A Agência Espacial Europeia ajudará a NASA a retornar o homem à Lua

Tempo de leitura: < 1 min.

BERLIM— A Agência Espacial Européia – ESA diz que irá contribuir com componentes chave para futuras missões tripuladas ao redor da Lua, dentro dos próximos anos.

Os astronautas não têm saído da órbita baixa da Terra desde 1972, quando a NASA encerrou seu programa Apolo.

A Agência Espacial Européia e a empresa aeroespacial Airbus já entregaram um módulo de propulsão e suprimento para um voo não tripulado da nave Orion da NASA, para o próximo ano.

 

A agência disse nesta quarta-feira (08) que ela e a Airbus agora concordaram com a NASA em construírem um módulo para uma segunda missão, desta vez tripulada, que irá voar ao redor da lua em 2021.

A Orion será usada para expandir a exploração humana a destinos do espaço profundo, tais como Marte ou asteroides.

n3m3

Fonte

AirbusESALuaNASAOH
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (18)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • 666Dark

    Blá, blá, bla, !!! Engana que eu gosto!
    PS: A não ser que eles tenham as naves dos extras, que duvido.

    • LuaPequena

      Olá 666Dark !
      Devem ter tido ajuda dos extras ou utilizaram a nave deles !
      Foi exatamente o que pensei, quando observei todas aquelas ” gafes ” cometidas nos filmes feitos, pelos astronautas, na Lua !
      Principalmente, o Módulo Lunar !
      Aquilo não caberia nem mesmo os homens, quanto mais um jipe e o restante das coisas a serem levadas !
      Acho que deram um “rombo” e não um “furo” nessa declaração !
      Abração !

  • zafar2017

    Essa notícia não tem lógica, quem deveria ajudar quem?

  • Kaczmarczik

    ******************************************************* Boa noite a todos!!*****************************
    …………………………………Pelo que entendi, a Agência Espacial Européia irá ajudar a N4$4 com componentes importantes para uma nave que chegue à órbita lunar… Vejam que declaração interessante:Os astronautas não têm saído da órbita baixa da Terra desde 1972, quando a NASA encerrou seu programa Apolo.… Ou seja, possivelmente não foram à Lua!!!
    ***********************************************************************************************************

    • Lênio™

      Possivelmente foram a Saturno.
      Tenha mais fé na capacidade do ser humano.

      • Kaczmarczik

        se você não sabe, o computador e a internet não foram criados apenas por humanos, mas extras deram uma mãozinha, e a capacidade do ser humano para produzir problemas parece ser maior do que para criar soluções e evitar novos problemas

        • Lênio™

          Realmente não sei, isso são suposições e associações que se fazem através de informações que se lê na internet ou livros, a não ser que você tenha tido uma experiência com estes seres e recebeu essa informação. Veja bem, não estou desacreditando o que disse, mas pra mim o ser humano tem capacidade suficiente pra ter criado todas essas coisas sem intervenção externa.
          Obs.: Talvez tenha havido sim alterações genéticas num passado muito distante, por seres inteligentes, mas nada mais além disso.
          Abraço.

          • Kaczmarczik

            suposições? Especulações? Nada disso, observações isso sim! Compare um computador dos anos 1940 e outro a partir de 1960, compare os dispositivos de registro de dados como houve uma evolução rápida e inexplicável a partir de meados dos anos 1940. O computador dos anos 1940 era imenso, chegando a ocupar salas inteiras e se valia de válvulas eletrônicas, semelhantes àquelas que tubos de TV possuem, para registrar seus dados e de repente surge o transistor que era menor do que um palito de fósforo pequeno e pulou daí para o chip, processador, microprocessador e por fim nanochip, diminuindo o tamanho dos computadores de uma sala inteira até tamanho de um caderno e isso tudo entre meados de 1940 a início dos anos 1980!!!! Veja que carros e TV quase não evoluíram e só conseguiram alguma evolução por conta da evolução fantástica da informática e da computação,e da internet também… Quando o ser humano conseguiu ter grande capacidade para inventar coisas inventou primeiro coisas para fazer mal à própria humanidade, por exemplo, energia nuclear (que foi primeiramente pensada para uso militar), o avião (tem o fato de que ao ver seu invento sendo usado contra o próprio povo na revolução de 1932 Santos Dumont ficou com um desgosto profundo, afinal, ele não inventou o avião para ser usado como arma). Claro que a humanidade vez ou outra inventa coisas que fazem bem, mas esses benefícios não é estendido à humanidade como um todo, mas apenas para algumas pessoas…

  • Okan

    “Tá dominado… tá tudo dominado! ”
    As irmãs se juntam pra aprontar mais uma?!

  • Edison Júnior

    Pelamor de deus, fala sério, foram 6x de 69 a 72, transmissão ao vivo para o mundo todo, em naves feitas de papel alumínio, capacidade de processamento 200x INFERIOR a de um Iphone hoje, e precisam de ajuda para voltar daqui a mais 20 anos?
    Essa nem o Sr. Spock vai ter uma explicação, por mais fajuta que possa ser.
    Abraço a todos…..

    • PREDADOR

      Excelente comentario … nao tem logica a explicacao americana desse ponto de vista que vc brilhantemente colocou

    • LuaPequena

      Olá Edison !
      BRAVO !!!
      BRAVO !!!
      Abração !

    • Spock

      A somatória TOTAL de uma pré-missão ao RETORNO à Lua estará na casa dos 104 bilhões de dólares! Em pleno final da década de 60 e ainda no meio da Guerra do Vietnã; o orçamento americano, ainda no padrão-ouro(?), que levou os astronautas 6 vezes à Lua, daria para comprar três pequeníssimos países. Pena que não referenciaram geograficamente! Ponto.
      Raciocinar não dói e deduções são simples ao invés de ficarmos se escondendo por detrás de misticismos pseudo-científicos e teorias paranóicas! Tão simples quanto deduzir que os americanos não querem bancar as despesas sozinhos e se integrando com novas tecnologias estrangeiras para impulsionar a própria NASA. Já gastaram muito com a proeza das 6 viagens onde em cada uma foram se aprimorando e se endividando! Outro ponto que vale a pena lembrar é que não só investimentos espaciais impossibilitaram novas missões tripuladas à Lua, mas acontecimentos prioritários no planeta. Um exemplo é a Guerra ao Terror travada pelo governo americano, que, estima-se, custará cerca de US$ 5 trilhões aos cofres públicos, contando o que já foi e o que ainda será
      gasto nesse sentido. Para se ter uma ideia, não há nem mais fabricação das peças utilizadas para o lançamento dos foguetes Saturno V, os responsáveis por levar as missões Apollo ao satélite. As máquinas fabricadas que não
      foram utilizadas na época atualmente estão todas em museus para
      apreciação do público. Ponto!
      Mas ainda assim… ainda assim… Políticos norte-americanos estão encorajando cientistas da Nasa a focar esforços em missões tripuladas à Lua. A ideia é que o satélite natural da Terra seja uma alternativa para enviar missões para Marte no futuro. O plano “direto para Marte” da Nasa visa treino para pousos em asteroides e outras operações usando a Lua e seus arredores, de acordo com o site Ars Technica— mas isso seria feito antes de astronautas embarcarem para a Lua “algum dia por volta do ano de
      2030”. Enquanto o comitê político reconheceu o mérito alcançado por “algumas” pesquisas da Nasa sobre asteroides, como tecnologia de propulsão avançada, ele concluiu que “nem uma missão robótica ou tripulada para um asteroide pode contribuir para levar o homem até Marte, nem que esse asteroide seja um atalho ou um ponto de parada até o planeta”. Ponto!
      A Câmara dos Deputados, que fechou um orçamento para o ano fiscal de 2017, não reservou fundos para a NASA enviar missões não tripuladas e tripuladas para asteroides. Em vez disso, foi sugerido que a Nasa desenvolva um plano para “testar as capacidades que precisará usar em Marte para testar na Lua”. A lei orçamentária ainda precisa ser aprovada pela maioria da câmara e depois ir até o Senado americano. O site Ars Technica diz que, se aceita, deve ser aprovada pelo próximo presidente dos EUA que nesse caso é o Donald Trump, caro Edison Júnior!!!!!! Ponto!
      Mas se ainda assim a base de sua premissa pés-de-barro se concentra na questão tecnológica por achar que se a NASA foi capaz de levar 6 vezes os astronautas à Lua com a tecnologia da época e agora terá ajuda dos europeus para repetir o feito então sua dedução falaciosa é achar que foi uma farsa por AGORA estarem pedindo ajuda para retornar???? Logo os EUA; a potência econômica maior empatando com a China?? Sugiro então que retorne a leitura do segundo parágrafo que escrevi!! Ponto!
      Dedução simples… o resto é mistificação da turma de vocês! Mi mi mi… Dificuldade cognitiva de aceitar um fato. Ponto final!
      Saudações lunares \//_

  • Edson Silva

    Pelo visto não foram mesmo

  • Spock

    Em ajuda aos demais colegas até siniiiiiistros de escuridão logo abaixo repito aqui o que escrevi ao colega Edison Júnior.
    A somatória TOTAL de uma pré-missão ao RETORNO à Lua estará na casa dos 104 bilhões de dólares! Em pleno final da década de 60 e ainda no meio da Guerra do Vietnã; o orçamento americano, ainda no padrão-ouro(?), que levou os astronautas 6 vezes à Lua, daria para comprar três pequeníssimos países. Pena que não referenciaram geograficamente! Ponto.
    Raciocinar não dói e deduções são simples ao invés de ficarmos se escondendo por detrás de misticismos pseudo-científicos e teorias paranóicas! Tão simples quanto deduzir que os americanos não querem bancar as despesas sozinhos e se integrando com novas tecnologias estrangeiras para impulsionar a própria NASA. Já gastaram muito com a proeza das 6 viagens onde em cada uma foram se aprimorando e se endividando! Outro ponto que vale a pena lembrar é que não só investimentos espaciais impossibilitaram novas missões tripuladas à Lua, mas acontecimentos prioritários no planeta. Um exemplo é a Guerra ao Terror travada pelo governo americano, que, estima-se, custará cerca de US$ 5 trilhões aos cofres públicos, contando o que já foi e o que ainda será
    gasto nesse sentido. Para se ter uma ideia, não há nem mais fabricação das peças utilizadas para o lançamento dos foguetes Saturno V, os responsáveis por levar as missões Apollo ao satélite. As máquinas fabricadas que não
    foram utilizadas na época atualmente estão todas em museus para
    apreciação do público. Ponto!
    Mas ainda assim… ainda assim… Políticos norte-americanos estão encorajando cientistas da Nasa a focar esforços em missões tripuladas à Lua. A ideia é que o satélite natural da Terra seja uma alternativa para enviar missões para Marte no futuro. O plano “direto para Marte” da Nasa visa treino para pousos em asteroides e outras operações usando a Lua e seus arredores, de acordo com o site Ars Technica— mas isso seria feito antes de astronautas embarcarem para a Lua “algum dia por volta do ano de
    2030”. Enquanto o comitê político reconheceu o mérito alcançado por “algumas” pesquisas da Nasa sobre asteroides, como tecnologia de propulsão avançada, ele concluiu que “nem uma missão robótica ou tripulada para um asteroide pode contribuir para levar o homem até Marte, nem que esse asteroide seja um atalho ou um ponto de parada até o planeta”. Ponto!
    A Câmara dos Deputados, que fechou um orçamento para o ano fiscal de 2017, não reservou fundos para a NASA enviar missões não tripuladas e tripuladas para asteroides. Em vez disso, foi sugerido que a Nasa desenvolva um plano para “testar as capacidades que precisará usar em Marte para testar na Lua”. A lei orçamentária ainda precisa ser aprovada pela maioria da câmara e depois ir até o Senado americano. O site Ars Technica diz que, se aceita, deve ser aprovada pelo próximo presidente dos EUA que nesse caso é o Donald Trump, caro Edison Júnior!!!!!! Ponto!
    Mas se ainda assim a base de sua premissa pés-de-barro se concentra na questão tecnológica por achar que se a NASA foi capaz de levar 6 vezes os astronautas à Lua com a tecnologia da época e agora terá ajuda dos europeus para repetir o feito então sua dedução falaciosa é achar que foi uma farsa por AGORA estarem pedindo ajuda para retornar???? Logo os EUA; a potência econômica maior empatando com a China?? Sugiro então que retorne a leitura do segundo parágrafo que escrevi!! Ponto!
    De explicação fajuta só leio e ouço aquelas que insistem na tese de que não foram! Mas quando mostrarem que “não foram” me renderei! Até lá… Ponto!
    Dedução simples… o resto é mistificação da turma de vocês! Mi mi mi… Dificuldade cognitiva de aceitar um fato. Ponto final!
    Saudações lunares \//_

  • Kaczmarczik

    mas ainda assim acho que dinheiro não é problema para os EUA – e por consequência para a N4$4. Permita-me uma comparação: nós também temos nosso orçamento negro, aquele que não é contabilizado oficialmente, mas ao contrário do que ocorre nos EUA esse orçamento não vai para programa algum que seja para o desenvolvimento nem científico e nem social do país, mas para os frequentadores daquele recinto de dois pratos em Brasília… Engraçado é que nosso governo – independente de partido que ocupe os cargos maiores do poder executivo – sempre dize que se aumentar o salário mínimo, se destinarem mais verbas à saúde, à educação e à segurança e à previdência social quebram o orçamento do país, mas de onde conseguem dinheiro para verba partidária, aumento de vencimentos dos frequentadores daquele recinto supracitado, ajuda à grandes empresas, manutenção de direitos exclusivos deles que não se justificam em razão do que recebem??? SImples: de um orçamento paralelo que não é contabilizado oficialmente! Por isso que o Tmago disse que este país seria uma potência mundial porque verga, mas não quebra, de tanta riqueza que possui. Se não fossem aqueles frequentadores do supracitado recinto dos dois pratos (um deles emborcado, esclareço) este país seria talvez a maior potência do mundo… Resumindo: se dinheiro não é problema para um país que se considera nem pobre nem rico como nós muito menos o será para a N4$4, que é subordinada ao governo mais poderoso da Terra…

  • Kaczmarczik

    ……………………………………………… Boa tarde a todos!!!……………………………………………………………..
    ……………………. Na atualidade me parece que os russos estão na dianteira na tecnologia de viagem espacial, tanto que os norte-americanos estão pedindo carona a eles para irem até a ISS. Não entendo como a tecnologia que possibilitou as missões da Apolo entre 1969 e 1972 não evoluiu, até porque dinheiro não seria problema para uma agência espacial subordinada a nada menos do que o governo mais poderoso da Terra!!!! Ou será que nem da Lua chegaram perto?
    …………………………………………………………………………………………………………………………………….