Seria Gobekli Tepe a construção mais antiga de nossa história?

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.

No topo de uma montanha, no sudeste da Turquia, está um sitio arqueológico que antecede Stonehenge por 6.000 anos.  Conhecido como Gobekli Tepe, estas ruínas que datam de 10.000 A.C. foram uma vez descartadas como nada mais do que um cemitério medieval.  Porém, elas têm sido reavaliadas por especialistas em todo o mundo e podem mudar tudo que sabemos a respeito dos primeiros estágios da sociedade humana.

Gobekly Tepe é constituída principalmente por uma série de pilares, distribuídos em círculos, não muito diferente de Stonehenge.  Muitos destes pilares apresentam esculturas ou animais esculpidos, tais como raposas, garças, touros e répteis, enquanto outros mostram pictogramas abstratos.  Ninguém tem certeza do significado real por detrás destas esculturas, ou nem mesmo o propósito do sítio.  Porém, muitos especialistas acreditam que ele tenha sido um santuário, ou templo.  Klaus Schmidt, um arqueólogo que liderou a investigação, acredita que o misterioso sítio foi algum tipo de destino de peregrinação, o que o tornaria o templo mais antigo do mundo.

Contudo, o fato mais peculiar a respeito de Gobekli Tepe é que, com a nossa atual compreensão dos povos neolíticos, ele não deveria existir.  As estruturas não somente datam de antes da pecuária, mas também foram construídas antes da invenção dos trabalhos de cerâmica, da escrita e da roda.  A avançada natureza das estruturas não se alinha com nada anteriormente associado àquela era.  Ninguém ainda descobriu como foi mobilizada e mantida uma força tarefa, grande o suficiente para construir e manter as estruturas, e ninguém sabe o verdadeiro significado das esculturas de animais.  Alguns peritos sugerem que as estruturas possam ter servido como casas públicas.

Também foi descoberto que velhos pilares foram enterrados em diferentes décadas e substituídos por novos pilares, num anel menor, dentro do anel mais velho; ações que ninguém pode explicar.  Parece que no oitavo milênio A.C. Gobekly Tepe foi misteriosamente e deliberadamente enterrado, mas seus duradouros mistérios ficarão intrigando a humanidade ainda por muitos anos.

Fonte das informações: www.historyanswers.co.uk

Colaboração: Walmy Júnior

Mais uma indicação que a história da humanidade, como nos foi repassada nas escolas, precisa ser reescrita.

…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar. Cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

As doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês!

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portante aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
arqueologiacivilizaçãoGobekly TepehumanidademistérioOVNI Hoje
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (107)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Alex Cosmos

    Toda vez que  são feitas mais descobertas sobre essas construções antigas, mais fico surpreso pela perfeição de detalhes e pelo enorme espaça coberto por elas ! Realmente é de se duvidar que tudo foi feito com ferramentas rudimentares,é cada vez mais fácil imaginar que  alguma outra tecnologia tenha sido empregada para ajudar nossos ancestrais a executar tal proeza !!

    Abraços….

  • mario martin

    Um templo de mais de 10.000 anos A.C. pode ter sido feito para adoração de algum deus daquela época. Isso pode provar que este planeta já foi visitado por seres avançados há muito mais tempo que nós imaginávamos. As vezes fico a pensar se o nosso planeta já foi habitado por outra raça que já não esta mais aqui, como se existisse uma outra história, outro sistema, outra realidade (ou não).

  • Alex Cosmos

    mario martin Boa pergunta !!! sempre tive uma impressão similar a sua ! Não ficaria surpreso com essa revelação algum dia !!!

    Abraços…

  • Mega_X

    Existe um sítio no Chile onde existem esculturas gigantes que datam de 10 anos tb, segundo Erich Von Daniken. O lugar é tão antigo que não existem relatos sobre o local e por isso ficou “perdido” por muito tempo. As esculturas de pedra maciça, hj, só lembram vagamente o que foram um dia, tamanha a idade e ação de degradação causada pelo tempo.

  • tmago

    Mas uma extinção ! É bom mudarmos rápido, senão alguém lá em cima  vai deletar novamente !

  • Elias Roth

    “Então saiu Noé, e seus filhos, e sua mulher, e as mulheres de seus filhos com ele.
    Todo o animal, todo o réptil, e toda a ave, e tudo o que se move sobre a terra, conforme as suas famílias, saiu para fora da arca.
    E edificou Noé um altar ao Senhor; e tomou de todo o animal limpo e de toda a ave limpa, e ofereceu holocausto sobre o altar.”
    Gênesis 8:18-20
    O porto de Noé, onde Deus lhe ordenou construísse um altar (e ao redor, um templo de adoração ao Senhor das Estrelas) corresponde exatamente a Gobekli Tepe, não longe das montanhas do Ararat. Nestas grandes pedras circulares em forma de T (Tau, Sinal, Marco) ele registrou a forma de muitos animais (em memória aos animais da Arca) alinhados com a posição das principais estrelas do céu noturno daquela época, muitos antes de os gregos catalogarem e nomearem as principais estrelas do céu sob as denominações conhecidas até os dias de hoje.
    E entre esses animais, há a imagem de um homem com roupas sacerdotais – possivelmente o próprio Noé. 
    A época prevista da construção do “altar”, cerca de 10 ou 11.000 anos, corresponde precisamente a última catástrofe global (Dilúvio) a que se refere a Bíblia, Gênesis 6, época também que localiza as Pirâmides de Gizé, segundo o alinhamento com as estrelas das mesmas naquela época.
    Monumentos pré-diluvianos, no caso, sendo que Gobleki Tepe seria a primeira construção pós-diluviana empreendida pelos remanescentes de Atlântida.
    Contudo, creio que a cidade mais fantástica de todas é Tiahuanaco, no Altiplano boliviano, um resíduo “vivo” da própria Atlântida que sobreviveu à catástrofe, erguida pelas montanhas em movimento.
    Os incas reconstruíram sobre ela, mas ela é muito mais antiga do que os livros de História ponderam.
    Aliás, a História humana é muito mais antiga do que ensina a História dos humanos de agora.
    Então, temos duas histórias, a História real e a história pra boi dormir.
    E por falar em Boi, eis que a tradição grega assegura que Atlântida tinha, por deus titular, a Posseidon ou Netuno, cujo culto estava intimamente ligado ao Touro Sagrado. O deus a quem Noé se relacionava, portanto, sendo pré-diluviano e atlante, não poderia ser Jeohvá, nome que foi revelado somente a Moisés, milênios depois. Era o deus de Noé o próprio Posseidon atlante, cultuado por bois imolados.
    E note-se que a tradição foi preservada nos monumentos de Gobleki Tepe, com seus touros em relevo.
    A cidadela é toda um memorial, ou Altar à divindade que patrocinou a jornada da Arca. 
    E a própria Pirâmide (subentendida) aparece, em Isaías 19:19, como monumento memorial do Deus IHVH para os povos futuros. Isso presume um certo paralelo entre as imagens e modelos arquitetônicos de Gobekli Tepe e imagens e modelos do Egito Antigo, por exemplo, o Touro Sagrado, Ápis egípcio.
    Na verdade, das montanhas do Ararat, na Armênia, ao sitio de Gobekli Tepe, na Turquia e próximo da Síria, há uma boa distância, e por que o Criador instruiu Noé, saído da Arca naquele ponto da Armênia, deslocar-se até o outro sítio para ali edificar-lhe o memorial para as futuras gerações, demonstrando que a exatidão bíblica é o guia mais seguro para a Arqueologia moderna?
    Em toda a Terra, constatamos monumentos e registros dos humanos em honra aos deuses civilizadores deste mundo, e que vieram lá das estrelas, e a constelação de Touro é a região mais sagrada e sinalizada do céu em muitos destes monumentos.

    Alef, a primeira letra hebraica, é um hieróglifo de um boi ou Touro, e agora entendemos porque. E Alef também significa isso, gado, boi, touro. Porque a humanidade reiniciava a partir daquele ponto, e o Touro era símbolo da vida renovada, e o sacrifício do Touro à divindade patrocinadora significava esse reinício da vida, da raça, e esse recomeço da História. Por isso, Alef-Boi é a primeira letra do Alfabeto, convertida no Alfa grego e no nosso A latino.
    Os crops circles com referências taurinas foram muitos, especialmente aqueles que simulam faces com chifres (crescentes lunares) entre os quais se posiciona o Sol.
    Desde Atlântida e os sacrifícios taurinos a Poseidon, e ainda que Gobekli Tepe seja a primeira cidade de Noé saído da Arca, cidade-monumento (altar), eis que, apesar de tantas similaridades com Tiahuanaco, estelas com jaguares e abutres, Tiahuanaco é ainda mais antiga, provavelmente um fragmento residual de Atlântida, e com certeza, o deus barbado é POSEIDON, assimilado ao Viracocha Inca dos povos futuros que por lá estiveram. Todos os monumentos, estelas e templos em honra a este deus ancestral, e cujo significado taurino é especial por este animal representar o sacrifício que renova a vida, de Osíris a Mitra, e de Teseu aos contos taoístas.
    Nossa semente veio da região estelar de Touro (Sirius, conforme os dogons, os egípcios e outros povos), daí os sacrifícios taurinos que renovavam a vida dos homens e deuses em memória deste passado.

    Essa primeiro ensinamento foi trazido por Noé para a Turquia, e depois de ter saltado da Arca no Monte Ararat, criou o primeiro núcleo de adoração aos deuses do Touro Celeste em Gobekli Tepe. E a própria representação permitida por IHVH a Moisés de sua “forma sagrada” (porque o fabrico de imagens de ídolos era permitida) foi a de um Querubim, geralmente híbrido, metade homem, metade touro, o que nos lembra o Bezerro de ouro de Aharon e os karibus sumerianos e babilônicos em seus portais sagrados.
    Muitas cidades antigas foram associadas ao Umbigo do Mundo, alegando serem as primeiras civilizações erguidas, é o caso de CUZCO, o berço do império inca na América do Sul. E qual a tradução do nome Gobekli Tepe, no turco? Não é justamente este, MONTE COM BARRIGA, OU MONTE COM UMBIGO? Isso demonstra o paralelo, mas no caso de Gobekli Tepe, a identidade de umbigo ou centro original da raça precede a de todas as outras cidades neste ponto.
    A primeira coisa que Noé fez, ao sair da Arca, foi edificar esse altar e imolar animais para “Posseidon”. E estes animais são os que aparecem nas estelas, em alto relevo.
    O Touro é o animal com maior destaque.
    E onde se localiza? Nas montanhas TAURUS, sudeste da Turquia, não longe do Ararat, num modelo que corresponde às estrelas daquela região estelar… donde viemos.

    E a Bíblia tinha razão…

  • Crazycrim

    tmago Acho que “alguém lá em cima” não vai mais deletar.
    Se fosse, teria feito na Idade das Trevas… deletar logo agora que a humanidade está evoluindo (direitos humanos, direitos das mulheres, direitos dos animais e homossexuais etc)  é muita sacanagem

  • Elias Roth

    Todos aqueles animais esculpidos nas colunas, foram animais oferecidos ao deus que promoveu o resgate do Dilúvio. Na verdade, o monumento de Gobekli Tepe é também um memorial dos animais resgatados na ocasião, outro ponto que demonstra a relação com o Gênesis e o episódio de Noé.

  • Marcelone

    Fico imaginando porque os acontecimentos eram exclusividade do oriente? E o restante do mundo? Excluído por Deus?

  • Elias Roth

    Marcelone 
    Oriente?
    Já explorou as maravilhosas edificações das Américas pré-colombianas?
    E a sabedoria maia?  E os poderosos incas? E os nativos do Novo Mundo que era tão velho quanto o oriente, suas danças cósmicas, seus ritos sagrados, seu culto ás estrelas?
    O antigo Ocidente nada deixa a desejar em,  em relação ao Oriente, é refinado espelho de similaridades.
    A divisão oriente-ocidente é apenas um traço da nossa cultura, separando os dois hemisférios segundo seus costumes mas, no começo, era uma coisa só, porque tudo isso veio da Grande Mãe Mu e Atlântida.
    Abraço!

  • GloriaVieira

    Marcelone  Há mais pesquisas em relação ao Oriente. Depende se esses acontecimentos deixaram algum registro ou se esse registro ainda não foi encontrado. Há estudos que sugerem que nossos indígenas são descendentes dos Atlantes.

  • GloriaVieira

    Elias Roth Marcelone  Bem lembrado Elias sobre esses povos da América. Acredito também que na nossa Amazônia possa existir algum indicio de civilizações antigas. Sabe se já há algum estudo ou pesquisa nessa região?

  • walter loo

    …Lógico que a história que aprendemos nas escolas não tem nada mais nada mesmo haver com a realidade exposta pela arqueologia, pois se acompanharmos as descobertas da arqueologia chegamos a um só denominador comum , O NOSSO PLANETA FOI BERÇO DE OUTRAS RAÇAS TECNOLOGICAMENTE  AVANÇADAS , ISTO É FATO E JÁ COMENTAMOS AQUI MESMO, resta os governos pararem de esconder estes fatos e expor para o resto da população esta verdade!!!

    Abraços fraternos!!!!!!!!!!!!11

  • Elias Roth

    GloriaVieira Elias Roth Marcelone 
    Glória, o problema da Amazônia era, ou está deixando de ser por causa do desmatamento, a sua densidade, difícil de ser investigada, por terra e mesmo por ar. E quem não lembra do Fabuloso Eldorado, que pra mim não é mito, mas é uma destas tantas cidades sagradas e perdidas nos horizontes ainda desconhecidos deste mundo, como Agarthi, e Shamballa e Xangri-lá, etc?
    O que eu sei da Amazônia é sobre a descoberta de geoglifos muito antigos por lá, de civilizações muito antigas. E se os geoglifos estão no mesmo grupo funcional das linhas de Nazca, sinalização para “os que voam”, então podemos considerar a Amazônia como que também incluída no rol de visitações dos deuses astronautas na Antiguidade:
    http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/cientistas-descobrem-novos-geoglifos-na-amazonia

  • Elias Roth

    Legenda: Seres alados viajam pelos mundos. São mensageiros de Deus. Naves tripuladas desde planetas distantes pousam. Mensageiros são de Deus. Pássaros luminosos se acercam dos mundos em brumas. Eles portam o mandato superior dos planetas habitados aos seres obscuros que abrigam misérias sem saber, e que abrigam ódios, matam, ferem, despedaçam a seus semelhantes. E são eles os que vigiam outras formas, os que sabem e vivem em Deus. E os que amam a Mensagem do Senhor se aproximam da Terra. Deve-se-lhes prestar atenção! Negá-los é negar-se, será cair em trevas de confusão. E o mundo… não será!
    BSP – 1969
     Muitos discos voadores brotando do Olho Sagrado de Deus que, em sentido oculto, significa Portal ou passagem (daí as colunas em par dos templos ostentarem esse símbolo em seus deltas por cima das mesmas).
    As palavras da profecia dizem tudo. É do ano de 1969, na mesma época em que Daniken escrevia o seu best-seller, só que um detalhe: Parravicini falava de discos voadores e deuses astronautas desde 1938.
    Pena que a mídia é injusta neste mundo de meu Deus.

  • tmago

    Marcelone Aquele deus de lá, ou aqueles deuses, mandavam matar mulheres e crianças, por isso desceu o Mestre, ensinou o caminho do ” Amar. Servir e Perdoar”. Já existiu civilizações fantásticas aqui, inclusive a teoria q Atlântida era na altura da A. Central. Mas acredite q Deus reservou o futuro para as Américas !!!!!.

  • Elias Roth

    tmago Marcelone 
    Parravicini que o diga: A LUZ SE FARÁ NO SUL!
    A eleita América!

  • tmago

    Crazycrim tmago Esses direitos só em alguns poucos países. tenho esperanças, mas o salão precisa de limpeza. Pois os justos não tem poder para mudar, quem domina o faz com tirania, veja a introdução do ebola, mudanças climáticas, guerra santa….quem faz são os q tem a força!

  • Elias Roth

    GloriaVieira Marcelone 
    Legenda: Os Índios verão a Deus. E falarão!
    BSP –  sem data

    Entre estes índios, se incluem não somente os nativos chamados por tal, mas também os maias, os astecas, toltecas, mistecas (e bistecas, rsrs) e hopis, e toda essa gente boa da pele vermelha, os verdadeiros filhos da terra.
    Verão a Deus e falarão (darão o testemunho disso) e é interessante que o registro da divina personalidade do “ser branco e barbado”, que veio das estrelas e ensinou seus segredos aos nativos da América pré-colombiana, é unânime do norte ao sul.
    Legenda: O Altiplano encerra verdades que sairão à luz no final dos tempos, quando os meridianos regressem. Ali se oculta a raça gigante.
    BSP – 1968
    Realmente, desde os anos 1950, a arqueologia foi muito promissora nas terras nativas, trazendo muitos conhecimentos e verdades daqueles povos totalmente estranhos à cultura ocidental importada da Europa, como a saga dos reis incas, a profunda sabedoria maia e seus hieróglifos decifrados, as múmias em suas pirâmides, Pacal Votan, os segredos de Viracocha em Tiahuanaco, nossa, muita coisa.

    Profecias cumpridas.
    Verdades ditas.
    Raça de gigantes? Não foi no Peru aquele vídeo extraordinário, nas alturas do Altiplano?
    Dá-lhe Parravicini!
    https://www.youtube.com/watch?v=9ahXAVSP2_I

  • Hannah_Cat

    Pra variar tem um “réptilzinho” básico nas esculturas, certamente representando a espécie presente e colonizadora (ou uma das, mas certamente predominante).  Esses bichos gostam mesmo daqui.

  • Paleoseti

    Marcelone 
    Por falar em ocidente e oriente. Veja algumas diferenças culturais:
    *No ocidente a vestimenta para o luto é de cor preta, no oriente esta é branca.
    *No ocidente reza-se para o exterior, Deus encontra-se nos céus, no oriente reza-se para o interior, para o despertar o Deus que existe em nós.
    *No ocidente escreve-se da esquerda para a direita, em muitos países do oriente a escritura é da direita para a esquerda.
    *No ocidente a escritura forma a palavra letra por letra, no oriente se escreve palavra por palavra ou idéia por idéia.
    *No ocidente as bandeiras são horizontais, já no oriente são verticais.
    *No ocidente a roupa por muito tempo utilizada era a escura e opaca, no oriente era colorida e brilhante.
    *As guloseimas das crianças do ocidente foram por muito tempo a base de sabores doces, no oriente os sabores são azedos, agridoces e ácidos.
    *A alimentação ocidental é preferencialmente com base salina, a oriental é doce, amarga, ácida, inclusive na Índia provam-se os sete sabores a cada dia da semana.
    *No ocidente corta-se a comida na mesa utilizando-se facas, no oriente toda a comida já é cortada adequadamente, não se utiliza faca na mesa.
    *A música culta do ocidente é suave, no oriente é estridente.
    *No ocidente dança-se com os pés e o corpo de maneira harmoniosa porém rígida, no oriente dança-se com todo o corpo inclusive com os ombros, olhos, boca, batendo os pés e mãos como nas danças indianas e chineses, etc.
    *O calendário ocidental é solar, já o chinês é lunar.
    *O ano novo chinês é variável entre o fim de janeiro até meados de fevereiro, o ocidental é fixo, 1 de janeiro.
    *A astrología ocidental é mais celeste que terrestre baseando se num zodíaco cósmico, a oriental é ao contrário, muito mais terrestre que celeste baseando se nos animais da terra (Feng Shui).
    *No ocidente a maior parte dos idiomas são linguagens onde a pronúncia se apóia com o uso da língua, no oriente são guturais com apoio da garganta e sons nasais.
    *No ocidente a medicina é do tipo química enquanto no oriente é energética tipo acupuntura, chi kung, etc.
    PS: OVNIOje, também é cultura.

  • mario martin

    Hannah_Cat Esse universo ta infestado desses lagartixas mesmo e já faz tempo

  • Marujo

    Elias Roth GloriaVieira Marcelone 
    Dá pra ver o cuidado do Governo com a História.
    Patrolaram.

  • Marcelone

    Eu me referi aos relatos da Bíblia.

  • Marujo

    mario martin Hannah_Cat 
    Mas gostar, gostar mesmo desta terra, é com os “insectoides” …

  • Paleoseti

    tmago Marcelone 
    Observando as diferenças culturais, no lado lá, só vejo energia e luz; no lado de cá, só vejo as trevas.
    Nosso passado está lá. Nosso futuro catastrófico está aqui.
    PS: Eles inventaram a moeda para subsistência e nós a transformamos em deus. Portanto aqui o nosso deus é o dinheiro.

  • Marcelone

    Eu me referia aos acontecimentos narrados pela Bíblia.

  • AntonioCarlosAD

    parece que o cardápio era constuído de repteis, raposas, garças e touros, bichos esses que até hoje existem, repteis por seu andar desengonçado e ferocidade sempre foi temor dos humanos, por isso sua representatividade, o sitio arqueologico deve ter sido santuário, quanto a idade não diz nada, o que pensar então se a estimativa é que os humanos chegaram nas Américas há mais de 11 mil anos.

  • Elias Roth

    Marcelone 
    É que a Bíblia se concentra na narrativa do “povo eleito” de Deus, os hebreus que, depois de Jacó, se tornaram Israel, consumação providencial em Cristo.
    Mas uma criteriosa análise do Gênesis, capítulo X, nos dá a,localização de todos os países do mundo, e depois, capítulo XI, o episódio da Torre de Babel, espalhamento dos povos, etc.
    Realmente, a Bíblia se concentra no Deus dos israelitas, mas este Deus é o mesmo de todas as demais culturas, sob nomes diversos. Por seus motivos, Ele quis criar uma seleção espiritual e genética naquele povo semita, os filhos de Sem, filho de Noé, patriarca atlante.

  • Elias Roth

    Paleoseti tmago Marcelone 
    Legenda: Cairá com o Ouro Maldito.
    BSP – 1940
    Parravicini tem várias dessas imagens com referência ao ouro maldito e a queda da humanidade em função dele.
    Nada que seja novidade ao Apocalipse 18.

  • Elias Roth

    Paleoseti Marcelone 
    Muito bom, realmente existem muitas diferenças, são como duas metades de uma mesma laranja, sabedorias complementares.
    E viva a diversidade que sabe olhar para o centro e preservar a origem comum.
    Isso em tudo.!
    Abraço.

  • Paleoseti

    Elias Roth Paleoseti Marcelone 
    Valeu.
    Abraço.

  • Elias Roth

    Paleoseti Marcelone 
    Uma interessantíssima analogia entre as duas culturas é esta:
    1. A Roda Cosmológica do Tempo e da Mutação dos elementos, o I Ching, a tábua da sabedoria do TAO.

    2. A Roda Cosmológica do Tempo, do Sol, dos elementos, das serpentes de energia, a Pedra do Sol, um ícone da cultura pré-colombiana.
    Note as similaridades, a começar pelos oito raios ou direções de ambas, significando o TEMPO, e depois, as duas ondas senoidais, ou duas serpentes, que oscilam e interagem com o centro comum, o Sol, o Tao, a origem.
    Essa similaridade de valores impressos à Roda do Tempo, entre outros, demonstra uma origem comum nas duas culturas, separadas pelos hemisférios mas coligadas em base, essência e origem.
    Uma é espelho da outra, e ambas são tábuas falando que o tempo é a resultante de transformações cíclicas de energia e matéria, de alternância de estados, de forças, de dimensões, enfim.

  • Hannah_Cat

    Elias Roth Paleoseti Marcelone Sinceramente não vi similaridade a ponto de considerá-las “espelho uma da outra”.
    O que há em comum é que são sim duas mandalas circulares e concêntricas, e só.  Na “Roda Cosmológica do Tempo” vejo inúmeros raios, bem mais que o octogonal “I-Ching”.  E não vejo relação uma com a outra em termos de significado.

  • Hannah_Cat

    Paleoseti Marcelone Hum!  Gostei de ler! *-* :3

  • Marcelone

    Obrigado, abraço!

  • guerreiro da luz

    “A historia sempre e contada pelos vitoriosos,” Dentro de uma cultura mais ligada a valores de coexistência harmonica com o meio em que se vive, principalmente a raça considerada vermelha, seu conhecimento era tansmitido oralmente

  • guerreiro da luz

    Continuando, de geração para geração, o conhecimento era transmitido, por pessoas que eram reconhecidas como capazes de interpretar os ciclos da natureza e integrando com os de sua tribo, comunidade, portanto, eles não separavam o homem do meio eles integravam, a capacidade de interpretação de um xamã era extraordinária
    , nao limitada a logica mas a profundidade da existência, analisavam sonhos, os 4 elementos (fogo, terra, ar e agua) o momento vivido , o momento que estava se passando na tribo, os ciclos da natureza, a anscetralidade e que o grande espírito desejava e outros elementos eram utilizados, mas como tudo o ciclo destes grandes seres tambem findou sobraram poucos. E só lembrar que estamos na grande roda da vida, portanto devemos saber que tudo e cíclico,
    Abraços fraternos.
    PS digitar de celular da trabalho.desculpas pela divisão do post.

  • SilvioToledo

    Esses processos de datação ( especialmente por Carbono 14 ) são  muito controversos e imprecisos. Pra mim, especialmente, é inaceitável o Carbono 14 e pir ainda as muitas teorias fundamentadas nele, então nem posso falar quando se referem a estas datas tão remotas.

  • Elias Roth

    Hannah_Cat Elias Roth Paleoseti Marcelone 
    Aparentemente, não, mas a principal similaridade é que se referem ambas aos ciclos, ao tempo, de um modo geral, e como mandalas, trazem o padrão octogonal, um centro de equilíbrio e duas ondas de alternância, pólos de energia-matéria,etc. O que produz o ritmo, o movimento ou, em outras palavras, o tempo.
    Quanto ao restante dos adereços, realmente são diferentes, uma escrita com hieróglifos, e a outra, com trigramas.
    Mas em essência,ambas significam o tempo,os ciclos medidos pela mutação dos elementos.

  • SilvioToledo

    walter loo Conversa sua. Foi Pedro Álvares Cabral que descobriu o Brasil sozinho, Tiradentes o herói da inconfidência e nada de imprimir os livros de novo pra aumentar os gastos do governo e resultar em novos cortes na Previdência.

  • walter loo

    …É isso aí  Silvio Toledo , não vamos dar margem para corrupção não , pois é bem provável  que isso ocorra sim !!!!

    Abraços fraternos!!!

  • SilvioToledo

    Explicando melhor a datação:

    O tempo de vida médio do carbono 14 foi medido em 5,7 mil anos. Assim que o organismo vivo morre, o carbono 14 começa a se degradar.

    Se não há carbono 14 presente, a única coisa que sabemos “talvez” é que o ser já morreu a mais de 5,7 mil anos. Isso se considerarmos que o fóssil permaneceu isolado de qualquer reação química com o tempo, o que é impossível. E ainda dizem que o Carbono 14 tem precisão de 60 mil anos! E como datar coisas acima de 5,7 mil anos? Podemos usar o Potássio 40, que dizem ter meia vida de 1,3 bilhões de anos, mas ai temos 2 problemas:

    1) Não temos o estágio vivo do fóssil para comparar para saber a diferença de carbono.
    2) Em 1,3 bilhões de anos há uma quantidade absurda de reações químicas acontecendo que alterariam tudo.Houve mudanças significativas na radiação cósmica e formação de isótopos ao longo de todo este tempo.

    Outros processos de datação por sedimentação rochosas caíram por terra quando encontraram plantas de poucos séculos envoltas em rochas de supostamente bilhões de anos.

  • Van2014

    Hannah_Cat
    “réptilzinho” básico nas esculturas rsrssr

  • Vilson Censi

    Hannah_Cat  Na mosca, Hannah!

  • G33k

    Para todos aqueles que desconhecem o processo de decaimento radioativo, vale lembrar que ele é uma exponencial, logo a meia vida do carbono
    14 é de 5.7 mil anos. Ou seja em 5 mil anos ele chega a sua metade. Para novamente chegar na metade da metade, lá se vão mais 5,7 mil anos, e assim sucessivamente. 

    Então para chegar a uma taxa que tende a zero ele
    precisaria de 7 meias vidas, algo próximo de 40.000 anos (ou seja,
    aproximadamente, sete “meias-vidas”). Logo, a técnica aplica-se com boa
    margem de segurança para objetos que tenham entre 100 e 40.000 anos de
    idade.
    Para saber mais:  http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc16/v16_A03.pdf
    Abç!

  • LuaPequena

    Marujo mario martin Hannah_Cat OLá Almirante!
    Matei um INSECTOIDE,agorinha mesmo,na cozinha!
    Uma baratona nojenta !
    Você tem toda razão!
    Este planeta não nos pertence!
    Pertence sim,aos INSETOS!
    Abração!

  • LuaPequena

    Vilson Censi GloriaVieira Elias Roth Marcelone
    Olá Vilson!
    Você leu meu pensamento!
    Pensei em comentar sobre isso mas,você já o fez!
    Abraços!

  • Vilson Censi

    LuaPequena Vilson Censi GloriaVieira Elias Roth Marcelone  ;D

  • Vilson Censi

    Alex Cosmos  Este é um “pequeno” exemplo de tal tecnologia:

  • LuaPequena

    Alex Cosmos Olá Alex!
    Que houve uma tecnologia avança para a construção desses monumentos,disso eu não tenho a menor dúvida!
    Houve sim!
    E muito avança,até pra época de hoje!
    Abraços!

  • SENAM

    Crazycrim tmago Questão de ponto de vista, do nosso, pode ser sacanagem mas…
    Abraços

  • SENAM

    mario martin Você só ta pensando, já eu por todas as evidências tenho certeza absoluta que existiu não outra, mas várias outras civilizações anteriores a nossa e muito evoluídas, algumas mais que a nossa, mas…se extinguiram ou se mudaram, pois aqui tudo é cíclico e não sabemos com certeza quanto tempo temos como civilização atual. Mas não se preocupe, também acho que não extinguiram, só tiveram que recomeçar e se perderam… de novo. um livro pra refletir A Caverna dos Antigos de Lobsang Rampa ou A Noite dos Tempos (não sei o autor).
    Em tempo também tem o livro de J.J. Benitez ” Existiu Outra Humanidade” feito em cima do trabalho do maior especialista em Pedras de ICA, o Dr Xavier Cabrera, muito bom também.
    Abraços.

  • SENAM

    Alex Cosmos Se não viu veja e reflita, https://www.youtube.com/watch?v=hy9Qz03ZyYw
    especialmente sobre o que vê nas pedras pretas depois do 0.5′ de vídeo, eu acho que atrasados é uma ova, a verdade é escondida. Abraço

  • SENAM

    LuaPequena Alex Cosmos Veja esse vídeo que coloquei pro Alex.
    Abraços

  • mario martin

    SENAM mario martin òtimas recomendações Sr. SENAM. Gosto de Benitez e tantos outros livros dele. Praticamente um mensageiro. Abraço.

  • Elias Roth

    Vilson Censi GloriaVieira Elias Roth Marcelone 
    Verdade, tinha me esquecido das pirâmides! Bem, Glória, a Amazônia, definitivamente, está no rol das pegadas dos deuses astronautas.
    Valeu, Vilson!

  • Elias Roth

    G33k 
    Geek, gostaria de sua opinião sobre isso. Veja bem, o clássico exemplo das Pirâmides de Gizé, e aquela história dos 4000 anos da datação oficial já não convence quase ninguém, isso porque toda a arquitetura da Grande Pirâmide está direcionada para o alinhamento celeste de cerca de 10 ou 11.000 anos atrás, quando o grande ciclo inverteu sua polaridade, o que bate com os registros do Grande Dilúvio, etc. A própria Esfinge já foi banhada por água do mar, é o que demonstram análises de seu material rochoso. 
    http://www.fascinioegito.sh06.com/esfingeold.htm
    Fora outros tantos exemplos, como a própria Gobekli Tepe do tema.
    Então, o que me diz: será que o Carbono 14, dentro dessa faixa mencionada, é totalmente confiável no sentido de uma ainda não total compreensão dos mecanismos do decaimento em tempo real (porque estamos fazendo simulação de tempo, ninguém realmente contou os 4000 anos da Pirâmide, apenas estimaram isso segundo os modelos do decaimento) quem sabe balizado pelas tantas incertezas do comportamento atômico diante dos medidores, ou se trataria então de um complô armado entre as nações para maquiar toda a História real da Terra, sempre com aquela intenção de tirar do foco a identidade dos verdadeiros donos do mundo (que eles conhecem muito bem), isso porque tal exposição seria uma ameaça contínua à própria ideologia antiga e moderna de que o homem que está aí é o dono do mundo – por isso o medo constante da chegada Extraterrestre, ameaçando tal monopólio – ou os dois fatores reunidos?
    Não sei se me fiz entender. Mas gostaria de avaliar a opinião de uma pessoa da área.
    A propósito, e me desculpe a curiosidade, qual é a sua área acadêmica?
    Abraço e bom domigo!

  • GloriaVieira

    Elias Roth G33k  Já assisti um vídeo com um representante egípcio que respondendo a esse questionamento de as pirâmides serem anteriores ao Egito respondeu que estavam querendo desmerecer a competência dos antigos egípcios colocando essas teorias e que o povo egípcio não aceitava essa tese.
    Eu entendi que de lá nunca sairá um resultado que indique a anterioridade dessas pirâmides pois é uma questão de orgulho nacional ou talvez tenha outras implicações que desconheço.

  • Elias Roth

    GloriaVieira Elias Roth G33k 
    Pois é, Glória, os egípcios querem apenas que as Pirâmides e a Esfinge continuem sendo “egípcias”, porque uma declaração ou atestado que comprove a anterioridade das mesmas faria com que perdessem o seu emblema mais distinto. Esses nacionalismos se enfiam em tudo, e trazem grande prejuízo à História real da humanidade. Por isso é que o teste do Carbono 14 ainda parece nebuloso demais, porque, quando confrontamos todos estes monumentos antigos, a maioria é sempre mais antiga do que os testes anunciam.
    Onde está o erro? No carbono ou nas agências manipulando dados a mando de não-sei-quem?
    Abraço!

  • Elias Roth

    SilvioToledo 
    O melhor é descobrir como fazer a leitura da memória das pedras, como os antigos faziam: os registros akáshicos em padrões cristalinos de rocha e outros materiais de constituição harmônica que assim se preservavam, nessa construção estrutural, por milhares e milhares de anos.
    Isso explica porque todos os memoriais da Terra foram esculpidos em pedra viva, em rocha, como Gobekli Tepe, Stonehenge, as Pirâmides, enfim. Não só porque são materiais duráveis, mas também porque conservam em suas estruturas internas imutáveis a memória dos acontecimentos.
    Descobrir como as pedras (os átomos em rede estabilizada) memorizam eventos, eis o grande mistério.

    Faz parte de um conhecimento perdido em nosso tempo, a leitura da memória das pedras.
    Abraço!

  • Elias Roth

    GloriaVieira G33k 
    E como não poderia deixar de ser, Parravicini fez uma série de ilustrações evocando o Egito Secreto, e determinados mistérios que “acordariam” nas pirâmides, à sombra da Esfinge que, finalmente,  falará o que sabe!
    Como eu disse antes, Parravicini cobriu todas as áreas com sua profecia, e realmente todos sabemos que o Egito ainda terá muito o que dizer neste ciclo que chega ao fim.
    E as pedras falarão!

  • Elias Roth

    SilvioToledo 
    A propósito, interessante observar que a grande maioria das edificações em pedras (megalitos, menires) como Stonehenge ou os famosos menires de Carnac, na França, estão dispostas em cadeia circular ou linear, como que acompanhando o fluxo magnético da Terra e o direcionamento das linhas Ley, em conjunção com essa teoria de uma espécie de ativação da memória congelada das pedras apoiada no sentido das linhas de força e campo do planeta, aproveitados justamente para essa e outras finalidades.
    Outras edificações como cidades e templos também compõem uma simetria com os arranjos estelares, o que faz supor que essa tecnologia e conhecimento dos sistemas em rede (interligados) são muito maiores do que podemos imaginar, conectando todas estas partes entre si.

  • silvadesign

    G33k Gostei dessa introdução. Muito bom.

  • GloriaVieira

    Elias Roth SilvioToledo  Eu já li tanto que nem me lembro mais a origem, mas o quartzo não tem algumas propriedades de armazenamento?
    Outra duvida: Vi uma palestra de um desses estudiosos da América Central onde esse palestrante dizia que uma das pedras desses antigos habitantes possuíam a propriedade de cura e que no passado esses habitantes colocavam as mãos nesse monumento e obtinham uma melhora, mas não lembro se era física ou espiritual. Também não podemos tomar a informação como verdadeira, mas serve pra refletir.

  • GloriaVieira

    Vilson Censi GloriaVieira Elias Roth Marcelone  Muito bom esse vídeo porque vamos registrando aqui todas as pesquisas em relação ao nosso tema.
    Mas será que o assunto foi esquecido ou continuado no anonimato?
    Também me questionei se esses povos antigos se espalharam em função da busca dos minérios que eles tanto utilizavam como por exemplo o ouro.
    Alguém sabe onde era a fonte de tanto ouro na América Central?

  • Zafar666

    Ovnihoje também é cultura.

  • Zafar666

    Elias Roth G33k Faça um círculo ao redor da base  e outro dentro da base da grande pirâmide, subtraia o comprimento da maior pela menor e obterá a velocidade da luz. Alguém explica isso?!

    http://youtu.be/-SnxZsTpEiI

  • Rafar Jav

    Elias Roth Hannah_Cat Paleoseti Marcelone ola.me pergunto porque medidas de tempo são associadas a ciclos redondos como o formato geométrico das mandalas  sabe de algo?

  • GloriaVieira

    Zafar666 Elias Roth G33k  Muito bom este vídeo. Não conhecia.

  • Hannah_Cat

    Rafar Jav Elias Roth Hannah_Cat Paleoseti Marcelone Talvez por esta figura geométrica estar relacionada com a órbita elíptica de um planeta [neste caso a Terra] em torno de um dos focos que é uma estrela [Sol], fazendo deste espaço percorrido a marcação de um “tempo cíclico”.  O “ciclo” se mostra pela repetição das estações consecutivas referentes ao planeta estar perto ou distante do sol na curva desta elipse.

  • Hannah_Cat

    Elias Roth Hannah_Cat Paleoseti Marcelone (…) e como mandalas, trazem o padrão octogonal(…)”.
    Peço desculpas por discordar de vc outra vez: nem toda mandala segue necessariamente o padrão “octogonal”.

  • Hannah_Cat

    Vilson Censi Alex Cosmos Que lindo! o.O

  • Hannah_Cat

    LuaPequena Marujo mario martin Hannah_Cat Sinto nojo dessas “baratóides”, “aranhóides”, “lacraóides”, “cupinhóides” e “escorpinhóides”… Além de nojentos são “perigóides” tb.
    Em minha opinião não fariam falta nenhuma se não existissem.

  • Elias Roth

    Zafar666 Elias Roth G33k 
    A Pirâmide é totalmente importada do Espaço. Sua forma produz relações de energia com o meio evidentes, mas ainda não comprovadas cientificamente porque a ciência ainda não ouviu os sons da Música das Esferas, ou melhor, ainda não vislumbrou o Universo harmônico no fundamento da matéria.
    No caso, penso que pode isso ser uma coincidência, já que a nossa velocidade da luz está definida em parâmetros (unidades) de medida completamente diferentes aos construtores da pirâmide, que usavam o côvado em vez do metro).

  • Elias Roth

    GloriaVieira Elias Roth SilvioToledo 
    Dizem os registros antigos que a sabedoria dos cristais e a tecnologia do seu manejo veio de Atlântida. E hoje conhecemos algumas propriedades desse material em diversas áreas aplicáveis na tecnologia de precisão e armazenamento.
    Sobre as propriedades ocultas do quartzo, as mais impressionantes se relacionam ao crânio de cristal, um dos artefatos mais enigmáticos descoberto em um sítio maia.
    O crânio de Mitchell-Hedges, que possui propriedades inacreditáveis, e que não se sabe como foram reproduzidas num pedaço de quartzo aparentemente normal.

    Contudo, os místicos já o empregam a tempos, em todas as culturas, para fazer contato com outros planos, porque, devidamente trabalhado, o quartzo também é uma espécie de amplificador de sinais, tanto de envio como de retorno, entre dimensões paralelas. Tudo devido à sua geometria interna perfeita, que combina dureza com transparência. A pirâmide é uma extensão desse conhecimento, tanto que se diz que havia um vértice piramidal de cristal ou mesmo diamante no topo para captar melhor as ondas-sinais do Universo e retransmití-las ao seu interior. E vice-versa.
    A rede cristalina da matéria é corredor de vibrações, em tempo perpétuo. Certamente, que essas vibrações mudam seus potenciais conforme a natureza do objeto que percorrem e no caso dos cristais em geral e certas rochas é que essas propriedades alcançam maximização. 

    http://www.omartelo.com/misterios.html

  • Elias Roth

    Hannah_Cat Elias Roth Paleoseti Marcelone 
    Cat, não quis dizer que toda mandala segue tal padrão octogonal, mas em geral aquelas que falam dos ciclos de tempo, por causa da teoria dos quatro elementos duplicados, segundo a interpretação oriental que bate com a do ocidente nestes calendários do tempo.
    Mandalas existem em todos os padrões de angulação, naturalmente, me expressei mal, catita.
    Sendo que a palavra representa CIRCULO, então muitas muitas mandalas existem, e eu gosto muito desse modelo de informação  que combina geometria com arte.
    Tem uma famosíssima imagem do Livro de Nostradamus (aquele Livro perdido de imagens) que mostra a Roda do tempo com oito raios, e mostra sete mais uma profecias finais, todas relacionadas ao fim do ciclo, e todas com uma roda de oito raios no topo. Veja aí.
    São, no total do livro, 80 figuras, mas 8 estão a parte, relacionadas ao fim do Grande Ciclo, e a primeira, a grande roda movida pela Mão de Deus, é a oitava, sendo que as outras sete se relacionam aos sete planetas do Zodíaco (Lua, Sol, Marte, Júpiter, Saturno, Venus e Mercúrio).
    Essa cosmologia do tempo relacionada ao Oito é bem antiga, aparece no Taro (arcano 8, a Balança, o fluxo) e se deitar o 8, vira o signo do Infinito. Em outras palavras, o oito representa o atemporal, lembrando os 8 integrantes da arca de Noé, os oito raios da Estrela de Belém, de Ishtar, etc.
    É bem vasta essa tradição do atemporal e o 8 associados, e é ela que se apresenta nestas imagens que evoquei, fora outros crops circles que igualmente a expressaram.
    Achei um, de agosto 2007, que parece apresentar os ponteiros convergindo para o centro. Existem muitos outros, mas acho que me expressei mal.
    Mandalas = círculos, são as expressões da Lei da Simetria, fluxo e equilíbrio dos sistemas, em todas as angulações.
    Abração, gata!

  • Elias Roth

    Rafar Jav Elias Roth Hannah_Cat Paleoseti Marcelone 
    Simples, amigo, é por causa do próprio ciclo, porque o tempo que conhecemos é cíclico, sempre retorna ao ponto de partida, veja o exemplo dos dias, das horas, das estações do ano, sempre se repetem, sempre se movem em curva, e literalmente falando, porque a Terra, o Sol e as estrelas, o universo anda em curva, e ao andar em curva manifesta seus períodos ciclicamente. A geometria do círculo subentende esse passo dos sistemas e suas transformações repetitivas, sempre se reciclando, se renovando, voltando ao ponto de partida.
    Os antigos tinham um símbolo todo especial para esse padrão do tempo de curva fechada: OROBOROS:
    O símbolo já diz tudo: a atemporalidade, por definição, está no interior do círculo, fora do alcance da cadeia dupla matéria-energia, cujas transformações regem os períodos, ou curvas fechadas na natureza.
    Pus algumas coisas mais lá embaixo!
    Abraço!

  • Elias Roth

    Hannah_Cat Paleoseti Marcelone 
    Tem um exemplo interessante nessa linha. Por exemplo, os sete dias da semana e as sete notas musicais da escala-padrão. Repare no tempo contado nos sete dias. Onde está o oitavo dia? Ele não existe, porque quando chegamos no sétimo dia (Sábado, de Sabath-Pausa, no hebraico) o dia de Saturno, o último, logo voltamos ao primeiro dia da nova semana, domingo, dominus, dia de Deus-Sol. A mesma coisa com as sete notas musicais, chega-se à sétima nota, o Si, e ao saltar à próxima, não existe nota diferente, apenas o Dó, ou primeira da nova escala, justamente chamada de Oitava por isso.
    Por tais considerações é que os antigos consideravam o tempo fechado e ciclico associado ao sete, enquanto o oitavo dia era uma coisa divina, atemporal, fora desse plano. Nasce no primeiro dia e morre no último, os sete estágios da vida.
    O Oitavo era o dia da Graça, da Imortalidade, do atemporal.
    Então, o tempo no conjunto considerava mandalas e rodas de oito raios por isso. Alcançar o oitavo dia era alcançar a imortalidade, a graça. Por isso, oito na arca de Noé, os oito raios dos asterismos (estrelas), etc. Nessa linha.
    Estamos presos ao tempo fechado de sete dias da semana, não existe o oitavo dia na curva fechada, cíclica, que sempre se fecha sobre si e volta ao ponto de partida, outra concepção da Roda tibetana do Samsara. Ou da Roda da Fortuna, ambas, falando da mesma coisa.

  • Elias Roth

    Hannah_Cat Paleoseti Marcelone 
    Ps: e olha que interessante: Noé foi avisado que o Dilúvio destruidor cairia em sete dias, e que após estes sete dias, Noé deveria entrar com os sete membros de sua família dentro da arca, e ali se protegeria, enquanto o resto da humanidade pereceria no Caos.
    Notou? Ele simbolicamente entrou no oitavo dia, enquanto os que ficaram lá fora, pereceram no tempo cíclico do Sete.
    E olha só o número do capítulo do Gênesis: 7!
    “E aconteceu que, passados sete dias, vieram sobre a Terra as águas do Dilúvio”.
    (Gênesis 7: 10)
    E a salvação e recomeço de Noé, família e animais?
    Capítulo 8, que registra a saída de todos eles da Arca e a edificação do Altar em gratidão ao Pai Celeste, que sinalizou no céu com o Arco-Íris, Sete cores!
    São trilhas sutis de uma sabedoria muito antiga, recorrente em todas as culturas.
    Fica com essa pra ti!

  • Hannah_Cat

    Elias Roth Hannah_Cat Paleoseti Marcelone Ai, gente, AMEI esta mandala de gatinhos!  Own!…*-*
    Onde tem gato tem beleza! 😉

  • Hannah_Cat

    Elias Roth Hannah_Cat Paleoseti Marcelone Assim como eram oito anões da Branca de neve, oito os Beatles, as oito pragas do Egito, os oito dias da semana e o Alien, o oitavo passageiro [brincadeirinha…Hehehe]. 😀

  • G33k

    Elias Roth G33k 
    Minha área é a Química. 😀
    Sim é muito acurada nessa margem de tempo entre 100 e 40000 anos.
    Mas nesse assunto tudo que tange, não está somente ligado á ciência. 
    Tem muita política e interesses no meio. 
    E aí os dados reais nem sempre são convenientes entende?

  • G33k

    silvadesign 
    Valeu! 😀

  • Hannah_Cat

    Elias Roth Hannah_Cat Paleoseti Marcelone Ah, obrigada pela gentileza, viu?! 😉

  • Elias Roth

    Hannah_Cat Elias Roth Paleoseti Marcelone 
    Você é uma gata de raça!
    Não precisa agradecer!
    Tchau!

  • G33k

    Paleoseti 
    Muito bom!

  • nioandres

    Hannah_Cat 
    O link que o GeraldoMagelaLobo disponibilizou no Wikipédia sobre o Otzi fala que 7 pessoas que tiveram contato com o cadaver dele morreram, quem será o oitavo? rs

  • LuaPequena

    Hannah_Cat LuaPequena Marujo mario martin
    Olá Hannah!
    Também detesto os mosquitoides,as moscatoides,as pulgatóides e os percevetoides!
    São incrivelmente,NOJENTOIDES!
    Beijoides!

  • Hannah_Cat

    LuaPequena Hannah_Cat Marujo mario martin Bem lembratóide!  Gosteitoide! 🙂

  • SENAM

    Elias Roth SilvioToledo Não seria melhor se conseguisse-mos decifrar a história contida no genoma humano?
    Abraços

  • Elias Roth

    SENAM Elias Roth SilvioToledo 
    Também, mas o genoma é um livro que encerra o ciclo da evolução das espécies. As pedras falariam mais de eventos como grandes guerras, edificações, e a evolução da História.
    Bem lembrado, SENAM, e podemos até propor a analogia: as pedras são o genoma da Terra. Eu mesmo suponho que os tais registros akáshicos tenham íntima conexão com a rede de cristais que permeiam a crosta, já que o quartzo ou silicio  é o mineral mais abundante da Terra. Então, toda e qualquer rocha com traços de sílica se torna esse acumulador de informação.
    Mas sem sombra de dúvida, o genoma é o Livro da Vida, e nele estão escritos todos os movimentos da evolução da vida nesse planeta, e até os fundamentos de nossa herança extraterrestre.
    Abraço!

  • Elias Roth

    GloriaVieira Vilson Censi Elias Roth Marcelone 
    O ouro era realmente importante para eles, não só em função de sua simbologia sagrada como também em suas vastas aplicações tecnológicas e até medicinais.
    Mas fazer do ouro o centro de atividade e busca dos deuses, bem, isso é mito, até porque eles conhecem as técnicas secretas de transmutação, e podem realmente converter ouro de outros metais comuns.
    Quem sabe não era justamente o contrário?
    Ou seja, quem sabe os deuses é que não cederam seu ouro aos povos antigos para suas edificações e culto em honra a eles?
    Já pensou assim?
    Abraço!

  • adotta

    Me perdoem os céticos mas minha teoria é que a Terra já teve várias evoluções, tal qual Marte onde não tenho dúvidas já possuiu vida inteligente muito mais avançada que nós. está mais que porvado que evolução sem responsabilidade também tem fim..

  • SilvioToledo

    Elias Roth GloriaVieira SilvioToledo A questão do mapeamento do genoma humano tem um outro problema. Os cientistas, depois que conseguiram mapear o genoma do ser humano ( e acreditava-se que assim tinham a fórmula para remontar um ser humano, quando fosse possível construir moléculas átomo a átomo ) descobriram um outro problema. O mesmo DNA pode dar mais de 3 mil respostas diferentes sobre as mesmas condições, o que mostra mais uma vez que a ciência não sabe muito sobre o nosso genoma apesar de tê-lo mapeado quase completo.  Existe uma teoria nova que fala que o DNA está sob influência de outras forças físicas totalmente desconhecidas pela ciência, sendo modificado pela força da “intenção”, “crença” ou “fé” ou algo bastante similar ao que os conhecimentos religiosos milenares conheciam ( ver A Biologia da Crença – Bruce Lipton ). Parte da ciência está navegando então rumo ao desconhecido mais uma vez e começando a respeitar mais os conhecimentos antigos.

  • SilvioToledo

    G33k Não é bem assim. Cuidado com o que ensinam nas universidades. Esta teoria do carbono 14 ja foi exposta como falha e inaceitável a muito tempo e mesmo assim, muitos acadêmicos continuam teorizando em cima destes conceitos. A teoria só funciona se, ao longo dos 40 mil anos que você menciona, a radiação solar permaneça constante e o objeto estudado esteja  isolado do ambiente após se decompor. Além disso, se não existe o fóssil antigo para comparar a taxa de perda de carbono 14 você está caminhando pelo mundo do achismo, suposição e imaginação do cientista que emplacou a teoria. Não pense pela cabeça dos outros usa e sua. Além da nossa história estar contada ” errada”, a ciência afirma muitas inverdades também e nunca foi algo unificado. Há discordâncias.

  • SilvioToledo

    G33k Elias Roth

    Pra exemplificar quão imprecisa essa afirmação é, veja só:

    O PIB Brasileiro ( segundo IBGE 2014 ) =  4,840 trilhões 7a posição mundial
    População ( senso IBGE 2010 ) = 190.732.694 pessoas

    Renda per capta brasileira aproximada = 25.375,83

    Baseado nisso, afirmo que, Zezinho, menino pobre que mora no sítio com 4 anos de idade recebe por mês, 2.114 reais.

    Afirmo também que Antônio Hermínio de Morais tinha ganho médio anual de 25.375,83 reais.

    Afirmo também que eu, tenho rendimento médio anual de 25.375,83 reais, mas de fato paguei muito mais que isso de IR.

    Não tem margem de erro alguma aqui tem?

    Aceitar o carbono 14 para datação é milhares de vezes pior porque estamos falando de um cenário que não conhecemos, em contraposição aos dados coletados pelo IBGE que tem uma certa tolerância de ” precisão “.

    Não temos o estado inicial do fóssil para comparar, e os raios cósmicos mudam muito, não são constantes. É tudo ” suposição” que a ciência aceita até que alguém derrube a teoria com algo mais consistente.

  • Elias Roth

    SilvioToledo Elias Roth GloriaVieira 
    Parte da ciência está navegando então rumo ao desconhecido mais uma vez e começando a respeitar mais os conhecimentos antigos.
    Fechou!

  • SilvioToledo

    @GeraldoMagelaLobo   Muto bem colocado. E pra colocar mais “lenha na fogueira” e aguçar o exercício cerebral, lembro que, tudo isso ainda depende do estado emocional de quem estiver observando. Nosso olhar e humor muda o universo ao redor:  
    https://www.youtube.com/watch?v=kp8UhtjnInM

  • G33k

    SilvioToledo
    É a ultima vez que respondo o senhor.
    Vale notar que eu não havia citado/falado com o excelentíssimo comentarista.
    Como o senhor não acredita no que se ensina nas universidades, acho que não tenho nada a discutir consigo.

    Datação em carbono 14 é uma modelagem matemática onde se aplica o calculo diferencial integral, mais precisamente a técnica chamada de E.D.O e não estatística. 
    Essa mesma técnica se usa para aferir resistência de fluidos; juros; dinâmica populacional; lei de resfriamento de Newton, absorção de drogas; problemas de diluição, etc.
    Se a matemática utilizada está errada, como o senhor afirma, olhe o que mais estaria errado também.

    A ciência é viva e está em constante mudança, pois é uma construção humana, não é perfeita, mas é o melhor que temos para entender a natureza.

    O ruim de usar ciência de dentro da sua cabeça e não a formal é que a da sua cabeça não tem embasamento teórico.

    Fica aí mais essa dica!

  • SilvioToledo

    @G33k  Quem disse que eu não acredito no que ensinam nas universidades? Eu sou professor universitário a mais de 14 anos 🙂 e estudo e leio  um monte de teoria e conhecimentos. Estou falando de pensar também com a própria cabeça. Temos o maior laboratório do mundo dentro do nosso cérebro.
    A diferença é que não aceito como verdade até que eu tenha consultado outras fontes e verificado, quando puder, por mim mesmo. Baseado nisso te digo que, nem tudo, inclusive na matemática, é verdadeiro. ( Vide problemática das geometrias euclidianas e não euclidianas ).
    A academia tenta te empurrar guela abaixo o conhecimento sem que você possa pensar “obrigando” a reproduzir conhecimentos que, nem sempre, são verificados ou repensados e reproduz erros.
    Me referi a você porque contestou uma explicação que eu havia colocado abaixo. Fica fria, estamos só exercitando o conhecimento. Ginástica cerebral faz bem!

  • walter loo

    …Mmuito bem GeraldoMagelaLobo ,maravilhosa postagem , mais indícios virando uma página de uma história remota do planeta que não conta em nenhum livro de história , talvez algum dia tudo venha a tona e isto mudará drasticamente a história e o conceito do ser humano sobre o PLANETA!!!!

    Abraços fratenos!!!!!!!!!!!!!!AMIGO !!!!!!!!

  • GloriaVieira

    SilvioToledo Elias Roth GloriaVieira  As religiões preservaram ou mantem conhecimentos que acredito no futuro serão desvendados pela ciência. É o caso de cirurgias espirituais que já pude constatar o resultado. E também a energização que consiste em transferência de energia quando estamos debilitados também com resultados positivos. É um campo que algum dia espero possamos entender.

  • AlienMadMax

    > Creio que ainda há muito por descobrir …

  • ycatu

    Boa noite, meu povo!  Creio que a causa mortis de “Otzi foi a flexada no ombro seguida de hemorragia. Como ele não tinha recursos para fazê-la parar e em decorrência da avalanche de neve sobre ele, pronto!. Foi morte certa! Tem gente aí que quer introduzir extraterrestre no assunto. Não tem sentido. Outra cousa: sabe-se que no  Vietnam, os guerrilheiros usavam bala de cobre e flexas com ponta de cobre porque esse material fazia com que o tratamento da vítima tornava-se mais complicado e por isso mais prolongado. E possovelmente aquela pessoa não voltaria mais à guerra.