Seriam os humanos alienígenas ao planeta Terra?

Tempo de leitura: 6 min.

O seguinte artigo, escrito por Richard J. O’Neill, foi publicado no site humansarefree.com:

 

Há avistamentos de OVNIs e encontros com ETs pelo mundo todo, todos os dias; mas apesar deste fato, a maioria de nós ainda está na defensiva quanto ao fato dos alienígenas existirem, ou não.

Agroglifos aparecem incessantemente nas lavouras por todo o mundo, especialmente na Inglaterra e isto poderia ser uma tentativa de contato conosco pelos alienígenas.

Pelo que sabemos, a evidência não é substancial e assim não é suficiente para provar a existência de visitantes alienígenas à Terra, porém, eu tenho uma outra questão que desejo apresentar:

Seriam os humanos alienígenas à Terra?  De onde vêm os humanos?

 

A espécie humana originou em outro planeta?

Evidências encontradas em ruínas e textos da antiguidade, em todos os cantos do globo, de lugares como o Peru, Índia, Ilha da Páscoa, China e Bolívia, claramente indicam a presença de uma espécie avançada.

Uma espécie de alienígenas similar aos humanos visitou a Terra em máquinas voadoras e foram tratados como deuses, como pode ser visto em muitas pinturas e desenhos da antiguidade.  Estes desenhos e pinturas muitas vezes denotam humanos descendo à Terra em naves e podem ser vistos no mundo todo.

Quem foram estes seres?  Seriam eles, nós?  Seria parte da raça humana, alienígena?  Para onde foram as nossas naves espaciais, se originalmente viemos de outro planeta?

Imagem credito: Prometheus

Questões não respondidas

Há uma plétora de questões não respondidas a respeito dos alienígenas, e para cada teoria que é apresentada há dúvidas e uma falta de evidência irritante.  O mesmo se aplica ao nascimento da humanidade.  Evoluiu dos macacos?  Há dúvidas sobre a teoria da evolução também.

Porém, há uma outra teoria que apresentarei a você em alguns instantes e há evidência científica para respaudá-la. Assim, por favor una-se a mim para esta exploração, enquanto procuramos por respostas.

Líderes religiosos e homens da ciência possuem o mesmo ideal; eles querem compreender e explicar o Universo do qual fazem parte; ambos desejam honestamente resolver isto, se uma solução for possível para a grande charada; Por que estamos aqui?“- Sir Arthur Keith

 

De onde vêm os humanos?  A teoria da Panspermia

O que é a Panspermia?

A palavra Panspermia é derivada das palavras gregas ‘pan‘ (tudo) e ‘spermia‘ (sementes), e basicamente que dizer ‘sementes em todos os locais’.

A teoria da Panspermia declara que a vida na Terra e em outros planetas poderia ter sido semeada por vida microbiana que viajou através do espaço, dentro de cometas, após ter sido ejetada por cometas e meteoros da superfície de um planeta habitado .

Os três tipos mais populares de Panspermia seriam:

  • Panspermia direcionada: Esta é a semeadura intencional de outros planetas, feita por civilizações alienígenas avançadas, ou mesmo uma raça humana do futuro.
  • Panspermia balística: Rochas expelidas da superfície de um planeta por impactos de cometas e meteoros servem como método de transporte para material biológico, de um planeta para o outro, dentro do mesmo sistema solar.
  • Litopanspermia: Rochas expelidas da superfície de um planeta habitado carregam material biológico de um sistema solar para outro, dentro de um cometa que impacta num planeta, assim semeando a vida naquele planeta.

 

 História da teoria da Panspermia

A teoria da Panspermia apareceu primeiramente nas escritas de Benoît de Maillet, um nobre francês, diplomata e historiador natural.  Ele acreditava que a vida na Terra foi semeada por germes do espaço, caindo nos oceanos.

Essa teoria foi então reajustada no século XIX pelos cientistas Jöns Jacob Berzelius (1779–1848), Lord Kelvin (William Thomson) (1824–1907) e Hermann von Helmholtz (1821–1894).  Abaixo uma citação de Lord Kelvin sobre a teoria da Panspermia:

“Devemos considerá-la como provável no mais alto grau, de que há incontáveis rochas meteóricas que carregam sementes, se movendo por todo o espaço.  Se na instância presente nenhuma vida existisse na Terra, tal rocha caindo nela poderia, pelo que cegamente chamamos de causas naturais, torná-la coberta por vegetação.”

 

Evidência de Panspermia

Em 2001, evidência que apoia a teoria da Panspermia foi apresentada por um grupo de pesquisadores britânicos e indianos, liderados por Chandra Wickramasinghe, na 46ª Reunião Anual da Sociedade Internacional para a Engenharia Óptica (SPIE), em San Diego, EUA.

Durante suas pesquisas, eles conseguiram reunir pedaços de células vivas da estratosfera, onde não há oxigênio, nitrogênio ou dióxido de carbono.

Assim, este fato requer a questão: Seriam os humanos alienígenas neste planeta?

 

O processo da Panspermia

Prova de que bactérias podem sobreviver no espaço

 

Para que a teoria da Panspermia possa ser plausível, seria necessário mostrar que bactérias podem sobreviver ao ambiente inóspito do espaço profundo.

Felizmente, há uma evidência concreta de que bactérias podem e têm sobrevivido viagens pelo espaço profundo e a exposição de longo prazo ao ambiente mais drástico que conhecemos, o espaço.

 

Bactéria encontrada em meteorito é estimada ter 4,5 bilhões de anos de idade

Em 11 de maio de 2011, o geólogo Bruno D’Argenio e o biólogo molecular Giuseppe Geraci, da Universidade de Naples, anunciaram uma descoberta extraordinária para o mundo.  Ele descobriram bactérias extraterrestres dentro de um meteorito cuja idade era estimada em 4,5 bilhões de anos.

Os dois cientistas descobriram que as bactérias, as quais tinham DNA diferente de qualquer outro encontrado na Terra, tinham ressuscitado num meio de cultura.  As bactérias sobreviveram, apesar da rocha ter sido esterilizada em altas temperaturas e lavada com álcool, o que significa que eram realmente resistentes.

 

Meteorito explode sobre o Canadá, revelando mais evidências

Há aproximadamente 12 anos, um meteorito explodiu sobre o Canadá e os fragmentos que foram recuperados revelaram evidências interessantes que dão apoio à teoria da Panspermia.

Uma mistura de compostos orgânicos, que incluía aminoácidos e ácidos monocarboxílicos, ambos essenciais à evolução das primeiras formas simples de vida na Terra, foram encontrados nos fragmentos de rocha.

Este fato é mais um indicador da teoria de que a vida na Terra e, na verdade, a humanidade, originarou lá fora, no espaço!

 

Micróbios terrestres na Lua

Em 17 de abril de 1967, a sonda estadunidense Surveyor 3 pousou na Lua para iniciar um programa não tripulado de levantamento, enviado para a exploração da superfície lunar.

Este foi um grande triunfo para a humanidade e recebeu muita atenção do mundo. Porém, houve um aspecto da missão que não recebeu tanta atenção quando talvez deveria.

Em 1969, quase dois anos e meio após aquele pouso, a tripulação da Apolo 12 recuperou e trouxe para a Terra vários componentes da sonda Surveyor 3, inclusive a câmera, dentro da qual se encontrou bactérias.

De 50 a 100 organismos sobreviveram o lançamento, o vácuo do espaço, 3 anos de exposição à radiação, frio extremo à uma temperatura de somente 20 graus acima do zero absoluto, e nenhum nutriente, água ou fonte de energia.  Esta seria evidência mais do que suficiente para mostrar que as bactérias podem sobreviver no espaço e assim viajar de um planeta para o outro através da Panspermia.

 

A anatomia de um cometa

 

 

Através do processo da Panspermia, a Terra pode ter semeado outros planetas no nosso Sistema Solar

Vamos presumir que sejamos alienígenas ao planeta Terra, ou, para ser mais preciso, toda a vida é alienígena à Terra e que originamos em outro lugar, talvez neste sistema solar, ou noutro a milhares de anos luz de distância.

Isto significa que em algum lugar lá fora, na vastidão do espaço, há planetas muito mais velhos do que o nosso, onde a vida começou e possivelmente terminou devido o passar dos milhões de anos.

Se somente um planeta enviar sementes para cá, intencionalmente ou não, isto significa que pode existir muitos mais planetas povoado com as mesmas ou similares espécies como vemos na Terra hoje, junto com humanoides.

É claro, há uma seleção natural, dependendo do ambiente, assim não seríamos exatamente iguais, mas ainda é fascinante imaginar isso, não é?  Uma corrente de planetas constantemente semeando uns aos outros com nova vida, de forma similar ao sistema reprodutivo das plantas e árvores.

 

O meteoro que matou os dinossauros poderia ter iniciado a Panspermia

O asteroide de 10 quilômetros de largura que atingiu a Terra e poderia ter eliminado os dinossauros, pode muito bem ter iniciado a semeadura de outros planetas e luas através do nosso sistema solar e outros.

Isto é fascinante, pois sabemos que as bactérias podem sobreviver dentro de meteoritos, como também podem sobreviver à viagem espacial.  Assim, o impacto do Asteroide de Chicxulub teria enviado milhões de rochas da Terra para o espaço, com bactérias para semear seja lá aonde as rochas forem parar.

Esta é uma reportagem da publicação New Scientist sobre o assunto:

A equipe calculou o quanto daquilo poderia ter acabado indo para os corpos no sistema solar mais prováveis de serem hospitaleiros à vida: A lua de Saturno, Encélado, e a lua de Júpiter, Europa; ambos dos quais presume-se conter oceanos de água líquida em suas sub-superfícies.

“Sob certas condições, até 300 milhões de rochas individuais poderiam ter chegado até Europa, e 500 em Encélado, eles calcularam.  Até mais delas poderiam ter ido parar nas luas de Marte.

“Um punhado de rochas poderiam até ter ido parar em planetas de outras estrelas. Uma dessas estrelas poderia ser Gliese 581, uma estrela anã vermelha a 20 anos luz de distância, com uma super-Terra orbitando na borda externa de sua zona habitável, onde a água pode estar no estado líquido.

“[Os pesquisadores] calcularam que aproximadamente 1000 rochas do impacto do Chicxulub poderiam ter alcançado esta distância em aproximadamente um milhão de anos, o que significa que qualquer vida [presente nas rochas] teria 64 milhões de anos para desenvolver – ou morrer.”

 

De onde vêm os humanos?  Nossa espécie se originou em Marte?

De acordo com muitos cientistas, toda a vida na Terra pode ter originado em Marte e sido carregada até aqui através da Panspermia em meteoros e cometas.

Vários meteoritos têm sido encontrados na Terra, os quais se mostraram ter vindo de Marte e os cientistas até encontraram traços de vida dentro dessas rochas, o que significa que é plausível o fato da vida na Terra ter se originado em Marte.

 

Conclusão: Seriam os humanos alienígenas?

A partir das evidências apresentadas, bem como da riqueza de informações sobre o assunto que abunda por toda a Internet, eu diria que sim, na verdade somos de origem alienígena.

Simplesmente pense, se a Panspermia realmente estiver acontecendo, isto essencialmente significa que o Universo está se reproduzindo!  Isto significa que não estamos sós neste infinitamente grande Universo.

Isto significa que deva existir outros ‘humanos’ lá fora, vivendo naqueles planetas que estão nas ‘zonas habitáveis’ de suas estrelas.  Isto significa que as pinturas e desenhos de humanos vindos do espaço podem ser na verdade humanos que foram semeados em outros planetas, e que são avançados o suficiente para vir até aqui e nos ensinar.

Até podemos ter sido intencionalmente semeados por essas civilizações e então mais tarde visitados e ensinados, e por isso tantas estruturas espetaculares foram construídas no passado, apesar da clara falta de tecnologia.  Lamentavelmente, eles podem ter parado de vir até aqui, porque agora somos perigosos demais.

Num ponto mais positivo, talvez eles estejam nos deixando porque sabem que iremos desenvolver e progredir, e então quando o fizermos eles estarão esperando por nós.

Seriam os humanos alienígenas?  Talvez os humanos sejam alienígenas a este planeta, mas talvez, para provar isso, precisaríamos provar antes que a teoria da evolução está correta.  Essa é uma questão para outro dia.

Até então, vamos somente imaginar a Panspermia – uma possibilidade maravilhosa!

– Richard J. O’Neill

Fonte: humansarefree.com

Colaboração: SENAM

AlienígenaextraterrestreOVNI HojepanspermiaUniverso
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (60)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Etevaldo

    A panspermia pode explicar de onde viemos, mas não explica nossa origem.

  • SENAM

    Como somos várias raças humanas na terra, vemos várias raças ETs por aqui mesmo…Será?!!

  • Alien Grey

    Acredito totalmente em vida extraterrena e que os alienígenas estão entre nos, seria muita pretensão dizer que somos a unica raça na humanidade, seria ate ignorância e uma mente  retrogreda, mais não acredito muito em historia de vendedores de livro como Erich von Däniken e outros, acho que é como vimos hoje as milhares de religiões espalhadas pelo mundo. Mais admito que algumas de suas historias faz até sentido, mais se realmente tivesse consistência em suas historias e de seus colegas de profissão tentariam divulgar suas descobertas através dos veículos de comunicação, da internet, e não vendendo livros

  • Doidim2011

    Eu penso se não seríamos uma raça desterrada devido a nossa violência. Que aqueles que nos desterraram não viriam ao planeta ver se a “prisão neste planeta” nos teria feito evoluir para pessoas boazinhas.
    Se a gente seria temente ao carcereiro

    Se a necessidade de ida ao espaço, inerente ao ser humano, não seria uma tentativa de fuga da prisão.
    Vemos isso na nossa ambição de chegar ao local mais alto, de morar no lugar mais alto, de voar, de atingir outros planetas.
    Tudo isso estaria na memória biológica da espécie humana?
    Fazendo uma comparação, coloquemos presos em uma penitenciária mista. Com o tempo esses presos vão se relacionar e terem prole. Essa prole não saindo da penitenciária devido aos crimes cometidos pelos seus pais.
    Se os presos continuarem cometendo crimes dentro da penitenciária serão punidos.
    Se trocarmos , nos livros religiosos, a palavra PECADO pela palavra CRIME teremos uma nova visão do homem, dos anjos e de Deus.

  • Vane Deragon

    bem tbm somos ET…mas a Terra foi criada pra nós.

  • Spock \//_

    Segunda conclusão em forma de questionamento:Somos nativos alienígenas ou alienígenas nativos?
    \//_

  • Cochese

    “uma plétora”.

  • VladimirChermach

    Segundo minha teoria não somos a primeira raça desenvolvida na terra. nesses “bilhões” de anos de vida do nosso querido planeta poderia muito bem ter abrigado outras civilizações…  podemos ser resto biológico deles, ou uma sub espécie que sobreviveu e se adaptou e evoluiu…. mas não existe nada que prove (por isso teoria).. claro que esse tipo de evidência é muito difícil de encontrar, somente coisas grandes o suficiente aguentariam o  desgaste do tempo. monólitos e pirâmides por exemplo hoje ruínas indecifráveis para nós mas que poderia ser algo comum a eles….. 

    sei lá é só minha teoria apelidada de Teoria Vladimiriana….

  • nilton monteiro lopes

    BOM DIA,bem somos nativos alienigenas criados pelo todo absoluto e poderoso,quando fez tudo isto,sentiu-se so e triste e entao fez o similar que nao e igual apenas tem a mesma essencia  aparencia e composiçao sem o poder absoluto,e quando voce deixa qualquer alimento em um recipiente totalmente fechado em um determinado tempo surge os bichos bacterias etc.,e a ordem natural da vida mesmo que nao seja tao complexa quanto a nossa e o universo cria como destroi e constroi de acordo com a nessecidade e nao tem panspermia,he tudo demasiadamente controlado e perfeito sem geitinho brasileiro ainda bem,um abraço a todos fui….i……………………….

  • Samsara

    Esse tema é facinante!!!
    Acho que no fundo, seja através do interesse pelo assunto OVNIs/ETs, da ciência ou atém mesmo através das religiões, todos queremos responder às perguntas: Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos?
    No fundo acho que é isso que move a humanidade. Esta ânsia por respostas deve estar no nosso código genético. Ironicamente, acredito que as respostas também estejam lá…

  • Paulo Bonfim

    Teorias…. tudo também depende da sua fé… acho que quando algo existe é porque existe em toda parte… para esse ponto de vista nada é RARO se existe … no máximo INCOMUM…. Logo, se a vida complexa e inteligente do nosso planeta é fato, no máximo ela é incomum mas presente em todo o universo. As origens dessa nossa humanidade…. só com muita pesquisa… tem muita coisa para aprender … mas vamos nos divertindo com essas conjecturas.

  • Pepe Rey

    Essa teoria é como a fauna e flora, a abelha vem buscar o mel e leva os polos para outro lugar e nascem diversas plantas e flores em varios lugares,

    Em questão do meteoro eu acho que é os do dinossauros, pq foi dela pra ca que surgiu a aumadidade,

    Mas tambem tenho uma teoria, acho que somos genes deficientes deixados na terra para evoluir e melhorar tanto fisicamente como intelectualmente, 

    Pense homens da caverna sem celebro todo esquisito, olha a nossa forma hoje, ainda acho na minha teoria que quando estivermos prontos eles vão vim nos buscar, 

    Nossos irmão ETs,

  • Zoldyck

    Doidim2011 Muito interessante essa teoria Doidim

  • walter loo

    ….excelente matéria, creio nesta teoria sim, inclusive em um caso de abdução, o relatante afirmou ser  tratado
    como filho pelo abdutor, com aparência e semblante suave e calmo, onde este se dizia preocupado com o 
    caminho em que o planeta seguia devido ao alto nível de poluição e degradação no planeta, !!!!!
    Acredito também que fomos colocados aqui intencionalmente, e mais eles estão sempre presentes observando nosso dia a dia e cada degrau que subimos na nossa evolução, e fico também calculando e comparando como se o criador esperasse assim como o passarinho no ninho sua mãe espera que ele alce voo se tornando independente, é o que eles esperam de nós e que possamos sobreviver ao ciclo natural que o planeta sofre de eras em eras assim não perderíamos nosso legado!!!
    Abraços fraternos!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • LuizAfonso

    ” Façamos o homem a nossa imagem e semelhança”

    Genesis

    porque o verbo da Bíblia está no plural?

  • LuizAfonso

    ” Façamos o homem a nossa imagem e semelhança”

    Genesis

    porque o verbo da Bíblia está no plural?

  • Lenio

    Não entendi duas informações. A de que foi encontradas bactérias em meteoritos de bilhões de anos e também em rochas de Marte. Como assim? Já comprovaram (e divulgaram) que existe vida fora da Terra e eu não fiquei sabendo? Ou são suposições, pois estas bactérias são daqui mesmo e os cientistas não podem ter certeza de que vieram de fora?

  • Alex Cosmos

    Sempre achei que eu tinha alguma coisa de estranha !!! http://www.youtube.com/watch?v=o43BLKyHMuA

  • LuizAfonso

    vcs já pararam um segundo para pensar que podemos estar orando para deuses extra terrestres?

    não que eu acredite piamente em tudo o que a teoria dos deuses astronautas dizem mas vamos raciocinar e veremos que muito do que pode estar contido na Bíblia e no relato de culturas antigas sobre anjos alados e deuses e serpentes voadoras podem ser alienígenas de outros planetas que vieram aqui plantar suas sementes planetárias.

    Eu acredito muito mais nesta teoria do que Anjos com asas copulando com humanos e deuses vindo até a terra.

  • Hannah_Cat

    Gostaria de saber o que significa “comentário mal formulado”, e que por isso não posso publicar!  Quem é este programa para julgar que “meu comentário está mal formulado”?!
    Off topic

    … E a galera toda tá “sofrendo” [jogo] na
    maior ansiedade!… E eu tô aqui, “no maior flozô” [tranquilinha…]. 
    Ainda bem que já passei desta fase!  Diversão besta essa [futebol] que
    faz sofrer!  Humpf!

  • mario martin

    Hannah_Cat

  • JAGLI

    A equação da existência é complexa, não pode admitir poucos fatores.

    Em parte, considerando a parte estritamente mineral das origens da vida, é claro que interagem diversos fatores que, no final das contas, reuniram os elementos necessários à vida não somente humana, mas de toda a Biosfera que lhe depende, porque a vida tem que ser considerada em seu conjunto.
    E dentro dessa sinfonia caótica, percebemos que o acidental, na verdade, é orquestrado, e o caos também é parte da ordem. Cometas que caem na hora certa ou cometas e meteoros desviados por forças e inteligências por trás dos bastidores do Universo se apresentam
    para que o cenário ideal seja criado, e nesse Holograma final (como muitos gostam de chamar) tudo estará no lugar certo e na hora certa. Entre um caos e outro transita a ordem, e entre uma ordem e outra, transita o caos. Ordem e Caos, ou Cosmos e Caos, irmãos gêmeos da refinada Partitura da Criação que, para ser, precisa da destruição.

    A vida humana depende da animal, que depende da vegetal, que depende da mineral.
    Nesse consórcio de reinos escalonados na pirâmide da qual atingimos o topo, entram aí influências planetárias, e o próprio Sol, a matriz principal dos átomos primários que compuseram a Terra e demais planetas. Entram em jogo os cometas, os acidentes cósmicos, as transformações planetárias que abriram as profundezas da Terra e fizeram saltar minerais raros e precisos à vida na superfície e que lá foram gerados por milhões de anos debaixo de temperatura e pressão, e toda essa cíclica renovação dos elementos que depura, remodela e permite a evolução dos átomos para moléculas, e estes para células e vida vegetal e animal. Acredito que a Terra e o Sol são auto-suficientes para disporem todos os elementos atômicos fundamentais à vida por meio de suas próprias transmutações internas, já que conhecemos muito pouco da dinâmica interna dos sistemas.

    Não dá mesmo para simplificar esta equação que contempla a existência no final dos seus termos.

    Tudo isso consta no currículo vitalício da humanidade, mas não parou aí.
    Esse modelo antes descrito criou o cenário ideal, e quando a Natureza estava pronta e habitável, então a civilização venusiana veio aqui e fez migrar uma parcela de sua civilização, que se tornou irmã da raça humana e com ela se mesclou. Os tais filhos dos deuses tendo comércio sexual com as filhas dos homens, Gênesis 6. Somos todos híbridos.

    Isso no caso da nossa Terra, porque cada mundo tem seu próprio histórico de origem.
    Porque os venusianos também vieram de outros lugares. Estudos apontam para planetas em torno de Sirius.
    Mas afinal, seres inteligentes vêm do macaco ou do Espírito?
    Mas se o macaco também veio do espírito, como todas as demais espécies vivas,
    como equilibrar todas essas afirmações de verdade?

    Existem duas correntes de vida, uma ascendente, e outra descendente.
    A vida mineral e vegetal alcançou o seu ápice evolutivo no reino animal, e nas espécies mais inteligentes é que essa evolução é coroada e completada. Mas essa evolução é do tipo involuntária, ela não alcança o arco da evolução voluntária humana.
    Não há um elo comum para ambas. O humano ser procede de uma evolução descendente do espírito consciente, quer dizer, de uma expressão do Espírito puro desde as dimensões superiores, caminho inverso ao realizado pelos animais e plantas. Ambos se encontram no estágio humano. 
    Claro, estou falando de modelos evolutivos de casca física, não exatamente do que está dentro dela. A alma viva está dentro de toda e qualquer forma de vida, e conforme a evolução dessa vida, será a sua casca no plano das encarnações. Uma alma animal pode amadurecer em seus aprendizados até se preparar para encarnar como ser humano, e por outro lado, um ser humano pode involuir muito e descer para os reinos inferiores da natureza nas próximas encarnações. Escrituras orientais desenvolvem muito essa temática, porque a religião do Ocidente amputou um importante conceito desse universo, o da transmigração das almas.
    Nem sempre a evolução de consciência de uma espécie viva corre paralelamente à evolução de sua forma, o que explica tanto a existência de animais super-evoluídos como de seres humanos bárbaros e decaídos.

    Isso não é simples de entender. O Espírito Universal da vida corre em duas estradas paralelas. Todos os fatores da equação da existência devem ser considerados, desde as interferências cosmológicas na criação do cenário mineral ideal até as forças do Espírito da Vida concorrendo na evolução criativa (ou criação evolucionária) dos dois lados.

    Do reino mineral ele ascende até a existência animal, e do plano espiritual puro ele descende, camada por camada, até a existência humana ou alienígena inteligente.
    Não saltamos do macaco diretamente ao status humano.  Houve aqui um encontro de duas ondas, a ascendente e a descendente. Assim, espécies símias muito evoluídas quase se tocam, em semelhança genética e biotípica, com as espécies humanas ancestrais, mas entre ambas existe um abismo de separação que não pode ser preenchido por um simples elo perdido de comunhão animal-humana. são duas correntes de evolução da vida na forma correndo paralelamente no mesmo planeta, a que sobe do mineral ao animal, e a que desce do mundo espiritual puro à expressão humana/alienígena inteligente. A criação não partiu de um ponto comum de origem, mas de dois.

    Porque, segundo a mais antiga sabedoria védica, a Terra já teve quatro grandes ciclos antes do atual que chega ao fim, e humanas raças muito diferentes, todas elas, ensaios do espírito na matéria. A primeira se chamou Protoplásmica e era feita de pura energia, células de plasma condensado, num tempo em que não havia sequer a célula. Ela concorria no cenário com a evolução mineral, era formada por uma espécie de plasma vivo e se reproduzia por divisão direta (como ocorre na mitose celular). 

    Depois, a segunda raça humana-divina era do tipo vegetativa, chamada Hiperbórea e que corria paralela à evolução da criação vegetal sobre a Terra. Era uma raça semi-mineral, já com semelhança de padrão vegetal em sua matriz, reprodução por brotação.  Finalmente a terceira raça, a lemuriana, era do tipo “animal”, digamos assim, porque já se lhe conformava cabeça, tronco, membros e mecanismos de movimento de membros coordenados pelo cérebro. A esta espécie é que apareceu a função sexual que a tornou semelhante às espécies animais que lhe dividiam o espaço de evolução, mas em outro arco de energia e padrão de mente. Nessa época em que a função sexual apareceu é que a combinação com a semente de outras raças, como a venusiana, se tornou possível. Depois, o homem completo da forma que o conhecemos ainda teve o cenário de Atlântida, a Quarta Raça-Raiz, para evoluir e aprender. Todas as quatro raças foram extintas, e de seus remanescentes criava-se a raça seguinte. Estamos vivendo nos tempos do final do Ciclo da Quinta.
    Assim, a manifestação do espírito puro em evolução descendente resultou num ser humano experimental das origens, que certamente recebeu a hibridação de venusianos em primeiro grau, e de outras raças, em menor grau. Esses seres sempre acompanharam os seus filhos da Terra, até que pudessem se emancipar e criarem sua própria história de evolução rumo a consciência cósmica, qual seus pais. 
    Dizem até algumas correntes que o Homem primeiro  sofreu toda as etapas de sua Criação evolutiva em Vênus, e depois, em função da queda *Adão e Eva, então foram banidos para a Terra. E os venusianos nunca deixaram de nos acompanhar e instruir, haja visto o enorme acervo de símbolos paralelos presentes na cultura antiga e a grande maioria deles identificando aquele planeta e civilização.

  • JAGLI

    E o surpreendente é a constatação de que todos estes símbolos estão sendo reproduzidos nos agroglifos ou crop circles.
    O que deduzir?

    Quanto às origens venusianas, para quem estuda a sério os agroglifos desde suas origens mais significativas, o que ocorreu a partir da série pictográfica de 1990, sabe reconhecer que muitos padrões que se repetiram ao longo dos anos até então se concentrou numa única identidade cósmica: Vênus.
    E não podemos ficar indiferentes a isso, é quase um chamado dos nossos divinos instrutores e mentores ancestrais!

    Como nessa belíssima mandala venusiana destes dias, e que nos reporta ao desenho do ciclo sinódico de Vênus nos céus:

    http://www.cropcircleconnector.com/2014/sixpenny/sixpenny2014a.html

    http://www.cropcircleconnector.com/2014/sixpenny/comments.html

    Este outro pentagrama surgiu ontem, outra vez, selo venusiano:

    http://www.cropcirclecenter.com/ccdata/2014/07/03/UK20140703_A.html

    Inclusive algo inovador está sendo inserido por eles neste ano, e para quem estuda os padrões das formações ao longo dos anos, especialmente desde 1990, percebeu que eles estão colocando claramente linhas de contato do tipo: decifre a senha e baixe o arquivo!
    Em outras palavras, é como se estivéssemos todos dentro do mesmo vestibular, e cada crop circle é uma questão, a outro encadeada. Quem decifra – e isso se dá individualmente – consegue acionar os comandos do contato que estão sendo ali colocados, desde 1990, em pictogramas que sempre o sugeriram, mas que somente agora estão completando os fatores faltantes do código.

    Para quem assiste neste vestibular desde o começo, isso está absurdamente claro. E pelo que se vê ali, esse contato estipulado pelos crops circles, desde o início, nunca s dirigiu de uma forma global e aberta. O fenômeno pode até ser global, mas a forma como cada um reage e conduz a sua inteligência sobre sua linguagem é que arranja as coordenadas de um contato individual. Porque uma coisa é certa: ao longo de 24 anos esses padrões recorrentes foram rigorosamente respeitados, tanto na Inglaterra (*o berço principal do fenômeno) como em diversas outras partes do mundo). E isso é o tipo de coisa que grupos de fazedores de falsos círculos jamais poderiam sustentar por tanto tempo e em lugares tão afastados entre si do planeta. Essa continuidade de padrões e essa lenta evolução coordenada das mensagens organizadas é a maior prova da legitimidade do fenômeno, ao melhor estilo de um contato aberto, mas de um resultado individual de cada consciência dentro do vestibular aberto, que pode ir do cinismo à indiferença, ou do estudo profundo à solução do enigma e, finalmente, ao contato proposto, desde o início.
    Nesse sentido, o fenômeno também agrega um caráter seletivo sobre a massa humana da parte daqueles que o dispuseram, e ao se considerar as diversas assinaturas recorrentes, venusianos eles são, sem sombra de dúvida.

    Desde o começo, e para quem se interessar, o vestibular começou em 1990. 
    Antes foi só o preparo. O maior arquivo crop circle no formato de diagramas está aqui:

    http://www.cropcirclecenter.com/

    Parece confuso á primeira vista, mas com o tempo e o estudo, os padrões aparecem, e a mensagem intuitiva e indutiva que neles se encerra é finalmente captada em primeiro, pelo nosso próprio subconsciente no qual jaz a linguagem dos arquétipos cósmicos.
    Depois é que o subconsciente transfere à parte racional e consciente o entendimento maduro da expressão simbológica. Quem estuda esse idioma arquetípico sente aquela atração de um misterioso olhar para dentro da alma, sondando todas as mentes através de sua Escritura universal disposta nestes símbolos cada vez mais raros. Um chamado para dentro, um olhar para o fundo de nossas almas, lá onde os mecanismos de defesa da razão consciente falham, e nos sentimos nús e expostos à forças e inteligências muito maiores que nós, que cuidam de nós, que nos amam e nos educam, intencionando dirigir-nos para cima e para dentro, enquanto nossos desejos e ilusões insistem em nos atirar para baixo e para fora.
    Um aprendizado que não deveria ser desprezado e desperdiçado.

    Até chegar na fase conclusiva de 2014, ao que tudo indica.
    A fase do código final ou senha completada que libera o arquivo para ser baixado, aquele arquivo de consciência que o download da memória baixa devagar nos neurônios da mente e desperta a consciência madura para o contato, para tudo o que ele significa.
    Porque ele não significará dizer um simples “olá” para aqueles que chegam.
    Ele significará muito mais do que isso.
    Ele significará um salto evolutivo naquelas espirais antes comentadas.
    Um salto que nos levará de volta para casa, ás estrelas…

    https://www.youtube.com/watch?v=ioDGjy3xwoU

  • AlecsanderRase1

    Porque temos fascínio tão grande por Marte ? Não só de hoje em dia, mas desde os tempos antigos.
     Será que Marte tem respostas para grande parte das perguntas que envolvem a humanidade ?
    Ótima tarde a todos.

  • Marujo

    UFA!!!! 1 x 0

  • Marujo

    Zoldyck Doidim2011 
    Saudades da Beatriz …

  • Alex Cosmos

    Olá prezados amigos !

    Sinto me desviar do assunto,mas tenho que pedir aos meu amigos aqui do Ovine e nosso comandante n3m3 um minuto de reflexão as 2  vitimas fatais do grave acidente aqui em minha cidade Bh na queda do viaduto em cima dos seus veículos! Uma obra feita as presas e mal planejada para a Copa do Mundo.
    Obrigado a todos !!!
    https://www.youtube.com/watch?v=YI2aqBxIxE4

  • jorgerdm33

    Excelente matéria sobre como a vida pode ter sido semeada aqui e em outros planetas.
    Tratamos os aspectos microbiológicos no que tange a origem dessa vida conhecida por nós, no entanto há outras constantes que também estão intrinsecamente ligadas a nossa origem alienígena.

    Há muitas evidências e hoje não mais tratamos de meras especulações e sim de elucidativos fatos.

    “Luzinhas no céu…”

    http://www.youtube.com/watch?v=6kVpM5WK5JI#t=1234

  • EdvaldoAquino

    Sempre achei interessante como os vertebrados são muito parecidos em sua forma básica: Cabeça e quatro membros interligados pela cervical. Alguns seres marinhos também se encaixam neste formato básico……..O que parece não pertencer a esta realidade é a “CONSCIÊNCIA”

  • LuaPequena

    mario martin Hannah_Cat Boa noite Mario!
    Genial Mario!
    Este senhor não sabe nem mesmo onde fica o hospital público mais próximo!
    NÃO PRECISA!
    Também com o que a EMISSORA LHE PAGA!
    Daria pra comprar um hospital prontinho só pra ele!
    Abraços!

  • LuaPequena

    LuizAfonso Boa noite Luiz!
    BINGO!
    Parabéns!
    Mais UM que desperta desse sono hipnótico em que a humanidade anda vivendo a milênios!
    MENTE ABERTA mas,SEMPRE ALERTA!
    Como diz o nosso COMANDANTE :”Olhos no céu e pés na terra”!
    Abraços!
    PS: De anjos ,esses “sacaninhas”,que copularam com as filhas dos homens,nunca tiveram NADA!

  • LuaPequena

    Paulo Bonfim Boa noite Paulo!
    Então,DIVERTAMO-NOS! 
    Abraços!

  • LuaPequena

    Spock \//_ Boa noite Spock!
    Acho que somos ambos!
    Somos a mistura do DNA do NATIVO com o DNA do ALIENÍGENA!
    Portanto,somos tanto nativos alienígenas,quanto alienígenas nativos!
    SOMOS O HOMO SAPIENS SAPIENS!
    SOMOS O XODÓ DOS PAPAIS (criadores)!
    E DAS MAMÃES!
    Forte abraço!

  • LuaPequena

    Doidim2011 RAPAZ!
    Muito bom!
    Abração!

  • LuaPequena

    Marujo Zoldyck Doidim2011 ????????????????????????????

  • Rosquinha

    Boa noite!

    Acho importantíssimo o ser humano conhecer suas raízes, para assim, ajudar na procura do autoconhecimento!
    Todos os seres humanos tem uma coisa em comum, a alma, q creio eu, é igual para todas as pessoas! O q fazem as pessoas serem diferentes, é o espírito. Adianto, para os q ñ sabem, q ñ estou me referindo a alma e ao espírito de maneira religiosa, e sim de maneira hipotética, talvez até filosófica! Estou expressando a forma como eu penso, não de maneira acadêmica, mas sim de maneira perceptiva! É o modo como eu tento compreender o mundo e a mim mesmo!

    Volto a repetir aqui, q a alma humana tem tantos segredos qnto o espaço q nos circunda. E talvez, seja até mais difícil compreender nossa alma, do q compreender o universo. É difícil pensar em uma razão para todos existirmos, porém, todos devemos ter um motivo para viver!

    Oq se leva da vida, é a vida q se leva! Temos q aproveitar a vida!

    Abraços companheiros!
    Obrigado pelo OH, n3m3!

  • JAGLI

    E pelo andar da carruagem, seguindo e conferindo rigorosamente a repetição sistemática dos padrões, muito precisamente desde a série pictográfica de 1990, os estudiosos e contactados com a Inteligência ET por trás dos crops circles têm esperado que a parte final do código saia agora em agosto de 2014, quando  normalmente o fenômeno atinge seu clímax através das mensagens mais sensacionais e reveladoras, conclusivas mesmo em relação a toda a estação sinalizada.

  • dannysdmf

    Muito bom! Estou aqui refletindo seriamente sobre isto, pois pra mim o mais sensato sempre foi a evolução natural. Pra pensar mesmo.

  • Marujo

    LuaPequena Marujo Zoldyck Doidim2011 
    Calma, Lua … kkk
    Beatriz Fagundes, a jornalista e apresentadora desse programa de rádio. Era a única, aqui no Sul, a tratar de forma honesta assuntos que a mídia tradicional faz de conta que não existem.

  • Marujo

    Doidim2011 Eduardo Lbm 
    Doidim, sempre que vejo tais semelhanças penso na forma vergonhosa que tratamos os seres mais parecidos conosco. Acho que é por isso mesmo: temos vergonha de sermos tão parecidos com eles. Fazem parte daquele lado “pobre da família”.

  • Hannah_Cat
  • Hannah_Cat

    OROCHI “O Dorminhoco” (1973) de Woody Allen.  Quem já assistiu?! 🙂

  • FernandoFernandes2

    JAGLI 

    Amem ,,,

  • OROCHI

    Hannah_Cat OROCHI só uma vez não lembro de muitas cenas =(

  • LuaPequena

    Rosquinha Boa noite Rosquinha!
    Parabéns!
    O aluno está virando professor!
    Abração menino!

  • LuaPequena

    Marujo LuaPequena Zoldyck Doidim2011 Boa noite Almirante!
    Agora simmmmmmmmmmmmm!
    Entendi de quem se trata!
    Abração!

  • UFO OVNI ETS

    look

  • Rosquinha

    LuaPequena Rosquinha Boa noite, Lua! Serei aluno para sempre, mesmo q me torne professor! Abraços!

  • Hel_Dai

    Etevaldo Doidim2011 Até estava curtindo o vídeo, mas ao chegar na parte onde ele diz que sabe a cura para AIDS “nossa” que é através do “trans energético” e que os EUA também sabem por contatarem os extras, mas que ele não irá dizer qual é….aí meu amigo…ME CAIU OS BUTIÁ DOS BOLSO TCHÊ!!!

  • SENAM

    Spock \//_ Pra grande massa, que tal…nativos ALIENADOS…
    Abraço

  • SENAM

    Tens uma cópia do recibo da construra?Me manda por e-mail.
    Abraço.

  • SimoneSilva3

    ouvi dizer que 82 especies de aliens na terra e se for verdade ?