Estariam os abduzidos por OVNIs sendo secretamente vigiados?

Tempo de leitura: 3 min.

O artigo abaixo foi escrito pelo pesquisador e escritor Nick Redfern, um dos apresentadores do programa Alienígenas do Passado, do History Channel:

Como alguém que escreve muito sobre as questões temáticas dos OVNIs, encontro-me no fim do recebimento de muitos relatórios e testemunhos de pessoas. Alguns desses relatos são mais controversos do que outros. E então, há incidentes que são realmente controversos. Indiscutivelmente, estamos falando daqueles pra lá de controversos. Há um caso em particular que está chegando ao seu 30º aniversário. Estou falando a poucos dias da data, e é por isso que eu menciono isso agora. Em muitos aspectos, referir-se a isso como sendo um “aniversário” provavelmente não é a coisa correta a se fazer. Não porque seja impreciso, mas porque um aniversário é frequentemente vinculado a eventos divertidos e comemorativos. Mas, não há nada para comemorar aqui. E, certamente, também não há diversão alguma.

Brenda é alguém cuja história foi contada a mim pessoalmente e que, ocasionalmente, passa pela minha mente, tal é a profunda estranheza que lhe está associada. Ela é uma pessoa que teve uma vida de encontros com aquelas entidades diminutas e de olhos pretos que se tornaram conhecidas como “Os Grays“. Para Brenda são encontros que giraram, principalmente, em torno de duas questões: (A) foi dito que procedimentos médicos foram realizados pelos Grays e (B) sonhos aterrorizantes de um apocalipse iminente – sempre em ascensão, mas nunca realmente chegando, felizmente.

Era início de agosto de 1987 e Brenda estava dirigindo tarde da noite para visitar sua família no sudeste do Texas, em Beaumont – uma cidade que, ironicamente, morei muito perto desde o início de 2002 a dezembro de 2003. Brenda chegou à casa da família, mas só na manhã seguinte – horas depois que ela deveria ter chegado. Sua família estava frenética e quase pronta para entrar em contato com a polícia de Beaumont, quando ficou claro que algo – algo profundamente preocupante e até conspirador – estava  ocorrendo. Foi apenas o telefonema de Brenda de um posto de gasolina de 24 horas, nas primeiras horas da manhã, que impediu que as autoridades fossem chamadas e uma caçada em grande escala fosse iniciada.

Quando Brenda finalmente chegou à sua família, ficou claro que ela estava num estado de profunda angústia e confusão. Preocupado por ela ter sido atacada, assaltada ou pior, seu irmão queria levá-la à polícia – imediatamente. Brenda disse o contrário e explicou aquilo que conscientemente lembrou. Não era toda a história, mas certamente era o suficiente para pintar uma imagem gráfica. A imagem girava em torno de Brenda sendo tirada de seu carro – pelo que parecia ser uma equipe militar. Ela acreditava – ou talvez, “suspeitava” seria um termo melhor – que os homens haviam sido capazes de “levá-la” a sair da estrada principal de Houston para Beaumont, indo para um trecho solitário de estrada fortemente arborizada, onde ela foi confrontado por uma van preta, cercada por um grupo de quatro ou cinco homens, todos vestidos com macacões pretos. Precisamente, como eles conseguiram fazer com que ela fizesse isso, nunca foi resolvido. Foi, pela própria admissão de Brenda, apenas um sentimento que ela diz ter sido provocado por algo que estava na ponta de sua língua, mas que ela não conseguiu lembrar ou descrever adequadamente. Não é diferente de um desses sonhos que se desvanece quando acordamos.

Brenda também lembrou-se de ser levada, no que sentia ser um estado drogado, a uma pequena instalação subterrânea, a poucos quilômetros de distância no máximo, e onde ela foi interrogada de forma totalmente hostil por dois homens idosos que ela achava serem médicos. Eles estavam cercados por vários homens com uniformes militares que pertenciam ao alto escalão. Os dois médicos, diz Brenda, “… queriam saber, se eu sabia meu grupo sanguíneo? Bem, sim, eu sei. Eles tiraram muito sangue. Frascos. Eles continuaram me perguntando sobre o meu sangue: se eu tive muitas hemorragias nasais? Eu tive alguma diferença física? Não sei o que isso significava. Se eu sentia que estava em uma missão para fazer coisas para os alienígenas? Bem, eu sempre pensei nisso e eu falei para eles. Lembro-me dos médicos se olhando quando eu disse isso”.

Vale ressaltar também que Brenda desenvolveu a sensação de que o prédio não era uma instalação militar normal. Na verdade, talvez não tenha sido nada do tipo, mesmo que foi o que Brenda presumiu pela primeira vez. Ela disse: “Tenho a sensação de que este lugar, seja lá o que fosse, era abandonado. Por muito tempo. Era conveniente, suponho, que eles usassem algum lugar e não sejam pegos.”

A ideia de equipes militares que observam clandestinamente os abduzidos – até mesmo sequestrando-os e interrogando-os – é realmente controversa. No entanto, tais casos proliferam. Eles se tornaram conhecidos como “Milabs” ou “Abduções Militares”. Eles permanecem entre os mais controversos de todos os vários aspectos do fenômeno de abdução alienígena.

-Nick Redfern

(Fonte)

Realmente, algo para se pensar.

n3m3

Abdução alienígenaabdução militargrays
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (58)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Lord Gaius

    Por que essas histórias de abdução não acontecem mais recentemente? Os aliens devem ter acabado o estudo ou perdido o interesse. Eu fiz uma pergunta e eu mesmo respondi? Sim, duas vezes no mesmo comentário.

    • Alfredo Spam

      Sabes, como eres uma pessoa que tenta chegar ao logos, te vou deixar um enigma para pensar: Sabes o tema do entrelaçamento quântico de partículas, que é como se a distancia não fora importante, hoje nos humanos conseguimos entrelaçar poucas partículas, imagina um crescimento lineal de conhecimentos científicos de aqui a 200 anos, quantas partículas achas que poderão entrelaçar… quiçá o guião do filme Avatar no caso dos avatares não seja uma ideia tão original..

      • Lord Gaius

        Está falando sobre a “dobra espacial”? Interessante, pensei que ainda fosse apenas especulação, mas se já conseguem fazer essa experiência significa que é possível.

    • PREDADOR

      Nao acabaram nao… vc é que deve pesquisar mais… sites ingleses e franceses sérios… abduções continuam até hoje… ha pouco tempo a amiga de um visitante aqui do OH contou a ele que provavelmente estava recebendo a visita de grays – ela e suas filhas… a ultima noticia que ele postou aqui foi que elas estavam planejando se mudar para outro lugar (o que nao adianta nada claro pois os aliens monitoram mesmo as pessoas escolhidas)….. O problema [é que isso hoje é muito ridicularizado e as pessoas preferem se calar.. muito mais do que antigamente quando era possivel contar e falar sobre suas experiencias… hoje a Interenet virou um tribunal onde é facil ser ridicularizado e ter a vida desgraçada por conta dos hatters e céticos… sem falar que de imediato todo mundo ao redor – patrão colegas de trabalho o bairro todo vai ficar sabendo .. .essas pessoas preferem ficar quietas e tentar conviver com isso…

      • Lord Gaius

        Pelo menos na internet essas pessoas podem contar suas histórias sob um “manto de anonimato”. Gostaria de ler o relato dessas pessoas porque esse tema, além de assustador, é fascinante. Seria legal uma área aqui no OH onde as pessoas pudessem relatar o que lhes aconteceu acerca do tema.

        • SERLON

          O problema é que infelizmente muitas pessoas não podem se expor por motivos profissionais ou pessoais,pois sabem que vão ter problemas.

          • SERLON

            Vou te dar um exemplo simples…
            Um individuo que por ventura revele que já tenha visto um ovet,e que venha ser testemunha de acusação em um julgamento,com certeza o advogado de defesa vai desqualificar seu testemunho afirmando que ele é louco,e isso se aplica no dia a dia de todos.
            Exemplo:Olha lá o fulano que viu disco voador,kkkkkkkkkkkk.
            Chacotas eternas.
            Entendeu?

            • PREDADOR

              Exemplos aqui: a Fran, a Lua Pequena… entre outros… pergunte a elas o que disseram a elas – seus parentes ou amigos quando elas falaram sobre suas experiencias reais…

          • Kaczmarczik

            exato, afinal. é um assunto polêmico ainda mal visto pela maioria das pessoas…

        • Kaczmarczik

          te garanto que se não houvesse preconceito nem perseguição a quem acredita na realidade extraterrestre, principalmente no ambiente de trabalho, eu colocaria minha foto no meu avatar

          • Lord Gaius

            Eu também, mas na vida privada, só conto minha crença em extraterrestres para as pessoas mais próximas.

            • Kaczmarczik

              entendo.. Realmente em se tratando de relatos de OVETs/ETs só é bom de contar com gente de confiança mesmo!!! Eu relato aqui porque me faz sentir realizado compartilhar o que vivenciei com OVETs/ETs… VOu sair volto depois

              • Lord Gaius

                Aqui na Internet eu conto meus relatos tranquilamente por causa do anonimato.

                • Kaczmarczik

                  no meu caso é por opção mesmo…..

      • mcorrer

        poderia passar as fontes das suas pesquisas, bem como também os sites franceses e ingleses que citou, por favor?

  • Alien Beer

    Não se tem mais interesse no Ser Humano nós somos previsíveis, com Algumas raras exceções somos todos iguais.

    • Hannah_Cat

      Sugiro o último paragrafo desta obra, dirigido ao leitor:

      A você que leu até aqui, agora pergunto: acha que este livro te levou a algum lugar?!

    • Kaczmarczik

      e a música-tema seria “Nowhere Man” dos Beatles!!!!!!!!!!!!!!!!111

  • Alfredo Spam

    Sim, são monitorados esporadicamente por entidades humanas e costantemente por alienígenas.
    Moramos numa granja fortemente monitorada. O porque você acha que de boas a primeiras passamos de ser uma economia sudável para uma angustiante situação, com níveis de stress e angustia extremas de forma massiva… ou você ainda acha que é só egoismo e vontade de lucro fásil o que inspira os 227 votos?

  • PREDADOR

    Eu acredito que em certos casos existe mesmo o monitoramento mas apenas nos casos em que os militares ou uma força especial criada para isso sabe do evento ufologico…. o Menis ate hoje tem medo de contar toda a historia dele por conta do que aconteceu com outras pessoas que também foram atacadas por luzes no interior do RJ em 1987…. segundo ele muitas sumiram depois de terem sido visitadas pelos militares… ele proporio teve quefugir de um encontro ufologico onde seu caso seria apresentado pela pesquisadora renomada Irene Granchi e por um alemão, Dr. Muller…. Irene Granchi foi avisada que os militares iriam ao evento e Menis foi retirado as pressas do local… o medo de ser ainda hoje descoberto fez o Menis evitar se mostrar muito ou revelar seu caso em um livro…. por essa razao nenhum ufologo presente – Gaevard ou outros que estao em destaque por ai sabem do caso dele….

    • SERLON

      A maioria dos que se dizem ufólogos nunca viveram uma experiência pessoal,se mantem na mídia através de relatos de outrem.

    • sanduul

      acredito que os militares ja estejam meio fora disso…

    • Kaczmarczik

      verdade, lembro que o @M3nis contou que uma senhora que foi abduzida e devolvida foi sequestrada por MIBs humanos e retalhada com 50 cortes porque eles queriam encontrar chips que aliens teriam implantado nela!!!!!!!!!!!!!!!!1

  • PREDADOR

    É realmente impressionante…. Logo logo os céticos vao usar essa desculpa para explicar o aparecimento de discos voadores por ai… so que nao .. na tua época nao havia isso kkkkkkkkk

    • SERLON

      Foi justamente por esse motivo que postei o vídeo..

      • Kaczmarczik

        mesmo assim não há como enganar quem já teve contatos com OVETs/ETs de verdade!!!!!!!!!!!!

        • 666Dark

          Bem, vc esqueceu um detalhe. A turma daqui pode modificar a mente das pessoas botando memórias de coisas que não aconteceram. Assim fica difícil saber quem foi abduzido por ETs ou humanos sem vergonhas.

          • Kaczmarczik

            impossível confundir humanos com aliens!!!! No caso desta matéria são absolutamente humanos, não são aliens e não foi um abdução, mas sequestro!! Neste caso pode ser um esforço dos militares em fazer crer que as abduções por aliens não existiriam, mas apenas confirma que eles temem a verdade sobre os extraterrestres!!!!

            • 666Dark

              Nesse caso sim, mas em outros, quem sabe ?
              Se programar a mente, não importa quem fez, já que o cara vai ter na sua mente o que eles quiserem. A técnologia para isso está muito avançada.
              Vide atentados de “terroristas”, que muitas pessoas comuns foram programadas e nem eram terroristas.
              Não se pode acreditar de cara em coisas que parecem umas, mas no fundo são totalmente diferentes.

              • Kaczmarczik

                mas neste caso seria algo semelhante a hipnotismo ou implantação de memórias falsas, mas em se tratando de casos reais de OVETs/ETs onde não há elementos que lembrem soldados ou militares de alta patente então se pode dizer que eram ExTras mesmo……

        • SERLON

          Meu nobre,quem já viu da forma que vi,nunca se deixará enganar.

          • Kaczmarczik

            com certeza

  • Tmago

    Todos os abduzidos e contatados são monitorados, pois suas energias sofreram modificações q atingem seus descendentes diretos. Resta saber quais as índoles e as intenções dessas raças, há boas e péssimas, afinal no universo tem de tudo.

    • Kaczmarczik

      eis um fato @tmago:disqus, todos os que tiveram algum contato com OVETs/ETs são monitorados em menor ou maior grau, e há mesmo raças aliens más e boas, que se opõem umas às outras… As raças aliens boas tentam unir forças para combater as raças aliens más e no outro lado acontece o mesmo, por isso que há aquela hipótese de cooperação entre reptilianos e grays.. Mas note que como é mais perigoso para as raças aliens boa se expôr muito aos humanos elas quase não são avistadas, mas agem assim mesmo, porém sempre cuidando em não ser localizadas pelas raças aliens más que podem destruí-las. Interessante é: as raças aliens boas já usaram contatados e híbridos (considero o Tesla um deles, se me permite) para tentar ajudar a humanidade, mas suas tentativas foram combatidas pelas raças aliens más que usaram os humanos que lhes são marionetes (como aconteceu com o Tesla). Depois que veio aqueles acordos secretos para obter tecnologia alienígena nunca mais apareceu na Ciência gênios como o Tesla, Einstein entre outros!!!!

  • Francisco Antônio Muniz Gomez

    Acho legal quando dos contatos de 1º grau. CONTATO IMEDIATO DE 1º GRAU:Objeto observado a curta distância em que ficam evidentes detalhes físicos e ruídos.

    Até de 4° tive contato efetuado, porém como fui atendido nos meus pensamentos e por ter sido só um pensamento, desisti de tal contato. CONTATO IMEDIATO DE 4º GRAU:
    Ocorre quando a observação do tripulante se segue de qualquer tipo de comunicação. Seja ela psiquica, física, por meio de aparelhos ou gestual.

    • Kaczmarczik

      Parabéns, contato de 4º grau é muito difícil!!!

  • Francisco Antônio Muniz Gomez

    Esse negócio de contato de 5º grau não é nem um pouco legal. CONTATO IMEDIATO DE 5º GRAU:
    Ocorre quando há o contato mais completo. Quando ocorre contato físico, com ou sem comunicações. Casos de abdução, quando a pessoa tem contato com o interior da nave, convidada ou não.

    Prefiro evitar pode não ser uma boa. No de quarto grau pensei em voz alta, se o que estava vendo eram nossos amigos do espaço que se aproximassem do meu ponto de observação. No que fui atendido, mas não fiquei para ver sai correndo para dentro do apartamento.

    • Kaczmarczik

      então você pediu para ter um contato mais estreito com ExTras e foi atendido??? Isso é incrível, mas é perigoso, porque quando é o humano quem toma iniciativa do contato geralmente é o momento que raças aliens más tentam se aproveitar!!!

  • Daniela Paiva

    Queria ser abduzida ! Eu ia acorda fazer tanta pergunta falar tanto , que eles Ian me devolver rápido, ou me jogar da janela da nave. Kkkkk

    • mm

      Minha querida cuidado com o que se deseja rsrsrsr….. tem um post aqui no ovnihoje de uma mulher (jovem) que se deu mal desejando ver ou estar em uma situação que não devia.

      • Daniela Paiva

        Não acredito ! Se dar mal . Eu não tenho medo .

        • Kaczmarczik

          já sonhou com ExTras e OVETs alguma vez na vida??

          • Daniela Paiva

            Já sim . Até mesmo com ET já sonhei com grays , e com reptilianos. E sempre tenho sonhos onde o mundo está acabando , e começa aparecer naves nos céus . Eu eu ficava correndo atrás delas , e fugindo dos terremotos e tsunamis .

            • Kaczmarczik

              entendo… Você sentia o que ao sonhar com os ExTras: medo, angústia, alegria, tristeza ou indiferença?

              • Daniela Paiva

                Olha com TDS estes sonhos , que tive os do mundo acabando , eu sentia euforia , e o último que tive eu conseguia escapar de um tsunami , indo para um lugar bem alto . Tipo morro com muitas pedras e mato , é uma nava passou perto , tinham dois seres que pareciam humanóides . Com uma roupa parecida com as do Power Rangers. E me deram sinal de ok , aí acordei. Com o réptil , ele me rodeava e me cheirava , quando me aproximava ele se afastava , me senti excluída ,ele fazia cara de nojo para mim. Os grays eles colocam a o dedo na minha testa justamente onde tenho uns cicatriz de nascença. Não senti nada com os grays não pude sentir nada , estava muito relaxada , só isso

                • Kaczmarczik

                  não foram sonhos, acredite, foram mesmo contatos a nível dos sonhos!!1 Algumas raças ExTras podem fazer contato conosco em sonhos, especialmente essas duas. grays e reptilianos… Não sentiu angústia nem medo, sinal de que para um contato real e direto (e até mesmo abdução sem volta) estás preparada… Também sonhei com um ExTras com roupa preta como aquelas de mergulhador, e com um gray que usava capa e até com híbridos de aliens e humanos, bem como duas vezes sonhei com MIBs… Mas não fui aprovado para um contato direto com ExTras, embora em 1994 um OVET esférico luminoso envolto em nuvem tenha quase pousado em minha rua (como resposta a uma oração que fiz em 1984 de que pedi a Deus um ET para ser meu amigo, isso quando eu era criança…). Vou sair deixe mensagem te respondo depois ok?

                  • Daniela Paiva

                    Porque o réptil me cheirava e fazia cara de nojo ? E recuava quando tentava avançar?.
                    Sobre o gray minha mãe depois deste sonho eu falei . Mãe onde eu bati que criei está cicatriz . Ela respondeu Daniela você nasceu com ela . Acabei de tirar uma foto da cicatriz . O mas engraçado foi que só perguntei minha mãe depois do sonho , porque ele toca exatamente nela e não fala nada. https://uploads.disquscdn.com/images/42fadb70662d82204a2501c8471c012f70a763ca7afbecdab735f98d18d0ff38.jpg

                    • Kaczmarczik

                      interessante, não parece cicatriz de choque, e é de nascença e justo onde o ExTra te tocou, é provavelmente uma marca deixada por ele, mas não se sabe se antes ou depois de você nascer… Bom você sentia nojo quando o reptiliano te cheirava porque era o que você estava sentindo de verdade no sonho, quanto e não entendi bem quem recuava quando tentava avançar, era você quem recuava quando o alien avançava ou era ele quem recuava e você avançava?

                    • Daniela Paiva

                      O réptil fazia cara de nojo para mim .
                      E era ele que recuava .
                      Eu me lembro que ele cheirava , fazia um som com o nariz tipo de espirro , quando eu andava em direção a ele ,ele dava um passo para trás, não deixando eu chegar muito perto.

                    • Kaczmarczik

                      ele é quem fugia de você????? estranho, geralmente é o contrário… E você não sentiu medo dele nem angústia de vê-lo? Como era a aparência do reptiliano (há muitas subespécies de aliens reptilianos, assim como de grays, nórdicos, etc)??? E se de fato ele fugia de você seria porque algo em sua genética o fez ter repulsa……… Pode ser que o gray que lhe tocou na testa possa ter colocado algo em seu organismo que fez afastar o reptiliano…

                    • Daniela Paiva

                      Sim ele fugia . Mas não fazia cara de assustado , parecia que ele não queria que eu me aproxima-se dele . Eu não senti nada RS. Queria tocar nele . Ele era forte ,verde escuro , tinha cauda , tinha o olho pequeno amarelado , muito maior que eu . Tenho 173 alt. O rosto dele me lembra um calango.
                      Me lembro que em sua testa tinha uma marca , que parecia um ( L ).

                    • Kaczmarczik

                      muito interessante seu relato de avistamento de um reptiliano em sonhos… Acho que ele não se aproximou de você porque identificou algo em seu organismo que o repelia… Com certeza o gray que tocou sua testa colocou algo em seu organismo porque previu que você teria contato com um reptiliano mais para a frente… Pena que isso não ocorra com outras pessoas contatadas por reptilianos…Você sente algo estranho em relação a essa cicatriz em sua testa? Sente dores, enjoo? Sente que possui alguma habilidade incomum?

                    • Daniela Paiva

                      Porque você disse isso de que bom que ele se afastou ? Os reptilianos realmente são ruins? Eu achava que era os grays ruins . RS . Quando eu era pequena minha mãe falava que eu enxergava no escuro . Ela conta essa história para todo mundo . Que um dia queria me levar no Raul Gil para mostrar meu talento . Minha infância foi muito pobre minha mãe separada trabalhava como faxineira para sustentar agente . Eu e meu irmão + velho.
                      Eu me lembro que ela cobrava uns trocados e chamava algumas pessoas para nossa casa. Apaga vá as luzes e falava para as pessoas mostrarem um número com os dedos . Eu enxergava tudo. Parei de ter este talento com 16 anos. Eu escrevia e ainda escrevo no escuro . Nunca tive um problema na vista . Agora já saí do meu corpo , dormindo me via deitada com vários luzes perto coloridas. Já tive premonição da morte de um amigo . E o vi na minha frente uma semana depois . . Minha tia espírita sempre falou que eu era médium . Mas nunca tive vontade de entrar em religião nenhuma.
                      Sonhos e coisas com ets . Começaram com 16 anos quando eu estava em Itacoatiara a noite com alguns amigos . Eu não bebo e não uso drogas . Eles estavam sim se drogando , eu não . Eu vi uma bola luminosa nos céus todos tbm viram . Pensei e falei se for um ET . Mostra que é faz algo . E a bola se moveu muito rápido . E eu ficava gritando vemmmmmmm vem. E sumiu nas nuvens. Depois daí começou os sonhos. Minha vontade e ficar cara cara com um , sem ser sonho . Tenho na minha casa o sinal a imagem da união universal que falam que atraem eles. Tenho duas orgonites grandes de pirâmide na varanda. . E até hoje nada ..:( .

                    • Kaczmarczik

                      acho que eu não disse que tenha eu achado bom ele ter se afastado de você, eu usei a palavra “bom” como forma de expressão, como por exemplo “bom, hoje é sábado vou ver um filme”, acho que esqueci da vírgula lá em cima… Não exigi de você que contasse pormenores de sua vida, aliás não sou esnobe, afinal, também tive infância pobre, e também já vi OVETs quando criança… Também não sugeri que você usasse alguma substância tóxica, afinal eu também não bebo, não fumo e nunca usei drogas.. Interessante seu relato de bola de luz, na verdade uma sonda alienígena…Entendo que você deseja ver um ExTra de verdade, mas lembro que aos meus 10 anos de idade orei a Deus pedindo um ET como amigo e em 1994 um objeto esférico luminoso envolto em nuvem quase pousou em minha rua (quando o objeto estava a uma altura aproximada de um poste ele ficou como o meu avatar), mas não adianta pirâmides, nem essas coisas porque eles decidem como será o contato. Se forçar contato com ExTra corre o risco de uma raça alien má “furar” a fila como se diz… Quanto aos reptilianos, sim eles são maus, e quanto aos grays, não, nem todos são maus, pois segundo o @disqus_G5UocVou0y:disqus existe uma raça gray semelhante a humanos que não são tão maus assim, mas a maioria dos aliens da raça gray são maus………

    • Renato Dias

      o problema, não é perguntar ou aprender coisas diferentes das ordinárias e sim eles te permitiram lembrar disso.

  • Kaczmarczik

    * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * Boa Noite a Todos!!! * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
    ________________ Caso estranho esse de Brenda, que possivelmente não foi abdução, mas sequestro por humanos sinistros a serviço do sistema!!! Abdução para mim, ao menos. ocorre quando são os ExTras quem raptam humanos!!!! Lembrei-me porém que grande parte das pessoas que já tiveram contatos com OVETs/ETs, independente do grau do contato, podem ser monitorados pelos ExTras, tanto de perto quanto de longe e até em sonhos!!!!!!!!!
    * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

  • Edson Ospb Souza

    Muito estranho, pois o método utilizado para que saísse da estrada, é notadamente utilizado pelos visitantes. Um tipo de sugestionamento. Mas ao menos nesse relato, não foi descrita nenhuma presença dos grays, apenas de humanos.