Exopolitics Portugal organiza mais uma conferência em Caldas da Rainha

Tempo de leitura: < 1 min.

Olá amigos de Portugal! Um excelente evento será realizado em vosso país:

Painel da Série “Extraterrestres” Canal Historia em Conferencia

A Exopolítica Portugal organiza mais uma conferência em Caldas da Rainha, com o mote da aclamada série do Canal de História, “Extraterrestres”.

Apresentado por Filipe Maia, representante do Grupo Exopolítica Portugal para a  Zona Centro, o evento contará com a participação de quatro académicos: Joaquim Fernandes, Paulo Gali Macedo, Raul Berenguel e Francisco Mourão Corrêa, juntos irão abordar alguns temas da série.

No ano de celebração do centenário das aparições marianas de 1917 em Cova da Iria, Joaquim Fernandes falará da sua investigação, conduzida em conjunto com a falecida Fina D’Armada tendo como linha condutora relatos oficiais da época.

Tendo sido alvo de interesse por parte do Canal de História, o certo é que o episódio sobre o tema, e para o qual Fina D’Armada deu o seu contributo, acabaria por ser “censurado”, nunca tendo sido mostrado na televisão. Venha saber porquê!

Viagens no tempo, serão possíveis? Serão estes visitantes o ser humano do futuro? Paulo Gali Macedo irá explicar.

O que são Cabelos de Anjo? Têm alguma relação com objectos voadores não identificados?

E que sistemas propulsão serão utilizados por estes “visitantes”? Raul Berenguel tentará esclarecer.

O que é a Exopolítica? Quais as suas ramificações e áreas de estudo?  E qual o seu papel numa mudança de paradigma e sociedade emergente? O Coordenador do Grupo Exopolítica Portugal, Francisco Mourão Corrêa, responderá a todas essas questões.

A não perder. 2 de Dezembro, 17h no Pequeno Auditório do Centro Cultural e Congressos em Caldas da Rainha. Entradas livres.

-Exopolitics Portugal


Bom proveito aos que forem ao evento, que seguramente será ótimo para todos os estudiosos e curiosos sobre fenômeno dos OVNIs e da visitação extraterrestre.

n3m3

Canal de Históriaconferênciaexopolítica portugalextraterrestresHIstory Channel
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (10)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • KOALA

    Eu gostaria de ir, mas estou mais duro do que um coco.

  • PREDADOR

    Portugal tem uns casos bem interessantes de avistamento e também de abduções…. até o nosso visitante (agora sumido) sargento Ramos conheceu algumas pessoas que lhe relataram encontros com reptilianos que lhe pareceram bem convincentes…..

    • lucas wilhans

      Reptilianos São Bem Estranho O Comportamento Deles Muitas Vezes Encaram As Pessoas E Somem Do Nada Ja Vir Alguns Casos Assim Acho Pouco Estranho Pois Em Algumas Vezes Era Impossivel Tocar Neles.

      • Kaczmarczik

        pode nos dar mais detalhes sobre os casos de reptilianos que você tem notícia?

        • lucas wilhans

          Sim.Me Lembro Do Meu Amigo De Escola Foi Em 2010 Quando Eu Estavo No Ensino Médio.Ele Passou Um Tempo No Japão.Quando Voltou Falou Pra Min Que O Tio Dele Tinha Visto Um Monstro.O Meu Amigo Entrou Em Detalhes Falou Que A Tal Coisa Que O Tio Dele Falou Tinha Cabeça Achatada,Olhos Amarelos,Corpo Escamoso.Segundo Tio Dele Aquela Coisa Ficou Cara a Cara Com Ele Por 2 Minutos Depois Desapareceu No Meio Da Moita.O Meu Amigo Nunca Acreditou No Tio Dele Mais Eu Achei Interesante Mais Naquela Época Eu Não Sabia Das Raças Extras.Pra Min Devem Ser Reptilianos.

          • Kaczmarczik

            excelente relato amigo!!!! Grato por compartilhar conosco!!!!!!!!!! Com certeza pode ser uma variante dos reptilianos o que o tio do seu amigo tem visto!!!!!!!!!!!!!

  • Marcelão Meireles

    para mim essas conferencias se parecem com aquelas reunioes de pastores apenas pra arrancar grana

  • MUTLEY

    Com perdão isso é of
    O M10 se foi

  • Joao Paulo Jesus Flores

    Si pudesse eu iria, alguém pague pra me

  • Kaczmarczik

    * * * * * * * * * * * * * * * ** * * * * * Boa Noite a Todos!!! * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
    ______________ Ótimo evento em Portugal!!!!!
    * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *