Telescópio demolido mostra alerta de asteroide próximo da Terra

Tempo de leitura: 3 min.

O famoso Observatório de Arecibo, em Porto Rico, desmoronou completamente em 2020. Agora, os cientistas que estão passando por suas observações finais oferecem um novo e importante relatório de asteroides.

Telescópio demolido mostra alerta de asteroide próximo da Terra
Uma imagem do icônico radiotelescópio do Observatório de Arecibo, visto entre duas falhas graves de cabos que precederam o colapso da instalação em 2020. (Crédito da imagem: University of Central Florida)

Depois de desmoronar em dezembro de 2020, o poderoso Observatório de Arecibo tem um presente de despedida final para a humanidade – e é algo único.

Usando dados coletados por Arecibo entre dezembro de 2017 e dezembro de 2019, os cientistas divulgaram o maior relatório baseado em radar sobre asteroides próximos da Terra já publicado. O relatório, publicado em 22 de setembro no The Planetary Science Journal, inclui observações detalhadas de 191 asteróides próximos da Terra, incluindo quase 70 que são considerados “potencialmente perigosos” – ou seja, grandes asteroides com órbitas que os aproximam de 7,5 milhões de milhas). milhões de quilômetros da Terra, ou cerca de 20 vezes a distância média entre a Terra e a Lua.

Felizmente, nenhum desses asteroides recém-descritos representa uma ameaça imediata à Terra; de acordo com a NASA, nosso planeta está a salvo de impactos mortais de asteroides pelo menos nos próximos 100 anos. No entanto, os cientistas ainda prestam muita atenção a objetos próximos da Terra como esses, caso suas trajetórias mudem por algum acaso da natureza – digamos, uma colisão de outro asteroide – colocando-os em rota de colisão com a Terra.

O novo relatório também sinalizou vários asteroides considerados dignos de estudo futuro, incluindo um objeto espacial excêntrico chamado 2017 YE5 – um asteroide binário ultra-raro de “massa igual”, feito de duas rochas de tamanho quase idêntico que estão constantemente orbitando uma à outra. (Cada uma das rochas é estimada para medir entre 800 a 900 metros de diâmetro). A alta refletividade do radar do asteroide pode indicar uma abundância de gelo de água abaixo de sua superfície, possivelmente tornando-o uma classe nunca antes vista de asteroide gelado, de massa igual e próximo da Terra, escreveram os pesquisadores.

Telescópio demolido mostra alerta de asteroide próximo da Terra
Um punhado de asteroides recém-fotografados, incluindo o raro asteroide binário de ‘massa igual’ 2017 YE5 (canto inferior esquerdo). (Crédito da imagem: Virkki et al/ Planetary Science Journal)

Com esse novo “tesouro” de dados, os cientistas podem medir melhor as formas, tamanhos e períodos de rotação desses asteroides, que são métricas cruciais para avaliar os riscos potenciais que os asteroides podem representar para o nosso planeta, disse em comunicado a autora principal do estudo, Anne Virkki, pesquisadora com o Departamento de Física da Universidade de Helsinque, na Finlândia.

A quantidade de dados valiosos coletados é única, e esses resultados não poderiam ter sido alcançados com nenhuma outra instalação existente”, acrescentou a coautora do estudo, Flaviane Venditti, chefe do Grupo de Ciência de Radar Planetário de Arecibo.

O Observatório de Arecibo foi construído em Porto Rico em 1963, tornando-se o maior e mais poderoso radiotelescópio do mundo. Sua icônica antena parabólica de 305 m de largura tornou-se mundialmente famosa na década de 1990, depois de aparecer em filmes como ‘Contato’ (1997) e ‘GoldenEye’ (1995). Até então, o observatório já era conhecido na comunidade científica por transmitir a primeira mensagem da humanidade para alienígenas no espaço em 1974.

Mais recentemente, as observações de asteroides de Arecibo desempenharam um papel direto no planejamento da missão Double Asteroid Redirection Test (DART) da NASA, na qual os cientistas colidiram uma espaçonave no asteroide próximo da Terra Dimorphos e alteraram seu período orbital em 32 minutos.

A carreira de Arecibo terminou abruptamente em dezembro de 2020, depois que dois cabos de suporte críticos se romperam, levando ao colapso completo do telescópio. Em outubro de 2022, a National Science Foundation – proprietária do local em que Arecibo foi construído – anunciou que o telescópio não será substituído ou reparado, para desgosto de cientistas e amantes do espaço em todo o mundo.

Os pesquisadores ainda estão analisando um acúmulo de dados de Arecibo, observou a equipe – então o telescópio morto mais famoso do mundo ainda pode ter mais dons científicos para nos oferecer do além-túmulo nos próximos anos.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Participe dos comentários mais abaixo… e (importante) se puder, colabore na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo, ou use a chave PIX “OVNIHoje” (sem as aspas):

Agradecimentos aos colaboradores dos últimos meses: Edward de Lima, José de Castro, Teogenis de Oliveira, Egídia dos Santos, Silas Raposo, Reinaldo Galhardo, Luiz Buria, Silas Raposo, Maria Dorotea Soares..

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!