O Grande Colisor de Hádrons irá procurar por universos paralelos

Tempo de leitura: 3 min.

O Grande Colisor de Hádrons (sigla em inglês LHC), em Cern, na Suíça, irá entrar em produção novamente esta semana e um de seus projetos principais será o de procurar por minúsculos buracos negros, que poderiam ser portais para universos paralelos e novas dimensões.

A ideia de que universos paralelos, ou muitos universos (multiversos) existem, tem sido levantada por algum tempo.  Há a teoria das cordas e a de “muitos-mundos”, bem como variações destas.  Mas ninguém ainda foi capaz de conduzir um experimento que testasse esta tese com sucesso.

Porém, uma nova proposta, a qual postula que minúsculos buracos negros nos conectam com outros universos, foi apresentada por Mir Faizal, e Mohammed M. Khalil, da Universidade de Waterloo, no Canadá.  Seu estudo foi publicado no Physics Letters B e os cientistas do LHC irão agora testar a teoria.

O LHC já foi usado para procurar por minúsculos buracos negros, mas até agora falhou.  Desta vez, Faizal e Khalil propuseram alterações nos experimentos anteriores, as quais eles esperam confirmar sua nova teoria.

Se obtiverem sucesso, nosso conceito da realidade será derrubado.  Tal descoberta significaria que muitas outras dimensões existem além daquelas que concebemos atualmente. O fato também mudaria a teoria convencionalmente aceita de que o Universo começou com um Big Bang.  Ao invés disso, ela diz que nunca houve uma singularidade e o Universo não tem começo, não tem tempo e é infinito.

Além disso, estes universos paralelos poderiam não ser governados pelas mesmas leis de física que conhecemos.  Ou eles poderiam seguir nossas leis, mas não da forma que estamos acostumados.  Por exemplo, alguns cientistas sugerem que possa haver um universo alternativo, no qual o tempo anda para trás.

Os dois cientistas também pensam que tais universos não seriam como a teoria dos “muitos-mundos”, na qual, após cada decisão e ação que você toma, uma possibilidade alternativa se separaria e existiria em outro universo – o que significa que existiria um número infinito de universos alternativos, nos quais você ainda existe, como se tivesse tomado um curso de ação diferente.

Conversando do Phys.org, Faizal disse: “Normalmente, quando as pessoas pensam no multiverso, eles pensam na interpretação de muitos-mundos da mecânica quântica, onde cada possibilidade é tornada real. Isto não pode ser testado e assim trata-se de filosofia, e não de ciência.  Isto não é o que queremos dizer com universos paralelos.  O que queremos dizer é que são universos reais e dimensões adicionais.  Bem como muitas folhas de papel paralelas, as quais são objetos de duas dimensões (comprimento e largura), podem existir numa terceira dimensão (altura), universos paralelos também existem em dimensões mais altas“, disse Faizal para o Mail Online.

Tais multiversos não existiriam lado a lado conosco; nós seríamos conectados a eles pelos minúsculos buracos negros e haveria um intercâmbio físico entre nós e eles.  Faizal e Khalil dizem que a gravidade do nosso próprio Universo fluiria através destes túneis de buracos negros para os universos além.

A ciência prevê que os buracos negros existem na “gravidade arco-iris”. Diferentemente da teoria de Einstein, de que a luz é dobrada pela gravidade em todo o Universo, a teoria da “gravidade arco-iris” sugere que a gravidade afeta diferentes comprimentos de onda de luz e isto significa que partículas terão diferentes níveis de energia.

Faizal e Khalil estão sugerindo que, “o modelo atual de gravidade, que foi usado para prever o nível de energia requerido para a produção de buracos negros, não é tão preciso, porque ele não leva em consideração os efeitos quânticos”.

“De acordo com a teoria da relatividade de Einstein, a gravidade pode ser considerada como uma curvatura no espaço e tempo  Porém, aqui os cientistas apontam que esta geometria do espaço e tempo, responsável pela gravidade, fica deformada na escala Planck”, escreveu Phys.org.

Através do uso do modelo ‘arco-iris’, os pesquisadores estimaram que mais energia será necessária para detectar minúsculos buracos negros do que anteriormente previsto.  O LHC tem procurado por buracos negros a baixos níveis de energia e os cientistas dizem que esta é a razão dele não ter obtido sucesso.

Mas agora reativado, o novo super poderoso LHC será capaz de esmagar partículas ao dobro da força que fazia antes, assim tornando o experimento possível.

Anteriormente, o LHC procurava por buracos negros aos níveis de energia de 5,3 TeV, diz Phys.org.

Os buracos negros podem se formar a níveis de energia de, pelo menos, 9,5 TeV em seis dimensões e 11,9 TeV em 10 dimensões.  Já que o LHC foi projetado para alcançar 14 TeV em testes futuros, estes requerimentos previstos de energia para a produção de buracos negros deverão ser acessíveis.”

O cientistas de Cern acreditam que através da análise das formas que os bilhões de partículas tomam após ricochetearem da força das colisões, eles possam obter evidência de diferentes dimensões e, possivelmente, detectar a gravidade entrando nos mini buracos negros.

Calculamos a energia que esperamos detectar estes mini buracos negros em gravidade arco-iris…  Se detectarmos os mini buraco negros com esta energia, então saberemos que tanto a gravidade arco-iris, quanto as dimensões extras, estão corretas“, disse o co-pesquisador, Ahmed Farag Ali, da Universidade Estadual da Flórida.

Porém, Mohammed Khalil disse ao Phys.org: “Se os buracos negros não forem detectados aos níveis de energia previstos, isto significaria uma de três possibilidades.  Primeira, as dimensões extras não existem.  Segunda, elas existem, mas são menores do que esperadas. Ou terceira, os parâmetros do arco-iris da gravidade precisam ser modificados.

Dois outros cientistas do campo expressaram entusiasmo, mas também cautela.

Remo Garattini, Professor de Física da Universidade de Bergamo disse: “Eu acho que o trabalho é interessante, mas temos que ter cuidado para extrapolar os resultados globais, utilizando somente uma proposta para as funções arco-íris“.

João Magueijo, Professor de Física da Faculdade Imperial de Londres disse: “O trabalho é interessante, mas como muitas outras aplicações da gravidade arco-íris, ele depende crucialmente nas funções livres escolhidas da teoria.  Ainda assim, eu acho que este trabalho poderia ser um passo valioso na contenção dessas funções livres

n3m3

Fonte: www.digitaljournal.com

buraco negrofísica quanticagranmultiversosOVNI Hojeuniversos paralelos
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (72)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Deise Mara Do Nascimento

    (Y)

  • Helton Francischetti Pires

    Muito loko!

  • Markson Félix

    Lembrei do stargate!

  • Nélio Ricardo Ciofi

    eles querem procurar ou criar?
    não aquele esquema de choques de moléculas?

  • AntonioCarlosAD

    Alice no País das Maravilhas também é se transpor em outra dimensão, deve ser pura fantasia, o universo pode ser um cubo e ter seis lados ou ter uma geometria oitavada e ter oito lados, pode ter uma forma distorcida e ser multidimensional, porém, em um dos lados ser totalmente diferente nas razões da fisica conhecida deve ser somente suposição, não há como comprovar isso e se houver universos paralelos não temos como tranpor a eles, a fisica deveria abandonar essa idéia, ademais, o colisor pode produzir uma mula de sete cabeças, quero saber se eles tem como deligar isso se algo der errado, sabe que nas reações nucleares é dificil de ser desligado depois de iniciar as reações..

  • Bruno Leonardo

    Irão encontrar…cedo ou tarde!

  • Joathan Cipriano

    Ronielle Pinheiro

  • Getulio Teixeira

    otimo

  • fran01

    AntonioCarlosAD

    Principalmente no tocante a “desligar”…..

  • emsj

    Talvez a chave para encontrar vida inteligente esteja aqui mesmo na Terra no LHC. Enquanto alguns passaram décadas achando que para encontrar vida extraterrestre seria necessário construir uma nave para viajar pelo universo, talvez a porta para outra dimensões possa ser aberta daqui mesmo.
    Sei que é cedo para falar de viagens interdimensionais, mas acredito que, se os ET’s forem reais, eles são de outras dimensões e não de outros planetas.

  • emsj

    AntonioCarlosAD  Isso foi uma ironia, certo?

  • emsj

    Talvez seja um embrião de um stargate.

  • Kelvin Fontenele

    sempre digo vai rolar um Half life kk

  • nilton monteiro lopes

    bem,fico pensando aonde vao achar universos paralelos,se um ja deu trabalho suficiente ao criador, se tiver universos pararelos  Aquimedes teria movido oS mesmoS,e vejo arco-iris,somente aonde existem vegetaçao,luz,e agua,for isto nao vejo,um abraço a todos fui………i……………….

  • Paulo Roberto Manoel

    Arnon Bruno

  • 666Dark

    É como dizem, “quem procura, acha” ! Só espero que não seja o fim dos tempos ! Se for, nóis merece…

  • walter loo

    …Creio que estudos em torno destas conjecturas devem sim serem feitos, juntamente com experiências palpáveis e com um alto grau de garantias para não incorrermos num grave erro de manipular forças desconhecidas e fatalmente descobrirmos que não temos controle sobre elas, mas creio ter em volta deste experimento cientistas altamente gabaritados e teremos muito a ganhar com a concretização desta experiência pois falamos tanto em OVNIS e a forma como manipulam seus deslocamentos,a nível dimensional, creio que estes experimentos possam ter mão extraterrestre juntamente com a humana!!

    Abraços fraternos!!!!

  • ValderiSilva

    Half Life: Opossing Force!!

  • Cetus

    Cuidado para não acordar o Godzila!

  • dsilva210

    Interessante este novo experimento, se realmente os mini buracos negros aparecem com 9,5 e 11,9TeV de energia, o LHC tem condições de crialos, mas mesmo que consigam criar estes mini buracos negros, só poderão comprovar 50% que existe universos paralelos, porque não saberiam o que estará dentro do buraco negro, não saberiam se o que foi parar dentro foi esmagado, se realmente é um portal para multiversos, ou mesmo um portal para outro canto daqui deste universo mesmo, mas mesmo não conseguindo comprovar 100% a teoria, poderiam comprovar como nasceria um buraco negro, isso se todos nascerem do mesmo jeito, e se realmente conseguirem criar um mini buraco negro, eu particulamente não acredito que criariam um buraco negro gigante pela limitação de energia que tem no LHC, para se criar um buraco negro que engula a Terra precisariam de muito mais energia do que eles possam produzir que são 14TeV, e se conseguir o maximo seriam mini buracos negros que despareceriam quase instantaneamente.

  • Pablo Santana

    A busca pela tal particulade Deus talvez foi só desculpa, mas acredito que já encontraram o que procuravam!! Seja o que for, tao cedo a humanidade nao ficará sabendo!

  • ycatu

    Tudo bem! Quando se fala em ciência, todo mundo tira o chapéu! Mas, no alto de minha ignorância eu pergunto: Que farão os científicos ao descobrirem os buraquinhos negros? Por favor, me digam alguma cousa positia, porque minha ideia é de que aí um “big-beng”.

  • Ikkyh Cahill

    Melissa

  • nilton monteiro lopes

    bem,buraco negro,nao importa o tamanho se voce estiver em sua borda seja do lado de dentro ou de fora,seu unico efeito e vibracional,sem efeito colaterais,isto he voce pode estarem dois lugares ao mesmo tempo,um abraço a todos fui…..i……………………………….

  • PREDADOR

    Matusquela AntonioCarlosAD

    Lembrando ao Antonio Carlos como esse modo de ver as coisas é limitado… Há uns 150 anos atras diziam que locomotivas eram coisa perigosa e sem futuro pois andar numa coisa que podia passar os 30 km por hora era perigoso para nao dizer inviavel pois em velocidades maiores do que isso a pessoa iria perder o folego, ficar sem respirar e morrer kkkkkkkkkkk  Ainda bem que esses cientistas vêem à frente do seu tempo se fosse pelo Antonio Carlos estariamos ainda quebrando pedras

  • PREDADOR

    Matusquela AntonioCarlosAD

    Falando em idade da pedra

    Passeando pela teoria de que as piramides foram construidas por pessoas comuns usando ferramentas da idade do bronze. 

    Hummm será tao simples assim???  Vejamos:

    São 590.712 pedras no total, para serem colocadas em 20 anos (8.760 dias). Fazendo as contas, seria necessário para os egípcios encaixarem aproximadamente 1 pedra a cada 17 minutos (24 horas por dia, 7 dias por semana sem parar um segundo).Embora experimentos feitos pela universidade Obayashi, no japão, tenham demonstrado que 18 homens conseguem empurrar um bloco de 2,5 toneladas com velocidade máxima de 15m/minuto (demorando, assim, em teoria, 17 horas para empurrá-los da pedreira até a pirâmide, SEM DESCANSO).  Lembrando que muitas delas pesam muito mais do que 2,5 toneladas….
    Claro que esta teoria está furada, pois se arrastassem os blocos por tanto tempo, o atrito com a areia lixaria o fundo das pedras, tornando-as incompatíveis com a precisão matemática que elas apresentam.

  • Claudemir Mattos

    na hora que cair

  • fran01

    Matusquela AntonioCarlosAD

    Eu acho que é possível haver universos paralelos e, inclusive, encontrá-los, e alguma forma, achá-los. Ou quem habita neles, nos achar.

    Mas, ainda, continua a questão: e, se algo errado ocorrer, tem como desligar o Colisor?

    Essa é uma questão que os cientistas deveriam deixar claro já que lidam com forças poderosíssimas.

  • PREDADOR

    fran01 AntonioCarlosAD

  • Marujo

    fran01 Matusquela AntonioCarlosAD 
    Tem, mas o interruptor fica do outro lado do buraco …

  • fran01

    Marujo fran01 Matusquela AntonioCarlosAD

    Tamu ferrado!

  • Marujo

    dsilva210 
    Dsilva, é que a gente já viu reações gigantescas se iniciarem com pequenas alterações.
    Em um átomo, por exemplo.
    Mas, parece que o experimento é 100% controlado … 
    – La garantia soy yo!

  • Marujo

    Garam 
    É nóis!

  • fran01

    PREDADOR fran01 AntonioCarlosAD

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Daria um bom filme!
    Será que é essa a condição dos que estão lá, fazendo aquelas experiências?
    Todos gênios mas, sem interruptor?

  • ishash

    Esse colisor vai ser um reste para humanidade, anota aí

  • Marujo

    Eduardo Lbm fran01 PREDADOR AntonioCarlosAD 
    Não desliga, Eduardo. Vaza!!!

  • dsilva210

    Verdade, igual Sô Creisson do caçeta e planeta, eu agarantio, kkkkkkkk.
    Uma coisa me chamou atenção antigamente quem falava em Universos paralelos, multiversos, outras dimensões, era taxado de louco, bebeu umas ou fumou uma, agora é o meio cientifico que esta falando do assunto.

  • dsilva210

    Mesmo se o interruptor tiver antes do buraco não iria adiantar porque a merda já teria sido feita.

  • Kadu Eduardo Daris

    Surreal

  • dsilva210

    Esta historia das pirâmides que eles contam, esta muito mal contada.

  • dsilva210

    Pode ser, nos resta saber se estes conhecimentos adquiridos com LHC serão compartilhados com o resto da população ou não.

  • Marujo

    walter loo 
    Mas, Walter, se os estudos e as experiências palpáveis dependerem de um alto grau de garantias contra erros fatais, melhor levar ou montar essa tralha pra lá do Cinturão de Asteroides. Não que eu duvide da capacidade dos cientistas altamente gabaritados que devem estar “pilotando” o colisor. É que tem muita criança por perto. E criança, sabe como é, né … mexem em tudo. Melhor prevenir.

  • Marujo

    dsilva210 
    Voto no “ou não”.

  • Marujo

    PREDADOR Matusquela AntonioCarlosAD 
    Sobre as pirâmides, lembro de ter assistido, em um dos três canais (NatGeo, Dicovery ou History ???), a opinião de um engenheiro. Ele abordou o assunto por outro ângulo. Ele investigou alguns sinais deixados nas pedras utilizadas na obra e, com sua experiência, deduzia que tipo de ferramenta poderia tê-los causado. Quase todas seriam ferramentas incompatíveis com a tecnologia da época ou cuja existência não pode ser comprovada no “pátio de obras”. Também dá o que pensar.

  • Darkbird

    Para quem viu o filme “O Nevoeiro”,eu não “acharia” assim,ser uma boa idéia de,digamos,abrir alguma porta para o outro lado…

    Tenso..

    rsrsrsrsrsrsr

  • PREDADOR

    fran01   É possível Fran… é possível rsssssss…..

  • PREDADOR

    dsilva210 Eles contam e recontam rssss… até hoje nao consseguiram achar uma explicação convincente e as que parecem convincentes nao explicam tudo…. como não sabem  o que dizer ficam contando historias … e quem ousa pensar diferente é ridicularizado e tachado de conspiracionista.

  • 666Dark

    Eduardo Lbm E se vc olhar para um espelho, o espelho (reflexo) olhará para vc – 666Dark.
    Abraço.

  • walter loo

    Marujo walter loo , pois é caro amigo , o bom seria nestes moldes de segurança no que tange a experiência ,uma vez  que na maioria das vezes só descobrem algo por acidente , o caso da penicilina , o caso do próprio viagra , isto na industria de medicamentos , pense o qual perigoso neste caso na qual não temos a exata certeza de nada em volta deste acelerador de hadrons , forças descomunais!!!

    Abraços fraternos!!!!

  • Susana Silva da Silveira

    Nossa!!!se existir, ele irá encontrar.facinante

  • tmago

    Nossaaaaaaaaaaaaaa como sou tão ignorante ! kkkkk Deu um nó no Tico e Teco. 
    Mas lembro-me de um senhor do Ceará, q recebia um ET em sua casa. Este lhe confidenciou q os cientistas deveriam deixar de fazer experiências c esse acelerador de partículas, pois acarretaria num grande desastre !(como Darkbird citou abaixo) Será q acarretará em algum benefício a humanidade ou será mais uma arma contra nós mesmos ?

  • tmago

    Matusquela tmago Perfeito ! Usarão do mesmo jeito q usaram a HAARP, para prejudicar uns em benefícios de outros ! FERRARAM c o CLIMA !

  • jsampaio

    Bueno, muy bueno… Aguardando ansiosamente os resultados.

  • PIRATA ESPACIAL

    Será que tanto tempo, dinheiro e energia foram empregados apenas para comprovar as teorias.
    Essa máquina tem 24 km de extensão, deve ser a maior máquina que existe no planeta. 
    Certo que tem outra finalidade.
    Provavelmente é uma máquina do tempo, ou um stargate, ou uma arma poderosa. 
    Os maiores avanços da humanidade sempre foram usados como armas.

  • AntonioMunizGomezGomez

    Não sei porque, ainda acho que esse negócio ainda vai acabar mal.

  • AntonioMunizGomezGomez

    Darkbird  é  e se abrirmos a porta do inferno? Ou coisa pior ainda. Não gosto deste colisor. Poderia abrir também um buraco negro bem no meio de nosso planeta.

  • AntonioMunizGomezGomez

    fran01 PREDADOR AntonioCarlosAD  É bem possível, começará pequena mas com força descomunal poderá destruir a terra. Não é nada bom se isso acontecer.

  • LuaPequena

    PREDADOR Matusquela AntonioCarlosAD
    Olá Predador !
    E ainda tem quem acredite nessa historinha da “Carochinha”!
    A pedra do cume ,acho que a de GIZE,pesa somente VINTE TONELADAS!
    Haja muque !
    E haja tronco de árvore pra rolar essas pedrinhas pelo deserto!
    Há uma lenda que diz que os egípcios foram ensinados e ajudados,nesta empreitada,por seres que surgiram em “BARCOS VOADORES ILUMINADOS!
    Então, me engana que eu gosto!
    abração!

  • LuaPequena

    Marujo fran01 Matusquela AntonioCarlosAD Olá Almirante !
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!
    Tu é terriiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiilllllllllllllllllllllllllllllllllll!
    E quem é que vai se arriscar a ir do outro lado desligá-lo,em seu moço ?
    Abração!

  • ObservadorCZ

    Matusquela fran01 Marujo AntonioCarlosAD Meu querido amigo, tenha certeza de que em algum momento da história, houveram cientistas e matérias defendendo a absoluta segurança no que concerne o aparato e utilização de usinas atômicas.

    Alguns anos depois, especificamente em 26 de abril de 1986, houve o acidente em Chernobil, e essas previsões otimistas foram contrariadas.

    Algumas tecnologias simplesmente não estão maduras para serem utilizadas por esta humanidade, e quem sabe poderiam ser colocadas em espera por algumas centenas de anos, até que o homem mais civilizado e pacífico, pudesse calcular melhor os riscos provenientes de uma ciência que pode causar danos irreparáveis a nossa espécie.

    Outras civilizações sucumbiram inclusive sob os auspícios e garantias das autoridades da época, que com certeza afirmaram não haver qualquer risco ao povo local, e como sabemos, só restaram ruínas.

    Que este não seja o nosso destino, mas justificar qualquer avanço científico não testado, somente com base na opinião de alguém, é no mínimo impor sua mão sob o fogo, desconsiderando -se as consequências desta ação.

    Fraterno abraço.

  • Fernando Albino

    Buracos negros??

    hummm… sei não Jusé, melhor perguntar pro papai noel.

  • shazam2015

    Será que o risco vale a pena?

  • Marujo

    LuaPequena Marujo fran01 Matusquela AntonioCarlosAD 
    Perguntas difíceis devem ser encaminhadas para nossa Oficial de Ciências.
    -Ô G333333K!!!!! Tem freguês no balcão!
    (onde anda essa menina?)

  • LuaPequena

    Marujo LuaPequena fran01 Matusquela AntonioCarlosAD Olá Almirante!
    Sabe que eu também não sei!
    Ela anda meio sumida!
    Está fazendo falta por aqui!
    Abração!

  • Marujo

    LuaPequena Marujo fran01 Matusquela AntonioCarlosAD  Acho que faz parte da liturgia do cargo …

  • eduardoluna

    A notícia é feita para chamar a atenção. O que o trabalho sugere é que, existindo dimensões extras, para determinadas colisões em determinadas energias, deveria haver “desaparecimento de energias”, ou seja parte da energia total do choque deveria ir para o nada.
    Porém a conservação da energia é um dos vínculos mais antigos e fortes em Física. Nada vai para o nada, se não enxergamos é por que o choque foi tão intenso que empurrou parte da energia para uma dimensão paralela. Para confirmar isso, devem aparecer mini portais (buracos negros) que levaram a energia de nosso mundo para esse local paralelo.
    Estarei muito feliz caso sejam confirmadas dimensões extras.

  • Elias Roth

    *E então, senhores?
    Onde estão os Universos Paralelos?
    Não é estourando partículas que os portais do Universo se abrem.
    Mas conhecendo as suas ressonâncias exatas.
    E para isso não precisareis de colisores, mas de cordas.
    *L.

  • tmago

    Elias Roth Qual foi o resultado do teste ? Acho q não arrumaram nada ! Eu estou c o ET cearense , é melhor desmontar isso, antes q acarrete acidente ou vire arma!

  • Elias Roth

    tmago Elias Roth 
    Oi,mago,
    o resumo da ópera não mudou, estão tentando trabalhar com o mesmo potencial de energia nas colisões, aquele mínimo para a abertura de miniburacos negros e, através destes, eles esperam encontrar rupturas nos padrões de comportamento da matéria e energia,significativos que possam ser associados a dimensões para além destes buracos negros. É como se quisessem simular, em escala laboratorial, os mesmos BN dos núcleos das Galáxias e encontrar semelhantes singularidades ali apresentadas, que se pensa sejam devidas a dimensões paralelas, como portais.
    Ainda estão por lá, tentando juntar a energia dos BN e tentar anotar resultados sobre os quais possam especular sobre as dimensões.
    Mas acredito que, ainda que alguns resultados apareçam nesse sentido, nada passará do mágico e fantástico reino da especulação.
    Concordo contigo, é melhor que apagar o fogo antes que as criancinhas malvadas se queimem nele. Ou pior, queimem os outros.
    Abraço!

  • Elias Roth

    tmago 
    “…e os buracos negros não forem detectados aos níveis de energia
    previstos, isto significaria uma de três possibilidades.  Primeira, as
    dimensões extras não existem.  Segunda, elas existem, mas são menores do
    que esperadas. Ou terceira, os parâmetros do arco-iris da gravidade
    precisam ser modificados.”
    Eles inclusive já têm até explicações preparadas caso o experimento não dê resultados.
    Isso é o que eu chamo de especulação ao quadrado.
    É tudo o que está restando à ciência das máquinas, infelizmemente.