Primeiro crime no espaço? NASA investiga astronauta por possível crime na ISS

Tempo de leitura: 2 min.


Uma batalha de divórcio entre pessoas do mesmo sexo na Terra parecem ter chegado à Estação Espacial Internacional.

Anne McClain (Image: NASA)

Um pequeno crime para a humanidade pode levar a uma investigação gigante para a NASA. A agência espacial dos EUA está investigando o que pode ser o primeiro crime cometido no espaço exterior.

De acordo com o The New York Times, a NASA está examinando uma alegação de que um astronauta acessou indevidamente a conta bancária de sua ex-esposa da Estação Espacial Internacional.

A astronauta Anne McClain é acusada de roubo de identidade e de acessar indevidamente os registros financeiros privados de sua esposa, enquanto estava em uma missão de seis meses a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS), segundo a reportagem.

A esposa de McClain, Summer Worden, apresentou uma queixa à Federal Trade Comission – FTC de Comércio de que McClain havia cometido roubo de identidade, apesar de não ver qualquer indicação de fundos transferidos ou gastos.

Worden, uma ex-oficial de inteligência da Força Aérea, apresentou a queixa no início deste ano depois de saber que McClain havia acessado sua conta bancária sem permissão. A família de Worden apresentou outra queixa com o Escritório do Inspetor Geral da NASA, segundo o jornal.

Enquanto isso, o advogado de McClain disse que a astronauta não fez nada de errado e acessou os registros do banco enquanto estava na ISS para monitorar as finanças combinadas do casal – algo que ela havia feito durante o relacionamento. O advogado disse que McClain estava monitorando a conta para garantir o bem-estar do filho de Worden, que eles vinham criando, usando a mesma senha para acessar a conta que ela tinha durante todo o relacionamento.

Investigadores da NASA entraram em contato com as duas mulheres, segundo o jornal.

McClain, que retornou à Terra em junho, ganhou fama por ser uma das duas mulheres escolhidas para uma caminhada histórica só feminina, mas a NASA descartou a caminhada planejada em março devido à falta de roupas espaciais bem ajustadas, provocando acusações de sexismo.

Worden disse que a FTC não respondeu ao relato de roubo de identidade, mas que um investigador especializado em casos criminais com o Escritório do Inspetor-Geral da NASA está investigando a acusação, de acordo com o Times.

A dupla casou em 2014, e Worden pediu o divórcio em 2018, depois de McClain acusá-la de agressão – um movimento que Worden argumentou foi parte de tentativas de longa data de McClain para obter a custódia de seu filho. Poucos meses depois, McClain foi ao espaço e, em seguida, Worden descobriu o acesso à conta bancária, informou o jornal.

(Fonte)


Aqui está sua dose de fofoca para hoje, neste caso, “fofoca espacial”.

Nada a ver diretamente com o tema do OH, mas já que aconteceu no espaço, por que não informar você?

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
crime espacialdivórcioEstação Espacial InternacionalISS
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.