Planeta desgarrado é descoberto fora do nosso sistema solar

Tempo de leitura: < 1 min.
Imagem ilustrativa.

O objeto enorme tem 12,7 vezes a massa de Júpiter e um campo magnético 200 vezes mais poderoso.

A sua detecção pelo Very Large Array (VLA) da National Science Foundation marca a primeira vez que um objeto de massa planetária fora do nosso sistema solar foi detectado por um radiotelescópio.

O termo ‘desgarrado’ se refere ao fato de existir no espaço interestelar e não orbitar uma estrela-mãe.

Melodie Kao, líder do estudo, disse:

Este objeto está bem na fronteira entre um planeta e uma anã marrom, ou ‘estrela falida’, e está nos dando algumas surpresas que podem potencialmente nos ajudar a entender os processos magnéticos, tanto nas estrelas, quanto nos planetas.

Conhecido como SIMP J01365663 + 0933473, o objeto tem apenas 200 milhões de anos – tornando-se um jovem em comparação com o Sol – e está situado a 20 anos-luz da Terra.

Kao ainda disse:

Este objeto em particular é emocionante porque estudar seus mecanismos dínamo magnéticos pode nos dar novos visões sobre como o mesmo tipo de mecanismos podem operar em planetas extra-solares – planetas além do nosso sistema solar.

Achamos que esses mecanismos podem funcionar não apenas em anãs marrons, mas também em planetas gigantes e terrestres gasosos.’

(Fonte)

Colaboração: Lênio, Michael Ribeiro


Há muita surpresa ainda esperando lá fora para ser descoberta.

n3m3

astronomiacosmologiaplanetassistema solar
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.