web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

NASA vai estabelecer estudo independente sobre OVNIs

Tempo de leitura: 2 min.

A NASA está comissionando uma equipe de estudo para começar no início do outono (no hemisfério norte) para examinar fenômenos aéreos não identificados (UAPs/OVNIs) – isto é, observações de eventos no céu que não podem ser identificados como aeronaves ou fenômenos naturais conhecidos – de uma perspectiva científica. O estudo se concentrará na identificação de dados disponíveis, na melhor forma de coletar dados futuros e como a NASA pode usar esses dados para avançar na compreensão científica dos OVNIs.

NASA vai estabelecer estudo independente sobre OVNIs

O número limitado de observações de OVNIs atualmente torna difícil tirar conclusões científicas sobre a natureza de tais eventos. Fenômenos não identificados na atmosfera são de interesse tanto para a segurança nacional quanto para a segurança aérea. Estabelecer quais eventos são naturais fornece um primeiro passo fundamental para identificar ou mitigar esses fenômenos, o que se alinha a um dos objetivos da NASA de garantir a segurança das aeronaves. Não há evidências de que os OVNIs sejam de origem extraterrestre.

Thomas Zurbuchen, administrador associado de ciência da sede da NASA em Washington, disse:

“A NASA acredita que as ferramentas de descoberta científica são poderosas e se aplicam aqui também. Temos acesso a uma ampla gama de observações da Terra a partir do espaço – e essa é a força vital da investigação científica. Temos as ferramentas e a equipe que podem nos ajudar a melhorar nossa compreensão do desconhecido. Essa é a própria definição do que é ciência. Isso é o que fazemos.”

A agência não faz parte da Força-Tarefa OVNI do Departamento de Defesa ou de seu sucessor, o Grupo de Sincronização de Gerenciamento e Identificação de Objetos Aéreos. A NASA, no entanto, coordenou amplamente em todo o governo sobre como aplicar as ferramentas da ciência para esclarecer a natureza e a origem de fenômenos aéreos não identificados.

A equipe de estudo independente da agência será liderada pelo astrofísico David Spergel, que é presidente da Simons Foundation em Nova Iorque e anteriormente presidente do departamento de astrofísica da Universidade de Princeton, em Princeton, Nova Jersey. Daniel Evans, vice-administrador associado adjunto para pesquisa na Diretoria de Missões Científicas da NASA, atuará como oficial da NASA responsável por orquestrar o estudo.

Spergel disse:

“Dada a escassez de observações, nossa primeira tarefa é simplesmente reunir o conjunto mais robusto de dados que pudermos. Vamos identificar quais dados – de civis, governo, organizações sem fins lucrativos, empresas – existem, o que mais devemos tentar coletar e como melhor analisá-los.”

O estudo deve levar cerca de nove meses para ser concluído. Ele garantirá o conselho de especialistas nas comunidades científica, aeronáutica e de análise de dados para se concentrar na melhor forma de coletar novos dados e melhorar as observações de OVNIs.

Evans disse:

“Consistente com os princípios de abertura, transparência e integridade científica da NASA, este relatório será compartilhado publicamente. Todos os dados da NASA estão disponíveis ao público – levamos essa obrigação a sério – e os tornamos facilmente acessíveis para qualquer pessoa ver ou estudar.”

Embora não relacionado a este novo estudo, a NASA tem um programa ativo de astrobiologia que se concentra nas origens, evolução e distribuição da vida além da Terra. Do estudo da água em Marte à sondagem de “mundos oceânicos” promissores, como Titã e Europa, as missões científicas da NASA estão trabalhando em conjunto com o objetivo de encontrar sinais de vida além da Terra.

Além disso, a busca da agência por vida também inclui o uso de missões como o Transiting Exoplanet Survey Satellite e o Telescópio Espacial Hubble, para procurar exoplanetas habitáveis, enquanto o Telescópio Espacial James Webb tentará detectar bioassinaturas em atmosferas ao redor de outros planetas – detectando oxigênio e carbono dióxido em outras atmosferas, por exemplo, poderia sugerir que um exoplaneta suporta plantas e animais como o nosso. A NASA também financia pesquisas espaciais que se concentram em assinaturas tecnológicas – que são assinaturas de tecnologia avançada no espaço sideral – de outros planetas.

(Fonte)


Considerando todo o histórico da NASA a respeito da comprovação de vida fora da Terra (começando pelas missões Viking), agora vou dormir muito tranquilo sabendo que ela irá sim relatar tudo que sabe sobre os OVNIs.🤣

Alguém aqui quer apostar qual será o resultado dessa iniciativa da NASA?

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!

Por favor, para ajudar manter o OH vivo, considere desativar seu bloqueador de anúncios ou colocar o OH na lista de sites permitidos (whitelist).

Agora, mais do que nunca. isto é importante.

Seu acesso sempre foi e sempre será gratuito, e você não é obrigado a clicar em nenhum anúncio, embora isso ajude muito na continuidade do site.

Muito obrigado.