NASA vai pagar para empresas extraírem minérios na Lua

Tempo de leitura: 2 min.


A NASA lançou na quinta-feira (10) um esforço para pagar empresas que queiram minerar recursos na Lua, anunciando que compraria delas rochas, sujeira e outros materiais lunares enquanto a agência espacial dos EUA busca estimular a extração privada de recursos externos cobiçados para seu uso.

A iniciativa, que visa empresas que planejam enviar robôs para minerar recursos lunares, é parte do objetivo da NASA de definir o que Bridenstine chamou de “normas de comportamento” no espaço e permitir a mineração privada na lua de maneiras que poderiam ajudar a sustentar futuras missões de astronautas. A NASA disse que vê os recursos minerados como propriedade da empresa, e que os materiais se tornarão “propriedade exclusiva da NASA” após a compra.
Reuters

Ambições extraterrestres

Em maio, a NASA preparou o palco para um debate global sobre os princípios básicos que governam como as pessoas viverão e trabalharão na Lua, divulgando os princípios principais do que ela espera que se torne um pacto internacional para a exploração lunar, chamado Acordos Artemis. Isso permitiria que as empresas possuíssem os recursos lunares que exploram, um elemento crucial para permitir que os contratantes da NASA convertam o gelo da lua em combustível de foguete ou minem minerais lunares para construir plataformas de aterrissagem.

Salto lunar gigante

Sob a iniciativa divulgada na quinta-feira, a NASA ofereceu a compra de quantidades limitadas de recursos lunares e pediu às empresas que apresentassem propostas. Sob contratos cujos termos variam, uma empresa de mineração na Lua coletaria rochas lunares ou solo para vender à NASA sem ter que trazer os recursos de volta à Terra.

Mike Gold, chefe de relações internacionais da NASA, disse à Reuters:

Este é um pequeno passo para os recursos espaciais, mas um salto gigante para a política e precedentes.


Joanne Gabrynowicz, ex-editora-chefe do Journal of Space Law, disse em uma entrevista:

Eles estão pagando a empresa para lhes vender uma pedra de sua propriedade. Esse é o produto. Uma empresa tem que decidir por si mesma se vale a pena correr o risco financeiro e tecnológico de fazer isso a fim de vender uma pedra.

(Fonte)

Colaboração: Lênio


n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Luamineração lunarNASA
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.