O misterioso satélite Black Knight (Cavaleiro Negro)

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 3 min.
Ouça este artigo...

Você conhece o legendário satélite Black Night?

Seria este objeto fotografado pela missão ST-088 do Ônibus Espacial Endeavour o misterioso satélite Black Knight, ou meramente lixo espacial?

A Internet contém muitas informações sobre este misterioso objeto, algumas delas conflitantes, mas abaixo estão algumas das alegações e relatos mais marcantes:

Uma primeira possível detecção deste misterioso objeto poderia ter ocorrido em 1899, quando Nikola Tesla desenvolveu um equipamento de rádio transmissão na cidade de Colorado Springs, EUA.  Logo após, Tesla anunciou que estava recebendo um sinal elétrico que parecia ser inteligente.  O sinal foi claramente repetido periodicamente, com uma clara sugestão numérica e de ordem.  Esse fato levou Tesla a acreditar que o sinal era algum tipo de comunicação extraterrestre.  Primeiramente ele presumiu que os sinais eram oriundos de Marte.  Mais tarde ele mudou sua opinião e declarou em uma de suas conferências que o sinal estava vindo de algum lugar do espaço.

Alguns anos mais tarde, Guglielmo Marconi interceptou um estranho sinal artificial desconhecido.

Em 1927 um misterioso satélite que orbitava a Terra foi detectado por astrônomos. Muitos deles reportaram misteriosos sinais de rádio transmitidos pelo satélite.  Então, em 1953, quatro anos antes do lançamento do Sputnik I, pela União Soviética, um objeto foi descoberto pelo Dr. Lincoln La Paz, da Universidade do Novo México, EUA.  Devido ao fato da frequência do aparecimento do objeto aumentar, o Departamento da Defesa daquele país aparentemente apontou o astrônomo Clyde W. Tombaugh para procurar pelo objeto.

Então, em 1957, o Dr. Luis Corralos do Ministério das Comunicações da Venezuela o teria fotografado enquanto tirava fotos do Sputnik II, quando este satélite passava por sobre Caracas.  Diferentemente dos Sputnik I e II,  o misterioso satélite orbitava a Terra de leste para o oeste.  Os satélites russos e estadunidenses dessa época se deslocavam do oeste para o leste, pois precisavam utilizar a rotação natural da Terra para impulsioná-los em órbita.  Alegadamente, operadores de rádio amador declararam ter captado transmissões de rádio do satélite, as quais teriam sido ‘decodificadas’ pelo astrônomo escocês Duncan Lunan, como sendo um mapa estelar que indicava a origem da nave em Epsilon Bootis, 13,000 anos antes.

Em março de 1960, o satélite misterioso foi detectado orbitando a Terra.  Ele foi calculado como tendo 15 toneladas, o que seria muito pesado para os foguetes daquela época.  Ele também viajava duas vezes mais rápido do que qualquer satélite conhecido.  O objeto teria sido avistado e estudado por muitos astrônomos nos EUA. O que segue é o que Robert L. Johnson, diretor do Planetário Adler, disse sobre o objeto: “O objeto nem mesmo tem a decência de manter um horário regular, como qualquer outro objeto celeste ou feito pelo homem… Não sabemos quando ele aparecerá… …Ele aparece algumas noites e outras não“.

Então, em 3 de setembro de 1960, ele teria sido fotografado pela Grumman Aircraft Corporation.  A equipe de solo da empresa tinha ocasionalmente visto o satélite por duas semanas.  As testemunhas o descreviam como sendo um objeto com o brilho avermelhado, com a órbita do leste para o oeste. Um comitê foi formado para examinar o caso, mas nada mais foi exposto publicamente.

Três anos mais tarde, Gordon Cooper foi enviado ao espaço para uma missão de 22 voltas ao redor da Terra.  Na sua órbita final ele relatou ter visto uma forma verde brilhante à frente de sua cápsula, vindo em sua direção.  Foi dito que a estação de rastreamento Muchea, na Austrália, para a qual Cooper reportou o incidente, também foi capaz de captar o objeto no radar, o qual viajava em uma órbita do leste para o oeste.  Este evento foi reportado pela rede estadunidense de notícias NBC, mas os repórteres foram proibidos de perguntar a Gordon Cooper sobre o evento após seu retorno.  A explicação oficial foi de que um defeito elétrico na cápsula tinha causado um alto nível de dióxido de carbono na cápsula, induzindo o astronauta a alucinações.

Em 1987, a missão STS-088 do Ônibus Espacial Endeavour fotografou um misterioso objeto orbitando a Terra.  Foram apresentadas 5 fotos do objeto no site da NASA.  As fotos claramente mostram um enorme objeto em órbita terrestre.  Seria possível que a NASA não intencionalmente fotografou o satélite Black Night?

Vale lembrar que a revista Time apresentou um artigo em 7 de março de 1960, o qual reportou o seguinte:

Três semanas atrás, manchetes anunciaram que os Estados Unidos tinham detectado um misterioso satélite “escuro” trafegando acima em órbita.  Houve uma especulação de que ele poderia ser um satélite de vigilância lançado pelos russos, e isso trouxe alguma ansiedade devido ao fato de que os EUA não sabiam o que estava acontecendo por sobre suas cabeças.  Mas, na semana passada, o Departamento de Defesa orgulhosamente anunciou que o satélite havia sido identificado.  Era um objeto espacial abandonado, os restos do satélite Discoverer da Força Aérea, que tinha saído fora do seu trajeto.  O satélite escuro foi o primeiro objeto a demonstrar o eficácia na nova vigilância dos EUA no espaço.  E as três semanas que demoraram para identificarem os satélite foi prova de que o sistema ainda necessita uma coordenação completa e que alguns problemas ainda devem ser solucionados…

Contudo, isto não explica os avistamentos registrados desde antes da corrida espacial. Apesar da desculpa dada pelo governo dos EUA quanto àquele incidente, será que representantes de governos podem mesmo ser confiados quando tratam de assuntos relevantes à segurança nacional de um país?

Seriam as informações aqui apresentadas provas de que estamos sendo monitorados por outras civilizações muito mais adiantadas do que a nossa, e, se este for o caso, há quanto tempo isto vem acontecendo?

Certamente, se algum governo tiver a resposta para este mistério, ele não irá abrir esta informação tão logo… infelizmente.

Fontes das informações: www.alien-ufos.com, greaterancestors.com

Colaboração: Thyago Lima, Edmar M. da Silva

…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar. Cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

As doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês!

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

AlienígenaBlack KnightEUAextraterrestreNASAovniufo
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (70)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • AntonioFarias

    A princípio não parece nada com um aparelho terráqueo já que em 1953 não tinhamos nada desse porte no espaço. É meio difícil de acreditar que seja lixo espacial.

    • DUBAL

      Concordo plenamente, imagina em 1890 então?

  • Jam

    Este fato é abordado no livro “O OURO DOS DEUSES” do Erik Von Däniken sob o título “Há 13.000 Anos – Há um Satélite Artificial em Órbita Dentro do Nosso Sistema Solar”
    .

    Em dezembro de 1927, o Professor Carl Störmer, de Oslo, soube que dois norte-americanos, Taylor e Young, captaram sinais de rádio que, retardados de uma maneira esquisita, vieram do cosmo.
    .

    Störmer, perito em ondas eletromagnéticas, entrou em contato com o holandês Van der Pol, do Instituto de Pesquisas da Philips, em Eindhoven, Holanda. Em 25 de setembro de 1928 ficou resolvido empreender em uma série de pesquisas, prevendo a emissão de radiossinais de vários comprimentos de onda, em intervalos de 30 segundos. Três semanas depois, a 11 de outubro, esses mesmos sinais emitidos tornaram a ser registrados no aparelho receptor, para onde voltaram, mas com retardamentos de 3 a 15 segundos.

    .

    O registro da recepção dos radiossinais acusou os seguintes intervalos, em segundos: 8 segundos – 11 – 15 – 8 – 13 – 3 – 8 – 8 – 8 – 12 – 15 – 13 – 8 – 8.
    .

    Treze dias mais tarde, em 24 de outubro, foram recebidos outros 48 sinais, previamente emitidos. Na revista “Naturwissenschaft”, de 16 de agosto de 1929, em seu número 17, o Professor Störmer comunicou o fato aos seus colegas.

    .

    Em seguida, surgiram teorias tentando explicar esse retardamento na recepção de impulsos de ondas curtas. Pensou-se em irradiações cósmicas ou reflexões da luz e de outros astros. Nenhuma das explicações oferecidas era satisfatória. Por que foram recebidos em intervalos irregulares? O fenômeno repetiu-se em 1929, nos dias 14, 15, 18, 19 e 28 de fevereiro e, ainda, nos dias 4, 9, 11 e 23 de abril. Em todo o mundo esses ecos foram registrados por diversos grupos, que trabalham independentemente um do outro. Dentro de um período de 15 minutos, o Professor Störmer registrou os seguintes intervalos em sua recepção:

    .

    15 segundos – 9 – 4 – 8 – 13 – 8 – 12 – 10 – 9 – 5 – 8 – 7 – 6 – 12 – 14 – 12 – 8 – 12 – 5 – 8 – 12 – 8 – 14 – 14 – 15 – 12 – 7 – 5 – 5 – 13 – 8 – 8 – 8 – 13 – 9 – 10 – 7 – 14 – 6 – 9 – 5 – 9.
    .

    Em maio de 1929, dois especialistas franceses em radioeletricidade, J. B. Galle e G. Talon, estavam a bordo do barco “Inconstant”. Sua tarefa era a de investigar os efeitos da curvatura do globo terrestre em ondas de rádio. Seu equipamento era um transmissor de ondas curtas de 500 watts com um cabo de 20 m, ancorado em um mastro de 8 m. Emitiram diversos sinais curtos e o eco repetiu-se. Entre as 15:40 e 16:00 h seus sinais voltaram em intervalos de 1 a 32 segundos.
    .

    Também neste caso não houve explicação. Essas observações repetiram-se nos anos de 1934, 1947, 1949 e em fevereiro de 1970. Entrementes, o jovem astrônomo escocês Duncan Lunan veio a interessar-se pelo fenômeno. Já em 1960, o Professor R. N. Bracewell, do Instituto Radioastronômico da Universidade Stanford, EUA, havia dito:
    .
    – – Se uma inteligência alienígena quisesse entrar em contato conosco, possivelmente, isto se daria mediante a transmissão retardada de radiossinais.
    .
    Abaixo!

    • Jam

      AQUI – Duncan Lunan, presidente da “Scottish Association for Technology and Research” – Associação Escocesa de Tecnologia e Pesquisa – tomou então a iniciativa de investigar o retardamento dos sinais. O resultado obtido era de pasmar: quando registrados em apropriado gradiente, os sinais recebidos em 11 de outubro de 1928 deram o mapa da Epsílon-Erídani, estrela fixa, 103 anos-luz distante da Terra.
      .
      Lunan pesquisou, em seguida, todos os dados existentes dos anos 20 e 30, que permitiram a identificação inequívoca de toda uma série de estrelas. Medições do eco retardado possibilitaram a confecção de seis mapas celestes diversos; todos esses mapas deram ampliações da área ao redor de Epsílon-Erídani. Este fenômeno foi comentado pelo Prof. Bracewell da seguinte maneira:
      .
      “Os mapas celestes, confeccionados em base da análise de Lunan podem ser interpretados como uma possibilidade de comunicação, tentada por uma inteligência alienígena. Se quero comunicar a alguém, cujo idioma desconheço, de onde provenho, então valho-me, preferivelmente, de uma imagem, de um meio visual. Constitui para mim motivo de satisfação o fato de a “British Interplanetary Society” dedicar estudos aprofundados a esse eco. Esta pesquisa poderia culminar com uma descoberta aterradora. A sonda descrita por Lunan nunca poderia ser avistada da Terra, nem com o telescópio mais potente.”
      .
      No periódico “Spaceflight”, 1973, Lunan publicou os resultados dos seus cálculos até então realizados, sob o título Satélite de “Spaceprobe from Epsilon Boötis – Prova do espaço, da Epsílon-Erídani”. Ele chega à conclusão de que, há 12.600 anos, está orbitando dentro do nosso sistema solar um satélite artificial, que tem armazenado um completo programa informativo para a humanidade. O computador a bordo desse satélite estaria programado de forma a reagir a ondas de rádio, provenientes da Terra, sempre que a sua própria posição em relação à Terra for propícia para uma recepção.
      .
      Os sinais terrestres vêm sendo registrados e devolvidos no mesmo comprimento de ondas, com retardamentos racionais. Mais cedo ou mais tarde, os receptores na Terra devem ficar sabendo de que se trata. Lunan é de parecer que, até agora, recebemos as seguintes informações desse satélite desconhecido em nosso sistema solar:
      .
      De acordo com Duncan, a mensagem – SPACE PROBE FROM EPSILON BOOTIS diz:
      .
      “O nosso Sol natal é Epsílon-Erídani. Trata-se de uma estrela dupla.
      .
      Vivemos no sexto de sete planetas, a contar, partindo do Sol, que é o maior dos dois astros.
      .
      O nosso sexto planeta tem uma Lua, nosso quarto planeta tem três luas; cada um de nossos primeiro e terceiro planetas tem uma Lua.
      .
      O nosso satélite encontra-se em uma órbita de sua Lua terrestre. Pela constelação de Epsílon-Erídani, a sua idade pode ser calculada em 12.600 anos.
      .
      Não é concebível que uma sonda interplanetária fizesse uma viagem dirigida e programada de 103 anos-luz.”
      .
      Será?

      • n3m3

        Bela complementação Jam.

        Muito obrigado.

        • Marcelo...

          Boa tarde,meu nome é Marcelo sou de Joaçaba-Santa Catarina,acompanho seu site a muito tempo o conheci através do ETSEETC e gostaria de saber de vcs sobre um acontecimento que eu presenciei a muitos anos acho que por volta de 1998 ou 1999.Era noite mas não muito tarde,eu estava na rua perto de casa com um amigo o céu estava claro e eu estava de frente com o foco todo do céu quando eu conversava com esse amigo notei que uma luz brilhou no céu dai comecei a observa-la e meu amigo tmbm a viu dai começamos a observar e notei que a luz brilhava muito forte dava para nota-la no céu seu movimento era reto como se fizesse o contorno do mesmo mas ela apagava e parecia um poco mais pra frente acendia e apagava mas sempre em linha reta ate que ela chegou no meio do céu e na hora de acender ela voltou pelo mesmo caminho que ela havia feito e numa velocidade incrível.Tempo depois talvez um ano não me recordo minha irmã disse que no programa do Gilberto Barros na Bandeirantes passou um episódio sobre UFOS que um ufólogo mostrou esse vídeo do mesmo objeto que eu tinha descrito pra ela mas procurei na net por muito tempo e nunca consegui achar algo sobre esse episódio dai eu gostaria de saber se vcs tem algo semelhante em seus arquivos.

          • n3m3

            Marcelo, ouvi vários relatos similares ao seu, mas que eu lembre não tenho nada nos arquivos do blog. De qualquer forma, vou averiguar.

            Obrigado

            • Marcelo...

              Obrigado n3m3 fico no aguardo

      • Senhor Spock

        Excelente!
        .
        Saudações \\//_

      • Marcelino S. de Melo

        “O nosso Sol natal é Epsílon-Erídani. Trata-se de uma estrela dupla.
        .
        Os Hill ,Greys e Zeta Reticuli
        Essas estrelas ficaram mais conhecidas depois da suposta abdução de Betty e Barney Hill em 1961. Betty Hill afirmou sob hipnose que os aliens, conhecidos como Greys, a haviam mostrado uma espécie de mapa e indicado a ela de onde eles vinham, Betty desenhou o que ela foi capaz de se lembrar. Ao ser estudado por astrônomos o mapa pareceu indicar como a “casa” dos alienígenas essas duas estrelas.
        http://pt.wikipedia.org/wiki/Zeta_Reticuli

        Me pergunto agora se os astrônomos se equivocaram quanto a determinação deste sistema, devido as informações imprecisas no desenho feito por Betty, e na verdade eles terem mostrado foi Episilon- Eridani para Betty. Possível?

      • trooper78

        Jam!!

        ÓTIMO compartilhamento =)

        ABRAÇOS

      • Doidim2011

        . Cachorro no Brasil é cachorro, na Espanha é Perro, nos Estados Unidos é dog.
        . Pipa no Rio deJjaneiro se chama pipa, no Rio Grande do Sul é pandorga, no Acre éPepeta,no Amapá é rabiola.
        . Agora fico feliz que Epsílon-Erídani em Epsílon-Erídani, se chame Epsílon-Erídani.

          • Doidim2011

            Muito interessante o segundo vídeo acima principalmente devido ao áudio do satélite

            • Josemir

              É o audio que colocaram no primeiro filme dos Transformers 😀 referente a uma transmissao intereceptada pélos milico

            • Alex Cosmos

              Parece ser realmente muito intrigante, mas será mesmo uma realidade, vou investigar mais o assunto para ver se aceito essa noticia melhor.

              • SENAM

                Alex, aproveita pra dar uma lida no livro Terra Oca do Almt Bird onde ele cita a existência de um satélite em orbita polar, nos monitorando.

        • Jam

          Doidim2011! Cachorro (VIRA-LATA) lá no pernambuco, Chama-se GUENZO
          .
          (Adj. Bras. Muito magro; raquítico. / Adoentado, enfraquecido. / Bras. (NE) Inseguro, oscilante. / Bras. (RS) Fora de prumo; torto, inclinado.)

      • Josemir

        Brother, só pra corrigir um dado.
        .
        Epsílon Erídani, fica a 10,5 Ano luz e nao 103 =]

        • emsj

          Já é bem mais perto.

        • Jam

          Sim, bem corrigido.

      • THEORY

        Há alguns meses atrás, eu escrevi um post informando a vocês que era cientificamente impossível, lavando em consideração a idade do espaço e a quantidade de planetas, não termos captado informações através de ondas de rádio vindas do espaço.

        Eu falei na época sobre um escudo que nos mantinha isolados. As ondas inteligentes, provenientes do espaço não chegam até nossos receptores.

        Este é o escudo, este é o elemento estranho na nossa atmosfera, que nos mantém isolados de outras civilizações avançadas. Esta é a espinha de peixe nero agarrada em nossas gargantas. Este é um elemento não só de monitoramento como também uma grande ameaça.

        Eu sempre busquei manter a coerência, pois nós lidamos com fundamentos e informações diretamente ligadas a nossa sobrevivência. A revelação da verdade extraterrestre está intimamente ligada a esta tecnologia, que vaga sobre nossas cabeças.

        • lirasabino

          Por que estamos “isolados”? Somos uma ameaça a segurança do universo? Somos produto dessa suposta raça que nos vigia ?

          • Anomalo

            Seríamos um sub-produto, uma experiência que não deu certo? Seríamos uma doença que se alastra, se apodera e destrói?

            Não gosto de me comparar a uma doença, mas a comparação, em alguns casos até que é válida…

            Talvez esse objeto estranho, seja um medicamento para conter o avanço da enfermidade da galáxia…

          • THEORY

            Não somos seres de segunda categoria não. O problema é que estamos no meio de uma guerra. Nós não temos nem como mensurar o tamanho do problema no qual estamos metidos.

            Desde centenas de anos antes de cristo encontramos registros antigos que falam destes embates. Tal situação fica um pouco mais latente quando começamos a analisar o desenvolvimento humano sob o prisma da admissibilidade, escala temporal, escala tecnológica e outros aspectos, que mostram um desenvolvimento acelerado e descompassado. Como se existisse uma locomotiva atrás de nossa humilde carroça nos empurrando.

            O fato de sermos inteligentes não tem conseguido influenciar de forma drástica nossa longevidade. Como resultado, nos últimos 2000 anos temos um número estrondoso de gerações, o que nos mostra ma das situações provocadas por este acelerador evolutivo.

            Claro! muitos vão achar que somos ainda muito atrasados, contudo devemos levar em consideração que 4000 anos, 3000 anos ou 200 anos de avanços tecnológicos não são nada se compararmos à escala universal.

            Fazendo uma analogia com a guerra fria, digamos que nós estamos entre os americanos e os soviéticos, mas qualquer um dos lados que nos apoiar precisará contar também com o nosso sacrifício, com nossa determinação. A mesma coisa acontece com relação aos que nos protegem desde os primórdios.

            Pensem comigo!

            Se os americanos trabalham com alienígenas. Se eles andam de um lado para outro aqui na Terra, por que não conseguem capturar o Black? Por que não dá. Nem mesmo para os outros aliens. Provavelmente eles apenas se defendem deste monstrengo. Não quer dizer que eles não possam combate-lo, contudo devem ter avaliado que o estardalhaço seria muito grande.

        • LuaPequena

          Boa noite Theory !
          meu caro amigo, me responda se puder: Por que os governos que sabem da existência desse satélite extra,não fazem nada para desativá-lo ?
          Se é físico,
          Isto é, feito de matéria, já deve ter sido localizado a muuuuuuuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiito tempo !
          Por que então não tentar interceptá-lo ? Talvez por conhecerem a função do mesmo! E portanto quererem que este continue obstruindo as mensagens que chegam até nosso planeta, provenientes dos extraterrestres que desejam se comunicar conosco.
          Quem sabe?
          Grande abraço !

          • Observador

            Amigos, os nossos criadores estão em contato diariamente conosco, o grande problema é nossa incapacidade de ouvir, responder ou mesmo entender que somos produtos ou variações de um povo mais antigo.

            No quesito material, somos partes de uma raça criadora, os semeadores, que delimitam meios e capacidades de determinada orb, visando a semeadura de dada espécia, segundo suas possibilidades de adaptação ao terreno escolhido.

            Ocorre que somos todos partes de um meio difuso, infinito e denso, e vivemos em várias dimensões ao mesmo tempo, então essa é apenas uma faceta das muitas possibilidades de existência, e entre todas essas, posso afirmar aos amigos que estamos nos estados iniciais da vida.

            Ainda acreditamos que os fantasmas aparecem no escuro, que tudo que brilha é de outro planeta, em sereias, seres místicos que personificam datas festivas, de forma que não focamos no principal ponto, para adentrarmos em outros círculos de convivência, devemos depurar o nosso comportamento.

            Enquanto isso, vigora ao lado da terra a seguinte placa:

            “Não alimentem os animais”

            Sera?

            Felicidades!

            • LuaPequena

              Boa noite Observador !
              Querido amigo, será que estamos assim tão nos primórdios de nossa existência, na nossa primeira infância física , que nossos irmãos cósmicos não conseguem nos enxergar como humanoides , mas apenas como animais irracionais ?
              Se assim o for , então estamos bem longe de conseguirmos ouvi-los e principalmente entendê-los !
              Grande abraço !

      • Mel-Madhu

        Uaw..
        Agora terei que ler o livro “O OURO DOS DEUSES” do Erik Von Däniken.
        Muito interessante!
        Obrigada Jam.

        • PAULINHO

          Tem um livro que deixa os livros do sr. Erik Von Däniken no chinelo, já li todos os do Erik Von Däniken, mas este é que vou lhe indicar é simplesmente fantástico!

          As teorias do Erik, já encontraram contestações, mas as do zacharia,
          ninguém se atreveu a rebate-las com provas contrárias.

          O livro chama-se “O 12º planeta” do escritor zecharia sitchin.

          Ahh! Permita que me apresente, sou ufólogo a mais de 30 anos!

          • PAULINHO

            Desculpa o copia e cola, mas onde se lê: zecharia sitchin leia-se Zecharia Sitchin.

          • Mel-Madhu

            Oi Paulinho,
            “O 12 Planeta” é meu livro de cabeceira… Kkkkk… Leio e releio… Realmente, difícil de ser contestado. É ótimo!
            .
            Também vou me apresentar, retribuindo sua boa educação. Sou ufófila, gosto muito de arqueo-ufologia. Neófita total. Kkkkkkk.. Aberta para aprender.
            .
            Bjo

          • Cesar Freitas

            Olá Paulinho,

            Eu li dois livros de Zecharia Sitchim, Gênese revisado e O 12º Planeta. O segundo é muito bom por sinal eu recomendo também! Faz 9 meses que comecei a interessar pelo assunto e depois de ler esses livros comecei a entender melhor as coisa, principalmente O 12º Planeta que além de tirar as duvidas o autor prova sua tese através manuscritos antigos e acontecimentos históricos!

            • Cesar Freitas

              Sou novato no assunto, mas faminto por conhecimento, tenho mente aberta para teorias que provem a existência de vida extraterrestre, mas sempre filtrando as informações, pesquisando na net e lendo livros para ver se tem fundamento.

              • PAULINHO

                Cesar
                Se você é “novato” no assunto ufologia, e se ainda não leu, comesse pelo livro: Eram os Deuses Astronautas? de Erik Von Däniken, e se já leu este, leia também, Devolta as Estrelas do meso autor, ai sim, tu vai estar embasado para o que der e vier.

        • ycatu

          Rô lê, Mel! Bor Noite!

  • micropc

    bom dia , vejam bem , a quanto tempo estamos a ser vigiados por civilizaçoes
    mais avançadas (antes da raça humana se lançar no espaço) depois dizem
    a civilizaçao humana e mais avançada do universo .Cada vez tenho mais a
    certeza que eles existem e nao vale pena dizer que nao.Cada vez a mais provas
    NAO COMPLIQUEM MAIS SIMPLIFIQEM AS COISAS.E VERDADE E PRONTO.

  • emsj

    Não conhecia esta história, mas gostei bastante. Não existe nada impossível nos fatos, pois é totalmente possível que uma civilização consiga enviar uma sonda a um planeta distante. Nós humanos já conseguimos enviar robôs para Marte, Saturno e etc. Enviar uma sonda para outro sistema planetário é apenas uma questão de tempo.

    • NathyChan

      Verdade…
      Gostei bastante e também não conhecia!!
      Será que esse objeto ainda se encontra em orbita??

    • Jam

      Quando vejo as estórias dessa “HY-Brazil”, lembro da moradia do Enki: o famoso “ABZU” que seria uma LAR submerso nas águas – o que nos lembraria -> Quem sabe -> PORQUE não? PENSARMOS NA LENDÁRIA ATLÂNTIDA (como uma NAVE) supostamente como algo construido no fundo do mar e não uma susposta Terra (SOLO-Superficie).
      .
      Lembranças da ATLÂNTIDA, HY- BRAZIL, TRIÂNGULOS DAS BERMUDAS e da ANOMALIA DO MAR BÁLTICO…

  • DUBAL

    Mas isso é certo, e digo mais, existem outros, até invisíveis.

  • nilton

    BOM DIA, bem e se estamos do futuro para o presente,abraco a todos fui…..i………………..

  • Josemir

    Ai eu pergunto …… O SETI não tem orelha pra isso né ? 😀

    • Pi

      Josemir,
      Eu estava refletindo sobre essa mesma pergunta.
      Não apenas o SETI, mas também aos milhares de radio-observatórios, antenas de rádio comunicação militares, rádio amadores espalhados pelo planeta, emissoras/receptoras de rádio comercial etc…Milhares operando nas frequências de ondas curtas. É um povaréu de gente e quase nada se sabe a respeito.
      É uma boa matéria N3m3.
      Abç

  • MIB

    Seja quem for o dono deste aparelho, é com certeza uma raça apenas um pouco mais avançada que nós, talvez alguns milhares de anos. Pois ainda dependem de um aparelho bem semelhante aos nossos. Comparada a outras que nos visitam, são primitivas, não acham?

    • Kakaroto

      Quando o ser humano for capaz de enviar um satélite até outro sistema solar, e o mesmo funcionar por mais de 1300 anos você vai poder falar que essa tecnologia é um pouco mais avançada que a nossa 😉 hauhauahuahuahuahua

      • Kakaroto

        corrigindo: 13 mil anos

  • Tonny Galletti

    O satélite é Anunnaki. Nem é mais usado apesar de ainda funcionar……. Para os alienígenas já é obsoletíssimo.

    • Kakaroto

      Se for verdade que ele está em órbita a + ou – 1300 anos, sua tecnologia deve ser super ultrapassada (para eles), mas comparando com a nossa tecnologia deve ser centenas/milhares de anos superior.

      • Kakaroto

        corrigindo: 13 mil anos

    • THEORY

      FALA SUMIDO!!

    • Jam

      SE levarmos em conta “Que esta (TERRA e RAÇA -> Fartura GENÉTICA) é a grande empresa deles (CRIARAM), então dificilmente irão abandonar, porque ditam as regras (AVISO) para quem (ETs) se aventurar por aqui. Possível que pertença a eles o SATÉLITE misterioso.

    • Jedeon

      Quem te falou isso?

  • Regis

    Matéria bem oportuna porque pouco se fala no Black Knight.

    A prórpria NASA somente mostra em seus arquivos 5 fotos e mesmo assim, como sempre, trata o assunto como lixo espacial, mesmo sendo comprovado que o objeto tem propulsão própria e trafegava na orbita terrestre em direção contrarias aos nossos satélites.

    As detecções dos sinais do Black knight, são impressionantes, porque foram muitas e por cientistas fantásticos como Tesla e Marconi, mas a prova física mesmo são as fotos da missão da NASA STS-088 em 1987, mas para nós só mostram aquelas que parece um objeto todo torto, deformado e cheio de pontas.

    Tudo leva a crer, que como o objeto, saiu da orbita da terra já faz algum tempo, e que sua volta é esperada em meados de 2016, as agencias espaciais estão se planejando para colocar a mão nesse tal classificado pela NASA como lixo espacial.

    Se o Black Knight for inteligente, vão tomar um corridão.

    Abraço a todos e boa semana.

  • Derico

    Já que tiraram até foto do tal satélite, será que não dá pra ir lá com uma nave, pegar e descer com ele pra Terra para estudá-lo? Não entendi.

  • Cesar Freitas

    “Seriam as informações aqui apresentadas provas de que estamos sendo monitorados por outras civilizações muito mais adiantadas do que a nossa, e, se este for o caso, há quanto tempo isto vem acontecendo?”

    Será que foi só eu ou mais alguém leu imitando a voz do narrador do The History Channel?
    kkkkkkkkkkkkk

  • Zafar

    Qualquer informação que mude o paradigma atual só será liberada em último caso. Por isso podem ficar tranquilos, serão os últimos a saber. kkkkk. Ok, podem ir tomar cerveja.

  • Cesar Freitas

    Muito interessante essa isso!!! Eu não ainda não sabia!

    Agora, tem uma foto ai que muitos deram com Fake, a imagem superior da direita. Por isso que temos analisar e pensar antes de falar que é fake!

  • Cesar Freitas

    Se esse satelite estiver em orbita a pelo menos 13mil anos, sem duvida eram dos Annunakes ou melhor ainda é!

  • Moyses

    Esse mesmo objeto foi citado por John A. Keel, jornalista norte americano e ufólogo, no livro Disneyland of the Gods (1988) na pagina 18. Infelizmente não publicaram no Brasil o livro.

    Para quem esta familiarizado ler english deixo abaixo o link do ebook.

    http://pt.scribd.com/doc/30641773/John-Keel-Disneyland-of-the-Gods

    🙂

  • Valdecir zimmermann

    Sou a favor de abater esse objeto que nos impede de interagir com o universo.

    • LuaPequena

      Bom dia Valdecir !
      Idem meu caro !
      Abração !

  • PERNA LONGA

    Boa noite galera, minha teoria!

    O mesmo que fazemos com marte, lua e tudo mas que role por baixo dos panos, mandando sondas e tudo mais ao espaço, suponho que foi feito por outra civilização extra terrestre!

    Simplesmente eles viram um planeta onde possivelmente pudesse haver vida, sendo que na época não tinham tecnologia para mandar uma nave tripulada ao nosso planeta, então mandaram essa sonda a nossa órbita!

    Agora, com certeza já devem estar nos visitando e quem sabe a sonda já nem esteja em nossa órbita! Eles evoluíram, sendo que os donos dessa sonda assim como nós não são os únicos no universo! Só mais uma teoria! agradeço a atenção!

  • MIB

    O Tonny Galletti entendeu perfeitamente o que eu quis dizer.
    Um abraço!!!

  • Jedeon

    Bom….Tenho que falar…rs

    Qualquer especulação é teoria, ninguém sabe realmente nada sobre esse satélite, acredito que americanos ou russos sabem, mais essa é uma informação a sete chaves. O único fato é que ele existe, foi detectado (visto, filmado e fotografado). Ponto!
    Até ai é verdade confirmada, só não vê quem não quer! E ja bastaria para provar vida inteligentíssima alienígena!
    Mais, dizer de quem é. Que está abandonado! Se num tem o que falar é melhor ficar quieto e num inventa asneira, é que tento fazer na maioria das vezes…rs
    Num aguento ver verditos, como se já sabe de tudo ou que tem uma inteligencia acima dos outros e tem informações privilegiadas. Me enoja tanto quanto os céticos de plantão que ficam arrumando “trocentas” desculpas para não acreditar no óbvio! Agradeço ao n3m3 pelo post pois é algo real que não querem explicar ao povo, ao Jam pelos complementos precisos, ao Marcelino por sempre fazer colocações pertinentes e aos demais que tratam com serenidade, entusiamo e esperança da verdade.
    Agora aos “comédias ufológicos” UMA BANANA!!!(não consegui outra definições para os super-entendidos galáticos interplanetários e os super-céticos terrestres cegos…rsrs)

    TEORIAS sobre o objeto:

    Que é um satélite dos Anunnakis que muitos já conhecem. (eu só queria saber da onde saiu essa de satélite abandonado? Será que temos o Nelson Rubens dos “ET´s famosidades”?

    Que bloqueia qualquer comunicação com o restante do universo

    Que ele fica na órbita terrestre de 15 a 20 volta ao seu destino para corrigir a rota pra não se chocar com algum asteroide e depois de um tempo retorna. E sua próxima volta é em 2016.

    Bob Dean ja disse em vídeos que os americanos já subiram a bordo dessa nave.

    Que ela já foi resgatada aqui pra terra e todos que tiveram contato com ela morrem de câncer. Dr. Wolf com câncer de colo, o nosso amigo Carl Sagan adquiriu a doença na medula óssea (causa da morte foi pneumonia).

    Essas e outras mil estão espalhadas pela net é só pesquisar.

    A coisa mais certa é que é real e está comprovado sua existência por fontes fidedignas de fotos, vídeos, sinais transmissíveis e descodificados, testemunhas de peso e credibilidade, ou seja, EXISTE VIDA EXTRA, está provado ai, caso algum cético ainda precise de mais provas, pegue um foguete e até vá la ver com os próprios olhos, tocar com as próprias mão………rsrs……. “Eu é que não iria..rsrs”

    WoW!

    • Jedeon

      *15 a 20 “anos”