Relações públicas do caso Roswell deixou documento confirmando natureza extraterrestre do incidente

Tempo de leitura: 2 min.
Tentente Walter Haut.

Em 3 de julho passado, publicamos aqui no OVNI Hoje sobre o ex-agente da CIA, Chase Brandon, o qual confirmou que o caso Roswell teria sido acobertado pelo governo dos Estados Unidos, e se tratava mesmo de um evento extraterrestre.

São muitas as pessoas envolvidas no caso que se manifestaram, confirmando o acobertamento da verdade por aquele governo.  Uma dessas pessoas foi o Tenente Walter Haut.

Haut foi o oficial de relações públicas da base aérea em 1947, e foi o homem que emitiu o relatório original para a imprensa após o incidente, bem como os subsequentes, sob ordens do comandante da base, Coronel William Blanchard.

O tenente morreu em 2006 15 de dezembro de 2005, mas deixou um depoimento assinado, para ser aberto somente após a sua morte (2006).

O texto afirma que as alegações de que o evento foi nada mais do que um balão meteorológico, foram nada mais do que uma história para acobertar a verdade, e que o objeto real tinha sido recolhido pelos militares e armazenado em um hangar.  Ele também disse ter visto não somente uma nave, mas também corpos alienígenas.

O seu depoimento fala a respeito de uma reunião de alto nível, da qual ele participou  com o comandante da base, Coronel William Blanchard, e o Comandante da Oitava Força Aérea do Exército, General Roger Ramey.  Haut declara que nesta reunião, pedaços de destroços foram passados de mão em mão para os participantes tocarem, e ninguém foi capaz de identificar o material.

No documento ele também declara que o relatório para a imprensa foi emitido, pois os habitantes locais já estavam cientes do local do acidente, mas na verdade também havia um segundo local de acidente, onde mais destroços de uma nave alienígena havia caído.

Haut falou sobre uma operação de limpeza , onde por meses após o incidente, militares ‘varreram’ ambos os locais dos acidentes, procurando por pedaços de destroços e removendo-os, a fim de apagar quaisquer sinais de que algo fora do normal havia acontecido.

Parece que a verdade já não está mais lá fora.  Ela já veio parar na tela do computador de milhões de internautas, a maioria dos quais simplesmente se recusa a reconhecê-la.

n3m3
Fonte das informações:  http://en.wikipedia.org

DocumentáriosFotosOpiniãoOvniHoje
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (63)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • EnteHumano

    Boa noite caro n3m3.
    Que honra fazer o primeiro comentário sobre tão impactante documento divulgado!
    Creio que para a maioria dos frequentadores deste fórum o teor da verdade divulgada não seja novidade, o que julgo relevante aqui é o documento assinado por um dos mais importantes participantes do caso.
    Vamos esperar as repercussões deste documento.
    Uma coisa me parece certa, o governo dos EUA não deixaria isso acontecer se não estivesse nos seus planos. Sabemos que eles possuem todos os meios de evitar a divulgação se assim o quisessem.
    Termino lançando uma pergunta: Por que permitiram esta divulgação?
    (agora vem a parte mais rica, as respostas dos demais frequentadores)
    Um fraterno abraço.

    • Paula Loredana

      Olá EnteHumano! Na minha opinião, o governo americano precisa do apoio do passado entende?! É como se não eles não estivessem mais aguentando a “pressão” de continuar o acobertamento! Eles precisam da credibilidade do passado para “possivelmente” apresentar os fatos!
      É como no final de um filme, alguns dos momentos iniciais são relembrados e revelados no final pra “explicar a moral da história”, mas…. the end is not the end….
      TO BE CONTINUED….

      Abraços!

      • Guilherme

        Paula, eu discordo, e acho que se eles aguentaram a pressão esses anos todos, nao seria agora que eles iriam dar o braço a torcer.

        Ja que o tempo vai passando.. as pessoas vao morrendo, e cada dia vai ficando mais dificil de ser ter provas concretas de pessoas que sabem da verdade.

        Abraços.

        • Paula Loredana

          Olá Guilherme! Pois é, por um lado eu concordo e entendo a sua opinião totalmente, mas, eu digo no “caso” de especificamente o governo americano querer desacobertar (humm… vamos supor), na minha opinião seria mais “fácil” começar a divulgar as peças, dar dicas, enfim para o quebra-cabeça ser montado! E aí então, seria um “pouco” mais fácil da massa assimilar tudo isso que está por vir (?).. É complicado fazer conjecturas em cima de uma nuvem de possibilidades rs! Mas acho que tudo deve ser levado em conta e quanto mais raciocinarmos melhor! Abrçs!!! 🙂

    • Marcelo MCWD

      EnteHumano, estou com esta mesma intuição.

    • l2Ca

      Talvez porque uma mentira dita várias e várias vezes se torna uma realidade social, mesmo que fatos ou documentos corroborem o contrário, a mente individual não vai sair da zona de segurança social criada pela fonte informativa Oficial. Atualmente uns 6 homens controlam essa “oficialidade” da mídia americana ditando o verbo.

      Ex: Recital das crianças ao filho de Bárbara Bush DURANTE os ataques terroristas na manhã de 11/09/01.

      “Plane/Avião, Must/Precisa, Hit/Atingir, Steel/Aço!”
      http://www.youtube.com/watch?v=lEqeELMXsyo&list

  • AAMR

    caro n3m3 esta semana tive a oportunidade de ler o arquivo lacerta 1 e 2 onde a suposta entrevistada ou seja uma reptiliana, afirmou que o incidente de Roswell
    não tinha só um ovni e sim dois, só que o arquivo lacerta é do ano 2000 e esse
    tenente Walter Haut morreu em 2006 portanto é a prova que o arquivo lacerta é real e que o incidente de Roswell também.
    verifique e verá.

    • sapo

      A bem da verdade ele faleceu em 15/12/2005.

      Já na década de 80 ele falava a respeito dos ovnis de roswell e de que a nota para a imprensa, que ele redigiu, era verdadeira.

      Curiosidade: ele foi um dos fundadores do International UFO Museum and Research Center

      Obs.1: Desde o inicio dos anos 90 já se falava da possibilidade de 2 discos caídos em Roswell.

      Ob.: 2: Não conheço o arquivo Lacerda por isso não posso emitir opinião a respeito.

      • n3m3

        Verdade Sapo. Erro de grafia de minha parte.

      • AAMR

        Sapo gostei do seu comentário, eu nunca tinha ouvido falar que haviam 2 ovnis no incidente em Roswell só vi isso no arquivo lacerta mais valeu sua intervenção tenho que me aprofundar mais sobre isto. Sempre que quiser intervir e opinar em meus comentários fique a vontade eu estou sempre em busca da verdade.
        agradeço e um grande abç.
        PS: segue link para o arquivo lacerta
        http://www.vigilia.com.br/vforum/viewtopic.php?t=2364
        obs: VIU… QUEM DISSE QUE SAPO DE FORA NÃO CHIA … CHIA SIM E CHIA BEM
        HAHAHAHAHA

    • maurolevandoski

      Sobre o arquivo lacerta, em uma parte dele se fala nos acidentes de roswell e o porque que naves tão avançadas se acidentam. Pelo que eu entendí, é feito um cálculo prévio para se chegar a um certo lugar do espaço ou a um planeta qualquer. Para chegar no planeta terra, eles dependem da gravidade do planeta para seus cálculos, mas acontece que esta gravidade é muito instável e se não acertarem o ponto exato, simplesmente eles não tem freio de mão que segure a nave. Endendam um pouco aqui como isso funciona com esse famoso especialista, pra quem acredita:
      http://www.youtube.com/watch?v=36-SEvKI41E&feature=relmfu

      • Eduardo LBM

        É parecido com o que aconteceu com uma aeronave de TAP ao pousar no aeroporto Kennedy em New York:

        Ao tocar a pista, o piloto acionou os freios, baixou mais ainda os flaps, reverteu as turbinas, puxou o freio de mão, enfim, fez tudo o que pode para que a aeronave não saísse pela outra ponta da pista, e finalmente parou… com o bico do avião ligeiramente para fora do fim da pista.

        – Ufa! Em tantos anos de aviação, nunca pousei em uma pista tão curta, disse o piloto.

        – Mas tu reparaste como ela é larga, perguntou o co-piloto, olhando para a esquerda e depois para a direita do avião…

      • Edison Junior

        Não sei,
        Nunca consegui acreditar nesse Bob Lazar,
        Não me passa confiança.

        • maurolevandoski

          É como eu disse, acredita quem quiser. Eu prefiro ficar de espectador em cima do muro, pois nem tudo que reluz é ouro, mas vai se saber da real verdade. abraços.

      • Hannah

        Particularmente acho este arquivo Lacerta um hoax (como já disse aqui, várias vezes), tanto quanto hj em dia acho que tb é hoax a história dos Wingmakers, na qual acreditei por pouco mais de dez anos! O modo de escrita da reportagem (tipo: “muitos não acreditarão nesta história, mas é a mais pura verdade”; ou “não estranhem se o modo de enxergar a vida de vcs mudarem depois de lerem (…) leiam com a mente aberta”: ou seja: todo um modo apelativo de escrita para tirar o ceticismo do leitor e fazê-lo acreditar no relato a seguir. Ao ler o “Arquivo Lacerta” vi o mesmo tipo de redação e concluí ambos as serem falsos.

        Observem que em nenhuma das histórias [Lacerta e Wingmakers] há como se comprovar coisa alguma, pois que tudo ocorre na base de: “uma entrevista secreta sobre a revelação de segredos insondáveis”.

        Também já relatei aqui sobre um livro de Zecharia Sitchin (somente editado em inglês, e do qual não me lembro o título), mas que ele relata que a(s) nave(s) [não me lembro tb se ele disse ser mais de uma] foi/foram derrubadas pela força aérea americana. Este livro de Sitchin é um apanhado (resumo) de suas obras. Se eu me lembrar do título deste, em qualquer data aviso a vcs. Indico até o link do site de compras. 😉

        • maurolevandoski

          Pois é hannah. Tô em cima do muro como eu já disse para outro colega. Tudo sempre na “surdina”. Mas não deixa de ser interessante estes tipos de leituras que o pessoal indicam para a gente. Só nos resta ficar acompanhando como sempre. beijos no coração.

          • Hannah

            Claro que elas são excitantes! Quem é que não gosta de uma história fantástica? Vc leu sobre os Wingmakers? A entrevista de Anne com Dr. Anderson é simplesmente encantadora (mais do que a “ameaçadora” Lacerta). Li a tradução desta entrevista na já extinta revista “AMALUZ”. Mas se vc é fluente em inglês, aconselho a visitar o site da

          • Hannah

            (continuando) HISTÓRIA ORIGINAL: http://www.wingmakers.us.

            Observação: o site http://www.wingmakers.com foi hackeado [leia-se: “saqueado”] e seu conteúdo original foi completamente modificado e patenteado. O que antes não tinha “dono”, passou a ter.

        • Marcelo MCWD

          É verdade Hannah, também desconfio muito desse modo apelativo de se escrever, colocando elementos no texto para gerar no subconsciente do interlocutor uma concordância ou empatia; mas existe um outro lado desta história, muitos destes que aparecem na mídia estão notoriamente afetados emocionalmente com suas próprias experiências e consequentemente em seus relatos acabam por transparecer um certo desespero de que sua história seja crível; quando uma pessoa que verdadeiramente (sabemos que nem todos)teve uma experiencia e decide contar ela assume um enorme risco de ter sua imagem desgastada para sempre, creio que isto em alguns indivíduos, pode gerar muita ansiedade, um desiquilíbrio emocional que acaba por transparecer em seus relatos.

          Não estou me referindo especificamente a quem gerou o arquivo Lacerta, pois não conheço seu teor.

          • Hannah

            Eis a diferença dos que mostram a cara num relato de experiência ufológica, seja por vídeo ou foto, dessas duas estórias [Lacerta, Wingmakers]: ninguém mostra a cara; nem mesmo a tal de Lacerta permitiu ser fotografada, e sim “desenhada”. A jornalista Anne pede sigilo total de sua imagem para manter a credibilidade de jornalista (uma vez que não pode provar o que Dr. Aderson relata) e Dr. Anderson encontra-se “foragido” devido a ser o primeiro a desertar do laboratório ultra-secreto e tecnologias ultra-avançadas, na Virgínia[EUA]…

        • J.Marciano

          Oi Hannah! Li o Arquivo Lacerda inteiro e concordo com você (apelativo, começa até bem, mas como o texto é longo, usam técnicas de indução repetidas vezes), também me pareceu falso. Mas … acredito que já tenham feito contato, me parece meio óbvio, mas é esta capacidade de “filtrar”informações, que admiro em você e em outros amigos do Blog. Abraços.Paz sempre!

          • Hannah

            Abraços e paz sempre, J.Marciano! 😉

    • tuna

      Olá AAMR, li este arquivo ontem, será que tem a ver com os reptilianos do qual o Tony cita. Apesar da suposta reptiliana dizer que não pode se mostrar em público ela correu grande risco em se aparecer para um humano, imagine se diversas pessoas a tivessem visto ia ser um caos. Queria saber o que você achou da entrevista? Se fosse eu, não perderia a chance de provar sua existência. Até mais.

      • AAMR

        ola tuna!
        Demorei para te responder, por que na verdade eu tenho mais duvidas do que respostas, más acabei lembrando de uma coisa, creio que não vai responder a sua pergunta mas vai te trazer mais dúvidas ainda.
        Você lembra que em um determinado momento da entrevista ela comparou os humanos a um formigueiro? . Então… se para eles nós somos apenas uma formiguinha pra que se preocupar em provar alguma coisa. Seria o mesmo que tentar convencer a formiga que nós somos superiores a ela.
        Se bem que em termos de viver em sociedade, até as formigas são mais evoluídas que nós.
        Então a resposta que fica é “provar pra quem? Pra essa raça que se diz “HUMANA”. Não creio que uma raça que se mata por diferenças religiosas, por dinheiro e por simples interesses políticos, mereça qualquer tipo de explicação. As vezes eu acho que certas coisas nós ainda não merecemos saber, o nosso povo não aprendeu ainda nem a votar!
        Bom ai já é outro assunto.
        Espero ter contribuído em alguma coisa e não ter te trazido mais duvidas.
        Valeuuuu
        um grande abç

  • Freedom Fighter

    Mais uma prova, mais uma testemunha contando a mesma versão do acidente. Parabéns a ele por ser mais uma pessoa a contar a verdade, mesmo que póstumamente, isso é muito importante para todos os que se interessam e acompanham o fenômeno OVNI de maneira séria e sensata.

    Deixo o link de um vídeo bem interessante:

    LEAKED! Russian Cosmonaut Reveals UFO Secrets
    http://www.disclose.tv/action/viewvideo/108005/LEAKED_Russian_Cosmonaut_Reveals_UFO_Secrets/

    • Mitsasheva

      Freedom Fighter,
      Mande este video para o N3m3 que ele vale um post, jávi centenas de videos entre antigos e novos, mas este não tinha visto ainda,vi só o começo e parece muito bom.

      @Topico

      Muito boa esta publicação, cada vez mais militares e altos funcionarios de governos abrindo o bico. Fico feliz quando um deles resolve demonstrar que é uma pessoa de bem, seria muito bom se todos que sabem destas coisas viessem de cambulhão revelar, por que ai seriam revelados os verdadeiros inimigos da humanidade, os acobertadores de uma elite comprometida apenas com seus interesses.
      Abraços.

  • sapo

    O depoimento, em ingles:

    DATE: December 26, 2002
    WITNESS: Chris Xxxxxx
    NOTARY: Beverlee Morgan

    (1) My name is Walter G. Haut

    (2) I was born on June 2, 1922

    (3) My address is 1405 W. 7th Street, Roswell, NM 88203

    (4) I am retired.

    (5) In July, 1947, I was stationed at the Roswell Army Air Base in Roswell, New Mexico, serving as the base Public Information Officer. I had spent the 4th of July weekend (Saturday, the 5th, and Sunday, the 6th) at my private residence about 10 miles north of the base, which was located south of town.

    (6) I was aware that someone had reported the remains of a downed vehicle by midmorning after my return to duty at the base on Monday, July 7. I was aware that Major Jesse A. Marcel, head of intelligence, was sent by the base commander, Col. William Blanchard, to investigate.

    (7) By late in the afternoon that same day, I would learn that additional civilian reports came in regarding a second site just north of Roswell. I would spend the better part of the day attending to my regular duties hearing little if anything more.

    (8) On Tuesday morning, July 8, I would attend the regularly scheduled staff meeting at 7:30 a.m. Besides Blanchard, Marcel; CIC [Counterintelligence Corp] Capt. Sheridan Cavitt; Col. James I. Hopkins, the operations officer; Lt. Col. Ulysses S. Nero, the supply officer; and from Carswell AAF in Fort Worth, Texas, Blanchard’s boss, Brig. Gen. Roger Ramey and his chief of staff, Col. Thomas J. Dubose were also in attendance. The main topic of discussion was reported by Marcel and Cavitt regarding an extensive debris field in Lincoln County approx. 75 miles NW of Roswell. A preliminary briefing was provided by Blanchard about the second site approx. 40 miles north of town. Samples of wreckage were passed around the table. It was unlike any material I had or have ever seen in my life. Pieces which resembled metal foil, paper thin yet extremely strong, and pieces with unusual markings along their length were handled from man to man, each voicing their opinion. No one was able to identify the crash debris.

    (9) One of the main concerns discussed at the meeting was whether we should go public or not with the discovery. Gen. Ramey proposed a plan, which I believe originated from his bosses at the Pentagon. Attention needed to be diverted from the more important site north of town by acknowledging the other location. Too many civilians were already involved and the press already was informed. I was not completely informed how this would be accomplished.

    (10) At approximately 9:30 a.m. Col. Blanchard phoned my office and dictated the press release of having in our possession a flying disc, coming from a ranch northwest of Roswell, and Marcel flying the material to higher headquarters. I was to deliver the news release to radio stations KGFL and KSWS, and newspapers the Daily Record and the Morning Dispatch.

    (11) By the time the news release hit the wire services, my office was inundated with phone calls from around the world. Messages stacked up on my desk, and rather than deal with the media concern, Col Blanchard suggested that I go home and “hide out.”

    (12) Before leaving the base, Col. Blanchard took me personally to Building 84 [AKA Hangar P-3], a B-29 hangar located on the east side of the tarmac. Upon first approaching the building, I observed that it was under heavy guard both outside and inside. Once inside, I was permitted from a safe distance to first observe the object just recovered north of town. It was approx. 12 to 15 feet in length, not quite as wide, about 6 feet high, and more of an egg shape. Lighting was poor, but its surface did appear metallic. No windows, portholes, wings, tail section, or landing gear were visible.

    (13) Also from a distance, I was able to see a couple of bodies under a canvas tarpaulin. Only the heads extended beyond the covering, and I was not able to make out any features. The heads did appear larger than normal and the contour of the canvas suggested the size of a 10 year old child. At a later date in Blanchard’s office, he would extend his arm about 4 feet above the floor to indicate the height.

    (14) I was informed of a temporary morgue set up to accommodate the recovered bodies.

    (15) I was informed that the wreckage was not “hot” (radioactive).

    (16) Upon his return from Fort Worth, Major Marcel described to me taking pieces of the wreckage to Gen. Ramey’s office and after returning from a map room, finding the remains of a weather balloon and radar kite substituted while he was out of the room. Marcel was very upset over this situation. We would not discuss it again.

    (17) I would be allowed to make at least one visit to one of the recovery sites during the military cleanup. I would return to the base with some of the wreckage which I would display in my office.

    (18) I was aware two separate teams would return to each site months later for periodic searches for any remaining evidence.

    (19) I am convinced that what I personally observed was some type of craft and its crew from outer space.

    (20) I have not been paid nor given anything of value to make this statement, and it is the truth to the best of my recollection.

    Signed: Walter G. Haut
    December 26, 2002

    Signature witnessed by:

    Chris Xxxxxxx

    Fonte:
    https://ovnihoje.com/2012/02/elemento-chave-no-caso-roswell-teria-confirmado-incidente-em-seu-leito-de-morte/#ixzz20Cc7KMDX

  • Dan - (H)

    É como eu sempre digo, “A verdade prevalecerá”, quem anda com ela, jamais baixará a cabeça…

    Abçs á todos…

    • Sel

      Dan! cada vez mais preparado para enfrentar os nachs heim??? Amei a fotinho!!! Beijos em seu coração!

      • Dan - (H)

        Obrigado Sel, sabemos que a batalha será árdua mas a vitória já foi predita, “eles” não terão chance pois a nossa “armadura” é impenetrável, você sabe disso…

        Bjs em seu Coração também, mandarei “mail” hj…

        • Sel

          Vou aguardar sim! amo vc ! sabe disto!

          • tuna

            Bom dia Sel, desculpe sair do assunto mas, sempre leio seus comentários e acho bastante enigmáticos.É como se você soubesse de algo que não pode nos dizer. Tenho muitas dúvidas, uma delas é se vai acontecer algo grandioso em que os governos não informam a população, teria alguma a ver com os caixões da FEMA? Abraços.

            • Sel

              tuna, objetivamente não acho que os governos também saibam o que vai acontecer, eles presumem, tem indícios, mas não sabem o tempo em que estas coisas vão acontecer. Ainda nesta semana compartilhava isto com um amigo sobre a tentativa da apresentação de uma moeda única cunhada 2009 nela, então estas coisas de “agenda”, “consp”, etc, eu realmente sou avessa. Sobre os “coffins” da fema, tuna, pense com carinho, a maior causa de contaminação em situação de calamidade é pela decomposição dos corpos, uma das maiores preocupações dos governos, sabendo de uma situação de calamidade eminente tem de ser na direção do saneamento e a solução dos coffins é uma ação inteligente, mas também foram construidos km de áreas para recepção do mesmo “caso” necessário. Ouço um monte de coisas do tipo: ah, porque o g0v não evita, ah, pq o g0v não informa… 1o pq não sabe o “quando”, 2o pq não sabem “onde” (ordem dos acontecimentos), 3o pq as pessoas não creriam, 4o pq não deixariam suas casas,enfim, olhe tokay! Pode me explicar como é que aquela população pode ficar sobre uma faixa geológica admitidamente um “big one” atrasado??? Então o que os g0vs podem fazer, estão “tentando”, mas as projeções não animam ninguém, inclusive à mim! Abçs

              • tuna

                Sel, muita obrigada pela atenção, pensando agora no que disse, você tem toda razão, pois, já vimos áreas de risco onde as pessoas não deixam suas casas de jeito nenhum.O que você escreveu esclarece bastante minhas dúvidas, inclusive sobre o fema.Abraços

              • Francis

                Olá Sel!!
                Peço desculpas pelo momento, talvez inoportuno, em querer confirmar sobre a aproximação do “c0rp0 c3L/ que não reflete” comentado em outro post com Ashtar Sheran.
                Seria esse c0rp0 c3L/ o que aparece nessas coordenadas no Google Sky somente em infra-vermelho, parece que querem ocultar :
                13h47m50.0s -8°33’33.5″
                O estranho é que só aparece nesse site, o Sky Map não estava abrindo até a pouco em outro não aparece mesmo em infra-vermelho: Microsoft WorldWide Telescop.
                Agradeço desde já Sel!!
                Força a Todos!!

                • Sel

                  Francis, acabo de chegar do exame e excelentes notícias! (Baruch HaShem!!!) Temos apenas um tratamento pela frente. Enfim, sobre o corpo, não creio que seja o que apresenta o G.Sky, porque se observar pela nossa órbita estaria “abaixo” de nós e só perceptível da @nt-@rt. Tb uma coisa “deste tamanho” não vai ficar oculta mto tempo. Ocorre que há outros rastreios de nosso sistema, estes sim podem estar ocultos em G.S, mas tratam-se de meteoros e cometas (estes sim preocupantes desde que nosso yellow submarine passou a ser tão atraente!) Já deixei o link aqui, talvez você o tenha, enquanto houver “acesso” segue http://translate.google.com/translate?hl=pt&sl=auto&tl=pt&u=http%3A%2F%2Fwww.amsmeteors.org%2F e qualquer coisa que eu venha a ter conhecimento sobre este assunto, certamente estarei postando, bjs em seu coração!

                  • Francis

                    Fico feliz Sel por essa boa notícia! Com saúde não se brinca.
                    Obrigado pela atenção e o informe.
                    Força a Todos!

      • Dan - (H)

        Fantomas, nós vivemos no mundo das mentiras infelizmente, tudo que nos contaram são “contos”, o “sistema de controle” é “auto-imune”, os realmente “bons” são explorados quando isso é conveniente, e depois são descartados, e quando os “bons” colocam o sistema em risco, eles são eliminados, excluídos, ridicularizados, são de alguma forma neutralizados pelo próprio sistema.

        Vi ainda esta semana alguém daqui que gosto muito se arriscando a falar a verdade, essa pessoa correu o risco de ser ridicularizada, pois o condicionamento mental imposto a todos age imediatamente, vejo pessoas que se acham inteligentes imediatamente “negarem” a verdade, pois foram treinadas a isso desde a infância, chamo isso de “complexo de são tomé”. Essas pessoas se esqueceram que através da “lógica” e “dedução” também chegamos a “descobrimentos”. Não, não estou pedindo que se tenha uma “fé” cega, que se acredite em tudo, que não se “questione”, mas desejo que essas pessoas façam as perguntas corretas, não existe um bom porto para um barco sem destino, nosso barco é nosso planeta, e para onde estamos indo? O destino eu prevejo aqui, e com 100% de certeza, se nada for feito, estamos indo rumo ao fim da Raça Humana, esta é a certeza, e estou falando isso cientificamente, é só pesquisar. Uns dirão que “temos tempo”, ou que esse é um “problema que deve ser resolvido por nossos descendentes”, eu não penso assim.

        O grande problema de se ter um “grande problema comum”, é que os valores serão mudados, haverá união entre os povos, deixarão de existirem “divisões”, não existirão mais “guerras”, cito aqui o discurso de Ronald Reagan em 1987: “Penso de vez em quando quão rapidamente nossas diferenças por todo o mundo desapareceriam se enfrentássemos uma ameaça alienígena de fora deste mundo”. Não, apesar de eu ser uma pessoa “Espiritualista”, não estou falando do lado “espiritual” da coisa, estou falando do “real”, do “palpável”, do “físico”. Me pergunto todo dia:”Quando é que a humanidade acordará para a realidade? Quando é que conseguiremos atingir a consciência dos riscos que corremos?”. A nossa simples existência já é por si só um milagre, nós somos a exceção da regra, somos especiais, é nisso que acredito.

        Quanto a questão da existência dos “ets”, eu pergunto: “Ainda há alguém aqui que duvida disso?”, e se “há”, faço outra pergunta: “O que estão fazendo aqui num site sobre Ufologia?”, creio eu que este assunto já está superado, a verdadeira questão é: “Qual é o objetivo destes seres?”.

        Uma coisa que aprendi em minha pouca experiência nos assuntos “exo’s”, é que mesmo sendo uma “verdade”, o que o “sistema” libera tem sempre um objetivo “oculto”, sempre há uma “segunda intenção”. Vou citar um exemplo do que ocorre no mundo da espionagem, quando um “lado” descobre um espião, nem sempre este “lado” o elimina, normalmente eles usam este espião descoberto como um tipo de “agente duplo”, este “lado” deixa informações errôneas para que este espião “descubra”, e normalmente esta informação leva o “outro lado” a acreditar que tem informações reais em mãos, é a tão afamada “contra-espionagem”. Para que se tenha uma melhor noção do que falo, recomendo assistir o filme “36 Horas” e “Ardil 22” e estude sua “lógica”.

        Em resumo, o que tenho a dizer sobre esta “nova informação sobre Roswell”, é que mesmo sendo verdadeira, devemos tentar “ler nas entrelinhas” e tentar descobrir qual é a “segunda intenção” por trás da liberação deste tipo de informação. Acredite, quando estas “agências” não querem que “algo” saia a público, este “algo” não sairá, normalmente “suicidam” o indivíduo, ou ele sofre um “acidente”.

        Fantomas, existem muitas “verdades” a serem ditas ainda, e muitos mais “acordarão”, o “start” foi dado e não há mais como pará-lo, talvez seja este o motivo do “desespero” de muitos.

        • Marcelo filho de Enki

          É por causa de coment´s como este que não deixo de acessar esse site um dia sequer!! Ótimo ponto de vista Dan!

        • Francis

          Olá Dan!!

          Você falou tudo!!
          Nos resta ficar atentos e observar as peças desse xadrez serem movidas, para seguir nesse jogo.

          Forte Abraço e força a Todos!!!

        • Fantomas

          Caro Dan,
          eu sou uma pessoa que tb não tenho a menor dúvida sobre a existência de vida em outros planetas. Inclusive pra mim que não tenho nenhuma especialidade em ciências astronômicas é muito claro. Além do mais, como vc já falou aqui ou outros desta comunidade, seria muita audácia de nossa parte nos sentirmos assim, como o centro do universo, e sendo os únicos seres inteligentes sobreviventes nesse universo.
          Quando fiz o comments acima para vc, foi extamente para dizer que embora acreditemos nesta existência de seres fora de nosso “planetinha”, seria muito “legal” para não dizer “sencacional” a confirmação por meios “oficiais”. Não é que não entedamos que a maioria das “infomações” que são jogadas ou “liberadas” por eles não tenham uma 2ª intenção. Com certeza a grande maioria as tem.
          Quanto ao caso da ridicularização, eu li aqui mesmo no site a persiguição a uma pessoa querida.Li mas não comentei para não colocar mais gasolina na fogueira.Mas sei que a pessoa que recebeu o ataque sabe muito bem como se defender.E se enrou na seara , sabia muito bem o que estava fazendo, pois percebo coragem e inteligêcia nessa pessoa.
          Por fim meu caro Dan-(H), eu não acredio em tudo que postam por aqui, tenho senso crítico e pesquiso tb, já fui mais ativo inclusive enviando matérias para N3M3 publicar aqui, vc pode checkar com ele , pois já usei meu sobrenome para me relacionar aqui, mas como seria fácil me encontrarem troquei para esse (Fantomas), que na realidade era de um desenho que eu “curti” muito na minha infância.
          Bem , obrigado pelas palavras.
          Abraço Forte Amigo.
          “fantomas”

  • Edison Junior

    Fiquei na dúvida.

    Esta noticia é de 2006? ou o documento foi aberto em 2012?

  • Observador

    Amigos de que adiantam todas as evidências, se a dúvida não se dissolve de maneira alguma.

    Nem tudo que deixa de aparecer nos televisores é mentira, nem tudo que aparece nos aparelhos é verdade também.

    Depoimentos, filmagens, fotos, relatos e material farto sobre o tema extraterrestre ou intra-terrestre, e ainda assim a maioria espera uma nave mãe na entrada de sua casa, para realmente acreditar no que os seus olhos e mente já deveriam aceitar como realidade.

    Esse pensamento é perigoso, já que com base nessa vontade, podemos nos deparar com um objeto supostamente estrangeiro, produzido pelo homem, com intenções maldosas.

    Vamos nos focar as últimas declarações e temas apresentados pela grande mídia: No campo da economia, uma invasão alienígena seria a solução para os problemas, vide os últimos comunicados dos responsáveis pela pasta.

    Na política, vamos lembrar que um fantoche, na presidência americana, clamou por uma visita estrangeira, como única forma da humanidade se unir como irmã, ou melhor, dar passagem para um governo único, moeda única e segue..

    Os olhos já viram, o coração já aceita, mas esperas a palavra do patrão, para só assim descansar a mente.

    “És gado, o triste é que mesmo pastando, ainda me vês como lobo, e não aceitas a verdade”

    • Edison Junior

      Temos de ser realistas,

      Tudo que estamos vendo agora, e muitos chamamos de “desacobertamento” já vem desde a decada de 50, para quem observa o fenomeno UFO a mais tempo sempre esta na espectativa de que algo aconteça, que seja dita a verdade, mas nada acontece nunca, e não vai acontecer, só nos parece ser iminente, porque só agora estamos abrindo os olhos.

      Você tem razão, somos todos “Gado” a espera que os governos exponham a realidade.

      Abraço.

  • ClarkKent

    Os ufólogos que tem mania de conspiração é o povo mais insatisffeito do mundo, Se o governo vier a publico dizer existe alienigena, eis aqui as provas, eis aqui as naves, eis aqui os corpos eis aqui os próprios aliens, os ufólogos vão dizer que estão dizendo isso para acobertar algo maior. Se os governos disserem que não existe, os ufólogos vão dizer que é mentira, ou seja tudo que o governo vier a dizer, os ufólogos irão dizer que é mentira, ou que é com outro objetivo etc. E se o governo realmente quiser revelar a verdade? que que tem? Aqui no Brasil, o governo revelou que a noite de 19 de maio de 86 eles realmente viram luzes estranhas no céu, e que enviaram aviões supersonicos para intercepta-las? O ufólogo Ademar Gevaerd, conseguiu documentos do governo que comprovam que a operação prato existiu. então acho que temos que parar um pouco com tantas teorias de conspiração, nos Eua sim eles querem guardar segredo, mais já tá até batido esta história da Nave de Roswell, todo mundo sabe que caiu uma nave lá, e que foi recuperada pelo governo, e que tá lá em algum hangar secreto, agora se um ou dois documentos vazaram ou foram liberados pelo governo, não é nenhuma novidade, o próprio Bill Clinton já admitiu que eles contaram uma grande mentira no caso Roswell. Acho que devemos nos preocupar agora é em procurar descobrir de onde eles são o que querem aqui, e se querem nos fazer mal para nos protegermos, e esquecer o passado, que tem nave lá tem, todo mundo sabe disso. Alguém disse que um segredo deixa de ser segredo quando mais de uma pessoa fica sabendo. Vamos olhar pra frente, para o futuro, e descobrir como contata-los.

    • AAMR

      ClarkKent
      Respeito sua opinião e até concordo que já está meio chato mesmo.
      Más nos estamos atras da verdade inteira e não de meias verdades
      a operação prato por exemplo tinha centenas de fotos e varios filmes que não foram liberados
      valeu seu comentário

      • J.Marciano

        valeu seu comentário 2

  • Sel

    Reflexão sobre dúvidas, um relato real: certa vez uma mulher me disse que eu era “produto de uma ficção” e que eu “não poderia existir”, depois refletiu, olhou para cima, suspirou e corrigiu-se dizendo que eu “não deveria existir”. Um tanto quanto atônita não sabia se aquilo era um “elogio” ou uma “ameaça”, mas uma coisa era certa, lembrei-me da idosa com o atestado de óbito próprio “tentando provar” que estava viva para poder continuar recebendo sua penção e “sobreviver”, tudo isto por um erro burocrático. Só narrei este evento para reiterar que fatos são fatos, independentemente do interlocutor. Não crêr em Roswell é andar ao lado da “senhorinha” em cada departamento público e dizer: certamente esta mulher já morreu e o atestado de óbito aqui em minhas mãos! Enquanto isto, o establishment (http://pt.wikipedia.org/wiki/Establishment) ROS https://app.ros.gov.sg/ui/Index/Index.aspx está WELL !

    • Sel

      pensão…

    • Fantomas

      Oi Sel,
      Espero q esteja td bem por ai.
      Essa sacada da “senhorinha” foi realmente muito legal.
      E o complemento do “Establishment” foi supimpa.
      Continuo lendo atento, tá certo q algumas vezes fico “perdido”.
      Espero sempre aprender mais aqui.
      Abraço Forte.

      • Sel

        Fantomas! Que bom, então seguimos juntos! Beijos em seu coração!

  • Hannah

    Uma dúvida: essas testemunhas que deixam “o legado da verdade post mortem” não comprometem a integridade da vida de seus descendentes e/ou daqueles que se dispõem a divulgá-lo? O governo não os persegue também?

      • Hannah

        Muito bom, carlos. s.!

        De fato como imaginei, os envolvidos nas casuísticas direta ou indiretamente são afetados de modo indiscriminado, visando somente o acobertamento.

        No caso Roswell certamente ocorreu o mesmo. A diferença parece estar no tempo decorrido dos fatos: quanto mais distante, mais liberado para a revelação dos mesmos, pois que até então toda a sociedade da época terá sido “extinta” (por morte) enquanto a sociedade presente não se impacta tanto justo por não ter vivido aquele momento. A casuística torna-se de interesse de um grupo bem menor de interessados, o que parece não afetar na psiquê da população maior e o que dela se espera em termos de comportamento.

  • 666Dark

    Esse relato e outros, estamos carecas de saber, o importante agora são as PROVAS REAIS! Nada de novo nessa declaração.

    Hannah, não creio que eles vão ter problemas, principalmente pelo fato de não acrescentar nada de real interesse e afinal, não têm nada com isso.

    • Hannah

      Porque o tempo passou. Parentes não têm nada com isso, mas observe o Caso Varginha: todos foram envolvidos a nada revelar porque o caso ainda é relativamente recente. Daqui uns 35 anos, quem sabe isso venha à tona. E ao invés de uma “casuística que está acontecendo entre nós”, será considerada apenas “uma história ocorrida há muito, quem sabe uma lenda?”. Os decendentes em nada se identificarão por não terem vivido a história finalmente contada. Enquanto isso as casuísticas contemoprâneas são e continuarão sendo acobertadas. Este “mecanismo de espera” agora me parece bem claro e definido. Abçs 😉

  • Antonio Gomez

    Esse caso foi desmentido tantas vezes ,que já se tornou verdade.O que chamou mais atenção foi um pequeno metal deixado para trás, esquecido que era diferente de tudo daqui da terra. Esse material depois também foi confiscado.

  • fabricio1233

    essa historia de dois locais deferentes com objetos desse suposto ovni bate com um documentario que eu vi que fala que na verdade foram dois ovnis que se chocaram e ambos cairam em lugares diferentes,mais o local de segundo objeto não ha muitos relatos e nem testemunhas,mais eu acho que é valido!
    🙂

  • riky

    eu acho que mesmo que os governos confirmem a existêNCIA de vida inteligente no universo ,a maior parte dos seres humanos vao continuar a rediculizar este assunto,infelizmente.Espero que a verdade venha ao de cimo para eu morrer descansado e para calar muitas pessoas que não acreditam em ets ou ovnis .

  • José

    Para mim, isso mostra a gravidade da situação. Talvez a famosa carta de John Lear de fato seja verdadeira. E de fato o tiro saiu pela culatra do “Uncle Sam” e agora eles precisam que a verdade seja dita, ainda que em doses homeopaticas. porque cá entre nós, overdose de informação funciona com poucos nesse mundo, dada a falta de credibilidade que existe.

    abraços fraternos!

  • jnobeli2010

    Eles estão aqui, não são amigáveis e não sabemos se exitem outas  espécies de extraterrestres inteligentes com boas intenções que possam nos defender  dos Greys.  Talvez sim, pode ser que ao invés dos ets terem caído, eles podem ter sido abatidos por outras forças que nos defendem. Afinal foram três naves que caíram na quela época, muita coincidência.