Elon Musk atrapalhou o programa espacial russo

Tempo de leitura: 2 min.

Exceto por comentários abrasivos ocasionais e outras insinuações, a relação entre a NASA e a agência espacial russa Roscosmos permaneceu relativamente respeitosa, mesmo diante da tensão internacional entre os dois países. Mas se uma entrevista coletiva no sábado for uma indicação, o CEO da SpaceX, Elon Musk, não está se saindo bem no quesito diplomacia.

Elon Musk atrapalhou o programa espacial russoElon Musk à esquerda/Dmitry Rogozin à direita.

Primeiro, alguma história de fundo. Em 2014, o chefe da Roscosmos, Dmitry Rogozin, brincou que os EUA poderiam “entregar seus astronautas à ISS usando um trampolim” – uma referência a como os EUA tiveram que confiar nos foguetes russos para lançar astronautas no espaço desde 2011.

Mas a partir de sábado, a NASA começou a ter uma opção nova e mais barata: SpaceX. E Musk não pôde deixar de dar um cutucão.

Musk disse durante uma conferência, horas depois que a sonda Crew Dragon de sua empresa levou com sucesso dois astronautas da NASA em órbita:

O trampolim está funcionando.

Musk acrescentou:

É uma piada interna.

Roscosmos subestimou a conquista histórica da SpaceX. Seu porta-voz, Vladimir Ustimenko, disse:

Realmente não entendemos a histeria provocada pelo lançamento bem-sucedido de uma espaçonave Crew Dragon. O que deveria ter acontecido há muito tempo aconteceu.

Rogozin já havia acusado a SpaceX de minar injustamente a concorrência. Ele escreveu em um tweet de abril:

Em vez de uma concorrência honesta no mercado por lançamentos espaciais, eles fazem lobby por sanções contra nós e usam o dumping de preços com impunidade.

Rogozin também disse a respeito de sua agência espacial, que ele descreveu como sendo uma resposta ao dumping por empresas americanas financiadas pelo orçamento dos EUA:

Estamos trabalhando para baixar os preços em mais de 30% nos serviços de lançamento para aumentar nossa participação nos mercados internacionais

Para Musk, a razão pela qual a SpaceX poderia prejudicar a concorrência de maneira tão significativa era simples, a qual ele citou num tweet de abril:

Os foguetes SpaceX são 80% reutilizáveis, os deles são 0%. Este é o problema real.

(Fonte)


Deixando as acusações de lado, esta se trata de uma guerra entre muitos demônios e poucos anjos. Será que a Rússia não faria o mesmo se a posição fosse invertida?

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
Dmitry RogozinElon MuskNASARoscosmosSpaceX
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.