Entrevista com médico que teria feito a autopsia o “ET de Varginha”

Tempo de leitura: < 1 min.

Teria o Dr. Konradin Metze, autopsiado o “ET de Varginha“?

Captura de vídeo da entrevista.

No vídeo abaixo, do canal João Marcelo, você encontra uma entrevista na íntegra com o Dr. Metze, da UNICAMP, onde ele [spoiler] nega ter feito tal autópsia.

Mas, como o próprio João Marcelo me informou em troca de mensagem, O doutro nos conta algumas coisas muito curiosas. Por exemplo, ele não descarta que o caso Varginha foi real e também acredita na existência de vida extraterrestre.

Veja:

O Dr. Metze parece falar com muita confiança e reflete muita credibilidade.

De qualquer forma, o caso Varginha realmente é muito intrigante e conturbado, o que abre as portas para muita desinformação.

O fato do médico negar ter feito a autópsia, ou mesmo visto o ET de Varginha, não significa que algo misterioso não tenha ocorrido em 20 de janeiro de 1996 na cidade de Varginha.

Infelizmente, talvez nunca saberemos o que realmente ocorreu por lá naquele dia.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

autopsiaDr. Konrandin MetzeET de VarginhaOVNI Hoje
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.