Cientista: “A física quântica pode provar que há vida após a morte”

Tempo de leitura: 2 min.
Professor Robert Lanza.

As discussões sobre a possibilidade de vida após a morte tendem a focar em crença, porém, um cientista está sugerindo que pode haver uma evidência sólida de que exista mesmo vida após partirmos desta.

Robert Lanza, professor adjunto do Instituto Regenerativo de Medicina da Universidade de Wake Forest, é um proponente do biocentrismo.  A idéia do Professor é a de que, ao invés do Universo criar a vida, ele é na verdade um produto de nossa consciência.

Lanza diz que a morte “não pode existir no sentido real“. Ele propõe: “A vida é uma ventura que transcende nossa forma linear ordinária de pensar.  Quando morremos, não o fazemos em uma ‘matriz randômica de bola de bilhar ‘, mas em uma ‘matriz inescapável de vida’ “.  Lanza concluiu que os humanos são seres eternos que criaram o conceito de vida e morte através de suas consciências.  Ele alega que a morte não existe e que os humanos acreditam que ela exista porque eles crêem nisso coletivamente.

A morte é meramente o que pensamos que vemos.  Na verdade, tudo é o que pensamos que vemos.  Porém, na visão de Lança, “se tratarmos o tempo e o espaço como coisas físicas, a ciência escolhe um ponto de início errado para a compreensão do mundo“.

O ponto de início do Professor Lança é a biologia.  Contudo ele adiciona um pouco de mecanismos de física quântica para abalar os céticos realistas.  Ele aponta que o famoso experimento de física quântica, conhecido como ‘double slit’, ou experimento da abertura dupla em português, ajudou a demonstrar que partículas não são somente elementos isolados como pensamos.  Ao invés disso, elas podem agir como duas entidades separadas ao mesmo tempo.

Em essência, quando gostamos de zombar que alguém possa estar vivendo em um universo paralelo, isto poderia na verdade ser verdadeiro para todos nós.

Lanza tenta nos fazer pensar sobre nossa própria existência de formas diferentes.

Certamente o mundo seria muito mais interessante se verdadeiramente soubéssemos que há algo mais depois de partirmos.

Fonte: news.cnet.com, guardianlv.com

——-

O artigo acima, embora não parece ter nada a ver com nosso tema, possui sim uma associação intrínseca.  Afinal, tudo nos leva a crer que há uma ligação entre tudo que existe em nossa volta.

n3m3

física quanticamorteOVNI HojeUniversovida após a morte
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (161)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Dgmeacg

    Para as minhas crenças cientifica e espirituais, nada que seja novidade foi dito por ele. A muito tempo cruzo as descobertas e teorias da física quântica com as descobertas e teorias do espiritismo. É incrível com se completam e se explicam mutuamente.

  • mago53

    Até por questão de justiça e evolução, existe vida depois da morte. E a consciência é um acúmulos dessas experiências de vidas passadas. Assim vejo!

    • mago53

      perdão, acumulo, no singular.

      • mago53

        acúmulo ! É tá na hora de dormir!

    • Cetico(etico)ateque...

      Concordo com você mago.

    • THEORY

      VERDADE PURA!!

      …abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos, que dormiam, ressuscitaram; e, saindo dos sepulcros depois da ressurreição de Jesus, entraram na cidade santa e apareceram a muitos. Mt 27.52,53

      Daniel 12:2 Muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e horror eterno.

      Os justos receberão corpo imortal. 1 João 3:2 Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque haveremos de vê-lo como ele é.
      1 Coríntios 15:52 num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

      MECÂNICA QUÂNTICA PURA!!
      DO MAIOR “MECÂNICO QUÂNTICO” DE TODOS, SE É QUE POSSO USAR ESTE TERMO?

      Sempre falo que não dá para separar. Temos que estudar todas as vertentes.
      Aos céticos em óvnis e extraterrestres, cabe o bom senso de querer enxergar e aceitar o óbvio e aos crentes puramente em ufologia, cabe uma maior flexibilização de seus conceitos, pois nem tudo é metal e ciência.

      Ps: Jesus não pertence a linhagem ANUNNAKI. Os anunnakis foram/são aqueles que querem a escravidão, mas encontram oposição em JEOVÁ desde o início de nossa criação, por ambos os lados. Como diz o MAGO, duas centelhas.

      • Senhor Spock

        Jeová? Sei…

        • THEORY

          ANUNNAKIS? SEI….

          • Senhor Spock

            Interpretação impositiva…Huuummm…sei, sei!

            • Marujo

              Cara ou coroa?
              Faces da mesma “moeda”?

    • Hannah

      Tb concordo com vc, magão! 🙂

      Afinal, como se daria a evolução do espírito não fossem as sucessivas experiências adquiridas nas encarnações? Mesmo com o “providencial esquecimento” dos detalhes de vidas anteriores ao início de cada nascimento, acredito que assimilamos tais aprendizados de forma intuitiva, ao longo de nossas existências físicas.

      • mago53

        Se não fosse assim imagina ? Rouba, mata, estrupa, tem dinheiro, compra a lei dos homens e fica tudo certo, afinal tds nós fazemos a passagem ? Quanta gente ruim praticou o mal e morreu impune? Quanta gente boa q eram exemplos de vida e morreram de formas trágicas ? Se não existe vida após a morte q se dane, vou escancarar! Será ? Aí entra aquele dito popular ” Aqui se faz aqui se paga ” Justiça !

        • Hannah

          Torço bastante para o desenvolvimento da Transcomunicação Interdimensional vir a ser cada vez mais nítida e divulgada entre nós. Em outras palavras torço para que a tecnologia atualmente tão acreditada e até mesmo “endeusada” neste mundo em que vivemos, venha a servir de aval até mesmo para os mais céticos, das leis de causa e efeito, provando inclusive a eternidade da vida e das contas a serem prestadas; enfim da responsabilidade de todos, dos próprios atos.

          Será muito bom quando até os maiores psicopatas ¬ cujas características sejam a de jamais admitir e assumir os próprios erros, e cometer crimes com a CERTEZA DA IMPUNIDADE, além da total ausência de ética ¬ perceberem que responderão SIM pelo que fazem, por mais que: calculem, subornem e manipulem outros a fim de se safarem dos crimes praticados de toda a ordem (seja: físico, financeiro e/ou moral).

          Enquanto a lei de causa e efeito for encarada como uma crença a mais entre tantas outras, ou seja algo exclusivo e restrito à religião, os que se consideram invencíveis e imortais agirão como se sua efêmera condição fosse eterna.

          • mago53

            Hannah, disse tudo! Pessoas inteligentes ignoram essa lei, p fingir desconhecimento e achar q sairá pela brecha de que não sabia portanto sou inocente! Causas e efeitos são implacáveis! Os nórdicos disseram ao Presidente Eisenhower e um Bispo católico q nos ajudariam na evolução espiritual, e a resposta foi não, preferiram o caminho das armas greys. E se eles falaram em evolução espiritual, sabendo q nossa vida aqui é curta, lógico q teria q ser a reencarnação. Ou fariam mágicas ? Deixai vir a mim as crianças, porque delas sãos os reinos dos céus !!!!!

        • Rhodner Paiva

          Sei não. Esse negócio de darwinismo espiritual não faz muito sentido pra mim. Quem disse que evoluímos ao longo de várias vidas?
          Pode ser que tudo que tenhamos seja apenas esta vida para fazer a diferença e decidirmos onde vamos passar a eternidade.
          De todo modo, o melhor momento para “salvar a alma” ou “evoluir” é aqui e agora, enquanto estamos vivos, não?

          • mago53

            E vc acha q o tempo de uma vida aqui na Terra dá p evoluir a tal ponto de transcender a tds as necessidades da matéria ? Mas concordo com vc quando diz q salvar a alma e evoluir é aqui e agora e acrescento com uma pergunta, como chegar puro tal qual uma criança ? Eternidade ? Quer dizer no paraíso ?E quem não conseguiu, no inferno? E os q não tiveram chances ? Por exemplo: Nasceram aleijados numa tribo de índios, e aí vc sabe o q acontece né ?

            • Rhodner Paiva

              E se não existir essa tal evolução? Cada um é o que é e pronto. Alguns foram criados como plantas, outros como cachorros, outros como humanos, Ets, anjos etc.
              Basta estudar o contexto histórico do Kardec e fica facinho perceber que ele estava maravilhados pelas então recém-descobertas ideias de Darwin.
              Essa coisa de “ter que evoluir” me parece bem condizente com a vontade que termos de ser deuses e talvez simplesmente não sejamos.

          • Hannah

            Concordo com vc quando diz “(…) o melhor momento para “salvar a alma” ou “evoluir” é aqui e agora, enquanto estamos vivos(…)”. O problema é que muito depende da situação e das circunstâncias. Uma vida física apenas não é o bastante, isto é óbvio.

            Se a reencarnação não existe, estarão os monges budistas (e tantas outras doutrinas que levam em conta a reencarnação) errados por milênios?!

            • Rhodner Paiva

              Quem sabe, Hannah? No fim das contas alguém tem de estar errado, já que as “verdades” são muitas.
              Eu, particularmente, acho que isso vem da nossa velha mania de “empurrar com a barriga”.
              Pra que perder tempo acreditando que existam outras vidas? Não é melhor acreditar que não existam e “sair lucrando” caso existam? rs

          • ALEXANDRA

            Rhodnei Paiva

            Muito mesquinho alguem que tem plena capacidade física pensar assim, imagine uma criança que sofreu alguma violencia e veio a falecer, que oportunidade ela teve de viver, aprender, evoluir, e o seu algoz simplesmente vai para o inferno e acabou a prosa? Quem nunca teve alguma incapacidade real, nao tem como sentir o que pessoas assim sentem, e se Deus permitisse que uns nascessem sofredores e outros lindos, ricos, saudáveis ai sim poderia se acreditar que essa entidade seria TUDO, menos Deus.

            • Rhodner Paiva

              Culpar a Deus. É o que nós humanos fazemos de melhor.
              Existem muitas forças agindo neste mundo e sempre culpamos a Ele, pois afinal Ele permitiu tudo isso, não é mesmo?
              Já convivi bem de perto com pessoa que tem deficiência e ela mesma me relatou que espíritas a olhavam de modo acusador, pois na cabeça deles quem tem deficiência fez alguma coisa para merecer isso em vidas passadas. Aí só estaremos transferindo a culpa de Deus para a própria pessoa.
              Pois saiba que a criação divina é perfeita e só existem pessoas deficientes por culpa nossa mesmo e de outros seres que se opõem a nós, mas não gostaria de entrar nesse assunto aqui. Se a mulher desse à luz sua própria raça não haveria deficiência alguma. Enfim, é mais fácil culpar a Deus do que procurar entender o que acontece aqui na Terra dos viventes.

    • crenteemmimmesmo

      Mago, Boa Noite, previamente desculpe-me por possíveis erros de ortografia e acentuação.

      AMIGO, pense comigo, não seria mais fácil, mais EFICIENTE, ao espiritismo (Deixando bem claro que eu sei um pouco dessa religião, ), ao plano espiritual, não enviar jesus!! Impactante esse pensamente não é … Bom meu ponto de vista não é contradizer esse artigo porque ele faz sentido, mais ele está longe de ser uma verdade, Mais se vc pensar como o Lanza não seria mais fácil para todos evoluírem? Ora meu amigo, eu acho que sim porque Jesus deixou sua mensagem mais ela foi deturpada, e Kardec não detalha o plano maior… ele detalha a vida terrena que interage com a vida espiritual. Bom onde eu quero chegar é aqui, Se Jesus pregasse apenas isso ” Aprender sempre sobre as leis terrenas ” se o plano espiritual mandasse alguém que não fosse paz e amor e sim mais objetivo seria bem mais easy para evoluir as pessoas não teriam a certeza que existe outra vida, mais nessa vida elas se esforçariam o MAXIMO para aprender e deixar seu legado ! ps: Estou aberto a mudanças | Só sei que nada sei : Socrates

  • Cetico(etico)ateque...

    Depois que eu vi uma entrevista de um menino de 13 anos que enxergava espíritos desde que se entendia por gente, passei a acreditar de verdade que existe algo para além do que conseguimos ver ver e tocar. O meu acreditar também aumentou depois que eu soube de uma psicografia que minha mãe fez da avó dela (depois disso ela nunca mais tentou nada), aliás várias são as psicografias com referências a nomes, endereços, turmas de faculdade onde a a pessoa estudou e detalhes do evento que ceifou-lhes a vida (e contra isso, por mais que se diga ter sido fraude… na minha opinião, o nível de detalhamento é mais incontestável que qualquer cropcircle, coisas impossíveis de se acertar ou chutar).

    Em relação à tese do doutor aí, não entendi nada, não é por menos que minhas notas em física quântica são o que são (não, eu não estudo nada relacionado à física, quanto mais a quântica).

  • John7

    O que a ciencia é capaz de fazer, em outros tempos esse assunto seria mal entendido.Agora pra mim ao nascermos ja somos eternos , não ha mais volta.Outra coisa cada ser humano é unico. Não estamos aqui pra concertar nada de outra vida, mais para chegarmos ao nivel de nossos visitantes.A física quântica nos guiara no caminho da verdade.

  • Geek

    Pois é N3m3, o debate sempre indo nessa direção e cada vez mais apoiado em teorias.

    Acredito piamente nessa simples frase:
    ” Na verdade, tudo é o que pensamos que vemos.”

    • Marujo

      E é “ai” que entra o tal tripinomitrolitiltiltil (esqueci o nome da substância que dá um “setup no equipamento”). Parafraseando: “pesquise com moderação” …

  • Feanaro da Casa de Finwe

    Conhecem Amit Goswami

    Físico nuclear indiano, considerado um importante cientista da atualidade, ele tem instigado os meios acadêmicos com sua busca de uma ponte entre a ciência e a espiritualidade. Ele vive nos EUA, é PhD em física quântica e professor titular da Universidade de Física de Oregon. Há mais de 15 anos está envolvido em estudos que buscam construir o ponto de união entre a física quântica e a espiritualidade. Já foi rotulado de místico pela comunidade científica, e acalmou os críticos através de várias publicações técnicas a respeito de suas idéias. Em seu livro “O Universo Auto-Consciente” ele procura demonstrar que o universo é matematicamente inconsistente, e sem existência de um conjunto superior, no caso Deus. E diz que se esses estudos se desenvolverem, logo no início do terceiro milênio, Deus será objeto da ciência e não mais da religião.

    http://www.youtube.com/watch?v=e-aDYAezrps

    • Geek

      Feanaro meu amigo! 😀

      Não é uma ponte entre ciência e espiritualidade, é descobrir que o que chamamos de espiritualidade pode ser descrito e estudado pela ciência, é um fenômeno natural do universo.
      E está de fato havendo um movimento nesse sentido.

      • Marujo

        Hãn-hãn. E é lógico também. Se ainda não parece lógico, é porque “muitas peças” ainda estão faltando.

  • francofreitas

    Física quântica e a religião da Ciência…

    Uma maneira de dizer que o “Criacionismo é verdadeiro” em outras palavras

    • Stargazer

      Sério? Acharam fósseis de Adão e Eva?

      Quando a ciência descobrir a vida eterna, os deuses ainda serão imaginários.

      • francofreitas

        Boa….só que a qeustão nao foi resolvida…
        No final sempre será nescessario uam explicação nao teorica mas Espiritual…

      • Johnny

        E você acha mesmo que Adão e Eva eram somente duas pessoas, um homem e uma mulher?!

    • Senhor Spock

      Franco…
      Os criacionistas fazem com que uma teoria pareça uma coisa que se inventou depois de beber e ficar bêbado a noite inteira.
      .
      \\//_

      • THEORY

        Manipulação genética de alto nível.
        Transformação de uma espécie em outra.
        Evolução de uma espécie e melhoria de suas características principais.
        Criar uma nova espécie do nada, através de manipulação genética.

        Mesmo que isto tenha sido feito por: seres dimensionais, seres extraterrestres, seres evoluídos o suficiente ao ponto de se apresentarem como corpos em sua existência quântica. Isto não seria entendido como etapas ou o criacionismo propriamente dito?

        Isto não seria entendido como etapas ou o criacionismo propriamente dito?

        • Cau

          Theory, o nada não existe! O que é o nada? Nada é ausência, a não existência. Sem tempo, sem espaço, sem matéria, sem energia, sem partícula, sem ondas, sem o próprio sem!
          Se existisse apenas o espaço, já é alguma coisa. O mesmo pode-se falar sobre o tempo, sobre o espaço-tempo. Se os físicos já chegaram a conclusão que o Universo é resultado do pensamento, como criar algo do nada?
          NEM DEUS CRIARIA ALGO DO NADA PORQUE NEM ELE MESMO EXISTIRIA!
          Isso não é crença é certeza!

          • Senhor Spock

            Obrigado pelo pré-acréscimo, Cau!
            \\//_

          • francofreitas

            Oi Cau na existenci de criador absoluto ele nao estar dentro da Historia ou cosmo , mas Fora dele , pois o que exiswte ele mesmo teria criado para si…

            Então um Deus dentro da historia nao é Deus….

        • Senhor Spock

          Dissecando em nível diferente eu diria assim:
          Teoria Evolucionista é forte demais: Portanto “não serve!”
          Teoria Criacionista é fraca demais: Portanto “não serve!”
          Teoria Intervencionista é um quadrado tentando se encaixar num losango: Portanto “perigosa de servir”!
          .
          “A” divindade existe! Assume formas pois não é definida e nem sequer devia em termos masculinos ou femininos!
          .
          “Quânticamente” falando(aspas propositais de novo): >>> Para aqueles que são treinados em ciência o criacionismo parece-se com um sonho ruim, uma súbita revelação de um pesadelo, a marcha renovada de um exército da noite convocado para
          desafiar o livre-pensamento e a compreensão das coisas.
          Os indícios científicos para a idade da Terra e para o desenvolvimento evolucionário parecem avassaladores para os cientistas. Como pode alguém questioná-los?( e até devem) Que argumentos os criacionistas usam? Qual a “ciência” que faz sua visão ser “científica”?
          \\//_

          • Marujo

            Pois é. Parece colocar em cheque a honradez da “mãe de alguém”. Coisa terrível de ser reconhecida ou, até mesmo, questionada. E isto pode ocorrer (e ocorre) nas “melhores famílias” … “religiosas” ou “científicas”.

            • Senhor Spock

              Agora imagine usando de analogias? para o bom entendedor sobre tal temática?
              E não tem moeda nem com cara nem com coroa?
              A moeda é uma pepita de ouro(portanto sem lados)!
              \\//_

              • Marujo

                hehehehe …. assim, realmente piorô!

        • francofreitas

          até a teoria das cordas e totalmente religiosa, quem entende ver logo essa logica.. 😉
          ai concordo com vc sempre “etapas ou o criacionismo”…

    • Geek

      Aí que tá! A física e a química quântica não tem nada com a religião, mas com elas se percebeu que alguns fenômenos puramente naturais são vistos por nós humanos como fenômenos espirituais, paranormais. O caminho é justo o contrário da extinção da religião como a conhecemos hoje. Não é uma fusão, é a separação definitiva.

      • Marcelino

        Exatamente! Brilhante Geek, a Ciência tenderá a mudar os conceitos religiosos ao desmistificar a Religião o que é hoje sobrenatural tenderá a ser natural! 😉

        • mago53

          Mãos de Luz, autora Bárbara Ann Brennan. A cura através do campo de energia humana. Muitos já mudaram faz tempo !

      • Marujo

        Na verdade, significa uma “aproximação”, onde:
        1) cientificamente, as respostas para as “incógnitas” tendem ao quadrante do “místico”, por assim dizer;
        2) e, misticamente, as respostas para os “mistérios” tendem ao quadrante do “lógico”, também por assim dizer.
        Veremos o que acontece com tais “retas” (da “mística” e da “lógica”). Quem sabe, para a intersecção, falta pouco agora?

      • francofreitas

        A questão greek e que ate fisica tem que rever seus conceitos e mostra algo “Espiritual” para explicar o que não tem como explicar…

        • Geek

          Tente imaginar o contrário. E se a física e as outras ciências aceitarem fenômenos que hoje são considerados “loucura” Viagem” como sendo algo totalmente natural ao ser humano. Explicar o espírito, a alma, como uma parte constituinte do ser humano.

  • Praxzer

    Espero que a ciência evolua ao ponto de estudar o que ainda não tem domínio, mas certamente, a vida após a morte existe, e este tópico certamente tem relação com o tema principal do site…

    Bom, levando em conta que somos seres de 3ª densidade e os quais nos visitam são da 4ª densidade em diante salvo raríssimos casos, muitas das formas de viagens não se utilizam de forma material, e um dia a ciência, espero eu, terá capacidade de “provar ” a existência da alma de forma aberta… e o que tudo isso significa? Significa que estamos em uma dimensionalidade especifica, no momento em um corpo físico “vivos, porém numa verdadeira “ILUSÃO” em relação ao nosso real eu e ao mundo real…

    Livros que “provam” a vida após a morte, mas certamente não aceitos pela ciência tradicional (sempre conservadora e em muitos casos atrasada) estão aos montes por aí… porém um que considero fenomenal é do Seth:

    http://www.amazon.com/Seth-Speaks-Eternal-Validity-Soul/dp/1878424076

    em .pdf

    http://www.jhardaker.plus.com/pdf/Seth%20Speaks.pdf

    Outros muito bons são do Dr. Michael Newton que por regressão hipnótica acessou as vidas passadas e entre-vidas de seus pacientes:

    http://www.amazon.com/Journey-Souls-Studies-Between-Lives/dp/1567184855

    em .pdf

    ftp://bazaarmodel.net/pub/Project-C/Soul/JourneyofSouls.pdf

    Como já citado, a verdade e a realidade da nossa multidimensionalidade está dentro de nós

  • Sirius

    Excelente artigo Neme!
    Isto vai de encontro ao que eu defendo e às minhas próprias experiências.
    As experiências que tive com ETs, foram de natureza transcendente, fora do que chamamos erradamente de realidade, por isso, só entende quem já experimentou.
    Também já disse várias vezes que a maioria das civilizações extraterrestres, não estão “amarradas” a uma ilusão persistente, como nós. Dessa forma, eles estão à nossa volta e não os vimos, porque estamos cegos pelas nossas crenças.
    Digamos que essa ilusão persistente, é de alguma forma parecida com a Matrix, mas neste caso, não é feita por máquinas, mas sim por pensamentos, crenças fortemente enraizadas, arquétipos, etc. Nesta “Matrix”, também existe um grupo de pessoas que de tudo fazem para manter a ilusão, olhem à vossa volta VEJAM, pois todo o controlo que eles fazem é para nos manter aprisionados.
    Experimente desligar os pensamentos e emoções relacionados com a ILUSÃO, e constatar que ficam invisíveis para os demais, pois estão no estado de ser.
    Por enquanto, ainda podemos escapar à ILUSÃO enquanto dormimos, mas aqueles que insistem em nos controlar têm planos para até isso nos tirarem.
    Por isso vos digo, acordem enquanto é tempo…

  • AntonioFarias

    A evolução tem que começar pelo nosso modo de pensar , compreender e agir, aí sim poderemos compreender o mecanismo de toda a nossa existência na vida e pós vida.

  • fiveluz

    Robert Lanza, não esta viajando, esta é minha opinião.
    Desde que me conheço por gente e pelas experiências que tive com seres anti-matéria, me levaram a crer que não terminamos com a morte, é só outro passo à caminho da evolução.
    Pois nós somos luz, somos energia, fazemos parte do universo. “DO PÓ VIESTES AO PÓ VOLTARAS”.
    Para quem busca mais conhecimento deve se aprofundar no assunto, refletindo e meditando.
    Quando nossa energia se coloca em sintonia com o cosmos, uma pequena e infima conexão, se coloca em sinergia com tudo que há no cosmos.
    Não sei como apareceu aqui, mas um dia fazendo “limpeza no PC”, acabei esbarrando com esse tema.
    EL SER UNO, talvez alguém postou aqui no OH –

    http://www.elseruno.com/index_es.html

    Felizmente esse tema foi de encontro com aquilo que eu estava querendo entender após muitos avistamentos de ORB’S e ESFERAS, digo muitos porque foram muitos estes ultimos anos e sentir a presença de seres bem próximo, porém sem poder ve-los, somente senti-los.
    Tem um participante aqui que muitos deboxaram dele, porque ele colocava as coisas da maneira que ele via, também discordava com ele em alguns pontos específicos, mas em outros ele tinha conseguindo através de sua viagem astral ou “visões” dado início ao processo de se aproximar do seu “EU”.
    Ele está aí lendo e sabe que escrevo dele.
    Vale a pena de baixar este “EL SER UNO”, com esforço você entenderá o espanhol.
    Poderemos entender muitas coisas e talvez abrir nossas mentes mais rapido. Ainda estou estudando, assim como estudei as Escrituras Sagradas, ainda não achei tudo, mas estou no caminho.
    É neste caminho que devemos seguir, pois o universo é interligado por “veias” como nosso sistema circulatório, levando a vida para nosso cósmos interior.
    Todavia busco entender o que esta acontecendo, não creio que seremos extintos, mas sim teremos em breve um grande balanço, que levará a humanidade à reflexão.
    Nossa humanidade está caminhando em passos lentos em direção ao futuro, nossa evolução e elevação depende da individualidade e do amor a si mesmo e do amor ao próximo.
    Sem considerar que esta “civilização” não é a primeira a habitar este planeta lindo, maravilhoso mas muito enfermo que está precisando ser curado e purificado.

    LUZ E AMOR PARA TODOS.

  • paulotargent

    Sugiro aos interessados que façam um estudo a cerca da surpreendente pesquisa do renomado cientista williams crookes, vá além , veja como os chamados mortos começaram a se comunicar , através das chamadas mesas girantes e finalize, em dias atuais com os estudos feitos pela pesquisadora Sonia Rinaldi, onde ela registra as comunicações feitas dos chamados mortos com seus parentes ainda no plano físico.

    • Hannah

      Há um bom tempo soube que tudo o que existe aqui na Terra, em termos de tecnologia assim como toda e qualquer invenção, já foi criada antes no plano astral. Em outras palavras ninguém aqui de fato “cria”, mas capta informações do que já existe em outra dimensão.

      E o que achei super interessante nos estudos de Sônia Rinaldi foi constatar que a transcomunicação é uma tecnologia criada, dominada e monitorada por ETs!

      A Trasncomunicação Interdimensional não se completa, enfim não se dá daqui [encarnados] para “lá” [desencarnados] e sim ao contrário. A manifestação dos desencarnados só se dá mediante “permissão” dos desencarnados.

      Conclui-se que no mundo espiritual há uma natural interação entre humanos e “não-humanos” [ETs], assim como uma nítida hierarquia.

      • Cau

        Hannah, boa tarde!

        O princípio inteligente de um humano e de um ET tem a mesma significação, o que muda é a forma de manifestação e isto nos leva a concluir que todos somos ETs, uns mais materializados outros menos. E nos inter-cruzamos em todos os confins do Universo!

        • Hannah

          Olá, Cau!

          Bem observado e lembrado; o que vc escreveu agora faz sentido! 🙂

  • Samsara

    n3m3, um breve comentário sobre o teu comentário:

    Troque “vida após a morte” por “outras dimensões” e o artigo passa a ter tudo a ver com o nosso tema.

    Vou além… na minha opinião, a grande revelação que todos nós esperamos anciosos passa por um despertar de consciência (ou espiritual, como achares melhor) coletivo.

    Percebo que este despertar já começou e está se acelerando. Nunca vi tantas pessoas abertas a temas que, até pouco tempo, eram ridicularizados.

    Como tu mesmo colocaste, há uma ligação para tudo. A vida no estágio evolutivo que nos encontramos é um grande jogo de quebra-cabeças.

    Abraços!

    • n3m3

      Bom dia Samsara,

      Realmente, nesses últimos anos as pessoas parecem estar um pouco mais abertas quanto a isso, embora a grande massa ainda está hipnotizada. Espero que não necessite algo drástico para que todos acordem.

      Enquanto isso, seguimos em frente dentro da esperança de ver e comprovar o que há do outro lado.

      Abraços

    • fran

      “Nunca vi tantas pessoas abertas a temas que, até pouco tempo, eram ridicularizados.”

      Infelizmente, quando muitos falam sobre eventos dessa natureza, ainda hoje, no íntimo, são ridicularizadas e são motivo de grandes gargalhadas.

      Existe um grupo seleto do que encaram como possibilidade.

      Abs

      • fran

        dos

        • Marujo

          Dos que me entendem como “interessado” pelo assunto, só obtenho comentários hilários ….
          Porém, nunca os vi “tão hilariamente” me perguntando acerca dos últimos acontecimentos … hehehehe!
          Pareço o “bidu”: “pois é, estudem, pesquisem!”
          hehehehe …

  • Drica

    Da Experiencia de quase morte à reencarnação – Dr. Décio Iandoli da Associação Médico Espírita.
    Palestra que mostra as pesquisas já realizadas

    http://www.youtube.com/watch?v=9kVFpTCNJ_E

  • Newton

    Bobagem. Morreu, acabou.

    • Edison Junior

      Neste caso teríamos de “viver” ao máximo esta vida,
      trabalhar menos, ( melhor, não trabalhar ) , teríamos de dar mais valor a nossos filhos, amigos, ao ser humano como um todo, não aceitaríamos uma vida de sofrimento, fome, humilhações, teríamos de nos revoltar contra nossos dominadores, pois só teríamos esta vida …..
      .
      Você tem toda razão, mas não espere que muitos possam suportar esta realidade…..
      .
      Abraço a todos…..

      • Newton

        Não necessariamente viver ao máximo, não trabalhar, etc.

        Se essa é a única vida que tenho, não sou obrigado a viver de forma intensa e aproveitar meus segundos da melhor maneira possível buscando sempre a felicidade, o bem e o prazer. Utopia. Pergunte ao homem mais livre que já viveu se ele aproveitou a vida ao máximo. Não, é impossível e subjetivo demais para saber.

        Eu sei que posso morrer enquanto escrevo esse comentário. Estou apenas vivendo, fazendo alguma coisa. Se morrer, não espero encontrar nada do outro lado, então talvez eu devesse estar fazendo alguma coisa mais importante com o meu tempo do que estar aqui agora em frente a uma tela, escutando música e escrevendo isso. O que eu deveria estar fazendo? Como aproveitar ao máximo a próxima hora, ou o restante do dia? Viajar, fazer sexo, usar drogas, ajudar crianças abandonadas, adotar animais de rua?

        Vai de cada um. Se parar e pensar nisso, o tempo se perde. O bom de existir é ter a consciência da existência. Pensa que tu tem sorte em estar aqui. Poderia não estar, poderia simplesmente não ter existido. Isso já é uma “dádiva” da natureza, digamos assim.

        Existir já é o suficiente. Saber viver fazendo os outros felizes e sendo feliz é um luxo. Quem consegue fazer isso, por mais simples que seja, já poderá morrer feliz e se dar por satisfeito.

        Pela lógica, não deveríamos estar aqui. O “estar” é o que conta. Pensar no que pode existir após nossa vida é perda de tempo.

        • Hannah

          “(…) Se morrer, não espero encontrar nada do outro lado(…)”

          Achei superlegal isso que vc escreveu! 😀

          Tenho aprendido que é muito bom não ter expectativas (embora nem sempre isto seja emocionalmente possível para mim), observe este modo: quando não se espera não se tem ansiedade e nem decepção. O que vier a acontecer, será aceito. E aceitação é transcendência.

        • ALEXANDRA

          Newton, pensar assim é meio deprimente, viver sem expectativa é mais ainda, se não ouve-se vidas sucessivas não precisaríamos nascer com sentimentos, nem sentir necessidade de pensar no próximo, no conjunto em si, constituir família então pra que? pra só pra passar uns anos felizes e brigando, e se formos bons deixarmos saudades? A sei lá, pra viver sem expectativa de melhora pessoal, ou de ressarcimento sentimental a outra pessoa é melhor nem existir, bom apesar que pelo que voce disse, posso fazer qualquer coisa que quiser de ruim no agora e nem tchum, afinal morreu acabou né, não terei que dar conta das mer*** que fiz mesmo né?

          • Newton

            Exatamente!

            Se dedicar tua vida a praticar o mal, na hora da morte não terá um cara lá do outro lado pra te julgar e punir. Simplesmente deixará de existir. Muitas pessoas fazem isso. Daí vai da escolha de cada um.

            Eu escolhi seguir uma ética que me foi ensinada por meus pais – católicos, diga-se de passagem -, pela escola, sociedade e pelo autoconhecimento. Recuso-me a fazer coisas erradas, sair da minha linha de moral, mesmo sabendo que não vou ser recompensado quando morrer.

            Essa coisa de ter que fazer o bem para ser recompensado é a maior bobagem já inventada e um grande problema de consciência ética. Digamos que é um defeito natural.

            O desafio da vida é viver moralmente sem esperar recompensa por nada. Deprimente? Não acho. Penso que essa é a beleza de viver. Tentar fazer bonito enquanto estamos aqui pra deixar uma obra boa pra quem ficar. Mas se preferirem curtir a vida adoidado, roubar, matar, daí é com a justiça.

            Abs!

    • paulotargent

      Seu nome, é incompatível com seu comentário…. rsrs

      • Newton

        Verdade.

      • Edison Junior

        Oi Paulo, não associei, fiquei na ignorância, esclarece pra mim por favor…..

    • Marujo

      Foi o que disse um “cara” que, “post mortem”, segue “dormindo” (há milênios): o “nada” foi o que ele “quanticamente” acabou “construindo” para si mesmo! Como acordá-lo?

      • Newton

        Por que acordá-lo?

    • moder Jord

      Discordo, a natureza (Deus), não desperdiça nada.
      Se tudo se transforma, é esse o caso.
      Se morrer fosse acabar, qual o sentido de tudo o que existe e interage conosco?
      Qual o sentido de nascer, viver, morrer e acabar?
      Mero desperdício faria mais sentido do que evolução?

      • Newton

        Claro que não desperdiça nada. Sempre nos transformamos em alguma coisa, seja em alimento para vermes ou em cinzas para alimentar a saudade dos que ficam. Mas é bem diferente de nos transformarmos em algo vivo após a morte, em outra dimensão ou estância.

        Morrer, nesse caso, não é acabar, concordo, mas sim contribuir. Deixamos algo para a natureza – nosso corpo – e deixamos saudades e lembranças, nossas obras, para os que ficam. Sorte de quem consegue fazer isso.

        Porém, não existe uma continuidade da vida após morrermos. O jogo acabou aí. O sentido de nascer, viver e morrer é tão simples, mas para algumas pessoas, perdidas no labirinto das ilusões e da esperança, é algo complexo e não pode ter uma resposta óbvia e direta como “acabou”.

        O sentido dessa vida é viver enquanto ela dura. Temos sorte de estarmos vivos e podermos compartilhar alegrias e tristezas com familiares, amigos e pessoas as quais amamos. Tem gente que vive pelo amanhã, pelo pós morte. Fica rezando para ter seus pecados perdoados e poder viver no paraíso após morrer. Se esses esquecem de viver o hoje, suas vidas não farão sentido algum.

        O medo de aceitar essa verdade empobrece a vida de muita gente.

        • moder Jord

          É bom ter otimismo, esperança, fé na vida, sim, sem precisar viver em função de nossa pós-vida, de prêmios ou castigos. Isso seria uma insanidade. Enriquece a qualquer ser, entender que não está aqui por nada. Pecados são títulos religiosos para procedimentos errados que tomamos, sabendo que estamos prejudicando a alguém. Podemos evoluir, baseados em empatia e compaixão. Em todo o caso, o que sabemos hoje, amanhã chegará com upgrade, porque os dias passam e a gente amadurece.
          Mas concordo com você que Paraíso e “outras cositas más” estão fora de cogitação há séculos.
          Seja feliz 😉

          • Newton

            O importante é ser feliz e ter saúde. O resto é filosofia.

  • Marcelino

    Fenômenos que apesar do ceticismo sobre eles ainda não podem ser explicados totalmente:

    Casos de premonição legítimos;
    Crianças que apresentam recordações de vidas passadas (pesquisadas por 40 anos pelo Drº Ian Stevenson na Universidade de Virginia onde em 20 casos, num universo de mais de 2000, foram encontradas provas de que as recordações tinha procedência e eram verificáveis).A pesquisa de Stevenson embora criticada por alguns é solída o bastante para ser respeitada ( A reitoria da Universidade de Virginia, passou anos sofrendo a pressão de grupos religiosos para interromper e até demitir Stevenson)!

    Algumas Experiências de Quase-Morte onde o paciente viu pessoas e procedimentos médicos detalhados que só estando acima da mesa de cirurgia e dentro da sala ou presente no ambiente ela poderia ver, ( há um caso onde uma criança reconheceu o para-médico que a socorreu após afogar-se, descrevendo inclusive sua aparência, sendo que os médicos chegaram minutos após o evento, com a criança entre a vida e a morte inconsciente) Não há explicação para isso na teses apresentadas pelo neurologistas que insistem na ideia de ilusão causada por medicamentos e pela falta de oxigênio no cérebro!

    Curas espirituais que desafiam o conhecimento médico atual, (são muitas)!

    Evidências de que fenômenos mediúnicos podem ser legítimos (em recentes pesquisas científicas onde o estado de transe e a ativação de zonas cerebrais neste estado, são registradas pelos aparelhos, solicitando uma nova abordagem científica desse tema e derrubando a tese de que todos os fenômenos mediúnicos são fraudes deliberadas ou problemas psiquiátricos!A mediunidade não pode mais ser considerada uma patologia ligada a dissociação da consciência e esquizofrenia como foi por mais de um século!

    A relação intrínseca entre o tema Vida Após a Morte e Ufologia está no fato de que ambos os pesquisadores das duas áreas sofrem perseguição da elite do meio acadêmico mundial e de grupos religiosos poderosos por desafiarem o statos quo que norteia a nossa sociedade e suas crenças fundamentais!Além de que envolve a possibilidade de Vida em outras dimensões o que se conecta ao fenômeno ufológico pois o desempenho de alguns UFOS desafia a Física Moderna!

    • fran

      Explicou muito bem, Marcelino.

      • Edison Junior

        Bom dia Marcelino:
        .
        1.Casos de premonição legítimos;
        Talvez recordações possam ser passadas através do DNA…
        .
        2. Algumas Experiências de Quase-Morte;
        Estas experiências se modificam com o passar do tempo e cada geração, assim como relatos de abduzidos…..
        .
        3.Curas espirituais;
        Efeito placebo…
        .
        4 Evidências de que fenômenos mediúnicos;
        Ninguém discorda de que nosso cérebro trabalha com reações químicas e elétricas e gera sim um campo ou interferência em aparelhos, nada fora do básico.
        .
        5 A relação intrínseca entre o tema Vida Após a Morte e Ufologia;
        Tentativa frustrada dos espiritas para explicar o que não conseguem…..
        .
        Abraço a todos…..

        • Marcelino

          1- Premonição é a antecipação de acontecimentos futuros com alta precisão exemplo histórico: Abraham Lincoln e o sonho profético (ou premonitório) a respeito de sua morte e enterro, que ele relatou tanto para o seu guarda-costas como para sua esposa, poucas horas antes do seu assassinato. Se me provares que ADN pode prever o futuro!

          2- Recordações de Vidas Passadas X Memória Genética:

          A memória genética é uma das alternativas que visam explicar as memórias resgatadas durante a regressão terapêutica. Essa teoria declara que as memórias levantadas durante uma sessão de regressão têm sua origem em nosso material genético ancestral. Nossas moléculas de DNA seriam portadoras de nossa memória ancestral, com todas as lembranças de nossa ascendência racial. Isso significa que guardaríamos a memória de todos os acontecimentos da vida de nossos pais, avôs, bisavôs, tataravôs, e assim por diante.

          Matando a questão:

          Casos pesquisados onde as recordações envolve uma cultura, região geográfica e raça, completamente diferente da cultura e da raça do individuo atualmente, não havendo possibilidade de uma linhagem hereditária que possa possibilita memoria genética

          A primeira objeção que se faz à memória genética como explicação alternativa é a falta de provas científicas que comprovem essa transferência. Até o presente momento, a transmissão da memória da trama de vida de um sujeito para seu descendente parece ser mera especulação, uma explicação supostamente científica que não encontra base empírica na própria ciência. Teríamos que admitir inicialmente que a memória iria do cérebro para os gens e não há qualquer indício nesse âmbito. Sem dúvida, caracteres de comportamento herdados geneticamente não são o mesmo que recordações de eventos ou de imagens. Se o mecanismo da memória no que tange ao seu armazenamento pode estar sendo elucidado, parcialmente; sob o ponto de vista psicológico deve ser considerado que, processos de recordação de cenas de vidas passadas ainda não podem ser explicados por memória genética.

          Parece, também, duvidoso que a questão da memória pode se limitar pura e simplesmente a questão da estocagem, ao estilo dos computadores, através dos códigos químicos contidos nas moléculas de RNA e DNA de nosso cérebro. Na oportunidade, lembramos que na Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos da América, existem arquivos referentes aos 2000 casos de memória extracerebral estudados por Ian Stevensen.

          http://hugolapa.wordpress.com/2009/10/25/memoria-genetica/

          http://irreligiosos.ning.com/forum/topics/mem-ria-gen-tica

          3- Efeito placebo não explica determinados casos onde a cura envolveu o desaparecimento de tumores por exemplo, alguns casos confirmados por exames! Se fosse assim abandonaríamos os farmacológicos e iriamos nos tratar a todos com pílulas de farinha, (devem ser mais baratas), cirurgias espirituais desafiam anestesistas que não entendem como o sujeito sofre uma raspagem na retina com a ponta de um canivete sem assepsia nenhuma e não sente dor ou ocorre infecções nos cortes que são feitos! As vezes o tratamento espiritual supera o resultado de um tratamento convencional. Um estudo psiquiátrico que questiona a explicação efeito placebo como inquestionável!
          http://www.scielo.br/pdf/ramb/v46n3/3076.pdf

          4- Mediunidade; Sim tudo fora do básico! Um estado de alteração da consciência onde o individuo aciona zonas cerebrais que a maioria não consegue e que lhe permite produzir efeitos físicos sobre um objeto ou meio e ou acessar informações que estão fora do seu alcance ou de seu conhecimento ordinário (Telepatia, Clarividência, Xenoglossia) sem limitação no tempo no espaço não tem nada de básico, pois provaria que a mente humana atua fora dos limites do corpo somático não estando limitada nem ao tempo e nem no espaço (passado presente futuro)! Não disse que a mente não interfere em aparelhos elétricos, disse que os aparelhos elétricos mostram alterações nas ondas cerebrais durante o estado de transe que não podem ser consideradas patológicas para os quais ainda não existe explicação, ou seja o fenômeno espiritual causa alterações fisiológicas!

          5- A relação intrínseca entre os fenômenos espíritas e ufológicos está justamente na Fenomenologia, e você parece que desconhece isso nos dois campos. Vou ajudar; (casos ufológicos registrados na casuística, envolvem Telepatia, Materialização/Desmaterialização, Fenômenos Luminosos diversos, Transporte de Pessoas e objetos) Fenômenos espíritas envolvem comunicação telepática, aparecimento de luzes, efeitos de aporte com transporte de objetos de modo extraordinário, Materialização e Desmaterialização de seres e objetos) ou seja, os fenômenos são similares e envolvem a existência de outras dimensões além da nossa que se interconectam, lembro que a tese de que o fenômeno UFO possa ser de origem interdimensional é válida e pesquisada por muitos estudiosos! Sugiro que leia as obras do Gal. Uchôa A Parapsicologia e os Discos Voadores e vais perceber as intrisecas relações.
          Um abraço para ti 😉

            • Aprendiz - Realista

              Muito interessante essa notícia, eu já tinha lido ela e estava procurando novamente, obrigado por postar.

            • bardo

              boa noite alguem pode me informar onde fica a fabrica de almas se não existir reencarnação?

              • mago53

                E aonde fica o depósito das almas usadas?

              • Marujo

                Muito pertinente, Bardo!
                Pior ainda. Continuam entregando os produtos com “defeito”. E não informam um número para atendimento ao cliente (e o apocalipse não pode ser equiparado a um “recall”).
                Direito do Consumidor Nele(s).

                • mago53

                  E tu achas q made in Chine, vendido no Paraguai tem recall ? Liga p lá e reclama com a loja ?

                  • Marujo

                    “La garantia soy yo”

                    Eu devia ter desconfiado.

          • mago53

            Marcellinus, o mundo está virado no mal, porque a maioria dos q praticam esse mal, não acreditam em vida após a morte, querem justificar p si mesmos q podem tudo no que os fortalecem! E se eles tem o mal dentro de si, o que acha q os fortalecem ? Eu nem discuto isso, provas tem demais, vc mesmo explanou aí, vivo na verdade e justiça, fraternidade e misericórdia, cada um faça o q quiser, mas fiquem cientes q responderão por seus atos!

            • Rhodner Paiva

              Olha, tio. O Datena já se deu mal por falar que quem comete barbárie é ateu. Foi processado e tudo…kkkk

          • Edison Junior

            Obrigado pela resposta, (já esperava isso de você) você deu uma aula de como devemos nos comportar com as opiniões divergentes, que sirva de exemplo a todos aqui no blog, parabéns.
            .
            Mas voltando ao assunto, acho completamente errado esta mistura OVNI-ESPIRITISMO , considero mais uma tentativa de desmerecer o assunto ovni tentando dar uma explicação espiritual e portanto muito pessoal a um assunto muito importante e que deve ser pesquisado e estudado, ao invés de ter que ser “captado” “sentido” e conduzido por pessoas na maioria das vezes “suspeitas.
            .
            Novamente obrigado e abraço…..

            • Marcelino

              Edson a ideia não é envolver religião com os OVNIS, vamos detalhar algumas observações para melhor entender os pontos de ligação:
              O Espiritismo nasceu na França a partir da observação de fenômenos anômalos, e o seu codificador o Pedagogo H.L.D Rivail discípulo
              de Pestallozi vulgo Allan Kardec não era um religioso e usou o método experimental para suas deduções da interferência espiritual. Ele adiciona a Religião e a Filosofia a parte experimental dos fenômenos observados e o Espiritismo acaba por se tornar depois ao chegar ao Brasil uma Religião, com um diferencial, existe a parte da pesquisa fenomênica!
              Os fenômenos dito espíritas foram a base da Metafísica de Charles Richet que depois se tornou a Parapsicologia! Embora alguns Parapsicólogos não gostem o Espiritismo (e o trabalho de Kardec) é o verdadeiro precursor da Parapsicologia, alega-se que a Parapsicologia renega a tese Espírita, mas existe o fenômeno Psi-Theta dentro da Parapsicologia que considera a hipótese dos fenômenos serem Espirituais como uma hipótese válida para pesquisas!
              Já algum tempo Ufólogos que conhecem os fenômenos Espíritas ou são ligados a Parapsicologia perceberam que fenômenos parapsicológicos estão presentes nos casos de contato com UFOS!
              Desde a comunicação telepática ( e para quem não sabe, a base da mediunidade é a Telepatia, pois que médiuns também podem captar o pensamento de pessoas vivas e não só de defuntos viu gente!)
              Materializações luminosas, orbs já eram conhecidos pelos espíritas a 150 anos!

              Desmaterialização e Materialização de objetos e entidades ( Croockes, Zöllner, Charles Richet)
              Fenômenos de Teletransporte (passagem da matéria através da matéria).

              Levitação.

              Tudo isso acima é visto em UFOS!
              Pessoas sendo raptadas dentro de ambientes fechados como se não houvessem paredes, Aparecimento de luzes esféricas que rodopiam no ar.

              OVNIS que se desmaterializam num ponto e reaparecem em outro!

              OVNIS luminosos que mudam de forma e se partem em pedaços menores para se reagruparem e se tornarem maiores do que eram antes!

              OVNIS que entram em montanhas e vulcões como se não lhes fosse obstáculo algum!
              Extraterrestres se materializando dentro de casas de pessoas e voltando a desaparecer!
              Enfim, não quero dizer que OVNIs são espíritos não é essa a ideia e sou contra essa tese, mas talvez eles se movam por várias dimensões paralelas a mesma dimensão que hoje chamamos de mundo espiritual ser na verdade um universo paralelo onde a matéria pode passar de uma realidade para a outra!
              Esta mulher abaixo produziu fenômenos fantásticos, de teletransporte de objetos!
              http://pt.wikipedia.org/wiki/Elizabeth_d'Esp%C3%A9rance
              A questão é encontrar a ligação entre as características dos fenômenos. Será que os OVNIS não são comandados pelo força mental dos seus tripulantes!
              😉

              • Edison Junior

                Bom, nossa discordância maior é que para mim estas características dos fenômenos UFO como a invisibilidade, manipulação da matéria, telepatia, NADA tem a ver com espiritismo, trato apenas como tecnologia mal compreendida ou nem tanto, invisibilidade já podemos aceitar, já sabemos que a matéria não existe é apenas uma ilusão, em breve poderemos “desmaterializar” objetos ou paredes, equipamentos para comunicação telepática já existe, estas coisas todas não são nessessáriamente obra de almas penadas.
                Estive em uma palestra sobre Ovnis e Espiritualidade aqui em POA estes dias e o palestrante que se diz médium em of relatou ter muita dificuldade em afirmar com toda certeza se estas comunicações mediúnicas não poderiam ser comunicações com seres extraterrestres, nem saberia dizer quais suas intenções em se passar por humanos desencarnados……
                Resumindo meu pensamento:
                Comparar estes fenômenos com Espiritismo seria o mesmo que a pessoa dizer que acredita em Deus mas não no Deus bíblico e sim numa força da natureza. PUXA VIDA, esta pessoa não acredita em Deus, então porque usa o nome Deus? medo de ser discriminada? Em força da natureza ou forças do universo qualquer ateu acredita….
                Ets são Ets, Espiritos são Espiritos.
                Abraço….

                • Marcelino

                  Ets são Ets, Espíritos são Espíritos mas o meio por onde se manifestam e as energias que mobilizam para se manfiestar aqui podem ser os mesmos! Veja meu comente mais abaixo há sim uma intrínseca relação entre fenômenos psíquicos e extraterrestres, isso é inegável, a maioria das comunicações em contatos é por meio de telepatia por exemplo! O problema está na sua ideia pre-concebida sobre o Espiritismo, se pesquisares verás que muitos cientistas se debruçaram sobre ele e virão um mundo novo de possibilidades se abrir diante dos seus olhos, só há manifestação espiritual se houver um indivíduo dotado de faculdades psíquicas para permitir o fenômeno, ou seja, no nosso cérebro pode possuir uma “antena” capaz de acessar e intercambiar energias com outras dimensões do universo, é necessário descobrir onde está esta antena e como desenvolvê-la! Sou um pesquisador mais do que um religioso, amigo Edison! Encerro a discussão com esta frase fantástica

                  “O homem que não tem os olhos abertos para o mistério passará pela vida sem ver nada”.
                  Einstein

                • Marujo

                  Não li o que o Marcelino escreveu a seguir, Edson, mas parece que a questão reside, em boa parte, no entendimento que temos destas “palavras-conceito”: “espiritismo”, “almas” e”extraterrestre”.
                  Acho que, se tais conceitos puderem ser esclarecidos, pelo menos para efeitos de continuidade da discussão, as pesudo-discordâncias seriam eliminadas.
                  .

            • THEORY

              Acho pior acreditar que tudo isso seja somente METAL E CIÊNCIA!!!

              Se seres espirituais existem, se estes são considerados os mais evoluídos, como eles não teriam consciência daquilo que chamamos tecnologia?

              Tecnologia não se encontraria em um patamar inferior para eles?

              Não seria lógico acreditar que estes seres dominaram tudo o que a tecnologia poderia proporcionar?

              Por que dissociar espíritos, existência quântica, de tecnologia?

              • Marcelino

                Eu trabalho na tese de que a tecnologia superior dos OVNIS decorre do desenvolvimento científico e tecnológico possibilitado pelo desenvolvimento de suas faculdades mentais! Neste ponto Theory as doutrinas religiosas castram os seres humanos impedindo desenvolverem seu potencial psíquicos! Tudo é coisa do Demo! Outro dia ouvi um pastor amigo meu dizer que percepção extrassensorial (PES), Telepatia, tudo isso era coisa do maligno! Tá bom!Então fiquem com sua cabeça animal limitada! O ser humano ainda esta evoluindo nossa mente é desconhecida e seus potencias também!

              • mago53

                Eles tem conhecimentos s/ termos e precisarmos ainda de tecnologias que tragam tbm meios de entendermos a natureza do universo em q vivemos, isto faz parte da evolução, acredito q esses seres transcenderam as tecnologias, estão acima disso, são energias do mais puro amor!

          • Marciano

            Sobre a mediunidade do comentario acima eu li um trecho dum livro que o titulo se eu nao me engano e ‘voce e medium’ dizia para pegar uma pilha e botar o dedo mindinho da mao direita no lado positivo e deixar um tempo e que para algumas pessoas o efeito poderia levar segundos para outras minutos e para outras horas. entao eu testei e para mim demorou alguns segundos e era parecido com um choque mas seguindo o dedo em linhareta e bem fraco

            • Marciano

              eu nao consegui explicar muito bem mas tentem e voces verao que da uma reaçao com a pilha

              • Marcelino

                Marciano esse método não tem fundamentação não! Os sintomas de mediunidade são similares sintomas psiquiátricos:
                1- Visões de vultos
                2- Audição de vozes e sons estranhos de origem desconhecida que ninguém mais ouve;
                3- Lapsos de consciência; (missing time)
                4- Alterações de humor muito intensas e frequentes;
                5- Compulsões repentinas (de escrever por exemplo);
                6- Lapsos de consciência associados a alterações de personalidade (dissociação).
                7- Sonambulismo;
                8- Sonhos premonitórios;

                Por isso é preciso ter cautela para não se confundir o estado patológico (Esquizofrenia) de sintomas de mediunidade. A diferença é que na Mediunidade bem orientada e disciplinada não há interferência no equilíbrio psicológico da pessoa e nem dependência de farmacológicos
                Já encaminhei uma pessoa que se dizia médium para um psiquiatra e o resultados foi Esquizofrenia e Transtorno de Personalidade!
                Nos centros espíritas existe cursos de treinamento de médiuns alá Professor Xavier (X-Man) he he!
                O lema básico é: Você controla o Fenômeno e não o Fenômeno que Controla Você!
                Existem muitos internos em hospitais psiquiátricos que são mais médiuns descontrolados do que Esquizofrênicos.
                A pesquisa científica atual é clara são as mesmas áreas cerebrais que são ativadas tanto numa crise esquizofrênica quanto no estado de transe controlado não-patológico!
                O autodomínio e controle é a diretriz de segurança! Tenho 17 anos de estudos nessa área! Mas do que muito doutor por aí!

                • Marciano

                  Obrigado Marcelino entao esse livro dave conter muitas nformaçoes erradas na verdade eu sou ateus mas meu irmao estava lendo esse livro e me mostrou esta parte dos testes entao eu testei

          • Ricardo

            Caro marcelinho, gosto bastante da sua maneira de ver as coisas, mas quando você diz “Um estudo psiquiátrico que questiona a explicação efeito placebo como inquestionável!” para mim não questiona nada, podemos ver que ele existe, as curas são feitas à frente de toda a gente para obter esse mesmo efeito. Para mim o efeito placebo é quando uma pessoa apresenta melhoras por pensar que esta a tomar um medicamento ou algo para isso.

            Uma coisa que me faz suscitar muitas dúvidas no estudo, é o fato de nenhuma das pessoas que foram curadas com cirurgias quererem demonstrar um relatório médico que evidencie essa cura ou esse melhoramento. Até que ponto não se trata de uma charlatisse.

            Eu acredito que a consciência é responsável por tudo. As curas milagrosas ou espirituais, não passam de curas por efeito placebo, a pessoa acredita e a consciência faz o resto. As pessoas curadas têm todas uma coisa em comum, ACREDITAM.

            abraço 😉

  • Yan Dunross

    Parabén N3m3! Esse artigo acrescenta, soma e amplia a percepção que a grande maioria das pessoas possuem, indo ao encontro de algumas crenças e experiências empíricas, embora alguns participantes deste blog considerem que “crer” em Deus seja o mesmo que possuir uma mentalidade atrasada e nenhum um pouco condizente com a mentalidade que “deveria” predominar no século XXI. Essas teorias, pesquisas e pensamentos filosóficos só comprovam a existência da infinita inteligência divina. Toda vez que o ser humano começa investigar a natureza de alguma coisa, um novo mistério surge. Nem tudo nesse grande Universo, lá fora, poderá ser analisado dentro dos parâmetros científicos atuais e nunca será, pois que a evolução sempre estará um passo a frente. As discussões sobre as origens da vida e sua continuidade em múltiplas instâncias estão ficando, aos poucos, cada vez mais interessantes. Muitos cientistas já discutem hoje sobre o que teria existido antes do Big Bang. Stephen Hawking afirma que esse tipo de discussão não deveria se quer ser proposta e eu concordo com o pensamento dele nesse sentido… Como podemos sondar a infinita mente divina se somos apenas um subproduto dela? Para o cosmólogo Mario Novello o “Big Bang é o mito científico da criação”, trocando em miúdos: como podemos ser assertivos em todos os detalhes importantes em relação a algo que não testemunhamos? Entretanto, na alma, intuímos a veracidade de certas crenças e isso é muito pessoal. O que é verdade para um não será para o outro! Mas aos poucos vamos chegar lá, na compreensão dos famosos universos paralelos onde a vida certamente se expande infinitamente…

  • cecilia

    Tudo muito certinho, tudo muito bom, mas, não há liame entre a experiencia citada e a afirmação. Explicaria as realidades simultâneas, blz. Sei que azul é azul, sei que é chamado de azul porque assim foi convencionado, mas a dupla fenda não explica o azul. Quero ver agora explicar a origem da consciência. E não vale citar experiencias “quânticas”.

  • rex

    No meu pensamento eu creio que se a energia ela é indestrutível, conforme as leis de Newton, então, a voltagem existente e nosso cérebro e em nosso corpo tem que ir para algum lugar. Ela simplesmente não pode desaparecer.
    Sem mencionar qualquer fato sobre o misticismo, essa questão fica martelando em minha cabeça e só me faz imaginar que nossa consciência não desaparece depois que nosso corpo fica inerte, essa energia vai com certeza para outro “plano” ou se transforma em algo que não entendemos.
    Seja como for, vou passar o resto da minha via sem saber (ou não).

    O que acham? Se eu disse algo errado por favor questionem.

    Abraços no coletivo.

  • fran

    Há uma matéria hoje, no Daily Mail, a respeito desse assunto.

    “Dr. Jim Tucker passou os últimos dez anos documentando crianças que alegam ter vivido vidas passadas
    Encontrou criança americana que afirma ter sido um piloto de caça da Segunda Guerra Mundial e o lendário golfista Bobby Jones
    Através de sua pesquisa o Dr. Tucker chegou a acreditar que as crianças estão falando a verdade e que eles de fato reencarnaram.
    Bases da ciência por suas teorias na física quântica, argumentando que a consciência humana pode se mover no tempo e no espaço”

    Jim Tucker escreveu o livro ‘Return to Life: Extraordinary Cases of Children Who Remember Past Lives’.

    Matéria do Daily Mail: The reincarnated children

    http://www.dailymail.co.uk/home/index.html

    • mago53

      Querida Fran,, nossa vida é muito curta na Terra p atingirmos a evolução neste curto período, sempre voltando e aprendendo. É a lei do retorno!

      • M3NIS

        Tomara que seja assim, porque uma existencia é pouco de mais realmente, a vida passa e a gente morre sem ter aprendido viver, a vida pra mim é o produto final, a maior invenção da “natureza”, a natureza é perfeita, ela não iria deixar a morte acabar com a vida,porque se fosse assim nada faria sentido algum. Abç

      • fran

        Ai maguinho….

        Hoje eu “tou” meio lenta….

        Eu, na verdade, não entendi muito a conexão que há entre a matéria postada e existência de vida extraterrestre. Ou será que nada a ver?

        Se há alguma ligação, significaria dizer que “os ETs somos nós mesmos?”

        Como se explicaria, então, as abduções com experiências de horror?

        Se há “o retorno” como se explica que, sempre existe aquela gama de pessoas que você mencionou no outro comentário (pessoas que matam, estupram, roubam, fazem mal aos outros) ?
        Essa pessoas, então, não fariam parte do “retorno”?
        Ou, retornam piores do que são?

        uhmmmmm….tou lenta mesmo!

        • mago53

          São almas novas aqui nesse planeta, q vieram de planetas menos evoluídos, e tbm os q teimam em continuar nesse caminho, e que voltarão nesse caminho, mas o dono do universo e seus secretários são dotados de extrema paciência, ah sim, muita paciência e tempo de sobra, e tem mais, desentortam madeira e ferro tbm. botam esses indivíduos na retidão! Olha q aprendem, pode ter certeza!

          • mago53

            Tá Dorival Caymmi ? Ou tá Painho ? Cunhã traga as chinelas….kkkkkk É só preguiça, espero!

            • fran

              Não sei….”tou” painho até para pensar, hoje.

              Então….” q vieram de planetas menos evoluídos”…

              se vieram de planetas, são extraterrestres.
              De volta à pergunta: os ETs seríamos nós mesmos?

              • Marcelino

                Meu Deus vejam que maravilhoso vídeo do primeiro contato de uma tribo da Nova Guiné com o homem branco é fascinante! O encontro de dois seres de realidades tão diferentes! Nos faz pensar em como nos comportaríamos diante de um ETs que se apresentasse para nós!

                http://www.youtube.com/watch?v=_OsjSx82iAU

                • fran

                  Simplismente divino, Marcelino.

                  E, pensar que todos ali são da mesma raça, humanos.
                  O que será que passou na cabeça do povo da tribo?
                  O que imaginaram que seria o homem branco?
                  Alguém de outro mundo (fora da Terra)?

                  E, pensar que em pleno século XXI, no planeta Terra (que é uma poeirinha diante do Universo) existe esse tipo de situação.

                  Parabéns pela postagem.

                • Hannah

                  Inacreditável como nos dias de hj, com a tecnologia de rastreamento que se tem há um bom tempo, ainda possa haver algum lugar desconhecido neste planeta, incluindo tribos.

                  A Terra parece ser um lugar virtualmente infinito, de tão grande e surpreendente, trazendo-nos novas descobertas, sem parar!

                • Hannah

                  Ia ser muito engraçado se ao final deste encontro “inédito” de integrantes de uma tribo primitiva e o homem branco civilizado, os da tribo dissessem:

                  ” ¬ Agora queremos calça jeans, tênis, relógio de pulso, câmera digital, celular, IPad, rede Wi Fi…!” Hehehe…

                  • mago53

                    Hannah, na fronteira Brasil/Peru existe uma tribo ainda não contactada p homem branco, o reporte passou de helicóptero filmando, e os índios mandando flechas.Vou derrubar esse pássaro grande, dá para matar a fome da tribo toda! kkkkkkk

                    • Hannah

                      Ah, eu me lembro!… Mas será que nem avião esta tribo viu antes?! 😀

                    • mago53

                      Eu acho q os aviões, passam altos demais, esse foi baixinho p filmar. Eles não gostaram, era da globo! kkkkk

                    • Hannah

                      Helicóptero, foi?! Devem ter ouvido um barulho dos infernos! rsrsrs…

                  • fran

                    E, iria ser trágico se aquela faca nas mãos dos integrantes da tribo resolvessem mostrar suas lâminas contra o homem branco.

                    Afinal…..não seria assim que a humanidade receberia extraterrestres?
                    Com armas?

                    • fran

                      moderação

              • mago53

                Sim, somos parte do todo, a teoria do Planeta Capela é real, existe uma briga pelas crianças, todos dizem q são pais, são até agora 223 genes extraterrestres catalogados em nosso DNA. Cientistas, governantes, rel..osos, etc todos sabem, só não falam p o sistema não desabar!

                • fran

                  É compreensível.

                  Me parece, então, que Universos paralelos poderiam estar em alternância de habitabilidade.
                  Ou…nós poderíamos estar em outro Universo mas, retornaremos a fim de expiar algumas culpas ou delitos e, assim, permanece a eterna rotatividade…

                  xiiiiii

                  não sei se consegui me fazer entender….

                  • mago53

                    Não entendi o que quis dizer! Onde ficam as almas quando morrem, não acho q seja um universo paralelo. É a cidade das Almas, nem tds tem permissão de ver aqui em baixo ou vir aqui em baixo. Isso vai de merecimento ou quando o superior achar q faz parte do aprendizado da alma. Mas quando morremos nos são mostradas as falhas pra quando voltarmos não cair no mesmo erro, é como se fosse uma escola.Assim eu penso. Ainda não me lembrei de lá! Rs..

                    • fran

                      Foi o que eu disse mago.

                      Hoje estou lenta e a minha colocação foi em relação a universo paralelo mesmo. Por isso, não me manifesto em relação ao que você fala. Além de não entender muito (ou quase nada desse assunto) sempre fui…..(não sei a palavra. mas, sempre acreditei que quando morremos, morremos e nada mais resta. Nunca acreditei em céu, nem inferno e nem em outras vidas.
                      Desculpe.

                    • fran

                      moderação

                  • ptoledo

                    olá fran; se me permite expor minha opinião:

                    1. não são universos paralelos,mas sim outras dimensões deste mesmo; só não temos a capacidade de observar ou percebê-las.

                    2. nascemos aqui, então somos todos terrestres; mas nosso corpo é recipiente para a consciência, e esta pode ser daqui, de um planeta menos evoluído (para incentivar a evolução individual desta alma), ou de um mais evoluído (visando incentivar a evolução coletiva).

                    abs.

                    • fran

                      Eu nunca acreditei muito nesse tipo de evolução, ptoledo. Que a existência de outros seres seja produto de evolução. Creio que eles existem mas, que sua existência independe de nós, ou seja, que não somos nós evoluídos.

                    • fran

                      moderação

      • Rhodner Paiva

        E se um meteoro destruir a Terra. Onde é que vamos reencarnar?
        E do que adianta ficar descendo aqui inúmeras vezes se não lembramos de nada depois? Vamos ficar igual um peixinho dourado dando voltas no aquário e achando sempre que estamos vivendo algo inédito.

        • Aiolyos

          Meu brother!
          Uma otima fonte de informaçao e que explica com detalhes esse tema esta no Livro de Urantia:

          http://www.urantia.org/pt/o-livro-de-urantia/documento-48-vida-moroncial

          Tambem, nele contem a real razão pela qual Cristo encarnou no planeta. Lendo esta parte, verás o quão grande é Cristo, muito maior do que o exposto na Biblia.

          Verdade, ficção??? Não sei, mas é uma leitura que fascina pelo seu amplo conteudo.

    • Marcelino

      Este Dr Jim Tucker é o psquiatra infantil que assumiu o lugar do Drº Ian Steveson ( ele faleceu em 2007) no Departamento de Psiquiatria da Universidade de Virginia EUA.
      Mas tenho lá minhas duvidas se ele não quer apenas cavalgar na fama de seu mestre, porém sem ter a mesma seriedade científica para o seu trabalho, vi algumas de suas entrevistas e não gostei, ele se comporta como um crente e não como um cientista! Espero queimar a linguá de novo mas é isso que eu acho!

    • Marcelino

      Este Dr Jim Tucker é o psiquiatra infantil que assumiu o lugar do Drº Ian Steveson ( ele faleceu em 2007) no Departamento de Psiquiatria da Universidade de Virginia EUA. Mas tenho lá minhas duvidas se ele não quer apenas “cavalgar” na fama de seu Mestre, porém sem ter a mesma seriedade científica para o seu trabalho, vi algumas de suas entrevistas e não gostei, ele se comporta como um crente e não como um cientista, existe um problema nos casos de recoradação espontânea hoje em dia: Os pais da criança. Antes eles ficavam preocupados e horrorizados agora querem a fama e o Tucker não considera isso, a influência dos pais na criança ou até que ponto as tais recordações não forma fantasias plantadas pelos pais? Se meu filho de 4 anos me dissesse papai eu era outra pessoa e morava em outro lugar! Eu ouviria tudo, procuraria ajuda, mas não iria expor meu filho na mídia e nem alimentar suas recordações para conseguir notoriedade! Espero queimar a linguá de novo mas é isso que eu acho do que vejo no trabalho dele!

      • fran

        Pode até queimar a língua Marcelino mas, por favor, não queime os dedos. Isso impediria você de entrar em contato conosco aqui.

        Não li nada a respeito desse Dr. Jim Tucker. Apenas li a matéria no Daily Mail e vi a coincidência do assunto.
        A mim me parece Marcelino que, hoje em dia, todos estão muito preocupados em publicar estudos apenas para alcançar notoriedade e, consequentemente, dinheiro.
        Dá para contar nos dedos (nem que seja os dedos das mãos e dos pés, juntos) os que estão imbuídos do sentimento de apenas ajudar a humanidade.

        Eu não costumo me manifestar muito quando o assunto envereda muito para o lado mais espiritual porque, na verdade, não “manjo” nada disso. Tenho algumas impressões mas, se as expusesse, certamente, seriam perguntas primárias demais para interessar a vocês que são experts nisso e no decorrer do assunto.

        Então….apenas lendo.

        Abs

        Ah….você viu que achei legal você tentar entrar em contato com Pedro de Campos?

        • Marujo

          “Eu não costumo me manifestar muito quando o assunto envereda muito para o lado mais espiritual porque, na verdade, não “manjo” nada disso.”

          (pego daí)

          E quem manja? E, se manja, onde explica? E como “ganha a vida” a partir deste seu conhecimento?

          Na verdade, para o “mundo moderno”, trata-se de um “conhecimento inútil” …

          Coisa de padre, xamã, psiquiátra, etc. Coisa de “gente que não está bem da cabeça”. Coisa de “crentes”, “radicais”.
          – Tu vais pesquisar sobre este assunto? Não te conheço mais! Verba? Nem pensar. Vai pedir para o “bispo”!!!!!
          E o “bispo” paga, é claro.

          IPTU, IRRF, 13º SALÀRIO, MULTA, coisas assim são “modernas”, “importantes” e, inclusive, “causa mortis” nas certidões de óbito.

          Nasceu, cresceu, trabalhou, envelheceu e morreu …

          • fran

            “Coisa de padre, xamã, psiquiátra, etc. ”

            pego daí….

            Existem pessoas que se dedicam ao estudo desses fenômenos.
            Se essas pessoas se ocupam a estudar isso, certamente, encontraram algum indicativo de que existe. Eu, particularmente, nunca me interessei muito pelo assunto mas, pessoas que seguem o espiritismo e, agora, pessoas que se dedicam a física quântica parece que encontraram respostas que lhes convencem nesses estudos ou pesquisas.

            Talvez, o mundo moderno precise disso, exatamente, para poder poupar-se de morrer com “IPTU, IRRF, 13º SALÀRIO, MULTA” e outras…..

            Sinceramente, sou bastante cética quanto a esse tipo de assunto mas, isso não impede que um dia possa mudar de opinião e, ainda, respeito quem se aprofunda nessas pesquisas.

            Afinal….a gente nunca sabe o que a vida nos reserva.

            • fran

              moderação

              • Marujo

                “Afinal….a gente nunca sabe o que a vida nos reserva.”

                Ô!!!! Tu que o digas!

                Mas, não insisto, o assunto “teu”.

                Enquanto isso, vai um bibs aí? É “de grátis”!

                • Marujo

                  E.T.: Escrevo um monte, mas deleto idem!

                  • fran

                    Bibs vai bem obrigada.

                    Se eu permanecesse em tudo o que deleto…..

          • Hannah

            Marujo, noto que tudo é uma questão de “HD formatado”, ou seja, aquele condicionamento que recebemos deste tenra idade, e com este “pacote de informações” adotamos como verdade por toda a vida, salvo exceções, cuja experiência pessoal (geralmente dramática) impele a pessoa a pensar de uma forma diferente daquela que aprendeu.

            São “verdades” transmitidas a nós por aqueles que naturalmente consideramos “autoridades”: pais, professores e sacerdotes, enfim o meio social que nos cerca e que no início de nossas vidas intuitivamente sabemos sermos dependentes para viver, daí acatarmos e assimilarmos tudo o que nos oferecem (inclusive o idioma).

            É inútil discutir crença religiosa porque cada um tem a sua e ninguém irá convencer um adulto, de “cabeça feita” [condicionado] a adotar uma crença diferente daquela que aprendeu e conviveu na prática… Não enquanto esta estiver servindo-o muito bem, em outras palavras, adaptado ao seu condicionamento.

            E como ninguém vivo tem ¬ ainda ¬ como provar o que acontece depois da morte, então nada tb pode ser provado como verdade nem mentira. Fica “ao gosto do freguês”: os reencarnacionistas e /ou espíritas, ateus, e de outras religiões continuarão defendendo suas crenças.

            Ninguém está mais certo que o outro neste assunto, portanto torna-se um debate inútil. Compreendo que exista a defesa dos respectivos pontos de vista, mas insistir no debate é uma sutil (e infrutífera) tentativa de doutrinar o outro. Isto não deixa de ser tb uma forma sutil de violência.

  • Aprendiz - Realista

    O livro Ovnis na Serra da Beleza mostra que existe uma ligação desses fenômenos luminosos com a espiritualidade, esse livro foi escrito por Marco Antônio Petit, que revela no livro suas experiências na Serra da Beleza, assim como relatos de pessoas simples que moram próximo ao local dos avistamentos:

    http://mundoinvisivel.com/serra-da-beleza-livro-filmagem-e-fotos/

    Esse livro do Ramatís pisicografado por Hercílio Maes “Vida no planeta Marte e os Discos Voadores” também recomendo, só que se trata de vida espiritual, ou vida em outra dimensão, estou indicando pois vejo nos comentários que o pessoal costuma a comentar sobre sobre ‘vida em outras dimensões’ e esse assunto de fato é bem interessante.

    http://mundoinvisivel.com/vida-no-planeta-marte-e-os-discos-voadores-analise-sobre-os-discos-voadores-e-atualidade/

    Gostei bastante do blog ‘etslight’, tem informações bem interessantes sobre ufologia e espiritualidade:
    http://etslight.blogspot.com.br/

  • Dan Galante

    Todas as religiões (monoteístas ou politeístas) professam a existência da vida após a morte. O que muda basicamente é o que cada uma diz acontecer com o espírito humano após isso (ressurreição, reencarnação, etc). Mas ter ou não ter uma crença religiosa é uma escolha muito pessoal, e seja qual for a sua escolha, deve ser respeitada (existem até leis que protegem esse direito no nosso país).
    Os cientistas Stuart Hameroff e Roger Penrose (http://hypescience.com/mecanica-quantica-explica-a-existencia-da-alma/) defendem a idéia de que a nossa “alma” (ou espírito?) estaria contida em microtúbulos no interior das células cerebrais, e que retornaria ao “Universo” (ou para Deus?) quando o corpo físico morre. Nesse caso a morte seria algo muito semelhante ao que é pregado pelas religiões, que dizem que o espírito continua existindo (para algumas de forma inconsciente, para outras ainda com consciência ativa).
    É uma ideia interessante, mas como o Dr. Lanza é um médico cientista, nesse caso ele ainda precisa provar a sua teoria científica.
    Não tenho dúvidas de que existem muitas coisas da teoria quântica que parecem explicar alguns conceitos ligados a muitas coisas, inclusive a ufologia (relatos de seres extradimensionais, meio de propulsão utilizado pelos OVETs, etc).
    Do ponto de vista científico da “Teoria das Cordas”, frequências de vibração diferentes podem dar origem a universos diferentes (“Teoria do Multiverso”). E observações feitas pelos telescópios espaciais mostram pistas que parecem apontar para isso.
    Na ufologia, seres desenvolvidos tecnologicamente oriundos desses “universos paralelos”, que possuem vibrações diferentes das nossas, podem se aventurar e pesquisar o nosso universo, dando origem aos relatos de naves extradimensionais e ETs do tipo “Omega” (que são descritos como contornos de “luz” e que muitas vezes pedem para não serem tocados pelos humanos, pois sua energia pode nos destruir, já que é uma frequência de vibração mais alta).
    Se a matéria do nosso universo está aqui porque as “cordas” que a compõe vibram em uma determinada frequência, e a dos outros universos em uma frequência diferente, então, utilizando a tecnologia apropriada, poderíamos mudar a nossa frequência e a de nossa nave, e assim “pular” para outro universo, de frequência idêntica à escolhida mais ou menos como mudar a frequência para sintonizar outras estações no “dial” do seu rádio). Esse seria o modo utilizado para a viagem de naves e seres extradimensionais, segundo material que circula no meio ufológico.

  • MIL

    Gosto do O. H. porque ao expor um tema para debate me faz questionar. Lembro-me das lições de maiêutica do filosofo Socrates e, assim, humildemente me sinto um pouquinho mais inteligente. he he he.

  • Gabriel Mendonça Teche

    esta teoria ja existe a algum tempo e as mesmas provas tambem,mas so ganhou fama a pouco tempo.

  • EnteHumano

    Parabéns n3m3 pela publicação.
    Concordo plenamente com você, se formos à fundo no tema aqui do site, acabaremos nos deparando com a questão levantada pelo Robert Lança. Uma coisa leva à outra…
    Um fraterno abraço.

    • n3m3

      Obrigado EnteHumano!

      E grande abraço a você também.

  • DARKBIRD

    Uma hora iremos entender alguns dos grandes mistérios que rondam a história de nossa existência.
    Mas é claro que isso vai levar muito tempo.

    Se existe vida em outros planetas,a existência de vida após a morte,a existência de outros Universos e dimensões,e a existência de deus,só iremos descobrir se entendermos o que está em nossa volta.
    Algo que ainda não aconteceu.

    Outra coisa é que existem muitos outros mistérios que rondam o nosso mundo.
    E quando evoluirmos mais,ficarmos mais inteligentes,poderemos nos deparar com coisas novas,que não foram imaginadas antes.E também vamos nos deparar com novos mistérios.

    Esse é o nosso mundo…………………

  • Louis

    Eu prefiro ter uma mente
    aberta pelo mistério
    que fechada pela crença.

    Gerry Spence

  • DaNaSi

    Infelizmente nós nunca saberemos a verdade. Pelos próprios dogmas espirituais, a certeza de algo além da morte acabaria com a vida como a conhecemos. Se a certeza fosse 100%, qual seria a finalidade de acumular riquezas? Qual seria o estimulo para as pessoas desesperadas com algum problema? Como agiriam os criminosos se soubessem que, de qualquer forma, partiriam desse para “uma melhor”? Quantas pessoas de matariam ao perder um ente querido, ou até pior, ao perde um ídolo qualquer? Chegariamos ao cumulo de ver pessoas vingativas se matariam para ir atrás de seus desafetos que morreram. Com 100% de certeza na vida após a morte, a vida na Terra deixaria de ser uma longa viagem para se transformar numa breve escala.

  • Aiolyos

    (541.1) 48:0.1 OS DEUSES não podem transformar uma criatura grosseira, de natu- reza animal, em um espírito perfeccionado. por algum ato misterioso de mágica criativa — ou, pelo menos, não o fazem. Quando os Criadores desejam gerar seres perfeitos, eles o fazem por criação direta e original; mas nunca se propõem a converter criaturas materiais, e de origem animal, em seres de perfeição, em um único passo.

    (541.2) 48:0.2 A vida moroncial, estendendo-se, tal como o faz, aos vários estágios da carreira do universo local, é o único caminho possível por meio do qual os mortais materiais podem alcançar o umbral do mundo espiritual. Que magia poderia ter a morte, a dissolução natural do corpo material, para que um passo tão elementar pudesse, instantaneamente, transformar a mente mortal e material em um espírito imortal e perfeito? A crença disso não é senão uma superstição ignorante envolta por uma fábula agradável.

    (541.3) 48:0.3 Essa transição moroncial interpõe-se sempre entre o estado mortal e o status espiritual subseqüente dos seres humanos sobreviventes.

  • pjpanglos

    @Aiolyos  Deuses por definição não ligam para mortais, sua existência é a negação da vida e da mudança. Logo, são  os mortais que criam seus deuses por horror de serem o que são, pelo desejo de fugir de seu condição de serem transitórios.

  • pjpanglos

    Nem a morte existe e nem os indivíduos, só partículas.Mas alguém pode negar sua ilusão pessoal?