Não entre em pânico, mas físicos provaram que a realidade não existe

Tempo de leitura: 2 min.

Na verdade, esta não é uma notícia nova, mas é interessante o suficiente para ser publicada aqui, pois se a realidade não existe, seríamos nós humanos responsáveis pela “ilusão” da existência de um Cosmos?  Veja:

Prepare-se para ter uma surpresa. De acordo com um experimento liderado por dois físicos na Austrália, a realidade não existe. O mundo, tal como você o conhece, é muito estranho, pelo menos a nível quântico.

Andrew Truscott e Roman Khakimov, da Universidade Nacional da Austrália, usaram átomos para colocar o Experimento de Escolha Retardada, de John Wheeler, em uso prático. O experimento de Wheeler pergunta, em tese, em que ponto um objeto decide agir como uma coisa ou outra.

A equipe de Truscott e Khakimov usou o que presume-se ser um equipamento científico extremamente caro e complexo para prender uma única molécula de hélio e então soltá-la através de um par de fachos de laser que formavam um padrão disperso de grade.

Outro conjunto de lasers foi então adicionado em intervalos aleatórios, a fim de recombinar os fachos, os quais, a nível quântico, fizeram isto parecer como um único átomo que viajou por dois trajetos diferentes ao longo dos fachos. Quando o segundo jogo de lasers foi retirado, o átomo parecia como se tivesse escolhido passar por um facho.

Entendeu? Sua cabeça está doendo? A física quântico é conhecida por causar isso.

De acordo com Truscott:

Se uma pessoa escolher acreditar que o átomo realmente tomou um trajeto ou trajetos em particular, então esta pessoa deve aceitar que uma futura mensuração está afetando o passado do átomo. Os átomos não se deslocaram de A para B. Foi somente quando eles foram mensurados no final da jornada que seu comportamento similar à uma onda ou uma partícula foi trazido em existência.

Ao invés do argumento de bom senso de que o átomo, ou tomou um trajeto, ou o outro, irrelevantemente de onde ele finalizou, a explicação da física quântica diz o contrário.

Se você observou o átomo tomando um trajeto ou dois, somente depende de como ele foi mensurado no final de sua jornada microscópica, o que, de certo modo, significa que a própria realidade não existe, a não ser que você a esteja observando.

Mas não entre em pânico, pois, se isto fizer com que você se sinta melhor, este experimento em particular é somente plausível a nível quântico, e seria quase impossível aplicá-lo na vida cotidiana. Mas ele também mostra que o tecido do espaço/tempo é absolutamente maluco e dificilmente faz qualquer sentido.

Mas não se preocupe pois, de qualquer forma, a realidade não existe.

n3m3

Fonte

física quanticarealidade
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (127)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • M3NIS

    Didi o Homem Camelo, já falava sobre isso nos anos 80, e mais… que a realidade é formada por camadas que vão de ténue a mais pesada, que todo o domínio que os Xtras tem as leis físicas vem do aprendizado de controlar as tais camadas de realidade.

    • PREDADOR

      Entao a realidade existe nao talvez como a percebemos e compreendemos mas existe…. apenas suas configurações estão além das limitações da nossa mente cognitiva e perceptiva…. porém existem formas e meios para penetrar nessa realidade e até manipula-la, algo que nossas limitações mentais e tecnologicas nao permitem… porém os ETs avançados uns 10.000 ou 100.000 anos ja conseguiram….

      • Kaczmarczik

        isso explicaria o fato de sermos desprezíveis para os ExTras….

    • Kaczmarczik

      quem é esse tal do Didi o Homem Camelo??? Não é o Renato Aragão??? Primeira vez que tenho notícia da existência desse tal de Homem Camelo!!!

      • M3NIS

        Didi tinha o apelido de camelo por conta de dois motivos, o primeiro era uma deformidade chamada de Cifose (corcunda), a outra era por conta dos trabalhos pesados que ele fazia, qualquer tipo de serviço braçal pesado também os mais nojentos como limpeza de foças sépticas, chiqueiros e curais, todo tipo de tarefa insalubre o pobre homem era chamado, as vezes trabalhava em troco de uma garrafa de cachaça. Didi mal conseguia falar 3 palavras seguidas, era visível seu déficit intelectual, só que guando ele bebia ele entrava em uma espécie de transe e falava palavras línguas como o Alemão, Grego, italiano coisas em Latim também, Mister Müller ficou sabendo da existência dele devida ao habito que o Didi tinha de puxar conversa com as pessoas perguntando:
        – Se já andou de Disco vuador ?? e ele mesmo respondia:
        -Eu já!! E sempre dava uma sonora gargalhada e perguntava pra mesma pessoa, 5, 6 vezes a mesma coisa:
        Se já andou de Disco vuador ?? ele perturbava as pessoas com esta pergunta até que se alguém se aborrecia e o expulsava como se faz com um cão sem dono. Eu viajei com Mister Müller quando ele foi investigar em Novembro de 1986 casos de luzes que muitas pessoas estavam observando na região da cidade de Antônio Carlos (MG), eu lembro bem, depois de passar o dia inteiro conversando com várias testemunhas paramos em um vendinha dessas de interior bem típica com todas as quinquilharias penduradas, eu estava morrendo de fome quando o dono da venda nos trouxe o melhor sanduiche de mortadela que eu comi na vida com guaraná de garrafa quente (porque não tinha freezer), foi então que papo vai papo vem o dono da venda nos conta que ele também viu as luzes e que o pessoal de uma revista tinha passado por lá fazendo pergunta sobre Discos Voadores foi então que um sujeito entra na conversa e fala do Didi:
        -Aqui seu moço ! nóis tem um até um camarada que “prozeia” cuns E.T. aí pelos mato afora.
        E contou pra gente toda história sobre o Didi Camelo, eu achei a história engraçada já o Mister Müller perguntou pro sujeito se ele sabia como encontrar o tal Didi, ele disse que levava a gente lá no curau onde ele morava, e lá fomos nós, no caminho o sujeito nos conta que quando o Didi bebia ele se transformava e que falava até “ingrês”. Chegando lá, nos demos conta que Didi morava em um paiol ele dormia sobre o feno, sem nenhum objeto pessoal, com duas muda de roupa uma tália d’água um cobertor velho é só, o colocamos no carro Didi não falava nada só sorria, era engraçado velo sorrir porque ele só tinha dois dente na boca, ao voltamos a Mercearia ficamos tanto eu como Müller muito constrangidos ao constatarmos que Didi era portador de um grande atraso mental, Mister Müller vendo a situação não quis fazer mais a entrevista que foi o objetivo de sua presença ali, foi quanto o sujeitinho começou a dar cachaça, empurrava goela baixo do pobre Didi, meio litro, depois um litro, dois, dois e meio com medo que o Didi entrasse em como alcóolico, pediu que parassem, mais a vendinha já estava cheio de gente e todo mundo falava:
        -Não espera aí que o senhor vai ver.
        E realmente vimos uma transformação que sobre a ótica da lógica não tinha explicação, Didi Parecendo estar sobre profundo transe começa a falar palavras em diversas línguas de maneira desconexa depois começa a fazer frases em Grego italiano e surpreendentemente responde ao Mister Müller, perguntas feitas em Alemão.
        Mister Müller ficou extremamente impressionado com o Didi tanto que um mês depois desse primeiro encontro, Müller o trouxe, pra morar na chácara onde ele morava e durante 7 anos Müller estudou a psique daquele ser extraordinário, o material é riquíssimo são horas e horas de gravações material escrito, parte desse material esta sobre meus cuidados, Mister Müller dizia que Didi era a prova viva no mínimo da existência da paranormalidade. Nas conclusões de seus trabalhos com Didi, Müller chegou a conclusão que Didi era abduzido pelo menos 3 vezes ao ano.

        • Kaczmarczik

          grato pela sua explicação e desculpe minha ignorância… O Didi ainda está vivo?

  • Astolfo Fagundes

    Existe a teoria de que o universo é uma simulação de computador. Bem, eu digo que é uma realidade virtual, e esta realidade esta sendo “hackeada”, e este “hack” é a realidade que estamos vivendo, esta falsa realidade. Há quem diga que esse hack tem alguma coisa a ver com Saturno. É como se fosse um imenso sistema de transmissão, que esta transmitindo a falsa realidade na faixa de frequência que decodificamos. É assim que nós percebemos essa realidade.
    Qualquer um pode pesquisar na internet por “sons de Saturno” e ouvir alguns desses horríveis sons que foram gravados. Esses sons talvez representem o som da Matrix que tem nos aprisionado através da manipulação genética, a qual as antigas civilizações se referem.
    De alguma forma essas transmissões tem sido capitadas, decodificadas e transformadas em realidade. Parece ser substancial, mas se não fosse uma radiofusão, não estaríamos recebendo e transmitindo através do DNA manipulado. Existe um sistema de bloqueio, nós não estamos percebendo tudo dentro da realidade holográfica que poderíamos estar experienciando.

  • Alex Vieira

    Isso eu já sabia e comentei aqui antes, já encontrei vários “bugs” nesta realidade virtual.

    • PALEOSETI

      Bugs é que não faltam. Daqui a pouca vai travar e será necessário um dar RESET e talvez uma formatação.

      • Lênio™

        Neste caso, só formatando a trilha zero pra ver se resolve.

  • Hannah_Cat

    Confesso que li e reli o artigo e continuei sem entender nada.
    Mas sei que não preciso me preocupar porque afinal se a realidade não existe o que há para se entender, não é mesmo?!

    • cyrocs

      Muito bom!!!!!

    • Guerreiro

      Pois é, e se a realidade não existe, então o artigo postado acima também não existe, logo, a inexistência da realidade citada no texto também não existe. rsrsrs

    • Kaczmarczik

      li e reli o artigo e cheguei à conclusão de que os cientistas da matéria também não entenderam nada……….

  • RGJ

    Se levarmos esta “descoberta”, para a realidade dos Ovins, então está explicado, eles só existem se o vermos, aliás, agora estou na dúvida se eu existo…

    • Paulo B. Affonso

      Oi! Com certeza algumas regrinhas de conjugação verbal, realmente, não existem em você. Mas não me queira mal, na verdade nem sou real.

    • Kaczmarczik

      kkkk nada disso amigo, eles existem mesmo sem o vermos porque passam camuflados sobre nós sem os percebermos

  • 666Dark

    Desde que nasci que sei disso ! Já escrevi várias vezes sobre isso aqui ! E os bonecos, como ficam ! Hehehehehehee…

    • PALEOSETI

      Adivinha qual o nome do participante do OH que veio na minha cabeça, assim que li o titulo da matéria? hehe

      • Spock

        Tony Galleti!
        \//_

        • PALEOSETI

          O Tony Galleti foi o segundo. hehe

      • Kaczmarczik

        Aguinaldo Francelino

      • 666Dark

        Sabe que não tenho a mínima idéia de quem seja ? Hehehehehehehee…

    • 666Dark

      Exclarecendo os bonecos: Me referi aos extras sem espirito que fazem parte do jogo e são geralmentes os maus, como politicos, bandidos e etc, prá encrementar o jogo.
      Os extras são a grande maioria aqui.
      Os verdadeiros jogadores são protegidos contra eles e não correm riscos de morrer.

  • aland_55

    Bom! Volto a dizer que estamos todos dominados (uns mais, outros menos) e a morte é a maior das sacanagens.A renovação celular permanente é possível e que as celulas do câncer produzem uma enzima chamada telomerase, tornando estas células imortais. Esta enzima também é produzida nos testículos, ovários e células tronco,e evita o encurtamento dos telômeros que provocam o envelhecimento, provando que a imortalidade seria possível.

    • brexpeditionary

      Na verdade é o que alguns livros da Bíblia dizem: que era absolutamente normal haver pessoas com mais de 500 anos de idade e tal…

      • Kaczmarczik

        naquele tempo:
        1- não existia poluição ambiental;
        2- os alimentos eram naturais;

        • KOALA

          3- já existia cerveja.

          • Lênio™

            Só que não era esse nosso suco de milho.

            • KOALA

              Verdade.

          • Kaczmarczik

            não a cerveja como se conhece, porque naquele tempo não havia destilação de álcool , mas existiam bebidas como o fel e o absinto, que eram igualmente embriagáveis

    • Hannah_Cat

      Não vejo muita vantagem na imortalidade física. Longevidade em bom estado de saúde ainda sim, mas imortalidade?!
      Não faz muito tempo li, mais em mais de um lugar na internet (e não sei se é verdadeira, provavelmente não ), a história de um tailandês de 145 anos [nascido em 1870]. Tudo o que ele dizia querer é morrer, e já tinha até providenciado o próprio túmulo. Digamos que isso seja verdade: já pensou a memória que este homem carrega, de anos de história, tanto do mundo como pessoal?! Deve ser “cansativo” viver tanto!

      • Eduardo Silva

        Nosso ‘life span’ (tempo de vida médio dos humanos terrestres) é ridiculamente curto. Vivemos em média 80 anos e quando começamos a adquirir um pouco de sabedoria já passamos dos cinquenta e nossos corpos já não respondem mais com o mesmo vigor de quando tínhamos vinte ou trinta. Morremos em média aos oitenta ainda totalmente crianças, do ponto de vista do conhecimento e sabedoria. Ou seja, quando começamos a entender alguma coisa da vida, já é muito tarde para aproveitá-la de forma mais sábia. Concordo com o aland_55: é realmente uma grande sacanagem.

        • Hannah_Cat

          Como encaro a vida sob a perspectiva da eternidade, não acho que o que aprendemos nesta se perde: levamos conosco para as outras dimensões. Quando retornamos ao mundo físico, mesmo sob o esquecimento das vidas anteriores (porque o cérebro tem capacidade de fatorar uma vida física por vez) trazemos conosco a somatória do aprendizado de modo intuitivo.
          O que me diz das habilidades natas de uma pessoa, da facilidade de assimilar com rapidez certas coisas (que na verdade são recordações do que fora aprendido antes)?! Da “esperteza”, surgida sabe-se lá de onde nem quando ao escapar de certas armadilhas, quando nunca se passou por algo semelhante?!

          • Kaczmarczik

            de qualquer forma muita coisa fica conosco mesmo……….

          • aland_55

            Eu aceitaria muito bem a reencarnação,que não afirmo não existir, mas que se existir considero outra grande sacanagem pois ninguém se lembra de nada, então pra que serviria, e na outra vida provavelmente também enfrentaremos muitos problemas visto que os seres multidimensionais negativos tem acesso. Acho que o ser humano deveria lutar para uma vida melhor neste planeta, pois isto é possível, a começar pela base da pirâmide sem a qual o restante não se mantêm.

            • Silvio Toledo

              eu aceito que… por enquanto… não me compete entender estes eventos :). Existem mais coisas que podemos imaginar e nem tudo é o que imaginamos ser.

            • Eduardo Silva

              Há muitas coisas que não nos são explicadas quando o assunto é reencarnação e uma delas é que a reencarnação em si é utilizada como ferramenta para atrasar (retardar) nossa evolução, já que devido à configuração pré existente em nosso DNA, esquecemos tudo ao nascer e só começamos a tomar consciência de alguma coisa quando já é muito tarde na vida, geralmente depois dos 50 para alguns e a grande maioria, 99.99999999…% chega ao fim da vida sem sequer um vislumbre do que são, de onde vieram e o que vieram fazer aqui (missão). É claro que há pessoas que se lembram intuitivamente (e algumas perfeitamente) de quem são e o que vieram fazer aqui, mas essas são exceções e seu número é tão reduzido que suas ações, atitudes, lembranças e consequente conhecimento dos fatos não ajuda em nada a evolução dos demais, que preferem continuar dormindo (zona de conforto).

              • aland_55

                Se não houvesse o esquecimento na suposta reencarnação, o ser humano seria sábio, pois todos os conhecimentos adquiridos se perpetuariam e a evolução seria incrível. Como isto não acontece julgo este processo negativo , a não ser se fosse tipo uma segunda chance para quem não atingiu um mínimo de evolução.

                • Hannah_Cat

                  Existe a lei de causa e efeito, aland_55. O que não temos de retorno nesta vida (seja lá o que for), teremos numa próxima. E muitas vezes este retorno necessita do “esquecimento” para acontecer.

              • Hannah_Cat

                Edu, vc que é tão “trekkie”, lembra da moral da história do episódio “Réquiem para Matusalém”?!
                Lembra do episódio “Metamorfose”?! Ambos enfocam, de modo diferente, a questão da imortalidade. O que há em comum neles é que se chega à conclusão de que se trata de uma condição incômoda.

                • Eduardo Silva

                  Sim, essa questão abordada em ambos os episódios mostra o quanto é incômodo uma pessoa ter um ‘life span’ muito maior que os demais de sua espécie. Agora imagine que nosso tempo de vida médio como espécie humana fosse de 300 anos. Certamente haveria alguns entre nós que morreriam naturalmente aos 250 mas também haveria alguns que morreriam aos 350 e isso seria considerado absolutamente normal para nós como espécie e ficaríamos estupefatos ao descobrir que há em algum canto do planeta (ou em outro planeta) uma civilização cujo ‘life span’ é de ridículos 80 anos. Ficaríamos até com ‘dozinha’ deles, tadinhos.

                  Já imaginou a possibilidade de, após adquirirmos o conhecimento e sabedoria, o que normalmente ocorre após os 50, ainda tivéssemos mais 150 ou 200 anos pela frente para conduzir sabiamente nossas vidas além de poder contribuir ativamente para a evolução de nossos semelhantes e do planeta como um todo? E isso tudo com um corpo jovem, firme e vigoroso, característico de quando estamos na faixa dos 30?

                  Já lhe ocorreu também, que boa parte dos filmes que abordam esse tema (vida longa de um único indivíduo, como acontece também em ‘Bicentennial man’ O homem bicentenário]) fazem parte da estrutura hollywoodiana de ‘acostumar o distinto público’ a um determinado conceito e assim desencorajar e gerar conformismo?

                  Já que você citou Star Trek como exemplo, também cito o longa “Insurrection” (Inssurreição) protagonizado pelo elenco da nova geração, em que todo o enredo se dá em torno de uma pequena civilização cujo ‘life span’ é bem superior aos 300 anos. Aliás, 300 anos era a idade daquela mulher, muito bonita e de personalidade forte, que acaba por ter um ‘affair’ com o Capitão Jean ‘Luc Picard’. Para aquele grupo humano em particular, vida longa não era nenhum incômodo, muito pelo contrário, era a condição natural deles como consequência das energias emanadas pelo planeta em que viviam.

                  https://www.youtube.com/watch?v=aL4jssSI6h8

                  https://www.youtube.com/watch?v=514h5cdwQyY

                  • Hannah_Cat

                    A humanidade já teve a sua fase de vida bem menor que a atual. Na Grécia antiga chegar aos 25 anos era viver bastante e já se era considerado “pessoa madura”. Fomos ganhando longevidade com a era do Renascimento (pós Idade Média), O iluminismo, a era industrial, a pasteurização com o seu princípio de “micro organismo” [vírus e bactérias], o saneamento urbano, a descoberta da penicilina e outros antibióticos, enfim com o avanço da ciência como um todo.

                    Eu vi este filme “Insurrection” no cinema, apenas uma vez, mas já não me lembro mais da história. Só me lembro de ter gostado muito. Talvez compre em DVD (se houver disponível).

                    Quanto a “Hollywood incentivar o conformismo”, não aventei tal hipótese. É bom lembrar que os exemplos que citei já tem cerca de 50 anos, o mundo era outro. Mas compreendo o que vc quer dizer: trata-se um complô contra a humanidade, que eles encaram como um gado (e os meios de comunicação corporativa contribuem para a manipulação); vide as “opiniões de especialistas” [compradas] ultimamente, e divulgadas na TV quanto à alimentação e a outras substâncias químicas (não quero citá-las aqui) que muitos já sabem seus benefícios, contrapondo ao que nos foi dito como maléfico e vice-versa.

                    A sua idéia de viver 300 anos pode ser boa, desde que em condições e realidade bem mais favorável a que estamos vivendo. Na atual, não. Imagine vc com 110 anos numa cadeira de rodas, cheio de osteoporose, surdo, gagá, com as demais consequências da velhice que se tem (mesmo que atualmente) um verdadeiro “caco”, só dando trabalho aos outros! Quer viver assim?! Eu, não! o.O
                    110 anos de vida é pouco pra você?!

                    Você sabia que os quatro neurotransmissores principais começam a decair, gradativamente, aos 40, 50 e 60 anos?! Aos 70 poderá existir uma “biopausa” ACELERADA destes neurotransmissores. Pode-se haver certa compensação dos mesmos através da alimentação adequada e suplementos, mas não evita o declínio. Os pesquisadores dizem que um dos melhores remédios é uma noite bem dormida todos os dias.

        • Silvio Toledo

          Embora isso possa soar frustrante, aparentemente a função do corpo não é levar a estágios avançados de conhecimento e de experiência ( e lembro que pessoas viveram e morreram sem esta ciência toda que temos hoje ) , mas conduzir a um tipo específico de experiência de ” despertar” já que no “além” todas as coisas são compreendidas como são, sem necessidade de uma mente científica.

          Nossa essência não é o corpo físico. O corpo físico é um veículo para que possamos interagir nesta “realidade”, uma espécie de tecnologia avançada, uma máquina – biológica – auto reparável. Uma fase/etapa do que realmente somos.

          Quem fez essa associação sinérgica entre nosso espírito a este corpo físico ( máquina biológica complexa ) limitou o prazo de validade pra casa dos 80 anos, mas o corpo não é o intelecto ( pensamento, intenção, essência vivente, espírito ) . Entendo o que rege este universo como um “Princípio” além de nosso entendimento.

          Por alguma razão o espírito ( nosso ) que se difunde pelo infinito foi forçado para dentro desta máquina localizada ( nosso corpo ) , transformando o que era parte de um todo em um indivíduo completo, com seu próprio universo interior.

          Após o fim desta experiência, quando o corpo sofre danos sem reparos, o espírito se dispersa e volta pro cosmo. Se ele mantém ou não a consciência individualizada é um mistério. Dizem ensinamentos milenares que sim, é possível. Então haveria vida após a morte ( não falo de reencarnação, mas de uma segunda etapa, sem o corpo físico que conhecemos ), uma forma de vida mais complexa.

          Na minha experiência própria, sentia que ao dissociar a minha essência do corpo, eu estava voltando a fazer parte do todo. Seria morrer o mesmo que devolver toda a matéria prima ao universo? Não sei se a matéria ou o espírito retornava para o universo, mas eu deixava de ser um indivíduo e passava a ser parte do todo, sentia tudo, era um só com o universo. Mesmo assim havia ali ainda uma consciência individualizada ( eu ? ou uma manifestação superior em mim? ) que me fez escolher voltar.

          Seja qual for o mistério do além, ele depende de aprendermos algo aqui. Algo que não vem com o conhecimento científico, mas com a experiência própria de viver de cada um.

          • Kaczmarczik

            em outras palavras o intelecto não estaria limitado pelo corpo seria como algo muito maior compactado no corpo!!!

    • Sylvester Stalonge

      Esse gato é uma vergonha para a espécie.

      • PALEOSETI

        Ou ele quer a paz e o rato quer a guerra.

        • Sylvester Stalonge

          É aquela velha história, quando um não quer, dois não brigam. Só que nesse caso o gato é medroso mesmo kkkkkkkkkkkk

      • brexpeditionary

        Patético!!!

      • 666Dark

        Não é não, eles na verdade são amigos e só estão brincando.

    • Munn Rá : O de Vida Eterna

      Discordo : Esse rato e um corajoso membro dos roedores dizendo abaixo á opressão felina

    • Kaczmarczik

      @Hannah_Cat:disqus não curtiu este GIF he he he he hehe

    • Acosta

      Mas encarar um “coelho” desses é difícil mesmo…

    • Sergio Fernandes

      esta rato está contaminado por um parasita chamado toxoplasma gondii, onde ele perde o medo do Gato e corre atraz para ser devorado, pois o parasita se aloja no estomago do gato para poder se reproduzir, sobre o assunto acima citado, são teorias, em algum momento a tecnologia ou a ciencia irá mostrar novos fatos ou outras teorias para explicar o que está alem do nosso entendimento até o momento.

    • Acosta

      Mas encarar um “coelho” desses é difícil mesmo…

  • Sylvester Stalonge

    Desculpem gente, vocês não existem, sinto muito, são apenas fruto da minha imaginação.

    • PALEOSETI

      Bom…
      A maioria dos terráqueos (gado) não pensa, logo, não existe. hehe

      • Sylvester Stalonge

        Se a maioria parassem e pensassem, a realidade seria outra, mas vivem na ilusão.

    • Kaczmarczik

      e vocÊ é fruto da sua própria imaginação he he he he he he he

  • brexpeditionary

    Foi exatamente o que um Tenente nos disse quando estávamos no meio de um exercício militar sob forte chuva: “Se você não pensar na chuva, ela não existe”. 😉

    • Hannah_Cat

      Quero ver conseguir fazer este método funcionar com o fogo: “Se você não pensar no fogo (enquanto está sendo queimado) ele não existe”. Tá bom…

      • Kaczmarczik

        ou melhor “se você não pensar no fogo inimigo ele não existe” he he he he he he

      • 666Dark

        Vc não conhece o cara que trabalha em um restaurante e usa banha fervendo e coloca com as mãos as coisas na panela e depois as retira com a maior calma e suas mãos não são queimadas !
        Esse é um dos superhumanos entre outros.

        • Kaczmarczik

          sim isso foi mostrado em um vídeo não foi?

          • 666Dark

            Exatamente ! Acho que se procurar na net deve encontrar.

        • Hannah_Cat

          Nossa, é mesmo?!… Nunca vi nem ouvi falar num caso assim!…

  • Spock

    O problema básico é que as pessoas pensam que “certo” e “errado” são
    absolutos; que tudo que não é perfeitamente e completamente certo é
    totalmente e igualmente errado.
    \//_

  • KOALA

    Então quer dizer que eu não chego bêbado de madrugada em casa? Hummm… Minha mulher tem que saber disso urgentemente.

    • EtevaldoS

      Depende de qual facho tu pega.. kk

      • KOALA

        KKKKKK….

  • Li, reli e não entendi. Esses assuntos sobre física quântica são muito complexos.

    • WJunior

      Se VC tivesse entendido estaria escrevendo uma equação que teria passado pro segundo caderno… E não ia gostar dos olhos que estariam sobre VC. Ou seja ninguém entendeu direito.

  • Tmago

    Nós somos os responsáveis por criar o cosmos, e até enviamos alguns irresponsáveis p o espaço q ficam a jogar pedras aqui p baixo. Pegamos aqueles velhos “lanterninhas” de cinemas e tbm mandamos p o espaço, com lanternas acessas, eles clareiam a Terra por algumas horas, e outros auxiliares rasgam sacos de Cebion nesses feixes das lanternas p q possamos receber vitamina C.

    • Kaczmarczik

      e outros auxiliares rasgam sacos de Cebion nesses feixes das lanternas p q possamos receber vitamina C.

      acho que você se referiu aos salgadinhos que são consumidos nas sessões de cinema, ou estou enganado????

      • Tmago

        Vitamina D , errei. No meu tempo no cinema era pipoca e amendoim (bibis)

        • Kaczmarczik

          entendi @tmago:disqus , mas ainda se tem pipoca nos cinemas hoje, sendo que o aroma das pipocas de forno são ainda mais fortes… É que você falou em “rasgar sacos de Cebion” então pensei ter se referido a salgadinhos nos cinemas

        • PREDADOR

          pensava que bibis que vcs falavam era aquelas balas coloridas com amendoim dentro kkkkkkk

  • Kaczmarczik

    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – Boa Tarde a Todos!!! – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
    _______________Os cientistas humanos ainda estão batendo cabeça por causa do tecido do espaço/tempo. Estão igual ao pai do Homem de Ferro, Tony Stark, ou seja, limitados pela tecnologia de sua época. Está acima da Ciência humana entender o tecido espaço/tempo neste presente tempo, então aguardem nova intervenção alienígena com mais tecnologia deles (como aconteceu depois de Roswell 1947) e isso será entendível… A realidade existe. Se você se machuca você sente dor e ela é real, logo você existe! O Universo existe! A Terra existe! Essa hipótese sem sentido dos cientistas de que algo só existe se você estiver olhando para ele é totalmente sem pé nem cabeça, logo, se eu andar de costas sem olhar para trás não esbarrarei na parede que está atrás de mim porque como não estou olhando para ela ela simplesmente não existiria!!! Então se você estiver andando na rua você só será atropelado se vocÊ ver o veículo!!!! Eles usaram uma molécula de hélio para observar em um equipamento extremamente caro o comportamento da mesma a nível quântico. Estavam a observar se o átomo seguiria por escolha ou por ocasião um feixe de lasers entre tantos outros dispostos aleatoriamente ( ha ha haha sem sentido) e ao retirar um feixe de lasers perceberam que o átomo parecia ter escolhido outro feixe de lasers (como se o átomo, na falta de um feixe de lasers, se direciona para outro, mas isso pode ser explicado por alguma atração magnética entre o feixe de lasers restante e o átomo em questão se tal força puder ser constatada quanticamente) e a explicação deles é que isso só foi possível acontecer porque eles estavam vendo!!!!!!!!! Melhor os cientistas esperarem por outro gesto de boa vontade dos ExTras em trazem mais tecnologia avançada, mas ao verem que a primeira leva de tecnologia não foi acompanhada por uma evolução ética e moral da humanidade eles pensarão duas vezes antes de nos ajudarem de novo…
    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

  • Acosta

    A psicanálise já havia determinado tal coisa há anos, chama-se negação. Agora um desafio ao sofrido povo brasileiro; negue para si mesmo que o seu país não é um caos em termos de violência, de saúde e educação e que os seus políticos não são corruptos…É cada coisa que se lê…

  • Lênio™

    Uma coisa tenho certeza. Pra onde olharmos a humanidade está deixando de existir.

  • Silvio Toledo

    ” O ser humano vivencia a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do resto do universo – numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. E essa ilusão é uma espécie de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá alcançar completamente esse objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior”
    Albert Einstein

  • Matheus Henrique Neves

    Só digo o seguinte: a vida é louca e nela só estou de passagem. “Racionais Mc’s”

    • Kaczmarczik

      mas que faça uma boa passagem tanto para si como para os semelhantes……….

  • Bernardo Hernandez Filho

    Quem pensa q ET é bonzinho é melhor tirar o cavalo da chuva. Eles são os responsáveis por esta joça. A terra já foi um paraíso. Eles criaram esta ilusão. Assistam Oblivion.

  • Astolfo Fagundes

    Não sei se após a morte as nossas consciências se perdem ou não, mas particularmente não acredito em reencarnação.

    • Pólux 88

      kkk a ”morte”, não existe! Como a ”solidez” da matéria, este conceito é uma das maiores ilusões que ainda carregamos.

  • Pólux 88

    A ”realidade” externa, física, é uma grande ilusão. Tudo são projeções captadas por nossos 5 sentidos. O Universo é um grande fractal de consciência, onde um ponto sem dimensão abriga um potencial de divisões infinito. É consciência que se sub-divide. Existe um campo de energia e informação de onde tudo emana, e onde ocorre o feedback de informações que vão ”montando” a realidade nessas projeções. Nesse campo, conhecido como Akasha por tradições místicas do oriente, ou como campo de Planck ou Vácuo quântico pela física moderna, passado presente e futuro coexistem, como informação, esperando a consciência decidir por qual ”tela” vai ser projetada. Somos um fractal da consciência do todo, se auto experienciando em uma camada densa de existência, o que da a impressão da matéria ser sólida. Mas ela e tudo é, energia em vibração. Tudo é resultado de uma consciência superior, a tal ”divindade”, que se projeta nela mesma em diferentes escalas e níveis. Nossa realidade de fato, é somente a da consciência, o resto, pura ilusão. Bom ver a física moderna (quântica), estar a frente de experimentos que corroboram isso, e ainda tem o poder de indicar caminhos a sociedade pensar. O futuro é de descortinar cada vez mais o Universo, e vivermos como seres evoluídos, não como os selvagens que muitos costumam ser.

    • PALEOSETI

      Gostei.
      E o nosso sonho, onde entra nessa realidade aparentemente ilusória?
      Pergunto isso porque tenho sonhos não muito comum, acho.
      As vezes estou no controle e dou o destino dele (até um certo limite) como estivesse consciente. E dependendo da situação, resolvo acordar.
      As vezes sonho com pessoas que nunca vi e no dia seguinte, elas cruzam o meu caminho.
      As vezes sonho com situações que no dia seguinte acontece algo parecido.
      As vezes sonho que estou digitando longos debates com alguém aqui do blog, em torno de um comentário que fiz e já foram vários sonhos assim. O estranho é que nunca fiz nenhum longo debate com ninguém aqui.

      • Kaczmarczik

        realmente sonhos são um mistério, muitos deles nem sonhos se parecem, mas como uma experiência paralela………

      • cerberos

        Quando era novo acontecia isso direto, sonhos que eu controlava, muito dejavu, situações conversas que eu já tinha vivido e/ou já sabia o que seria dito ou respondido até duas ou três frases a frente. Uma vês viajei, tinha uns 15 anos, para um lugar distante, que nunca tinha ido, e ao chegar lá a pessoa foi me mostrar a casa e eu sai dizendo o que tinha atrás de cada porta, comodo por comodo, bem estranho. Paralisia do sono, horrível isso. mas a medida que fui crescendo foi diminuindo.

    • Kaczmarczik

      essa é a questão:

      A ”realidade” externa, física, é uma grande ilusão. Tudo são projeções captadas por nossos 5 sentidos. Essas projeções de informação são processadas pelo cérebro, sentidas pela mente, mas só existem por causa da consciência.

      Se os 5 sentidos (há quem diga que possuímos 6 ou 7 sentidos) captam sensações é porque as coisas que sentimos existem, logo são reais e o que faria que as coisas sejam sentidas de forma diferente de pessoa para pessoa se deve aos receptores dos sentidos, pois tendo eles algum problema as sensações seriam captadas de forma diferente, sem contar que o cérebro que traduz todas as informações captadas pelos receptores da realidade em volta de nosso corpo ( e dentro do corpo também) deve estar em perfeito estado e funcionando corretamente sob o risco de que mesmo os receptores da realidade em nossa volta estarem em perfeitas condições a realidade seja traduzida incorretamente…

      • sisli maria magalhaes lages

        Resumindo..tá dificel!??/

        • Kaczmarczik

          boa noite @sislimariamagalhaeslages:disqus não entendi o que estaria sendo difícil….

  • WJunior

    Caracas! Existe não? Phoda, eu tinha um encontro…
    Vou desmarcar, melhor uma bronha…

    • Tmago

      Lembra o filme Cinco Dedos de Violência.kkkkkkkk

    • sisli maria magalhaes lages

      Rindo de montão.

  • TRUYTS

    Penso…. logo existo….
    Penso…. logo pergunto
    Penso…. logo descubro
    Penso…. pergunto e descubro que não existo
    Mas, se ainda penso….
    Onde existo? (Pergunto novamente)

    • sisli maria magalhaes lages

      Na vida espiritual com o Eterno Criador.Terra deve ser uma transição..deve ser o atomo que desviou na fenda.

  • Diego Silva

    Interessante, uma vez vi uma matéria parecida, mas falando da realidade e sensação do tempo, se o tempo é real ou uma ilusão.

  • Acosta

    A psicanálise explica isso há tempos, chama-se negação e não é nada mais que uma fuga a realidade, ou se quiser aceitar melhor, um princípio de demência…

  • Diana Artemis

    DESCOBERTA REVELA O UNIVERSO MULTIDIMENSIONAL NA REDE DO CÉREBRO HUMANO!
    O cérebrohumano é incrível! Nosso cérebro é um super computador avançado que é mais eficiente e possui mais poder computacional bruto do que os supercomputadores mais impressionantes que já foram construídos.

    Uma descoberta inovadora começa a revelar os segredos arquitetônicos mais profundos do cérebro e é claro que nosso cérebro é ainda mais avançado do que jamais poderíamos imaginar. Os cientistas descobriram um universo multidimensional na rede cerebral. Existem estruturas no cérebro com até onze dimensões!

    Se pudéssemos acessar maiores dimensões, poderíamos ver todos os eventos passados, presentes e futuros aparecendo diante de nossos olhos simultaneamente .

    A teoria das supercordas, uma das principais teorias de hoje, tem o potencial de desbloquear um dos maiores mistérios do universo, a saber, como a gravidade ea física quântica se encaixam. A teoria das superconjuntos afirma que existem 10 dimensões.

    Esta nova descoberta mostra que há muito mais que ainda não sabemos sobre as capacidades do nosso cérebro.

    Pesquisadores do Blue Brain Project usaram a topologia algébrica de uma forma que nunca antes foi usada na neurociência.

    “Encontramos um mundo que nunca tínhamos imaginado”, diz o neurocientista Henry Markram, diretor do Blue Brain Project e professor da EPFL em Lausanne, na Suíça, “há dezenas de milhões desses objetos, mesmo em uma pequena mancha do cérebro, Até sete dimensões. Em algumas redes, até encontramos estruturas com até onze dimensões “.

    Markram sugere que isso pode explicar por que tem sido tão difícil entender o cérebro. “A matemática geralmente aplicada para estudar redes não pode detectar as estruturas e espaços de alta dimensão que agora vemos claramente”.

    É muito difícil para nós entender que existem mundos além da nossa visão tridimensional do meio ambiente. Se os mundos 4D esticar nossa imaginação, mundos com 5, 6 ou mais dimensões são muito complexos para a maioria de nós compreender.

    Aqui é onde a topologia algébrica vem: um ramo de matemática que pode descrever sistemas com qualquer número de dimensões. Os matemáticos que trouxeram topologia algébrica ao estudo das redes cerebrais no Blue Brain Project foram Kathryn Hess da EPFL e Ran Levi da Universidade de Aberdeen.

    “A topologia algébrica é como um telescópio e um microscópio ao mesmo tempo. Pode ampliar as redes para encontrar estruturas escondidas – as árvores na floresta – e ver os espaços vazios – as clareiras – tudo ao mesmo tempo “, explica Hess.

    Em dimensões superiores, você pode ver universos alternativos.

    Executando testes múltiplos no tecido cerebral virtual, os cientistas poderiam mostrar que as estruturas cerebrais multidimensionais descobertas nunca poderiam ser produzidas por acaso.

    “O aparecimento de cavidades de alta dimensão quando o cérebro está processando informações significa que os neurônios da rede reagem aos estímulos de forma extremamente organizada”, diz Levi. “É como se o cérebro reagisse a um estímulo construindo e arruinando uma torre de blocos multidimensionais, começando por varas (1D), depois pranchas (2D), então cubos (3D) e geometrias mais complexas com 4D, 5D, etc. A progressão da atividade através do cérebro se assemelha a um castelo de areia multidimensional que se materializa fora da areia e depois se desintegra “.

    A grande questão que esses pesquisadores estão perguntando agora é se a complexidade das tarefas que podemos realizar depende da complexidade dos “castelos de areia” multidimensionais que o cérebro pode construir. A neurociência também tem lutado para encontrar onde o cérebro armazena suas memórias. “Eles podem estar” escondendo “em cavidades de alta dimensão”, especula Markram.

    Então, não há dúvida de que o cérebro humano é muito complexo, assim como o supercomputador. Ainda não encontramos uma maneira de desbloquear todas as capacidades incríveis do cérebro.

    Mas se temos um universo multidimensional em nossa rede de cérebro, isso significa que poderíamos acessar dimensões mais altas!
    Escrito por Cynthia McKanzie – MessageToEagle

    A imagem tenta ilustrar algo que não pode ser imaginado – um universo de estruturas e espaços multidimensionais. À esquerda é uma cópia digital de uma parte do neocórtex, a parte mais evoluída do cérebro. À direita estão formas de diferentes tamanhos e geometrias na tentativa de representar estruturas que variam de 1 dimensão a 7 dimensões e além. O “buraco negro” no meio é usado para simbolizar um complexo de espaços multidimensionais, ou cavidades. Os pesquisadores do Blue Brain Project relatam que grupos de neurônios ligados a tais cavidades fornecem o elo perdido entre a estrutura neural e a função, em seu novo estudo publicado em Frontiers in Computational Neuroscience.
    https://uploads.disquscdn.com/images/4bf12138264a565ac840397e8a67bd1fb90e98c19bfbb3100244dd59f36869f8.jpg

    • PALEOSETI

      E quando a minha teoria da existência de um segundo cérebro (não físico) em torno de nossa cabeça, for comprovada, a complexidade será aumentada e também muitas coisas serão entendidas. Como por exemplo, onde fica armazenada a NOSSA CONSCIÊNCIA.

  • Diana Artemis

    O cérebro humano em especial a consciencia nunca foi tão estudada como em dias atuais. Ainda estamos longe de entender como td realmente funciona, mas SIM é realmente uma enorme possibilidade que todas estas informações façam parte de um conjunto um emaranhado de futuas descobertas surpreendentes atribuidas por seculos a crenças, misticismo, e principalmente a imaginação férteis onde a tarja impossivel era fixada antes mesmo de estudos serem devidamente efetuados. Uma vez mais caimos no texto “O QUE É CIENTIFICO” do grande escritor Rubem Alves!

  • Diana Artemis

    Um pouco mais sobre a materia acima:
    A REALIDADE NÃO EXISTE A MENOS QUE ESTIVESSEMOS OLHANDO E O FUTURO DECIDA O PASSADO – REVELA A FISICA QUANTICA

    O famoso físico Niels Bohr disse uma vez: “Se a mecânica quântica não o chocou profundamente, ainda não a compreendeu”.

    Isso é tão verdadeiro porque as leis quânticas tendem a contradizer o senso comum. Experimentos quânticos constantemente nos mostram que há muito, ainda não entendemos sobre o mundo ao redor. Um assunto que é verdadeiramente bizarro é a natureza do que definimos como realidade.

    As experiências quânticas revelaram que a realidade não existe, a menos que a vejamos. Durante o experimento, os cientistas descobriram que o tempo passou para trás. A causa eo efeito parecem revertidos. O futuro causou o passado.

    Os cientistas ficam tão atônitos quanto a maioria de nós.

    EXPERIENCIA DO PENSAMENTO DA ESCOLHA ATRASADA DE JOHN WHEELER

    Os físicos quânticos estudam partículas subatômicas, que são os elementos essenciais da realidade. Toda a matéria, incluindo nós mesmos, é composta por eles. Mas, as leis que governam o pequeno mundo microscópico parecem ser diferentes das que ditam como os objetos maiores se comportam em nossa própria realidade macroscópica.

    Uma equipe de físicos da Universidade Nacional Australiana conduziu a experiência de pensamento de John Wheeler, que envolve um objeto em movimento que tem a opção de agir como uma partícula ou uma onda. O objetivo com o experimento de Wheeler foi determinar em qual ponto um fóton decide quando ser um ou outro?

    O senso comum diz que o objeto é parecido com uma onda ou similar a uma partícula, independentemente de como a medimos.

    A física quântica, por outro lado, prevê que, se você observa o comportamento das ondas (interferência) ou o comportamento das partículas (sem interferência) depende apenas da forma como ela é realmente medida no final da jornada.

    Em vez de usar a luz, o pesquisador decidiu aplicar átomos de hélio, que são “mais pesados” do que fótons leves, no sentido de que os fotões não têm massa, enquanto os átomos fazem.

    Os resultados foram surpreendentes. Os cientistas esperavam que o átomo se comportasse como a luz, o que significa que isso levaria tanto à forma de uma partícula quanto a uma onda. Mas isso não é o que aconteceu.

    A equipe de pesquisa aprisionou uma coleção de átomos de hélio em um estado suspenso conhecido como condensado de Bose-Einstein e, em seguida, ejetou-os até que houvesse apenas um único átomo.

    O átomo único foi então descartado através de um par de feixes de laser de contra propagação, que formaram um padrão de grade que atuava como encruzilhada da mesma maneira que uma grade sólida dispersaria a luz.

    Uma segunda grade de luz para recombinar os caminhos foi adicionada aleatoriamente, o que levou a interferências construtivas ou destrutivas como se o átomo tivesse viajado ambos os caminhos. Quando a segunda grade de luz não foi adicionada, nenhuma interferência foi observada como se o átomo escolhesse apenas um caminho.

    No entanto, o número aleatório que determinou se a grade foi adicionada foi gerado somente após o átomo ter passado pela encruzilhada.

    O FUTURO DECIDE O PASSADO

    Se alguém quiser acreditar que o átomo realmente tomou um caminho ou caminhos específicos, então é preciso aceitar que uma medida futura está afetando o passado do átomo, disse o professor associado Andrew Truscott da ANU Research School of Physics and Engineering.

    “Os átomos não viajaram de A para B. Foi somente quando eles foram medidos no final da jornada que seu comportamento parecido a uma onda ou semelhante a uma partícula foi trazido à existência”, disse o professor Truscott.

    Isso significa que a flecha do tempo pareceu funcionar de forma reversa e o futuro causou o passado! “Isso prova que a medida é tudo.

    No nível quântico, a realidade não existe se você não estiver olhando para isso “, explicou o professor Truscott.
    Escrito por Cynthia McKanzie – MessageToEagle
    https://uploads.disquscdn.com/images/21e6a4481aec2757de48f27d9c69015fe0301cf9c57c6a5123546e76480df88b.jpg

  • Helio Pereira

    Sem observador as partículas se comportam como ondas. Com observador elas se comportam como partículas propriamente ditas. Conclusão: Se não fôssemos nós, observando atentamente, o Universo seria um emaranhado de ondas.

  • Joao Paulo Jesus Flores

    Em conclusão eu existo, o que não existe são coisas que etão ao meu redor, elas so existem si alguém observa-las

      • Joao Paulo Jesus Flores

        Os objetos inanimados não pensam, logo não existem

          • Joao Paulo Jesus Flores

            Si penso, logo existo, então si não penso não existo

        • mauro silva

          Só existem porque vc pensa que eles existem

  • sisli maria magalhaes lages

    Adorei

  • Cereal Killer

    “O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato investiga”- Aristótele

    • Acosta

      Continuamos à mesma…

        • Acosta

          Com filosofias de porta de boteco, todos continuamos a mesma…

          • mauro silva

            Só continua na mesma quem pensa que está na mesma

          • Cereal Killer

            Aristóteles é “porta de boteco” .Vivi o suficiente pra ler isso.kkkk

            • Acosta

              Qualquer texto fora de contexto é pretexto, logo é filosofia de botequim…

            • Acosta

              Todo texto fora de contexto, vira pretexto. Logo é filosofia de botequim…

                • Acosta

                  Ainda tenho muitas campas sobre as quais dançar antes de partir…

  • Ales Silver

    “[…] significa que a própria realidade não existe, a não ser que você a esteja observando”

    Acho que pra bom entendedor, sabe que essa parte pode se referir à força do pensamento (Lei da Atração). Você começa a desejar algo (um emprego, uma situação), e passa a imaginar tal cena com cada vez mais constância, se enxergando no futuro… então é como o futuro começasse a tomar forma, e preenchesse todo o caminho do presente/passado até ele (de forma reversa).

  • Contato alienigena

    Seu eu te dar um soco na cara você irá sentir a realidade. kkkkkkkkkkkkkkk

  • Igor Medeiros

    (facepalm)