Outro oficial da Força Aérea dos EUA se manifesta para contar a verdade sobre a realidade extraterrestre

Tempo de leitura: 3 min.
Foto encontrada na Internet, podendo ser somente ilustrativa.

Aqueles que seguem de perto a casuística da ovniologia estão bem familiarizados com a história do Capitão Robert Salas, o qual nos conta que OVNIs interferiram com as operações de mísseis nucleares nas bases aéreas dos Estados Unidos.  Obviamente, como é de se esperar com qualquer pessoa que se manifeste para revelar a verdade sobre os OVNIs, o Capitão Salas foi muito combatido ao revelar tais fatos, com céticos dizendo que tudo não passa de fruto de uma imaginação fértil.

Contudo, agora, para respaldar as declarações do Capitão Salas, outro oficial da Força Aérea dos Estados Unidos se manifesta para contar a verdade sobre a realidade extraterrestre. E ainda, para calar os críticos que dizem que as pessoas só fazem isso por dinheiro, os resultados financeiros de sua ação não ficarão com ele:

O Capitão David D. Schindele foi um comandante do grupo de lançamento de mísseis balísticos intercontinentais Minuteman I no campo de mísseis da Base Aérea Minot quando passou por uma situação em que um objeto voador desligou todos os 10 dos mísseis com ogiva nuclear que ele era responsável, tornando-os inúteis. Isso foi há 50 anos.

Capitão David D. Schindele – Operador de Míssil Nuclear

Oficiais da Força Aérea instruíram Schindele para nunca falar sobre o incidente e, no que diz respeito a ele, nunca aconteceu. Schindele estava em uma instalação de controle de lançamento perto de Mohall quando o incidente ocorreu.

Em 6 de dezembro de 1966, o título da primeira página do Minot Daily News em 6 de dezembro de 1966, lê: “Centro de Controle de Lançamento de Minot é citado como indicação de visitantes do espaço exterior “. O artigo relatou sobre incidentes de OVNIs na área de Minot.

It Never Happened, Volume 1” (Isto Nunca Aconteceu) é o título do novo livro de Schindele sobre o acobertamento dos OVNIs pelas Força Aérea.

 

Schindele estava servindo na base da Força Aérea de Minot de julho de 1965 a maio de 1968.

Schindele disse ao Minot Daily News:

Durante esse tempo em Minot, muitos de nós tivemos incidentes extraterrestres nas instalações do Minuteman, mas todos nós fomos instruídos individualmente para manter o silêncio. Nunca percebemos no momento em que outros entre nós também estavam tendo incidentes, mas agora a verdade está se tornando conhecida”

Schindele disse que há vários anos ele descobriu sobre um incidente semelhante que outro colega controlador de mísseis teve, e isso o levou a escrever seu livro. Schindele disse:

Cerca de 35 anos após o meu incidente em Minot e ao descobrir sobre um incidente idêntico por outro comandante (Capt. Robert Salas) conectado à Malmstrom AFB em Montana, que foi durante o mesmo cronograma geral do meu incidente, então pensei em avançar com o ‘ Verdade’.

Schindele disse que levou mais cinco anos antes dele divulgar sua experiência em seu site e começar a informar os amigos íntimos de sua experiência. Ele disse:

Depois de descobrir em 2010 que outros colegas na base Minot também tiveram incidentes associados, então decidi realizar uma extensa pesquisa sobre o acobertamento da Força Aérea para descobrir exatamente por que a ela disse a todos nós para mantermos nossos bocas fichadas. Todos nós tínhamos autorizações de acesso secreto, mas isso não era suficiente para permitir que a Força Aérea nos contasse a verdade, ou explicasse os incidentes. Éramos todos mantidos no escuro e nunca treinados sobre como gerenciar tais incidentes e situações se elas se repetissem . Foi um momento muito desconcertante para todos nós .

Foi durante sua pesquisa e documentação das informações começando em 2010 que Schindele disse que sabia que deveria produzir um livro sobre suas descobertas. Ele disse:

Foi um esforço de seis anos e meio, mas também percebi que um segundo volume seria necessário para torná-lo completo.

Schindele disse que há outro aspecto a respeito disso que deve ser entendido:

Há muitos operadores de mísseis em Minot que levaram seu “segredo”para o túmulo, enquanto alguns mantêm o segredo até hoje, devido a grande trepidação envolvida [sic]. Com a passagem de mais de 50 anos desde o meu incidente em Minot e 70 anos desde o incidente em Roswell, (NM), não pode haver razão ética, moral ou crítica para manter o segredo da humanidade por mais tempo e meus outros colegas concordam com isso. Isso é coberto no Capítulo Sete do livro “.

Schindele disse sua razão principal é a de fornecer a verdade:

Desde o início, entrei em conflito com o objetivo de trazer a verdade a tantas pessoas quanto possível, sem ter apetite para chamar a atenção à minha pessoa, ou receber benefícios monetários. Mas também percebo a ilusão nisso.

Schindele e sua esposa, Diana, residem em Mukilteo, estado de Washington, ao norte de Seattle. Eles são casados ​​há 20 anos e têm uma família com quatro filhos adultos e oito netos. Schindele cresceu na área de Seattle e freqüentou a Universidade Estadual de Washington. Seus pais cresceram em Dakota do Norte – sua mãe em McGregor e seu pai em Tolna – e frequentou a Universidade de Dakota do Norte em Grand Forks.

Schindele disse que ele e muitos outros que eram operadores de mísseis durante o mesmo período se reúnem a cada e meio para uma reunião, embora suas fileiras estejam cada vez mais esgotadas. A próxima reunião será em Las Vegas no próximo mês de fevereiro.

O livro de Schindele está disponível na Amazon.com. Os resultados financeiros irão para a Associação da Força Aérea, Seção de Seattle.

n3m3

Fonte

Força Aérea dos EUAMinutemanmíssil nuclearSchindele
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (16)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Julio Cesar

    O que eu gostaria de saber mesmo é se todos os segredos, conspirações, e camuflagens, trabalham em favor da humanidade e de propaladas democracias, ou, ao contrario, servem para desintegrar moralmente a humanidade e a democracia, privilegando alguns?

    • PALEOSETI

      Nada é em favor da humanidade e sim para privilégios de poucos.
      E DEMOCRACIA é uma FALÁCIA.

      • Eduardo Silva

        Assino embaixo, embora a minha assinatura não dê nem para você entrar no cinema de graça, hehe

        • Julio Cesar

          Rsrsrsrs.

      • Tmago

        Democracia morde, tem q dar comida, levar p passear ?

    • Eduardo Silva

      Hey, Júlio César, vê se não vai ao Senado…
      Já sabem do teu plano para controlar o Estado… (Raul Seixas)

      Isso lhe diz alguma coisa?

      “…ao contrario, servem para desintegrar moralmente a humanidade e a democracia, privilegando alguns?…” B.I.N.G.O.

      • Julio Cesar

        Pois é, meu caro, é tanta hipocrisia que chega embrulhar o estomago. Sds.

  • Spock

    Não vou contribuir financeiramente com nada desse porte em matéria de livros de relatos de EX-oficiais.
    Pode até servir como fonte informativa ou especulativa… porém…
    Entendo que ex-oficiais para revelarem são menos difícieis de abrir a boca com o passar de longos anos… porém…
    Só vai ser plenamente crível o dia em que um oficial da ATIVA revelar o que sabe sem medo de ser punido, preso, defenestrado e perder seus rendimentos! Principalmente os rendimentos… porém…
    Nós compreendemos o quão é difícil para esses seres humanos revelar qualquer coisa! Creio que nem nós faríamos isso por mais que doesse a consciência!
    \//_

    • Marcelino Melo

      Eu , sendo um soldado, independente da patente , de vigília num base militar a noite, se pousasse um Disco Voador 50 metros de minha posição de vigília e dele saíssem dois humanoides acenando para mim, para em seguida retornarem ao seu aparelho voador e partirem, e aí vem meu superior imediato e manda ficar em silêncio.
      No dia seguinte sou chamado e interrogado por oficiais de patente superior e agentes secretos, que me ordenam a esquecer que aquilo aconteceu, e nunca mais na minha vida tocar no assunto, nem sequer entre meus familiares, pelo resto da minha vida, ou, em caso contrário ,sofrer as consequências , o que eu faria? Nunca mais tocaria no assunto .
      É assim que tudo funcionava e funciona.
      Esses homens falam a verdade. Robert Salas me convenceu disto. Tentaram se reunir para promoverem um evento onde novas testemunhas falariam ao público e a imprensa, a intenção era pressionar Hillary se ela fosse eleita. Não conseguiram os recursos, alguns desistiram de falar por receio, mesmo quarenta e cinco , cinquenta anos depois, e Trump foi eleito.

  • RGJ

    Alguns oficiais, com medo de serem repreendidos, recorrem ao expediente de “vazarem” as informações para alguns sites ou blogues, mas o interessante destes fatos, é que isto nos mostra o porquê as autoridades não liberam as informações sobre as visitas de extraterrestres em nosso Planeta. Como eles iriam explicar à população, que apesar de toda a tecnologia disponível hoje, eles não são capazes de nos defender de invasores de outros mundos. Seria um pandemônio!!!

  • Joao Paulo Jesus Flores

    sempre fico em duvida quanto a estes relatos, afinal ele apresentou provas do que ele falou?, então sei lá, nem sei o que dizer

  • Tmago

    Vocês humanos, nunca mais usarão essas armas em nosso planeta, já avisamos a vcs, comecem uma campanha p conter essa praga. Não iremos mais admitir e vcs não têm a menor chance. Sigam e se mantenham na agenda q estabelecemos p vcs. fechando canal sic sic…

  • sergio_ntl@hotmail.com

    pra mim os caras fumaram maconha estragada e por isso viram ufos .

  • Navegador Maluco

    Tssc… Tssc… Ai vem mais um best-seller , A Lista de Schindele! Kkkkkk, é válido que muitos se manifestem publicamente para revelarem a verdade, mas sempre precisam vender livrinhos? Esses acontecimentos realmente aconteceram, que expressam o poderio de controle dos extras sobre a frágil tecnologia humana, não há dúvidas, mas o que precisamos, não são livros, souvenires e conveniências lucrativas a respeito dos contatos com os ovnis, precisamos é, de pessoas que tenham tido acessos a filmagens, fotos e documentos credíveis de tais manifestações. Muitos seres humanos, acreditam e sabem da realidade do ovnis e dos extras entre nós, mas são uma minoria, se comparada à aqueles não acreditam, então “Provas Convincentes”, se corretamente apresentadas ao público, mudaria esse panorama, se existem essas pessoas que detém provas mais expressivas, e sei que existem, por que não as apresentam? Do que será que eles tem medo? Então por favor, parem de vender “livros”, como sendo “a prova de um crime”, modifiquem o que desejam transmitir, sem ser apenas escritas, sem terem seus minutos de fama, a respeito de um evento sério e perturbador, que ainda se encontra ridicularizado e menosprezado pela grande maioria da sociedade humana.

  • New Noob Novato

    Estranho… Discordando de outros participantes… Eu em minha opniao tenho tendencia em acreditar mais em declaraçoes simples como estas onde o participante nao tem muita certeza e esta cheio de duvidas do que uma historia cheia de conspiraçao carnavelesca tipo Philip Corso ou Bob Lazar… Dois que nao consigo acreditar… Enfim opiniao tem para tudo.

  • Kaczmarczik

    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – Boa Tarde a Todos!!! – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
    ________________ Bem que o livro deveria se chamar “A Lista de Schindele”!!! Ele não é o primeiro e nem será o último a contar algo sobre os OVETs/ETs, e isso acontece ou porque não suportam que a verdade seja escondida das pessoas, pois a realidade extraterrestre é séria e abrange muita coisa no mundo, ou porque estão no fim da vida e uma visita de MIBs, seja ExTras ou humanos, não fariam diferença para eles……….
    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –