web analytics

Objetos Voadores Não Identificados: O que os EUA sabem?

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 3 min.
Ouça este artigo...

No Dia Mundial dos OVNIs (2 de julho), o tema dos objetos não identificados está no centro das atenções, à medida que os legisladores estadunidenses continuam pressionando por mais transparência sobre o assunto.

O que os EUA sabem sobre os Objetos Voadores Não Identificados?
Crédito da imagem ilustrativa: n3m3/Bing/DALL-E

Quase um ano já se passou desde que o denunciante David Grusch se apresentou com alegações de que o Pentágono tem operado um programa secreto de recuperação de OVNIs. Seus comentários geraram uma audiência no Congresso, vários relatórios governamentais e depoimentos de outras pessoas que tiveram experiências inexplicáveis.

Apesar das repetidas negações do Departamento de Defesa, ainda há ceticismo quanto à total transparência da agência. É aqui que estão as coisas na busca pela verdade sobre os OVNIs.

Programa secreto de recuperação de OVNIs

Grusch é um ex-oficial de inteligência da Força Aérea que serviu como representante da Força-Tarefa de Fenômenos Aéreos Não Identificados, o escritório do Pentágono encarregado de investigar OVNIs.

Grusch veio a público no verão passado (do hemisfério norte) com as alegações que havia divulgado anteriormente ao Gabinete da Comunidade de Inteligência do Inspetor-Geral. Ele alegou que o Pentágono estava operando um programa secreto dedicado à recuperação de OVNIs acidentados e estava em posse de naves não humanas e restos biológicos de seres não humanos. Ele também sugeriu que crimes de colarinho branco estavam sendo cometidos para ocultar o programa e até sugeriu que pessoas foram mortas para proteger o programa.

Como alguém associado à Força-Tarefa OVNI, Grusch disse que seu acesso ao programa foi negado. Ele baseou suas afirmações em entrevistas com testemunhas familiarizadas com o programa. Grusch também disse que procurou o diretor do All-Domain Anomaly Office, Sean Kirkpatrick, com as informações, mas não obteve resposta.

Investigação do Congresso sobre OVNIs

As afirmações de Grusch desencadearam uma audiência no Congresso dos EUA sobre o assunto, a primeira em mais de 50 anos. Na audiência, Grusch testemunhou com o ex-piloto da Marinha Ryan Graves e o Comandante da Marinha David Fravor.

Fravor contou sua experiência em primeira mão ao encontrar um OVNI, um incidente visto em vídeos de OVNIs divulgados pelo Pentágono nas décadas anteriores. Grusch repetiu as afirmações em seu relato de denunciante, enquanto Graves e Fravor expressaram preocupação com os riscos que os OVNIs causam aos militares, independentemente da origem, e a necessidade de mais investigações sobre o assunto.

Os legisladores concentraram-se no alegado programa secreto, bem como nas acusações de que o Pentágono estava ocultando o programa ao Congresso, numa violação das regras de supervisão. A audiência também desencadeou a formação de um Caucus OVNI bipartidário, liderado informalmente pelo deputado Tim Burchett, R-Tenn.

Os senadores Chuck Schumer, D-NY, e Mike Rounds, R-SD, patrocinaram uma legislação que exigiria transparência nos registros governamentais em torno dos OVNIs. Os legisladores da Câmara também patrocinaram uma versão concorrente.

Relatório do Pentágono, negações sobre OVNIs

O Pentágono finalmente emitiu um relatório oficial do AARO que concluiu que não havia evidências de um programa secreto e afirmou que o governo não tem evidências de que os OVNIs sejam de origem extraterrestre.

O Departamento de Defesa admitiu um programa proposto conhecido como Kona Blue, que foi desenvolvido para fazer engenharia reversa de qualquer tecnologia alienígena recuperada pelo governo.

Em outro relatório muito aguardado, a NASA também não relatou nenhuma evidência de contato extraterrestre com a Terra. A agência afirmou que é necessária uma investigação mais rigorosa na área e apelou à desestigmatização do tema na esperança de levar a mais estudos científicos.

OVNIs chamam atenção nacional nos EUA

As afirmações de Grusch chamaram a atenção do público para um assunto que há muito fascina as pessoas. Enquanto os investigadores investigavam alegações de programas secretos, vídeos que pretendiam mostrar encontros com OVNIs chamaram a atenção das pessoas.

As alegações de avistamentos de OVNIs foram desmentidas pelos céticos e apoiadas como autênticas por outros. Outras vozes de especialistas também se apresentaram em apoio às afirmações de Grusch, incluindo o cientista de Harvard, Avi Loeb, e o ex-contra-almirante da Marinha, Tim Gallaudet.

Alguns até sugeriram que não apenas os alienígenas existem, mas também estão interagindo com a humanidade e possivelmente já vivendo na Terra.

Procurando respostas para o enigma dos OVNIs

Os legisladores e o público são céticos em relação às negações do governo. Os membros do Caucus OVNI tiveram várias reuniões a portas fechadas, mas Burchett sugeriu que o governo está enviando propositalmente pessoas que não têm as informações que procuram.

Ele e outros no Congresso prometeram realizar mais audiências e continuar a avançar quando se trata de descobrir a verdade sobre os supostos programas de OVNIs. A atenção também levou a uma mudança no AARO e a uma nova forma de o público relatar avistamentos.

Porém, os EUA também não são o único país que olha para o céu. O Japão formou recentemente um órgão para investigar relatos de OVNIs depois daquele país ter sido rotulado como um ponto quente para avistamentos.

Enquanto isso, a questão sobre o que exatamente está por trás dos objetos inexplicáveis ​​vistos no céu permanece sem resposta.

(Fonte)


ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Apoie o OVNI Hoje: Cada Doação é Essencial!

Agradecimentos aos colaboradores do mês: ❤️Eneias Vieira ❤️Silas Raposo ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️Cristina Vilas Boas

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code