NASA: Asteroide vai passar tão perto que pode colidir com satélites da Terra

Tempo de leitura: 2 min.
Crédito da imagem: NASA

Um asteroide aproximadamente do tamanho da Torre Eiffel passou pela Terra – e os cientistas da NASA dizem que seu próximo sobrevoo em 2029 pode resultar em uma colisão com satélites em órbita.

Na sexta-feira à noite, o asteroide 99942 Apophis (em homenagem ao deus do caos e demônio egípcio antigo) chegou a 16 milhões de quilômetros da Terra, de acordo com o Insider. Embora seja uma distância confortável, os cientistas da NASA dizem que vai chegar a 31 mil quilômetros do planeta na próxima vez em que vier em 2029. Isso é muito perto, muito menos do que a distância entre a Terra e a Lua – e está perto o suficiente para potencialmente colidir com satélites de comunicação de alta altitude.

Se você estiver um pouco impaciente para ver como isso pode acontecer, a NASA lançou uma animação mostrando o quão perto Apophis chegará de nosso planeta:

Oportunidade para a Ciência

Quando o asteroide foi inicialmente descoberto em 2004, alguns pesquisadores calcularam que ele poderia realmente impactar a Terra em 2029. Isso pode explicar seu nome estranho.

Felizmente, a NASA agora diz que ele passará sem tocar o planeta – e realmente fornecerá uma chance de coletar dados valiosos do asteroide.

Marina Brozović, cientista de radar do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, Califórnia, disse:

“A aproximação do Apophis em 2029 será uma oportunidade incrível para a ciência. Vamos observar o asteroide com telescópios ópticos e de radar. Com observações de radar, podemos ser capazes de ver os detalhes da superfície com apenas alguns metros de tamanho.”

O Apophis tem 340 metros de largura (aproximadamente três campos e meio de futebol), o que o torna tão grande quanto a altura da Torre Eiffel.

Ele é tão grande e o sobrevoo estará tão perto que aqueles que estão no chão serão capazes de testemunhar a olho nu. Ele estará mais próximo da Terra por volta das 18h00 ET (19h00 horário de Brasília) em 13 de abril de 2029, cruzando o oceano Atlântico em apenas uma hora. Em algum ponto, ele percorrerá toda a extensão da Lua cheia em um único minuto e ficará tão brilhante quanto a Ursa Menor.

Essa distância será capaz de fornecer aos cientistas ampla oportunidade de estudá-lo e coletar dados sobre sua composição. Enquanto isso, o resto de nós fica grato por não termos que enviar Bruce Willis e uma equipe de perfuradores de petróleo para tentar explodi-lo para nós.

(Fonte)


Estou muito mais tranquilo agora que a NASA afirmou que o Apophis não vai atingir a Terra🙄:

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
Apophisasteroideastronomiacolisão de asteroidesatélites
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.