Delator que trabalhou na NASA dá entrevista sobre OVNIs / UFOs

Tempo de leitura: 7 min.

O escritor, pensador e “caçador da verdade”, J.P. Robinson, entrevistou Robert Oeschsler (BoB), um ex-especialista de missões espaciais NASA e pesquisador veterano de OVNIs.

O histórico de conhecimento científico de Oeschsler validou seu ponto de vista a respeito do fenômeno dos OVNIs, que culminou com sua intensa pesquisa no caso dos avistamentos de OVNIs em Gulf Breeze (EUA), que ocorreram início da década de 1990.  De acordo com J.P. Robinson, Oeschsler é um indivíduo de mente aberta e grande honestidade e integridade.  Robinson ainda menciona que o testemunho de Oeschsler tem muito mais validade do que o de uma pessoa comum, devido a sua associação com a NASA e seu trabalho de pesquisa.

Robert Oeschsler – delator em prol da realidade OVNI

A entrevista ocorreu em 12 de março de 2017.

JPR: Primeiro, você poderia confirmar que trabalhou na NASA em meados da década de 1970 como especialista de missão em vários projetos, inclusive o projeto de testes Apolo-Soyuz. Você trabalhou no anel de acoplagem que acoplava as duas naves e também no International Ultraviolet Explorer, vários projetos para o espaço profundo e alguns do Departamento de Defesa.

BoB: Sim, está correto. Na verdade, o anel de acoplagem usado hoje na Estação Espacial Internacional é substancialmente o mesmo aparelho que criamos em meados da década de 1970.

JPR: Exatamente, quais anos você trabalhou para a NASA, e seria o seu  crachá de identidade, que Tim Good publicou no Alien Update, oficialmente sua verdadeira identidade?

BoB: Eu tive vários períodos nos quais trabalhei no Centro de Voo Espacial Goddard, sob contratos diferentes, o primeiro dos quais foi entre 1974 e 1977 e continuei esporadicamente por 1979; e novamente em meados e no final de 1980.  O crachá que Tim Good publicou é autêntico; crachás subsequentes foram retornados, de acordo com regulamentos de segurança.

Crachá de Bob.

JPR: Por que você deixou a NASA?

BoB: A maior parte da minha permanência no Goddard foi sob uma variedade de contratos de defesa. Quando os contratos finalizaram nas instalações da NASA, muitas vezes eu era enviado para trabalhar em locais de outros empreiteiros. O original era com a Bendix Field Engineering Corporation; as outras tarefas eram pela maior parte restritas sob o status de segurança.  Por 1979, eu havia formado um consórcio de empresas sob o guarda-chuva da minha empresa, Robots Internationale, Inc., e em 1980 recebi um prêmio da Câmara de Comércio dos EUA como pai das tecnologias de aplicação em campo, na área da robótica.

JPR: Quando você ficou ciente sobre o fenômeno dos OVNIs como sendo uma situação real: antes, durante seu tempo com a NASA, ou depois, quando você foi chamado por várias agências, inclusive do Departamento da Marinha, para avaliar filmagens da atividade OVNIs? Por favor elabore.

BoB: Suponho que eu tenha ficado fascinado com os prospectos dos OVNIs na década de 1950, após ver “O Dia Em Que a Terra Parou”.  Após, o caso de George Adamski capturou minha atenção e plantou a sugestão de que eles poderiam possivelmente ser uma realidade.  Pelo que me lembre, não levei isto seriamente até a década de 1980, quando me envolvi com FUFOR (Fundo para a pesquisa OVNI com o Dr. Bruce Maccabee). Após, eu me tornei um especialista em análise de fotografia de OVNIs anos mais tarde, e mais especificamente em análise de Polaroid com o Caso de Avistamentos em Gulf Breeze. Foi quando a DIA, NSA, CIA e outras do Pentágono começaram a seguir meu trabalho. Antes daqueles anos, eu fiquei intrigado por vários livros sobre o assunto dos OVNIs e experiências de contatados. Betty e Barney Hiil, Howard Menger e alguns outros vêm em mente.

JPR: Qual foi o primeiro pedaço de filmagem que lhe foi pedido para analisar, e de onde originou o filme?

BoB: A primeira filmagem foi feita por uma câmera de uma Base da Força Aérea, em algum lugar no sudoeste dos Estados Unidos. Era durante o crepúsculo e você podia ver um traço de cor na cadeia de montanha distante e, é claro, você podia ver o perfil completo das montanhas. Era uma nave iluminada que se movia lateralmente, parava e reiniciava. Ela foi capturada em 24 quadros por segundo, se lembro bem; não lembro exatamente quando foi filmada, pois não tenho certeza se a informação estava disponível na época.

Forneceram-me algum equipamento extraordinário (para a época), que me permitiu dividir os quadros em fase A e fase B. Por exemplo, um segmento de 10 segundos que analisei gerou na ordem de 60 páginas quando impresso.  Isto era usado para mensurar as assinaturas de luz em quadros de tempo tão pequenos quanto possíveis… …O que derivou da análise foi que este objeto pareceu estar usando algum tipo de gerador de gravidade pulsante como propulsão. Ele parecia estar pulando de um ponto para o próximo literalmente durante o piscar dos olhos, desaparecendo e reaparecendo ao longo de um trajeto linear de voo, se você pode visualizar o que estou dizendo.  Essencialmente ‘beliscando’ o espaço ao usar compressão de gravidade.

JPR: Durante seu tempo com a NASA, você ficou alguma vez ciente de que a NASA estava editando algumas de suas evidências fotográficas, a fim de esconder objetos inexplicáveis que eram visíveis nos negativos (como George Leonard e Ken Johnston alegam)?  Você teve contato em primeira mão com isto?

BoB: Não me foram compartilhadas quaisquer dessas possibilidades, e não estou em posição de questionar esses tipos de coisas, mesmo se estivesse ciente dessa potencialidade.

JPR: Quando e por que você decidiu falar em público sobre o segredo dos OVNIs e dos ETs?

BoB: Após todo o meu trabalho de análise de fotos no caso Golf Breeze, e uma multitude de viagens para investigação em campo na cidade de Pensacola, na Flórida, se tornou imperativo apoiar o meu trabalho e o do Dr. Bruce Mccabee que estava sob ataque dos céticos.

JPR: Você já viu uma nave extraterrestre de perto? Poderia descrevê-la e explicar como você sabe se não era feita pelo homem?

BoB: É difícil usar o termo extraterrestre quando se trata de OVNIs, já que realmente não sabemos com certeza de onde eles vêm. Porém é muito fácil avaliar as capacidades de voo extraordinárias, flutuação no ar, e a dramática aceleração, o que excede quaisquer tecnologias humanas conhecidas.  Num punhado de ocasiões, tive observações extremamente próximas, tanto de dia, quanto à noite. A maioria era de naves estruturadas, com detalhe extremo, inclusive algum tipo de plasma gerado na parte inferior.  Vi formas de disco, naves parecidas com bola de golf, e o tipo físico de naves de Gulf Breeze, as quais haviam sido descritas como tendo a aparência de lanternas chinesas.

JPR: Onde as naves estavam sendo mantidas?

BoB: Além daquelas observadas em voo, ou sob as operações locais vistas em vários locais dos Estados Unidos e do Canadá, e algumas envolvidas em operações militares, não seria prudente especular onde as naves sob o controle humano poderiam ser mantidas. Pelo menos três localizações foram publicadas anteriormente, inclusive a Base Wright-Patterson, na qual tenho experiência pessoal, Groom Lake em Nevada, e Lago China na Califórnia. Também estou ciente de outra localização na Califórnia, onde novamente tenho experiência e conhecimento pessoais.

JPR: Você tem uma ideia sobre a origem de tais naves?

BoB: Mantendo em mente que há numerosas espécies de visitações não humanas conduzindo uma variedade de operações aqui, seria difícil tentar definir quaisquer origens em específico.  Alguma credibilidade está na especulação sobre Zeta Reticuli, que está a aproximadamente 39 anos-luz de distância. A distância não parece ser um obstáculo.

JPR: Você já esteve pessoalmente dentro de uma dessas naves, ou conhece alguém que esteve?

BoB: Conheço vários indivíduos e equipes militares que tiveram. Não posso confirmar 100% que eu estive.

JPR: Você já entrou em contato com uma entidade não humana, ou conhece alguém que entrou? Por favor, elabore.

BoB: Conheci uma mulher em Dallas, no Texas, numa conferência onde eu estava dando uma palestra, a qual compartilhou uma experiência de vida incrível. Sua família residia numa comunidade isolada próxima da Linha de Tiro White Sands, no Novo México. Seu pai foi ordenado a dirigir um equipamento de construção na área de San Agustin Plains.  Era uma operação de resgate de um acidente, que envolvia sobreviventes.  Ele ajudou a escurecer as janela de um ônibus que foi trazido para levar os ocupantes (dois sobrevivente, um morreu em rota) para o Laboratório de Los Alamos. Toda a família dirigiu até Los Alamos em pelo menos duas ocasiões, e seu pai foi capaz de ver o sobrevivente em ambas as vezes. Eu não sei se ele interagiu com o alienígena, ou não, além dos encontros no local do acidente. Sua tarefa principal na missão original era a de enterrar a nave para resgate posterior. Ele trouxe de volta um pequeno console da nave que ficou na mesa de centro da família por muitos anos, ela disse.

JPR: As pessoas dizem que tratados têm sido assinados entre o nosso governo e várias raças extraterrestres. Um desses tratados seria o sistema de tratado Tau-9, com a negociação ocorrendo durante a Conferência Tau-9 para a Preservação da Humanidade em tempos mais recentes. Seria isto algo que você saber ser verdadeiro?

BoB: Não posso confirmar sobre quaisquer tratados, porém acredito que há evidência credível de uma Conferência da OTAN que ocorreu, discutindo algo na ordem de 85 diferentes espécies de alienígenas que tiveram contato com vários governos através das épocas.

Há também evidências substanciais de cooperação entre pelo menos os militares dos EUA e algumas espécies de alienígenas.

JPR: Você poderia elaborar um pouco sobre o cenário de abdução alienígena e seu laço com o nosso governo, pois muitas das ‘experiências’ mencionam que há uma presença militar a bordo de algumas dessas naves durante as abduções.

BoB: Aparentemente, as abduções têm sido uma parte integral das vidas de algumas famílias por muitas gerações, indo até quatro gerações atrás. A maioria tende a focar nas mulheres que são usadas para experimentos genéticos híbridos. As mulheres tendem a carregar o feto por aproximadamente três meses, quando os visitantes vêm e os levam, continuando a gestação fora da abduzida. Porém, estas mulheres são muitas vezes contatadas novamente para fornecer um vínculo.  Parece que os alienígenas perderam vários tentando criá-los sem o benefício do cuidado materno.  Estou ciente de muitos casos envolvendo abduzidos, com o envolvimento de militares humanos.

JPR: Com isto em mente, você acredita que ainda estamos mantendo um registro da quantidade de abduções humanas que ocorrem no mundo todo, ou você suspeita que isto está fora de controle?

BoB: Os números, de acordo com os especialistas no campo, são astronômicos e nada sugere que algo mudou.

JPR: A situação ET é muito complexa, com muitas raças diferentes envolvidas. Alguns parecem ter estado neste planeta por um longo tempo. Muitos acreditam que a razão para as abduções é um estudo impulsionado das populações humanas, outros focam nos programas de cruzamento genético que parecem estar ocorrendo, e também foi dito que os ETs, possivelmente os Greys, são humanos do futuro, cuja raça está morrendo e estão tentando encontrar algum tipo de cura. Quais são os seus pensamentos sobre o porquê dos ETs estarem aqui?  E você tem qualquer evidência que possa confirmar suas ideias?

Continua na próxima página…
delatorNASAOHovniufo
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (51)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • L'anse aux

    “Alguma credibilidade está na especulação sobre Zeta Reticuli, que está a aproximadamente 39 anos-luz de distância. A distância não parece ser um obstáculo.”

    Essa não é a distância do novo sistema solar que encontraram ?

    • Zarid

      A distância de Zeta Reticuli pro sistema solar é mais ou menos 39 anos-luz mesmo.

  • sanduul

    é a mesma ladainha de sempre… nem pra mudarem a historia. claro os ets vao fazer pactos, alianças, conferencias, vao em churrascarias … claro,claro…

    Esse povo que cria essas historias nao devem ser humanos.. ou deixa julio verne se mordendo de inveja.

  • 666Dark

    Depois que ele comentou sobre as viagens á “Lua”, deixei de acreditar nele ! Nóis merece…Esses papos furados…

    • Adilson .Guimarães

      Verdade seu meia meia 6… Se despista melhor na névoa que na fumaça.

  • Adilson .Guimarães

    Que bom algumas duvidas me foram sanadas.
    como enredo de filme e ou livro é excelente quanto a mesmice já esta devendo o mesmo “morde e assopra” nem desmente e nem continua mentindo.

    AQUI resposta do Zé (Bob em norteamericanes) a JPR sobre ter ou não visto uma nave extraterrestre de perto.
    BOB:É difícil usar o termo extraterrestre quando se trata de OVNIs, já que realmente não sabemos com certeza de onde eles vêm.
    AGORA o que parece ser uma pergunta do JPR com resposta do mesmo JPR.
    JPR: Você tem uma ideia sobre a origem de tais naves?
    BoB: Mantendo em mente que há numerosas espécies de visitações não humanas conduzindo uma
    variedade de operações aqui, seria difícil tentar definir quaisquer
    origens em específico. Alguma credibilidade está na especulação sobre Zeta Reticuli, que está a aproximadamente 39 anos-luz de distância. A distância não parece ser um obstáculo.

    • Marcos Batista

      Eles nao afirmam nem usam o termo extra terrestre pelo seguinte fato, nao sabemos de onde sao, se sao do futuro ou se sao da terra de algum ponto no espaco mas da terra. Alienigenas somos nos…kkkkk simples assim.

  • Adilson .Guimarães

    Man vou escrever no meu tosco português.
    O Q- U -E E- S -T- A E -S -C- R -I -T -O?

    • Freestyle8080

      Resumindo : Que esse sósia do Erasmo Carlos (de óculos e cabeleira aparada e na foto do suposto crachá : galã de filme pornô, década de 70 rs), é tão especialista em análises de vídeos quanto eu ou talvez você, um “bhosta”….que pra ele dinheiro vem na frente da ética…importante num caso ufológico é que 50% acredite, sub entendesse que: pra que com esses 50 %, gerar palestras, livros e etc…análise séria, investigação séria, não é importante….não importa se é fraude ou hoax, bagulho é divulgar o caso… sub entendo que pra isso, até : inventando, criando “elementos” (fraudando quando for necessário) pra composição do mesmo…deve valer quase de tudo, companheiro

      • Adilson .Guimarães

        AGORA QUE LI SUA RESPOSTA VOU APRENDER INGLÊS.
        AGRADECIDO.

    • Freestyle8080

      Nave da série, Star Treco ? rsrs

  • Vilson Censi

    Cadê o meu outro comentário?

  • Tmago

    Alguém aqui no blog estava procurando estes vídeos 1,2 e 3, me parece q foram abduzidos da internet. Valeu !

  • Tmago

    São tantas as informações jogadas no ar, q chega a confundir o raciocínio. Nós no futuro ? Isso sempre me intrigou bastante. Sofreremos radiação e passaremos a viver no subsolo, por isso aquele “tampa zói” com lentes infrared ? Ou criaram essas figurinhas através de manipulação genética, de DNA oriundos de naves caídas, p guiarem super máquinas(E.Reversa) e eles nos dizimaram, por isso dizem q são do futuro ? Será mais uma propaganda p reduzirmos o uso de energia nuclear(bem vinda) ? Serão robôs biológicos de outras raças ? Ou são os verdadeiros Reticulis ? Ou todas as respostas acima.

    • Marcos Batista

      Nao, nao sao do futuro, nossa raca humana prevalece na terra, acredito que houve uma batalha, a raca humana ganhou o direito de viver e povoar, la fora e perigoso para nos ainda, ex: marte e um planeta que hoje atrai homens da terra querendo povoar, mas morreriamos, precisariamos de uma especie que conseguiria sobreviver em marte, colonizar e deixar o local habitavel para nos, da mesma maneira projetaram a terra num passado, a historia de gardioes e reforcada nessa hipotese de que ainda somos fracos, precisamos de protetores contra outras especies, na alemanha e canada relata avistamentos e batalhas no ceu sobre naves, ou advertencia saia do espaco terrestre ou destruiremos. Acredito nisso.

      • Tmago

        Só alinhei as hipóteses desse panorama q desinforma, p achar a verdade é difícil.

      • PREDADOR

        Concordo…. lembrei de um evento ocorrido com inumeras missões soviéticas ao espaço nos anos 70 … todos os astronautas, comentando isso extraoficialmente entre eles para nao serem internados como loucos – prática comum na ex uniao soviética para calar faladores inconvenientes…. relataram que receberam mensagens telepáticas ou seja de algum ser que os estava observando la no espaço a qual dizia: vces nao estao preparados para avançarem no espaço voltem ate que estejam preparados… no inicio um dos astronautas achou que era imaginação sua… mas depois em conversas informais eles descobriram que todos receberam a mesma comunicação… portanto nao era imaginação de uma pessoa…. o misterio ate hoje permanece….

  • Marcio Silva

    Sono…..

  • Messier 45

    Boa tarde OH!
    Então muito antes de trabalhar para a NASA o Sr. Oeschsler já era um interessado em ufologia.
    Trabalhou na NASA de 1974 a 1977, algumas vezes em 1979, esporadicamente nos anos 80.
    Sobre os avistamentos em Gulf Breeze, eles ocorreram em 1987, e muitos ufólogos apontam fraude no caso por parte do autor das fotos mostradas acima, o Sr. Ed Walters (foi usado um modelo para a nave que foi encontrado após a venda da sua casa pelo novo morador).
    Enfim, é mais um caso polêmico.
    As fotos citadas de Howard Menger, que teria visitado a Lua com os “aliens” em 1956, mostram naves no mesmo estilo George Adamski.
    Seria mais uma entrevista para espalhar desinformação?
    O que ele diz sobre acordo entre o governo e Ets e demais informações citadas já é de conhecimento do público ufológico (basta abrir qualquer site do assunto).
    O difícil é checar a veracidade dessas “histórias” todas (ou seriam estórias?)…

    • Paulo Henrique

      Apenas respondendo o final do seu texto, podemos usar apenas “história” mesmo, pois em 1943, com a vigência do nosso sistema gráfico, a Academia Brasileira de Letras eliminou tal distinção gráfica, recomendando o uso de “história” em qualquer situação: realidade ou ficção. Digamos que “estória” é a forma arcaica da nossa Língua! No mais, o que você disse tem sentido, mas não podemos discordar afirmando, pois realmente não sabemos a verdade, afinal, existem 3 verdades: a minha, a sua e a verdade verdadeira!

      Grande abraço.

      • Messier 45

        Bom dia Paulo Henrique!
        Me desculpe, errei por não ter explicado! Na verdade não tenho dúvidas sobre a grafia da palavra. Apenas fiz uma referência ao uso coloquial que se fazia no passado (eu sou “das antigas”), em que estória era usada para designar uma história inventada, ficcional.
        Esse neologismo começou em 1942. Mas, realmente, essa diferenciação foi mais usada no passado, por um certo tempo, mas “não pegou”.

      • Kaczmarczik

        então não existe mais “estória”, para indicar ser algo fictício, como os gibis em quadrinhos?

    • Marcelino Melo

      Até agora nada que desabone o entrevistado e suas informações. Ele fala como Ufólogo pesquisador, solicitado pelo governo para analisar fotos aqui.
      …”quando você foi chamado por várias agências, inclusive do Departamento da Marinha, para avaliar filmagens da atividade OVNIs? Por favor elabore”…
      Ele não emite opinião sobre a veracidade dos casos. Quero ver a segunda parte por que ele seria um delator, delator de que?
      Seria mais uma entrevista para espalhar desinformação? Parece que sim.
      Ainda é cedo…

      • Messier 45

        Boa noite Marcelino!
        Falo em desinformação porque ele cita casos de fraudes (Adamski, Menger e de Gulf Breeze), e não faz menção que esses casos são tidos hoje em dia como fraudes.
        Bom, mas pensando bem, é isso que acontece muitas vezes dentro da ufologia mesmo, as fraudes são desmascaradas mas apesar disso muita gente insiste em considerá-las verdadeiras.
        Vai entender…
        Com relação aos demais pontos da entrevista, sem novidades (são coisas que já eu estou careca de ouvir e ler hehehe).

        • Freestyle8080

          Mais um que imprimi e fiz gaivotas, verdade verdadeira rs

  • sanduul

    exatamente

  • Messier 45

    Bom dia Marcelino! Sem dúvida eles podem se aproveitar do fenômeno OVNI real para espalhar boatos, desinformação, e assim camuflar algumas operações militares secretas.
    E usarem ufólogos como marionetes fáceis de manipular através de vazamentos selecionados de documentos oficiais contendo histórias falsas fabricadas por eles.
    Muitos nomes citados na reportagem estão na ativa, e vemos hoje como a ufologia, se acreditarmos em tudo que está aí, me parece um roteiro de Star Wars ou Guerra nas Estrelas.
    Difícil mesmo saber o que é verdade ou mentira nessa guerra de informação e contrainformação. Controvérsia pura!
    Por isso acho que às vezes é até melhor deixar de lado essa ufologia ianque e voltar os olhos para casos nacionais e de outros países, onde, quiçá essa contrainformação tenha talvez menos influência.

  • Freestyle8080

    “o ex-cientista da NASA, Robert Oeschler” ?????????????????

    O suposto crachá é de um contratado ( pode ter sido até contratado temporário), nesse crachá, acho (pra nós) não tem como saber cargo/função

    Poderia ter trabalhado em “N” funções/cargos, até de boy, mensageiro, que dizia que a fila do banco tava muito grande, mas tava era assistindo filme pornô num cine poeirinha ou jogando flipper, pô rsrs

    Acho que no passado, foto pra emprego, até em lambe-lambe (fotógrafo de rua), conhece, já ouviu falar ? os caras tinham, te emprestavam um terno vagabau pra vc “sair bem na foto”

    Hoje em dia, se duvidar, nem o diretor da NASA, posa de terno num crachá

    Abaixo vou postar um link da NASA sobre contratações

    Mas antes : )

    https://uploads.disquscdn.com/images/3f1d7d95e99238fd04559088c753ff6f2db3ebaf579361c52720649197333e7a.jpg

  • Freestyle8080

    Marcelino, vc postou um link do G1 de 2015, não entendi

    Além do mais rsrs NASA não é um orgão bancado pelo governo ufológico, não rsrs

    Tem coisas que só podem ser ditas (reveladas) com o tempo certo pra isso

    Outras, conforme o contexto que envolve essa aeronave, talvez não possam ser reveladas, secret “missão classificada”

    Tomar um café, depois leio e dou minha opinião sobre os outros links postados

    Ah, esqueci…já tá sabendo do Trump, Marte e NASA, pra 2030 ?

    Tem coisas sobre isso que gostaria de postar, um detalhe muito importante que os sites daqui não noticiaram

    • Freestyle8080

      Trump signs NASA bill aimed at sending people to Mars

      Trump will relaunch the National Space Council

      Vice President Pence said at the bill signing that he will be heading a revamped National Space Council, an advisory board that serves as a go-between for NASA and the White House that hasn’t operated since George H.W. Bush was president. It’s not clear yet when the council will be established, or how it might promote the president’s space policy.

      Pace, who served on the space council under Bush, said that the council helps address issues that cut across multiple federal agencies: for example, questions about cooperation on the International Space Station (ISS) that would involve both NASA and the State Department.

      Fonte : washingtonpost

      ——————————————————————————————–

      Bush reforça uso militar do programa espacial

      Segundo nova versão da Política Espacial Nacional, EUA “rejeitam qualquer limitação para operar” no espaço e poderão impedir seu uso por adversários

      País vetará tratados que pretendam banir armas no espaço; para críticos, documento ecoa doutrina da “guerra preventiva”

    • Freestyle8080

      Sobre os outros links postados, não tenho muito a acrescentar do que já tinha postado abaixo :

      Bruce Maccabbee é outro que vem (minha opinião) tirando proveito do assunto, há anos… Maccabbee que mesmo depois de refutado, por exemplo, o mapa da Betty Hill, continuava insistindo e, tome palestras, entrevistas, livros e o que pintar na teia…”Bendita ufologia na vida de alguns”…Se não, talvez, seria “mais um no meio da multidão”…Apesar que, só é “conhecido” no meio ufológico, pra “geral”, anônimo…o quanto der pra falaciar, embromar, minha opinião, assim o fará.

      A Mutual UFO Network, ou MUFON, é uma das maiores e mais antigas organizações investigativas dos Estados Unidos, sobre a questão dos UFOs ou objetos voadores não identificados, com filiais em alguns países… Investigadores que, provavelmente, alguns tem preparo e ética (capacitados) outros talvez não.

      O mesmo citado acima pra MUFON, vale pra CUFORN, que :

      Discordam dos métodos e da conduta de Oeschler, conforme link postado por vc….Na verdade, desconfiaram de algumas atitudes do sujeito no decorrer do caso…incluso, suposta fama de especialista em imagens, discordam (pelo menos nesse caso) com bom (minha opinião) argumento pra isso.

      Gaivotas, pra mim, gaivotas… gente assim, minha opinião, não acrescenta, só tumultua.

    • Marcelino Melo

      É uma arma orbital com 99 % de chance na minha opinião. Projeto transferido para DARPA quando G.W Bush considerou reativar o Star War engabelando a Rússia.

      • Freestyle8080

        Creio no veículo de testes, podendo se deslocar quando necessário, pra fazer o que, né ? rsrs

  • Kaczmarczik

    ******************************************** Boa Noite a Todos!!!**************************************
    _______________________ Excelente matéria!!! Prova que é do conhecimento do governo dos 3u4 de que o fenômeno OVET/ET é real, de que as abduções são uma realidade assustadora, e de que dona NAuSeA mantém registros de OVETs e ETs na Lua, mas jamais vai divulgar para nós!!!!
    **********************************************************************************************************

  • Kaczmarczik

    e qual o problema de revelarem o verdadeiro local de pouso na Lua? Não seria bom saber onde de fato pousaram para procurarmos no Google as evidências dos pousos??? Não faz sentido….

    • Freestyle8080

      Mesmo se não tivessem revelado, revelar pra que ?

      Cês não acreditam….mete esse kaô, não rsrs

      • Kaczmarczik

        e não acredito justo por não revelarem também onde pousaram…

        • Freestyle8080

          Apollo 20, tá bom, Apollo 20, 20….ok, tão te chamando lááá, no primeiro tópico postado no OvniHoje rsrs

          • Kaczmarczik

            não acredito velhinho e você não vai ganhar dinheiro da N4$4 por defendê-la

            • Freestyle8080

              Não ganho e ainda ganho neguin “fungando no meu cangote”, mas tô ligado….mas deixa pra lá que tu não tá rsrs

              • Kaczmarczik

                realmente por isso estás assim nervoso com algum cara fungando no teu cangote valeu por mostrar tuas intimidades no OH velhinho

                • Freestyle8080

                  Mais uma vez, boiando e chei de maldade nessa cabecinha idosa rsrs

                  • Kaczmarczik

                    nem vem velhinho você mesmo é quem está dizendo maldades que só mostram como é sua mente he he he he

                    • Freestyle8080

                      Tá bom, fica com a última palavra, senão tu não sossega o pito

                      Fui, vou jantar !

    • Vilson Censi

      Kaczmarczik, se você tivesse grandes poderes, revelaria a origem? Entregaria a galinha dos ovos de ouro? Eles perderiam o poder que sobre nós, entende? Mas, graças a internet, Ovni Hoje incluido, esses segredos estão sendo revelados.

      • Kaczmarczik

        se eu tivesse pousado na Lua mostraria onde eu teria pousado para mostrar que ali o lugar é meu!!!!

        • Vilson Censi

          Você sim. A nausea, não!

          • Kaczmarczik

            se a NAuSeA divulgasse onde teria pousado impediria de soviéticos na época irem pôr as botas por lá!!!!