O Grande Dilúvio do planeta Marte – o que o causou?

COMPARTILHE COM A GALÁXIA:
Tempo de leitura: 2 min.

Olhando para o seco e frio Planeta Vermelho hoje pode ser difícil imaginar que Marte uma vez foi similar à Terra. Mas é verdade.

Aproximadamente 4 bilhões de anos atrás, Marte tinha uma composição diferente de hoje e uma atmosfera espessa o suficiente para manter um oceano de água líquida.

 

Marte teve dilúvios várias vezes

Os cientistas da ESA (Agência Espacial Europeia) descobriram evidências de um grande dilúvio em Marte. Na verdade, o Planeta Vermelho teve grandes dilúvios em várias ocasiões. A conclusão foi alcançada após a sonda Mars Express da ESA capturar imagens de uma das maiores redes de canais em Marte.

O sistema de canais Kasei Valles se estende por volta de 3.000 km desde sua região fonte em Echus Chasma – que fica ao leste da região vulcânica Tharsis e logo ao norte do sistema de desfiladeiros Valles Marineris – até seu final na vasta planície de Chryse Planitia.

Esta imagem foca na foz de Kasei Valles, ao se transicionar em Chryse Planitia. A região passou por extremas enchentes há bilhões de anos. Crédito da imagem: ESA

Agora os pesquisadores dizem que uma combinação de vulcanismo, atividade tectônica, colapso e afundamento na região Tharsis levaram às várias liberações de enormes massas de água subterrânea de Echus Chasma, que subsequentemente inundou a região Kasei Valles por volta de 3,6 – 3,4 bilhões de anos atrás.

Estas antigas mega-enchentes deixaram suas marcas no relevo visto hoje.

A Cratera Worcester, uma cratera de impacto de 25 km de diâmetro, fez o que podia para conter as forças erosivas das megas-enchentes.

Vista em perspectiva da cratera Worcester. Crédito da imagem: ESA

Embora muito da cobertura de material ao redor da cratera – que foi originalmente jogada para fora da cratera durante o impacto – tenha sido corroída, a seção inferior da enchente sobreviveu. Ao longo do tempo isto levou à aparência geral de uma ilha alongada, com sua topografia escalonada corrente abaixo, talvez sugerindo variações nos níveis de água, ou diferentes episódios de enchentes.

n3m3

Fonte

COMPARTILHE COM A GALÁXIA:
dilúvioenchenteESAMarteOH
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (22)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Kaczmarczik

    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ Boa Madrugada a Todos!!!~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    ………………………………….. Não apenas Marte como outros planetas no Universo tinham vida como a Terra, e alguns planetas talvez ainda a tenha. O que pode ter ocasionado a desolação superficial de Marte? Não sabemos bem ao certo, mas uma grande catástrofe natural, como choque de meteoros, ou artificial, como resultado de uma guerra entre raças aliens habitantes de Marte, se confiemarem as suspeitas de que vida inteligente tenha habitado Marte!!!!!
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    • Leila G. Cardoso

      Provavelmente foi algo mais simples do que isso. A gravidade de Marte é muito baixa, cerca de 1/3 da que sentimos na Terra, e insuficiente para manter os átomos de hidrogênio na atmosfera do planeta na faixa de temperaturas que ocorre por lá. Assim, conforme a água existente no planeta ia se dissociando aos poucos devido à luz e à radiação solares, ao invés de se recombinar com o oxigênio logo em seguida (como ocorre aqui na Terra) o hidrogênio se perdia no espaço. O excesso de oxigênio que permanecia na atmosfera do planeta (por ter uma molécula muito mais pesada que a do hidrogênio) acabou se combinando com os elementos do solo.

      Isso explica ambos, a falta de água e o solo hiper-oxidado que se observam naquele planeta.

      • Aguinaldo Francelino

        muito bem, teorias expolcando teorias…

  • cerberos

    Então o diluvio foi em marte e a arca uma espaçonave que veio para a terra?

    • Silvio Toledo

      pois é, nunca se sabe né… mas pelo relato Bíb… tudo indica que não.

      • Okan

        Pois vai saber né?
        São tantas as interpretações possíveis sobre este tema.

    • Abel Aureliano Seraphin Junior

      Simmmmm, há vários livros, na realidade só li um ( heliópolis), sobre o assunto.

      • Spyn Hakn

        Eu acredito nos relatos bíblicos como sendo aqui no nosso planeta mesmo. Se houve (e deve ter realmente acontecido) dilúvios em Marte, foram há milhões de anos.

        Desconheço este livro, Heliópolis, você tem o nome do autor?

        • Abel Aureliano Seraphin Junior

          Me dscp grande amigo, confundi os livros, este Heliópolis é sobre uma distopia, uma fábula incrivelmente bem escrito por Ernest Junger a respeito das contradições humanas, o conservadorismo das elites na Cidade do Sol e a população querendo mudanças em um futuro caótico. O livro que trata da destruição dos mares marciano, após uma guerra entre suas potências e a fuga de alguns marcianos à Terra é outro e infelizmente não me lembro o nome. Descobrindo ou lembrando te passo, só me lembro que o autor é russo.

      • Aguinaldo Francelino

        só mais um enaltecendo o deus helio…

    • Marcello Kozik

      Pensei a mesma coisa. Inclusive é coerente com o relato bíblico. A destruição de Sodoma e Gomorra pode ser a descrição da destruição das civilizações em Marte, seguido pelo dilúvio ou dilúvios, com a posterior migração para a Terra.

    • Aguinaldo Francelino

      não necessariamente…

  • Okan

    Sim, a interpretação Judaica Cristã sempre será essa.
    Mas se ocorreu somente em uma região específica e não de modo global? Ou ainda, se foi interpretado dessa forma por conta dos padrões culturais da sua época ou da época em que foi transcrita.
    Assim como essa passagem existem todas as outras.

    • Rogerio Cardoso

      Oi bom dia desculpe me meter porem tempos atras vi uma reportagem na history onde dizia que em todas as culturas do mundo tem relato de diçuvio tal como um salvador

      • Okan

        Bem observado! Mas acredito que em várias culturas, não em todas.

    • LuaPequena

      Olá Okan !
      Você já parou pra pensar que essa ARCA pode ter sido usada como uma espécie de ” laboratório ” , onde foram ARMAZENADOS, não um par de animais de cada espécie mas, recipientes com o DNA dos mesmos ?
      Digo isso, pois essa história não está restrita apenas ao Oriente Médio .
      Ela existe em diversas culturas espalhadas pelo mundo e em todas há um dilúvio e um ” Noé ” com os animais transportados na tal Arca !
      Fica claro que, isso seria fisicamente IMPOSSÍVEL , portanto a ideia de um “Banco de DNA” é o mais coerente !
      Abração !

      • Okan

        Hmmmm… uma nave de madeira com propulsão a lenha … onde seria armazenado o DNA? 😀

  • Messier 45

    Boa tarde OH!
    É interessante notar como nossos vizinhos planetários mais próximos tiveram caminhos diferentes.
    Vênus ficou com uma atmosfera espessa e com temperaturas de forno industrial e Marte quase sem atmosfera e gelado.
    Segundo astrônomos, a atmosfera de Marte pode ter sido destruída por um processo chamado “pulverização caótica”, em que o campo magnético do Sol arranca íons da atmosfera marciana, desprotegida pelo fraco campo magnético marciano (que hoje em dia praticamente desapareceu).
    E sem atmosfera, o oceano também se foi. Essa é a teoria (uma das mais aceitas hoje em dia).
    Isso aconteceu quando o Sol era jovem e mais violento (com emissões mais frequentes de “flares” e “super-flares”).
    A Terra só não ficou sem atmosfera também porque felizmente o campo magnético daqui foi forte o suficiente para fazer frente ao campo magnético solar na distância em que estamos.

    • Robson

      Sem contar que a Terra é mais “jovem” que Marte, segundo a teoria de Theia.
      E complementando ainda eu acredito que pode e deve ter havido um planeta rochoso gigante onde hoje é o Cinturão de Asteroides, e estes são os restos dele e a outra metade Júpiter engoliu.
      Depois eu coloco o link sobre Júpiter e Netuno terem engolido outro planeta.

      • Aguinaldo Francelino

        os meninos fizeram o dever de casa…

    • Lênio™

      Isso e o fato da gravidade de Marte ser menor.

  • dora petris

    Magnífico.