Água começa a ser negociada em mercados futuros de commodities

Tempo de leitura: 2 min.
Crédito da imagem: depositphotos.com

A água, base da vida na Terra, começou a ser negociada no mercado futuro de commodities na segunda-feira devido à “escassez” desse bem, cujo preço agora vai flutuar como o petróleo, ouro ou trigo, relatou o CME Group.

O Nasdaq Veles California Water Index, com o ticker NQH2O, é baseado em um indicador de preços futuros de água da Califórnia que hoje estava sendo negociado a cerca de US$ 486,53 por acre-pé, uma medida de volume comumente usada em Estados Unidos equivalente a 1.233 metros cúbicos.

O preço da água na Califórnia dobrou no último ano segundo esse indicador e com a maior escassez desse bem, junto com o ar fundamental para a vida, a chegada da matéria-prima ao mercado vai permitir, segundo especialistas, uma melhor gestão dos riscos futuros ligado a este bem.

Agricultores, fundos ou municípios poderão se proteger ou especular diante das mudanças no preço da água.

Segundo o CME Group, os novos contratos vão permitir uma melhor gestão do risco associado à escassez de água e fazer uma melhor correlação entre a oferta e a procura nos mercados.

Embora o índice seja baseado nos preços das principais bacias hidrográficas da Califórnia, onde a escassez do líquido aumentou, esse valor pode ser usado como referência para o resto do mundo nos mercados de água.

Esses contratos futuros não exigem entrega física de água e são puramente financeiros, com base no preço semanal médio das cinco principais bacias hidrográficas da Califórnia até 2022.

O novo índice não terá de recorrer a uma estimativa ‘a olho’ do seu preço futuro, mas sim a quais são as expectativas dos principais players deste mercado.

A China e os Estados Unidos são os principais consumidores de água do mundo e, de acordo com as Nações Unidas, 2 bilhões de pessoas vivem em países com sérios problemas de acesso à água, enquanto nos próximos anos dois terços do planeta poderão sofrer com a escassez de água e milhões de pessoas ser deslocado.

A exploração excessiva deste recurso pelo setor primário, indústria e consumo humano, bem como as alterações climáticas, têm levado a que este recurso se torne cada vez mais escasso.

(Fonte)


Lentamente no início, mas agora de forma mais acelerada, o jogo segue seu roteiro.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
águamercados futurosracionamentoTerra
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.