um “Grande Filtro”, fazendo com que civilizações inteligentes continuem se voltando para a auto-aniquilação.

É uma resposta possível ao paradoxo de Fermi. Essa teoria, apresentada pelo Prêmio Nobel Enrico Fermi em 1950, chamou a atenção para a falta de evidências claras de vida extraterrestre, apesar do número incompreensível de estrelas e planetas no universo conhecido.

E em um nível prático, a humanidade está enfrentando várias ameaças existenciais, incluindo guerra nuclear, mudança climática e, claro, a ameaça de mais um patógeno se espalhando pelo globo. E isso sem mencionar os impactos de asteroides, supervulcões em erupção ou inteligência artificial em fuga.

Pode haver uma solução óbvia: dar o fora da Terra.

Mas quanto tempo isso levaria? Para chegar a uma resposta, ou pelo menos a uma estimativa, a equipe da NASA analisou os números.

Em vez de levar em consideração todo conhecimento humano possível sobre o cosmos, uma tarefa hercúlea, a equipe decidiu definir o poder de computação – o número de processadores em um único microprocessador para ser preciso – o que poderia eventualmente nos permitir viajar para o distantes alcances do espaço e estabelecer colônias fora do mundo.

Quanto mais poder de computação, melhor estaremos em desenvolver o tipo de tecnologia que nos permitirá embarcar em missões no espaço profundo.

A conclusão deles: poderíamos pousar os primeiros humanos em Marte em 2038 e no Cinturão de Asteroides por volta do ano 2064. E poderíamos chegar a Proxima Centauri, o sistema estelar vizinho mais próximo, em 2254.

A equipe concluiu:

“Ao criarmos pelo menos uma, e de preferência múltiplas, colônias autossustentáveis ​​e geneticamente viáveis ​​fora do planeta, a humanidade pode garantir sua sobrevivência a longo prazo das calamidades naturais e humanas que ameaçam a vida na Terra.”

(Fonte)


Na década de 60, Stanley Kubrick e Arthur C. Clarke já imaginavam em seu filme “2001: Uma odisseia no espaço” que a humanidade já estaria viajando pelo nosso sistema solar na virada daquele século. Infelizmente isto não aconteceu. …Mas será mesmo que não aconteceu?

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

USE O CUPOM OVH10 E GANHE 10% DE DESCONTO!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
colonização espacialhumanidadeJúpiterNASASaturnoviagem espacial
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.