NASA financia aeronave bidirecional

Tempo de leitura: 2 min.

Daqui para frente, cada vez mais ficará difícil de saber se os OVNIs avistados são ‘nossos’, ou ‘deles’.

Configuração para vôo subsônico (decolagens e aterrissagens).

A NASA está financiando o projeto de um desenho inovador de aeronave, que ao invés de deslocar suas asas para trás ao para se aproximar de velocidade supersônicas para tornar sua superfície a menor possível, como a aeronave B-1 Lancer,  ele propõem algo totalmente diferente.

A aeronave conceito apresentada é uma “asa voadora bidirecional supersônica”, ou SbiDir-FW, em inglês. Esta aeronave gira totalmente a 90 gráus para fazer a transição de vôo subsônico para supersônico.  O conjunto de motores continua posicionado na direção do vôo, mas o resto da aeronave gira até que seu nariz e cauda se tornem as asas.  A figura acima mostra a configuração subsônica, para decolagens e aterrissagens, enquanto que a abaixo mostra a configuração supersônica:

Configuração para vôo supersônico.

A única diferença estrutural que pode ser notada é a presença de álulas nas ponstas das asas, para vôo subsônicos.  Ao dobrar essas álulas para baixo, aparentemente o efeito aerodinâmico causa todo o conjunto de rotacionar 90 graus por si mesmo, sem requerer um sistema de força dedicado. Quando as álulas são dobradas novamente, a aeronave retorna à configuração subsônica, mantendo o conjunto de motores na mesma direção de vôo.

O SBiDir-FW almeja resolver um problema inerente em aeronaves supersônicas, que é a diferença de desempenho entre os dois tipos de vôo (subsônico e supersônico), os quais exigem desenhos conflitantes entre si.

Estas são as características da aeronave proposta:

  •  Velocidade máxima entre Mach 1.6 e Mach 2,0 (1800 a 2400 km/h), que permitiria um vôo de Los Angeles a Nova Iorque em menos de 2 horas.
  • Uma configuração supersônica altamente eficiente, com baixo índice de arrasto aerodinâmico e sem o estrondo supersônico, o que permitiria que ele voasse sobre os continentes.
  • Uma configuração subsônica que o faria capaz de decolar em menos de 750 metros.
  • Assentos para até 70 passageiros.

A NASA prometeu US$100.000 para ajudar os projetistas da Universidade de Miami levar este novo conceito a um túnel de vento para testes.  Se tudo correr bem, há um potencial para outros US$500.000 futuramente.  Esse montante não é suficiente para este projeto, mas pode ser o suficiente para iniciar os teste operacionais, afim de confirmar o funcionamento deste inovador desenho.

n3m3

 

Fonte: www.nasa.gov através de dvice.com

 Colaboração: Vilson Censi

aeronaveNASAOvniHojesupersônico
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (54)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • elsonSCCP

    Começo a acreditar no que alguns disseram anos atrás,mais ou menos nos anos 90 de que próximo deste tempo 2013 ou mais iriam aparecer com novos projetos de naves e outras coisas mais,esquenta não,o pessoal extra vão trazer algo novo para que não nos confundamos entre OVNIs Extra e naves terrestres.

  • geekgata

    Simplesmente fantástico! O.O

    • alien

      seria um uso da tecnologia reversa?…

  • Eduardo LBM

    Fantástico, mas ainda é um projeto estúpido. Ainda é uma aeronave que requer um gasto considerável de energia para decolar e atingir a altitude de cruzeiro e depois continua gastando um absurdo de combustível para se manter em vôo.

    Quando será que vão começar a utilizar de fato a tecnologia "copiada" em que quase não há consumo de energia, nem para alçar vôo e nem para permenecer em vôo? E ainda com capacidade de transportar com total segurança um número bem maior que os 70 passageiros anunciados nessa aberração tecnológica?

    Xii, acho que falei demais. Logo, logo, fico sem Internet de novo. 🙁

    Muito legal esse lance de poder editar o comentário. Gostei!

    Mais uma edição:
    Só para se ter uma ideia, em APENAS UM vôo convencional de Rio de Janeiro a Paris (447) gasta-se o combustível equivalente a toda uma temporada da Fórmula Um, incluindo os testes de classificação. Agora imagine o número de vôos que ocorrem no mundo todo em apenas um dia! E todo o resíduo desse combustível fica na nossa atmosfera. É muito combustível! Isso sem falar nos famigerados chemtrails.

    • Jam

      Eduardo! O Projeto é incrível. Olha só o resultado de um "DIA DE TRÁFEGO" no nosso Globo Terrestre, resumido em apenas um minuto.

      Este Vídeo demonstra bem o que vc disse. – > http://www.youtube.com/watch?v=SPmrmCyy66g e advinha que tem o maior volume em números de vôos.

      Consegüências (DOLAR), no BOLSO DO CONTRIBUINTE para gerar o resultado final.

    • Vinicius Santo André

      Eduardo,vc sabe o que eles estão jogando na atmosfera os chemtrails?
      Meu amigo é piloto e me falou que eles estão decolando até de base civil e alugando avião comercial.

    • Francis

      Concordo com você Eduardo!!

      Ainda estão teimando nesse sistema de propulção que pra mim já está ultrapassado desde os primórdios do Concord.

    • Hannah

      Concordo com vc, Eduardo LBM! O problema é que os projetos de grande porte incluem os diversos fornecedores de sempre que por sua vez tb detém o monopólio do consumo. Não adianta projetar nada ao "modo Nicholas Tesla". A intenção dos que mandam no planeta não é a evolução da ciência e sim do desgaste dos recursos naturais deste, do enriquecimento dos mesmos e da dependência cada vez maior de toda a população relativo a tudo o que é posto no mercado.

      • Marcos100

        Concordo, como especialista em tecnologia, desde os tempos de escola que sei que existem tecnologia limpa e sem custo, mais não interessa para os donos do mundo pois se tais tecnologias fossem posta em pratica, deixaria de entrar milhares de dólares na conta de alguém. Veja o caso dos automóveis que estão obsoletos há quase 100 anos, e toda tecnologia que não seja do consumo de combustível não é aceita.
        Um forte abraço

      • Eduardo LBM

        De fato, Hannah, não adianta projetar algo ao modo “Nikola Tesla”. Desde 2003 que eu tenho uma ideia de como desenvolver uma aeronave de pequeno porte, com sistemas de elevação e propulsão realmente inovadores, totalmente eletrônicos e sem uso de nenhum tipo de combustível.

        Eu pessoalmente não tenho os recursos para levar adiante tal projeto, mas poderia muito bem firmar parcerias com pessoas ou empresas interessadas. Acontece que um projeto assim teria que ser desenvolvido em total sigilo. Alguns componentes, insumos e materiais teriam que ser comprados de forma “informal” ou no mercado negro, isto é, sem documentos.

        Além do sigilo, os testes teriam que ser feitos na calada da noite e em baixa altitude para não ser “pego” pelos radares do CINDACTA. No caso de ser “apanhado” pelo radar, em menos de cinco minutos a aeronave de teste seria abordada por dois “gentis” caças da FAB que pediriam “gentilmente” para acompanhá-los e pousar em uma base aérea. A não obediência significaria… Abate.

        Uma aeronave assim, jamais conseguiria homologação e permissão de vôo pelo Ministério da Aeronáutica. Sendo assim, eu e as demais pessoas que participaram do projeto teriam que utilizá-la somente à noite e as escondidas. E isso daria margem a muitos “avistamentos” de OVNIs.

        Alguns diriam que o Mundo não está preparado para isso, mas eu diria que está mais do que preparado e até precisando de algo assim, mas não depende das pessoas comuns a liberação desse tipo de projeto.

        E assim continuamos despejando diariamente toneladas de combustível na atmosfera.

        • Hannah

          A humanidade não pode ser considerada como sendo uma só, no sentido de ser homogênea como espécie. Ela é aparentemente igual; e esta aparência engana um bocado! 🙁

        • EnteHumano

          Boa tarde caro Eduardo LBM.
          Você conhece a história de Joaquim da Costa Fonseca Filho?
          Só a conheço porque nasci na mesma cidade que ele e o excelente Vítor Ramil fez uma música sobre ele (Joquim).
          A coisa é assim há muito tempo…
          Um fraterno abraço.

    • marcelocetico

      Não existe tecnologia copiada simplesmente porque não há o que copiar.

      E sabe porque? Porque aliens e naves aliens não existem.

      Não fique surpreso, essa é a “dura” realidade.

    • juggernaut

      Energia limpa com custo baixo? Enquanto existir o dinheiro nunca irá acontecer. Um exemplo é a dos automóveis, que já existe a tecnologia para substituir o motor a combustão pelo motor elétrico a décadas mas não é do interesse das empresas de petróleo que isso ocorra e pois elas perderiam grande parte do seu lucro e seria inviável. hehe o dinheiro controla TUDO inclusive VOCÊ!(eu me incluo no tudo).. um pedaço de papel..

      • ycatu

        …”um pedaço de papel” borrado de verde, fabricado e editado por uma empresa de propriedade particular, com as bênçãos do Estado Americano! Quem vai mexer nesse ninho de cobras? Não sei se vcs se lembram de um sujeito que fabricou um motor de um fusquinha movido a hidrogênio. Ele veio fazer uma demonstração em frente ao Congresso Nacional, já aqui em Brasília. Depois ele desapareceu! Tanto ele como o projeto dele! De modo que, Edu LBM, sinto muito e reconheço sua prudência ao falar de seu projeto. Mas sou um sujeito otimista! Um dia dará certo!

    • Arauto

      (Quando será que vão começar a utilizar de fato a tecnologia “copiada”),Talvez porque não existe tecnologia copiada!

  • Walter Martins

    É… está faltando a energia extraída do vácuo…
    limpa inesgotável e presente até onde nosso conhecimento alcança.

  • Carlos

    Alguem poderia me dizer qual é a area de estudos que se ocupa de desenvolver essas parafernalias tecnologicas??? Seria a tal engenharia aeoronautica?Mas jamais vi esse curso em alguma universidade.

    A não ser o ITA.Mas é algo tão restrito.Para um pais de dimensões continentais como o Brasil deveria haver mais centros de pesquisa e desenvolvimento,mesmo que copiando tecnologias extrangeiras.

    • Jornalista

      A engenharia que projeta estas aeronaves são a engenharia aérea-espacial agora também já existente na grade de cursos lecionados no quadro do ITA !

      Lá no hemisfério norte não tenho certeza mas é o curso de engenharia aeroespacial abrange as duas engenharias aeroespacial e a aeronáutica até porque, aqui no Brasil é que dentro da engenharia aeronáutica que entra a aeroespacial mas lá é que é o contrario no caso acho o correto no caso engenharia aeroespacial até porque uma já se relaciona com a outra quem constroem aviões é evidente que também constroem foguetes etc…ou pelo menos vai entender como se faz.

      No Brasil tem algumas instituições particulares que até ministram cursos de engenharia aeronáutica ou então de engenharia mecânica aeronáutica algumas localizadas se não em São José dos Campos/SP em seu em torno ou seja em suas cidades vizinhas como Taubaté/SP.

      Obs: Apesar que se este for seu problema mesmo se você fizer engenharia mecânica o curso te impede de no futuro vier a trabalhar como engenheiro de aeronaves até, porque não sei mas acho que a própria engenharia aérea-espacial nasceu da engenharia mecânica!

      abraço!!!

      • Jornalista

        OPS consertando o meu erro no poste passado rsrs… o curso não te impede de se tornar projetista de aeronaves!

    • Jornalista

      Mas Carlos olha no Brasil temos mais centros para treinarmos, e prepararmos mais cientistas o problema é que não dá para preparáramos tanta mão de obra tão bem qualificada em tão pouco tempo e ter tanto dinheiro e viabilidade técnica e econômica para nossos projetos assim! Inclusive nosso próprio governo esta fazendo oque com nossas melhores mentes estão as pegando lapidando-as e as dando bolsas de estudos para Universidades de renomes do exterior para assim ver se conseguem acelerar o processo de adquirir o conhecimento traze-lo pra cá e aqui o retermos e conseguirmos expandirmos ainda mais. E ainda sabemos que mesmo este conhecimento em algum tempo estará lá fora obsoleto oque que é novo pra nós lá fora é passado a eles! e assim vivemos!

      Abraços!

    • marcelocetico

      O Brasil precisa mesmo é de uma 27 bombas de Hidrogênio uma em cada Capital desse país sem futuro.

      O Brasil é a vergonha do mundo.

  • Francis

    Concordo com você Eduardo!!
    Ainda estão teimando nesse sistema de propulção que pra mim já está ultrapassado desde os primórdios do Concord.

  • Jornalista

    Prefiro ficar com a tecnologia imaginaria dos OVNIs mesmo doque esta tecnologia pra mim totalmente obsoleta e arcaica de nossos antigos e fracassados concordes!

    Abraços!!!

  • ADOTTA

    Enquanto isso no Brasil cientistas da "BASA" estão testando um foguete que lançara uma torradeira ao espaço a fim de saber se o pão ficará ou não crocante na descida.. para tanto o projeto estima um gasto de 1 bilhão já contando as propinas e desvios.. Isso tornará a área de padaria muito eficiente no pais e exportaremos a tecnologia para diversos países…

    • Eduardo LBM

      Isso é coisa de Português dono de padaria. Ora, pois!

  • Vortex

    É "e assim caminha a humanidade, com passos de formiga e sem vontade, não vou dizer que foi ruim, tão pouco foi tão bom assim…"

  • Blaze

    NATO reporting name: “West Shuriken” xD

    Ainda sou mais o PAk Fa 50. =) Imaginem o problema para adaptar os novo pilotos a forma “incomum” como esta nova “invenção” vai voar…

    Mas um fato que acho interessante é que do nada surgem idéias inovadoras… Muitos conhecem o B2 ( http://en.wikipedia.org/wiki/Northrop_Grumman_B-2_Spirit ); design inovador! Moderno!!! Que nada, projeto original dos Alemães da época da WWII (http://en.wikipedia.org/wiki/Gotha_Go_229 )

    Será que esse dai é original ou tambem “copiaram” de alguem?

    • Jornalista

      Pior que é verdade concordo com sua opinião rsrs… será que essa ideia não é apenas mais uma copia apenas melhorada de algo já idealizada no passado por outros e apenas modificada em algumas coisas?

      Abraço!

      • ronan

        apos ler esse comentário me veio um nome a cabeça ” Hanna Reitsch”

  • Sezaru

    O formato da aeronave configurada para vôo supersônico parece com uma shuriken de quatro pontas.

    • geekgata

      Sim, não só parece como o modo de vôo também lembra muito o da lâmina!

  • Francis

    Atualmente rejeito e nego qualquer tipo de tecnologia que necessite de combustível fóssil, como sendo uma tecnologia avançada e de última geração…
    Estamos em 2012 e já deveríamos estar levitando sem necessidade de motores de propulsão ou similares…
    Gente!!
    Projetos tem aos montes em fundos de quintais. Mas o que falta é verba, consentimento e apoio dos governos e empresas privadas e acima de tudo, coragem em querer mudar.

    http://www.youtube.com/watch?v=LU75imjUD-Q

    http://www.youtube.com/watch?v=trws3k9vq6M&feature=related

    • marcelocetico

      Você rejeita e aí?

      Você acha que a principal função do petróleo é fornecer combustível?

      Se acha procure se informar sobre o ouro negro.

      • Francis

        Humpf!!
        Você ainda está andando de “Bengala” Tigre!
        Sua visão é muito estreita mesmo e não observou que me refiro aos meios de transporte, que é o calcanhar de Aquilis da humanidade e que acarreta diretamente nos preços de tudo que eu, você e os demais seres dependemos.

        http://www.youtube.com/watch?v=f8ZWpw4VBWc

        “Tu-104, primeiro avião civil com motor a jato do mundo.
        Profissionais e adeptos da aviação assinalam hoje uma data notável. Há 55 aos, em 4 de setembro de 1957, o Tupolev-104, avião soviético de passageiros com propulsão a jato executou o primeiro voo a uma distância superlonga pelo trajeto Moscou – Nova York – Moscou.”

        http://portuguese.ruvr.ru/2012_09_04/Tu-104-primeiro-aviao-civil-com-motor-a-jato-do-mundo/

        Em 1957!!
        E hoje, estamos em 2012, quase 2013!!

    • Carlos

      Isso é coisa de sul-coreano.Só para efeito de comparaçao:Coréia do Sul tem + ou – 25 milhões de habitantes e forma 50 mil engenheiros ao ano.Brasil , 193 milhões de habitantes e forma miseros 11mil engenheiroa por ano.

      • Carlos

        Sem duvuda este é o pais da bola mas não da ciencia.A não ser a pseudo-ciencia.

      • marcelocetico

        No Brasil as pessoas querem fazer faculdade em 2 anos, estudando administração,pedagogia e outras baboseiras, para dizer que tem graduação.

        Brasil é um país de professores analfabetos e de ignorantes que em vez de ensinar matemática, ciências e a ler e interpretar textos, prefere “ensinar” a “ler o mundo”, “pedagogia do oprimido” e outras tranqueiras sem valor nenhum.

        O Brasil é o país mais ridículo do mundo, porque tem as condições necessárias para ser um um país que explora e humilha outros povos, mas prefere explorar e humilhar o próprio povo.

  • fran

    E, falando em aeronaves,o avião espacial da aeronáutica americana, X-37B, projetado para ficar nove meses em órbita da Terra, esteve no espaço por mais de um ano. Ele é lançado para o espaço como um foguete, mas retorna à Terra como um avião.
    O X-37B tem cerca de um quarto do tamanho de um vaivém espacial, tendo apenas cinco toneladas e 8,44 metros de comprimento. A envergadura de asas é de 4,57 metros.

    Será que ficou mesmo só orbitando a Terra?

    http://hypescience.com/aviao-espacial-ja-esta-voando-ha-um-ano/

    • Blaze

      É só mais um balão meteorológico. 😉

    • marcelocetico

      Isso ficou só orbitando a Terra. É só isso que você queria saber?

      • fran

        Só.
        Obrigada por sua resposta.
        Foi muito satisfatória. (rsrsrsrsr)
        Suponho que você tenha altas informações a respeito!

        • marcelocetico

          Tenho. Mas não posso revelar…MAN IN BLACK poderiam me matar.

  • BiGBanG

    Esse formato “SHURIKEN” é estranho, Não era mais lógico fazer algo elíptico com uma cabine de vidro esférica em cima e quando fosse entrar em modo supersônico virava só base da cabine interna ?

    • marcelocetico

      Manda um e-mail para eles expondo sua idéia. Quem sabe…

      • BiGBanG

        Vou mandar logo um projeto…
        Faço em folhas Verdes…
        E começo dizendo:
        – Saudações !

        • marcelocetico

          Talvez eles ganhem 100 dólares…kkkkkkkkk

    • Eduardo LBM

      E também aos 11:38

  • Leon Nunes

    Pelo visto surpresas aparecerão em futuro bastante próximo.
    Mas… sempre envolto dos poderosos.
    Recordo do episódio de Doctor Who, ficção sim, entre as temporadas 01 e 02, quando Rose e Doctor viajam a uma Terra nova.
    Bem. Ficção à parte, e para ela eu me dedico, a realidade é mais imediatista, de acordo – claro – com a vontade dos grandes da pirâmide, ponta invisível.
    Mas não falo muito sobre isso. Vai que uma palavra do que eu diga possa irritar um dos que estão na ponta.

    Abraços
    e continuem
    Leon Nunes