Sete irregularidades, as quais sugerem que nossa Lua é artificial

Tempo de leitura: 3 min.

Embora já tenhamos coberto este assunto no OVNI Hoje em outros artigos, é bom dar uma nova olhada nos dados que circulam na Internet sobre a possibilidade da Lua ser um satélite artificial, pois este assunto sempre traz calorosas trocas de ideias na área de comentários

Apesar das missões Apolo terem trazido de volta grande quantidades de dados sobre a Lua, esta ainda permanece um enigma para os astrônomos e cientistas. O Dr. Robert Jastrow, o primeiro presidente da Comissão de Exploração Lunar da NASA, chamou a Lua de “A Pedra de Rosetta dos Planetas“.

Mas o que há sobre a Lua que fascina a todos? Bem, há muitas pessoas que acreditam piamente que a Lua na verdade tenha sido um lugar artificialmente construído, uma peça de engenharia que possui uma camada exterior de 4,8 quilômetros de espessura, com poeira e rochas. Abaixo desta camada, eles acreditam que a Lua possua uma casca dura de aproximadamente 32 quilômetros, feita de materiais altamente resistentes, como titânio, mica, e neptúnio 237. Definitivamente elementos que você não esperaria encontrar “dentro” da Lua.

Há muitos ovniólogos ao redor do mundo, os quais especulam que a Lua na verdade seja uma base artificial gigante, onde os extraterrestres pesquisam o progresso da raça humana.

Há tantos mistérios sobre a Lua que algumas pessoas propuseram que ela poderia ser algo totalmente diferente.

Robin Brett, um cientista da NASA, declarou, “Parece ser mais fácil explicar a não existência da Lua, do que sua existência”.

Há 7 irregularidades, as quais sugerem que a Lua tenha sido projetada e poderia ser uma base oca gigantesca:

1) A Lua parece ter sido projetada.

Em novembro de 1969, a NASA intencionalmente arremessou o módulo lunar contra a Lua, o que causou um impacto equivalente à uma tonelada de TNT. As ondas de choque se ampliaram e os cientistas da NASA relacionaram o que estava acontecendo na Lua.  Estranhamente, após o impacto, os cientistas disseram que a Lua soou como um sino e a reverberação continuou por trinta minutos.  De acordo com Ken Johnson, supervisor do departamento de controle de dados e fotos, a Lua não somente soou como um sino, mas toda lua ‘balançou’ de forma tão precisa, que foi “quase como ela tivesse um amortecedor hidráulico gigantesco dentro dela“.

2) A Lua possui elementos que não deveria estar lá.

Na década de 1970, Mikhail Vasin e Alexander Shcerbakov, da Academia Soviética de Ciências, escreveram um artigo chamado “Seria a Lua a Criação de uma Inteligência Alienígena?”  O artigo era muito interessante e postulava algumas importantes questões. Como é possível que a superfície da Lua seja tão dura e por que ela contém minerais como o titânio?  Misteriosamente, descobriu-se que há algumas rochas lunares, as quais possuem METAIS PROCESSADOS, tais como latão, mica e os elementos urânio 236 e neptúnio 237, que até então nunca haviam sido encontrados em forma natural.  Todavia, há traços deles na Lua.  O urânio 236 é um resíduo de processamento nuclear radioativo, que é encontrado em desperdícios e reprocessamento de urânio.  O mais interessante ainda é que o neptúnio 237 é um elemento metálico radioativo e um subproduto de reatores nucleares e da produção de plutônio.  Você deve perguntar: O que está acontecendo com a Lua?  De onde vieram estes elementos e minerais?

3) A Lua não possui um núcleo sólido

Diferentemente de outros objetos planetários, a Lua não possui um núcleo sólido. Os pesquisadores estão quase que 100 por cento seguros de que a Lua seja na verdade oca, ou possui um interior com a densidade muito baixa. Estranhamente, as concentrações da massa da Lua estão localizadas numa série de pontos logo abaixo de sua superfície.

4) A Lua é mais velha do que a Terra

Nossa Lua é diferente de qualquer outro satélite descoberto em nosso sistema solar.  Os pesquisadores sabem que a Lua tem 4,6 bilhões de anos e que este fato levanta muitas questões.  Isto significa que a Lua é mais velha do que a Terra por aproximadamente 800.000 anos, de acordo com cientistas.

5) Órbita incrível

A Lua é o único satélite planetário do sistema solar que possui uma órbita estacionária circular quase perfeita. É fato que a Lua não gira como um corpo celeste natural.  Em outras palavras, nossa Lua não compartilha quaisquer características com outras luas encontradas em nosso sistema solar. E se isso não fosse o suficiente, de qualquer ponto da superfície do nosso planeta, somente um lado da Lua é visível. O que a Lua está escondendo?

6) Rochas lunares e titânio

Há algumas rochas lunares que contêm 10 vezes mais titânio do que as rochas na Terra que são ricas com este metal.  Aqui na Terra, usamos o titânio em jatos supersônicos, submarinos e espaçonaves.  Isto é inexplicável.  O Dr. Harold Urey, ganhador do Prêmio Nobel de Química disse estar “terrivelmente intrigado pelas rochas que os astronautas encontraram na Lua e pelo seu conteúdo de titânio“.  As amostras foram inimagináveis e intrigantes, já que os pesquisadores não puderam explicar a presença deste metal.

7) Posição precisa

Se todos os pontos acima não fizeram você pensar de forma diferente quanto a Lua, aqui estão algumas coisas mais interessantes sobre ela.  O que está mantendo a Lua numa posição quase perfeita?  A Lua possui altitude, trajetória e velocidade quase precisas, a permitindo de funcionar apropriadamente com relação à Terra.

Colocado de forma simples, a Lua não deveria estar onde está atualmente.  Tudo aponta para a possibilidade de que a Lua tenha sido colocada na sua posição atual, num passado distante.  Sua órbita não natural e composição irregular levantam centenas de questões que nem os cientistas da NASA, nem os astrônomos ou geólogos são capazes de responder hoje.  Apesar de todos os esforços para compreenderem o satélite “natural” da Terra, a verdade é que possuímos muito pouca informação sobre a origem e propósito da Lua.

O que você acha que a Lua seja?  Uma ocorrência natural quase perfeita, ou as origens da Lua superam a compreensão humana?

(Fonte)


Embora a Lua possa não ser artificial, como muitos afirmam, há um número de evidências por lá que parecem mostrar estruturas artificiais. Assim, mesmo se em sua totalidade ela não for artificial, a Lua precisa ser melhor explorada para sanarmos de uma vez por todas essas dúvidas levantadas por fotos obtidas pela própria NASA e por agências espaciais de outros países.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

USE O CUPOM OVH10 E GANHE 10% DE DESCONTO!

ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS TAMBÉM INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
AlienígenaartificialidadeextraterrestreLuaOVNI Hojesistema solar
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (1)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Pólux 88

    Ela é muito ”perfeitinha”. Nesse caroço, tem angu.