NASA vai estabelecer estudo independente sobre OVNIs

Tempo de leitura: 2 min.

A NASA está comissionando uma equipe de estudo para começar no início do outono (no hemisfério norte) para examinar fenômenos aéreos não identificados (UAPs/OVNIs) – isto é, observações de eventos no céu que não podem ser identificados como aeronaves ou fenômenos naturais conhecidos – de uma perspectiva científica. O estudo se concentrará na identificação de dados disponíveis, na melhor forma de coletar dados futuros e como a NASA pode usar esses dados para avançar na compreensão científica dos OVNIs.

NASA vai estabelecer estudo independente sobre OVNIs

O número limitado de observações de OVNIs atualmente torna difícil tirar conclusões científicas sobre a natureza de tais eventos. Fenômenos não identificados na atmosfera são de interesse tanto para a segurança nacional quanto para a segurança aérea. Estabelecer quais eventos são naturais fornece um primeiro passo fundamental para identificar ou mitigar esses fenômenos, o que se alinha a um dos objetivos da NASA de garantir a segurança das aeronaves. Não há evidências de que os OVNIs sejam de origem extraterrestre.

Thomas Zurbuchen, administrador associado de ciência da sede da NASA em Washington, disse:

“A NASA acredita que as ferramentas de descoberta científica são poderosas e se aplicam aqui também. Temos acesso a uma ampla gama de observações da Terra a partir do espaço – e essa é a força vital da investigação científica. Temos as ferramentas e a equipe que podem nos ajudar a melhorar nossa compreensão do desconhecido. Essa é a própria definição do que é ciência. Isso é o que fazemos.”

A agência não faz parte da Força-Tarefa OVNI do Departamento de Defesa ou de seu sucessor, o Grupo de Sincronização de Gerenciamento e Identificação de Objetos Aéreos. A NASA, no entanto, coordenou amplamente em todo o governo sobre como aplicar as ferramentas da ciência para esclarecer a natureza e a origem de fenômenos aéreos não identificados.

A equipe de estudo independente da agência será liderada pelo astrofísico David Spergel, que é presidente da Simons Foundation em Nova Iorque e anteriormente presidente do departamento de astrofísica da Universidade de Princeton, em Princeton, Nova Jersey. Daniel Evans, vice-administrador associado adjunto para pesquisa na Diretoria de Missões Científicas da NASA, atuará como oficial da NASA responsável por orquestrar o estudo.

Spergel disse:

“Dada a escassez de observações, nossa primeira tarefa é simplesmente reunir o conjunto mais robusto de dados que pudermos. Vamos identificar quais dados – de civis, governo, organizações sem fins lucrativos, empresas – existem, o que mais devemos tentar coletar e como melhor analisá-los.”

O estudo deve levar cerca de nove meses para ser concluído. Ele garantirá o conselho de especialistas nas comunidades científica, aeronáutica e de análise de dados para se concentrar na melhor forma de coletar novos dados e melhorar as observações de OVNIs.

Evans disse:

“Consistente com os princípios de abertura, transparência e integridade científica da NASA, este relatório será compartilhado publicamente. Todos os dados da NASA estão disponíveis ao público – levamos essa obrigação a sério – e os tornamos facilmente acessíveis para qualquer pessoa ver ou estudar.”

Embora não relacionado a este novo estudo, a NASA tem um programa ativo de astrobiologia que se concentra nas origens, evolução e distribuição da vida além da Terra. Do estudo da água em Marte à sondagem de “mundos oceânicos” promissores, como Titã e Europa, as missões científicas da NASA estão trabalhando em conjunto com o objetivo de encontrar sinais de vida além da Terra.

Além disso, a busca da agência por vida também inclui o uso de missões como o Transiting Exoplanet Survey Satellite e o Telescópio Espacial Hubble, para procurar exoplanetas habitáveis, enquanto o Telescópio Espacial James Webb tentará detectar bioassinaturas em atmosferas ao redor de outros planetas – detectando oxigênio e carbono dióxido em outras atmosferas, por exemplo, poderia sugerir que um exoplaneta suporta plantas e animais como o nosso. A NASA também financia pesquisas espaciais que se concentram em assinaturas tecnológicas – que são assinaturas de tecnologia avançada no espaço sideral – de outros planetas.

(Fonte)


Considerando todo o histórico da NASA a respeito da comprovação de vida fora da Terra (começando pelas missões Viking), agora vou dormir muito tranquilo sabendo que ela irá sim relatar tudo que sabe sobre os OVNIs.🤣

Alguém aqui quer apostar qual será o resultado dessa iniciativa da NASA?

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO… e (importante) se puder, colabore na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo:

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!