Avistamento de OVNIs em massa na Colômbia é relatado no noticiário local

Tempo de leitura: < 1 min.

Neste vídeo, o final da reportagem é muito curioso, mas não pelo que foi avistado, mas sim pelo fato da repórter dizer que algumas pessoas acharam que os objetos não eram nada mais do que uma campanha publicitária.  Assim, vos pergunto: Campanha publicitária do quê mesmo?  Onde aparece o nome do produto que está sendo vendido, e onde se pode adiquirí-lo?

Não seria melhor dizer que eram balões, como em Nova Iorque?

Segue vídeo:

[youtube vR4Ks5XNBC4 nolink]

n3m3

AvistamentosVídeos
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (7)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Fernando Ramos

    A campanha publicitário pode ter sido feita noutro local através de, entre outras iniciativas, largada de balões.
    Naturalmente que depois dessa largada, não iam recolher os balões que estavam já em vôo.

  • n3m3

    Bom dia Fernando,

    O que eu quero dizer é que, como em Nova Iorque, nunca foram liberados balões no ar anteriormente à data dos avistamento em Bogotá?

    Balões são liberados diariamente por todo o mundo, sejam por crianças, sejam por campanhas publicitárias, ou até inaugurações e outros eventos, mas balões se comportam de forma diferente. Estes são quase que 100% das vezes identificáveis com tal. Eles não pairam em um local esperando serem avistados, pois as correntes de vento nas altitudes os deslocam em pouco tempo para fora do campo de visão.

    Veja bem, não estou dizendo que não poderiam ter sido balões. Estou dizendo que nem todo o ponto branco no céu é balão, principalmente se fica parado por quase uma hora no mesmo lugar.

  • Fernando Ramos

    Bem, tudo depende do tipo de balão.
    Balões de crianças (a que os senhores no Brasil dão o nome de "bexigas") são demasiado pequenos para se conseguirem ver a uma altitude média, razão pela qual passam despercebidos.
    Agora, se tivermos em conta outros tipos de balões, aí o caso muda de figura.
    Temos também, além das dimensões, a cor. Neste caso uma cor muito clara que reflecte a luminosidade do sol.

    Quanto ao movimento, sinceramente não me foi possível ter essa noção porque não temos pontos de referência que nos permitam fazer uma avaliação cabal.

    Claro que não estou a afirmar que sejam balões. Não posso.
    Mas procuro sempre uma explicação dentro daquilo que nos é conhecido e vulgar na nossa sociedade e cultura.

    Geralmente a resposta do problema está na solução mais simples.

    • n3m3

      Caro Fernando, fico muito grato pelos seus comentários. É para isso mesmo que expomos este material no nosso blog.

      Temos que primeiramente analisar todas as razões plausíveis para cada caso. E é por isso que 95% de todos os casos de avistamentos de OVNI são perfeitamente explicados. São aqueles 5% que deixam todos loucos.

      Como você, também eu não posso afirmar nada a respeito de qualquer dos vídeos ou fotos postadas aqui. Este é meramente um espaço de exposição do assunto. Tudo que podemos fazer é debater o assunto para encontramos explicações plausíveis. E isto se torna muito importante para até mesmo ajudar as pessoas avaliarem algum avistamento que possam ter no futuro, ou até mesmo que já tiveram.

      Mais uma vez obrigado e, por favor, sinta-se sempre bem-vindo em colaborar com seus comentários que são muito proveitosos.

  • Fernando Augusto

    A necessidade de encontrar explicações possíveis para fenômenos estranhos é tanto fruto de nossa racionalidade quanto decorrência dessa mesma racionalidade ao ver-se potencialmente abalada por algo que foge ao seu campo de conhecimento.

    O medo do desconhecido e a necessidade do mistério andam de mãos dadas.

    Explicações são, algumas vezes, excelentes formas de disfarçar a nossa ignorância quando o mais simples, na falta de elementos mais evidentes, seria dizer: não sei.

    • n3m3

      Olá Fernando,

      Daí a sigla OVNI. Quando não se identifica ele é Não Identificado.

      Como já mencionei outras vezes, OVNI não significa alienígena, mas sim, desconhecido.

      Abraço

  • Fernando Ramos

    Caro Fernando Augusto, não sou ignorante, não tenho medo do desconhecido, sou racional e não tenho receio de a ver abalada, antes pelo contrário isso significa que vou evoluir com a aprendizagem.
    Acho apenas que se queremos ser honestos connosco devemos colocar à frente da procura de uma explicação aquelas que conhecemos e que se enquadram no tipo de fenómeno observado.
    Quando o não conseguirmos fazer, então sim, poderemos dizer que estamos perante algo que não é "deste mundo" (embora este conceito seja muito lato e abrangente).

    Questiono a nossa ciência porque acho que as respostas que dá estão toldadas pelos conhecimentos limitados do ser humano.
    Aliás, os cientistas enquadram-se muito bem na descrição que o senhor faz. São eles que têm muita dificuldade em aceitar algo que não consiga ser cientificamente demonstrado. Se não conseguem, logo não é válido. Esta é, aliás, a falácia da nossa comunidade científica.

    Por conseguinte, se a minha hipótese tem bases para explicar o que vemos, logo ela tem tanta credibilidade como outra que diga que se trata de um objecto/fenómeno extraterrestre.
    Como diz o n3m3, é um OVNI.
    E como eu costumo dizer, um OVNI pode até ser uma pedra que nos atinge na cabeça, que não conseguimos vislumbrar a sua forma, apenas o vulto e que não vemos onde cai.
    Objecto Voador Não Identificado.