Teoria quântica mostra que, após a morte, a consciência pode ir para outro universo (Vale a pena ler de novo)

Tempo de leitura: 2 min.

(Este artigo está sendo republicado, pois, como pode ser visto pelo número de compartilhamentos no Facebook acima, causou e ainda causa grande interesse dos leitores OH)

Embora não tenha relação direta com nosso tema principal, publico abaixo a introdução de um artigo super interessante enviado pela nossa colaboradora G33k. O artigo apresenta uma postulação científica de que somos imortais.  Ele está publicado na íntegra no site OtiMundo.com.

Recomendo a todos que possuem um interesse neste tipo de assunto que lá acessem, pois vale muito a pena ler todo o artigo:

Um livro intitulado “Biocentrism: How Life and Consciousness Are the Keys to Understanding the Nature of the Universe“ (Biocentrismo: Como a Vida e a Consciência São as Chaves para a Compreensão da Natureza do Universo – [tradução livre do título – n3m3]) mexeu com a Internet, porque ele contém a noção de que a vida não acaba quando o corpo morre, e pode durar para sempre.  O autor dessa publicação, o cientista Dr. Robert Lanza, que foi votado pelo NY Times como o 3º cientista mais importante ainda vivo, não tem dúvida de que isto seja possível.

Além do tempo e do espaço

Lanza é um especialista em medicina regenerativa e diretor científico da Companhia de Tecnologia Avançada da Célula.  Ele é conhecido também por sua extensa pesquisa com células tronco, e por vários experimentos de sucesso na clonagem de espécies de animais em extinção.

Mas há pouco tempo, o cientistas se envolveu com a física, a mecânica quântica e a astrofísica.  Esta mistura explosiva deu o nascimento à nova teoria do biocentrismo, a qual o professor tem pregado desde então.  O biocentrismo ensina que a vida e a consciência são fundamentais para o Universo.  É a consciência que cria o universo material e não o contrário.

Lanza aponta para a própria estrutura do Universo e que as leis, forças e constantes do Universo parecem estar afinadas com a vida, implicando no fato da consciência existir antes da matéria.  Ele também alega que o espaço e o tempo não são objetos ou coisas, mas sim ferramentas de nossa compreensão animal.  Lanza diz que carregamos o espaço e o tempo conosco “como tartarugas com cascos“, o que significa que quando o casco é deixado de lado (tempo e espaço), ainda existiremos.A teoria implica que a morte da consciência simplesmente não existe…

Para ler o restante deste artigo, favor acessar OtiMundo.com.

n3m3

Andrei Lindefísica quanticaLaura Mersini-HoughtonOVNI Hojepós-morteprojeção astralRobert LanzaStuart HameroffUniverso
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (202)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Grizzy

    “A vida, uma vez começada, é infinita!” Somos poemas encarnados…

  • tmago

    Vai se reciclar em outra “morada” paralela a esta !!!!!

  • Grizzy

    tmago   “Alguém”  disse que são muitas moradas.

  • Klaatu Barada Nikto

    Leiam esses dois livros abaixo. Eles podem mudar suas vidas para sempre como mudou a minha. Não é livro de auto ajuda, nem esotérico e não está atrelado a nenhuma religião. Costumo refletir que se conseguirmos incorporar o que os livros pretendem, estaremos próximos de entender a mente de um extraterrestre que se encontra  em graus moral e de consciência mais elevados do que o nosso.http://bvespirita.com/O%20Poder%20do%20Agora%20-%20Um%20Guia%20Para%20a%20Ilumina%C3%A7%C3%A3o%20Espiritual%20(Eckhart%20Tolle).pdfhttp://api.ning.com/files/V1omRSG4CR9lT2tgLLF4bgW4K0B5hOlMndpRrjF8f1e2*pOlwskOHfoTwOB6w4psUb0VjVcNW*POvgdFCCgyGg__/ODespertardeUmaNovaConscinciaEckhartToller.pdf
    Um abraço!

  • Rívison Batista

    Nos sonhos tbm.

  • AntonioCarlosAD

    A sintese do assunto não bate com o tema, não quer dizer que a conciência vá para outro universo, pelo menos não li, o cientista quis dizer que a conciência é eterna, portanto, imortal, todavia, se levarmos no ponto de vista  de que como agimos, fizemos e quais nossos atos quando vivo biologicamente tem lógica a conciência permanecer mesmo após a morte, porém, acaso, a imortalidade da conciência poderia existir somente se transcendessemos a um plano de conhecimento de tudo após a morte biológica a qual se manteria a vida, mas, não é essa conciência que vemos em muitos aqui na terra, portanto, essa transcendencia deve ser de impacto tamanho para abranger todas as conciências, as quais todas se elevam ao mesmo plano no intuito da mantença da vida, que é essencial ao universo, não é o caso de dizer que a conciência, cada qual, vá para outro universo conforme a vida que levou biologicamente, pois, é o mesmo que dizer que vai pro céu ou inferno e no meio disso o purgatório, e mesmo a religião indu tem vários planos que se vai conforme a vida biológica, também não é o caso de eu estar induzindo alguém a fazer o mal porque isso não tem relevância após a morte, o assunto é teórico cientifico, mas, para a conciência ser imortal sem contar com esses planos de universos descritos nas religiões, todas as conciências após a morte deve ter uma transcendencia enorme a ponto de fazer arrepender em muito aqueles que foram mal, para que todos adquiram o mesmo plano no intuito de preservar a vida ou, simplesmente, como Cristo nos intuil, que a bondade da conciência em nós é nata, só que ela é latente, escondida, basta cada um desperta-la, essa é a conciência eterna e imortal.

  • PREDADOR

    tmago Acredito que é por ai mesmo…. dizem que os Ets vem de outras dimensões… é possível e também que eles podem entrar em contato por meio do corpo astral da pessoal … acredito nisso,  é uma forma de podermos ir para lá, para outra dimensão assim eles não precisam fazer uma abdução do corpo físico…. uma vez, a unica vez que fiquei me concentrando deitado e dizendo mentalmente se voces existem quero entrar em contato com voces seres espaciais … quero entrar em contato.. quero entrar em contato… fiquei repetindo isso mentalmente por um bom tempo até que de repente me vi saindo do corpo  via meu corpo la embaixo… estava começando uma viagem astral mas ai fiquei com muito medo e voltei imediatamente para o meu corpo abri os olhos e vi no teto umas estranhas luzes coloridas  que rodavam muito rapido pareciam uns cilindros com cores diversas e ai sumiram e tudo voltou ao normal…. acho que a abdução por viagem astral é uma forma pela qual podemos ir a outra dimensão saindo do nosso corpo… e isso também acontece definitivamente quando morremos…..

  • Kadu Eduardo Daris

    Saulo Jhones Jhones

  • MariaCarolinadeCastro

    Excelente matéria! Esse conceito faz sim parte da ufologia, porque existe em todas as criaturas Divinas!

  • SilvioToledo

    M3NIS Exato. Acredito inclusive que uma das  comprovações de que esses seres lidam com as dimensões ocultas é o fato de hipnotizarem os abduzidos. Vários abduzidos quando interrogados sob nova hipnose relatam a sua experiência até certo grau. Depois deste grau falam que foram alertados pelos seres que seriam interrogados além disso, mas que não podem ir além. Haveria uma chave hipnótica atrelada possivelmente à vida da vitma que nossa hipnose não é capaz de quebrar. Pra mim, que ja fiz hipnoses, a hipnose leva a essência do indivíduo para  a fronteira entre o mundo ” espiritual” e o material, mas isso é algo que afirmo baseado meramente em “pressentimento” pessoal.

  • SilvioToledo

    M3NIS e olha que “esquisito” esta definição da hipnose:     “É como se, durante a hipnose, o “cérebro humano” parasse de se comunicar com o “cérebro reptiliano”. http://super.abril.com.br/ciencia/hipnose-619447.shtml

  • Lucy Krichanã Carvalho

    Visite e conheça nossa página:
    Transcomunicação Instrumental – TCI

  • Lucy Krichanã Carvalho

    Visite e conheça nossa página:
    Ciência Trancendental – Ciência Transcendental – Transcomunicação

  • tmago

    PREDADOR tmago Muitos agem em nosso sono. Nunca consegui tal façanha, não por querer, mas já estive numa casa de cristal, lá em cima, mas acho q era sonho !

  • tmago

    Grizzy tmago Muitas e muitas !!!!!

  • M3NIS

    SilvioToledo M3NIS  É aquele negócio Silvio , ha muito que se descobrir ,conhecer , apesar de tudo que sabemos ,acho que ainda não sabemos nada , a caminhada é longa ,e parece que estamos só no começo dela . Abraço .

  • nilton monteiro lopes

    primeiramente,a conciencia ir para outro universo,ninguem nao provou que existe outro universo e nem conhece este unico,Dr,robert Lanza aponta o universo , forças e constantes parecem estar afinadas com a vida,nao parecem estao afinadas,e existir antes da materia,que sabemos a conciencia nao fez a materia apenas a utiliza em sua funçao,a mesma pode ser dualista ou mais,he fria,calculista e antiamor,pode ser interpelada,modificada,ou parada,diferente da alma que tem amor e afinidades,unica,a identidade da criatura,isto he a base,tempo e espaço sao funçoes determinadas pelo universo em constante movimentos,e embora saiba pouco de quimica e fisica teorica,sei  alem delas,que no universo nao existe imcopatibidade de substancias,e os meios e os resultados sao sempre corretos.,um abraço a todos fui……i…………………….

  • palito

    do pó foste formado e a o pó tornaras e o espirito volta para DEUS que o deu, a BIBLIA tem todas as respostas mas poucos acreditam

  • SilvioToledo

    M3NIS  SilvioToledo  Este documentario  bem interessante e ajuda a entender o nível de profundidade em que a coisa acontece. Numa das hipnoses os aliens parecem ser seres muito benevolentes, na outra já parece o oposto. É provável que existam linhas distintas de seres cujo entendimento iria bem além da dualidade ” bem e mal”. O que me chama a atenção é o uso da hipnose pelos “alienígenas”. Se é uma ferramenta deles, também pode ser usada por nós para fazer descobertas. Aliás, quase tudo o que se sabe até hoje sobre os seres,  foi revelado por hipnose e dentro do seu campo de abstração. 
    https://www.youtube.com/watch?v=KuCnMj3FglA

  • Gabriela Ramos

    Adriano Ramos

  • walter loo

    Gosto de teorias fundamentadas em conhecimentos científicos , creio que nossa consciência é movida fisicamente pela energia elétrica que dá dinâmica ao córtex cerebral , de onde provém toda nossa consciência , mas não esqueçamos que toda terra assim como todo universo é movido por energia eletromagnética ,portanto todo universo flui vida , possivelmente a “ALMA” pode ser uma fonte energética humana que quando se desprende da matéria entraria em harmonia com as forças que regem o universo !!!

    Abraços fraternos!!!!!!!!!!!!!!!

  • Luis Roque

    Excelente artigo!

  • tmago

    Há pouco tempo alguém postou aqui uma foto q algum cientista tirou no momento exato da morte biológica de um paciente. Se a mesma for verdadeira,  a alma  faz essa viagem!  A evolução do ser humano e de quase todas as raças, é a “liberdade” ou seja, se livrar da “limitação” da matéria, e atingir a “luz”. Segundo a Teoria dos enviados de Capela, todos sem exceção, chegaram ao patamar dessa liberdade, mas alguns se negavam a largar da matéria e seus prazeres(comida, sexo…), foi então q os “Mentores Espirituais”, acharam uma saída q mantivesse esses seres em matéria, sem ter q rebaixa-los, mandaram pra cá p ajudar na evolução da raça humana, chegaram com poder, mas após a morte biológica,  acabaram caindo no mesmo “rota” evolutiva dos habitantes nativos caindo de novo na roda de encarnações e desencarnações ! Mas mantendo o “caráter” q os conduziram a evolução em seu antigo planeta. Por isso sempre digo q o Comandante ao criar esse Blog, foi ILUMINADO !

  • tmago

    Mais uma coisa, segundo percebi nessa teoria, esse planeta só evoluirá, quando todos estiverem aptos e no mesmo nível !

  • Mr Unknown

    Somos todos I.As nesse grande simulador…quando o corpo morre, nossa I.A fica livre no sistema, até animar outros corpos, que simplesmente é energia condensada e transformada em informação pela grande I.A mestre… Os ets sabem disso e conseguem hackear o sistema, transmutam-se, podendo dar um simples Load ao invés de percorrer fisicamente o sistema, transformando anos luz em minutos…

  • 666Dark

    Klaatu Barada Nikto Li e gostei ! Ho’oponopono é muito bom também e funciona!
    Abraço.

  • Elias Roth

    Teoria que é a espinha dorsal da existência humana na Terra – o conceito de continuidade da consciência em diferentes e distintos estágios materiais – não só conhecida como PRATICADA por praticamente todos os povos do passado, em seus relatos de maravilhosas experiências astrais ou transdimensionais,estabelecendo contato com seres totalmente desconhecidos, cidades e sociedades inteiras, algumas evoluídas, outras ainda mais atrasadas e malignas que a nossa.
    Mas hoje, a verdade do passado ganha novos ares e terminologias, e o que os cientistas modernos chamam de Embrião Vital, os antigos chamavam de OVO.
    Em suma, a mesma coisa.
    Mas com uma vantagem: os antigos praticavam e evoluiam tremendamente as suas consciências em função desta ciência toda prática e efetiva. E os modernos, na sua grande maioria, não conseguem elevar-se ao terreno da experiência direta.
    Porém este é um grande começo.
    E um golpe mortal na cabeça do Materialismo ceticista e filosofia do TER.
    Porque o Ter passa e nunca muda seu caráter a todos.

    O Ser É e evolui para sempre.
    Quântica + Relatividade = Física Harmônica, a ciência do futuro que regressa do passado porque a cobra mordeu o rabo.
    E a velha raiz volta a brotar novos rebentos à luz do presente.

    Encontre a vibração correta de cada plano de consciência, exercite pacientemente esta vibração, e  todos os véus da matéria cairão diante dos teus olhos, um após o outro.
    Quem levanta o último véu se chama Mestre.
    Quem levanta o primeiro é o Discípulo.
    Este cientista é um discípulo real da tradição oculta, hermética e antiga
    definindo quanticamente o que os antigos postulavam como harmonia e leis da vibração.
    A matéria do corpo vibra porque a alma vibra.
    Sai a alma, morre o corpo, a vibração-fonte cessa e o corpo se desintegra.
    Mas para onde vai a vibração?
    Vai para a dimensão ressonante à sua própria frequência.
    Céu? Inferno? Purgatório?
    Ou vibrações sutis? Vibrações densas? Vibrações intermediárias?

  • Elias Roth
  • Elias Roth

    O melhor é que ninguém precisa esperar pela morte para realizar o experimento. Pode comprová-lo em plena saúde e gozo de faculdades mentais.
    O que lhe será muito proveitoso, porque o salto evolutivo de tal decisão equivale a muitas e muitas existências vividas no materialismo inócuo e no ceticismo desinteressado.
    Se for bom o suficiente, encontra Anagami
    e nem retorna mais.
    Como Buda.

  • enter_lucas

    Elias Roth Ok então ensina ai como se muda a vibração e alcança outros planos?

  • LuaPequena

    Boa tarde O.H.!
    Eu não sou cientista!
    Se quer entendo de química  ou física !
    Menos ainda de FÍSICA QUÂNTICA!
    Mas,desde que comecei a me questionar sobre os mistérios da vida, que JÁ TEORIZAVA ,em minha mente,esta TEORIA do BIOCENTRISMO!
    Universo está diretamente ligado a CONSCIÊNCIA VIVA!
    Pelo menos este Universo em que habitamos,pois foi criado por uma VIDA CONSCIENTE! 
    Sempre tive CONSCIÊNCIA de que não morremos,apenas largamos a casca que nos é emprestada para pisarmos neste planeta.
    Nós somos DUALIDADE!
    CORPO E ESPÍRITO ( consciência-energia ) !
    O corpo sabemos pra onde vai,quando morremos !
    Mas o espírito ,este não morre!
    O mistério está em saber  o que acontece com ele,depois que se desprende do corpo físico!
    Pra onde nossa consciência vai ?
    Será que fica armazenada em algum banco de dados ,esperando um novo ser material,onde possa reencarnar ?
    Ou vai pra outro plano ?
    Mistérios que só serão desvendados,quando tivermos cumprido toda a nossa missão por aqui!
    Abraços a todos!

  • LuaPequena

    Grizzy QUE LINDO GRIZZY !
    ABRAÇOS!

  • Roberto Felix Correia

    Quando a gente morre vira pó, pois bem o disse o senhor: Do pó viemos e ao pó voltaremos.
    Que mania desse pessoal de se agarrar de qualquer forma a noção de que a vida do ser humano, nesse planetinha nos quintos de uma galáxia entre milhares em um multiverso é a coisa mais importante que já existiu, tanto que tem que ser eterna…
    Convençam-se de uma coisa: Morreu; acabou! Simples assim…
    Nossos átomos vão dar origem a novos planetas a novos seres mas nós não existiremos mais!!! O homem é isso que existe hoje, até morrer, e depois NADA!!!!
    Não adianta se apegar a esperanças e religiões mirabolantes que isso só enriquece espertalhões, como o próprio professor, que está fazendo propaganda de seu livro. Comprem e enriqueçam o homem, que ele agradece, e com certeza irá usar muito bem sua fortuna nessa única vida que ele terá…

  • Grizzy

    LuaPequena  Não somos apenas dualidade. Somos Consciência, Matéria e Energia. Segundo os Mestres, somos unidade múltipla imperfeita, oriundos da Unidade Múltipla Perfeita. A dualidade em nós se expressa no plano mental e intelectual: claro-escuro, sim-não, luz-trevas, bem-mal, tese-antítese, e por aí vai. Quando alcançarmos a Síntese de todas as coisas, estaremos acima do Bem e do Mal, e seremos um com o Uno. A mente é apenas coadjuvante no processo de elevação espiritual.

  • Roberto Felix Correia

    Elias Roth 
    Quero aprender também, mas não me vem com aquele papo de Gnose de meditar, jejuar e se preparar de corpo e alma, tá?
    É pra entrar em transe agora, neste segundo!!!!

  • Seros

    Roberto Felix Correia http://www.livefyre.com/profile/61163974/

    Senhores, não sejam deselegantes, respeitem a opinião do próximo!

    Mantenham a mente livre, a verdade está em nossa volta e dentro de nós. Sintam, escutem, observem, reflitam. Desse modo o caminho para conhecer a verdade ficará mais fácil!

    Namastê!

  • ptoledo

    Roberto Felix Correia que estranho… vc acredita na citação do “senhor” em relação ao pó, mas ignora todas as outras… 
    De qualquer forma, é só a sua opinião; que aliás vc está se esforçando bastante para empurrá-la goela abaixo dos demais aqui. Sua opinião é importante como todas as demais.
    Nada pessoal. Abraço!

  • ptoledo

    Roberto Felix Correia P.S: incrível como os “descrentes” são muito mais fervorosos que os religiosos, quando querem defender (ou seria impor) suas “crenças”…
    Respeito todas as opiniões, mas me reservo direito de réplica. Nada contra ti meu amigo. 
    Afinal, se eu apostasse com vc sobre nossa divergência de opinião, só eu teria chance de ganhar rsrs
    Abraço a todos,

  • Crazycrim

    Pq é tão difícil simplesmente morrer? pq não aceitam a morte? oq há de errado em descansar para sempre? ou perder alguem para sempre? eu nunca vou entender isso
    Só me questiono ate quando vão ficar inventado desculpas para “escapar” da morte… Acho q no fundo todos sabem q morrerão e sequer saberão q um dia existiram

  • kadsonandre85

    ptoledo Roberto Felix Correia  Antes da falar sobre empurrar a opinião, procure quantas pessoas religiosas comentam aqui e quantas não religiosas. Ele citou a bíblia não porque ele acredita, mas porque vcs acreditam e só usam o que os convém. Mas estamos acostumados, os religiosos nunca foram muito receptivos com as opiniões contrárias as suas basta olhar os séculos passados. Realmente os religiosos não são fervorosos, eles só se explodem por suas crenças, coisa pouca… rsrsrsrsrs

    Nada pessoal, paz e luz para todos.

  • space shanty

    Boas: Ótima matéria. Acho que a consciência que possuimos hoje e que conduz nossa espécie pelo universo simplesmente é limitada. Somos crianças com talvez  1% de toda a consciência universal.
    Nosso cérebro nem sequer é 100% consciente. 
    O tempo e espaço em que vivemos são ilusões conscientes, mais ou menos como os sonhos, ou  as viagens psicodélicas que nos apresentam como REAIS apesar de inconscientes. 
    Enfim, temos muito que evoluir, melhorar e aprimorar nossos programas mentais, para isso  planetas e estrelas não faltam…

  • Elias Roth

    Roberto Felix Correia Elias Roth 
    Voce é do tipo que quer jogar a semente na terra e comer o fruto daqui a pouco?
    Sinto não poder ajudar.
    O Universo é uma grande tábua de frequências entrelaçadas, se aqui a Lei da Gravidade impera no sentido de unir massas e promover ciclos, do outro lado a Lei dominante é a Ressonância. Elevar frequências é uma questão de transcender aos poucos a ligação da mente e dos sentidos com a materialidade.
    Jejuar, não beber e nem fumar, não cometer maldades, meditar, orar, enfim, como todos os antigos diziam e faziam, ajuda bastante.
    Porém, são de efeito passageiro. Ficamos em paz por alguns instantes, esvaziamos a mente de desejos, sentimos uma felicidade estranha, temos alguns sonhos ou visões luminosas, experiências circunstanciais sem explicação mas… em breve, retornamos à garrafa material. E voltamos a nos sentir atraídos por todos aqueles procedimentos que nos tornam com as raízes plantadas na matéria.
    Elevar a frequência é fundamentalmente uma questão de mudança de conduta e hábito, de melhoramento de caráter, de abertura de sentidos sutis, e isso leva tempo, por vezes, uma vida inteira é necessária.
    Disse um filósofo grego: Feliz do homem cujos defeitos morrem antes do corpo dele.
    Podemos elevar as frequências de modo circunstancial e passageiro, e experimentar muitas coisas, ou então, dedicar a nossa vida inteira ao caminho da elevação da alma, quando então nossa nota individual entra em ressonância com a fonte, o Absoluto, e nunca mais cairá a nossa frequência mesmo que mergulhados na densidade material.
    É o caso de Jesus, de Buda, daqueles que viviam em felicidade mesmo em meio a dores e privações.
    Diferente das pessoas modernas que, mesmo abastadas, com as barrigas cheias e casas entupidas de objetos e distrações, não são felizes e nem vibram alegria.
    Por causa da frequência baixa, que matéria ou abastança alguma é capaz de elevar.
    Religião é apenas isso: fazer da vida uma escadaria para elevar frequências e se desligar da matéria aos poucos, entrando em sintonia com outros padrões de existência.
    A escada de Jacó, as pirâmides de degraus, os templos com escadarias ascendentes, a música, os mantrans, a ciência teúrgica, o emprego consciente dos sons harmônicos, são ferramentas claras que aparecem em todas as culturas antigas.
    Para que uma pirâmide tão grande, vibrando todo seu granito em fá, e uma urna subterrânea na qual deitava um homem com grande espaço?
    Para subir as estrelas e conversar com os deuses, e por eles ser ajudados em tudo, e encontrar caminhos nesta vida, e na outra, para uma elevação cada vez maior.

    Nisso insiste o Livro dos Mortos e os textos das Pirâmides.
    Por trás de cada quanta, átomo e célula, e corpo, vibra uma frequência fundamental, bem como atrás dos planetas, estrelas e galáxias, em outra escala hertziana.
    Uma pista para encontrar a nossa faixa de frequências fundamentais é estimar o campo vocal humano.
    E usar esse campo vocal em notas e frequências (acompanhadas de mantras) que alterem o padrão das frequências internas, elevando-as, segundo as mesmas leis harmônicas que regem a musica.
    É muito mais fácil de entender – e aplicar na prática – do que qualquer teoria quântica sem aplicação prática acessível em nossa vida, exceto em laboratórios.
    Reconstruir o templo, segundo a maçonaria, não é uma questão de usar pás, picaretas, prumos e martelos.
    Isso é simbologia.
    É uma questão de mudar as frequências internas.
    Tem zilhões de matérias excelentes sobre o assunto na Internet, que aplicam uma visão muito mais avançada que a teoria exposta pelo Neme.
    Contudo, ela é pioneira.
    Os esforços da Física moderna, duma forma irrefreável, culminarão na revelação da existência de Deus e da consciência eterna após toda matéria e ciclo.
    Voar é bater asas;
    E bater asas gera frequências.
    Um simples beija-flor gera uma frequência de um Sol puro ou Quinta Justa em seu bater de asas: 50 ciclos por segundo.
    O som das asas do escaravelho sagrado do antigo Egito – o símbolo da alma renascida do deus – é precisamente uma frequência tão intensa que podemos até sentir a vibração ao ouvir estes insetos tão pesados voando, insetos que desafiam as leis da aerodinâmica.
    Produzir sons continuados em frequências específicas fazem um par de asas vibrarem no cérebro.
    E em determinado momento, a alma voa!

    KHEPRI, Aquele que retorna (o Sol, o Espírito do homem no ciclo da matéria).
    A alma é khepri. As asas são as frequências geradas na mente. O voo é a sintonia com outros mundos regidos por diferentes frequências, estas que produzimos conscientemente.
    Uma bela e precisa simbologia para descrever a Viagem astral.

  • Grizzy

    Elias Roth  Agradeço por esta explanação tão gentil e tão límpida. Fica até difícil não me comover. “Aqui há sabedoria superior. Aquele que tiver entendimento que entenda.”

  • space shanty

    Uma ideia eu trago desde a adolescência:
    Se somos feitos de átomos, forjados em estrelas ou seja no SOL e ele rege toda a vida deste sistema, então ele, o SOL é nosso criador e consequentemente tudo que somos, e pensamos ser, veio dele e a energia que de alguma forma (ainda desconhecida) formadora de nossos pensamentos e consciência decerto retornará para ele porque somos frutos dele.
    Morte…não acredito nisso…

  • Elias Roth

    Grizzy Elias Roth 
    A matéria foi toda apropriada. Mas precisei acrescentar o dado tão simples e claro de que esse transporte de consciência é factível, dum modo relativamente fácil, pelo uso correto das frequências. Agora, me fale em quanta, como vou pegar um punhado de quanta e mudar a dimensão da minha alma? E porque esperar até a morte para confirmar que do outro lado existe vida em outra escala, esfera e configuração?
    É simples e complicado.
    Simples de compreender e praticar.
    Complicado é perseverar no caminho.
    O Universo não é estático, é dinâmico.
    Aquele que não eleva suas frequências infelizmente será arrastado sempre para baixo, pelo ralo da matéria involutiva a cada final de ciclo.
    É como a parábola: aquele que dá, terá em dobro.
    Mas o que nada dá, até o que tem lhe será tirado.
    Ele quis dizer: eleve as notas da tua alma que o Universo ajuda.
    Porém, se ficar inerte, desinteressado e vivendo só na consciência material, afundará cada vez mais.
    Abraços, Grizzy.

  • Grizzy

    space shanty Há escolas de Conhecimento que ensinam que o ser humano “normal” contemporâneo apresenta aproximadamente 3% (três por cento!!!) de consciência desperta. Alguns têm menos ainda e já deixaram de ser humanos, são animalescos, brutos, não podem viver em sociedade e por isso as prisões estão repletas. Infelizmente há muitos humanóides infraconscientes fora da prisão também. Com 1% de consciência já se pode considerar que um indivíduo está a ponto de tornar-se um não-humano, em outras palavras, ele não tem lei interna ou externa que o controle. Mas, ainda que em número reduzido, há grandes homens de consciência elevada, pessoas com 10, 20 e até 50%  de consciência, trabalhando em favor da humanidade. Mais do que isso é possível, porém nos tempos atuais, talvez não passem de 10 indivíduos no mundo. É por isso que fica tão difícil avançar. Poucos estão de verdade trabalhando para se aprimorar, melhorar, evoluir.

  • Klaatu Barada Nikto

    666Dark Klaatu Barada Nikto Obrigado pela dica!

  • Grizzy

    Elias Roth Grizzy  Perfeito!

  • Elias Roth

    enter_lucas Elias Roth 
    Há três procedimentos.
    O primeiro é de caráter existencial, e ele resume a ´óctupla senda de Buda, o Iluminado, aquele que experimentava o Nirvana das dimensões superiores em VIDA (não precisou morrer, mas morreu em outro sentido, o sentido das ilusões que embaçam a consciência).
    Resumindo tal senda:
    Faz o bem e seja bom.
    Não faz o mal e não seja mau.
    Religiões e seus códigos já nos ensinaram alguns valores a esse respeito, mas seguir religião não significa necessariamente seguir a consciência.
    Seguir a boa consciência é a religião.
    E ela não precisa ser acionada em uma Igreja ou sob a voz de um Padre. Seja o teu coração a tua Igreja, e a voz do Padre a tua consciência.
    O segundo procedimento é ter mais hábitos em ouvir boa música, especialmente a clássica-erudita.
    Existem infinitos padrões de frequências superiores nelas embutidas que nos reprogramam aos poucos o cérebro e nos despertam certos potenciais (exemplo, o efeito Mozart no cérebro das crianças). Por outro lado, música vulgar e barulho fazem o efeito inverso.
    E terceiro, trabalhar com frequências, usar Cds com tons específicos, usar diapasões ou mesmo instrumentos musicais, capturar tons, entoar mantras neles, por cerca de meia hora diárias, para o efeito aparecer com o tempo.
    A nota base da Criação é o Dó. Na laringe masculina, ela vibra em cerca de 128 Hz em sua tonalidade média. Na mulher, oitava acima, cerca de 256 Hz.
    O cristal de quartzo, tão aplicado na tecnologia de precisão, vibra em 32768 Hz, um dó elevado, dois a potência quinze (2^15). Por isso os antigos usavam cristais em experiências do tipo, para aumentar a ressonância entre a voz, a mente e o cristal, que funcionava como um amplificador (pode ser usado na mão durante a prática).
    A replicação do DNA parece acontecer, segundo estudos, em um Dó aumentado, cerca de 528 Hz (quase 2^9 Hz).
    Essa frequência fundamental está em tudo.
    Lembrando que um coração em repouso normalmente pulsa em torno de 60 b.p.m.
    Se o minuto tem 60 segundos, então isso é um Hertz (2^0 hz) ou dó puro e grave (inaudível) pulsando no peito, a fonte de nossa vida, pensamento e existência, do começo ao fim.
    Fazer ressonâncias e encontrar frequências que estimulem essas notas naturais é um meio de ampliar a vibração geral e alcançar estados alterados de consciência, positivamente.
    Disse Hermes: Tudo é Vibração.
    Deus é Amor. O Amor é a fonte de toda vibração, vida, calor e luz.
    Amar é elevar frequências.
    E manter o coração na sintonia com a Verdade Eterna.

  • Elias Roth

    enter_lucas Elias Roth 
    Ps: as medidas de frequências que eu usei nos exemplos estão corrigidas conforme a tonalidade da natureza, definida em Lá – 432 Hz, e derivados.
    Essa sinfonia, por exemplo, é magnífica, e muitos vídeos no Youtube já se encontram com muitas músicas clássicas corrigidas para 432 Hz.
    Um tesouro inestimável!
    https://www.youtube.com/watch?v=k3Z579O9xsI

  • ptoledo

    kadsonandre85 ptoledo Roberto Felix Correia colega, nosso amigo foi um tanto deselegante com quem crê em alguma forma de vida após a morte do corpo físico, por isso me manifestei.
    Quanto a fanatismo, concordo com vc; ele nunca presta, seja ele religioso, esportivo, racial, etc…
    Melhor acabamos esse assunto por aqui, não quero que o debate continue para o lado religioso; defendo a continuidade da existência, não alguma religião – seja ela A ou B.
    Abraço.

  • Roberto Felix Correia

    kadsonandre85 ptoledo Roberto Felix Correia 
    Grato por mostrar que ainda existe vida inteligente na Terra, kadsonandre85 e entender a finalidade da minha citação…
    Estava até sem graça de ter que explicar a um religioso porque motivo eu cito as escrituras dele…
    Mas… Como diz uma outra passagem do mesmo livro canônico em que o ptoledo acredita: “é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha…”
    Ah, ptoledo,
    e o “camelo” citado por Jesus não é o camelo animal não; é o nome
    daquela corda grossa que se usa para amarrar embarcações ao cais, ok????

  • Alex Cosmos

    tmago Apesar de concordar com você meu amigo ! isso nunca vai acontecer se não houver uma intervenção maior para motivar os incrédulos e mudar a mente dos pervertidos !!

    Só assim terremos uma chance de sermos uma raça de verdade !!!

    Abraços……….

  • ptoledo

    Roberto Felix Correia kadsonandre85 ptoledo vc continua deselegante, mas é sempre um prazer debater opiniões. 
    Nunca afirmei ser um homem de determinada religião, e sim que acredita na existência de consciência após a morte física.
    Ah, e falando em cordas – e citando a teoria destas – seria possível, sim, passar um camelo pelo buraco da agulha, seja o animal ou a corda. 
    Abraço!

  • Elias Roth

    enter_lucas 
    A teoria harmônica do Universo nos permite estabelecer um dado muito concreto na relação entre dimensões e frequências. A cada oitava, passamos para um plano de vibração diferente. Notemos que as frequências das mais altas do Universo se encontram nos átomos de Hidrogênio, em escalas da ordem de 2 elevado a 50 hz e acima disto (o elétron do Hidrogênio oscila em torno do átomo em cerca de 7.10^15 hz).
    Abaixo, encontramos, exemplo, os átomos de cristal (quartzo, especialmente) que, atacados pelo efeito piezoelétrico, oscilam na frequência fundamental de 2 elevado a 15 hz, bem abaixo do Hidrogênio. Outros estudos colocaram já a vibração celular em torno de 10 elevada a potência 11 (o que dá uns 2^36 Hz, mudança de base). Ajuntando o exemplo do coração, e de outros sistemas de vibração, podemos perceber claramente que cada dimensão tem um nível vibratório próprio, e se aprendermos a mudar esses níveis, efetuamos lei de ressonância com outros planos. Se, por algum modo, eu pudesse elevar minha nota de consciência a 2^50 Hz, visitaria o plano atômico dos hidrogênios. Se minha mente vibrasse de algum modo 2^15 hz, eu visitaria as catedrais geométricas dentro cristal. Por outro lado, se a minha mente ficar calma e serena ao ponto do pulso Delta, de 1 a 4Hz, ouviria o meu próprio coração, que soa inaudível (a capacidade auditiva do homem só chega a 20 Hz). Estes e outros muitos exemplos de frequências fundamentais dos sistemas nos permitem concluir que cada dimensão do universo nada mais é do que um determinado plano de frequências, exatamente como as ondas eletromagnéticas, desde as ondas longas até as curtíssimas radiações gama. Dimensões seriam os efeitos destes sistemas vibrando ou, em outras palavras, as dimensões existem no mesmo tecido do espaço-tempo em função do nível vibracional daquele sistema material que ela comporta. Nosso corpo fica numa dimensão, nossas células em outra, e nosso coração em outra, e nossos átomos em outra, e a Terra em outra, e as estrelas, e galáxias, em outras…. tudo de acordo com a vibração fundamental de cada sistema: mudar de oitavas vibracionais e mudar de dimensão. Creio que isso é mais simples de compreender do que a teoria quântica, porque até os quanta são efeito, e não causa, diante da teoria harmônica cosmológica.
    Para quem gosta de desenhos de alta qualidade, tenho um aqui que dispensa comentários.
    Quem assistir vai se maravilhar, do começo ao fim.
    Tem tudo a ver com o tema aqui desenrolado.
    Magnífico em qualidade técnica e conteúdo.
    Fala da viagem pelas dimensões do Universo. Maravilhoso!
    Extraordinário.
    Quem assistir não irá se arrepender.

    https://www.youtube.com/watch?v=hOpW1aPP83k

  • ptoledo

    Crazycrim Crazycrim  Amigo, vc não acredita em existência pós-morte e vive bem com isso, ótimo!!!
    Mas está se esquecendo do fator social: vivemos um mundo em que pessoas matam seus irmãos por 1 real! Acha mesmo que a população toda aceitaria, numa boa, uma constatação de que tudo acaba aqui, e que não existe cobrança pelos seus atos? Estão preparados para isso?
    Vc é “doido” em tentar convencer os outros… rsrs
    Em tempo: eu acredito em continuidade; mais pela física do que religião…
    Abraço!

  • Ylla

    LuaPequena Olá colega, eu acredito que na morte encontramos o descanso das provações que estamos passando nesta vida , para as pessoas que ficam é muito triste, pois fica pra sempre a saudade. Mas creio que não deixamos de existir, fica o nosso corpo material ….mas nosso espirito continua a existir, em algum lugar,… Deus nos fez com o propósito de viver eternamente, talvez seja por isso que temos tanta curiosidade sobre a morte. E TALVEZ ela não seja ruim, o proplema é que ninguém jamais conseguiu voltar, e explicar o que acontece.
    Até mais colega …

  • G33k

    ptoledo Crazycrim 
    1º Lei da termodinâmica?

  • 666Dark

    LuaPequena Crazycrim A “coisa” é simples, se acredita na morte total, será contemplado com ela e o espirito do “morrido” será diluido no todo! Quem pensa assim, merece…

  • Elias Roth

    ptoledo Crazycrim 
    Como aquela notícia recente, do cara que cortou a cabeça da esposa porque ela o traiu, e friamente, enfiou na mochila e entregou na polícia.
    Sem qualquer arrependimento.
    Nestas horas, quando vejo coisas assim, digo para mim mesmo: Tem que existir Inferno.
    Por outro lado, quando vejo notícias de pessoas caridosas, gastando grande parte da sua vida em atos de caridade, doando tudo de si pelo simples prazer em ver o outro feliz, ou de barriga cheia, ou de corpo aquecido ou banho tomado, ou doenças curadas e necessidades demais saciadas, eu digo para mim mesmo: Tem que haver Céu!
    Bondade e maldade são vibrações, estados da mente humana.
    Animais não vibram nem maldade e nem bondade, eles são o que são, inteiramente condicionados pela natureza do instinto.
    Escolhas é que permitem subir a escadaria da onda ascendente regada de luz e felicidade, ou despencar no abismo de ruídos, sombras e muita dor.
    O poder de escolha decida uma vida.

  • Elias Roth

    Matusquela Não tem outro jeito, só quem experimenta sabe o gosto. 
    Tente explicar a luz para um cego, ou morra tentando.
    Voce mudou a frequência e entrou em outro plano espacial-temporal de vibração, com leis, tempos e aparências totalmente diferentes.
    Atravessou paredes porque seu corpo astral passou a vibrar na mesma nota das moléculas da parede, então elas deixaram de ser densas na perspectiva dimensional da vibração em que te encontravas.
    E viu que nada morre, apenas muda de frequência.
    A morte é simbolizada pela festa da Páscoa, que significa Passagem, depois da qual Jesus ascendeu para dimensões elevadas.

    Voce apenas passa para outra dimensão. É incrível como até os avanços da ciência na questão das múltiplas dimensões não convenceram os céticos dessa realidade.
    Eles não conseguem mudar o padrão da frequência do pensamento, e só continuam captando tudo tridimensionalmente.
    O Espírito se veste para descer e se despe para subir!
    Filósofo grego.
    Morte como fim não existe.
    Morte como transformação material é somente o que existe.
    Abraço!

  • Elias Roth

    Matusquela Elias Roth 
    Voce teve um mérito, porque conseguiu esse estado espontaneamente, ou seja, sem qualquer prática ou método, Contudo, como nada acontece sem uma causa ou agente, podemos entender que alguma força ou entidade superior te concedeu a elevação da frequência, e voce viu o outro lado da matéria. Talvez seria necessário para se conformar com a aparente injustiça da vida com a tua querida avó. Mas sabemos que esse tipo de vida cheia de amor e sacrifício só eleva a alma do outro lado.
    E enquanto a matéria se transforma no sepulcro, a alma renasce como criança para uma nova jornada.
    Porque a Vida é o infinito fio entre duas extremidades, nascer e morrer, cortadas pelas Parcas ou Destino quando chega a nossa hora.
    Mas os imortais fazem esse fio se tornar de ouro, e ele não pode ser mais cortado. Gostei do teu relato, experiência extremamente prática e instrutiva.
    Vale mais do que ler mil livros de Física e teorias quais.
    E quem experimenta, muda completamente e nunca mais esquece o que viu,
    E deixa de temer a morte, sabendo que ela é só uma porta.
    Para a mente cética e agarrada ao mundo material, como dói cruzar essa porta. Mas para a mente desanuviada e leve, tudo soa e tudo flui como uma viagem, uma nova viagem rumo ao desconhecido, viagem que a morte não encerra, pelo contrário, permite!!!

    Abraço!

  • Grizzy

    Matusquela  Olá, amigo, boa noite! Que beleza de relato… Bom saber que existem pessoas que reconhecem em si as capacidades que milhões de pessoas já não possuem mais, e nem mesmo acreditam que se trata de algo simples e natural. Estamos tão decaídos no mundo atual que o simples fato de estar despertos nos mundos suprassensíveis nos transforma em  bichos raros… Quando nos esforçarmos para sermos melhores, quando redescobrirmos  as nossas potencialidades, aí sim, vamos conversar cara a cara com os nossos irmãos galácticos. Enquanto não fizermos a nossa parte, continuaremos indefesos, olhando luzinhas no céu,  caçando parafusos e vendo répteis dominarem nosso planeta. Só precisamos despertar! Tudo é muito simples.

  • Elias Roth

    Eduardo Lbm Ylla LuaPequena 
    Exatamente, Eduardo, tudo é questão de sintonia. E estudando o cristal de quartzo, essa maravilha da natureza a serviço da alta tecnologia de precisão, vibrando em 32768 Hz, pesquisas demonstram que todo cristal natural (sem cortes, que altera a frequência natural dele) possui uma onda espiral  ascendente dentro dele, e que pode ser facilmente detectada se observamos a diferença de níveis de suas facetas (sistema hexagonal). Em suma, é essa espiral interna do cristal que, combinada ao efeito piezoelétrico do mesmo, quando ondas de pressão (acústicas, som) geram oscilações dentro dele, fazem elevar as vibrações da pessoa que trabalha com ele, exatamente como um transmissor-amplificador de sinais. Bolas de Cristal, espelhos mágicos, cristais, até o copo do Ouija, dizem os céticos, tudo bobagem, mas não é. Espelhos e vidros têm silício, o átomo fundamental do quartzo, e quando as pessoas usam estes objetos, transferem para eles suas vibrações, e estas oscilam mais fortes dentro do cristal e ascendem para outras dimensões, como sugere a sua estrutura espiral ascendente.
    Muita coisa há para a ciência desvendar antes de que possamos rotular as práticas de magia como pura bobagem e sandice.
    Cristais são os melhores amplificadores de sinais mentais.
    Tudo porque vibram em ressonância com o Dó fundamental que vibra dentro de nós.
    A Lei da ressonância é que permite a sintonia. Se no universo tridimensional é a gravidade que mantém tudo coeso, no universo harmônico é a ressonância que cumpre este papel.
    Abraço!
    https://bastoesegipcios.wordpress.com/2012/05/20/as-surpreendentes-qualidades-dos-cristais-de-quartzo/

  • Elias Roth

    Matusquela 
    Pelo simples fato de que morte, como transformação, só atua em sistemas materiais e energéticos *E=mc2.
    E pelo outro simples fato que consciência não é nem matéria e nem energia, e nem mesmo vibração.
    Ela é alma, é espírito, se move na energia, se veste de matéria e vibra para expressar sua natureza interna ao redor e entrar em comunicação com os sistemas.
    Mas o que não é nem matéria e nem energia não pode morrer, no sentido de ser transformado.
    Tudo o que lhe ocorre é aprender e evoluir.
    As pessoas incrédulas tomam a existência pelo corpo. O corpo é o foco deles e, por isso, com a morte, acaba a existência.
    Mas o corpo é só a veste. Se ele desaparece não significa que a alma desapareceu.
    Dormir é um ensaio da morte que fazemos todas as noites, com a única diferença, a de que voltamos para o corpo vivo em repouso na manhã seguinte, esquecendo de tudo o que experimentamos do outro lado.
    Despertar a luz das memórias extracorporais seria um batismo de conhecimentos e revelações para quem puder assim o fazer.

    O corpo é a sombra. A consciência é a luz. A existência de cada ser é um caminho no meio aperto entre uma e outra coisa.
    Se eu fosse um pintor procurando um tema para ilustrar a morte numa tela, pintaria somente isso aqui.
    Para quem viveu a sua vida na boa consciência e fez o bem ao semelhante, a morte será apenas um delicioso retorno ao azul primordial esquecido…

    Boa noite a todos.

  • Ivan Bechelli

    Matheus Roberto Chemberg

  • Victor Gustavo

    So brasileiro anda acreditando nessas coisa NEW AGE kk

  • SilvioToledo

    Matusquela M3NIS Quando se conhece um pouco destas dimenssões invisíveis, a sensação de ilusão se inverte e menos real passa a ser esta “ilusão” que nos “aprisiona” e que chamamos de realidade visível.Somos treinados para ignorar a existência do que não pode ser visto, mas existe muito mais além da nossa percepção.

  • Marujo

    SilvioToledo Matusquela M3NIS  
    E, assim, voltamos ao “local do crime: estados alterados de consciência.

  • Claudemir Mattos

    precisa acreditar ou vai estranhar

  • LuaPequena

    GeraldoMagelaLobo Olá Geraldo !
    Nunca vi tanta verdade e sabedoria juntas!
    Grande abraço!

  • LuaPequena

    Matusquela Oi Grande Irmão!
    Pra esse seu relato só consigo dizer : “NOSSA “!
                                                           “UAU”!
    Correu um fio na espinha ,de cima a baixo,agora!
    Abração!

  • LuaPequena

    Matusquela “um FRIO na espinha”.

  • LuaPequena

    Eduardo Lbm 666Dark Oi Cumpadi Edu!
    Intonces!
    Si eu cridito,eu mereço !
    Ou não?
    Bração pro cê!

  • LuaPequena

    G33k ptoledo Crazycrim Olá G33k!
    Por onde andas ,que sumiste?
    Vê se volta,tá?
    Beijão!

  • AlbertoMartinsSoares

    Embora a busca científica sobre a imortalidade da consciência tenha que ser encarada como uma coisa natural e até bem vinda, está tudo lá na obra de Kardec. Será que Lanza leu Kardec? Kardec não pode ler Lanza. Não nesta vida. ☺

  • Lemaozim

    Matusquela  Achei muito interessante seu texto, mas se me permite gostaria de
    fazer algumas críticas. Não leve a mal, afinal espero que elas sejam
    construtivas. Primeiramente, a forma como você escreveu seu texto deixa muito
    em dúvida sobre a veracidade do mesmo. Acho que sua intenção era deixar que
    parecesse algo como a escrita de um livro, e realmente ficou, idêntico a
    escrita de um livro. E é justamente esse o problema. A maneira com que você
    introduz os relatos é muito sensacionalista, como se quisesse impressionar o
    leitor. Por exemplo, a parte que você falou que tentou abrir a porta pela
    maçaneta. Pelo amor de Deus, se você já leu tantos livros sobre Viagem Astral e
    Espiritismo, isso era pra ser óbvio, não precisava nem pensar, era só
    atravessar. Aliás, desde o começo você introduz as coisas de forma
    sensacionalista, como se tudo fosse algo desconhecido. Se você realmente já leu
    sobre espiritismo, perceberia de cara, de forma óbvia, sem precisar pensar duas
    vezes, tudo que estava acontecendo ali, não sei o porquê do espanto. Pra ficar
    mais fantasioso, só se você falasse “Foi então que tentei de todas formas
    voltar para o meu corpo, mas não consegui. Por isso, resolvi dar uma volta pra
    explorar esse mundo, já que não havia outra alternativa.” Sua história
    ficou parecida com as histórias de ficção dos livros, principalmente no final,
    quando você simplesmente dá aquela respostinha clichê que todos nós já estamos
    acostumados a assistir nos filmes, quando o protagonista sempre insiste de
    maneira desnecessária em guardar segredos sobre os acontecimentos paranormais
    que vive.
    Bom, desculpe as críticas, eu também acredito em projeção astral e em
    algumas dessas coisas, mas acho que se isso realmente aconteceu e você quisesse
    passar a sensação de veracidade para o leitor, podia ser bem menos
    sensacionalista e procurar não demonstrar espanto em coisas óbvias demais,
    ainda mais pra quem acredita nisso. Porém, se a sua intenção era apenas
    escrever uma história para ilustrar a realidade do que realmente acontece, ou
    do que você acredita que aconteceria, seu texto está ótimo para a introdução do
    tema viagem astral para leitores que ainda não sabem o que é.
    Abraço!

  • AlessandroCg

    A consciência é o funcionamento da mente, e a mente é o funcionamento do cérebro.
    Muita coisa da mente não está consciente, e consciência se perde por danos no cérebro.
    Quanto menos sabemos, menos consciência temos, portanto, é um aprendizado, e quem aprende é o cérebro.
    Animais tem consciência, a diferença é o grau.
    Morrer é a perda definitiva da consciência.
    Drogas alteram a consciência.
    Consciência é a percepção instantânea de nós mesmos, não vai 1mm além de nós.
    Consciência é antes de mais nada, negativo. Consciência é a percepção da morte. Tudo que não tem consciência é, de alguma forma, imortal, eterno.
    A não ser para os ciumentos (que tem consciência inventada) ou para a “intuição feminina”, nada sabemos do que está do outro lado da parede, muito menos no coração do outro, que está diante de nós.

  • Lígia Leal

    Realmente faz sentido.

  • emsj

    Crazycrim  Perfeito. Por que é tão difícil admitir que somos finitos? Tivemos um começo, teremos um fim. Até mesmo as estrelas têm fim.
    Somos animais como qualquer outro, mas diferente dos demais sabemos que vamos morrer. Essa consciência da morte nos faz inventar paraísos e infernos para nos confortar nessa vida passageira.

  • emsj

    Roberto Felix Correia  Tudo que é vivo morre, mas nós temos a capacidade de inventar lendas para confortar os outros e encher os bolsos. Achar que teremos um vida eterna em outro lugar faz da vida na Terra um simples vestibular para o céu.
    Não existe embasamento algum para a vida eterna, nossa consciência reside no cérebro, sem ele, não somos nada.

  • emsj

    FabioStark  Realmente, somos minúsculos. Mas, pelo menos, temos condição de compreender um pouco desse universo gigantesco.

  • Elias Roth

    A consciência manifesta-se no pensamento, e o pensamento, nos seres racionais, é verbalizado. Conforme a consciência será o nível dos pensamentos, que vão desde o rude até o gênio, desde o ignorante até o sábio, numa escala infinita.
    Atribuir à morte o fim da consciência é o mesmo que dizer que o pensamento está dentro da cabeça, o que não é verdade. O pensamento, na qualidade de onda, estará no lugar ou com a pessoa em que se pensa. O cérebro é apenas um transmissor da consciência em corpo físico. Sem corpo físico, essa onda do pensamento continuará se expressando por outros mecanismos. Os céticos alegam que todos os fenômenos naturais da razão bem como os paranormais são associados a reações bioquímicas no tecido cerebral. Que toda percepção consciente é uma equação de substâncias balanceadas em combinação com a eletricidade natural do sistema nervoso.
    Errado. É justamente o inverso: todos estes fenômenos neuro-elétricos e bioquímicos associados à consciência cerebral são os veículos da mesma neste corpo, neste plano em que nos encontramos. Não penso porque tenho um cérebro, mas tenho um cérebro porque penso. Segundo a antiga Sabedoria, o espírito completo possui sete veículos de manifestações. Aqueles que os egípcios chamavam de “Kau”, plural de Ká, os corpos psíquicos ou vestimentas da alma em outras dimensões, onde o pensamento continuava, e a consciência prosseguia. O corpo físico é a última réplica destes corpos superiores, isso foi representado naqueles sarcófagos com muitas camadas, cada uma representando um corpo.
    O conjunto das três pirâmides de Gizé reúnem um compêndio da viagem astral do Faraó rumo às estrelas, especialmente Órion, onde se acreditava estava o Tribunal de Osíris, o grande Juiz.
    A alegoria das pirâmides é justamente direcionada nessa simbologia, porque eram tudo, menos templos mortuários. Eram na verdade enormes câmaras de ressonância, Na pirâmide de Kéfren, há uma câmara subterrânea enorme, onde cabiam mais de 20 pessoas, e no centro, uma “cama” de granito negro, com espaço de folga para um homem se deitar e se projetar no astral. Essa era a iniciação egípcia, transportada depois para as sociedades Rosa-Cruz e Maçom. Os sacerdotes se reuniam na câmara subterrânea, e o faraó candidato à divindade passava por um ritual de morte consciente, que nada mais é do que o exercício da projeção astral, direcionada então às estrelas de Órion, para se apresentar diante de Osíris, ter o coração pesado por Anúbis, ser sentenciado por Maat e ser registrado por Toth. Muitas vezes encontramos aqui e em outros lugares elogios à maravilhosa cultura e tecnologia egípcia, e nos rendemos ao fascínio das pirâmides, até hoje sem respostas quanto à sua finalidade real. Lembrando que até os três nomes das mesmas pirâmides de Gizé têm traduções incorporadas à sua finalidade:
    Quéops (Khufu): protegido do deus (Khnunn)
    Kéfren (Kafra): Suba Rá (a alma, o espírito)
    Miquerinos (Menkaura): os corpos de Rá são duradouros.
    E que as três descrevem o posicionamento do cinturão de Órion, junte-se tudo isso com o Livro dos Mortos e o texto das pirâmides e se descobrirá a função real das mesmas: eram enormes câmaras de ressonância, capazes de transportar a alma do Faraó (vivo, deitado no simbólico caixão de granito) para as dimensões dos deuses. E conforme se saísse bem em sua jornada, retornava renascido e apto ao cargo de novo Imperador do Egito, em tudo ajudado pelos sacerdotes.
    A cultura tibetana é muito próxima de tudo isso, bem como a Maia.
    As pirâmides de Palenque são especialmente dedicadas a essas viagens ao submundo e ao universo estelar pelos candidatos à realeza na Terra e divindade no céu.
    A câmara interna e subterrânea da Pirâmide de Kéfren tinha as seguintes medidas:
    10,43 m de comprimento x 3,0 m de largura x 2,56 m de altura,
    enquanto a “cama” de granito negro:
    2,43 m de comprimento x 1,0 m de largura x 0,68 m de profundidade.
    Com folga cabia um homem deitado aí dentro.
    Na pirâmide de Kéfren ressoa a nota Fá, chamada a tônica da Natureza.
    Seu triângulo interno é o mesmo triângulo pitagórico (3x4x5), o que nos leva a refletir sobre o fato de o Egito ter sido o reservatório iniciático de muitos mestres e sábios do passado, como Moisés, José do Egito, Salomão e o próprio Jesus, que se refugiou no Egito ao tempo da perseguição de Herodes.

    Se eram seres tão avançados os antigos egípcios, e se nos maravilhamos com suas obras e evidente tecnologia, porque achar que toda essa linda cosmologia da alma fora do corpo por eles composta são fruto de pura imaginação mística e fora de toda e qualquer realidade?
    Do mesmo gênio que saiu as pirâmides e todo o resto, saiu a visão espiritual do Universo.
    Porque uma estaria certa e a outra, equivocada?
    Para refletir.

  • Elias Roth

    Esse trabalho justifica o tamanho tão grande da Pirâmide, exagerada demais se fosse só para conter múmias – o que nunca se encontrou no interior delas: para produzir uma ressonância poderosa entre a Terra (vibrações terrestres que entravam por baixo) e o céu (considerando que a pirâmide original tinha camada de calcário, e vértices de ouro e cristal, completando assim o mecanismo proposto. Mas esse trabalho só podia ser experimentado por discípulos bem treinados e testados em inúmeras provas de coragem, força e persistência.
    Esse tipo de viagem astral não era para qualquer um, sob riscos: era para discípulos altamente preparados e com grande instrução (para saber exatamente como agir do outro lado).
    Um ensaio consciente da morte, porque fazemos esse ensaio todas as noites sem consciência, esquecendo de tudo e dizendo depois que nada existe além da tridimensionalidade.

  • tmago

    tmago Tbm acho, não há mais tempo ! E a intervenção já vem acontecendo, lenta mais constante. Enquanto os repressivos estão a todo vapor obstruindo essa evolução. Chamo a atenção de vocês p as constantes aparições ufológicas em nosso território, precisamos nos concentrar no Brasil, sendo q não podemos contar c os ufólogos mais famosos e  tão pouco com os formiguinhas, pois algumas autoridades civis e militares nacionais, estão sendo orientados e acompanhados de forças internacionais q rechaçam c violência toda e qualquer movimentação em locais q tem 99% de chances de serem BASES ALIEN, devido a movimentação de ovnis nesses locais. Estamos olhando na direção errada, está acontecendo aqui!!!!!

  • Grizzy

    tmago  Sim, sim, sim!!!  Isso mesmo, isso mesmo, isso mesmo!!!  Eu queria “curtir isso umas dez vezes…

  • fran01

    Elias Roth Matusquela

    Então Matusquela……

    A mim acontece a mesma coisa…….só que com diferenças:

    1-  Nunca estou dormindo quando ocorre…..estou acordada. e, de repente me vejo nos mais diversos lugares.
    2- Estou sempre em lugares que não conheço.
    3- Vejo as pessoas e as coisas mas, não interajo com elas.
    4- Em algumas vezes, as pessoas me vêem (numa determinada ocasião sentiram medo) e, em outras vezes, as pessoas não me enxergam
    5- Nessas ocasiões, não tenho a habilidade de modificar nada. Só observo.
    6- Quando retorno a mim(?) sinto sonolência e, por vezes, náuseas.

    7 e mais importante: noutro dia aconteceu, pela primeira vez, concomitantemente com minha filha. Eu estava em casa, quando ocorreu. Era em torno de 10 da manhã e, minha filha estava no trabalho. Quando ela chegou para o almoço, ela me disse que “havia sentido algo estranho, como se ela não estivesse onde estava e, sim, num outro lugar que ela não conseguiu descrever direito.” 
    Eu nunca havia comentado esses fatos com ela (até para não assustá-la (ou para eu não me sentir meio tola).
    Há outras características que não me vem à mente no momento.

    Enfim……..eu nunca soube explicar isso.
    Certa vez, comentei isso com um antigo colega de blog (Marcelino), com Mago e, com Fernando Ramos.
    Sempre tive restrições em falar disso……até por medo de que me considerassem maluca.
    Mas, como o povo daqui (alguns) já me conhecem há bastante tempo……tem ideia da minha idoneidade…….então……resolvi aproveitar esse seu “gancho”

    E, enquanto não houver alguma explicação, que normalmente para mim tem que ser lógica…..sigo a vida!

    Abs

  • tmago

    Grizzy tmago E querem saber o porque ? Espiritualidade ! E pasmem ! Na semana passada no programa ” Encontros “, fizeram uma pesquisa, “Quem acredita em ovni”, mas de 70% q responderam, dizem q ACREDITAM !!!!!

  • Elias Roth

    Vou contar um pequeno evento, comigo ocorrido há um par de décadas.
    Tentarei ser o menos prolixo no meu discurso.
    Tinha um tio, que possuía um comércio. Esse tio morreu, e seguiram-se os processos burocráticos de fechamento de firma da parte de sua família, bem como outros ajustes fiscais e quitação de dívidas.
    A família dele estava cuidando de tudo, sem saber que ele não havia revelado todas as suas pendências.
    Pois bem, depois de algum tempo, alguns meses, eu sonhei com este tio. Não sei porque ele veio a mim, e não a sua família. Talvez porque encontrou receptividade na minha mente, e não na mente deles, seja por motivos de dor e choque ou mesmo por falta de treino das faculdades mentais superiores.
    Pois bem, esse tio veio a mim, nos sonhos, com grande aflição e urgência, me falando de certa dívida que ele deixou em vida, e que era necessário ser quitada. E me declarou até o valor da dívida: 9000 cruzeiros (esta era a moeda brasileira dos anos 1990 antes do plano real do FHC).
    Ele estava aflito, não tinha sossego do outro lado, estava visivelmente preocupado com sua família.
    Ao acordar, naquele mesmo dia telefonei aos primos e lhes disse o ocorrido, mas eles me responderam: ah, é só um sonho. Temos visto aqui a papelada, não há dívidas!
    Pois bem, deixei então o assunto para lá. Mas passados sete dias, toca a campainha da casa deles um Oficial de Justiça, com um protesto daquele comércio do meu tio falecido, no valor em torno de 8.900 cruzeiros (quase nove mil) a ser quitado o mais rápido possível, porque já tinha a dívida ido a protesto.
    É claro que meus familiares me ligaram de volta, muito impressionados com o ocorrido.
    E eu apenas lhes disse: pois então paguem com urgência tal valor (na época, era boa soma), porque seu tio estava muito aflito a tal ponto de vir a mim e me pedir o favor de lhes dar o aviso.
    Por sorte, eles dispunham da quantia na época.
    Esse é um entre muitos sonhos e experiências que não somente eu, mas muita gente tem por aí.
    Eu só gostaria de pedir aos céticos, para aqueles que acham que a consciência se limita ao cérebro e aos cinco sentidos, como poderia o meu cérebro prever todas estas coisas antes delas acontecerem e na riqueza dos detalhes descritos. Se tudo o que há é o que está diante dos meus sentidos vígeis, como explicar tal ocorrência, à luz do ceticismo (se é que podemos usar essas duas palavras na mesma sentença).
    Porque a explicação evidente é a de que eu estabeleci um contato consciente com aquela alma desencarnada, viva mas num outro plano. E a prova veio depois, com a realização do fato revelado sem que ninguém da família – tampouco eu – soubessem daquela dívida secreta do falecido tio comerciante.
    Porque os céticos também apelam para grande dose de imaginação e forcação de barra quando se encontram diante de um evento do tipo em que nenhuma teoria neurológica médica é capaz de explicar. Como os mesmos céticos que tentam explicar muitos fenômenos do universo fora do contexto extraterrestre – quando a explicação sai pior do que o direito de permanecer calado.
    Obrigado.

  • tmago

    Elias Roth Grizzy Tento sempre passar essa ideia ou teoria, mas você passa de forma brilhante, como sempre !
    Aquele q dá, recebe em dobro ! ou Quanto mais se dá, mais se ganha ! Grande Abraço !!!!!!

  • Grizzy

    tmago   Ufologia/Ovnilogia e Espiritualidade são as duas faces da mesma moeda. Tudo leva a crer que quem não se espiritualizar vai continuar atraindo ovnis e et’s de mundos infranormais.

  • fran01

    tmago Grizzy

    Mago….

    Leia uma resposta que deixei ao Matusquela….referente “aquele assunto”

    Leia o item que fala da minha filha……

    Abs

  • Ludomir Mance

    Pessoal,
    Quem já leu ENTREVISTA COM UM ALIENÍGENA de Matilda O’Donnel MacElroy editado por Lawrence R. Spencer vai ver que este artigo se refere EXATAMENTE AO CONTEÚDO do livro. São duas coisas isoladas mas que no final tendenciam a mesma idéia… IMPRESSIONANTE…

  • Hannah_Cat

    Entre perguntas e respostas entre Allan Kardec e os espíritos comunicantes que compilaram O Livro dos Espíritos, primeira obra das cinco da codificação do Espiritismo, uma delas foi:
    ¬ O Espiritismo é a religião do futuro?
    ¬ Não. O Espiritismo é o futuro das religiões.
    Em outras palavras [minhas palavras]: o passar dos anos, com sucessivas demonstrações da existência deste fato em todo o mundo, inclusive cada vez mais comprovadas pela ciência, fará com que os conceitos desta doutrina sejam naturalmente aceitos e adotados na pratica.
    Aqui está um depoimento de Saulo Gomes, o repórter amigo de Chico Xavier, como testemunha da história da divulgação do espiritismo, assim como do médium que mais trabalhou, aqui no Brasil, para a divulgação e prática do Espiritismo e sua realidade inconteste.
    Naturalmente que este vídeo postado aqui é destinado apenas aos simpatizantes, como que confirmando mais uma vez esta realidade. Aos demais, que não percam tempo em assisti-lo.
    DEP CHICO XAVIER – Saulo Gomes
    https://www.youtube.com/watch?v=i_En29G99Ic

  • Elias Roth

    fran01 Elias Roth Matusquela 
    Temos duas explicações, Fran.
    A primeira: é tudo projeção bioquímica do seu cérebro.
    A segunda: a mesma consciência em diferentes estados.
    A segunda explicação é a de quem abriu o livro, leu o texto e assimilou a história.
    A primeira explicação é a de quem olhou para a capa do livro e sequer o abriu, já julgando pelo que viu no rótulo.
    Muitas pessoas têm esses enredos extraordinários em suas vidas paralelas, digamos assim.
    Se aceitamos o fato de dimensões, temos que forçosamente aceitar as realidades paralelas, e com isso, a teoria da pluralidade do Eu.
    Basta olhar para o corpo físico, tantos departamentos superpostos, células, órgãos, tecidos, e seus átomos e moléculas componentes, cada qual vibrando em sua faixa de frequências.
    Se o corpo é “corpos”, porque a mente não poderia ser “mentes”?
    Uma consciência em diferentes estados.
    Ou o mesmo H2O em diferentes configurações: sólido, líquido, gasoso, ou gelo, água e vapor.
    Uma mesma alma, diferentes estados de percepção.
    Mente são mentes. Corpo são corpos.
    O Universo é a Unidade da pluralidade. Esse é sempre o seu padrão.
    O ser humano tem diversos níveis de consciência, e aquilo que chamamos de Inconsciente nada mais é do que o consciente em outro lugar e tempo, não percebidos pela faixa vígil.

    É a única explicação a ser dada.
    Abraço, Fran

  • tmago

    fran01 Elias Roth Matusquela Como podemos considerar “loucas” as pessoas contatadas e/ou abduzidas, aqui no OH ? Até os céticos tem seu valor aqui !!!!(falo por mim)
    Você querida AMIGA, é uma prova viva do q os cientistas da área da Abdução vem afirmando, inclusive a Dra Gilda Moura: Quando uma pessoa é abduzida e/ou contatada por benevolentes, de forma pacífica, sua energia é modificada, e seus descendentes já nascem nessa energia, mas não quer dizer com isso, q eles não possam ser contatados tbm ! Fica claro tbm q por falta de conhecimento da parte deles no começo dessa mudança de abordagem(antes vinham e sequestravam) gerou alguns prejuízos físicos nos abordados, em seu caso a queimadura, q não voltou a ocorrer em outras “visitas”. Tenho dois casos daqui q deixaram danos, o seu e de outra pessoa q não devo identifica-la. E agradeço as duas pessoas por terem me passado essas experiências, aprendi muito com VOCÊS e isso me levou a conhecer a maior cientista da área da abdução q é a Dra. Gilda Moura, nunca esquecerei vocês. Aliás,  agradeço muito de ser um Interno dessa Ala dos Loucos, dessa Nave OH. Beijos Mana !!!!!!

  • Elias Roth

    “É a consciência que cria o universo material, e não o contrário.”
    Puxa, essa é a primeira sentença do Livro do Gênesis:
    “E no Princípio, ELOHIM (Deus, a consciência universal) criou os céus e a Terra!”
    Como diz o sábio Eclesiastes:
    Nada há de novo sob o mesmo sol… vaidade das vaidades, tudo é vaidade.
    A mesma verdade antiga com terminologias diferentes.
    Está cada vez mais interessante assistir a ciência moderna se rendendo cada vez mais à sabedoria antiga.

  • Elias Roth

    tmago Elias Roth Grizzy 
    Outro pra voce, grande Mago!

  • ZIM22

    interessante o cara falo q o corpo morre e a alma se desprende, falo tambem que nosso corpo fica numa frequencia para a alma ficar e que é a consciencia que cria o universo material. essas afirmacoes tem num livro em que o alienigena pegado em roswell diz a mesma coisa, iqualzinho. ja acreditava antes agora com a afirmacao do cientista acredito mais ainda.

  • ricardomacmor7

    Sempre tive este penssamento,ate inclusive,desde pequeno,imaginava isso,tanto que sempre quando explicava para alguem sobre isso,fazia a seguinte comparacao,apagamos e acordamos em outro local,mas sem lembrar de nenhum momento passado ou seja a “morte.”
    Em fim quando “morremos”, nossa conciencia comessa a oscilar em outra frequencia,ou seja frequencia de outro mundo paralelo.

  • Hannah_Cat

    Elias Roth Matusquela No livro “Obreiros da Vida Eterna”, coleção do espírito André Luiz, cita o caso de pessoas desencarnadas “presas” nos cemitérios, sobre suas sepulturas, e completamente “cegas” diante da presença de espíritos amigos que estavam ali para guiá-las ao mundo espiritual.  Mas como tanto ignoravam ou se recusavam plenamente quanto à ideia de continuidade da vida além do sepulcro, choravam e pediam aos amigos ali presentes para que a tirassem dali e acordassem-na “daquele pesadelo que elas não conseguiam sair”.  Muitas se apavoravam vendo seus corpos se decomporem, altamente identificadas que ainda estavam ao mundo material.  Se desesperavam ainda querendo se comunicar com pessoas encarnadas que não lhes atendia o chamado, e NÃO aceitavam explicações dos espíritos amigos, ao dizer-lhes que sua vida física havia terminado.

    Mesmo assim continuavam refratárias à idéia de espírito e da impermanência no mundo físico (que para elas é só o que existe).
    Até aqueles que pensam que “morreu, acabou”, está na verdade fomentando para si, sem saber, uma situação angustiosa destas.
    Ignorar uma lei natural não isenta o ignorante de ser submetido a ela.
    Ateus ou não estão sob as mesmas leis divinas.

  • RosembergTSilva

    Vejo o universo como um grande quebra cabeças, onde as peças são estáticas, giratórias e de várias faces …. cada face está em uma dimensão a parte…. Conforme a ação do nosso pensamento essas peças giram criando uma nova forma material… nosso corpo não se move no espaço, apenas nossa mente muda a forma do espaço a frente fazendo nosso corpo existir em outra posição do universo…  quando morremos, simplesmente nossa mente começa a agir em uma outra face do quebra cabeças não visível em nosso plano…. doideira isso, mas é uma teoria…rs

  • LuaPequena

    Elias Roth Boa tarde Elias!
    Rapaz!
    Voltaste com força total!
    Talvez, até melhor que antes!
    SABEDORIA É O QUE NÃO TE FALTA!
    DIRIA QUE PRA MAIS DE METRO!
    Abração!

  • yaniwata

    ricardomacmor7 Eu também, mas quando apresento essa teoria aos meus familiares eles a ignoram….muito triste !

  • Elias Roth

    RosembergTSilva 
    Que doideira genial!
    O surrealismo de suas palavras estão muito próximos da estranha e paralela realidade mental que flui através de todos os sistemas.
    Parabéns, conseguiste expressar em palavras uma tela de Salvador Dali, o que não é nada fácil. Contudo, não podemos esperar menos do que isso nas definições estranhas e sem qualquer padrão de comparação que nos tocam do outro lado da vida.

  • Elias Roth

    Os gregos transformaram Órion em um caçador, e Sirius em sua estrela
    guia, ou cão condutor. Essa era a idéia desses símbolos aqui,
    vinculados às pirâmides egípcias: a de mostrar o mapa do céu, e todas as
    etapas fora do corpo, no Duat (Mundo Inferior) e Amenti (regiões
    superiores) para que o Iniciado vivo se tornasse um rei e mestre entre
    os seus. O mesmo Psicopompo ou condutor de almas representado por
    Hermes, o guia das almas. Como quem entra numa floresta desconhecida, é
    mister ter um guia, uma bússola e conhecimentos específicos. Isso é o
    que se espera em qualquer jornada. Porque os egípcios, os tibetanos e os
    maias, apenas para citar os mais destacados, trabalharam profundamente
    com esse conhecimento do passo a passo da alma do outro lado, não
    somente a alma de um falecido não! Mas também e principalmente a alma de
    um discípulo vivo, que seria iniciado nos mistérios e receberia a coroa
    e o cetro de sua realeza: Imortal entre os mortais, rei legítimo assim
    feito com todos os direitos do céu assegurados pelo Tribunal donde veio,
    após o julgamento.
    Cada divindade era um anjo tutelar, o espírito
    de uma estrela, o mestre de uma vertente de poder e conhecimento.
    Conhecer e invocar o nome dos deuses era a grande chave para superar
    todos os obstáculos e ganhar todas as mercês de Osíris e Ísis, o Pai e
    Mãe divinos que todos nós, almas, possuímos nas regiões estreladas, a
    Duada donde nossa existência psíquica se desdobrou, esses que em
    diversas vezes aparecem em sonhos na forma de nossos genitores físicos,
    nos protegendo, nos instruindo, nos advertindo.
    Órion, para os
    egípcios, era a constelação do Pai divino, Osíris, poder e autoridade,
    enquanto Sirius, a estrela do Cão, era a estrela de Ísis, a Mãe, Stella
    Mater, a luz da sabedoria.

    Tal como é em cima, é embaixo, disse Hermes. O mundo físico é a sombra da realidade do mundo espiritual.
    Temos,
    todos nós, um pai e mãe divinais, puros, sagrados, no seio da estrela
    donde viemos. E nossos pais físicos são somente representação material
    de uma verdade superior, aliás, como todo o resto que existe aqui em
    baixo, na densidade da Terra-Escola.
    Estes conhecimentos eram
    destinados à ressurreição da alma em vida, e não somente após a morte –
    se é que ressuscita. Há uma vulgarização dessas idéias,  porque basta
    morrer para ir ao céu, e isso não é verdade; O céu é o resultado de
    longas, pacientes e sacrificadas ações em direção ao que é bom e a todo
    bem em toda uma vida. Não há céu fora desse regime. Aí sim, os céticos
    terão razão em dizer que tudo é ilusão. O conhecimento nos foi deixado
    pelos que subiram antes de nós um dia. Mas cada um terá que seguir sua
    própria estrada. No entanto, seus pais divinos estão lá nas alturas,
    para conceder toda força e todo conhecimento quando suplicado. Este
    ponto era o cerne da fé do iniciado egípcio em sua peregrinação estelar.
    Enquanto Osíris era a autoridade, o único capaz de conceder
    ressurreição, Ísis, a boa mãe, intercedia pelo filho no julgamento. Algo
    muito similar às linhas cristãs nas figuras de Jesus e Maria.Uma verdade, muitas versões.

  • fran01

    Elias Roth fran01 Matusquela

    Obrigada Elias….

    Vou me aprofundar mais nesses fatos citados por você…
    Isso começou a ocorrer há mais de 30 anos, depois de um outro evento (antes, não recordo de ter acontecido) descrito por mim, aqui no blog e confesso que, logo que começaram a ocorrer esses eventos, eu me assustava muito.
    Me surpreendia mais porque eu sabia que não se tratavam de sonhos pois eram em momentos em que eu estava acordada, consciente.
    Sempre foram situações que me intrigaram mas, por outro lado, como não comentava o fato com ninguém, acabei por acostumar com essas situações (que ocorrem até os dias de hoje)
    De uns anos (uns 6 ou 7 anos) para cá tenho tentado ler tudo o que posso para satisfazer uma explicação mas, confesso que não tenho encontrado. Sempre acabo por esbarrar em algum ponto que não se encaixa.
    Por isso, uma vez, eu disse aqui no blog: procuro uma resposta.

    Nunca havia ocorrido com minha filha (que tem apenas 21 anos de idade) e, no dia em que ela me comentou que havia ocorrido o que descrevi, com ela, voltei a sentir o mesmo medo que me apossava como quando começou a ocorrer esse tipo de situação comigo.

    Enfim…..vou procurar me aprofundar no que você me apresentou como alternativa…..

    Tomara que, desta vez, eu chegue a uma explicação plausível.

    Obrigada

    Abs

  • Elias Roth

    fran01 Elias Roth Matusquela 
    O primeiro passo é evitar o medo, ele é o grande inimigo da expansão da consciência; há nestes momentos uma natural tração dos instintos, que reagem com força a tais experiências e tendem a nos trancar na faixa da vigília, porque a ele só interessa comer, beber, reproduzir-se e dormir. É o mestre do corpo, aquele que Buda chama Mara, o Desejo. Então, todas as disciplinas começam assim: despache para longe o medo e  estabeleça um roteiro de práticas.
    As mais eficientes, ao meu ver, são as que trabalham com as frequências. Basta meia hora de concentração e mantralização em estado sereno e receptivo que voce perceberá na hora uma mudança de padrão, tanto no corpo como na mente: entrará nas ondas Alfa do cérebro, aquelas que oscilam durante estes estados por ti descritos, e qualquer eletroencefalograma as detecta.
    A disciplina é um fator-chave. Se realmente houver interesse de sua parte, isso deve ser conduzido na forma de um trabalho particular e sério. É bom fazer um diário e anotar todas as coisas, desde a data até as práticas e exercícios, bem como o tempo de exercício e os resultados, por mais estranhos que pareçam: anote-os e reserve esse diário, que ninguém tenha acesso a ele e nem aos objetivos do teu coração. Aqui entra o hermetismo, e sem o segredo, todo projeto desanda.
    Em alguns dias, se voce estabelecer e cumprir os passos da prática, verá efeitos repercutindo na qualidade destas ocorrências conscientes em outro plano: e se tiver ainda mais coragem, poderá, nesse estado, em domínio e consciência, invocar mentalmente aquele mestre que lhe apareceu na sala, onde eu evoquei uma correlação com Atlântida. Para ele não se passaram 38 anos, talvez, alguns dias somente. De modo que não será difícil encontrá-lo.
    Tem que haver disciplinas e práticas efetivas com os poderes e as frequências do corpo e da mente. Só leituras e estudos nunca darão as respostas.
    Se preferir não usar frequências, tons e mantras, pode apenas entrar em silêncio mental e serenidade profunda, com técnicas respiratórias, porque o doce e calmo pulsar do coração proverá a fonte das vibrações que necessitas, estas a serem transformadas em frequências superiores na mente, aquelas que nos passam a alma para outros estados e planos sem que, na maioria das vezes, realizemos o processo sem percepção e controle do mesmo.

    O caminho para o céu é o mesmo para todos, mas cada estrada é toda particular para quem a trilha.
    Pelo que leio de suas postagens, creio que voce tem todas as condições de combinar ciência e espiritualidade prática na busca por uma resposta.
    E não só no teu caso, como em qualquer outro onde essas experiências se apresentam, não há outra saída, a não ser tomar domínio e controle das mesmas, para exercer nelas todo o poder do consciente na busca das respostas desejadas.
    E ajuda é o que não faltará do outro lado. Mas é preciso cuidado: as intenções reais do coração contam muito do outro lado. É preciso sinceridade, verdade e pureza, caso contrário, o ímã dos pensamentos desonestos atrairá tudo o que não presta.
    Essa espada tem dois gumes.
    Olha, não sei se gosta de desenhos, mas este aqui é um desenho diferente, alta técnica japonesa e no enredo uma incrível jornada espiritual, dimensão após dimensão, cheia de conhecimentos e desafios.
    Acho que brilhará algumas luzes para ti, e muitos aqui.
    Abraço!
    https://www.youtube.com/watch?v=hOpW1aPP83k

  • Elias Roth

    LuaPequena Elias Roth 
    Quanto mais eu encho o balde, mais o oceano parece maior.
    E o meu balde, menor!
    Outro pra  voce, Lua (parabéns pelas palavras sobre Física do Universo e da alma lá em cima, diplomada!)

  • fran01

    Elias Roth fran01 Matusquela

    Obrigada….

    Agora, vou assistir ao desenho…….após coloco minhas impressões…

    Abs

  • Elias Roth

    emsj  FabioStark 
    Quando voce começa a olhar para o Universo, o Universo também começa a olhar para você.
    E desse encontro nasce a verdade procurada!

  • renatobirth

    Hannah_Cat Olá Hannah, estou respondendo ao seu comentário pois trata do que irei falar agora.

    O tema “ufos” me fascina desde pequeno sendo que há +ou- uns três anos atrás meu pensamento era, veja só, de que não se podia misturar religião com ufologia. Também já dei como absurdo quando li na internet uma vez, na mesma época, sobre uma “religião” que acreditava que Jesus Cristo viria sim, contudo em um disco voador. 
    Depois que comecei a ler mais artigos (grande parte deles aqui) e alguns textos, muitos sobre a doutrina espírita, foi que comecei a encaixar algumas pecinhas deste gigantesco quebra-cabeças da vida. Foi então que eu casei fragmentos do que aprendi e tenho como crença do catolicismo com a ufologia. Meu objetivo atualmente é ler ainda mais coisas sempre que puder, pois conclui que após adquirir mais conhecimento mudei a posição de mero zombador desinformado para um observador mais atento/sensível e consciente dos meus atos, e isso me fez um bem que nem dá pra descrever, rs. 

    Grande abraço! 🙂

  • Marujo

    fran01 tmago Elias Roth Matusquela 
    (azar do goleiro, eu tenho que dizer o que penso)
    1) Afastar o medo sim, mas cuidados necessários não.
    2) “Esportes radicais” não devem ser praticados, por iniciantes, solitariamente.
    3) Quando o discípulo está pronto, o mestre aparece.
    Vai, minha Amiga, mas vai com cuidado, ok?
    Um abraço,
    do Marujo.

  • G33k

    LuaPequena G33k ptoledo Crazycrim 
    Sumi não Lua.

    Apenas trabalhando em silêncio aqui no puxadinho.

    Mas sempre acompanhando vocês!

    Beijo! <3

  • Marujo

    Lemaozim Matusquela 
    (Toquei em alguma tecla que deletou meu comentário. Vamos de novo, se der repeteco, me desculpem.)
    Lemaozim, boa noite:
    Ler sobre determinado assunto ou fenômeno, conhecê-lo teoricamente, é uma coisa.
    Outra coisa, bem/mega/ultra diferente é vivenciar, pela primeira vez, o tal assunto/fenômeno.
    É essa experiência que o Matusquela está comentando.
    Nada do que ele relata me parece ter um viés “sensacionalista”.
    Sensacional sim, porque é da natureza do ocorrido – fora do “normal”, paranormal -, e inerente à reação humana diante de tais acontecimentos.
    O resto é estilo literário (dele).
    E cada tem direito ao seu.
    Um abraço.

  • G33k

    Energia no universo é a mesma desde sempre. 1º Lei da Termodinâmica.
    Então, pra onde vai a energia que habita/anima o nosso corpo? 
    E pra onde vai a informação que nós chamamos de consciência/qualia?

    As perguntas apenas aumentam.

  • Marujo

    G33k 
    Mas bah, tchê, “se mexeram os água-pé”!

  • Elias Roth

    G33k 
    Oi Geek, a energia do corpo volta para o lugar donde ela veio, a natureza, basta avaliar o passo a passo da formação embrionária, e lembrar que todas aquelas células se formaram a partir da alimentação da mãe, e se a alimentação vem da fonte natural, para lá retorna na defunção.
    Quanto à informação da consciência, permanece com ela.
    Na verdade, é a única coisa que levamos da vida: os valores da consciência. Todo o resto é despojado.
    Abraço!

  • Elias Roth

    Marujo fran01 tmago Elias Roth Matusquela 
    Ao invés de medo, usemos a prudência.
    Sim, do outro lado, sempre há um guia, um mestre, quando a intenção do coração é pura e o discípulo está pronto.
    Se não estiver pronto, ele nunca conseguirá despertar.
    O despertar é automático em significar que está pronto.
    Como qualquer criança que vem a este mundo, terá sempre tutores e pais amorosos a lhe guiar e educar.
    Do outro lado é igualzinho.
    Obrigado pelas salutares lembranças Marujo.
    O risco não está em subir. E sim, em viver a vida se esquecendo que estamos aqui para ascender.
    Esse é o risco real da vida: a negligência.
    O pássaro sempre voa na hora em que as asas estão prontas.
    Mas ele tem que esticá-las e se atirar da árvore.
    Com amor no coração e sinceridade na busca, o Universo inteiro ajuda na caminhada.
    Os riscos maiores sempre se aninham dentro do coração do homem. É aí que ele se trai e cai.
    Abraço!

  • G33k

    Elias Roth G33k 
    Bom amigo Elias, agora vou ser polêmica.  😀

    Não falo da energia em joules produzida pelo nosso metabolismo, falo das atividades que ocorrem dentro dos próprios neurônios, mas não nos
    processos celulares e metabólicos normais ou nas conexões entre os neurônios.
    Eu estou falando sobre a energia que nasce em
    uma interação molecular regidas e estabelecidas pela mecânica quântica.

     A energia elétrica que “nasce” no nosso cérebro e que gera um campo magnético e que faz com que os elétrons nos microtúbulos contidos em nossos neurônios possam descrever “momentos magnéticos” fazendo que os spins, as vibrações quânticas, façam do nosso cérebro um computador quântico orgânico.
    Pra onde vai isso? De onde isso vem?
    Para onde vai a informação processada nesse computador?
    Como de costume, o embasamento teórico.

    http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1571064513001188
    http://phys.org/news/2014-01-discovery-quantum-vibrations-microtubules-corroborates.html
    Grande abraço! 😀

  • shazam2015

    Esta teoria dele nada mais é do que Solipcismo, algo que a Filosofia refutou timidamente, pelas beiradas, sem negá-la em seu mérito principal. 
    Interessante, mas infelizmente é mais uma daquelas coisas que não podemos nem provar nem negar.
    Esta é minha opinião, nada mais que isso.

  • shazam2015

    Elias Roth 
    Prezado: seu depoimento é muito impressionante. Realmente, nos detalhes que disseste a todos aqui, há a comprovação de que o mundo é muito mais do que pensamos ser. E que também há muito mais do que pensamos ter.

    abç

  • LuaPequena

    fran01 tmago Elias Roth Matusquela Boa noite Fran!
    Cara amiga,pelo que você relata,parece que essas coisas não começaram com você e sim com sua mãe,pois ela deve ter mantido contato ,mas ou não se lembra ou nunca comentou a respeito.
    Dizem,os que estudam a respeito,que não só o abduzido,mas seus descendentes são acompanhados em seu desenvolvimento e até mesmo contactados por eles.
    Beijos!

  • ptoledo

    G33k ptoledo Crazycrim com certeza colega!
    Desculpe a  demora…

  • fran01

    tmago fran01 Elias Roth Matusquela

    Mago…..

    Desculpe……
    Ontem fui acrescentar uma coisinha no comentário que eu havia feito e iria utilizar “share” e, sem querer, apertei no “deletar”….como eu estava com muito sono deixei para ver se conseguia recuperá-lo agora de manhã, na esperança de que ele ficasse gravado no livefyre…..não o achei…..mas, tudo bem….de uma maneira geral, ele só corroborava o que você falou no seu(comentário)

    Abs….(mano)

  • Elias Roth

    G33k Elias Roth 
    Não diria polêmica, mas sim, profunda.
    O corpo físico, seus neurônios, o tecido cerebral e suas complexas conexões, bem como todo o resto do corpo, cada célula, e sua cadeia molecular e atômica, bem, tudo isso, teve um princípio.
    Ok. para entender a dissipação da energia e a transformação da matéria de qualquer sistema, basta olhar na outra extremidade, isto é, quando tudo isso foi criado. Cada célula que aí está, que pulsa, se alimenta, pensa e morre, dentro do nosso corpo, e cada neurônio que estabelece trocas de informação, cada fibra do músculo cardíaco, tudo isso, começou de um ponto singular, a célula Ovo ou 44+XY (homem) e $$+XX (mulher). No processo da morte, o sistema simplesmente faz o caminho inverso, e é interessante que voce tenha evocado isso, porque aí reside o grande mistério da alma: a alma não é consciência, ela tem uma consciência. Ou, como preferiam os herméticos, ela tem uma mente.
    A mente é o conjunto de informações, desta e doutras vidas antigas. Tudo isso está armazenado dentro da mente, e que possui, como sabemos, distintos níveis, geralmente agrupados em três: mente consciente, mente subconsciente (intermediário) e mente inconsciente.
    A natureza cede elétrons, átomos, moléculas e todo o material necessário à construção desse sistema maravilhoso, que é o corpo físico, com um único fito: a evolução da mente, da consciência, do aprendizado.
    Toda a fonte energética que circula no nosso corpo vem da natureza, vem da alimentação, vem do oxigênio, vem da água, enfim. Sistemas ligados a sistemas. Cada pensamento tem por base uma reação bioquímica que não existiria sem determinadas substâncias no sangue, e principalmente, sem o oxigênio do ar, este é o elemento primordial, o ar que nutre a chama. No Hermetismo, espírito e ar são sinônimos: e Deus insuflou-lhe ar nas narinas e o homem se tornou ser vivente, ser pensante, ser dotado de mente. Mas a mente não é a alma, a mente é a atividade da alma, que não se limita somente ao pensamento. Não temos, infelizmente, parâmetros para ilustrar que atividades sejam estas da alma a transcender o mero ato de pensar.
    Mas a energia sempre retorna para o lugar donde ela veio. Basta ver os ciclos na natureza, o ciclo da água, o ciclo do nitrogênio e outros tantos. Na natureza, as coisas sempre voltam para o lugar donde partiram. A alma é trazida para este mundo e passa a viver dentro de ciclos materiais, toda a matéria que lhe serve retorna ao ponto donde veio, a grande natureza, enquanto a mente sai renovada no aprendizado.
    Disse o artista Kandinsky: Tudo começa de um ponto.
    Isso é uma verdade para nossa existência, aquela célula-ovo de nossos pais não se duplicaria por mitose na razão 2n se não recebesse continuado alimento, água e ar, bem como eletricidade *a eletricidade pode ser vista como uma fonte alimentar *energética para o sistema nervoso. Um quarto alimento, completando quatro elementos: fogo (eletricidade), terra (alimentos sólidos, vindos da terra) água e ar.
    Mas esse ponto é ainda representação de outro ponto, a alma. A alma é um ponto, é a individualidade real, posto que, em corpo físico, somos uma pluralidade de sistemas materiais interligados, e todos estes sistemas se reciclam, e a energia sempre retorna ao lugar donde ela veio.
    E é incrível que, no momento da morte, apenas um ponto abandona toda essa estrutura de bilhões ou trilhões de indivíduos celulares a carregar a sua mente renovada. O resto retorna para a natureza, células se desintegram, se tornam moléculas, carbonos, enxofre, fósforo, potássio, oxigênio, nitrogênio, hidrogênio, enfim, tudo isso retorna ao seio da terra onde o corpo se desintegra, e a fertiliza para novos rebentos que servirão de alimento a seres que chegam.
    A leitura não poderia ser mais perfeita, e o Grão Mestre, admiravelmente sábio.
    Só levamos o ponto que nos pertence, e se diz que esse ponto está no coração. Nossa alma-existência psíquica é um ponto oculto do coração. Este ponto carrega toda nossa mente, toda nossa memória, e por incrível que pareça, ele não viveu nas reações eletroquímicas da mente ao tempo de nossa breve vida: ele viveu e pulsou o tempo todo em nosso coração, o que dá argumento a todas as filosofias herméticas que enaltecem este órgão como morada de Deus.
    Afinal, está escrito: Do pó vieste e ao pó tornarás!
    Por mais sutis que sejam estas energias em níveis quânticos, a natureza terrena também tem suas cadeias quânticas de energia a tragar todas estas energias para o seu seio no ato da defunção. O ponto, que é a alma, carregado de mente, é o que prossegue, é o que recria nova forma porque tem inteligência potencial para isso, para evoluir ou involuir segundo a informação que ajuntou.

  • Elias Roth

    G33k 
    Nenhuma molécula ou mesmo átomo tem existência eterna decretada.
    Essas formas micromateriais nascem e morrem todo o tempo, fornecendo
    energia aos sistemas. Esta é a maior chave para compreender a morte: a
    morte é uma transformação necessária a ceder energia aos sistemas.
    Alimentos que ingerimos morrem, mas a morte deles é o combustível da
    nossa vida. Até os hidrogênios, os primogênitos da tabela periódica,
    morrem no interior das estrelas para poder ceder calor e luz aos mundos
    ao redor, e desse calor e luz é que temos aqui a vida. Esta é a
    maravilha do Universo, ele é totalmente interligado. Algo que morre aqui
    cede energia para algo que está nascendo ali. É Oroboros, a serpente
    mordendo a cauda, é o tempo, o ciclo, e no centro, a existência real, a
    alma, o espírito imortal, que não é matéria e nem energia, mas faz
    destas seus veículos, e não é quanta e nem mesmo frequências, porém se
    comunica e troca informações com outras almas através dos mesmos quanta e
    frequências.
    Temos então que separar as coisas. Energia e
    matéria, quanta e frequência, todos estes elementos servem de
    manifestação à alma imortal e se reciclam dentro de seus próprios
    sistemas, enquanto a alma aprende e eleva sua mente, sua consciência, e
    somente isso é o que lhe pertence por direito. Todo o resto é despojado
    na morte, todas as energias voltam para o mesmo lugar donde vieram, até
    as do nível atômico e molecular.

    Uma outra passagem muito ilustrativa da Biblia repete tudo o que eu disse:
    “porque o homem se vai à sua casa eterna, e os pranteadores andarão rodeando pela praça;
    Antes que se rompa o cordão de prata, e se quebre o copo de ouro, e se
    despedace o cântaro junto à fonte, e se quebre a roda junto ao poço,
    E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.
    ¶ Vaidade de vaidades, diz o pregador, tudo é vaidade.
    http://www.bibliaonline.com.br/acf/ec/12/5-8
    Antes que se rompa o cordão de prata: a conexão entre o corpo físico e o veículo astral, chamado de KA pelos egípcios.
    Copo
    de ouro, ou o corpo etérico, aquela aura ou energia vital que realmente
    é assento da vida orgânica e funcional por trás de cada célula e órgão,
    e que tem relação direta com o sangue e sua circulação ininterrupta,
    como uma bobina elétrica, que circula em fios enrolados e gera campo: o
    sangue circulante gera campo em nosso corpo físico, o campo vital, a
    aura.
    O cântaro de barro é o corpo físico, se quebrou junto à
    fonte, à natureza, e se tornou argila novamente, se desintegrou. E a
    roda se quebrou, isto é, o ciclo terminou, nosso tempo cessa.

    Eles já sabiam de tudo isso, só que com outras palavras.
    A sabedoria é uma mesma boca que fala em muitos idiomas.
    Outro abraço pra ti, Geek!

  • Elias Roth

    Marujo fran01 tmago Matusquela 
    E de mais a mais, caro marujo, no final das contas…
    Tudo é uma questão de manter
    a mente quieta
    a espinha ereta
    e o coração tranquilo!
    Abraço!

  • fran01

    tmago Elias Roth Matusquela

    E, o que é pior:

    Achei que o “share” poderia, digamos, transferir parte do comentário(seu) num novo comentário(meu)….

    tentei agora e….não deu…….

    O que dá a gente ser ignorante na internet!!!!!!

    Abs

  • Elias Roth

    G33k 
    Correção: 44+XX (mulher)

  • Elias Roth

    G33k 
    Complementando: a grosso modo, poderia sugerir um exemplo. Liguei a minha TV e assisti um filme. Assimilei valores com o filme e desliguei a TV.
    O que é feito de toda a energia que nutriu o aparelho de TV depois que eu desliguei o filme?
    E o que é feito da informação que o filme acrescentou a minha mente?
    Com a existência física não é diferente.
    A TV cumpriu o seu papel. A energia que a nutriu entrou e saiu pela mesma fonte: a tomada elétrica.
    Todas as reações eletromagnéticas nos componentes da TV, estas que serviram para transformar ondas e sinais eletromagnéticos e som e imagem, cessam na mesma hora que eu puxo o fio da tomada.
    Mas a mente assimilou a mensagem do filme.
    E isso era o que importava. Afinal, para que serve a TV?
    Ela foi criada somente para isso. Seria exagero dizer que o Universo inteiro então foi criado para a evolução da alma?
    Definitivamente, NÃO.

  • fran01

    Marujo fran01 tmago Elias Roth Matusquela

    “(azar do goleiro, eu tenho que dizer o que penso)”

    ….não se preocupe amigo…..

    (copiando o seu estilo linguístico)
    Não vou entrar num “jogo” do qual não sei nada das regras.

    Abs

  • tmago

    fran01 tmago Elias Roth Matusquela kkkkk Ainda bem q vejo uma pessoa da minha idade c conhecimento em informática, não ria não, mas não sei o q share ! kkkkkkkkkkk
    Mas acontece muito comigo, de receber inspiração, fazer um texto e antes de enviar, eu perco ! Dói ! Eu e a informática somos inimigos mortais ! kkkkkkkkkk

  • fran01

    tmago fran01 Elias Roth Matusquela

    kkkkkkkkkkkkkk

    Eu já não diria “inimigos mortais” mas, muitas vezes nos estranhamos……..

  • Elias Roth

    G33k 
    “Eu estou falando sobre a energia que nasce em
    uma interação molecular regida e estabelecida pela mecânica quântica.

    A
    energia elétrica que “nasce” no nosso cérebro e que gera um campo
    magnético e que faz com que os elétrons nos microtúbulos contidos em
    nossos neurônios possam descrever “momentos magnéticos” fazendo que os
    spins, as vibrações quânticas, façam do nosso cérebro um computador quântico orgânico.

    Pra onde vai isso? De onde isso vem?
    Para onde vai a informação processada nesse computador?”
    O quanta não é o primeiro substrato da criação. Nem mesmo as vibrações em cordas singulares. O primeiro fundamento da Criação é a consciência, é a mente, mente que se tornou palavra criadora, se tornou Verbo, se tornou corda, frequência, e que se tornou quanta, e partícula, e átomo, molécula, etc.
    Todos estes são elos da corrente que circula nos sistemas criados. Tudo o que é criado é destruído. Só permanece a consciência no centro da grande roda;. Por definição, toda a energia se conserva dentro do mesmo sistema que a produziu, só muda de lugar – ou de estado. Como a água. O que é H2O? É gelo, é água ou é vapor?
    Nenhum estado material é permanente, nenhum padrão de interação quântica tampouco. Eles também circulam nos seus sistemas, o corpo físico é um sistema micro, ligado à Terra, sistema macro, e ao Sol, macro superior, e Galáxia, etc. Tudo permanece circulando dentro do universo fechado, e a alma fica apenas passando de um estado para outro, de um sistema para outro. Por isso, Páscoa (daqui a dois dias) se traduz por Pesach = Passagem: porque a morte é uma passagem de estado, como a morte do gelo ao passar para o estado da água, ou a morte da água ao passar para o estado de vapor. A substância se preservou (H2O), o que mudou foi seu estado. Chamemos a alma de H2O nessa comparação. Donde veio a energia que derreteu o gelo e ferveu a água? Do sistema ao redor. A energia e a matéria sempre foram representadas circularmente, ciclicamente. Mesmo a energia de nível quântico, não importa. Nessa comparação, H2O apenas mudou de estado mas continuou sendo H2O (alma). A energia que reciclou H2O está conservada segundo a primeira Lei da Termodinâmica. O que nos falta é uma visão mais completa dos sistemas. O Universo é a unidade da pluralidade. Por detrás de toda a rede quântica e grade harmônica que projeta a galáxia no tecido do espaço-tempo está aquilo que os filósofos chamavam de Super Alma, ou Unidade Consciente Universal, aquela que Moisés chamou de Elohim e nós, atualmente, chamamos de Deus. Quando começarmos a entender a dinâmica funcional de todos estes sistemas interligados, veremos que eles procedem de um único sistema fechado – o universo – que não é o primeiro e nem será o último, e dentro desse sistema fechado é que toda energia se conserva, apenas muda de lugar ou circula, para que a matéria sofra transformação e a alma siga em suas páscoas, passagens ou portas, subindo ou descendo conforme os valores adquiridos em sua mente.
    E isso ainda é a ponta do Iceberg,

  • Hannah_Cat

    renatobirth Hannah_Cat Agradeço o seu gentil relato, renatobirth! 🙂

  • LuaPequena

    tmago fran01 Elias Roth Matusquela 
    Oi Mago!
    Então somos dois!
    Quase analfabeta na questão !
    abração!

  • Elias Roth

    fran01 Marujo tmago Elias Roth Matusquela 
    É que as vezes, Fran, já nos encontramos em pleno jogo sem dar conta disso.
    Pelo teu relato, voce já está jogando, e alguma parte do teu ser já sabe as regras, pelo menos, parte delas. Enquanto outra parte, a que aqui se encontra, ignora o fato.
    Em tudo a nossa mente é chamada para compreender o padrão causa-efeito que a cerca. Teus relatos são efeitos de causas determinadas postas em ação. A menos que conheça e controle as causas, jamais poderá compreender e controlar os efeitos. Em síntese, toda busca se concentra nisso. Compreender e controlar as causas na direção de efeitos desejáveis se bons, ou evitáveis, se maus.
    Enquanto o homem se divida em mente consciente e mente inconsciente, estará sempre diante de um abismo desconhecido dentro dele mesmo, dentro do qual poderá cair.
    É o que dizia e insistia em dizer Buda.
    Ou Sócrates, no Conhece-te a ti mesmo.
    Porque, quando começamos a olhar para o universo, o universo também começa a olhar para nós.
    Este é um consolo e até uma segurança para afastar todo o medo. E na verdade, este é o primeiro ato consciente da mente racional: saber que, de fato, o Universo a contempla e a chama.
    O resto se aprende enquanto se segue ao chamado.

    Abraço, e boa sorte na sua busca (ou jogo)!

  • Elias Roth

    G33k 
    Diante de toda essa bela cosmologia, fruto da reflexão filosófica em conjunção com a mais alta ciência, a de que o Grande Universo material e imaterial, dos quanta às galáxias, com frequências cruzadas como neurônios da grande mente da rede estelar, foi criado para a instrução da alma e a ascensão da consciência, realmente tinha toda razão o venerável BUDA ao declarar que  o maior dos pecados era a ignorância, e não somente isso, mas principalmente, a decisão em se permanecer em estado de ignorância, quando o chamado da ilusão e do desejo supera o do despertar no coração.
    Enquanto o homem for um abismo desconhecido para si mesmo, corre todos os dias o risco de cair dentro dele, porque o que trai o homem e o faz cair não é o que está fora e lhe é desconhecido, e sim, o que está dentro dele mesmo.
    Outra coisa, é importante distinguir informação de consciência. A informação é universal e amplamente generalizada, está em toda parte, mas a consciência é geração individual da compreensão dessa informação assimilada. Essa compreensão das coisas é que mede, no termômetro da evolução, a real ascensão do Ser bem como o seu grau de libertação.
    O Universo é um sistema fechado, e a energia aí dentro se conserva, movendo-se dinamicamente em sucessivos ciclos que se comunicam entre os múltiplos sistemas.
    O que falta à ciência é compreender melhor essa disposição do Universo fechado numa interação de sistemas atuando em multidimensões, inclusive em nível quântico, e contemplar a real posição da alma em toda essa sinfonia.
    O mundo quântico não é a última trama a compor este universo fechado, a última trama é harmônica, feita de vibrações e frequências através das quais as mentes interagem e formam a Grande Mente, e dessa Grande Mente  Consciente é que brota tudo o que há na Criação quando Ela verbaliza seu pensamento e o converte em ato-potência.
    O que está inteiramente de acordo com o Evangelho da Verdade Imutável, a disposição de todas as mentes que puderem lhe sorver em tempo a sua sabedoria transformadora.

  • infoutilidades

    Elias Roth G33k bom dia amigo… Acompanhando os comentários.. Sempre!!

  • Elias Roth

    infoutilidades Elias Roth G33k 
    Como vai, Brasil?
    Estive ausente a trabalho, deu uma folga e escrevi algumas coisas.
    A intenção apenas é partilhar algum conhecimento que seja útil e proveitoso, e o tema caiu como luva.
    Abração (embaixo tem outras coisas).

  • Elias Roth

    G33k 
    A equação de Einstein tem dois caminhos.
    Se a escrevemos assim: E=mc2, estamos equacionando a morte de um sistema de matéria “m” que libera energia à velocidade da luz.
    Mas se escrevemos assim: m= E/c2, então estamos equacionando o nascimento de um sistema de massa “m” através de uma energia E dissipada à velocidade da luz.
    Mas a equação é a mesma. Nascimento e morte são como as duas faces da equação. Nascer significa tomar corpo e encapsular energia. Morrer significa dissipar energia e transformar o corpo. O que realmente é a vida nisso tudo, senão que a consciência que segue de uma extremidade a outra e prossegue nos sistemas compatíveis ao seu nível de alma e grau de evolução?
    Nascimento é síntese (m=E/c2)
    Morte é desintegração (E=mc2)
    Síntese e desintegração, juntos, caracterizam ciclos de transformação, e vida é o fenômeno global e a resultante final da alma que manifesta consciência em tais sistemas, orgânicos ou inorgânicos.

  • ycatu

    Elias Roth infoutilidades G33k Boa tarde, amigo! O artigo suscita muito debate. Eu pergunto, por ex., o que é feito das 99 por cento de especie de vida que desapareceram de nosso planeta? E a vida dos animais? Outracousa: nas duas últimas duas guerras mundiais morreram uns 150 milhões de pessoas no mundo. Só de gente! Os animais formam, também grande parte de nergia. A energia gerada pelas duas bombas nuclerares sobre o Japão apagaram, assim, num sopro, umas 140.000 pessoas, “almas”…Reduzindo um pouco essa conversa: a vida de cada indivíduo nasce de uma energia de um átmo de tempo chamada orgasmo! Já o fim da vida, a perda da vida, é um dolorido fracasso. Para que? Para gozar da vida eterna?

  • Elias Roth

    ycatu Elias Roth infoutilidades G33k 
    O problema é que nossa consciência está analisando a questão não pelo ponto de vista da alma, e sempre, pelo ponto de vista do corpo. Realmente, pelo ponto de vista do corpo, quem em sã consciência desejaria nascer neste mundo? 
    Aí é que está. Que criança, em tenra idade, quer sair de casa e abandonar o colo dos pais para se aventurar na escola? Mas logo, ela se acostuma e se enche de entusiasmo.Se contarmos quantas almas já encarnaram e desencarnaram nesse mundo, teríamos uma cifra impossível de conter num único planeta. Mas a lei que rege a matéria-energia (ciclos) também rege o fluxo das almas, isto é, um sistema recicla a energia e troca de lugar seus átomos, geralmente não cria novos átomos (exceto as estrelas), apenas os recombina com a mesma energia andando para cá e para lá. Da mesma forma, conforme a Lei da Transmigração das almas, que o Espiritismo tomou da Teosofia, e esta, da sabedoria antiga hindú, grega, egípcia e outras, as almas também se reciclam por aqui. Muitos dos que morreram em todos estes episódios do passado, inclusive animais, dinossauros e espécies não mais vistas sob o Sol, voltam e reencarnam, em formas mais evoluídas, justamente porque o quinhão de consciência que a mente ajuntou dos ciclos idos é o que aprimora a expressão das novas formas nos ciclos novos, e a isso chamamos de Lei da Evolução. Dolorido é estar na matéria, e mais que isso, muito dolorido é suportar a maldade humana, mas estejas certo duma coisa, a dor não é em vão, e tudo o que se sucede em um tempo e ciclo, está sendo contabilizado para um salto evolutivo à frente, salto esse que não compreendemos no momento presente e nem serve de consolo na dor que lhe segue. A dor, como o prazer, é uma grande ilusão sensorial. A maior parte da dor que o homem experimenta é provocada por ele mesmo. A dor que a natureza nos impõe ou as próprias doenças seriam mínimas se comparadas às dores que poderiam ser evitadas, e que tem como agentes a ignorância humana. A vida eterna não é gozada sensorialmente. A vida eterna é desfrutada em estados de alma tão elevados, tão intensos e sutis, que não existem exemplos a serem fornecidos, senão aqueles que os santos, os iluminados e os devotos experimentam quando em comunhão com a Força Maior, essa Força que todas as escolas da sabedoria antiga nos ensinam a buscar, a atrair e tomar parte Dela, mas que a cultura moderna faz questão de apagar de nossa lembrança.
    De uma tonelada de flores se tira algumas gotas de essência aromática. De uma tonelada de experiências dolorosas neste mundo decadente se extrairão almas e mentes que, no futuro, já numa nova era profetizada por muitos, elevarão á glórias maiores o gênero humano a tal ponto que a comunidade extraterrestre lhe renderá louvor e respeito. Portanto, não podemos julgar adequadamente os meios de Deus se não pudermos contemplar devidamente os seus fins. A própria dor pode se tornar uma ilusão quando a nossa mente percebe que o programa do materialismo é colocar no dor o inimigo e na satisfação material a solução. Isso só faz a dor aumentar, e a ambição idem. Quando a mente contempla a vida de outra forma, até a dor muda de padrão, bem como o prazer sensorial, e o coração encontra paz, e repousa numa espera serena, cheia de fé, de que o propósito maior, que a nossa vista ainda não alcança, chegará e se instalará,quanto tudo o que passou será compreendido, finalmente.
    E tudo isso ainda não será o fim, porque novas escolas sempre surgem no horizonte após cada morte. Porém, essas escolas não precisam ser tão traumáticas quanto as que experimentamos aqui e agora. E nem Deus criou escolas tão doloridas assim para nós. Os seres humanos, por suas próprias escolhas, é que dificultaram as coisas e fizeram de suas lições purgantes para a alma ao invés de elixires mais saborosos. Para quem contempla a eternidade de forma consciente, morrer não significa nada além de uma viagem, uma viagem na verdade muito esperada. Porque, para aquele que despertou e concluiu a lição na escola, lhe aguardam férias, mas para os que teimam em não estudar, aferrando-se na ignorância toda conveniente ao materialismo, a recuperação é toda a sua amargura.
    Poderiamos perguntar, na mesma linha: para que meus pais me conceberam, e trabalharam tanto e sofreram tanto para que hoje eu estivesse aqui, fazendo tudo o que faço e com tremendo poder em minhas mãos: o poder de escolher o caminho que eu quero seguir/
    Somente essa última oferta não seria de todo suficiente para justificar e dar mérito aos nossos pais?
    Transfira isso aos padrões divinos, de Deus Pai, e tente compreender a resposta.
    Abraço!

  • fran01

    Elias Roth fran01 Matusquela

    Boa tarde, Elias……

    Assisti, ontem a noite e, confesso que não comentei nada pois queria pensar um pouco a respeito do assunto tratado no vídeo.

    À princípio, a história do vídeo, me pareceu um apanhado do Budismo, mesclado com Hinduísmo onde propõe que o ser humano procure o objetivo de atingir uma realidade superior sendo, essa realidade alcançada, através da prática da compaixão, da generosidade e por meio do desapego.

    É possível…..todas as filosofias são válidas e possíveis. Afinal….quem conhece a verdade?

    Em muitas oportunidades, afirmei aqui no blog que não acredito em acaso ou, que acredito em predestinação. Que ao nascermos viemos dotados de uma vida com acontecimentos pré determinados. Até o livre arbítrio, no meu entender é intrínseco nessa pré determinação. 

    Analisando a questão em termos da filosofia cristã: 
    Jesus Cristo foi enviado a Terra com o propósito de redimir a humanidade e foi crucificado……a morte de Jesus Cristo era predestinada donde pressupõe-se que já estava, também,  pré determinada a ação de Judas (como fator concludente).
    Ora, Deus(ou como queira chamá-lo), em tese, conhece o presente, o passado e o futuro……..Em assim sendo, chega-se a conclusão lógica que Judas já foi criado (Judas não foi criado por Satanás) para aquela “má” ação, ou seja, que veio ao mundo para trair e entregar Jesus Cristo 

    Deus, então, torna-se o fomentador da ambivalência e, em sendo, foi o gerenciador da boa e da má ação.
    Neste ponto é que entendo ser um tanto indiferente a reencarnação com o fim da busca por dimensões mais elevadas. 
    Se há uma evolução natural do espírito, em que lugar fica o papel de Deus? 
    O de ficar controlando o ir e vir dos espíritos?
    Se a reencarnação propiciasse às pessoas um aperfeiçoamento de modo evolutivo quanto a moral,  o mundo não estaria melhorando, tornando-se um lugar moralmente melhor?

    Entendo a vida como um livro(hipoteticamente falando)
    Ao sermos concebidos nos é destinado um livro, já escrito com início, meio e fim.
    Quando morremos , o livro é guardado.
    Poderá ser relido mas, a história nele contida não pode ser modificada.
    Pode-se escrever uma nova história baseando-se na história desse livro mas, a história original permanece. Para sempre. 
    Ela pode ser melhorada mas, não no livro original. 

    Em síntese….penso dessa forma.
    Mas, posso estar errada.

    Abs

  • LuaPequena

    fran01 Elias Roth Matusquela Olá Fran!
    Penso bem parecido contigo!
    Não acredito em coincidências ,nem em acasos!
    Muito menos em “LIVRE ARBÍTRIO”!
    Acho,que nesse ponto,os muçulm4n0s estão mais perto da verdade.
    Usam a expressão”ESTAVA ESCRITO”!
    É como se cada ser humano tivesse o seu próprio livro-vida ao nascer!
    Onde você pode trilhar diversos caminhos mas,no fim acabará por adentrar naquele pré-determinado,mesmo que,a princípio ,tenha te parecido totalmente improvável!
    Pensamos que mandamos em nossos destinos ,mas Ledo Engano!
    Somos como crianças alegres e inocentes,quando nos achamos donos de nós mesmos!
    Ninguém é dono de NADA neste mundo!
    A começar pela PRÓPRIA VIDA! 
    Beijos!

  • Elias Roth

    fran01 Elias Roth Matusquela 
    Não digo que esteja errada. A verdade não poderia se apresentar de forma direta a nenhuma consciência, por isso se desenvolve em camadas. Na tua idade, ainda te lembras do passo a passo do teu aprendizado na escola? E as coisas que, na época dos teus sete anos, eram complexas, e que hoje se parecem tolas? O aprendizado só pode ser concretizado pelo tempo, porque nossa mente não pode perceber a verdade de forma direta, senão que por camadas. Dei o exemplo da instrução escolar para tentar fazer ver a instrução espiritual de forma análoga. A tua dúvida levantada é a dúvida de muitos, como a do nobre Marujo: se Deus é perfeito, porque precisa aparentemente “evoluir” no homem imperfeito?  E isso levanta um precedente importante: Deus realmente escreve tudo como tudo deve ser? Onde entra o livre-arbítrio? E as escolhas. Somos então participantes da criação divina? Sim. E porque isso feriria a noção de grandeza, onipotência e perfeição do Criador?  Não é algo simples de se explicar, até porque tal ensino não segue a lógica linear da equação básica da escola fundamental, que é 1+1= 2.
    A bem da verdade, 1+1 nem sempre é 2. 
    O homem é uma extensão de Deus? Verdade.
    Mas Deus é uma extensão do homem? Aqui, 1+1 = 2 nãi funciona, como funciona na primeira.
    Estamos falando de um Deus impessoal, que os antigos expressavam como Absoluto e raiz de todas as coisas, formas, seres e vidas. Eles o chamavam de Bhrama, o Pai Universal. Não quero me estender em conhecimentos de ordem hierática, porém, faço saber que os Anjos, os grandes espíritos e seres evoluídos são, em tal ou qual grau de manifestação, canais daquele Absoluto ou Deus impessoal, de quem se diz não participa diretamente da Criação, porquanto seja Imanifestado. São justamente os altos espíritos que o manifestam. Cristo foi o espírito mais alto a manifestá-lo neste nosso mundo. Mas toda vida é, em certo grau, manifestação Dele. Sendo então quem ele é, porque precisaria desse mecanismo, o mecanismo da Criação? Porque não assiste a si mesmo em glória eterna, isenta de dores e ausente das misérias humanas, decorrentes das escolhas postas em ação no raio de liberdade da vontade?
    Essa é uma pergunta que muitos dos que buscam uma compreensão LÓGICA para Deus fazem a si mesmos.
    O desenho, claro, relata os mistérios teosóficos com uma tintura budista, já que o autor é japonês e sua linha religiosa, o budismo. Colocou até Buda acima de Cristo na Hierarquia do Nono céu (os seres perfeitos), o que não é verdade. Mas isso não importa.
    A nossa amiga Lua já escreveu umas reflexões filosóficas muito interessantes abaixo.
    Mas deixe-me concluir esta aqui. Há basicamente dois universos, o manifestado e o imanifestado, dentro da concepção divina. O Universo manifestado é este que estamos vivendo, todo transitório, porque é feito de energia, matéria, mente, vida e todo tipo de substância que está presa a ciclos de transformação. Já o Universo Absoluto é chamado de eterno e imutável, a verdadeira natureza de Deus. Tentamos com todas as nossas forças compreender o universo imanifestado através de reflexões sobre o universo manifestado, este que podemos captar, ainda que parcialmente, através de nossos sentidos. Porém, te digo, não é possível julgar aquele universo divino por meio da análise deste. O que fazer então?
    A lógica não será boa conselheira aqui. A intuição é a que mais se aproxima de alguma luz concreta. 
    É verdade o fato declarado pelas escrituras antigas que o próprio universo imanifestado *único,eterno, imutável, sem começo e sem fim, cria todos os universos manifestados para enchê-los de seres e vida, submetê-los a incontáveis aprendizados e, no final de tudo, dissolver tudo e tragar todos estes seres de volta ao seu Seio.
    E se diz que, depois desse banquete. tal Universo Imanifestado ainda se torna mais perfeito, eterno, grandioso.
    Como pode ser isso?
    Só posso te dizer uma coisa: nenhuma mente passou deste anel de fronteira entre os universos para compreender tais caminhos de Deus em suas duas naturezas. É como se todo esse Universo que conhecemos fosse o corpo de Deus, e aquele outro, a sua alma, essência e espírito reais.
    E nela é que todos os seres são UM único ser.
    Esse mistério não pode ser compreendido mesmo em nosso nível atual, e duvido que extraterrestre algum o tenha feito. Se diz que somente aqueles super espíritos da nona dimensão, de consciência altíssima, é que estão prontos para penetrar além do anel e mergulhar no Absoluto.
    Mas há um problema aqui: se diz também que, uma vez que eles entram, não retornam mais, nunca mais, para explicar como é a real natureza de Deus e porque Deus cria e concebe as coisas da forma que faz.
    Só há um caminho a seguir: seguir a luz. É instintivo, todos nós, quando num lugar escuro, procuramos pela luz para nos guiar. Aqui não é diferente: comparado com a glória da luz eterna, estamos em trevas espessas na densidade material em que nos encontramos.
    E a luz que nos restou seguir é uma somente: a luz que sai dos ensinamentos daqueles que subiram um pouco além de nós, e que, mesmo não tendo ainda as respostas do mistério inacessível do Pai absoluto, pelo menos, chegaram até a porta e constataram que ela existe. 
    E puderam já nos assegurar dum fato: a energia, vibração, ou o que quer que seja que brota com força e pulsa intensa atrás dessa porta é cheia de Amor.
    Só nos resta seguir o amor, então, na prática e na fé, porque ele é o herdeiro que ainda restou vivo da tradição antiga dos iluminados que já viveram neste mundo, muitos já distantes demais da nossa compreensão.
    Abraços, Fran, e obrigado por responder!!!

  • Elias Roth

    fran01 Elias Roth Matusquela 
    Ps: o evangelho de Cristo tem muitas simbologias, nem tudo pode ser tomado ao pé da letra, mas a sua concepção sobre Judas está correta. Até houve um evangelho recentemente encontrado, dito evangelho de Judas, que realmente confirma que Judas era o discípulo mais exaltado, e que teve que cumprir aquele papel de modo consciente, com muita dor no coração.
    Deus nos cria como um livro em branco. Mas somos nós que escrevemos ali o nosso destino. E mesmo quando certas coisas nos acontecem hoje, e que parecem programadas por Deus e sem que possamos evitá-las, isso não é verdade inteiramente: é porque tais coisas que nos acontecem hoje, são efeitos de coisas que fizemos num passado por nós já esquecido. Falo de vidas passadas.
    Por não termos o conhecimento inteiro do nosso livro e por estarmos lendo um capítulo novo, sem saber que capítulos mais antigos já foram por nós escritos em estações passadas da nossa alma, julgamos que tudo vem por ação do destino imutável do céu sem direito a escolha. Mas nós escrevemos já cada passo do destino, cada doença, cada encontro, cada ganho e cada perda.
    Daí a importância do autoconhecimento, porque enquanto convivermos com um abismo desconhecido dentro de nós mesmos, sempre nos arriscaremos a cair na zona da nossa sombra tão ignorada, tão temida e, por isso mesmo, tão esquecida – como uma espécie de defesa contra o sofrimento.
    Mas encher esse abismo de luz é o único remédio para cessar o sofrimento.

  • Elias Roth

    JB + 
    Muito recomendado, JB. Já assisti faz uns dois anos, creio que o cenário é da ilhota francesa de Saint Michel, aquela que tem o fenômeno das marés quase que instantâneas.
    Muito bom, eu assino embaixo.
    Boa noite,amigo!

  • NlNGUEM

    LuaPequena GeraldoMagelaLobo Boa noite Geraldo

    Começa a prestação de contas em um julgamento único e justo.

    Abração

    Fui.

  • LuaPequena

    NlNGUEM LuaPequena Elias Roth Olá NINGUÉM!
    Estranho!
    Muito estranho!
    Não faço ideia do que possa se tratar!
    Abração!

  • Marujo

    JB + 
    (acabei de assistir agora)
    Obrigado pelo compartilhamento, GB+ !!!!
    Demorei, porque parei o vídeo diversas vezes, para anotar conceitos/definições/pensamentos importantes (para mim).
    De todos, ressalto os seguintes:”A natureza essencial da matéria não está no objeto, mas nas conexões …”
    “No fim das contas, gostemos ou não, somos todos parte de uma teia inseparável de relações.”
    “Padrões abstratos de probabilidades, viajando na forma de ondas.”
    “Nós estamos no meio da dança cósmica de criação e destruição, todos nós, todo o tempo” (Shiva)
    E aquela com a qual eu mais me identifiquei:
    “Até o que não entendi, eu entendo.”

  • Marujo

    LuaPequena NlNGUEM Elias Roth 
    Lembrei do “Lost” (seriado inesquecível e repugnante IRK)

  • PauloQ

    Elias Roth G33k Elias Roth G33k
    por aí vejo que tudo em nosso corpo pode voltar ao estado original,
    tanto a energia que contém o nosso pensamento já que na natureza nada se
    cria, nem se perde, tudo se transforma. Quanto o nosso corpo físico em
    si. Segundo a própria fórmula E=M.C2, energia é a mesma coisa que um
    corpo físico, só que com concentração de energia diferente e tanto energia pode
    ser transformada em massa quanto massa em energia. Inclusive esse é o
    princípio da fusão nuclear, para geração de energia ou de uma explosão
    nuclear.

  • Elias Roth

    PauloQ Elias Roth G33k 
    Exatamente, as mesmas leis que regem a cosmologia dos átomos e
    estrelas regem o nosso corpo. A equação de Einstein é padrão universal,
    ela desvenda inclusive os processos da vida e da morte, todos eles.
    Nosso
    corpo físico tem massa m, o que significa um determinado potencial E de
    energia a ser liberado na hora da morte. O restante dessa operação é o
    que se desprende desse sistema fechado e reciclável de E=mc2, e passa
    adiante, e o que se desprende é a alma carregada de mente, de
    consciência da experiência obtida no ciclo, entrando em outro sistema de
    massa m a capturar outra dose
    de energia E, e esse novo sistema, seja um animal, ou outra encarnação
    humana, ou um anjo, vai depender do potencial mental que ela adquiriu.
    Daí a necessidade de transformarmos continuamente esses valores internos para
    melhor, porque eles e somente eles é que desenharão a nossa próxima
    existência, bem como recolocarão o lugar/dimensão onde ela haverá de se situar.
    A
    isso chamamos Lei da Evolução, e como pode ver, nós participamos
    diretamente dela. 
    Deus fornece a matéria-prima e nós desenhamos a planta
    do novo edifício com nossos pensamentos. 
    A ciência deve incluir a vida humana, e qualquer vida, afinal,, em seus modelos cosmológicos. 
    Senão, nunca terá a resposta final.

    Abraço!

  • G33k

    NlNGUEM 
    Muito bom!

  • Elias Roth

    Boa noite a todos.
    Passo aqui para deixar a indicação de dois filmes extraordinários sobre o tema.
    E o mais interessante, filmes baseados em fatos reais.
    1, MINHA VIDA EM OUTRA VIDA.
    A história incrível de uma mulher que, gradualmente, lembra de sua vida passada e de uma difícil tarefa deixada para trás a ser com urgência completada… em nome dos seus filhos… que já não o são mais!
    Mas que o maior amor do mundo, o amor de mãe, torna a possuir…

    Lindo, ambientado na Irlanda, cenários fantásticos, música belíssima, emocionante, leva qualquer um ás lágrimas…
    2. O CÉU É DE VERDADE
    A incrível jornada de uma criança pelos portais da morte, em presença dos Anjos, desconcertando pastores e intelectuais com suas revelações surpreendentes, que não poderiam ser obtidas de outra forma a não ser em um segundo estado de consciência, fora deste corpo e deste mundo.
    1.
     https://www.youtube.com/watch?v=8VFpb4zv7MY
    2.
     http://yesfilmes.org/2014/07/download-o-ceu-e-de-verdade-legendado.html
    (o segundo filme, só achei ou por download ou por registro)

    Filmes que sempre nos levam a refletir mais profundamente acerca dos mistérios que não vemos, mas sentimos no coração.

  • thiago konzen

    Elias Roth Vlw mesmo pela indicação. Vou atrás agora mesmo!

  • thiago konzen

    Isso me lembra um livro que eu li indicado por este msmo site. “Entrevista com um alienígena”, tem mais ou menos esse conceito da consciência ser eterna e do mundo material ser derivado da nossa vontade. Indico!

  • Elias Roth

    thiago konzen Elias Roth 
    O segundo filme é excelente, intrigante, mas o primeiro, eu diria, é um filme lindo, destes que a gente chora do começo ao fim, e se arrepia todo com as possibilidades da alma viajando entre as muitas vidas quando o amor no coração é maior que as limitações da matéria.
    Dá vontade de correr para os braços da mãe que a gente ama e abraçá-la até não poder mais.
    Que mãe… que mãe maravilhosa.
    Só assistindo.

  • fran01

    G33k NlNGUEM

    Muito bom, mesmo.

    Há alguns anos atrás, eu havia lido alguma coisa sobre essa rádio mas, foi justamente no período em que ela tinha deixado de emitir transmissão…..

    Achei que não havia retornado.

    Pergunta (talvez bem boba):
    Não poderia esta rádio estar transmitindo e/ou  sinais de e para fora da Terra?

    É que lembrei do filme Contatos Imediatos de 3º Grau……com aquele lance das notas musicais……

    Interessante ressaltar que o Sol emite radiação de onda curta e esta emissão fornece a energia para toda a vida natural e movimentos da Terra.

    Portanto, a onda curta possui características que fazem com que o som de um emissor seja levado a qualquer distância, dependendo da sua potência, da antena a que está ligado, das horas do dia ou da noite a que transmite, da frequência que utiliza, dos meios de recepção do ouvinte…….

  • Crazycrim

    LuaPequena Uma pessoa que sofre danos em uma determinada parte do cérebro não só tem sua carne afetada como tbm seu “eu”, isto é ; há evidencias de pessoas que machucaram seu cérebro com derrames ou pancadas e simplesmente mudaram de personalidade, ficam retardadas, perderam suas memórias e dai por diante.
    Acho q isso já é evidência de que, você, suas emoções, memórias e personalidade são frutos do seu cérebro exclusivamente.

  • Elias Roth

    O último vislumbre da mente humana irá lhe assegurar que o Universo vivo sempre foi e sempre tem sido o corpo vivo de Deus, a manifestação material e energética da Consciência Coletiva, e que nós não passamos de pequeninas células inconscientes dessa Vida e dessa Alma gigante, e que todo o caminho de busca, religião, filosofia, arte e prática consiste precisamente nisso, em assumir a consciência e a hierarquia de função dentro desse sistema, antes que o próprio Deus se despoje de suas vestes para banhar sua íntima existência nos desconhecidos mares para além das fronteiras de todo o conhecido limite entre a razão que busca e o amor que afoga toda lágrima para sempre.
    Uma santa Páscoa para todos, e que a lembrança da passagem da morte para a imortalidade não seja assassinada em seu mais nobre testemunho por abomináveis campanhas de gula e vazias celebrações que honram a carne mas trazem vergonha e dor na consciência…
    Porque tudo passa, literalmente. Só a culpa permanece. Bem como a ausência dela.
    A Páscoa é a passagem da morte para a imortalidade, possível quando o Eu se reintegra ao Todo Deus, mas a morte comum é apenas o rodopio da alma para as mesmas formas materiais, prosseguindo em sua inconsciência e karma (dor) enquanto não reconheça a Presença Maior e, com toda a sua força e entendimento, dedique toda a sua vida para reencontrá-la, ação esta que, comparada a todas as outras, fazem-nas destituídas de valor real.
    E essa decisão é o primeiro sintoma de um despertar real da consciência. 
    Ps: é incrível, porque procurando imagens no Google sob o termo Páscoa, só aparecem coelhinhos e ovos de chocolate! Cristo quase nunca aparece sob Páscoa.
    É, eles realmente conseguiram fazer o apelo do estômago se tornar mais forte que o apelo do coração;;;
    https://www.google.com.br/search?q=pascoa&biw=1024&bih=653&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=hXYeVc-PM-TIsASZ4oHIBQ&ved=0CAYQ_AUoAQ
    Só me resta deixar a imagem real da Páscoa, antes que Cristo vire lenda e o coelhinho dos ovos, realidade…

  • Elias Roth

    NlNGUEM 
    Isso merece um tópico!

  • fran01

    Elias Roth

    “É, eles realmente conseguiram fazer o apelo do estômago se tornar mais forte que o apelo do coração;;;”
    E, assim caminha a humanidade.

  • Elias Roth

    fran01 Elias Roth 
    Se me permite a correção, Fran,
    e assim engasga a humanidade.
    Boa Páscoa no banquete Ágape (Amor) com os seus!

  • ValdemirFaleiros1

    Quando desencarnamos nossa consciência vai para o plano astral; o resto não passa de conversa e pura especulação.

  • valfranr

    Elias Roth TU
    ÉS O MAIOR MILAGRE DO MUNDO!

  • NlNGUEM

    LuaPequena fran01 Elias Roth Matusquela LuaPequenafran01Elias RothMatusquela

    Luinha Boa noite!

    Só para ratificar o que tu falou.

    Cinco (5) anos antes de eu conhecer minha esposa, uma pessoa me disse que eu iria casar com ela (com a minha esposa), disse o nome, como e onde eu iria ver ela pela primeira vez, disse ainda que seria do  signo de gêmeos com ascendência em peixes, olhos azuis, loira, apontava na direção de onde ela morava e  disse que era filha de mãe viúva, que tinha dons artísticos, e que com ela eu iria ter uma filha do olho claro, com dons artísticos também.

    Um detalhe: Na época que eu ouvi isto, não tinha filho eu era casado com outra pessoa e cinco anos depois eu me separei. 

    Havia esquecido da história, não levei a serio devido a muitos detalhes e para minha surpresa seis meses depois, exatamente como haviam me falado cinco anos antes,  apareceu a minha atual esposa, do signo de gêmeos com ascendência em peixes (detesto horóscopo não acredito nisso!!!) que eu nunca tinha visto antes e a chamei pelo nome pois pelos detalhes do encontro eu já sabia cinco anos antes que aquela era a mulher da minha vida e  que eu iria casar com ela hehehe, 

    Temos uma filha do olho verde, minha esposa tem olho azul é loira e  é pintora, a minha filha canta e toca qualquer tipo de instrumento musical. 

    E o mais impressionante, na época que me disseram que minha esposa era filha de mãe viúva meu sogro ainda era vivo e um ano ates de eu conhecer minha esposa ele havia falecido. 

    Já tava tudo pre determinado.

    Já estou casado a 20 anos.

    Abraço.

    Fui

  • Velho Ray

    So now I explain to you more about their system for imprisoning spirits.
    This is unique information. As I said in the introduction highly conscious people are unliked by the reptilians. They see what is really going on, they help out and they help out as spirits as well, they reincarnate back and lead the way such as becoming spiritual leaders. To prevent these people doing any of this the reptilians have started a diabolical practice of attaching a net to those they identify. This net traps the spirit upon death to be held in a prison indefinitely. This Practice surely is fundamentally wrong as it destroys the soul.

  • Elias Roth

    NlNGUEM LuaPequena fran01 Elias Roth Matusquela 
    Bem interessante teu caso, o episódio clássico de uma poderosa recorrência (lei de) que, traduzindo em miúdos, significa uma ligação tão forte e antiga com esta mulher (a esposa) e a filha também, e já se uniram mais de uma vez em vidas passadas, e já construiram coisas juntos, e deixaram outras a serem resolvidas no futuro, e isso produziu um agente de causa tão poderoso que voces trouxeram novamente, e o reencontro foi apenas uma questão de alinhamento planetário no tema zodiacal (ainda que detestes tal ciência, é por ela que se calcula tais conexões).
    E toda essa programação (que igualmente é feita pela computação astrológica e os chamados ciclos planetários) estava todo o tempo escrita na mente de voces dois, e pela intensidade dela, qualquer pessoa sensível e preparada (uma médium ou cartomante deve ter te dito isso) faz a leitura, porque o programa estava dentro de tua mente, o tempo todo, e por forças inconscientes, voce foi movido até ela, no tempo certo dos alinhamentos, e vice-versa (geralmente, mas não regra, em ciclos recorrentes de Saturno, entre 28 – 30 anos).
    De qualquer forma, achei um relato muito lúcido e demonstrador dos mistérios da alma humana transcendendo os limites da vida e do mundo finito.
    Toda aquela programação é escrita em nossa mente inconsciente, a gente não lembra de nada, mas impulsos determinados que dali são acionados ao tempo dos ciclos planetários é que te conduzem a todos estes reencontros. Parece magia mas não é: é programação computacional feita por sintonias planetárias.
    Basta reparar na influência dos ciclos cósmicos em tudo, ciclo solar, ciclo lunar, os ciclos biológicos da Terra, e a repercussão sutil e marcante na psique humana.

    Boa noite!
    Fui!

  • ValdemirFaleiros1

    Este é o meu amigo Elias Roth: sempre brilhante!

  • infoutilidades

    Elias Roth fran01  Bom dia Elias, você nem sabe o quanto este tópico me responde uma série de perguntas caladas…. Lembra das minhas “divagações”? Então, isso responde a questão do mar de luz, de uma inteligência coletiva que se faz uma só, do encontro com DEUS… Se você ainda tiver acesso ao que escrevi, você vai fazer uma boa interpretação do que passei…. Por esse tempo ausente estive lendo, lí a maioria dos seus posts e do Geraldo Magela…. Quem tem amigos como vocês nem precisa de livros.. Rsss

  • Elias Roth

    ValdemirFaleiros1 
    Uma boa Páscoa pra ti, na celebração do único manjar que os antigos filhos de Deus partilhavam nestas épocas, o pão do companheirismo e o manjar do amor nas taças de Ágape.
    Aliás, a palavra companheiro vem de “aquele que reparte o pão comigo”.
    E o nosso pão aqui é farto, o pão da sabedoria divina que degustamos em nossa fraternidade.

  • Elias Roth

    infoutilidades Elias Roth fran01 
    Brasil, lembro das tuas experiências, e elas te devem demonstrar o fato singular de que, quanto mais a nossa mente se despoje dos veículos materiais, alcançando frequências elevadas, mais e mais ela captará o Universo como ele realmente é, Unificado, ligado, interativo, quando todos os seres parecem e vibram numa mesma onda, como pessoas tomando banho de mar numa mesma praia e atravessados pelas mesmas ondas e iluminados pelo mesmo sol alegre da distração.
    Algo semelhante se dá lá no Alto, Anjos são banhados por essas ondas de energia divina, e quanto mais elevados, mais próximos da fonte do Grande Oceano estão, e a felicidade aumenta porque aumenta a energia da onda divina a lhes atravessar o espírito e o coração.
    E tudo o que eles tem que fazer é repassar adiante.
    Lá ninguém se presume Dono da Verdade.
    Lá todos são canais, por onde passam as ondas, transmitindo-as aos que estão nos planos inferiores.
    Essa é a Hierarquia do Universo e a Harmonia dos Espíritos, todos compondo o corpo, mente e alma do Grande Ser, Aquele que um dia tragará tudo de volta para o seu Seio autorealizado e mergulhará em algum lugar que não podemos definir, nem racionalmente e nem intuitivamente.
    Apenar pressupor de longa distância.
    Uma linda Páscoa para ti e para os teus, amigo, e que o pão do companheirismo e o amor ágape da compreensão nunca faltem na tua mesa!!!
    E nem no teu coração. Porque esta é a mesa dos Filhos de Deus.

  • infoutilidades

    Elias Roth infoutilidades fran01  Amém…

  • infoutilidades

    Elias Roth infoutilidades fran01  Feliz… O nó está sendo desfeito!!

  • Hannah_Cat

    NlNGUEM Jura que vcs conseguiram ler a página toda deste artigo (embora muito bom)?! o.O

  • Elias Roth

    JB + Elias Roth fran01 Matusquela 
    Já pensou se as nossas crianças assistissem desenhos como este ao invés de Bob Esponja ou Simpsons?
    Que lucro de consciência para elas!
    A propósito, se gosta de filmes sobre vidas passadas, tem um que postei lá em cima, muito lindo e rico por se basear em fatos reais.
    Mas acho que voce vai gostar mesmo desse aqui *caso ainda não tenha assistido (para quem é praticante de artes marciais, cai como uma luva).

    https://www.youtube.com/watch?v=bhN59ZXGKwo

  • NlNGUEM

    Elias Roth NlNGUEM LuaPequena fran01 Matusquela Bom dia Elias.

    KKKKKKKKKKKK, Gostei do “Fui”.

    É exatamente isto mesmo que você falou Elias, muito bem colocado alguma coisa já existiu no passado entre eu minha esposa e filha.
    Sim, foi uma cartomante que previu isto!!!

    E ela me disse outra coisa ainda, disse  que eu irei morrer aos 93 anos, tenho saúde graças a Deus mas te juro, não quero viver tudo isso quero me desprender  deste corpo material e voltar logo para a casa do “PAI” pois não sei como e nem porque vim parar aqui.
    Outro dia te conto esta história em detalhes é impressionante esta previsão feita para meu futuro.

    É um prazer enorme ter você por aqui.

    Grande abraço meu irmão Elias.

    Fui…..heheheheh

  • Elias Roth

    NlNGUEM Elias Roth LuaPequena fran01 Matusquela 
    Sim, e espero te fazer ver com outros olhos a ciência astrológica, posto que é, porque um astrólogo bem competente pode fazer cálculos em cima do tema do teu destino que te surpreenderiam, como te surpreendeu a cartomante.
    Viver até 93 anos?
    Quem sabe não contabilizarás estes 93 anos todos aqui?
    Podemos pensar em um futuro da tua mesma vida mas em outro plano, planeta, domínio.
    Porque viver 93 anos no atual regime da Terra, e sempre piorando, não é exatamente uma notícia boa.
    Obrigado pelas palavras.
    As previsões estão escritas a lápis, não a tinta.
    Podemos mudar pelas escolhas, tanto para o bem como para o mal.
    Abraço!
    Fomos!

  • LuaPequena

    NlNGUEM LuaPequena fran01 Elias Roth Matusquela Olá NINGUÉM!
    PUXA,que história!
    Se eu fosse muçulm4n4,te diria:”MAKTUB “- ESTAVA ESCRITO !
    Felicidades amigo!

  • LuaPequena

    Crazycrim LuaPequena Boa tarde Crazycrim!
    Tenho que te confessar que não sei te responder a essa questão!
    Só posso de dizer que,me recuso a acreditar que tudo termina aqui!
    Nossa vida é UM GRANDE E INDECIFRÁVEL MISTÉRIO!
    Abração!

  • NlNGUEM

    Boa noite Capitão N3M3!

    O perfil intelectual dos atuais frequentadores do “nosso” blog ´´e nota mil!

    Parabéns Capitão pelo sucesso! 

    Feliz páscoa!

    Fui

  • n3m3

    NlNGUEM Obrigado.  A você também.
    Abraço.

  • Marujo

    NlNGUEM 
    Eu curti, mas foi sem má intenção, viu! (kkkkkk)

  • R357l355_M1nd

    G33k Olá G33K .
    Gostaria de compartilhar algo que aprendi , e quem sabe , responder  a suas perguntas :

    Abaixo estão algumas citações , que eu transcrevi e traduzi para o português(pois a fonte provém de audio em inglês)  :

    “Não somos somente corpo e mente”…
    “A observação é a natureza do eu”…

    “A consciência é a combinação de energia e conhecimento”…

    “Conhecimento é nada além de experiências . Experiências são nada além de todas as que envolvem totalmente a si próprio.

    “A consciência vem a este plano para ganhar mais energia e conhecimento , e para criar”…
    Bom minha opinião , baseada numa profunda reflexão das citações acima , e outras pesquisas sobre o assunto , me levaram a conclusão sólidal(embora ainda em constante aprimoramento) de que

    quando o nosso corpo( a carne) morre , o conhecimento(experiências obtidas nesta , e em todas as vidas passadas a medida que encarnamos e desencarnamos) obtido por nossa consciência(que podemos chamar de espírito), retorna à fonte original(aquela que existia antes do BIG BANG). Pois antes do BIG BANG havia somente o verbo(como dito em Genesis 1 , na Biblia) . Cada um de nós carregamos um Karma(missão a ser cumprida na vida).O tempo em que passamos encarnados , é necessário à nossa ascensão espiritual(logo da consciência).Quando tivermos evoluído o suficiente , não precisaremos mais reencarnar,sendo a partir daí seres de elevado nível espiritual. Essa sabedoria já é bem conhecida a muito tempo , pelos ancestrais dos hindus e , pelo que parece , por algumas outras civilizações antigas espalhadas pelo mundo  . E mais recentemente foi compilada e vem sendo divulgada , ainda que de forma singela , pelo físico teórico Nassim Haramein , em sua teoria unificada sobre o universo holofractal. 

    Bom espero ter assentado mais um tijolo de informação ao muro da verdade .
    Ou quem sabe mais uma vela acesa na sala do saber .

    Um abraço a todos os amigos do OH.

  • nosrednav17

    fran01 Elias Roth Matusquela boa noite fran.

    Eu sou um leitor silencioso do blog, mas constantemente entro aqui para buscar mais informações e aprendizado.

    Em relação aos seu questionamentos sobre predestinação e o papel de Deus, tenho uma opinião corroborada pelo ensinamento do Espiritismo.

    Antes de encanarmos, nos é definido o tempo de vida e até a forma como desencarnaremos (isto para mim ainda é complexo), de forma que passemos pela expiação (correlação entre o que fizemos em “vidas” passadas e o que precisamos passar nessa para nos depurarmos).

    Ao longo de nossa vida, de acordo com nossas ações, acarretará uma reação. Porém, se nossa vida for voltada para a benevolência e desapego das questões materiais, o nosso “destino” pode sofrer mudança. Essa mudança porém, não é algo muito comum, pois estamos e somos muito tentados a usufruir dos prazeres da carne e da matéria.

    Já parou para pensar que pessoas que levam uma vida muito boa, honestamente e até benevolente de repente é acometida de um câncer? O câncer por muitas vezes é uma doença cármica. Perceba que mesmo que você viva uma vida saudável, repentinamente pode contrair um câncer.

    Então, como você pôde perceber, o “meio” de nossa vida é a expiação a fim de evoluirmos, e o “fim” é o encerramento de uma fase da escala evolutiva. Não há também regresso, porém a estagnação de nossa evolução, que por muitas vezes é muito penosa (caso de suicídio, por exemplo).

    Se considerarmos que só há vida no planeta Terra, sua indagação quanto a evolução espiritual estaria certa. Mas como há vida em milhões ou até bilhões nos outros planetas de nosso universo, variando sua frequência, como diz o amigo Elias, a resposta por si só, surge.

    O Planeta Terra ainda está em uma escala evolutiva baixa. Aqui é um planeta de expiação, o qual é dado mais valor a matéria do que ao espírito. A caminhada ainda é muito longa… a depender de nossas atitudes.

    Jesus Cristo foi um espírito evoluído que veio a Terra com o intuito de nos ensinarmos como viver, e não para sofrer por nós, como é pregado em muitos templos. Aqui caberia uma longa explicação.

    Quanto a questão de Judas, recomento este link (http://www.espirito.org.br/portal/artigos/paulosns/a-traicao-de-judas.html)

    O mal é a ausência do bem, e é decorrente de nossos mal-hábitos e ações.

    Deus não descansa. Ele está constantemente “controlando” o universo como um tudo. São inúmeros aspectos que envolvem a nossa existência e sua criação. Não há como definirmos Deus e saber de forma exata como Deus interfere em sua criação. Mas acredito que se não houvesse sua intervenção, o homem já teria destruído este planeta, e quem sabe os outros seres o deles. 

    Desculpe-me pelo longo e exaustivo texto. Mas espero que tenha contribuído para com suas indagações.

    Abraço.

  • fran01

    nosrednav17 fran01 Elias Roth Matusquela

    Não há porque pedir desculpas….

    Agradeço a sua gentileza…tentarei aproveitar ao máximo sua explanação.

    🙂

  • MartaSouza

    morremos não apenas vamos para outra dimensão nossa consciencia apaga ,e o mundo em que vivemos da um jeito de fazer com que esquecemos do resto ,alma e consciencia são a mesma coisa ,,,.,,existe morte da materia que nos foi projetada ,,acho que é otimo não lembramos muito sobre nossa vidas passadas porque já tivemos varias vidas e com certeza só as vidas sofridas será lembradas e muitas vezes vem em sonhos basta pedir e voce vai sonhar e nunca mais vai querer saber de sonhar novamente ,muitas consciencias que morrem suas energia ficam em toda parte e as vezes próximo a nos é por isso que devemos tratar bem as pessoas para que suas energia nos ajudam a viver neste mundo,e os animais não estão em vão aqui são como nossos anjos .é o que sinto e penso