Projeto Lúcifer: A teoria da conspiração mais estranha que envolve a NASA

Tempo de leitura: 2 min.

Apertem os cintos, pois aqui está um teoria da conspiração fabulosa.

Se você é fã de ficção científica, você conhece a série de Arthur C. Clarke (e Stanley Kubic) 2001: A Space Odyssey.  Na segunda parte, 2010: Odyssey Two, o monolito que estava orbitando Júpiter replica a si mesmo e começa a condensar o gigante gasoso, finalmente o transformando num pequeno sol.

Estes processo transforma as luas daquele planeta em mundos habitáveis, apropriados para vida.  As pessoas na Terra, consequentemente, batizam o segundo sol no céu de Lúcifer.

Sem nos tornarmos muito eclesiásticos, o termo Lúcifer vem do Latin e literalmente quer dizer ‘aquele que traz a luz’.  Um nome apropriado para uma nova estrela do sistema solar.

A maioria de nós considera este conceito como nada mais do que ficção científica e praticamente impossível de se conseguir com o nosso atual nível tecnológico.  Mas um número de teóricos da conspiração não só acreditam nesta possibilidade, eles na verdade alegam que este é um dos atuais projetos da NASA.  Veja o porquê:

Júpiter tem sido chamado de estrela fracassada, no sentido de que se tivesse mais massa, ele poderia ter começado uma fusão nuclear e efetivamente se tornado uma estrela.  Infelizmente, (infelizmente?), os astrofísicos calculam que Júpiter teria que ser 75 vezes mais massivo para que isto ocorresse.

Os teóricos da conspiração acreditam que este déficit de massa poderia ser corrigido com a adição de combustível nuclear , que poderia ‘dar a partida’ no processo de fusão nuclear.

Apresentando as sondas espaciais Galileu, Cassini, Voyager e outras:

Para que estas sondas espaciais funcionem, elas necessitam fontes de combustível confiáveis, pois a energia solar se torna difícil de ser capturada uma vez que elas passam de Marte.

Assim, a NASA equipou estas sondas com uma fonte de energia chamada de radioisotope thermoelectric generator (gerador termoelétrico de raidioisótopo), de sigla em inglês RTG.  A decadência radioativa das bolotas de Plutônio -238 contidas num RTG, constantemente produzem eletricidade que energiza as sondas.

Por exemplo, a sonda espacial Galileu contem 2 RTGs, cada um carregando 7,7 quilos de Plutônio – 238.  O que aconteceria se esta carga fosse detonada dentro de Júpiter?

Bem, nada; ou pelo menos nada observável.  Em 2003, Galileu foi deliberadamente impulsionado para dentro da atmosfera de Júpiter.  A NASA fez isto porque temia que a sonda batesse em uma das luas sólidas de Júpiter, carregando consigo o risco de contaminação pelas bactérias terrestres.

Os teóricos da conspiração viram esta ação como uma expressão do Projeto Lúcifer.  Eles temiam que, à medida que Galileu entrasse na densa atmosfera de Júpiter, a pressão aumentaria constantemente, causando com que o Plutônio nos RTGs disparassem uma reação termonuclear, dando nascimento ao novo sol.

Doze anos já se passaram desde que Galileu foi enviado para o coração do planeta gasoso, e nada aconteceu.  Não há um segundo sol no nosso céu.  Assim, estamos livres por agora, certo?

 

Não exatamente.  Há outro gigante gasoso em nosso sistema solar: Saturno e ele não é muito menor do que Júpiter.  E há outra sonda orbitando Saturno, a sonda espacial Cassini.  E ela está equipada com 33 quilos de Plutônio -238.  E ela ainda está orbitando Saturno, até que seja comandada pela NASA de fazer outra coisa.  Assim, estamos em perigo?

Os físicos dizem que não.

Mesmo se todos os átomos do Plutônio abordo dessa sonda participassem da detonação nuclear, não seria o suficiente para começar uma reação em cadeia.  Seria como uma gota d’água numa piscina – inofensiva.

Nossa tecnologia necessitaria um avanço contínuo por centenas, senão milhares de anos, antes de podermos alcançar a capacidade de formar estrelas.  E mesmo se tal tecnologia estivesse disponível hoje, por que necessitaríamos de um segundo sol?

Nosso próprio Sol funciona perfeitamente, mesmo com OVNIs roubando sua energia, de vez em quando.  Se um dos gigantes gasosos de repente se tornassem estrelas, isto provavelmente iria perturbar o delicado equilíbrio do nosso sistema solar.

Sua atração gravitacional iria puxar os asteroides entre Marte e Júpiter, sem dúvida enviando alguns deles para nós.

Assim, por que esta teoria da conspiração ganhou força?  Deve ser devido à nossa fascinação para com cenários do ‘dia do juízo final’.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
JúpiterNASAOHOVNI HojeProjeto LúciferSaturnoteoria da conspiração
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (47)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Neto Formiga

    aaaahhhh a nesse cidade humana de criar uma “lógica” (que ironicamente, são bem irracionais hehe)  e por sempre um “propósito” (que maioria das vezes não serve de nada) e estabelecer tudo em começo meio e fim.
    por falar nisso, teremos mais um fim de mundo fim do ano né? já vai ser o meu terceiro (2000, 2012 e 2015, tem mais algum?) =D
    esta teoria seria até interessante, se fosse algo mas sério, e como uma especie de rota de fuga da terra, caso algo ocorra com nosso sol, teríamos um reserva, mas… ainda assim seria necessário terraformar alguma das luas de Júpiter, o que levaria no mínimo (com alguma tecnologia nova) séculos (creio eu), ou seja, não há fundamento que sustente algum outro fundamento que possa se levantar.

  • Neto Formiga

    OFF—–

    aproveitando o tema de espaço e teorias, indico para o pessoal aqui a série-documentário
    “throug the wormholes”, muito boa, om muitas teorias e explicações científicas, no mínimo da pra levantar vários questionamentos e encher sua cabeça com combustível pra novas ideias.
    eu tenho ela completa até o ultimo episódio que saiu, toda organizada e tudo mais, mas demoraria muito pra upar num servidor bom pra vocês.
    mas eu tenho alguns torrents se quiserem, verificados e todos pegando sem vírus.

  • SilvioToledo

    Com certeza está muito cedo para o homem pensar em causar modificação no sistema planetário. Seria uma imbecilidade elevada à potência da velocidade da luz. Destruir a terra já está de bom tamanho. Esses teóricos malucos viajam, mas isso serve só pra bons filmes de ficção.

  • Renata Pereira

    E pq a Nasa desencadearia uma catastrofe?

  • AntonioCarlosAD

    se a reação termonuclear pudesse ser dessa magnitude pelo que carregam as sondas, estariam todos nós queimados nesse momento pelo que já implodiram de bomba nucleares neste planeta. Embora Lucífer tenha significado para alguns como luz (Estrela D’Alva ou Vênus), tem de colocar que para alguns significa luz que engana.

  • Paleoseti

    Por falar nisso, alguém aqui sabe quem divulgou pela primeira vez o termo ‘Teoria da Conspiração’?
    Tenho a minha teoria da conspiração da teoria da conspiração:Foi um CONSPIRADOR, com uma intenção difamadora.

  • Soupensante

    Olha, se a teoria da gravidade que nos ensinam no ensino médio ainda continua válida, Não deveria mudar em nada a questão da gravidade empurrando ou puxando os astros pois a massa de do novo sol seria a mesma massa do planeta. Ou seja , a gravidade nao se alteraria. …………………..E tem mais um detalhe, o Sol  NAO É uma bomba atômica como dizem… Essa definição – ao menos até agora – está errada pois bombas atômicas trabalham quebrando átomos, é com a FISSÃO que se libera energia …….. Estrelas trabalham fundindo átomos, trabalham fusionando átomos. ……. e ao que parece, o material radioativo das sondas não são capazes de iniciar uma Fusão, no máximo uma fissão e olhe lá.

  • Soupensante

    sao 3 e 30 da madrugada e se Júpiter tivesse se tornado um Sol, provavelmente “noite” seria um conceito a ganhar nova definição.

  • Maria Telmolopes

    Pergunto o mesmo

  • emsj

    E por que iriam querer um segundo Sol? Para economizar com a iluminação pública a noite?
    A ideia de “dar partida” numa reação termonuclear faz sentido, mas não há motivo para fazer isso (pelo menos por enquanto).

  • Drizzt Do'Urden

    Interessante, mas creio que realmente estamos livres desse perigo.

  • ptoledo

    Os verões no planeta já estão quentes em demasia.  Imaginem com a presença de mais uma estrela – mesmo que anã…
    De  qualquer forma,  são teorias sem fundamento. Pelo menos, por enquanto.
    Abraço

  • Hannah_Cat

    ptoledo O verão aqui já é quente pra diabo, não precisamos de mais um [Lúcifer] na Terra!

  • joaohsampaio

    Este pessoal tem a mínima noção do tamanho de Júpiter ou Saturno? Será possível que eles são tão imbecis a ponto de achar que uma bateria de plutônio pode desencadear uma reação em cadeia a ponto de criar uma estrela?

    Imagine uma formiguinha (não vale o Homem Formiga) tacando pedras em uma casa para tentar derrubá-la. É mais ou menos isso que está sendo proposto nesta teoria, não dá, desculpa, não dá mesmo para engolir esta.
    Esta nem nóis merece…

  • Eduardo Lbm

    Paleoseti

  • emsj

    Drizzt Do’Urden  Com isso não precisamos nos preocupar.

  • tmago

    Apenas desenvolvendo teorias q poderão num futuro próximo, elevar-nos da categoria 0 p civilização tipo 1. Assim espero !

  • Marcos Felipe Diniz

    Isso me lembra bem a “reação em cadeia” que aconteceu no final do filme “A Reconquista” (Battlefield Earth), onde Jonh Travolta era um alien maldoso que acaba vendo seu planeta destruído por um “homem das cavernas” do futuro, que mesmo sem sequer saber fazer fogo, rouba sua nave e lança um artefato nuclear na “casa” dos caras… rsrsrs

    Acho que vou parar de assistir tanta televisão, parece que cada nova teoria é fruto de um destes filmes antigos, de “A invasão dos mundos”, passando por “O Vôo do Navegador”, fazendo uma escala em “Transformers”, sobrevoando “2001 – Uma Odisseia no Espaço”, fazendo uma aproximação final em “Oblivion” e pousando em “Prometheus”…

    Acho que é por isso que os “amigos” de outros mundos não nos levam a sério! nem nós mesmos conseguimos dar crédito às coisas que pensamos (e com razão!)…

  • dsilva210

    Esta teoria está pior do que as previsões do fim do mundo, que aparece periodicamente, de acordo com a teoria, é a mesma coisa querer derrubar um prédio com um grão de areia, qual a chance disso acontecer, nenhuma.

  • Alexandre - Obrigado Hashem!

    666Dark

    E de novo esta conto “prebiótico”
    kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Daiane Ribeiro

    Quem inventa essas teorias, tudo bem que a Nasa não é tão legal assim mas passaram da conta, quanta groselia.

  • nilton monteiro lopes

    bem,e tanta conspiraçao…..nao sei se fico ou se me poe a correr…….ou pedir ao bruce wayne,para morar na caverna do batman…………….e nem sei se os cientista tem responsabilidades….pois ja enviaram 7 quilosplutonio a12 aanos e agora mais 33,…sao 40 quilos……ok sei que o ser humano nao tem capacidade para acabar com a terra…pois se tivesse ja teria a eliminado……..todos os conspiradores sao ladroes,sem vergonhas…e mentirosos….a unica regra que nao tem exeçoes,,,etcs…..paragrafos…reticencias….interrogaçoes…….vivo tao sossegado que nem enxergo esses pilantras.,,,,,,,,,por vocaçao………..um abraço a todos fui……i…………….

  • James Tiberius Kirk

    Porque ela pode.

  • James Tiberius Kirk

    Quando o segundo sol chegar.
    Para realinhar as órbitas dos planetas.

  • Alexandre - Obrigado Hashem!

    Marcos Felipe Diniz

    Temos outra película  ” e um highlander das cavernas” 
    Título: O homem  da terra.

  • Rui Gouveia

    O que ocorre no interior das estrelas é a fusão nuclear e não a fissão nuclear. A fusão nuclear acontece devido á grande massa duma estrela e, consequentemente, á sua enorme gravidade. A pressão da gravidade no centro da estrela é de tal ordem que produz temperaturas de milhões de graus centígrados. São essas temperaturas que originam a fusão nuclear. Os átomos de hidrogénio fundem-se dando lugar a átomos de hélio e, durante esta fusão, é libertada uma grande quantidade de energia. Quando o hidrogénio acabar serão os átomos de hélio a fundir-se originando carbono, oxigénio e outros elementos. Sucessivamente, os átomos continuarão a fundir-se até originarem ferro e, no caso das supernovas, outros metais como o ouro, o urânio e outros.
    Mesmo que uma explosão nuclear conseguisse provocar a fusão de alguns átomos, o que eu duvido, o processo não teria continuidade porque, para isso, seria necessário manter as tais temperaturas de milhões de graus constantemente até a matéria se esgotar! Como Júpiter não tem massa suficiente para isso seria um delírio pensar que a ação humana poderia provocar e manter semelhante processo.
    Já p’ra não falar do calor aqui na Terra, que ia aumentar…!

  • João Guilherme

    daria um bom filme essa teoria.

  • PREDADOR

    NINGUEM onde está voce …estamos aguardando ansiosos noticias suas da vigilia que fez na montanha onde aqueles fenomenos estranhos foram presenciados por vc e seus amigos… Então o que constatou???Voce voltouo ou foi abudzido???? rssss  Conseguiu descobrir alguma coisa… o que sua amiga geologa disse sobre aquele buraco na montanha???  Viu alguma luz ou fenomeno estranho na vigilia??? Alo, alo NINGUEM responde???

  • Sergay Bellov Tudorov

    Olha,se isso realmente, são planos da dona NASA, vou ti falar: 
    |||||  Primeiro, foi a Apollo 13, com sua bomba que seria detonada na LUA, para que não sei, talves só para ouvir o barulho?????, graças a Deus, os Aliens os fizeram voltar com o lixo para casa.
    Dizem que, eles tentaram e enganaram os aliens, detonando uma bomba em Marte, ha algum tempo atras, quando foi registrado um clarão enorme na superficie do planeta, e algum tempo depois, foi liberada uma foto onde uma pissivel bomba teria sido detonada, onde era visto um possivel cogumelo nuclear gerado.
    Agora te pergunto….
    Para que?????
    Se eles querem, realmente,   detonar bombas nucleares  em Jupiter, Saturno,,   Para que??????
    Pra ver o que acontece???
    É eles são assim mesmo, Se der alguma coisa certo  Ganham premio NOBEL, se não, se algo der muito errado, a culpa é de fulano, ou ciclano……..
    Abraços………………

  • Hannah_Cat

    PREDADOR NINGUÉM, conta pra gente como foi encontrar com os “ETs escavadores de rochas”! 🙂

  • Alexandre - Obrigado Hashem!

    PREDADOR

    Espero que ninguém possa meditar (e chegar ao denominador incomum).
    Do comum estamos fartos!

  • Alexandre - Obrigado Hashem!

    Sem desmerecer o fruto e o suco da groselha viu?
    kkkkk

  • AntonioMunizGomezGomez

    Estão se preocupando muito em encontrar outro lar, que é que tá acontecendo? Soube que um Cometa estava emitindo sons e que a NASA gravou esse sons. Esquisito , pois pelo que eu sabia o espaço é  vácuo não deveria propagar sons. N3M3, boa matéria.

  • fran01

    Essa viagem na maionese é bem grande…..
    deve vir acompanhada de batatinha palha, salada e uma cervejinha gelada.

  • Marujo

    Sonho tenebroso …
    (após a morte, para sua surpresa, o sujeito se vê, no banco dos réus, em plena audiência)
    – Qual a acusação deste aí?
    – Excelência, uso inadequado de energia atômica, provocando o surgimento extemporâneo de um “segundo” Sol no sistema …
    – Quais os danos?
    – Total, Excelência. Perda total …
    – E como o Réu se considera? Culpado ou inocente?
    – Nem sei do que se trata, Doutor. Eu pego cedo no serviço, dormi às dez (nem vi o jogo do Inter), e hoje, quando o despertador tocou, e eu acordei aqui. Juro que não sei de nada  …

  • pjpanglos

    Nem se jogar a terra lá vira um sol. Mas independente disso, como esses americanos e ingleses adoram Lúcifer a ponto de inventar mil formas de colocar seu nome em seus produtos culturais.

  • pjpanglos

    Sergay Bellov Tudorov Mais bobagem contra os americanos e a NASA, mas a parte boa q eles nos deram com sua ciencia,vocês não agradecem.

  • 666Dark

    tmago Do jeito que os humanos vão, acho que o certo é categoria 0 para categoria 00 ! Nóis merece…

    Abraço.

  • Hannah_Cat

    AntonioMunizGomezGomez  E vc ainda pergunta “o que está acontecendo”?!  Ora, os homi estão lendo os seus comentários de fim de mundo e estão muito preocupados em irem embora daqui!  Rsrsrsr

    É vc que os está “assustando”!  Humpf…

  • Hannah_Cat

    James Tiberius Kirk E vc, “Capetão” Kirk?  O que pode fazer para impedir Lúcifer?! 😉

  • Maneco

    E aquela teoria de que o cometa Shoemaker-Levi 9, aquele que se abalou contra Júpiter em 1994, teria sido n verdade um artefato nuclear lançado pelo Vaticano?
    Já ouviram essa?

  • AlcidesStecanella

    Se reunir todo o urânio da terra para causar uma explosão em Júpiter  , seria como uma gota d’água jogada no oceano atlãntico.

  • Eduardo Lbm

    AlcidesStecanella
    Caro amigo, você está esquecendo de uma coisa: Energia=matéria. Vejamos:
    Você pode pegar uma bolinha de três Kg de Urânio, sobrevoar uma cidade japonesa com um B52 e soltar essa bolinha e torcer, mas torcer muito, para que ela acerte na cabeça de um japonês. Com muita sorte, talvez você consiga matar dois japoneses. Entretanto, se você liberar a energia contida na bolinha de Urânio, através de uma reação em cadeia, você mata instantaneamente cem mil japoneses em uma fração de segundo. Você dissolve, desmaterializa todos eles numa fração de segundo. Isso porque os artefatos lançados em 1945 tinham somente 43% de eficiência (se não me engano), ou seja, ainda era uma tecnologia crua. 
    Não é necessário tanto material assim para dar início a uma reação em cadeia em escala planetária. O que não sabemos é se vai funcionar como o previsto.

  • JorgeFigueira

    fran01 Essa é a receita exata para se fazer uma BOMBA

  • Bruno Marques

    Deem uma olhada nas teorias sobre apocalipse 12 que relacionam a constelação de virgem, Júpiter lua e sol no dia 23 de setembro…

    Essa teoria vai ficar ainda mais intrigante.