web analytics

“Alguns OVNIs são alienígenas”, funcionários do governo disseram a Loeb

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 4 min.
Ouça este artigo...

Dificuldades misteriosas ainda estão impedindo a divulgação de informações relacionadas ao armazenamento e supressão de dados do governo dos EUA sobre o primeiro objeto interestelar conhecido a “pousar” na Terra, quase um ano depois que o Comando Espacial dos EUA confirmou que os cientistas o identificaram corretamente.

"Alguns OVNIs são alienígenas", funcionários do governo disseram a Loeb
Foto meramente ilustrativa.

Os cientistas Jennifer Bergner e Darryl Seligman apresentaram um artigo, concluindo que Oumuamua continha água e hidrogênio molecular, que congelou em gelo devido ao frio extremo do espaço profundo. Quando o objeto interestelar entrou no sistema solar interno e se aqueceu, o gelo se converteu em seu estado cristalino, fazendo com que o H2 fosse forçado para fora e fornecesse o impulso propulsivo que explicava a aceleração. Os cientistas descartaram nitrogênio e monóxido de carbono como possíveis explicações para a liberação de gás e aceleração porque seus níveis eram muito baixos.

Porém, o Dr. Avi Loeb disse:

“O ‘Oumuamua não era um iceberg de hidrogênio-água”.

Ele apresentou um novo artigo em colaboração com Thiem Hoang, desafiando o cálculo da temperatura da superfície do ‘Oumuamua feito por Bergner e Darryl em seu recente artigo publicado na Nature. Ele e Hoang argumentam que o cálculo ignorou o efeito de resfriamento da evaporação do hidrogênio, levando a uma superestimação da temperatura da superfície por um fator de 9. A diminuição da temperatura da superfície limita o recozimento térmico do gelo de água, desafiando ainda mais a credibilidade do modelo original.

Além disso, o Dr. Loeb argumenta que a falta de um coma visível do ‘Oumuamua, a ausência de moléculas ou poeira à base de carbono e sua forma alongada incomum são inconsistentes com o fato de ser um cometa genérico. Dr. Loeb já havia proposto a possibilidade de que o ‘Oumuamua é de origem artificial, o que gerou debates entre os especialistas.

Em 2019, Amar Siraj e Dr. Loeb descobriram um meteoro interestelar perto de Papua Nova Guiné em 2014 e tentaram confirmar sua descoberta. Dados relevantes foram coletados por sensores do Departamento de Defesa, que foram usados ​​para rastrear explosões nucleares e foram classificados como secretos. Em 2022, após atrasos, o Comando Espacial confirmou que os pesquisadores estavam corretos sobre a origem do meteoro. Isso levantou questões sobre porque o governo havia suprimido informações sobre a descoberta por anos.

De acordo com este artigo, o site Motherboard entrou com um pedido sob a Lei de Liberdade de Informação com diferentes agências federais buscando informações sobre porque o governo não estava compartilhando dados sobre corpos alienígenas em trânsito em nosso sistema solar. Uma solicitação foi registrada no Departamento de Energia em abril de 2022 e buscava e-mails de dois cientistas do Laboratório Nacional de Los Alamos, que mencionavam os termos asteroide, meteoro ou detritos. O Motherboard solicitou processamento acelerado devido ao interesse do público no assunto.

O Departamento de Energia informou ao Motherboard que o pedido havia sido encaminhado à Administração Nacional de Segurança Nuclear, e um especialista em informações do governo informou posteriormente ao Motherboard que eles não haviam demonstrado uma necessidade imperiosa de processamento acelerado. A data estimada de conclusão da solicitação foi movida várias vezes, e o Motherboard acabou sendo informado de que não havia uma data estimada de conclusão devido a “algumas dificuldades que o escritório de campo e/ou laboratório da NNSA em Los Alamos terá que resolver”.

Não há uma resposta definitiva para porque os cientistas tradicionais estão tentando diminuir a descoberta do Dr. Loeb sobre o ‘Oumuamua e sua ousada aceitação de extraterrestres. No entanto, em seu recente post no blog, ele mencionou que recebeu a visita de dois representantes do governo de Washington DC, que presumiram que ele estava no caminho certo. Talvez ele esteja certo sobre alguns OVNIs serem extraterrestres. (Fonte)

O Dr. Loeb escreveu:

“’Estou perdendo meu tempo?’, perguntei aos dois visitantes que vieram de Washington DC até minha casa alguns dias atrás. ‘De jeito nenhum’, eles me garantiram.”

Ele acrescentou ainda:

“Existe, é claro, uma possibilidade persistente de que eu seja ingênuo e os OVNIs sejam fumaça e espelhos. Nesse caso, descobriremos em breve. É por isso que perguntei aos meus convidados de DC se posso estar perdendo meu tempo. Não tenho acesso a dados classificados e os dados publicamente disponíveis não são convincentes. Mas os fatos conhecidos são intrigantes o suficiente para me fazer continuar. Assim como a natureza da matéria escura me inspirou a escrever muitos artigos científicos como astrofísico teórico.”

O Dr. Loeb escreveu extensivamente sobre a matéria escura e outros fenômenos cósmicos. No entanto, ele agora lidera o Projeto Galileo, que visa investigar fenômenos aéreos não identificados (UAPs/OVNIs) e determinar se algum deles tem origem tecnológica extraterrestre. O autor observa que a comunidade científica não está aberta a explorar os OVNIs da mesma forma que está com a matéria escura, e que isso é um problema.

Ele argumenta que o novo conhecimento científico é obtido por meio de dados de alta qualidade, e o caminho para esse conhecimento não deve ser dificultado pela intolerância acadêmica ou dados de baixa qualidade. Ele também observa que a pesquisa de OVNIs é frequentemente prejudicada por alegações infundadas e dados de baixa qualidade, e que o foco deve estar na coleta de novos dados de alta qualidade para determinar a natureza dos OVNIs.

Uma pesquisa recente conduzida pelo professor Brian Keating, da Universidade da Califórnia, em San Diego, mostra que 51,1% dos entrevistados acreditam que o ‘Oumuamua era de origem tecnológica extraterrestre, apesar das evidências científicas inconclusivas.

Vamos resolver isso à moda antiga: ‘Oumumua é um cometa, iceberg ou asteroide ou é uma assinatura tecnológica extraterrestre?

De acordo com o Dr. Loeb:

“Três dos quatro objetos interestelares conhecidos (ISOs) parecem anômalos, ou seja, os meteoros IM1 e IM2 em sua alta resistência material e ‘Oumuamua em sua aceleração não gravitacional sem uma cauda cometária visível, é intrigante para aqueles que manter sua curiosidade infantil ou mente de iniciante (Shoshin) do Zen Budismo. Esta evidência não é intrigante para todos. Alguns jornalistas científicos comemoraram um artigo da Nature na semana passada e optaram por ignorar um artigo subsequente que demonstrou que o artigo da Nature violou a conservação de energia, para ‘não confundir seus leitores’”.

Em 7 de março de 2023, Avi Loeb apresentou um artigo em coautoria com o Dr. Sean Kirkpatrick, diretor do Escritório de Resolução de Anomalias de Todos os Domínios (AARO) do Pentágono, afirmando que alguns OVNIs podem ser pequenas sondas de uma nave-mãe alienígena. O artigo descreve restrições físicas em OVNIs usando formas conhecidas de matéria e radiação e afirma que a falta de assinaturas de rádio pode indicar medições de distância imprecisas.

Dr. Loeb sugere que um objeto interestelar artificial poderia liberar muitas pequenas sondas durante sua passagem próxima à Terra, que poderia alcançar a Terra ou outros planetas do sistema solar para exploração e seria indetectável para telescópios de pesquisa existentes, mas poderia ser detectado por radares de espaço profundo e cercas espaciais. As mudanças no tempo de chegada e na distância da aproximação mais próxima da Terra se manifestariam devido a uma pequena velocidade de ejeção ao longe, levando a um grande desvio da trajetória da nave-mãe perto do Sol.

Em conclusão, a ideia de que o ‘Oumuamua e alguns OVNIs podem ser de origem alienígena é um tópico que continua intrigando e provocando debates entre cientistas e o público em geral. Enquanto alguns acreditam que a evidência científica inconclusiva não apoia essa afirmação, outros como o Dr. Loeb e o Dr. Sean Kirkpatrick apresentaram pesquisas e teorias que sugerem a possibilidade de sondas alienígenas. À medida que a tecnologia avança, será interessante ver se podemos detectar mais evidências que possam fornecer respostas para esse mistério em andamento.

(Fonte)


ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Apoie o OVNI Hoje: Cada Doação é Essencial!

Agradecimentos aos colaboradores do mês: ❤️Eneias Vieira ❤️Silas Raposo ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️Cristina Vilas Boas

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code