Alienígenas avançados podem estar se comunicando através de uma Internet Galáctica, diz astrônomo

Tempo de leitura: 3 min.

Um cientista acredita que civilizações alienígenas localizadas dentro da zona habitável da nossa galáxia (Zona Habitável Galáctica) poderiam criar uma enorme rede intergaláctica que lhes permitiria se comunicar uns com os outros.

Um artigo recente publicado pelo Dr. Duncan H. Forgan da Universidade de St. Andrews, na Escócia, propõe que as super civilizações alienígenas em nossa galáxia possam se comunicar criando “trânsitos artificiais” em suas respectivas estrelas.

Intitulado Exoplanet Transits as the Foundation of an Interstellar Communications Network, o artigo começa por mencionar dois problemas básicos associados à comunicação interestelar: tempo e consumo de energia.

Gráfico mostra em azul o que os cientistas consideram a Zona Habitável da Galáxia.

Quando falamos de transmissões de rádio, por exemplo, a quantidade de energia necessária para transmitir uma mensagem coerente em longas distâncias é proibitiva. Por outro lado, os sinais ópticos (isto é, lasers) requerem menos energia, no entanto, para que o receptor detecte o sinal exigiria uma coordenação ridiculamente precisa.

Portanto, nenhum método atualmente disponível para o homem seria confiável para estabelecer um sistema de comunicação interestelar com outra civilização.

Forgan argumenta que um método em que os trânsitos na frente das estrelas são usados ​​como base para a comunicação intergaláctica resolveria ambos os problemas. Isso é realmente algo bastante lógico, considerando que os trânsitos de hoje são a maneira mais popular e confiável que os astrônomos têm para detectarem exoplanetas distantes no Universo.

Ao monitorar uma estrela durante períodos de brilho diminuído, causado por um planeta ou objeto que passa entre o observador e a estrela, os astrofísicos são capazes de determinar se uma estrela hospeda um sistema planetário. O método também é útil para determinar a presença ou composição de atmosferas em torno de exoplanetas.

No entanto, Forgan argumenta que este método também pode ser muito útil para sinalizar outras civilizações alienígenas.

O Professor Forgan argumenta como uma inteligência extraterrestre IET ‘A’ poderia interagir com IET ‘B’- se IET B estiver observando planetas em trânsito no sistema de estrelas de A. Isto pode ser conseguido através do desenvolvimento de estruturas para a criação de trânsitos artificiais observáveis ​​em B ou através do envio de sinais em B durante o trânsito, com um consumo de energia significativamente menor do que os esquemas de comunicação eletromagnéticos típicos. Isso pode fornecer uma rede de civilizações interligadas, estabelecendo contato através da observação de trânsitos uns dos outros.

Forgan discute a Zona habitável Galáctica – uma região da Via Láctea onde a vida provavelmente se desenvolveu – dizendo que diferentes espécies alienígenas podem encontrar a melhor maneira de se comunicar entre si criando megaestruturas artificiais maciças que orbitam e transitam suas estrelas hospedeiras.

Outras civilizações alienígenas procurando pelo cosmos por planetas e a vida identificariam esses trânsitos e isto permitira que concluíssem que uma civilização avançada existe em um determinado sistema solar.

Forgan sugere:

Uma mensagem com um caminho de 20 kpc (o diâmetro do GHZ) tem um tempo de viagem total à velocidade da luz de pouco menos de 0,06 Myr. Se assumirmos uma escala de tempo relativamente curta em que ambas IETs permanecem na zona de trânsito de 100.000 anos (que se aproxima da escala de tempo em que tanto a evolução secular das órbitas planetárias quanto a órbita da estrela se tornam importantes), então um total de 30 trocas podem ser feitas. Isso, é claro, não proíbe uma conversa contínua por outros meios.

 

 

Uma Internet Galáctica

Forgan acredita que isso seria relativamente prático e econômico para civilizações alienígenas estabelecerem uma comunicação com outras civilizações alienígenas avançadas. Usando a Teoria dos Gráfos, Forgan argumenta que as civilizações localizadas dentro da zona habitável de nossa galáxia poderiam criar uma mega rede totalmente interligada dentro de um milhão de anos, permitindo que todas essas civilizações se comunicassem diretamente, ou através de civilizações intermediárias. A única coisa a perguntar aqui é, eles também estão no Facebook?

Este método tem alguns lados positivos. Não só essa rede alienígena exigiria menos energia para a transmissão de dados, mas Forgan argumenta que a amplitude dos sinais seria limitada apenas à extensão da própria civilização alienígena.

Este método também tem outras vantagens, por exemplo, o principal requisito para entrar em contato com outros seria ter sofisticação tecnológica suficiente para detectar trânsito exoplanetários ou megasestruturas artificiais. Assim como fazemos hoje.

Em outras palavras, as espécies inteligentes devem alcançar um certo nível de desenvolvimento antes que possam se juntar à rede. Isso evitaria qualquer “contaminação cultural” e evitaria que civilizações menos avançadas conhecessem a existência de outras civilizações superiores antes de estarem preparadas para contato. Faz sentido, certo?

Além disso, outra vantagem destacada por Forgan é que, uma vez adquiridos, os sinais dos trânsitos seriam muito previsíveis, com cada transmissão correspondente a um período orbital conhecido, fazendo a transmissão funcionar sem problemas.

(Fonte)


Pelo que se pode entender do artigo, essa comunicação ainda está limitada à velocidade da luz. Contudo, um cientista acha que esta barreira pode ser quebrada, como pode ser visto no artigo abaixo; e ainda há a possibilidade de comunicação quântica – tratada no artigo seguinte ao primeiro abaixo – que em tese pode ser instantânea. 

Veja:

Como se comunicar com alienígenas a anos-luz de distância de forma rápida

Logo poderemos conversar com extraterrestres através da comunicação quântica

n3m3

civilizações alienígenasgaláxiatrânsito planetário
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (44)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Pólux 88

    O universo todo é interconectado a nível sub-atômico. Tudo emerge de um vasto campo de energia, que troca informações com a realidade projetada. O entrelaçamento quântico mostra que duas partículas se comunicam sem nenhum trajeto calculável, mais rápido do que a luz. Então, dizer que nada viaja mais rápido do que a luz, passou a ser um dogma. A comunicação instantânea, não local, mostra que a informação circula livremente sem nenhuma objeção das ”leis” que nós humanos achamos saber. A ciência evolui quando paradigmas são postos de lado. Foi assim inclusive, com o início da mecânica quântica com Planck, e devera ser nos próximos anos com a queda do materialismo.

    • Joao Paulo Jesus Flores

      Exatamente mesmo que duas particulas entrelaçadas estejam a trilhões de anos luz de distância elas si comunicam instantaneamente

  • PALEOSETI

    Mesmo que os terráqueos descubram e vençam as barreiras tecnológica para essa suposta Internet Galáctica, jamais acessaremos ela com essa nossa mentalidade de Capitalistas Selvagens.
    Não vejo como uma civilização alienígena evoluída e avançada tecnologicamente, admitir atravessadores/exploradores da comunicação, como as nossas operadoras.

    Se eu estiver errado, então não é o nosso mundo que está perdido e sim TODO O UNIVERSO, pelo menos nessa nossa dimensão.

    • Kaczmarczik

      é só ver o que fizeram com o gênio do Tesla: acabaram com a dignidade dele e surrupiaram seus projetos para que a energia suja que sustenta a “zelite” mundana continue a nos dominar……..

  • Daniela Paiva

    Quero o Facebook do ashtar sheram
    Kkkkkkk

    • Joao Paulo Jesus Flores

      https://www,facebook,com/profile,php?id=100009327959027, somente um dos muitos Asktar sheran que tem no facebook, troque , por .

    • Kaczmarczik

      ele só tem Orkut he he he he eh eeh

  • Diana Artemis

    CORPO HUMANO É CAPAZ DE TRANSMITIR SINAIS DE BANDA LARGA https://uploads.disquscdn.com/images/410473742da1a9ac509968f6574c8ae4b0030a1f396b7d22f1ea417328975bff.jpg
    O acesso a redes de banda larga pode estar em suas mãos. Ou em seus braços e em suas pernas. E nos braços e nas pernas de qualquer pessoa.

    A equipe do professor Sang-Hoon Lee, da Universidade da Coreia, demonstrou a possibilidade de transferir grandes quantidades de informações, em alta velocidade, fazendo com que as ondas eletromagnéticas viajem pela pele humana.

    TRANSMITINDO DADOS PELA PELE

    Utilizando eletrodos flexíveis, colados sobre a pele, os cientistas transmitiram os dados a uma velocidade de 10 megabits por segundo a partir de um eletrodo A, coletando os dados sem erros em um eletrodo B, situado a uma distância de 30 centímetros.

    Os eletrodos finos e flexíveis exigem muito menos energia do que um link wireless tradicional, como o Bluetooth, porque a pele oferece duas vantagens fundamentais em relação ao ar: a pele protege os sinais da interferência externa e permite a transmissão das ondas eletromagnéticas com um nível de atenuação baixíssimo.

    MONITORAMENTO DE SINAIS VITAIS

    Embora não vejam praticidade em conectar literalmente as pessoas à internet, os pesquisadores afirmam que o experimento mostra a viabilidade da tecnologia para uso principalmente na área médica.

    Hoje, o monitoramento de sinais vitais, como as atividades do coração e do cérebro, ou os níveis de açúcar e de oxigênio no sangue, exige grandes aparelhos, o que inviabiliza o seu uso fora dos hospitais.

    E o monitoramento contínuo no dia a dia seria muito desejável, por exemplo, para pacientes com elevados riscos de doenças cardiovasculares ou em convalescença depois de uma cirurgia.

    O uso da atual tecnologia sem fios para transmitir os dados para um computador central também ainda não é prático, porque exige baterias muito grandes. “Se usarmos um sinal wireless para cada um desses sinais vitais nós vamos precisar de um monte de baterias,” explica o Dr. Sang-Hoon.

    REDE BIOLOGICA SEM FIOS

    É aí que entra a possibilidade de uma rede transmitindo através da pele. Segundo o pesquisador, o gasto de energia dessa “rede biológica sem fios” pode ser reduzido para apenas 10% do que seria necessário com a tecnologia atual.

    Os dados podem ser coletados do corpo do paciente e transmitidos continuamente para um dispositivo de recepção nas imediações, o que permitirá seu uso em casa, no trabalho e mesmo dentro do carro.

    Nada impede também que o sistema de transmissão seja compatível com um protocolo como o Bluetooth. Neste caso, é possível vislumbrar aplicações nas quais o paciente pode simplesmente pegar o celular e transmitir seus dados imediatamente para o médico no caso de algum problema.

    ELETRODOS FLEXIVEIS

    Os eletrodos possuem apenas 300 micrômetros de espessura, pouco mais do que a espessura de um fio de cabelo. Mas a expectativa dos pesquisadores é que as futuras versões possam ser ainda mais finas, o que permitirá que sejam implantadas sob a pele.

    Na versão atual, os sensores são recobertos por uma camada de polímero semelhante ao silicone, o que evita qualquer irritação na pele.

    Os pesquisadores afirmaram já estar em contato com uma grande empresa fabricante de equipamentos médicos para que os novos sensores possam chegar ao mercado.

    ANTENAS HUMANAS

    Pesquisadores irlandeses já haviam demonstrado que o corpo humano possuiantenas naturais capazes de revelar o estado emocional e fisiológico das pessoas.

    Já um grupo da Universidade de Jerusalém demonstrou que, na verdade, todos possuímos antenas naturais capazes de transmitir sinais ao longo do corpo
    Fonte: inovaçãotecnológica

    • Kaczmarczik

      boa noite @disqus_vGDAb5VHqP:disqus !!!! Que descoberta maravilhosa!!1 Vou dispensar os provedores de sinais wi fi e usar esse método revolucionário para gerar wi fi grátis (espero que não cause dor ou deixe hematomas no corpo he he he) OBS é por aí que os ExTras se comunicam entre si e conosco algumas vezes!!

  • Diana Artemis

    “Um é tudo e tudo é um” ~
    Fullmetal alchemist.

  • cerberos

    Ptz, que pensamento mais tosco, se a civilização já tem capacidade para criar essas mega estruturas para transitar sob o sol já desenvolveu a bastante a ciência para utilizar outros meios de comunicação, como a quântica. Essa ideia é a análoga aos índios norte americanos e seus sinais de fumaça

    • Abel Aureliano Seraphin Junior

      Verdade! É quase estupidez achar que neste grau de conhecimento tecnológico ( megas estruturas ) não já tenha a comunicação quântica. Nós já testamos ao enviar um fóton à Lua!

      • Seu Zé

        acho que a china já enviou um satélite para comunicação quântica

        • Abel Aureliano Seraphin Junior

          Sim o tal emaranhado quântico, bateram até o record 1.200 km

  • Sandro Alvares

    Quase isso, e um astrônomo europeu se encontrou o sensor de audição estranho um longe mais 20 mil de luz e a alienígena vive a planeta chama Ross128 é ainda falta confirmação.

    • Lênio™

      Hein?????

      • Hannah_Cat

        Será tradução Google?! o.O 😛

        • Lênio™

          Vai saber, rsrsrs

        • Kaczmarczik

          este é alien ou híbrido com certeza he he he he he

  • 666Dark

    Loooooooooooooooooogggggggggoooooooooooooooo……….. poderemos conversar…Nóis merece…

  • RadicalLivre

    Seres avançados certamente utilizam telepatia para comunicação à longa distancia, pois é instantânea, sem defasagem de tempo.

    • Joao Paulo Jesus Flores

      acho que eles desenvolveram uma forma por meio da tecnologia de si comunicar por telepatia

      • Kaczmarczik

        também se comunicam por sonhos

        • Joao Paulo Jesus Flores

          Ja teve esta honra caro amigo

          • Kaczmarczik

            sim, quando em quando (especialmente em algumas épocas do ano) “eles” me mostram algo da realidade deles, e você?

            • Joao Paulo Jesus Flores

              JÁ TIVE SONHOS COM OS XTRAS ATE JÁ RELATEI AQUI NO OVNI HOJE, SÓ QUE NOS MEUS SONHOS NUNCA CHEGUEI A TER COMUNICAÇÃO DIRETA COM ELES

              • Kaczmarczik

                já eu tive sim comunicação direta de alguma forma

      • Oni maru

        Essa ainda é uma das minhas dúvidas, serão eles desenvolvidos por tecnologicamente ou biologicamente? e se comunicação por telepatia for algum dispositivo tecnológico e na verdade tudo que achamos “deles” que fosse sobrenatural na verdade era apenas tecnologia
        Pra mim, isso meio que tira a “magia” da coisa

        • Joao Paulo Jesus Flores

          Caro amigo creio que as duas formas de comunicação que você disse estejam corretas, existe raças que desenvolveram esta comunicação naturalmente e outras que precisaram da tecnologias para conseguirem o mesmo, penso que os humanos estejam na primeira categoria

    • Kaczmarczik

      exatamemte

  • Joao Paulo Jesus Flores

    faz me rir este senhor, os xtras possuem métodos de comunicação muito mais avançados do que este que ele citou

    • Kaczmarczik

      acredite-me os cientistas estão por fora da realidade extraterrestre…

      • Joao Paulo Jesus Flores

        Totalmente por fora, parece que não querem ver o que está bem na sua frente o tempo todo

        • Kaczmarczik

          ou vêem, mas algo os faz se fingirem de cegos: ou o orgulho científico ou o medo do sistema…..

          • Joao Paulo Jesus Flores

            Isso mesmo uns não fazem questão de ver e outros vêem mas por receio de seres ridicularizados não fazem nada

            • Kaczmarczik

              ainda tem o terceiro receio dos cientistas: ações iradas do sistema…

              • Joao Paulo Jesus Flores

                Isso mesmo muitos cientistas que pensam fora do sistema são suicidados

                • Kaczmarczik

                  uma realidade assustadora

  • aland_55

    No momento certo alguém descobre ou não, precisa merecer.

  • WJunior

    Que brilhante… mega estruturas para fazer código Morse… aff.

    • Seu Zé

      acho que eles querem invadir a terra pra aprender a mandar nudes e emojis

      • WJunior

        boa.. hashuashua

  • Thiago chipset Andrey Ferreira

    “Esse meme viajou centenas de anos luz, e agora nos reunimos para visualizar o que a civil ação avançada de um planeta intitulado Terra tem a nos dizer e” ….. Ahnnnn Hunnn Aiii (gemidão do zap).

  • Kaczmarczik

    o o o o o o o o o o o o o o o o o o Boa Tarde a Todos!!! o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o
    _________ A vida não se desenvolveu de igual forma no Universo existindo assim desde microrganismos a seres altamente inteligente com capacidades e habilidades superiores às dos humanos. Entre essas civilizações alienígenas avançadas existem aquelas que não conseguiram dominar a tecnologia da viagem espacial, outras mais possuem avançadíssima tecnologia para viagens interestelares (como as civilizações aliens que vivem naquelas gigantescas naves-mãe maiores do que a Terra), e outras civilizações alienígenas que não atingiram nível tecnológico nenhum… Sem dúvidas que os ExTras estão se comunicando entre si por sistemas de comunicação de dados acima da tecnologia humana, mas vez por outra nossa tecnologia consegue capturar uma centelha de alguma mensagem alienígena (como o sinal WOW!, que não acho ser de cometas)… Não se sabe também se aquelas enormes estruturas semelhantes às esferas de Dyson, que surgiram ao redor de algumas estrelas, sejam estrutura para comunicação de dados entre civilizações alienígenas inteligentes!!!!!!!!!!!!!
    o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o