web analytics
Tempo de leitura: 4 min.

Físico que teve experiência de quase morte agora explora vida após a morte

Tempo de leitura: 4 min.

Um cientista de São Francisco que passou décadas contemplando os enigmas da física voltou sua atenção para o enigma da consciência humana, relata www.theepochtimes.com.

Físico que teve experiência de quase morte agora explora vida após a morte
Crédito da imagem ilustrativa: depositphotos

O Dr. Alan Ross Hugenot possui doutorado em ciências de engenharia mecânica e teve uma carreira de sucesso em engenharia naval, servindo em comitês que escrevem os padrões de construção naval para os Estados Unidos. Ele estudou física e engenharia mecânica no Oregon Institute of Technology.

Mas também central em seu trabalho é o estudo da vida após a morte, após uma experiência de quase morte (ou EQM), depois de um acidente de motocicleta em sua juventude.

Ele disse:

“Eu fiz coisas usando a física newtoniana para criar navios, mas o tempo todo, eu sabia melhor. Há todo esse outro mundo que nossos cinco sentidos não registram.”

Ele deu uma palestra sobre a ciência da vida após a morte na Conferência de 2014 da International Association for Near-Death Studies (IANDS) em Newport Beach, Califórnia.

Explorando teorias científicas relacionadas a este outro mundo, Hugenot se perguntou se a consciência dos seres humanos vivos, bem como as “almas” dos mortos, residem na matéria escura ou na energia escura. Ele ponderou as implicações do poder que nossa consciência parece ter sobre a realidade física.

Hugenot falou de uma experiência de quase morte na década de 1970, durante a qual experimentou parte desse outro mundo. Ele achou “mais real do que este lugar”.

Esses assuntos não são apenas curiosidades intelectuais para Hugenot; eles trazem uma experiência profunda que mudou sua visão de mundo.

Hugenot resumiu algumas teorias da física, interpretando como elas podem apontar para a existência de uma consciência independente do cérebro e para a existência de uma vida após a morte em outro plano. Ele observou que uma investigação mais aprofundada seria necessária para verificar seus postulados. Ele também observou desafios na tentativa de verificar essas ideias em uma estrutura científica tradicional.

A consciência poderia existir em uma “nuvem”

Hugenot disse que a consciência humana pode funcionar como os dados que armazenamos na nuvem. Esses dados podem ser acessados ​​de vários dispositivos – seu smartphone, seu tablet, seu computador desktop.

Durante uma EQM, teorizou Hugenot, a mente pode estar fugindo de uma situação perigosa.

Ele disse:

“[Podemos] virar o interruptor e ir para o outro computador. O nexo da minha consciência está na minha cabeça, mas o locus da minha consciência – onde está realmente? Está fora do meu corpo. Porque dentro e fora é uma ilusão.”

O espaço pode não existir, ou pelo menos não da maneira que comumente o entendemos, disse ele, citando o teorema da não localidade do Dr. John Bell.

Ele brincou:

“[É] difícil de admitir; amamos nosso espaço.”

A não localidade refere-se à capacidade de dois objetos saberem instantaneamente sobre os estados um do outro, mesmo que estejam separados por grandes distâncias. Está relacionado com o fenômeno do emaranhamento: a partícula A e a partícula B interagem e depois permanecem misteriosamente ligadas. Quando a partícula A sofre uma mudança, a partícula B sofre a mesma mudança; A e B perderam, de muitas maneiras, sua individualidade e se comportam como uma única entidade.

O teorema de Bell foi verificado por muitos cientistas ao longo dos anos e faz parte da física quântica convencional. As ideias de Hugenot sobre a consciência existente dentro e fora do corpo humano ao mesmo tempo se baseiam nesse teorema, mas permanecem fora da “corrente principal”.

A vida após a morte está na matéria escura ou talvez em outra dimensão?

O que os cientistas observaram representa cerca de 4% do nosso universo. A energia escura e a matéria escura compreendem os outros 96%. Os cientistas não sabem realmente o que são a energia escura e a matéria escura, e sua existência só é percebida por causa dos efeitos que parecem ter na matéria observável.

Hugenot disse:

“Esses 96% não discernidos do universo… nos dão muito espaço para a consciência e a vida após a morte existirem.”

Talvez a consciência exista em outra dimensão, disse Hugenot. A teoria das cordas, muito discutida na física convencional, sustenta que existem outras dimensões além do conceito quadridimensional do universo. A teoria das cordas vê o universo como um mundo de cordas muito finas e vibrantes. Acredita-se que as cordas se projetem a partir de um cosmos de dimensão inferior, mais simples, mais plano e sem gravidade.

Por que os fantasmas podem atravessar paredes – e você também?

Hugenot disse que alcançar outra dimensão pode ser uma questão de crença. Talvez nossos corpos pudessem atravessar paredes se realmente acreditássemos que poderiam.

Ele disse:

“Minha alma inteira acredita em 3-D, então não posso atravessar uma parede.”

Ele olhou para alguns experimentos que mostraram o poder que a consciência humana tem de influenciar a realidade física.

A luz pode ser uma partícula ou uma onda – dependendo de seus pensamentos

A consciência parece ter um impacto físico sobre a matéria. O famoso experimento da dupla fenda chocou os físicos quando mostrou que os fótons (partículas de luz) agem de maneira diferente quando são observados do que quando ninguém está observando.

Essencialmente, o observador pode fazer com que os fótons tomem a forma de partícula ou de onda pelo próprio ato de medir; eles não são fixados em uma forma como esperado.

As partículas existem como potencial, disse Hugenot, e o observador determina a forma que elas assumem. Ele observou que a influência da mente de um pesquisador em seu experimento tem sérias implicações:

“Se um cético quiser replicar o que um ‘crente’ encontrou em seu experimento, o cético não poderá fazê-lo, porque… [vai ser] do jeito que aquele cara quer ver e não do jeito que o outro quer ver isto.”

Hugenot perguntou, se o potencial só toma forma quando observado, quem ou o que foi o observador do Big Bang? Sua resposta é simplesmente “consciência”.

Experimentos de Princeton mostram que a mente pode influenciar dispositivos eletrônicos

O Laboratório de Pesquisa de Anomalias de Engenharia de Princeton (PEAR) na Universidade de Princeton é famoso por experimentos realizados mostrando que nossas mentes podem realmente afetar as operações de dispositivos eletrônicos. Ao longo de muitos anos, os pesquisadores da PEAR conduziram milhões de experimentos com centenas de pessoas. Um exemplo típico de tal experimento é o seguinte:

Um gerador de eventos aleatórios (de sigla em inglês, REG) é um dispositivo eletrônico que pode produzir bits representando 0 ou 1. Os participantes do estudo tentariam influenciar o REG de qualquer maneira, para 0 ou para 1. Se os eventos mostrassem um favor significativo na direção da vontade da pessoa acima do que o acaso ditaria, sugeria que a vontade da pessoa influenciava a máquina.

A descoberta cumulativa foi que a mente humana pode influenciar ligeiramente a máquina. Embora a influência tenha sido leve, a consistência foi significativa. Ao longo de tantos ensaios, o poder estatístico aumentou. A probabilidade desses resultados acontecerem por acaso e não por influência da mente humana é menor que 1 em 1 bilhão.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!