Podemos viajar mais rápido do que a luz?

Tempo de leitura: 2 min.

Devido às grandes distâncias que nos separam dos exoplanetas possivelmente habitáveis, muitos cientistas alegam que seja impossível estarmos sendo visitados por raças alienígenas, pois, segundo o que se sabe hoje, nada pode viajar além da velocidade da luz.  As distâncias que nos separam de exoplanetas que possam suportar a vida  tal como a conhecemos são tão enormes, que mesmo se tivéssemos a tecnologia para viajar à velocidade da luz, seria impossível alcançarmos algumas dessas regiões do espaço antes da vida dos astronautas expirar no meio do caminho.  Sem contar que, segundo a ciência, uma nave que chegasse à velocidade da luz teria massa infinita e simplesmente entraria em colapso, pois um objeto aumenta a sua massa à medida que ganha velocidade.

Mas, e se ao invés de viajarmos mais rápido do que a luz, achássemos um atalho no espaço para podermos nos deslocar de um ponto a outro do Universo em um curto espaço de tempo?

Hoje, alguns cientistas pensam que isso seja possível, e se for mesmo, a possibilidade de estarmos sendo visitados por seres extraterrestres dos confins de nossa galáxia, ou até mesmo de fora dela, pode ser bem real.

O vídeo a seguir é o Episódio 7, da 2ª Temporada da série ‘Através do Buraco de Minhoca’, também conhecida como ‘Grandes Mistérios do Universo com Morgan Freeman’, e mostra de forma muito didática como essa tese pode ser perfeitamente plausível.

(Não esqueça de ativar a legenda em português, clicando no botão   abaixo do quadro do vídeo, uma vez que o mesmo for iniciado.)

http://www.youtube.com/watch?v=1oqQwkJ-Uh4

Fonte do vídeo: ReVCieN

n3m3

Colaboração: Henrique C.O

buraco de minhocaEinsteinfísica quanticaOVNI Hojevelocidade da luz
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (74)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
    • Grilo Falante

      É, meu nobre, são muitas novas ideias e conjecturas.
      Embora já tenhamos descoberto muitas coisas daqui do nosso “quintal”, ainda somos cegos quanto à estrutura do espaço/tempo e as respectivas leis da física que os regem, se é que estas leis existem de fato. A coisa tá muito além da nossa capacidade de compreensão.
      Essa cegueira cósmica e todas as dificuldades e limitações impostas à uma civilização que ainda vive nos primórdios da sua existência é totalmente frustrante diante de toda a grandeza e riqueza que paira sobre nossas cabeças.
      Acho que é por isso que temos essa ansiedade em receber alguma ajuda vinda de “fora”.
      E vamo que vamo…

  • spiritty

    boa noite.
    Não esqueçamos, que vivemos entre dimensões.
    varias dimensões onde um dia conseguiremos passar
    de uma para outra com facilidade e rapidez antes que
    voce consiga falar, a palavra, paralelepipedo.

    SDS

    • cecilia

      Pois é, não podemos esquecer.

      • spiritty

        é não podemos………….

    • Lua Pequena

      Bom dia Spiritty !
      Se realmente for verdade a passagem entre dimensões, estará esclarecida a origem das histórias de mágicos que apareciam e desapareciam , diante dos olhos dos nossos ,descrentes , antepassados .Simplesmente , faziam uso dos portais dimensionais , para ir e vir .
      Simples assim!
      Grande abraço !

    • CAPITÃO KIRK

      como vivemos em dimensões vocês estão com ilusão do inacreditável e o duro é que não da apara acreditar MESMO.

      • spiritty

        me Prove que não!!!!!

  • Space Jockey

    Infelizmente hoje, brilhantes cientistas acabam condicionando suas mentes, pois não querem ir contra certas leis das físicas em suas teorias, para não serem ridicularizados e perderem patrocinito. assim acabam criando teorias ainda mais mirabolantes somente para não discordar de Einstein. Devemos abrir nossas mentes e nos livrar de velhos dogmas. como disse Morgan Freeman: “O que o homem imagina, ele concretiza”. devemos também ser Freeman…hehehe

    • jose roberto

      O MAIOR MAL DOS CIENTISTAS ATUAIS TEM UM NOME;

      PARADIGMA.

  • M3NIS

    Só a título de curiosidade,para a gente ter uma leve noção das incríeis distâncias espaciais,se vc morar na cidade de São Paulo ,vamos supor que vc seja o Sol, tudo que estiver de 40 cm até 3 metros de vc,corresponderia a todo nosso sistema solar.já a estrela mais próxima Alfa do Centauro ficaria o equivalente a distâcia entre São Paulo a Brasilia,

  • M3NIS

    Einstein afirma na teoria geral da relativida que em um univreso onde tudo é relativo só exite um valor absoluto ( a velocidade da luz),talvez a chave do segredo esteja neste tempo relativo.Quem sabe? talvez no futuro possamos fazer mil anos passar em um segundo.

    abç

    • jose roberto

      JA DESCOBRIRAM PARTICULAS MAIS RAPIDAS QUE A LUZ.

      • danhdds

        Neutrinos!

      • danhdds

        Antes que a ideia de oscilações de neutrinos surgisse, era comumente aceito que eles viajavam à velocidade da luz. A questão da velocidade do neutrino está intimamente relacionada à sua massa extremamente pequena, algumas centenas de milhares de vezes menores que a do elétron. De acordo com a teoria da relatividade, se os neutrinos têm massa, eles não podem alcançar a velocidade da luz.
        Em setembro de 2011, surgiram dados da Colaboração OPERA (cujo detector subterrâneo de neutrinos está em Gran Sasso, na Itália) que pareciam indicar a observação de neutrinos movendo-se a uma velocidade 0,00248% superior à da luz no vácuo. Resultados semelhantes já haviam sido publicados em 2007 por outra colaboração, a MINOS, no laboratório Fermilab, em Chicago, nos EUA, mas com índice de confiabilidade menor. Grande parte das declarações de cientistas na imprensa demonstrou ceticismo ou pelo menos cautela quanto aos resultados da OPERA. Os próprios pesquisadores que realizaram a medição dizem que os resultados são intrigantes e que devem ser analisados com cautela. O artigo original, inclusive, informa que serão necessários testes independentes para confirmar ou refutar a informação.No entanto, um seminário dos autores na Organização Europeia para a Investigação Nuclear (CERN), em Genebra, Suíça, dado diante de uma plateia de especialistas um dia depois da publicação de seu artigo no arXiv, pareceu convincente para boa parte da comunidade científica. (fonte wikipedia) http://pt.wikipedia.org/wiki/Neutrino

    • danhdds

      O problema é que este “relativo” está extremamente atrelado a velocidade de um objeto físico A em relação a outro B,

      a não ser que seja criada uma forma totalmente nova de pensar baseada em NOVOS ângulos de se ver a física, talvez consiga a quebra de muitos paradigmas hoje existentes,

      mas isso já aconteceu antes e antes e antes, acho que daqui a 50 anos muita coisa pode mudar ou mesmo daqui a 50 minutos, essas teorias foram criadas praticamente sem nenhum recurso tecnológico,

      o que em nossa era não falta, mas realmente no que isso atinge o ser humano? basicamente a forma de pensar, será que já a vontade de mudar a forma de pensar num seja um grande passo? ou será que o Senhor Einstein deve “reencarnar” pra quebrar seu próprio paradigma, mas agora em uma sociedade mais avançada tecnologicamente e menos espiritual e com menos fome de mudança de paradigma.

  • Nilton

    BOM DIA,logico que podemos viajar mais rapido que a luz nao entendo os cientista nosso pensamento e mais rapido q a luz se voce imagina o lugar mais longe no universo voce chega la primeiro q a luz em pensamento se este estivesse ligado diretamente,agora jesus cristo ja usou isto em seus milagres chama-se energia tenurica ligada a energia orgonia pode fazer o que quizer aumentar ossos curar visao viajar sem uma nave elA E 27 VEZES MAIS RAPIDA QUE A LUZ,,agora acredita quem nao quizer tudo tem suas possibilidades nao existe o impossivel o que acredita ser so demora um pouco mais e nem tudo que viaja rapido tem sua massa aumentada e pra viajar dimensionalmente e so entrar em uma linha temporal q as distancias desaparcem e elas existem em bilhoes ou trilhoes vejo o portal as vezes proximo de mim mais nao sei entrar nele ainda quem sabe um pouco a frente veremos abracos a todos fui……………i……………………………..

    • Space Jockey

      Olá amigo Nilton!
      você disse que as vezes vê os portais se abrindo perto de você!
      filme eles, e realize um estudo com fotos, mensurações e etc, você pode ser o próximo a ganhar o nobel da física.
      abraço

  • paulo Targent

    A força do pensamento aliada à uma tecnologia,(desconhecida por nós) parece-nos mais adequada, a uma explicação, para que se percorra distancias dessa magnitude.

    Não esqueçam que os espíritos superiores, viajam apenas pela força da vontade,pelo pensamento,não seria , ilógico cogitar sobre isso, uma vez que raças avançadas (moral e tecnologicamente) mesmo ainda presa a um corpo material, não pudessem ter acesso.

    • Stargazer

      Eu acredito em contatos espirituais…

    • Paz_i_fico

      Bom dia!

      Imagino que:
      _O que é material pode viajar no meio material!
      _O que é imaterial pode viajar no meio imaterial e também pelo meio material!

      Caso seja desta maneira, um dia será possível a desmaterialização e transporte por meio imateriais!

      É uma possível teoria!

    • Rubel Porn Guilherme

      Olá Targent, também acredito nisso.
      .
      Não sei se isso deve ser pautado aqui no Blog, pois muitos não possuem esse pensamento transcendental do espírito, e etc.
      .
      Mas eu imagino estar tudo interligado: Anjos, espíritos, pensamento, extraterrestres, matéria e ‘imatéria’. Acho que tudo isso ocorre de alguma maneira num âmbito físico, e somos nós que não possuímos a capacidade de entender isso, ainda..

      • Lua Pequena

        Boa noite Grande Menino Guilherme
        Concordo plenamente com o que disse !
        Abração caríssimo !

        • Rubel Porn Guilherme

          (:
          Abraços!

  • emsj

    Se os ETs realmentes conseguem chegar até aqui, é porque viajar mais rápido que a luz é possível. Mas ninguém provou, até hoje, que os ETs nos visitam.

  • SoaresF

    Nos humanos, considerados por muitos menos evoluídos do que os ETs, já sabemos que a tecnologia da invisibilidade aqui na Terra é uma realidade. Se por acaso os ETs existissem e nos visitassem através destes “buracos”, tenho a certeza que eles não dariam a bobeira de serem filmados ou fotografados.

  • CAPITÃO KIRK

    Erich von Daniken: mentiras, fraudes e bananas

    erich von daniken 7 ufologia fortianismo destaques

    No livro “The Gold of the Gods” (1973)*, Erich von Däniken anuncia logo no início:

    “Para mim esta é a mais incrível e fantástica história do século. Poderia facilmente ter vindo diretamente dos campos da Ficção Científica se eu não tivesse visto e fotografado a verdade pessoalmente. O que eu vi não foi produto de sonhos ou imaginação, era real e tangível. Um sistema gigantesco de túneis, com milhares de quilômetros de comprimento e criado por construtores desconhecidos em uma data desconhecida jaz a grande profundidade no continente sul-americano”. [ênfase inserida]

    Tão ou mais incrível que o sistema subterrâneo de milhares de quilômetros sob nossa América do Sul era o conteúdo de algumas das imensas cavernas, “tão grandes quando o hangar de um avião Jumbo”. Descrito em primeira pessoa, o autor suíço descreve suas aventuras adentrando uma delas e a revelação em meio ao escuro de incontáveis estátuas de material desconhecido, formando um magnífico zoológico de figuras de animais, de elefantes a leões, incluindo mesmo dinossauros, adornados por algo ainda mais inacreditável: uma miríade de placas de metal contendo inscrições com “o que é provavelmente um sumário da história de uma civilização perdida … contendo a sinopse da história da humanidade, assim como um relato da origem da humanidade na Terra e informação sobre uma civilização desaparecida”.

    O descobridor desta mais incrível e fantástica história do século seria Juan Moricz, guia de Däniken na fabulosa expedição. O leitor empolgado com a descoberta, no entanto, poderá ficar intrigado com o fato de que entrada do sistema de túneis ainda deveria ser mantida secreta, “guardada por índios hostis entre o triângulo formado pelas três cidades de Gualaquiza, San Antonio e Yaupi na privíncia de Morona-Santigago” (no Equador). O livro contém ainda uma foto do que se entende ser o autor adentrando a caverna, com a legenda:

    metal 04 ufologia fortianismo destaques
    “Dentro do sistema de túneis artificial, que é assombrado por revoadas de pássaros”.

    Uma Mentira de Efeito

    Pouco após a publicação do livro, o próprio Moricz desmentiu Däniken. Em entrevistas aos jornais alemães, Moricz assegurou que Däniken nunca havia visto o que descreveu. “Exceto se ele foi em um disco voador… se ele diz ter visto a biblioteca e as outras coisas por si mesmo então isso é uma mentira”.

    No documentário da PBS/BBC, “The Case of the Ancient Astronauts”, que você confere acima, ao redor dos 40 minutos o próprio Erich von Däniken admite a inverdade. Questionado se a história que publicou da visita às cavernas realmente aconteceu, Däniken responde com um cachimbo na boca:

    “Não, isso não aconteceu”, admite. “Mas penso que quando alguém escreve livros no meu estilo, que não são livros científicos, … são um tipo de livro popular, mas não são ficção científica. Embora os fatos existam … então um autor pode usar efeitos. Assim, pequenos detalhes como esse não são importantes realmente porque não afetam os fatos, estão apenas estimulando o leitor, e pode-se fazer isso”.

    Quanto à foto publicada dentro do sistema de túneis, também se pode ver Däniken explicando que a expedição teria sido feita por Juan Moricz em 1969 e que ele mesmo nunca esteve lá. “Eu estive em uma entrada lateral em um local completamente diferente. Eu nunca estive aí”. Apesar do que a legenda sugere no contexto da história – depois admitida como uma fantasia dramática – a fotografia publicada não mostra o autor suíço, e sim Gastón Fernández, parte da expedição de Moricz na Cueva de los Tayos em 1969.

    “Os livros de Däniken são vendidos como factuais. Como o leitor saberá se o autor está usando ‘efeitos dramáticos’ ou se está simplesmente contando mentiras?”, questiona o narrador da BBC.

    Eram os Deuses Contadores de Histórias?

    Erich von Däniken já foi condenado e cumpriu penas em três ocasiões. A primeira foi já aos dezenove anos, por furto. Um psiquiatra descreveu na ocasião que ele exibia uma “tendência a mentir”. A segunda condenação foi por fraude relacionada a uma negociação de jóias, pela qual cumpriu nove meses de pena. A terceira também foi relacionada a fraudes, através das quais o então hoteleiro havia tomado empréstimos somando uma dívida de $130.000 enquanto viajava pelo mundo coletando material que usaria em “Eram os Deuses Astronautas”. Foi condenado a três anos e meio de prisão, cumprindo um ano antes de ser liberado. No julgamento, foi descrito novamente como um mentiroso e um psicopata criminal pelo psiquiatra que o avaliou.

    Tais condenações pouco deveriam afetar a realidade de suas ideias ou evidências, não fosse o fato de que se relacionam com fraudes, falsificações e mesmo avaliações psiquiátricas que, como visto acima, parecem no mínimo parcialmente confirmadas quando o próprio autor admite se valer de “efeitos” dramáticos, ou simples mentiras. Para ele, um autor “pode fazer isso”.

    O imbróglio do sistema secreto de túneis sob a América do Sul não é o único engodo do qual Däniken participou na criação ou divulgação. Ainda na América do Sul, outra fraude notória promovida nos livros de Däniken é a história muito similar de “Tatunca Nara”, um suposto índio que seria portador da fantástica “Crônica de Akakor”, estendendo-se por tempos imemoriais de outra (ou a mesma?) civilização avançada e perdida nos subterrâneos da Amazônia. Parte desta fantasia permeou mesmo o último filme de Indiana Jones, onde Akakor foi referido como “Akator” e mesclado com crânios de cristal e extraterrestres.

    34 raiders of the lost saucerfr4w2u61 ufologia fortianismo destaques

    Em verdade Tatunca é Hans Guenther Hauck, nascido na Baviera, Alemanha. Ele deixou seu país natal na década de 1960, deixando mulher e três filhos em Nuremberg e é até hoje suspeito de ter assassinado vários turistas e aventureiros em busca do mito de cidades perdidas na selva sul-americana.

    No mesmo documentário da BBC em que Däniken admite ter inventado sua visita à câmara subterrânea, as pedras de Ica também são apresentadas, ao lado de seu criador: não uma civilização perdida de homens que viviam ao lado de dinossauros e realizavam operações cardíacas, e sim o índio Basilio Uchuya, que por muitos anos tem riscado pedras que encontra com um estilo muito característico, assando-as em meio ao estrume de seu burro e então polindo-as com graxa de sapato para completar a aparência antiga.

    Basilio Uchuya artesan ufologia fortianismo destaques

    Mas é apenas aparência, o mesmo programa cita análise do Instituto de Geociências em Londres que conclui que os riscos na pedra são claramente recentes. Däniken admite que o próprio Uchuya lhe admitiu ter gravado as pedras, mas que Javier Cabrera, o curador do museu com as pedras de Ica, lhe assegurou que isto seria falso. O mesmo programa mostra Uchuya exibindo uma foto do museu de Cabrera, com uma dedicatória em que o próprio agredece a ajuda que Uchuya prestou em fornecer pedras ao museu. As figuras do museu são não apenas absurdas porque exibem homens ao lado de dinossauros – milhões de anos nos separam dos dinos – como em inconsistências nos próprios dinos retratados como aqueles de desenho animado, com cinco dedos e não os três que os fósseis exibem, por exemplo.

    Banana Alien 62 ufologia fortianismo destaques

    As evidências apresentadas por Däniken são ou especulação contrariada pela evidência arqueológica, ou simples fraudes evidentes em que o autor escolheu omitir informação ou inclusive, inventá-la para “efeito” [dramático] em seu “estilo” de livros. No mesmo livro com a fantasiosa visita às fantásticas cavernas inexistentes da “história do século”, Däniken especula que bananas são um mistério que talvez seja explicado com uma origem alienígena:

    “… a banana é um problema. É encontrada mesmo na mais remota das ilhas do sul. Como essa planta, que é tão vital para a nutrição da humanidade, se originou? Como ela fez o caminho ao redor do mundo, visto que não possui sementes? Será que os ‘Manu’, sobre quem a saga indiana conta, a trouxe consigo de outra estrela – como um alimento completo?”

    Em uma cândida e demolidora entrevista concedida, onde mais, na revista Playboy em agosto de 1974 ao então novato jornalista Timothy Ferris – que posteriormente produziria o disco dourado enviado nas sondas Voyager – após expor como mal havia lido e pesquisado boa parte das supostas provas que apresentou, concedendo que várias delas, como o pilar de ferro de Delhi, não seriam realmente um mistério “e podemos esquecer sobre essa coisa”, o clímax chega quando Ferris encerra:

    “Ferris: Uma última pergunta vem à mente porque das suas teorias, a nossa favorita é aquela em Gold of the Gods em que você sugere que a banana foi trazida à Terra vinda do espaço. Você estava falando sério?

    Von Daniken: Não, e poucas pessoas sacaram isso.

    Ferris: O que nos leva a perguntar a você se tudo que você escreveu é uma piada. Você diria que é, como um escritor sugeriu, ‘o mais brilhante satirista do século na literatura alemã’?

    Von Daniken: A resposta é sim e não. Temos um maravilhoso termo em alemão: jein. É uma combinação de ja e nein, sim e não. Em parte, absolutamente não; eu realmente acredito no que digo seriamente. De outras formas, eu tento fazer as pessoas rirem.

    Ferris: Bem, você teve sucesso em alcançar as duas coisas”.

    Podemos ter sido visitados por civilizações extraterrestres, uma ideia verdadeiramente fabulosa e fantástica. Ela foi proposta com mais propriedade e parcimônia por diversas figuras anos antes que o hoteleiro suíço condenado e preso por fraudes fizesse fortuna com seu “estilo” repleto de “efeitos” os quais se permite como autor tentando “de outras formas fazer as pessoas rirem”.

    daniken playbint ufologia fortianismo destaques

    Infelizmente, este estilo ainda faz muito sucesso, e nem o fato de que o próprio Daniken tenha admitido imprecisões, falsidades e mesmo piadas em suas obras já há mais de duas décadas afeta muito sua popularidade.

    – – –

    As Cavernas Subterrâneas e um Astronauta de Verdade

    Além da fantasia publicada por Däniken como realidade, admitida em frente às câmeras como um “efeito” literário, a história das cavernas sul-americanas tem outra reviravolta curiosa: participaria dela ninguém menos que o astronauta Neil Armstrong. Após ler o livro de Däniken, o escocês Stanley Hall ficou fascinado com a história e contatou Juan Moricz. Sua ideia era organizar uma nova expedição ao local, em uma cooperação entre os exércitos britânico e equatoriano. Em um relato a Philip Coppens, Hall conta que

    “a expedição precisava de uma figura honorária, e o nome do príncipe Charles, que havia recebido um diploma em arqueologia, foi proposto, mas eu sabia que [o astronauta] Neil Armstrong tinha conexões escocesas. Minha mãe era uma Armstrong e através de outro Armstrong em Langholm, onde Neil Armstrong se tornou um cidadão honorário, eu fiz contato. Meses depois, recebi a resposta de que Neil Armstrong estava bem disposto a se juntar a nós nesta missão. Foi quando a expedição se tornou o desafio de uma vida”.

    metal 03 ufologia fortianismo destaques

    O primeiro homem a pisar na Lua pisou no sistema de túneis em 3 de agosto de 1976 como parte de uma das mais elaboradas expedições espeleológicas, contando com inúmeros profissionais e militares de apoio. Pode-se conferir as fotos de Neil Armstrong na expedição, incluindo a acima, na galeria de imagens de Hall. A despeito de extensa pesquisa, não se descobriu nenhum sistema de milhares de quilômetros de túneis, não se descobriu nenhum zoológico milenar de animais de metal desconhecido, tampouco o maior tesouro de todos, a biblioteca de plaquetas com a história da humanidade desde seus primórdios em civilizações perdidas.

    O que se descobriu foram 400 novas espécies de plantas assim como uma câmara de sepultamento cerimonial na Cueva de los Tayos, com um corpo sentado, datada a 1.500 AC. Para muitos este seria o fim da história e o desmentido, se é que seria necessário após a negação de Moricz e a confissão do próprio Däniken. Para outros, contudo, a crença jamais morreria. Moricz faleceu em 1991 sem jamais revelar onde estaria a “verdadeira” entrada para o sistema de túneis, mas segundo Coppens e ao próprio Stan Hall, que jamais deixaram de acreditar na realidade das cavernas subterrâneas, a figura-chave seria Petronio Jaramillo. De fato Moricz sempre reconheceu que havia sido outra pessoa a lhe indicar a descoberta, e desde o início havia várias conexões entre Moricz e Jaramillo.

    Ainda que Jaramillo fosse a fonte original, lamentavelmente como Moricz e Däniken, ele contou ter testemunhado as cavernas e seus tesouros, e como eles, deu desculpas variadas para não revelar onde estaria a entrada – o mundo ainda não estaria preparado para a revelação (!) – ou para não ter coletado nenhuma evidência física – segundo Jaramillo, os livros da biblioteca eram muito pesados e não podiam ser levados para fora – ou ainda para não ter sequer tomado fotografias – “elas não provariam nada”. Desculpas absurdas, e uma figura que morreria assassinada em 1998, após um assalto.

    Jaramillo não revelou o local exato para a entrada, mas com o auxílio de seu filho e uma enorme persistência, Stan Hall diz ter descoberto em maio de 2000 a lendária entrada, ou ao menos, o melhor que ele e o filho da figura-chave puderam encontrar combinando as descrições daqueles que dizem ter visitado a caverna. Em 17 de janeiro de 2005, com 69 anos e antevendo não poder concluir sua busca, Hall apontou ao governo equatoriano o local da caverna que deveria ser o foco de uma nova expedição: 77º 47′ 34″ W, 1º 56′ 00″ S.

    Hall por el rio Pastazad ufologia fortianismo destaques

    Seria esta a verdadeira entrada? Um detalhe é que segundo Hall e outros encantados pela fantástica história, a verdadeira entrada não só não estaria na Cueva de los Tayos, como estaria submersa em água. Ainda que nada se encontre lá – como outras expedições em outros locais “promissores” nada encontraram – os eternos fiéis na história apenas concluirão que a “verdadeira” entrada está em outro local.

    É mais uma versão da mítica e sempre inalcançável El Dorado

    • vulgo07

      ….ok….mas não achei a parte onde ele viaja mais rápido que a velocidade da luz….indique onde, por favor….

    • orion c.

      Só para constar, não leio os teus comentários.

      • vulgo07

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • M3NIS

    Como um cético explica o fato de estarmos vivos ?
    De cermos testemunha de um umiverso de infinitos mistérios.
    O fato de existirmos, já não é prova suficiente para acreditarmos pelo menos nas possibilidades ???

    • 666Dark

      Como vc tem certeza que nós existimos realmente ? Isso tudo pode ser apenas um sonho ou um game. Acontecem coisas no meu dia a dia que me faz pensar assim. Faço muitos testes e alguns me surpreendem com os resultados. Assim mesmo não chego a uma conclusão definitiva do que é tudo isso.
      Abraço.

      • Sezaru

        Peça alguém pra dar um beliscão em você, acho que você encontrará o resultado definitivo. hehehe

        • 666Dark

          Tem sonhos que são tão reais que até um beliscão vc sente, assim…

      • MENIS

        Bem vindo ao “Universo das Possibilidades”.

        abç

  • Nilton

    BEM,ja disse aqui antes que o vacuo e o vazio nao existe assim como mundos pararelos onde se pensa vazio tem algo existente e cair no vacuo nao cairia pq nao averia forca de atracao nem empuxo entao esta fora de cogitacao tudo e magnetismo e vibracao se a vibracao e a mesma de seu opositor voce nao destroi nem e destruido e se quizer juntar tem que ser um na vertical e outro na horizontal para nao ser repelido e isto hai,abracos fui……i………………….

    • Marcelino S. de Melo

      Jorge estou analisando seu e-mail e depois te responderei a contento, gostaria de perguntar por e-mail sobre qual a sua leitura da obra de David Jacobs: A Ameaça, se as teses dessa obra forem verdadeiras muda muita coisa sobre o caráter e intenções dos Greys!O não-contato público esses anos todos, poderia ser explicado como uma necessidade para não atrapalhar o projeto de miscigenação e reintegração de híbridos em nosso meio!Te falo mais por e-mail.

      • JorgeRDM33

        Ok Marcelino, te responderei por lá então.
        .
        Um abraço

      • M3NIS

        A alguns meses analiso os post deste blog e tenho indentificado alguns pessoas com capacidade de ir além deste primeiro estágio onde está ancorado a Ufologia , vc é uma delas Marcelino ! Por isso apesar de muito gostoso seja pensar em “ETs”promovendo esperiências genéticas ou tentar descobrir o propósito de tudo isso, saiba amigo, eles estão tão absurdamente em nossa frente que até o simples fato de pensar seja o produto do nosso atraso. Saiba Marcelino eles os “ETs” sabem tudo que existe pra saber

        abç

        • Marcelino S. de Melo

          Obrigado pelos elogios, mas há uma história por trás do nossos visitantes que precisa ser nos contada já passou da hora dos segredos antigos e novos serem revelados e o véu que cega o ser humano sobre as suas origens e sua finalidade neste planeta seja tornada pública. Acho que as respostas estão com “eles”. 😀

          • Lua Pequena

            Boa noite Marcelino !
            Acho, até , que já passou da hora !
            Só tenho pena que isso aconteça, quando eu não estiver mais neste plano físico, isto é, mortinha da silva e sem ter tido o prazer de saber e ver !
            Grande abraço, caro amigo !

            • Marcelino S. de Melo

              UM ABRAÇO LUA :v

  • Observador

    A questão da velocidade, é inócua, já que em termos de universo, a nossa concepção de viagem, do gado claro, está um pouco equivocada, nem tudo se limita aos nossos livros de física.

    Alguns indivíduos perpetuam a necessidade de longas viagens, sob pena de modificar o atual modelo econômico, mas acreditem, a menor distância entre dois pontos, e zero.

    Onde estou se confunde com onde quero chegar, nesta questão, reside apenas a necessidade de se programar ou refletir e moldar a matéria básica, mas isso é outra história.

    Excelente semana para todos.

  • Josemir

    massa essa série. Eu nao conhecia!

  • Paulo

    Neme

    Não vai publicar nada sobre o Citizen Hearing Disclosure que começa hoje e vai até o dia 03/05?

    [b]The Citizen Hearing on Disclosure is Coming [/b]

    O evento será realizado em Washington, DC, no Clube Nacional de Imprensa de 29 de abril a 3 de maio de 2013 em que um poderoso grupo de pesquisadores e testemunhas militares / agência vai depor por 30 horas ao longo de cinco dias antes da ex-membros da Casa e os EUA Senado – Audição de cidadania de Divulgação. O lema para este evento é “Se o Congresso não vai fazer o seu trabalho, as pessoas vão.”

    Um documentário será produzido sobre este evento previsto para distribuição no outono de 2013. O objetivo deste evento / documentário é nada menos do que acabar com o embargo verdade sobre ETs em 2013. http://www.citizenshearing.org

    [b]Videos promos do evento:[/b]

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=23ZxPuDOkfs

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=HtE7GTxtLCc

    [img]http://img541.imageshack.us/img541/1408/embargoposter.jpg[/img]

    Committee.

    Congressman Roscoe Bartlett (Rep, MD)
    Congressman Merrill Cook (Rep, UT)
    Congresswoman Darlene Hooley (Dem, OR)
    Senator Mike Gravel (Dem/Lib, AK)
    Congresswoman Carolyn Kilpatrick (Dem, MI)
    Congresswoman Lynn Woolsey (Dem, CA)

    Witnesses

    Stephen Bassett Sgt.
    John Burroughs (USAF, ret.)
    John Callahan (FAA, ret.)
    Grant Cameron (Canada)
    Alejandro Chionetti (Argentina)
    Anthony Choy, PhD (Peru)
    Peter Davenport Richard Dolan
    Capt. Bruce Fenstermacher (USAF, ret.)
    Maj. George Filer, III (USAF, ret.)
    Patrick Frascogna, JD Lt. Col.
    Richard French (USAF, ret.)
    Stanton Friedman (Canada)
    [b]A. J. Gevaerd (Brazil)[/b]
    [b] Dr. Steven M. Greer MD Hon.
    Paul Hellyer (Canada)
    Dr. Edgar Mitchell[/b]- [b]obs: sexto homem a pisar na Lua[/b]

    Gary Heseltine (UK)
    Linda Moulton Howe
    Antonio Huneeus Roger Leir, DPM Col.
    Jesse Marcel Jr., MD (USANG, ret.)
    etc

    • n3m3

      Sim, depois das 17h00.

      Obrigado.

      • Diligencia Cosmica

        Caro Luiz neme: O BRASIL entrará em Campo na Ufologia Mundial quinta feira dia 02/05/13 com as cores Verde-amarela com nosso craque ADEMAR JOSÉ GEVAERD que nos promente não “decepcionar”…aguardemos talvez tenhamos mais novidades, e muito sucesso para todos nós da Ufologia Brasileira. um forte abraço.

    • Ghostfile

      espero que não apareça nenhum dr.greer da vida pedindo doações pra este novo documentário.

  • Antonio Gomes

    N3M3 na cidade de castillo uruguay, varias pessoas avistaram
    um corpo celeste e ouviram um grande estrondo. Ainda nao se sabe

    se foi lixo espacial ou um meteorito. Impressionante as imagens das câmeras de segurança nesse vídeo. Achei especialmente curioso o formato do rastro que o objeto deixou no céu (por volta de 1:10 do vídeo em questão)

    Atenção ainda não confirmado, mas aparentemente caiu novamente outro meteoro.

    • Ghostfile

      Boa noite amigo, poderia postar o video?

      Abraço!

  • ExT

    Cientistas Burros, eles acham que o planeta Terra é o centro de tudo, não precisa de velocidade e nem de distancia para atravessar o UNIVERSO, tudo é uma coisa só!

  • Cau

    O viajar no espaço-tempo depende do paradígma de cada ser.
    Hoje existem dois pardígmas principais: o materialista e o espiritualista.
    Os cientistas seguem, na sua maioria, o primeiro que diz que somos essencialmente resultados de reações fisio-químicas, e quando essas reações cessam, para nós, tudo o mais cessam: vida.
    Já o espiritualista nos diz que mesmo que cessem as reações a vida continua pois sobra a essência do ser: a alma ou espírito.
    Então, filosoficamente, podemos viajar no espaço-tempo, no paradígma materialista, e encontrarmos conosco mesmo (paradoxo da viajem no tempo).
    No paradígma espiritualista isto não é possivel porque a alma não pode animar dois corpos distintos ao mesmo tempo (um destruiria o outro, o que contraria um dos pilares do espiritualismo), mesmo em dimensões diferentes.
    Então vocês nos perguntariam: O que isto tem a ver com velocidade maior que a da luz?
    Tudo e nada. Depende do paradígma adotado.
    A Teoria da Relatividade nos diz que o limite da velocidade no espaço que nos encontramos é a velocidade da luz e que quanto mais perto dela chegarmos teríamos mais massa. E que a massa é a quantidade de inércia do corpo, que é diferente do peso.
    Já a Física Quântica nos mostra a existência de ligações não locais (varáveis ocultas), e Einstein nunca as aceitou, principalmente pela ligação delas com o papel fundamental da probabilidade que as demonstra, esclarecido por John Bell, na década de 50. A mecânica quântica nos diz que duas partículas (ou mais) entrelaçadas enviam e recebem sinais instataneamente (nem todos cientista pensam assim). O que está de acordo com o paradígima espiritualista.
    Então, de acordo com o esposto acima, estes dois paradígmas se excluem ou cominham para isso, se não for encontrado um meio que os unam.
    Por enquanto a Ciência (com “C” maiúsculo) não prova qual paradígma está com a razão.
    Agora o “meu achômetro” conclui que o segundo paradígma está mais perto da realidade: existe sim velocidades maiores que a da luz e esta é apenas um meio de referência para nós. Principalmente porque não é explicado, pelo menos não achei resposta no meio científico, para esta pergunta: O que faz a luz nascer com velocidade de, aproximadamente, 300.000 km/s, se na natureza tudo nasce com velocidade zero e progride conforme sua aceleração? Se a luz nasce com velocidade zero, sua aceleração é instantânea, isto é, maior que a velocidade da luz.
    Desculpem-me se viagei na maionese….

    Se quiserem trocar idéias podemos fazer através de email. O meu é cau-iii@hotmail.com

    • M3NIS

      Exelente Cau!!!

      abç

  • Dan Galante

    Por tudo que já li sobre o assunto me parece que as naves extraterrestres não precisam necessariamente voar mais rápido que a luz na nossa dimensão, mas podem voar perto da velocidade da luz e ainda encurtar a viagem criando um atalho através das pontes de Einstein-Rosen (apelidadas de “buracos de minhoca”, ou para os fãs de Star Trek, “dobra espacial”), distorcendo o espaço-tempo ao redor, como o Dr. Alcubierre propôs (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=viagem-espacial-acima-velocidade-luz-possivel&id=010130121120). Muitas pessoas dizem que os ETs são viajantes do tempo, outras que eles são interdimensionais, outras que eles vêm de outras estrelas… para mim as três coisas são verdadeiras, porque, ao viajar em uma nave por uma dobra espacial você está utilizando uma outra dimensão do espaço (a teoria das cordas, da mecânica quântica, menciona em geral 9 dimensões no espaço, podendo variar esse número para mais, de acordo com o físico teórico consultado), enquanto a nave viaja próximo da velocidade da luz (nesse caso, segundo a teoria da relatividade, o tempo passa mais lentamente para quem está dentro da nave, o que não deixa de ser uma viagem no tempo) e dessa forma conseguem transpor as grandes distâncias interestelares. Nas últimas décadas, vi que coisas estranhas relatadas em casos de abdução (seres descendo ou subindo por fachos de luz, seres atravessando paredes, cristais que projetavam imagens, naves ficando invisíveis, etc) foram se tornando realidade aqui no nosso planeta (ora, veja as tecnologias de hologramas, raios laser, energia nuclear, a mais recente tecnologia do raio trator, sendo pesquisada atualmente em laboratório e funcionando bem, etc). Isso tudo para mim são, também, provas indiretas de que o fenômeno UFO é real e que as pessoas que relataram esses fenômenos não eram loucas. Tudo que esses seres são capazes de fazer indica o que nós humanos poderemos alcançar no futuro, se contivermos a nossa natureza destrutiva.

  • Dan Galante

    E quanto aos feixes de luzes por onde os seres sobem, descem e fazem abduções? Nós também já estamos pesquisando:
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=raio-trator-espacial-realidade&id=010130121027
    A teoria quântica diz que toda matéria é composta por “cordas” em constante vibração, então, se alterarmos essa vibração, podemos alterar a matéria (será que é fazendo isso que esses seres podem atravessar paredes, conforme alguns relatos de abdução?).

  • PC_RO

    “Sem contar que, segundo a ciência, uma nave que chegasse à velocidade da luz teria massa infinita e simplesmente entraria em colapso, pois um objeto aumenta a sua massa à medida que ganha velocidade”.

    Conforme o relato acima, é o que sempre digo aqui, seres físicos jamais terão condições de viajar uma distância tão monstruosas dessas, bem como, à velocidade da luz tais naves não suportariam a força da inércia e simplesmente seriam destruídas. Minha teoria de que tais seres são espirituais e de luz, que dominam completamente a energia e matéria, faz muito sentido e só a descarta quem fecha os olhos para os indícios que sempre apresentei aqui.

    • vulgo07

      ….de minha parte, o que tu diz faz, sim, sentido….mas somente quando não é dito com linguagem da idade média…
      .
      …seres de “luz”…”espíritos”…”demônios”… devem ser somente nomenclaturas, e nunca levados ao pé da letra como descrito em “livros divinos”…pois senão presume-se que são compreendidos e entendidos…ou que existam…o que não pode-se afirmar….
      .
      ….do mesmo jeito, afirmar que “…seres físicos jamais terão condições de viajar uma distância tão monstruosas dessas, bem como, à velocidade da luz tais naves não suportariam a força da inércia e simplesmente seriam destruídas…” não passa de presunção, pois não conhecemos (incluindo a ti) as possibilidades existentes….
      .
      …acredito poderem existir seres em outro nível de matéria….”sem matéria”…etc…sei lá….é algo simplesmente DEMAIS para podermos conjecturar…
      .
      …qualquer AFIRMAÇÃO se torna leviandade….
      .
      …só temos TEORIAS, e não importa onde estejam “escritas”… e acho que devemos atualizá-las de acordo com nosso “desenvolvimento”…senão permaneceremos estagnados….e nunca chegaremos à lugar algum….
      .
      …de acordo com a tua visão sobre o assunto…nada do que realizamos tecnologicamente servirá, JAMAIS, para alcançarmos o poder de tais façanhas cósmicas…devemos então esperar até “evoluírmos” a “seres de luz” (morte ?)?
      .
      …. devemos simplesmente jogar a toalha e admitir a impossibilidade de tais viagens “em vida” ?….
      .
      …não entendo…

  • Mariana Takahashi

    nem com o ligeirinho num tubo de vacuo…

  • astronildo

    essa teoria de seres espirituais é bastante plauzivel, mas porque eles precisariam de naves espacias para se deslocar de um lugar para o outro?

    • fran

      Pensei em fazer a mesma pergunta quando comecei a ler sobre os “seres espirituais”.

      Qual o sentido das naves?
      E, se assim for (movido a espiritualidade), então todos os objetos vistos até hoje, o que seriam?

    • vulgo07

      …grande pergunta…

    • cecilia

      sim, a não ser que os ditos espirituais, na verdade possuem matéria e não sejam tao somente espirituais assim, e assim os chamam por falta de definição mais adequada

  • DILIGÊNCIA CÓSMICA

    Gostaria que nesse evento lá no U.S.A. no Citizen Hearing on Discloure aparecesse o Sr. Victorio Pacaccini –> Caso Varginha, abraçando nosso repressentante Sr. Ademar José Gevaerd, e portando “talvez” … provas inconstestáveis do nosso ET verde-amarelo, Oh!! Glória…Seria o Brasil se projetando na Ufológia Mundial!!

  • Assis

    Pessoal, Vou dizer uma coisa simples !! O criador, não vai deixar o homem descobrir os mistérios do Universo. É mais fácil um menino colocar toda a areia do mar em um copo do que o homem descobrir os mistérios de Deus. Então meus amigos, todas as teorias e possibilidades da área científica se reduz ao ponto inicial. Todos continuam buscando algo que ainda não encontraram !! Eu acredito que exista planetas habitados ! Eu sou testemunha de avistamento de ovnis. Considerando a lei da física, nós somos seres espirituais na matéria. Portanto, o que nós não podemos ver, está lá em algum lugar oculto dos nossos olhos. Para que a vida exista em outros lugares, não precisa ser na forma de matéria como nós conhecemos. O vento sopra e nínguem sabe da onde veio e nem para onde vai. Assim somos nós em espírito, niguém sabe pra onde vai, somente Deus. Neste contexto, podemos dizer que em tese existe seres que não podemos enxergar. As luzes ou ovnis podem ser os seres vindo ou entrando em outra dimensão. Reflita sobre isto…..Abraço a todos….

    • Mychaell

      Mais um ângulo para ser analisado…..gostei…

  • Valdemir Faleiros

    Para desgosto e tristeza de alguns: Deus existe… graças a Deus…E outra. Ets não manipularam nossa genética coisa nenhuma, isso não passa de um grande besteirol…Sezaru, saiba que sua opinião de maneira nenhuma representa uma verdade; amigão, sem essa, isso vale apenas para vc, meu caro…GRAÇAS A DEUS

    • M3NIS

      O fato de existirmos, já não é prova suficiente para acreditarmos pelo menos nas possibilidades .negar tudo que é possível é negar a criatividade de Deus,e negar a critividade de Deus é como negar o próprio Deus.

      abç !

  • Valdemir Faleiros

    Mussa, poderia ser mais claro?

    • M3NIS

      O fato de existirmos, já não é prova suficiente para acreditarmos pelo menos nas possibilidades ???????? .negar tudo que é possível é negar a criatividade de Deus,e negar a critividade de Deus é como negar o próprio Deus!

      abç Valdemir !! pra vc e pra todo mundo aí de casa !!!

      cacildis!

  • M3NIS

    Meu nick era pra ser ETílico ,por isso o Mussum, mais não consegui registrar,daí eu prestei uma homenagem ao dono do sitie n3m3,como o mussa falaria M3NIS !!!

  • M3NIS

    Podemos viajar mais rápido do que a luz?
    Não !!! a relatividade diz que tudo é relativo menos a velocidade luz
    maiiiiis Einstein não fala nada a respeito do tempo !! Se tempo (não estou falando tempo das coisas) também é relativo, aí MEUS UFO COMENTARISTAS ! estamos livres para os mais loucos devaneios e com o aval da “Ciência” que parece que nunca pensou nisso !!

    abç !!!!!!