Sonda recém chegada em Marte manda suas primeiras fotos para Terra

Tempo de leitura: 2 min.

A espaçonave InSight da NASA, a primeira sonda robótica projetada para estudar o interior profundo do Planeta Vermelho, pousou com segurança na superfície de Marte na segunda-feira. A sonda agora enviou a imagem da paisagem deserta enquanto a poeira levantada por sua chegada ainda está se estabelecendo em torno da espaçonave.

Nesta primeira imagem enviada, a câmera ainda tinha sua capa de proteção contra poeira instalada. Foi só um teste de funcionamento da câmera. Crédito: NASA

A foto foi capturada pela Câmera de Implantação de Instrumento (IDC) da InSight, que é encontrada no braço robótico da sonda. No fundo está Elysium Planitia, uma grande planície localizada no equador do planeta.

A primeira foto de Mars da InSight mostra a poeira salpicada na capa transparente de proteção contra poeira que estava sobre a câmera. A sonda deve tirar mais fotos do local de pouso e enviá-las de volta à Terra, onde os cientistas as usarão para decidir onde a sonda deve colocar seus instrumentos.

InSight, a primeira missão a estudar o interior profundo de Marte, decolou da Base Aérea de Vandenberg na Califórnia Central em 5 de maio de 2018.

A InSight contém instrumentos-chave que foram contribuídos por várias agências espaciais europeias.

O Centro Nacional de Estudos Espaciais da França (CNES) fez o instrumento de Experiência Sísmica para a Estrutura Interior (SEIS), o elemento chave para a detecção de terremotos.

Foto obtida sem a capa de proteção contra poeira. Crédito: NASA

O Centro Aeroespacial Alemão (DLR) forneceu uma toupeira auto-martelante que pode se enterrar cinco metros na superfície – mais do que qualquer instrumento anterior – para medir o fluxo de calor.

O Centro de Astrobiologia da Espanha fez os sensores de vento da espaçonave.

Juntos, esses instrumentos estudarão processos geológicos, disse Bruce Banerdt, principal investigador da InSight no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

Ao contrário do jipe-sonda Curiosity, a Insight não poderá se mover em Marte. Mas usando um conjunto de instrumentos e um braço robótico de dois metros de comprimento, ela perfura até 5 metros abaixo da superfície em seu local de pouso, Elysium Planitia, uma planície ampla que tem sido chamada de ‘o maior estacionamento de Marte’.

(Fonte)


n3m3

FotosInSightMarteNASAsonda
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.