O encontro com OVNI no céu do Irã, em 1976

Tempo de leitura: 3 min.

Com a situação no Oriente Médio estando agora em pauta, mais especificamente no Irã, vamos relembrar aqui de um avistamento de OVNI super interessante, que ocorreu sobre a capital daquele país, Teerã, em 1976.

Apesar da maioria dos vídeos de OVNIs (99%) colocados na Internet ser forjada por pessoas querendo seus 15 minutos de fama, e 95% dos relatos de avistamentos serem casos de má interpretação das pessoas que viram objetos mundanos, como aviões, balões, etc., com base nos casos inexplicáveis presenciados por pilotos militares e até mesmo pela ciência e pelas próprias agências espaciais, não há como contestar que estamos sendo visitados por objetos com tecnologia muito além da nossa. 

Mas, ao contrário do que a Internet possa fazer parecer, os avistamentos fidedignos de OVNIs hoje são em número muito menor do que há, digamos, 20 anos.

Sempre me perguntei o porquê disso, mas a resposta para mim é muito clara:  Se você possuísse a tecnologia para visitar e estudar um mundo retrógrado distante, com a missão de estudá-lo e somente interferir com a cultura lá instaurada quando estritamente necessário, e com o passar do tempo os habitantes desse mundo tivessem desenvolvido armamentos que poderiam te vaporizar no céu com mais facilidade do que anteriormente, você não tomaria as devidas precauções para se proteger, tais como um sistema de camuflagem tão desenvolvido que o faria parecer invisível a olho nu, e até mesmo aos radares? Você não diminuiria sua exposição aos perigos agora emergentes?

Isso seria o que eu faria, afinal flechas, lanças, ou mesmo balas de chumbo são fáceis de repelir. Mas quando se trata de mísseis com sensores de todos os tipos, hiper rápidos e altamente destrutivos, ou ainda raios laser cortantes, que o alcançarão em uma fração de segundo, a história se torna um pouco mais complicada e outras medidas devem ser tomadas. Agora eu não poderei mais me exibir como fazia anteriormente.

Mas este foi só um pensamento que passou pela minha cabeça com explicação para este decréscimo dos avistamentos reais. 

Pode ser que eu esteja redondamente enganado sobre o porquê das coisas. Contudo, o que não se pode negar é que aqueles que realmente pesquisam poderão encontrar milhares de registros sobre esses misteriosos objetos e também de encontros com sua tripulação; documentos estes não só de civis, mas também militares e governamentais, pelo mundo todo.

Em um artigo publicado aqui no OVNI Hoje há algum tempo, foi falado a respeito de uma reportagem publicada na revista Combat Aircraft Monthly sobre encontros da Força Aérea Iraniana com OVNIs nos céus daquele país. Lendo pela Internet, encontrei um caso detalhado que ocorreu naquele país em 1976, o qual pode entrar no rol dos relatos verídicos.

Veja:

Um caso de uma invasão de espaço aéreo por um OVNI ocorreu em Teerã, no Irã, em setembro de 1976. No dia 19 daquele mês, a Força Aérea Iraniana começou a receber chamados de cidadãos reportando um objeto anormal, não identificado, nos céus daquele país.

O oficial da Força Aérea de plantão, telefonou para o Vice Comandante de Operações o informando da situação e pedindo por orientações de como lidar com a situação. Ele sabia que não havia aeronaves voando naquele momento que poderiam justificar os estranhos relatos.

Primeiramente, Yousefit pensou que os cidadãos agitados estavam simplesmente vendo estrelas, ou o planeta Vênus, porém após mais relatos chegarem, ele decidiu conferir por si mesmo.

Quando conferiu o objeto, ele viu imediatamente que não se tratava de uma estrela. O objeto era muito maior e muito mais brilhante. Então, ele tomou a decisão de enviar um caça F-4 da Base Aérea de Shahrokhi para dar uma olhada mais de perto no objeto. A aeronave decolou da pista à aproximadamente 1h30 naquela madrugada.

O avião foi em direção ao enorme objeto brilhante, que estava a uns 100 km deles. Aproximadamente na metade do caminho, o avião começou a ter problemas de comunicação.

Os instrumentos ficaram tão afetados, que o piloto teve que regressar para Shahrokhi. Quando o F-4 mudou sua trajetória, os instrumentos e a comunicação foram repentinamente restaurados.

Outro F-4 foi despachado, numa tentativa de identificar o OVNI. Quando o segundo jato se aproximou do objeto, foi obtido contato por radar. Os membros da tripulação declararam que o tamanho do objeto no radar era similar ao de um jato 707.  O tamanho real do objeto foi impossível de ser determinado visualmente, devido ao brilho do mesmo.

O jato se aproximou do OVNI.

Por um instante, o F-4 diminuiu a distância entre ele e o OVNI, mas mesmo voando acima de Mach 1, de repente o OVNI se distanciou do F-4.  Esta incrível velocidade foi confirmada pelo radar do jato e também visualmente.

O piloto do F-4 não conseguiu alcançar o OVNI, mas o seguiu por algum tempo, viajando a altíssima velocidade pelo céu.

A tripulação do jato disse mais tarde que o OVNI tinha o que pareciam luzes estroboscópicas colocadas em alinhamento retangular. As luzes alternavam entre vermelho, azul, verde e laranja.

Eles também ficaram espantados em ver outro pequeno objeto sair do OVNI maior.  Tanto o jato, quando os OVNIs, agora estavam voando ao sul de Teerã.

O objeto menor voou em linha reta diretamente para o F-4, se movendo à uma velocidade incrível.

Temendo por sua vida e pela do co-piloto, o piloto apontou um míssil AIM-9 ao objeto que se aproximava, mas quando o fez, o painel de controle do armamento simplesmente desligou, e ele perdeu toda a comunicação. A única ação que pôde ser tomada foi a de tentar evitar a colisão com o OVNI, ou armamento, que se aproximava.

O objeto seguiu brevemente o avião em seu mergulho, mas então retornou para o OVNI maior. Todas as funções do jato foram novamente retomadas à medida que o OVNI deixou o avião para trás.

Nunca houve uma explicação plausível sobre o caso.

Os membros da tripulação declararam que o OVNI se movia em velocidades incríveis e que tinha a capacidade de desabilitar os instrumentos dos aviões.

(Fonte)

Infelizmente, como mostrado na tragédia recente quando uma aeronave de passageiros foi abatida por um míssil iraniano, também aquele país tem o hábito de atirar primeiro para perguntar depois.

E este é somente um caso, embora pouco conhecido, dentre os inúmeros casos documentados de encontros de OVNIs com aviões militares de países pelo mundo todo.

Muitos céticos afirmam que os OVNIs sejam somente fruto de imaginações férteis, mas se, antes de se gabarem como donos exclusivos da verdade, deixassem sua preguiça de lado e realmente investigassem os documentos disponíveis sobre assunto, logo, se forem honestos consigo mesmos, mudariam de opinião.

O fato é que estamos sendo, e por milhares de anos temos sido, visitados por algo que ainda não foi totalmente explicado. E isto, até mesmo Alexandre O Grande constatou.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
Força AéreaIrãovniOVNI Hojeufo
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (64)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • DARKBIRD

    É questão de tempo sabermos da verdade.Nenhuma verdade vai ser enterrada.
    O óvni que surgiu no Irã é um de inúmeros que aparecem todos os anos.Sempre haverá novos casos sem explicação,e a questão é quando e quem vai testemunhar isso.
    Atualmente,está sendo mais difícil esconder provas,mesmo com toda a estrutura para esconder a verdade.
    Mais e mais pessoas portam aparatos tecnológicos.Mais pessoas observam luzes ou objetos desconhecidos no céu.Mais pessoas abrem a mente para as possibilidades.
    Mais pessoas passam a desconfiar.Mais pessoas vivenciam eventos ou acontecimentos ufológicos.

    Mais pessoas acreditam.

    Como eu disse antes,só questão de tempo para sabermos.

    Do lado dos alienígenas,eles se preparam para as mudanças,e se eles tiverem mesmo a vontade de se revelar ao mundo,eles mesmos é que devem também estarem preparados.

  • Maneco

    Certa vez li em um fórum sobre aviação militar que os alvos captados em 1986 em SP, no evento que conhecemos como “A Noite Oficial dos Ovnis” eram caças americanos F-117As fazendo testes secretos de furtividades e que devido a disparidade tecnológica entre esses caças e os Mirages e F-5 da FAB foi criado todo este evento, pois os vetores nacionais sequer conseguiam visualizar as novas naves americanas e muito menos as acompanhar pelo espaço aéreo. Poderia sr isso verdade?

    • Marcelino

      Improvável, arriscado, pois teriam que ser vários caças, e o F117A foi apresentado oficialmente em 1993, um risco de um combate aéreo num país amigo, com vários caças ultrassecretos só se o Pentágono estivesse doido, varios objetos se alinharam em formação com um dos caças com manobras que não condiziam com um aeronave militar e houve contato visual, Será que os nossos pilotos não saberiam identificar um jato a sua frente! Outra a forma dos objetos não condiziam com o formato do F117A, não imagino um F117A luminoso!

      • DARKBIRD

        Além de serem enormes,tendo o tamanho de um jato 747 quando foram vistos nos radares.

        • Marcelino

          Fui no site da NSA (bisbilhoteira) hoje de manhã, baixar os arquivos do caso do OVNI do Irã para postar aqui e não achei! Eles tiraram do site este caso? Nos docs relatava que o caso detalhado foi levado em comunicação oficial ao chefe maior das forças armadas , ao gabinete do presidente na Casa Branca, logo nos dias seguintes aos acontecido! Sinal que o caso foi real e que a CIA e Pentágono estavam interessados nele mais ainda que aquele UFO não era made in USA! Há não ser que os americanos detenham uma frota tão secreta, mas tão secreta que nem o comando das forças armadas daquele país sabe que existe! Isso seria a mesma coisa que admitir que existe um governo oculto dentro do governo dos EUA que possui um complexo industrial-militar oculto até dos comandantes militares!

          • Cau

            Marcelino não adianta bater na cabeça dura de descrentes, mesmo vendo, sentindo, sendo usados e abusados eles acreditariam. Continue escrevendo para os que sabem que existem e têm fome de notícias e informações, porque para o resto é dar murro em ponta de faca!!!!!

    • ctemplarios

      A velocidade que os Objetos desenvolveram e sumiram entre as estrelas são incompatíveis com qualquer caça moderno.

  • Jam

    Bela postagem, imaginamos quantos casos incríveis estão engavetados.
    .
    Quem se lembra daquele cara (AZAZEL8867) que surgiu no Youtube, falando que tinha um “LIVRO” da antiga União Soviética. Onde seus argentes catalogaram uma série de dados sobre diversos “Seres Extraterrestres”. Este livro que depois foi encontrado numa região da Rússia.
    .
    MAS PARECE QUE O TAL LIVRO CONTÉM (IMAGENS DE OVNIS) MEIO QUE RECENTES…
    .
    o livro tem bastante imagens, desenhos de OVNIs, fotos de OVNIs e conta com ilustração das supostas “58 RAÇAS” alienígenas falada por Azazel nos vídeos:

    Olhem essa: o engraçado (O ET e Vargina esta no livro como raça AKART) – Acart, lembrou o nome do planeta visitado pelo sr. ARTUR BERLET (http://www.4shared.com/office/0_ex7wqn/Acart.html)
    .
    Link para o Livro – DEVE TER SIDO EDITADO PELO AZAZEL: http://en.calameo.com/read/002667888b58fe4b9c77d
    .
    Quem quiser conferir – não esta para download – apenas on-line…

    • Jam

      * Já ia esquecendo que no livro –>>>> falasse sobre os “The Invisibles (Invisíveis)”, mas não há imagens deles – porque estão invisíveis, claro. Kkkkkkkk…

    • Vagner Figueira

      Amigo nesse livro diz q seres foram vistos novamente em varginha em 2002 isso procede?

      • Jam

        Eu dúvido muito… Não sei no que se baseia as idéias dele para afirmar isto no livro. No mínimo, para ele ter este tipo de informação: alguém deveria lhe passar tudo, deveria ser gente de pesquisa governamental, no acaso é difícel de aceitarmos.

    • emsj

      Dei uma “folheada” no livro e li que o ET de Varginha foi entregue aos EUA em troca de bilhões de dólares. Sendo os EUA um potência mundial (pelo menos por enquanto) e o Brasil governado por corruptos, não duvido nada de que seja verdade.

      • Hannah

        Por quê os EUA pagariam “tanto”, seja lá pelo o que for, se eles mandam nisso aqui?! Alguém já viu assaltante pagar pelo que cobiça?! Simplesmente vieram, pegaram os ETs e se mandaram, tanto quanto procederam de modo equivalente relativo à Operação Prato.

      • Jam

        Ele se baseou no que disseram muitos pesquisadores que o tal “ET de Varginha” teria sido levado para os EUA, após ter ficado paa exames em Campinas-SP. Ele deve ter lido muito sobre este caso, foi isso e só.
        .
        Há um tratado entre os dois países muito forte com relação aos ETs, lembro de uma leitura num livro ou artigo (NÃO LEMBRO ONDE). Quando foi criado o Majestic (M-12), o presidente pediu que fosse criado uma divisão para se fazer presente no Brasil. Porque? Porque será heim???
        .
        Como diz o Tony (acho que foi ele) a viagem do astronauta brasileiro ao espaço foi para cumprir esta dívida dos Americanso com o Brasil pela entrega do eT de Vrginha (MG)..
        .
        Vai saber –>>> Né???

        • mago53

          Foi levado p Campinas, examinado pelo legista vigarista Badan Palhares (o mesmo do caso PC Farias e do nazista Josef Mengele ), depois levado p EUA , talvez na A 51 !

          • Jam

            È isso mesmo, Mago53.

      • Jam

        Valeu, Mystery

    • pedrohgl18

      Acabei de ler o livro, baixei hoje e tive que devora-lo. hahahaha

      realmente é um relato impressionante do sr. Artur, e o fato de aparecerem algumas tecnologias que ele descreve mesmo o ocorrido tendo sido em 1958.

      mas algumas coisas são estranhas que notei: primeiro o fato de dizer que o planeta Acart fica há 60 milhoes de km da terra, pois esse planeta deveria ser marte, ou então alguma forma de viagem que tenha apenas essa distancia.
      mas outra coisa que achei bem estranha: é o fato dele dizer que planejam se mudar para terra, pois com a tecnologia que eles tem, com certeza deveriam ter capacidade de achar outros planetas parecidos com a terra, tendo em vista que nós mesmos já achamos alguns.

      e uma pergunta que ficou faltando foi: Há quanto tempo eles já nos visitam.

      de qualquer forma o livro é muito bom, recomendo a leitura.

      • Jam

        Pois é, eu também -> só tenho Marte em mente para os 60 milhões de km. Se não cuidarmos bem – podem tomar.
        .
        E outra coisa que chamou a atenção foi o fato dele (ARTUR)) ter morrido de medo da filha do chefe máximo daquele mundo (muito engraçado a narrativa dele), kkkkkkk.

  • Valdeci

    Outro evento que diminuiu significantemente são as abduções, quase não se vê mais relatos de abduzidos principalmente da ultima década para cá.
    É bem possível esse raciocínio estar certo, assim após o incidente de Roswell, a cada década que se passa os alienígenas vem tomando mais cuidado em suas visitas, pois já não é mais tão simples assim entrar e sair do planeta terra sem passaporte.

  • A n u n n a k i

    Conheci uma pessoa que é fã do Alex Collier. Sabe tudo sobre ele. Segundo o que essa pessoa repassou, muitos países são controlados por facções alienígenas. Facções rivais que lutam pelos seus interesses. Todos os conflitos que vemos entre os países, são de influência direta das facções agindo nos bastidores. O Irã, que é um país odiado por muitos, até hoje não foi destruído, porque há uma facção poderosa defendendo-a. Justifica também, o fato desse países e outros, encararem numa boa as situações envolvendo seus caças e os OVNIS. Parece que as forças armadas sabem de tudo e por isto que agem de forma natural, como se perseguir um OVNI fosse igual a uma perseguição de nave conhecida.

  • Nathankiss

    Os EUA, sempre usaram outros países pra testar aviões militares, todo tipo de equipamento de guerra, com consentimento dos governos ou não, como é segredo militar, a população fica sem explicação, ou seja são óvnis.
    http://www.youtube.com/watch?v=wopZxCzKFrM

  • Marcelino

    E quem testa aviões secretos ou ultrassecretos dentro do terrítorio dos EUA onde a própria força aérea norte-americana e os comitês de investigação não sabem do que se trata?

      • Marcelino

        Bolas de luz maiores do vênus se provarem que um caça stealth se parecessecom isso?

        • mago53

          Stealth estão sempre apagados, são chamados de invisíveis e algo iluminado não pode ser invisível ! Serão detectados !

      • Pi

        Muito bom Marcelino.

      • Cau

        Marcelino, não eram aviões, OVNIs, ou outra coisa, eram balões meteorológicos que se desgarraram do espaço aéreo americano e vieram parar no espaço aéreo brasileiro, principalmente no corredor São Paulo Rio de Janeiro. Eles se enroscaram na calda de aviões comerciais que saem dos EUA e veem para o Brasil. São brilhantes porque têm luzinhas dentro deles!

        Parece piada que um acontecimento dessa envergadura e na época que aconteceu seja encarada como experiência de OVNIs americanos sendo testados no Brasil. É só contando estorinhas como fiz no início!!!!!

    • Nathankiss

      Já ouviu um ditado que diz: ¨Pra enganar os inimigos é necessário enganar primeiros os amigos.¨

      • Marcelino

        Se pesquisares verás que aviões a jato não poderiam ser:
        O SR 71 Spirit com esse dados

        Velocidade máxima 3.700 km/h
        (Mach 3,5
        Alcance 5.800 km
        Teto máximo 26.000 m

        Comprimento 32,74 m
        Envergadura 16,94 m
        Altura 5,64 m
        Área (asas) 167,2 m²

        Pelo relatado não poderia ser grande demais!

        o F117 A e o F-117 Nighthawk

        Comprimento 20.09 m
        Envergadura 13.20 m
        Altura 3.78 m
        Área (asas) 73 m²

        Velocidade máxima 1230 km/h para o Nighthawk

        F117 A, sua velocidade máxima era de 993 km/hora

        Como num dos relatórios o piloto diz que perseguiu o alvo até atingir mach 1.2 ( 1468 km/hora) por vários minutos e ainda assim o alvo se afastou cada vez mais rápido e sumindo do radar de bordo?
        Terímaos que arrumar outra aeronave secreta para explicar o caso pois estas duas acima não foram!

  • nilton

    BOA TARDE,bem esses comentarios sao otimos para baixar a crista dos ceticos,pq he evidencia demasiada no planeta inteiro e de acordo com a ciencia e conhecimento vai se desvendando as coisas.um abraco a todos fui…………i.i……………………………………….

    • Marcelino

      Para sair do blog e cuidar da vida me despeço arrematando:
      A tese de que todos os OVNIs legítimos seriam experiências militares não se sustenta diante da casuística ufológica mundial ao longo dos anos:

      Afirma-se que apenas dois por cento dos casos de OVNIS são reais. Se apenas 1 % de todos os casos forem de OVETs , só levando em consideração o Blue Book com 12618 casos investigados em 18 anos, isso já daria 126.18 casos inexplicáveis de Óvnis legítimos, são 7 casos desses por ano em média.
      O Blue Book foi uma farsa e o número de casos a nível mundial é muito maior se fizermos um levantamento nos últimos 66 anos!

      Se considerássemos que apenas dois por cento dos casos de OVNIS no mundo são inexplicados e que apenas meio por cento desses casos são de objetos desconhecidos pela Ciência terrena, ainda assim teríamos um número absurdo de ocorrências que não permitiria serem enquadradas como aviões secretos ou drones ou holografias ou sei lá o quê! Aja projeto secreto no mundo para tanto!

      Me baseio no fato que os cientistas do projeto Blue Book e sua continuação o Relatório Condon não tiveram acesso a todos os registros de casos registrados pelas forças armadas daquele país, e ainda assim o número de casos inexplicados segundo o comitê de cientistas, sem chance de erro na investigação foi de mais de 5% de ocorrências!
      Esses dados oficiais seriam suficientes para que há mais de quarenta anos qualquer academia científica reconhece-se que OVNIs existem e que não podem ser explicados como fenômenos naturais ou aeronaves e projetos militares absolutamente , portanto, teriam que ser pesquisados a sério!
      Mas a desinformação sempre venceu, fazendo dos homens de ciência tolos diante do fenômeno OVNI ,enganados pelos governos tanto quanto os cidadãos incultos ou analfabetos! Eis a verdade!

      • LuaPequena

        Boa tarde Marcelino !
        Você vai sair do blog em definitivo ou só enquanto resolve sua vida ?
        Você faz falta !
        Um grande abraço e um grande beijo fraternos , caro irmão !
        Espero tornar a lê-lo !

        • Marcelino

          Cuidar da vida… filhos…esposa.. trabalhos… contas…contas… contas… contas…

          • Cau

            Cuidado para não ser abduzido pelas contas. Essas sim fazem mais mal que todos os ETs da galáxia!!!!!!

            Boa tarde LuaPequena, foi muito bom encontrá-la!!!!

            • LuaPequena

              Bom dia Cau !
              Desculpe não ter respondido ontem, mas tem dias que não dá pra ver tudo e ontem foi um desses !
              É sempre um prazer ler seus cometários !
              Estou meio triste por saber que o Marcelino se ausentará do Blog!
              PENA!
              Um grande abraço caríssimo !

              • Cau

                Que nada Luinha, de você, que brilha mais que Venus, não há desculpa, é um prazer sempre ler seus comentários, mesmo que sejam para dar um bom dia/noite, como para todos os que aqui comentam!!!! 😆

                Felicidade completa!!!

          • vulgo07

            …mas vê se não some, né… 😉

            abç

          • Hannah

            Some não, Marcelino!… Vc falou em “cuidar da família”?! Ora, tendo vindo aqui vc passou a ter mais uma, e “semo nóis”! 🙂

          • Marujo

            Cada um sabe de si …
            Mas, quem sabe, com uma “reengenharia” (otimizando tempos e movimentos), não sobre espaço para manter a tua importante participação por aqui. Pensa nisso, parceiro!

            • Marcelino

              Ainda estou aqui, só por hoje ainda, mas não vou sair de vez não! É que vou precisar me concentrar esta semana num trabalho importante! Sem drama!

              • Marujo

                UÊBAAA!!!!

                • LuaPequena

                  Bom dia Marujo !
                  IDEM !
                  Abração !

              • serlon

                que seja feliz nesta jornada irmão e que volte com as forças renovadas para que possa nos presentear com a sabedoria que você sempre teve.

          • LuaPequena

            Bom dia Marcelino !
            Como dizia Gonzaguinha: ” ´É a vida! É bonita e é bonita !”
            Vai a luta !
            Abração !

      • mago53

        É uma perda muito grande sua saída Sobrinho, seu empenho em informar e tirar dúvidas do pessoal daqui é de se admirar, mas sua vida e de sua família é mais importante. Sei q vai dar a volta por cima, vc é inteligente e estaremos te esperando ! Abçs e Boa Sorte Marcelino !!!

        • BiGBanG

          Concordo em gênero, número e grau com o mago

          Abraço Marcelino.

    • n3m3

      Obrigado M3NIS.

  • mario martin

    Então podemos dizer que já existiu um stress com os Ets, ou seja, quase que agente começou uma gerra com eles…
    Esses Ets são gente boa hein…

  • viniciussenasantos

    @agnaldo2012  kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… teoria da conspiração ridícula!

  • viniciussenasantos

    @agnaldo2012  Nibiru é uma fantasia esotérica.

  • viniciussenasantos

    @agnaldo2012  está na hora de crescer e parar de acreditar em infantilidades.