Estariam os alienígenas evitando a Terra?

Tempo de leitura: 2 min.

Mesmo com todos os avanços da tecnologia, ainda não fizemos contato (oficial) com vida inteligente em outros planetas. Mas será que nossas tentativas não estão sendo ignoradas?

Em 1973, um radio astrônomo chamado John Ball veio com uma possível teoria do porquê dos alienígenas não retornaram nossas tentativas de contato. A “Hipótese do Zoológico” de Ball, como ficou conhecida, afirma que as civilizações alienígenas existem, e os mais altamente desenvolvidos deles têm estado se comunicando entre si. Este “clube elite” de alienígenas teria entrado num acordo mútuo para evitar aquelas forma de vida consideradas primitivas, somente vigiando-os à distância.  Os terráqueos, assim, não fazem parte da elite galáctica.

Então, presumindo que este seja o caso, sob qual circunstâncias eles poderiam ter concordado em nos manter ‘no escuro’?  Um astrônomo escocês chamado Duncan Forgan deu a resposta à FoxNews.com:

Fiquei interessado nesta teoria porque ela é muito difícil de testar de modo científico. A Hipótese do Zoológico nos considera como sendo incapazes de observar outros alienígenas, assim o fracasso em observá-los pode ser usado tanto como evidência a favor quanto contra a própria hipótese, ao mesmo tempo!

Forgan decidiu testar as suposições que constituem esta hipótese, ao invés da própria hipótese. Uma destas suposições é a de que os extraterrestres inteligentes podem concordar quanto a política de “não entrar em contato com mundos primitivos”. Forgan explica: “Acordos requerem comunicação, que é limitada pela velocidade da luz” (embora outro cientista ache que não).

Deve-se então levar em consideração que civilizações devam existir o tempo suficiente para que as mensagens sejam trocadas entre elas; um processo que é limitado pela velocidade da luz. Uma outra suposição é a de que a vida seria capaz de prosperar em toda a zona habitável de uma galáxia.  Forgan alimentou estas suposições num programa de computador, o qual então começou uma simulação das civilizações e aleatoriamente as colocou nas zonas habitáveis, mensurando as distâncias entre elas, e calculando a probabilidade de quaisquer duas delas se comunicarem dentro de seus períodos de vida.

O computador descobriu que, para um acordo de “deixar os terráqueos em paz” ser provável, pelo menos 500 civilizações devam existir, cada uma delas tendo durado mais de um milhão de anos. Menos de 500 civilizações, ou civilizações que durassem menos de um milhão de anos significaria que não haveria possibilidade da formação de um ‘grupo galáctico’.

Em outras palavras (de acordo com Forgan), a Terra pode não ter sido isolada. Forgan disse:

Fui capaz de mostrar que, em geral, civilizações alienígenas estão suficientemente separadas, que ao invés de haver um único ‘Clube Galáctico’ de alienígenas concordando em isolar a Terra, provavelmente há muitas “Facções Galácticas” menores, as quais provavelmente discordam se planetas como a Terra deveriam ser mantidos no escuro.  Não é realmente verdade que o computador ‘provou’ este resultado – ele sugere que grandes números de civilizações de longa vida (todas aparecendo no Universo num curto intervalo de tempo) fornecem as melhores condições para a formação de um Clube Galáctico.

Assim, ao invés de um clube alienígena, pode haver várias pequenas facções espalhadas pelo Universo que não conseguiram concordar sobre o que fazer com a Terra. O trabalho de Forgan, publicado no arXiv.org, nota que o nosso planeta pode estar numa região supervisionada por uma facção que não queira conversar, o que poderia mudar nossos avanços tecnológicos.

Mas seria isto necessariamente uma boa coisa?  Alguns especialistas acham que isto seria desastroso, com famosos cientistas como Stephen Hawking acreditando que alienígenas avançados provavelmente iriam conquistar e colonizar a Terra, como os europeus fizeram com as Américas.

Forgan disse que processar este cenário num computador é improvável neste momento. Ele disse:

Hawking faz uma de várias suposições sobre o comportamento alienígena para chegar à esta conclusão: um – Os alienígenas exploram as galáxias em pessoa devido à sua natureza agressiva, ou dois – Seres inteligentes somente evoluem a partir de predadores, ou criaturas naturalmente agressivas, ou três – Alienígenas pacíficos não exploram a galáxia.  Estas suposições são complicadas de testar com simulações de computadores, pois requerem que simulemos o comportamento alienígena, para o qual não temos nenhum dado.

n3m3

Fonte

AlienígenaForganhipótese do zoológico
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (31)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • cerberos

    estou mais para a hipótese da colheita, como no filme O destino de Jupiter, e pelo visto ela já esta quase ficando madura.

    • PALEOSETI

      Também achei a ideia do filme O Destino de Júpiter muito provável, já que acredito que nós humanos temos algo muito especial, que está além do nosso conhecimento. Chame-o do que quiser, mas se um dia descobrirmos, os nossos comportamentos poderão mudar para sempre e valorizaremos mais a vida. Alguns já tentaram e ainda tentam mostrar a verdade, mas a grande maioria preferem ser tratados como robôs biológicos.

    • Eduardo Santos

      Diria que está “caindo de madura”, caro cerberos.

  • Elias Roth

    NÃO!
    Os Extraterrestres não evitam a Terra!
    Eles evitam HUMANOS!
    Isso faz toda a diferença na “ausência” considerada de respostas e contatos.
    Se bem que essa “ausência” é muito relativa, e na verdade, nem mesmo existe.
    Eles não fazem contatos oficiais, no sentido de se apresentarem abertamente às lideranças da Terra. Antes, têm procurado ficar muito longe de todas elas, certamente.
    Isso na consideração dos Extraterrestres do tipo superior.
    Quanto aos Inferiores, de volta à teoria conspiratória das alianças ocultas e subversivas.

    • Kaczmarczik

      a Terra é interessante para os extras, já os humanos são em sua maioria um problema tanto para a Terra quanto para os extras…

      • Elias Roth

        É inconcebível para mim descobrir que a Terra é mais interessante e atraente para os que não habitam nela, os Extras, do que para os próprios moradores naturais.

        • Kaczmarczik

          para nós que temos consciência da importância da Terra em nossas vidas ela é interessante, mas grande parte da humanidade não está nem aí para com a Terra…

    • Marujo

      “Estão o tempo todo em ronda planetária, estudando, protegendo, cuidando
      das coisas… apenas fazendo tudo isso no anonimato, para o nosso
      próprio bem!”
      Como diria o Multivac:
      – Dados insuficientes para uma resposta significativa!

  • A .Guimarães

    Todos os artigos quel li ate hoje a hipótese “científica”, militar e civil é a mesma sobre vida interplanetaria. Os cientistas dizem, oficialmente, não haver alem de micro-organismos viajando pelo universo os militares insistem em conspiração e colonização global e povo civil em salvação, deuses e demônios… So conseguiremos acreditar, mais ainda sem intender a vida interplanetaria quando substituirmos o egocentrismo pelo universalismo racional, a vida, não começou aqui e tão pouco terminará. Avida é um conceito científico-filosofico da terra e que se diferincia cultaral e eticamente no planeta que pode e deve ser diferente do resto do unirso.

  • Guerreiro

    Se Aliens altamente desenvolvidos já estiveram ou estão aqui no nosso planeta, creio que eles não são maus, pois se quisessem nos destruir, nos expulsar, ou tomar o nosso planeta já o teriam feito.

  • Dias

    São tantas as teorias sobre a existência, ou não de raças alienígenas, nem Sigmund Freud conseguiria explicar uma delas….

  • Spock

    Fazendo uma leitura dinâmica da matéria do post me vem um episódio da série clássica Star Trek em que McCoy me comenta sobre o fato de haver tantos seres em forma humanóide espalhado por diversos planetas da Galáxia! Deu a dica de que muitos mundos foram semeados com a mesma matriz biológica criada a nossa imagem e semelhança (inversão proposital)… daí a semi-explicação da FORMA humanóide ser perceptível embora supostamente não sejam exstamente iguais no geral!
    \//_

    • Kaczmarczik

      correto sr @disqus_camjEheZKc:disqus

  • Eduardo Santos

    Boa tarde O.H.

    Pelas amostras de conduta da humanidade e mais precisamente dos governantes das nações mundias, até eu que sou mais bobo não negociaria nada…
    Imaginem seres que não precisam da Humanidade pra NADA.
    Os que “precisam” de nós, dá para lhes “adivinhar” o caráter.
    É lógico!!!

  • cyrocs

    Boa tarde a todos.
    Com todo o respeito ao Dr. Duncan Fargan, ele apenas produziu mais especulações, é
    mais do mesmo. Um computador não pode produzir um resultado melhor do que a
    qualidade dos dados com que é alimentado. Se ele alimentou o seu algoritmo com
    especulações, obteve necessariamente especulações como resultado. Podemos
    imaginar várias hipóteses que invalidam seu raciocínio, como:
    – A vida inteligente é extremamente rara.
    – Muitas civilizações alienígenas seguiram outras vias evolutivas.
    – Os ETs usam meios de comunicação a que não temos acesso ainda, e simplesmente não se interessam por quem não pode participar. Não é uma exclusão proposital.
    É claro que se introduzirmos a casuística ufológica na discussão, muda tudo. Limitei-me a comentar o trabalho do Dr. Fargan, que considerei apenas como uma brincadeira com um computador.

  • Garam

    Enquanto continuarmos a abordar o assunto sobre vida inteligente fora da Terra e do nosso conhecimento de forma singular, sem desenvolver a questão dentro de um plano maior e com uma perspectiva interdisciplinar, onde os temas se permeiam, continuaremos “sós”!!!

  • Kaczmarczik

    ———————————————- Boa Tarde a Todos!!! —————————————
    _________________
    ——————————————————————————————————————-

    • Marujo

      É lamentável, Kacz, mas é o que temos para o momento (científico).

    • PREDADOR

      E em se tratando da possibilidade de universos paralelos ou outras dimensões (objeto das pesquisas do CERN, portanto mais do que meras especulações ou teorias da física puramente imaginárias) não há porque se prender à questão da velocidade da luz como limite …. isso está muito batido já essa desculpa dos chato céticos para refutar qualquer possibilidade de viagem de outras galáxias ou planetas até nós…

      • Kaczmarczik

        eles usam a velocidade da luz como forma de obstacular a credibilidade da realidade OVETs/ETs, mas de tão avançados que os extras são a velocidade da luz não seria problema porque disporiam de técnicas ou métodos ou ainda tecnologia que contornassem esse obstáculo no espapo-tempo

  • Lâmpada

    Para quem se preocupa com porque os ETs nos evitam ou porque devemos evitar os ETs, recomendo o filme The Forbidden Planet (também conhecido como O Planeta Proibido ou como Monstros do Id).

  • mario martin

    As intervenções por aqui só fizeram a mente humana entrar no medo e submissão a eles, como se fossem monstros ou inteligentes demais.
    Esse medo esta relacionado a maneira como eles se escondem de nós.
    E no meio dessas incertezas a “facção” se aproveita da situação criando o zé povinho intergaláctico, uma possível herança aos nossos governos, nos explorando e nos observando, escondidos com tanto medo de que seja descoberto, bando de sangue-sugas.

    • Marujo

      Também pode ser assim.

  • Garam

    Comentários com links não estão sendo publicados por algum motivo em especial???

  • Kaczmarczik

    muito esclarecedor o vídeo!!!!!

  • Kaczmarczik

    e mais uma vez comprovando as artimanhas da dona NAuSeA em manipular suas fotos

  • Marujo

    E mesmo que olhássemos (para o lugar certo), enxergaríamos?

    • Kaczmarczik

      ou deixariam que enxerguemos os lugares certos???…

  • Nonato Pinheiro

    Eles (os ETs) não são são de outros mundos. São criações de humanos! Quer apostar?

  • Pólux 88

    Uma questão que dentre as possibilidades, é inevitável de se fazer… Se realmente os antigos escritos sumérios conterem a verdade e os Annunakis tenham ”criado” o homo sapiens por intervenção genética visando trabalho escravo em mineração, qual o sentido das nossas vidas: Somos como uma ”sub espécie” Universal então: Onde entra a nossa espiritualidade e o ”Deus” criador de tudo que existe: , do Universo e que fez existir algo ao invés de nada: Só uma explanação. Fiquem a vontade para comentar, pois acho que esse questionamento é válido de ser abordado e debatido! Luz a todos!

  • Edson Roberto Barbosa

    A diretiva primeira é clara… Sem contato com espécies pré dobra espacial.