Protótipo de propulsor de íon quebra recorde em teste e poderá enviar humanos até Marte

Tempo de leitura: 2 min.

Um propulsor que está sendo desenvolvido para uma futura missão da NASA para Marte quebrou vários recordes durante testes recentes, sugerindo que a tecnologia está a caminho para levar os humanos ao Planeta Vermelho nos próximos 20 anos, disseram membros da equipe do projeto.

O propulsor X3, projetado por pesquisadores da Universidade de Michigan, em cooperação com a NASA e a Força Aérea dos EUA, é um propulsor Hall – um sistema que impulsiona a espaçonave acelerando uma corrente de átomos carregados eletricamente, conhecidos como íons. Na recente demonstração realizada no Centro de Pesquisa Glenn da NASA em Ohio, o X3 quebrou recordes no máximo de potência, impulso e corrente operacional alcançados por um propulsor Hall até a data, de acordo com a equipe de pesquisa da Universidade de Michigan e representantes da NASA.

Alec Gallimore, que lidera o projeto e é reitor de engenharia da Universidade de Michigan, disse em entrevista à Space.com:

Mostramos que o X3 pode operar com mais de 100 kW de potência. Ele operou em uma enorme variedade de potências, de 5 kW a 102 kW, com corrente elétrica de até 260 amperes. Ele gerou 5,4 Newtons de impulso, que é o maior nível de impulso alcançado por qualquer propulsor de plasma até o momento “, acrescentou Gallimore, que é decano de engenharia da Universidade de Michigan.

O recorde anterior era de 3,3 Newtons, de acordo com a escola.

Os propulsores Hall e outros tipos de motores de íons usam eletricidade (geralmente gerada por painéis solares) para expulsar o plasma – uma nuvem semelhante a gás de partículas carregadas – para fora de um bico, gerando impulso. Esta técnica pode impulsionar a nave espacial a velocidades muito maiores do que os foguetes de propulsão química podem, de acordo com a NASA.

(Fonte)

Ainda não é o que esperamos em tecnologia para fazermos voos espaciais até as estrelas, mas pelo menos é uma nova visão, muito diferente dos foguetes químicos que hoje utilizamos.

n3m3

NASApropulsor de íonUniveersidade de Michiganviagem a Marte
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (17)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Abel Aureliano Seraphin Junior

    Logo logo surgirá o nosso Zefran Cochrane e vida longa e próspera

  • Kaczmarczik

    o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o Bom Dia a Todos!!! o o o o o o o o o o o o o o o o o o o
    ___________________ Devemos lembrar que quando eles fazem esses esforços por viagens interplanetárias eles não estão pensando nas pessoas comuns como nós, mas na “zelite” poderosa da Terra, logo, deixemos de lado a ilusão de que um dia nós iremos a outros planetas porque as vagas para tais viagens já estão esgotadas………………
    o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o

  • Major Tom Starman

    tudo muito lindo e maravilhoso….só que essas viagens serão só para os que foram morar em outros planetas

  • Joao Paulo Jesus Flores

    E lá vamos nós, de novo

  • 666Dark

    “Formidavel, fantástico” !! O propulsor é ótimo, o problema é o gerador da corrente que tem que ser mais ou menos do tamanho de um prédio de 3 andares e movido a gaz ! Nóis merece…

    • ptoledo

      Bem, faz parte de toda evolução tecnológica.

      Para se ter a capacidade computacional e de armazenamento de um smartphone atual de cem gramas de peso, nos anos 70 eram necessários computadores enchendo um prédio de 3 andares…

  • LuaPequena

    Boa tarde Q. H !
    Eu leio essas coisas e cada vez que leio, mais me cresce ” a pulga atrás da orelha ” !
    Não minha opinião, de ” conspiranoica “, esses projetos são para ” inglês ver “, ou angariarem recursos bilionários para a Instituição, pois há muito que já lá estão, em conchavo com outras raças Aliens.
    Afinal, o que será mais rápido ?
    Viajarem à base de motor movido à propulsão de íon ou utilizarem-se da ” boa e velha ” máquina de teletransporte ?
    Vai ver esses astronautas de hoje não gostam da ideia de se transformarem em pixels e serem reestruturados depois !
    Abraços a todos !

    • Hannah_Cat

      Eu já simplesmente adoro a idéia de teletransporte, desde que seja algo seguro; ou ainda melhor, desde que sejamos NÓS mesmos a fazê-lo, por adquirirmos ou descobrirmos em nós mesmos a capacidade de realizá-lo sem a dependência de uma máquina. Tipo assim, como a Jeannie do seriado “Jeaanie é um gênio” ou a bruxa Samantha Stephens do seriado “A Feiticeira”.
      Ah como seria bom se tivéssemos poderes mágicos não apenas de teletransporte, como a de materialização e desmaterialização, enfim criamos literalmente nossa própria realidade, a bel prazer!

      • LuaPequena

        Olá Hannah !
        Nossa !
        Adorei essa sua explanação !
        Já imaginou se pudéssemos fazer como a feiticeira ou a ” Gênia ” da garrafa ?
        Era só piscar ou mexer o nariz !
        Era ” fissurada ” nessas séries !
        Às vezes, minha mãe tinha de desligar a TV para que eu fosse fazer os deveres de casa ( escolares ), pois não conseguia ficar sem vê-las !
        BONS E IRRECUPERÁVEIS TEMPOS !
        Beijão !

        • Hannah_Cat

          Eu tenho gravado da internet alguns (não todos) episódios destas séries.
          Mas se vc se dispuser a comprá-los há deles à venda, em DVD.

          • LuaPequena

            Obrigada, Hannah !
            E desculpe se não conseguir te responder na hora, pois minha Internet hoje está simplesmente uma M³

            • LuaPequena

              Beijão !

            • Hannah_Cat

              A minha internet tb tá bugando um pouco aqui… Preciso atualizar a página para curtir os comentários, por exemplo. Isso nunca aconteceu antes, neste site.

        • Claudete da Silva Pinto

          Eu também adorava essas séries, não perdia uma!

  • LuaPequena

    Olá O. H. !
    Totalmente off topic !
    Vocês já repararam nos cavalos com bigode ?
    Simplesmente ” FELOMENAIS ” !
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!
    Abraços a todos !

  • Thiago chipset Andrey Ferreira

    e cadê o ENDRIVE?