Afinal, Nibiru existe, ou não?

Tempo de leitura: 2 min.

Respondendo à pergunta formulada no título acima, de acordo com a NASA é um “positivo” NÃO!

Mas agora (e novamente) a NASA diz que “pode” existir um planeta nos confins do nosso sistema solar, o que explicaria a oscilação das órbitas de vários dos planetas.

Veja:

Em 4 de outubro passado, a Administração Nacional de Aeronáutica e do Espaço (NASA), através de seu comunicado de imprensa, disse que o nono planeta poderia estar lá nas bordas geladas do sistema solar.

Ela disse que a presença do planeta está inclinando todo o sistema solar para um lado.

O planeta misterioso é estimado em cerca de 10 vezes maior do que o planeta Terra e provavelmente 20 vezes mais longe do Sol do que o oitavo planeta Netuno.

Konstantin Batygin, um astrofísico planetário do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), disse:

Existem agora cinco linhas diferentes de evidências observacionais que apontam para a existência do Planeta Nine.

Se você removesse essa explicação e imaginasse que o Planeta Nove não existe, então você gera mais problemas do que resolve. De repente, você tem cinco quebra-cabeças diferentes, e você deve apresentar cinco teorias diferentes para explicá-los.

Batygin, juntamente com o co-autor Mike Brown, descreveu as observações iniciais sobre a possível existência do Planeta Nove em seus trabalhos de janeiro de 2016 publicado no Astronomical Journal.

O Planeta Nove tem a capacidade de oscilar todo o sistema solar, assim como um pião sobre uma mesa, disse Batygin.

(Fonte)

Obviamente, a existência do tal Planeta Nove no sistema solar não significa que ele seja o legendário Nibiru, ou Planeta X. O que ocorre é que os astrônomos não encontram uma explicação plausível para as oscilações pelas quais o nosso sistema solar passa, e o Planeta Nove seria uma explicação que seria harmônica com a astronomia de tendência predominante.

Interessante saber também que os astrônomos já haviam publicado esta mesma notícia no ano passado, mas a NASA a publica novamente agora, possivelmente para calar a boca das várias pessoas que estão dizendo que Nibiru está prestes a aparecer no céu.

Veja a notícia que foi publicada no ano passado:

O misterioso Planeta 9 pode estar inclinando o Sistema Solar

n3m3

astronomiaNASANibiruPlaneta 9Planeta X
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (67)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Felipe

    Essa inclinação do sistema solar será que traria (ou está trazendo?) algum efeito colateral a nós?

    • Kaczmarczik

      sim, já está trazendo sim, como a mudança do eixo de rotação da Terra!!!

    • Francisco Antônio Muniz Gomez

      Com certeza vejá nosso clima e as mudanças na terra vulcanismo, terremotos, furações e tudo mais. O tempo esta voando, campo magnético perdendo força com mudança nos polos.

  • KOALA

    Eu não acredito que o planeta Nibiru existiu. O que ocorreu, supostamente, a dezenas de milhares de anos atrás, foi a visita ao nosso planeta de uma enorme nave-mãe, ocupada por uma colônia de centenas de extraterrestres que interferiram na nossa evolução.E depois, por algum motivo, foram embora. Como não era um planeta, não tem como esperar o seu retorno periódico. Eu acho que confundiram a nave-mãe com algum acontecimento astronômico do passado. Os Annunákis vieram numa nave-mãe.

    • Claudio

      Bom dia
      Concordo com seu comentário

    • Kaczmarczik

      não creio que tenha sido centenas de ExTras, mas de milhares, ou até mesmo de milhões, de ExTras naquela gigantesca nave-mãe dez vezes maior do que a Terra!!!!

    • new.ufology

      Até acredito na existência de uma ou mais de uma Nave-Mãe… bastante grande… o único problema desta teoria é que uma Nave-Mãe, por maior que seja, não pode interagir gravitacionalmente com a Terra e o Sol, e é exatamente isso o que todos nós temos testemunhado ultimamente… pode ainda não ser visto tal ou qual novo objeto astronômico, mas o rastro de influência dele sobre o equilíbrio gravitacional parece evidente para demonstrar sua existência efetiva. Uma Nave-Mãe gigante no máximo seria atraída com muita força pelo Sol e planetas devido a força gravitacional, mas ela mesma, por maior que fosse, não poderia interferir na gravidade dos objetos, porque não tem campo gravitacional ao seu redor.

      • Joao Paulo Jesus Flores

        Quem disse que a nave-mãe não possui campo gravitacional?, não podemos imaginar o que os xtras fizeram em suas naves

        • new.ufology

          Pelo contrário, o que a casuística parece demonstrar é que as naves possuem o controle gravitacional, e a tecnologia de anular os efeitos gravitacionais e inerciais do Espaço. Se gerassem campos gravitacionais, ficariam presos às forças dos planetas e estrelas, e isso não me soa lógico na análise do High Tech das naves.

          • Joao Paulo Jesus Flores

            Como não conhecemos as tecnologias xtras penso que elas poderiam gerar campos gravitacionais sem sofrer os efeitos descritos por você, não podemos duvida da capacidade tecnológica dos xtras

        • Lênio™

          Toda massa possui campo gravitacional. Mas essa nave deveria ser gigantesca (tamanho da lua por exemplo) pra fazer sentir seus efeitos aqui na Terra.
          Vai ver é uma nave mãe grávida de quadrigêmeos rsrss.

          • new.ufology

            Pela Teoria da Relatividade, uma grande massa vai produzir deformação do tecido espaço-tempo sobre o qual é inserida… mas eu acho que a gravidade vai mais além do que isso, ela precisa de um núcleo de ignição que dispare a força gravitacional ao seu suposto buraco negro nuclear, ou seja, uma situação que a Nave Mãe não reproduz… ela, como toda massa, será atraída e exercerá força G sobre o sistema que interagir, mas gerar campo gravitacional como uma reação de núcleo, eu sinceramente não creio. Uma Nave Mãe não é como um punhado grande de matéria cósmica que se aglutina e começa a gerar calor, rotação, magnetismo e movimento, ganhando força Gravitacional ao interagir com algum outro objeto.

            • Lênio™

              Li e reli sei comentário mas não sei se compreendi (fiquei realmente confuso). O campo gravitacional (deformação do tecido espaço tempo) é inerente a qualquer massa, logo essa “espaçonave” será atraída e atrairá outra massa, sem sombra de dúvida, mas óbvio que pra sentirmos seus efeitos aqui na Terra ela deveria ser enorme.
              Grande abraço.

          • Joao Paulo Jesus Flores

            não duvido nada que a nave fosse ate maior que a Lua, provavelmente ela deve ter sido construída diretamente no espaço devido ao seu pequeno tamanho rs

            • Lênio™

              Com certeza uma nave gigantesca assim seria construída a partir do espaço mesmo, senão nem sairia do planeta (com a tecnologia que temos claro rsrsrs)

      • KOALA

        A ideia da nave-mãe é uma coisa e a possibilidade de existir outro corpo celeste no nosso sistema solar como um grande planeta ou um mini sol é outra coisa. Concordo com a possibilidade de ter havido várias naves-mães.

        • new.ufology

          Sim, eu concordo com isso, com as duas coisas existentes! Só salientei o fato de que, na comparação com o suposto Nibiru, a Nave-Mãe não poderia provocar todas estas perturbações de ordem gravitacional na Terra, por maior que fosse.

    • Joao Paulo Jesus Flores

      Muito bem pensado e tenho que concordar contigo

  • santistasom

    A NASA falou não?!!!!!Então é sim.

  • new.ufology

    Acredito que não existe o NIBIRU no formato deixado pelo sr Sitchim, porém acredito firmemente – e os últimos impactos gravitacionais sobre a Terra parecem demonstrar isso – que o Nosso Sistema Solar tem sim um ou mais moradores desconhecidos, a começar por se tratar de um sistema binário, o que já está quase confirmado. Parece que a Na$a andou detectando objetos estranhos no Sistema Solar em leituras de infravermelho, mais cálculos de perturbações orbitais. Também acredito que a Na$a sempre fala mais do que sabe, pelas razões que todos nós já conhecemos, pelo que é desnecessário recordar todas elas. Enfim, acredito que em breve teremos um novo modelo de sistema solar, binário e com outros objetos em órbita, e esse novo status será infelizmente conhecido num tempo em que certos “alinhamentos” cíclicos (pelos antigos já previstos) venham a trazer impactos gravitacionais consideráveis sobre a Terra, como que numa reciclagem inevitável de um sistema que está alcançando energia máxima no encontro de seus dois sóis… e se um sistema estelar tem o seu centro de gravidade nas estrelas que o compõem, é fácil deduzir que esse mesmo sistema entra em fase de operação máxima de energia quanto mais próximas estejam suas estrelas sustentadoras, sejam elas duas ou mais…. quando então sobre o seu centro de gravidade comum opere um nível máximo de energia gravitacional a esparramar efeitos sobre os planetas, luas e asteróides do sistema como um todo. Acho que estamos nesse tempo, quando o Sol e sua companheira estão em linha de aproximação.

    • Francisco Antônio Muniz Gomez

      Sim aquelas marés recuando, são por problemas gravitacionais.

      • Gu Fontenelle

        Furacão, tornados também?

        • new.ufology

          Furacões são gerados pela rotação terrestre combinada a diferenças de temperatura, daí que podemos incluí-los também nas perturbações de ordem gravitacional, sim.

          • Francisco Antônio Muniz Gomez

            Explique isso ao Furacão Ophelia, totalmente fora do padrão.

            • new.ufology

              Exatamente, porque as forças gravitacionais no nosso planeta já não estão operando no padrão faz algum tempo.

              • Francisco Antônio Muniz Gomez

                Pode ser isso , concordo. E se for quanto mais se aproximar , maior vai ser sua influência no nosso pequeno planeta. Ainda vai acontecer muita coisa foram do natural.

      • sanduul

        isso mesmo Francisco…

  • Kaczmarczik

    o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o Bom Dia a Todos!!! o o o o o o o o o o o o o o o o o o o
    ___________________ Em 1983 dona NAuSeA já havia hipotetizado um enorme planeta nas bordas de nosso sistema solar, mas no mesmo ano negou tal afirmação. Agora vem novamente afirmar a possibilidade da existência de um gigante planeta intruso em nosso sistema solar, que parece não ser necessariamente o mítico Nibiru (ou poder ser, e não sabemos). Quem já assistiu a novela Sétimo Sentido deve lembrar da personagem Luana Camará, e dona NAuSeA age como ela: às vezes promove a possibilidade de vida em outros planetas e em seguida nega tudo o que afirma… Às vezes afirma existir o tal Planeta Nove e logo em seguida nega tudo o que afirma… Mas cada negação por parte da dona NAuSeA se torna uma confirmação de suas afirmações anteriores….
    o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o

    • Claudete da Silva Pinto

      A NASA me dá NAuSeA!

      • Kaczmarczik

        repare que as letras que destacamos em “nausea” formam a palavra NASA he he he he he hehe he he

  • Major Tom Starman

    planeta misterioso,planeta x, planeta 9, Nibirú, etc..existe sim… quem toma chá do santo daime, chá de cogumelo, fuma cigarrinho do capeta, etc..sempre consegue ver

    • Gu Fontenelle

      Kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Gu Fontenelle

    Sigo na dúvida, mas até hoje não vi nada de concreto que prova que esse planeta exista, mas vai que…

    • Francisco Antônio Muniz Gomez

      Matematicamente ele esta já alterando as orbitas dos planetas. Então é fato.

      • SENAM

        Cassia Eler- quando o 2º sol chegar…
        Abç

  • Francisco Antônio Muniz Gomez

    Só há uma mentira nisso tudo. Que não há o nono planeta. Pois aí iria de encontro a todas as mudanças planetárias acontecidas no nosso sistema solar. Já há diferença grande nas órbitas dos planetas mais externos. É inclinação anomala no nosso sistema planetário. Matemáticamente houve alteração nos dados anteriores, então senhores algo está lá fora e é muito escuro. Só no infra vermelho viram. Mudanças climáticas São mais um sinal.

  • Joao Paulo Jesus Flores

    Existe um 9 planeta no sistema solar, que está muito longe mas muito longe, e este não tem nada a ver com este bobão de Nibiru

  • 666Dark

    Verdade, o Planeta X existe e os caras só erraram por “apenas” 1000 anos quando ele vai aparecer !! Nóis merece…

  • Francisco Antônio Muniz Gomez

    Olha só efeito Nibiru, ou do 9°planeta? Aquecimento global é que
    não é. Afinal furacão não anda em zona temperada ou fria, necessita de água
    quente.
    Ophelia, incomum furacão no Atlântico
    nordeste, se dirige para Irlanda
    https://uploads.disquscdn.com/images/1e61b1e2c7dd9297c65296798c9529c0426c878e37b01b6042a9e43823483e38.jpg Serviços meteorológicos do país colocarão 5 condados em alerta vermelho nesta
    segunda. Fenômeno alcançou categoria 3 e deve se transformar em tempestade
    pós-tropical. O furacão Ophelia, que segundo os especialistas é o mais
    importante registrado tão a leste sobre o Oceano Atlântico, se dirigia neste
    domingo (15) para Irlanda e Reino Unido, provocando condições marítimas
    “perigosas”, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados
    Unidos.

  • LuaPequena

    Boa tarde O. H. !
    Se Nibiru existe ?
    E eu é que vou saber ?
    Tem que perguntar pros Annunakis !
    Afinal, eles é que moram lá !
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!
    Bom domingo e abraços a todos !

    • Hannah_Cat

      Nem eu acredito em “galinhas dos ovos de ouro”, mas preciso dos ovos para a venda, portanto não a degolemos para uma simples canja… Rsrsrsr 😛

      • LuaPequena

        EXATAMENTE, Hannah !
        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!
        Beijão !

  • Claudio

    Boa tarde
    “O 12º PLANETA” de Zecharia Sitchin – Nota do Autor
    A fonte fundamental dos versos bíblicos citados neste livro é o Antigo Testamento em seu original em hebraico. Dever-se-á ter sempre presente no espírito que todas as traduções consultadas – das quais as principais se encontram listadas no fim do livro – são apenas isso: traduções ou interpretações. Na análise final, o que conta é o que nos diz o original hebraico.
    Na versão final citada em O Décimo Segundo Planeta comparei as traduções disponíveis umas com as outras, primeiro; depois, com a fonte hebraica, e, finalmente, com os textos sumérios e acádios para trazer à luz aquela que penso ser a mais precisa tradução.
    A tradução de textos sumérios, assírios, babilônicos e hititas tem dado que fazer a uma legião de eruditos desde há mais de um século. A decifração da escrita e da língua foi seguida de transcrições, transliterações é, finalmente, traduções. Em muitas circunstâncias, foi possível escolher entre diferentes traduções ou interpretações apenas pela verificação de transcrições ou transliterações muito anteriores. Noutras circunstâncias, uma aproximação mais tardia de um estudioso contemporâneo pôde lançar nova luz sobre uma tradução mais antiga.
    A lista de fontes dos textos do Oriente Médio dada no fim deste livro abrange, assim, desde as mais antigas às mais recentes fontes e é seguida pelas publicações acadêmicas nas quais se encontraram valiosas contribuições para a compreensão dos textos.
    Z. Sitchin
    É muito difícil, eu diria impossível, chegar a uma tradução que reflita exatamente a mensagem do autor ou autores, devido a complexidade e a diversidade de INTERESSES que ocorrem em uma tradução. O correto seria, ou melhor É, aprendermos o idioma e desse modo obtermos NOSSA interpretação da narração, porem isso é ainda uma UTOPIA.
    Não acredito na existência de NIBIRU, porem acredito na existência de um 9º planeta sim no nosso sistema solar e a física, astrofísica falam sobre essa existência.

  • PALEOSETI

    Ainda bem que não vimos o Nibiru, só seus efeitos.
    Quando ele estiver visível, ninguém estará aqui pra contar a história.

    • sanduul

      kkkk isso ai

  • Tmago

    Não conseguem saber ou não querem falar s/ a existência do nono planeta ? Não sei se estou micando, mas eles acharam planetas fora do nosso sistema, não é isso ? Porque não procuram e tenham certeza do q acontece dentro do q está mais perto ? A mesma coisa acontece c a lua, olham p Marte e finge esquece-la, mas ela é estratégica p a defesa da Terra. Tbm cito q querem ocupar Marte, mas não conhecem toda a Terra, não tentam dominar as forças do planeta, etc. Algo não está correto.

    • Marcelino Melo

      E mais fácil localizar um planeta igual a Terra distante 40 anos-luz de distância do que um planeta nas proximidades da borda do nosso sistema solar. Por que? Um planeta longe é identificado quando passa a frente da luz de sua estrela ai os nossos telescópio detectam oscilações no brilho da estrela e podem através da análise do espectro da luz captada estimar o tamanho , a posição e até a composição da atmosfera do exoplaneta. O planeta nove se estiver lá estará no escuro por estar muito distante de nosso sol!
      Vai ser preciso uma varredura em diferentes espectros da luz como o infravermelho por exemplo para acha-lo. Creio eu.

  • ? Incognito ?

    Finalmente depois de anos só acompanhando, com o uso dessa nova plataforma vou poder interagir aqui.

    • Pazifico

      Seja bem vindo!

      • ? Incognito ?

        Valeu Pazifico. Espero poder expandir meus conhecimentos com o grupo e fazer novas amizades.

        • Gu Fontenelle

          Bem vindo, to recente aqui também e aprendendo muito com todos!

    • Kaczmarczik

      Seja bem-vindo!!!!!!!!!!1

  • Diana Artemis

    EXTINÇÕES DE MASSA PERIÓDICAS DA TERRA LIGADAS AO PLANETA X – DIZ PESQUISADOR

    As extinções em massa periódicas na Terra, como indicado no registro
    fóssil global, poderiam ser ligadas a um suspeito nono planeta, de
    acordo com uma pesquisa publicada por um membro do corpo docente do
    Departamento de Ciências Matemáticas da Universidade de Arkansas.

    Daniel Whitmire, um professor aposentado de astrofísica que agora
    trabalha como instrutor de matemática, publicou resultados na edição de
    janeiro da Monthly Notices of the Royal Astronomical Society que o ainda
    desconhecido “Planeta X” aciona duchas de cometas ligadas a extinções
    em massa na Terra a intervalos de Aproximadamente 27 milhões de anos.

    Embora os cientistas tenham procurado o Planeta X por 100 anos, a
    possibilidade de que seja real tem um grande impulso recentemente quando
    pesquisadores da Caltech inferiram sua existência com base em anomalias
    orbitais observadas em objetos no Cinturão de Kuiper, uma região em
    forma de disco de cometas e outros Corpos maiores além de Netuno.

    Se os pesquisadores da Caltech estiverem corretos, o Planeta X é cerca
    de 10 vezes a massa da Terra e atualmente pode ser até 1.000 vezes mais
    distante do sol

    Whitmire e seu colega, John Matese, publicaram
    primeiramente a pesquisa sobre a conexão entre o planeta X e as
    extinções maciças na natureza do jornal em 1985 ao trabalhar como
    astrophysicists na universidade de Louisiana em Lafayette. Seu trabalho
    foi caracterizado em uma história 1985 da tampa da revista do tempo
    intitulada, “os cometas mataram os dinossauros? Uma Bold New Theory
    Sobre Extinções em Massa. ”

    Na época, havia três explicações
    propostas para explicar os chuveiros regulares do cometa: o Planeta X, a
    existência de uma estrela irmã ao sol e as oscilações verticais do sol
    enquanto orbitava a galáxia. As duas últimas idéias foram posteriormente
    descartadas como inconsistentes com o registro paleontológico.

    Apenas o Planeta X permaneceu como uma teoria viável, e agora está ganhando atenção renovada.

    https://uploads.disquscdn.com/images/ad831f0d0715845f82efc18591513e89ec3d5646d080173a3c585734eaba482f.jpg

    • Kaczmarczik

      Boa noite @disqus_vGDAb5VHqP:disqus !!!! Note que a ciência dominante não quer que cientistas (cientistas sérios da própria comunidade científica e que não são conspiranóicos) sejam ouvidos pelo mundo, porque assim o quer o sistema de poder mundial enquanto prepara meios de sobrevivência apenas da “zelite” do poder!!!!

      • Mordecai

        Verdade,

    • Mordecai

      Eu li sobre tudo isso que vc falou em vários sites e pura verdade,as extinções em massa são causadas pela pertubação de Nibiru o planeta 9 nos cinturões de asteroides do nosso sistema solar.

      Isso já deixa claro quem causa as extinções a cada milhões de anos na terra.

  • Mauricio Lau

    Padre Quevedo diria: Isso Non Ecxiste.
    Mas eu digo que Ecxiste, e ta bugando terra

  • Leão Zinho

    Estranho o suposto planeta ter tanto poder gravitacional no sistema solar porque nem júpiter, que é supostamente muito maior e mais denso do que o tal Nibiru, não tem todo esse poder de inclinar o sistema solar, além disso não está tão afastado dos demais planetas. Curioso,

    • Johnny Deep

      Mas se Júpiter não existisse, a inclinação do nosso sistema solar seria a mesma?

      • Leão Zinho

        Provavelmente não, mas júpiter estabilizou a inclinação o jeito que ela é hoje, não está oscilando, como ocorre com netuno e urano por causa do suposto planeta X. É isso que eu entendi, mas claro que posso estar enganado.

        • Johnny Deep

          Isso, mas como o período de Translação do novo Planeta 9 é bem maior do que os demais planetas, logo ele não se “achou” ainda…ou esse planeta se desgarrou de outro sistemas solar e adotou o Sol como sua nova casa…ou o Planeta Nove é trans e ainda não se decidiu se fica com sua estrela atual ou com o Sol.
          Kkkk

  • Rafael Collett

    Vi seu comentário lá … Fica assustando a galera! kkkkk

  • 1234567

    Quando eles falam alguma coisa é porque essa coisa não tem nada a ver .

  • Kaczmarczik

    preparando psicologicamente os norte-americanos