“O Pequeno Livro dos Alienígenas” começa

Tempo de leitura: 3 min.

Todo mundo adora alienígenas. Todo mundo está falando sobre alienígenas. De exoplanetas ao Telescópio Espacial James Webb, a discussões intermináveis ​​sobre Objetos Voadores Não Identificados, os alienígenas são notícia o tempo todo.

“O Pequeno Livro dos Alienígenas” começa
Crédito: depositphotos

Por Adam Frank
Parece claro que estamos vivendo um momento muito particular quando se trata de compreender as possibilidades de vida no Cosmos. Nunca antes houve tanto interesse na questão da existência de vida em outros mundos, e nunca antes chegamos tão perto de obter respostas. Então, o que uma pessoa que está interessada nesta questão mais importante deve fazer neste momento crucial?

No meu caso, a resposta foi simples: escrever um livro.

Uma pergunta feita por 20 séculos

As pessoas têm perguntado: “Estamos sozinhos?” para todo sempre. Você pode ler Aristóteles e Demócrito discutindo sobre a questão 2.000 anos atrás. Ao longo dos 20 séculos que se seguiram, o assunto nunca foi resolvido e as discussões nunca se extinguiram.

Mas então, na década de 1950, os primeiros passos foram dados para tornar a vida alienígena um tópico para estudo científico. A década começou com Enrico Fermi emoldurando seu famoso “paradoxo” durante o almoço em Los Alamos em 1950, perguntando-se porque alienígenas de partes mais antigas do Universo ainda não haviam nos visitado. Em meados da década, o experimento de Miller-Urey nos deu uma visão de como as moléculas básicas da vida são criadas, imitando uma Terra jovem em um tubo de ensaio. Finalmente, no final da década, Frank Drake realizou a primeira busca verdadeira por vida alienígena, usando o radiotelescópio gigante em Green Bank, Virginia Ocidental (EUA).

Nos 20 anos seguintes, a ciência da busca de vida no Cosmos avançou. Enviamos sondas para todos os planetas, e a Busca por Inteligência Extraterrestre (SETI) continuou com uma série de ideias novas e importantes.

Então as coisas ficaram um pouco escuras. A SETI estava faminta por financiamento, já que um monte de políticos a usava para marcar pontos, batendo na NASA por “desperdiçar dólares dos contribuintes”. E depois das missões Viking na década de 1970, parecia que Marte era apenas uma rocha morta. As pessoas pararam de pensar no sistema solar como um lugar para caçar a vida. Foi uma época deprimente na busca pela vida cósmica – uma época que felizmente não durou.

A busca por alienígenas se torna parte da corrente principal

Após o final da década de 1990, o campo que hoje chamamos de astrobiologia voltou à vida. Primeiro, Marte de repente ficou interessante novamente quando uma série de sondas mostrou conclusivamente que o Planeta Vermelho já foi azul. Havia água em Marte bilhões de anos atrás – muita água. Talvez Marte tenha formado vida naquela época também. Talvez a vida ainda esteja lá. Tão importante quanto isso, em 1995 descobrimos pela primeira vez um exoplaneta orbitando uma estrela distante parecida com o Sol. Este foi o início do que eu gosto de chamar de “revolução dos exoplanetas”, e agora sabemos que cada estrela no céu hospeda uma família de mundos alienígenas. Com todos esses mundos alienígenas, a chance de haver vida alienígena – e talvez civilizações alienígenas – ficou muito maior.

Finalmente, nos últimos anos, os OVNIs de repente se tornaram notícias populares. Três vídeos divulgados pela Marinha dos EUA, juntamente com um relatório do governo divulgado no ano passado, tiraram o assunto das sombras do chapéu de lata e deixaram todos se perguntando: “Devo levar isso a sério?”

Então, por que tudo isso é um problema? Simplificando, trata-se de muito para absorver.

Se você realmente quer entender o que está acontecendo agora, você também precisa entender o que aconteceu naquela época. Cientistas como eu estudando astrobiologia já conhecem a Equação de Drake, zonas habitáveis ​​e Esferas de Dyson, para citar alguns elementos da base necessária. Esses tópicos enquadram o que estamos fazendo agora e o que descobriremos amanhã. Você precisa conhecer todo esse pano de fundo para entender o que está acontecendo. Ao mesmo tempo, se você quiser saber o que descobriremos amanhã, você também precisa saber sobre coisas em que estamos trabalhando agora, tópicos com nomes como caracterização atmosférica, bioassinaturas e tecnoassinaturas.

O problema é o mesmo com os OVNIs. Seria hora de realizar um verdadeiro estudo científico de OVNIs? Bem, como seria isso? Quais questões precisam ser abordadas? Como pensamos sobre as tecnologias que os alienígenas podem ter, se é que os OVNIs têm algo a ver com alienígenas? (Sou muito cético quanto a isso, mas como devemos aplicar a boa ciência à questão?)

Então é por isso que eu comecei um novo projeto de livro. Chama-se “The Little Book of Aliens” (“O Pequeno Livro de Alienígenas”) e, se eu for diligente, deve ficar pronto no outono de 2023. O plano para o livro é de 50 capítulos ou seções curtas, cada um dos quais deve ser em sua maioria autocontido. Meu objetivo é dar às pessoas um ponto de entrada nítido e facilmente acessível para todas as coisas que elas precisam entender e participar. Será uma série de discussões sobre o empreendimento científico mais emocionante e importante da história humana.

Isso não é hipérbole.

Finalmente estamos em condições de começar a obter dados reais que podem nos ajudar a responder à pergunta: “Estamos sozinhos?” É um momento emocionante de se estar vivo, e quero que todos participem.

(Fonte)

Colaboração: Henrique C.O


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO… e (importante) se puder, ajude na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo:

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!